Translator

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

CANSADOS DESTE HOMEM!


Mais um "capote" para o Primeiro-Ministro, se agazalhar, que Portugal teve/tem nestes últimos três anos.
Agora já sabemos que toda a culpa vai recair, na crise internacional...
E não vai passar nada!
Porque o capital de seu investimento (político) mesmo que chegue à "banca rota", não perde nada!
Que aguente a crise o "mexilhão" (os portugueses) e que a pague com a língua de três palmos.
Três anos os portugueses (os poucos esclarecidos na política) a engolirem demagogia: "o aeroporto da OTA, a nova Ponte sobre o Tejo, o comboio de alta velocidade, um computador, as visitas de cá e para lá Lisboa e Caracas, com muitos abraços, o Tratado de Lisboa e outras balelas, próprias de mau propagandista de feira."
Ministros desde o príncipio de sua governação de "pedra e cal".
Não há remodelações (porque o senhor é um "sabichão" que percebe de todas as pastas), mas, mesmo entendendo de tudo, nem seria preciso, porque se ajustam bem uns com os outros.
Olham para os seus "umbigos" esquecem os "umbigos" dos outros!
A que ponto o senhor primeiro ministro levou o país...
Corrupção rampante, uma Justiça que cada vez mais funciona a passo de "caranguejo"; assaltos que colocam os portugueses sob um estado de medo.
Uma globalização de entrada de pessoas, de outros países, sem regra que, além de estarem a destruir a identidade do Povo Português, estão a deteriorar o país. Falou-se de uma Europa Unida, ontem mas amanhã já o não é, porque os países ricos (durante a recessão económica que se aproxima) não vão dar nada aos países pobres.
Os pobres que vão colher "urtigas" e se fiquem a coçar
Os ricos são avarentos e quando dão umas miolas a um pobre querem de volta um saco de farinha.
Já é tarde para poder remediar o dano que causou aos portugueses...!
Outro que venha que abra a porta...
Aquela que senhor fechou bateu na cara, dos que acreditaram em si, dando-lhe a maioria, para praticar "asneiras" durante os três anos, de sua governação levou a cabo.
José Martins