Translator

domingo, 28 de junho de 2009

NUM PAIS GOVERNADO POR UM "BANANAS" - O BANANAL PRODUZ


PRIMEIRO-MINISTRO ASSINA CONTRATO COM MARIDO DA MINISTRA DA JUSTIÇA
.

Exclusivo, edição da internet Tempo Semanal - Tradução de ZIZI TIMOR OANDe acordo com o contrato para fornecimento de Diesel de Alta Velocidade para EDTL, que é datado de 19 de Setembro de 2007, mas que foi assinado somente um ano mais tarde, em 19 de Setembro de 2008, o fornecedor, Pualaka Petróleo, tem de fornecer combustível à companhia do Governo, EDTL, desde 1 de Outubro 2008 até 31 de Março de 2009.Este contrato foi assinado pelo Primeiro-Ministro, Kay Rala Xanana Gusmão, em nome do Governo de Timor-Leste, e por Américo "Pualaka" Lopes, Director Executivo da Pualaka Petróleo com uma quota de 30% da empresa.O Sr. Lopes é o marido da ministra da Justiça, Lúcia Lobato, um membro da liderança do partido PSD, é um dos principais aliados políticos do Primeiro-Ministro na coligação governamental da AMP. Eles têm também uma ligação pessoal com o Primeiro-Ministro Xanana, pois este é padrinho do filho de Lopes e de Lúcia LobatoDe acordo com a factura abaixo datada de 3 de Abril de 2009, do Sr. Lopes ao Director de Aprovisionamento do Ministério das Finança a Pualaka Petróleo cobrou ao Governo $ 1,473,360.00 para o fornecimento de 1.754.000 litros de diesel durante o período do contrato. (ver documentos aqui)Ainda não é claro o que a lei diz sobre este assunto, no entanto, existem questões levantadas por estes documentos.Segundo o website do Banco Mundial no que diz respeito ao Planning and Financial Management Capacity Building Programme (PFMCBP) do Ministério das Finanças o website afirma que:"O Planning and Financial Management Capacity Building Programme é um projeto que visa um reforço do planejamento sustentável, que inclui o orçamento, a gestão das despesas públicas, bem como a administração fiscal para o crescimento e a redução da pobreza, com ênfase na eficiência, eficácia, responsabilidade, integridade, a serviço da cultura, e transparência ".O projeto custa $ 37 milhões de USD ao longo de 5 anos. Estará este projecto a melhorar a responsabilidade, integridade e a transparência?.
Publicada por Fábrica dos Blogs em
9:08 1 comentários Hiperligações para esta mensagem
Etiquetas:

Sem comentários:

Enviar um comentário