Translator

terça-feira, 20 de outubro de 2009

JOSE SARAMAGO - GATO EM TELHADO DE ZINCO QUENTE

Transcrevo na íntegra o texto abaixo e recebido através do e-mail.

-

Não me vou pronunciar no conteúdo da matéria, do livro Caim, mas apenas no escritor laureado com o Nobel da Literatura.

-

Embora tenha algumas obras do Saramago na minha biblioteca nunca li uma completa.

-

Prosa intricada, fastidiosa e difícil de entender.

-

Em suma sem interesse algum para mim claro está e cada um que embrulhe o José Saramago como melhor lhe parecer.

-

O escritor embrenhou-se em temas da Bíblia e nela foi encontrar o seu filão de oiro imiscuindo-se em temas que outro escritor não seria capaz de os criticar ou por “temor” ou pelas críticas a açambarcar.

-

Declarou, aos jornalistas que Bíblia narra factos de crimes, incestos, guerras etc.etc .

-

É conhecido que José Saramago é adepto do regime comunista (penso que desde começou a ser divulgado em Portugal) e, bem, ele sabe que o Lenine, Estaline e outros governantes que se seguiram, da União Soviética para que a doutrina entrasse na cabeça dos soviéticos foram dizimadas milhões de pessoas inocentes.

-

Não serão estes crimes, do passado, que interessarão, como temas, o José Saramago escrever uma obra que certamente teria venda, estrondosa e garantida.

-

Por último e recentemente, José Saramago, foi incluído, juntamente como o “fadista” Carlos do Carmo, pelo António Costa (ganhador das eleições da CML), como ponta de lança e imagem de marca para a campanha.

-

José Saramago como é conhecido é a favor da união ibérica e que Portugal volte numa província espanhola.

-

Entretanto José Saramago gosta tanto de Espanha que optou por viver numa ilha vulcânica, chamada Lanzarote, onde os poucos habitantes que lá nasceram (descendentes dos Guanches), não gostam dos espanhóis e até lhes chamam Godos (Visigodos).

-

É o José Saramago que temos, apátrida e já uma pedra negra que saiu das entranhas de um vulcão da Ilha de Lanzarote onde vive, em segunda núpcias, com sua mulher espanhola a jornalista Pilar Del Rio.

José Martins

-

Um escritor amargo – desrespeitoso – pessoa sem verdadeiro objectivo na vida !

José Saramago e seu último livro “ CAIM “

No passado domingo dia 18 de Outubro de 2009 os “ media “ noticiaram as inflamatórias palavras tristes de um escritor que tanta vez escreve sem saber o que diz.

Suas declarações não têm pés nem cabeça, e suas afirmações são puro disparate. O escritor atira para todos os lados, e parece alguém que está no corredor da cela e espera o dia de sua morte.
Saramago não é o único culpado, os “media “ também são culpados por pactuarem e transmitiram as palavras do escritor.

Do início ao fim não disse nada de uma pessoa responsável; faz interpretações que não existem, e agora refiro-me concretamente ao relato bíblico que deu nome ao livro “ CAIM “.

José Saramago disse: “ Caim matou o irmão porque não podia matar a Deus “. Acrescentou logo: “ É um Deus cruel, invejoso e insuportável”.

Abra comigo seu exemplar da Bíblia no mesmo relato citado pelo escritor José Saramago, ou seja Génesis capitulo 4: 3, 4 “ E aconteceu, ao cabo de dias, que Caim trouxe, do fruto da terra, uma oferta ao Senhor. E Abel, também, trouxe dos primogénitos das suas ovelhas e da sua gordura: e atentou o Senhor para Abel e para a sua oferta .” Segundo a Tradução da Bíblia de João Ferreira de Almeida.

Aqui notamos que os dois irmãos trouxeram suas dádivas ou presentes e as ofertaram. Um trouxe produtos do campo que foi CAIM, e Abel trouxe ovelhas.

Agora lemos em Génesis 4:5 “ Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente e descaiu-lhe o seu semblante. “

O Criador não havia diferença de um dar os “ frutos da terra “ e os outros dar ovelhas. Deus o nosso Criador sabe e vê o que vai dentro de nosso coração, e conhece nossas motivações e nossa voluntariedade de coração com fé; daí o livro aos Hebreus 11: 4 é de ajudar para entendermos por que Deus olhava com mais apreço para a oferta de Abel. “ Pela fé Abel ofereceu a Deus maior sacrifício do que Caim, pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho dos seus dons, e, por ela, (fé) depois de morto ainda fala. “

No versículo 5 de Génesis nós tínhamos lido “ E irou-se fortemente e descaiu-lhe o semblante.” A reacção de Caim à rejeição do seu sacrifício reflectiu seu verdadeiro espírito. Deus não aprovou a oferta formal e sem fé de Caim. Caim havia anteriormente desenvolvido uma péssima atitude de coração. Aí estava a razão de Deus olhar com mais apreço para a oferta de seu irmão Abel.

Deus advertiu a Caim

Lemos agora Génesis 4:6,7 “ E o Senhor disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante? Se bem fizeres, não haverá aceitação de ti? E, se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e para ti será o seu desejo, e sobre e dominarás.”

Um Deus amoroso deu um bom conselho a Caim, e o aconselhou, não desenvolvas ódio pelo teu irmão. O Criador estava ciente do perigo que isso representava para Caim. Deus o advertiu, se continuares a desenvolver ódio, poderás tu conte-lo? Ou dominá-lo?

Desta maneira, Deus comparou o pecado a um predador que esperava lançar-se sobre Caim caso ele persistisse em nutrir ressentimentos contra seu irmão.
Mas Caim não acatou esse conselho

Lemos agora Génesis 4:8 “ E falou Caim com seu irmão Abel: e sedeu que, estando eles no campo, se levantou Caim contra o seu irmão Abel e o matou.”

Caim tornou-se assim um desobediente assassino de sangue frio. Não mostrou um pouco de remorso quando Deus lhe perguntou : “ Onde está Abel, teu irmão?” o versículo seguinte diz como Caim respondeu de modo insensível e insolente:” Não sei. Sou eu guardião de meu irmão? Génesis 4:9. Esta mentira descarada e a negação de responsabilidade revelavam a insensibilidade de Caim.

A Bíblia é um manual de bons conselhos
Daí tiramos uma lição para nós: Podemos aprender muito deste relato sobre Caim e Abel. O apóstolo João exortou os cristãos a amarem uns aos outros, “ não como Caim, que se originou do iníquo e que matou a seu irmão.” As obras de Caim “ eram iníquas, mas as de seu irmão eram justas.” João declarou também:” Todo aquele que odeia seu irmão é homicida, e vós sabeis que nenhum homicida tem permanecente nele a vida eterna.” 1 João 3:11-15 .

A Bíblia é um manual de bons hábitos e bons conselhos!

O escritor José Saramago não sabendo do que fala, deita pela boca fora um inflamatória palavras sem respeito e de mau íntimo, dizendo: “ A Bíblia é um manual de maus costumes “. Deus é um Deus cruel e invejoso e que mostrou favor num e não noutro. Isso como vimos não é verdade!

A culpa de tanto disparate e de tanto absurdo não cabe só ao escritor, cabe também aos “ média “ que publicam tudo e qualquer coisa.

José Saramago na sua inflamatória continua com seus disparates dizendo: “ Um Deus que não Existe, nunca ninguém o viu “ . Mas existem tantas coisas e nós nunca as vimos!

O escritor por exemplo nunca viu o cérebro dele próprio, mas ele teu cérebro, ou não?!

José VALGODE - Alemanha


Sem comentários:

Enviar um comentário