Translator

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

OS NOSSOS HEROIS - O MEU AGORA É: BALTASAR GARZÓN

Todos nós, desde que começamos a entender o Mundo fomos criando os nossos herois e as nossas paixões. Durante o correr da minha vida criei muitos! O primeiro criado foi o "Agente X7", quando teria uns 12 anos de idade.
-
O "Agente X7" fazia parte de uma série, de desenhos aos quadradinhos, que o "Jornal de Notícias", do Porto, publicava todos os dias. Entre as várias profissões que me iniciei na vida uma das quais foi a de marçano, no tempo em que nas ruas da baixa tripeira havia bosta de boi, dado que os transportes era processados por carros ronceiros e puxados por bovinos de "cornos" que cada um deveria ter mais ou menos um metro de comprimento.
-
Eram os bois de Ramalde, criados nos lameiros das Campinas ou do Bessa. Mas deixando os bois, a bosta e a baixa tripeira vamos contar a historia dos quadradinhos do"X7". O agente lutava contra a forças do mal nos Estados Unidos, onde nessa altura, 1947, as "mafias sicilianas" iam tomando conta de tudo e dos membros do Governo. Máfias violentas, tiros nas ruas de Chicago, em que o meu heroi "X7" vencia todas as difilcudades.
-
Já maior deixei de criar os herois "Xis7" e apaixonei-me pela bonitona, actriz, italiana Gina Lolobridje, engraçava com as "mamas" avantajadas da "bella dona", napolitana. Criava só herois fictícios e amores impossíveis e deixei-me dessas "merdas" irrealizáveis. Entrei para a realidade da vida dos nossos políticos. Acreditei, ainda, em alguns e com o tempo comecei a entender que eles, os políticos, não governavam nada o povo e de uns pelintras que foram, de fatos e camisas de tecido coçado, surgiram vestidos de alfaiates parisiences.
-
Essa rapaziada muito bem desenvolvida, foram-se governando assoprando palavras bagateladas ao "zé" palerma português; em disputas políticas e atirarem pedradas aos seus adversários e lá foram seguindo.
-
Não se falava muito em corrupção, não sei se seria por ainda não terem chegado os "cabedais" da União Europeia, se por receio ou algum pudor de meter a "manápulo" no saco do dinheiro do Povo Português.
-
Mas desde há cerca de uns 20 anos, nunca tão-poucos roubaram a tantos"!
-
Rouba-se nas câmaras municipais, rouba-se nos ministérios, nas agências estatatais e rouba-se onde há algo para roubar. Porém, tudo com o passar do tempo, vai fazendo correr muita tinta nos médias. O "zé" palerma português, gosta de ler essas "merdas", como adora o futebol e as novelas "Morangos com Açucar" e os casos do Torres do Marco, da Fátima de Felgueiras, do Isaltino e sei lá que mais casos há para deslindar, desde há uma dúzia ou mais anos, que vão ficando no rol da roupa suja.
-
Os suspeitos de corrupção, porque há nos bolsos deles, "cabedal" para pagar os honorários a bons advogados estes defendem os seus clientes com unhas e dentes e com os truques que bem eles conhecem, judicialmente e nunca mais se resolvem e aguarda-se que prescrevam.
-
Ponto final. Só o juiz Teixeira fez uma rasia e de uma assentada meteu uma série de "tipos", quase ao mesmo tempo na "grelha", que até os casos não eram nada relativos a corrupção (dinheiros) mas o andarem a corromper crianças de uma instituição que os acolhe.
-
Caiu o Carmo e a Trindade em cima do juiz Teixeira, foi para Timor-Leste e até, bem longe de Portugal, as coisas não lhe correram pelo melhor, não lhe quiseram pagar os honorários, na altura que regressou à Pátria. Nunca ninguém mais falou no juiz Teixeira e aqueles que mandou prender, estão soltos e o caso desde há uns seis anos ainda não se sabe se vai ser prescrito e se os suspeitos vão continuar a corromper crianças.
-
Em Espanha a coisa já não é assim, porque lá (deveria ser como cá) há um juiz que dá pelo nome de Baltasar Garzón, que se está nas "tintas" para o poder político dos corruptos e manda abrigá-los numa cela.
-
Claro que o juiz Garzón, não sai do tribunal, vestido desportivamente, como juiz Teixeira que o vi caminhar, descontraidamente, do tribunal depois de mandar prender figuras célebres da praça pública portuguesa.
-
O juiz Garzón, sai do tribunal, com o carro (certamente blindado e à prova de bala) estacionado à porta de saída e junto estão dois guarda-costa, de olhos de lince para que não surja uma bala "maluca" e termine com o juiz Garzón que não escolhe caras nem corações e muito menos piedade para os corruptos.
-
Assim o meu heroi de momento é o juiz Baltazar Garzón,
.
Por último a "Virgen de la Macarena", a padroeira de Madrid, o proteja.
José Martins

TUDO ISTO É FADO E EXCOMUNGADO O XICO

O "Xico" excomungado
A Igreja portuguesa reuniu para concluir que devia apelar aos católicos que não votassem os partidos que defendem o casamento homossexual. Aceitam que existam gays, mas agora casarem-se já é outra coisa. Por mim podem casar, descasar e voltar a casar, ser gays, parvos, oportunistas, apaixonados ou não. Isso é um probelma de cada um, mas a Igreja sempre gostou de fazer finca-pé nestas coisas que metem sexo. Assusta-os. Depois já vieram tentar emendar a mão e dizer que não havia nada de partidário e que só falaram em votos por falar. Talvez tenham confundido votos de casamento com votos eleitorais. Que Deus lhes perdoe que tiram ao Engenheiro a marca de "Esquerda" com que se quer apresentar às eleições. Não que engane ninguém, mas ele parece acreditar nisso.
Kaos


Antologia do nosso Fado
Ultimamente apetece-me mais fazer bonecos que escrever. Este blog sente-se um pouco dividido entre o retratar a grande crise, a mesquinhez da vida partidária, as histórias de crimes e cabalas ou a realidade do dia a dia. Estou farto destes políticos, desta gentinha e zangado à brava com eles por me fazerem pagar por um crise que eles fizeram e de onde se serviram. Olho para esta gente, para este povo, para as sondagens para as alternativas e vejo este país votar para escolher entre dois males idênticos nas suas almas capitalistas. Será este fado algo de que não podemos fugir?
Kaos

OS ZÉZES,ZÉZINHOS E AS ZÉZINHAS DA NOSSA PRAÇA




FOTOS ESPECTACULARES! A NÃO PERDER...

NÃO É NOSSO PLAGIÁMOS!


O FAVOR DAS DESCULPAS AOS ADEPTOS DO SPORTING...


A RAÍNHA ESTÁ NUA...

MUITO MAL VAMOS DE BOLA!