Translator

terça-feira, 3 de março de 2009

MONTE DE ESTRUME - OU OS MACACOS SEM RABO...

Bomba que matou Tagmé Na Walé era de fabrico tailandês.

É assim uma peça que encabeça, a notícia, no Correio da Manhã de hoje (4.03.09)

" O Estado Maior das Forças Armadas revelou hoje que a bomba que matou o general Tagmé Na Waivé, na noite de domingo, era de fabrico tailândês, tendo sido nomeada uma comissão de inquérito integrada por militares e Governo para investigar o atentado"

Bem não quero chamar aos que compõem o Estado Maior Maior das Forças Armadas, da Guiné, macacos que lhe cortaram o rabo e querem ser gente, quando eles não são mais que iguais aos macacos dos filmes do Tarzan que encontrou na selva.

Quem ler a notícia dar-lhe-à a impressão que a Tailândia é uma produtora de bombas e pelo território estoiram desde o "mata bicho" até à ceia.

Esses "gajos" (macacos que lhe cortaram o rabo para ser gente) terão que justificar as "bocas" que vociferaram que a bomba que matou o outro macaco sem rabo se foi do fabrico tailandês ou da "pata que os partiu", porque de bombas percebem eles e as usaram para matar gente nas picadas ou em casas há muitos anos.

Notícias que nos chegam Nino Vieira foi morto à catanada nos modos característicos e tribal usados de quando da guerra colonial que teve início no princípio da década sessenta do século passado.
José Martins

O PINTO DA COSTA NÃO SUBORNOU ÁRBITRO NENHUM!

O Pinto da Costa deu de facto 2500 euros ao árbrito, mas foi para acudir a uma dificuldade financeira ao homem do apito.
A Carolina que foi uma mentirosa enfardou à saída do tribunal.
Temos muita pena da Carolina ao fim de andar acender charutos ao Pinto da Costa para lhe disfarçar o maldito cheiro dos "traques", de uma tripalhada e, agora, está a pagar à rapariga com a ingratidão.

VAMOS APOIAR O MARCELO REBELO DE SOUSA


Vamos apoiar Marcelo Rebelo de Sousa. Já o conhecemos! É fixe e com capacidades de bem nos representar na União Europeia. Opção exacta para combater o candidato do Partido Soacialista.

MISSÃO CPLP NA GUINÉ

Mais uma vez a CPLP vai resolver um problema! De "paleio" claro!