Translator

quinta-feira, 26 de março de 2009

O SORTUDO DO TORRES DO MARCO...


JOSÉ SÓCRATES VAI DEFENDER...

O Governo vai defender o emprego "até onde for possível"- Sócrates
Hoje em Santa Maria da Feira o primeiro-ministro. José Sócrates, disse que o Governo irá "até onde for possível" para defender o emprego.
-
"Iremos até onde for possível para defender o emprego",afirmou José Sócrates no Europarque, na assinatura de um programa de apoio ao sector da cortiça.
-
O chefe do Governo frisou que a sua preocupação é "agir sobre a crise e não descrever a crise" ou perspectivar quando e como ela vai acabar.
-
"Não faço o papel de astrólogo ou de vidente do futuro, nem comentador da crise. Não me entretenho em descrever a crise", Salientou.
Lusa
À margem: A notícia da Lusa não está conforme ao que ouvi na peça transmitida pela jornalista da RTP.
-
Ora o PM José Sócrates falou num apoio, do Governo, de 180 milhões de euros ao sector da cortiça e na área do fabrico de rolhas.
-
Mas me parece, segundo aquilo que ouvi, o apoio destina-se a fomentar uma campanha, publicitária, de divulgação da rolha de cortiça no estrangeiro.
-
Mais ou menos semelhante a levada a cabo há anos onde o cabeça de cartaz foi o jogador de futebol Luis Figo.
-
A caída de vendas da rolha de cortiça desde há uns anos vem decaindo o número de vendas no estrangeiro dado que tem sido substituida por material plástico ou de certas madeiras prensada.
-
Espera-se que os 180 milhões não sejam para ser utilizados num "cambalacho", para uma campanha publicitária e já destinada a uma agência que irá proceder a mesma e já constituída por amigos, primos, tios, compadres e comadres.
-
A ver vamos!
José Martins

OS MAL RETRIBUÍDOS


BOA ORIENTAÇÃO COMERCIAL?

Será que estes empresários estão a ser bem orientados?

Devido à crise económica em Portugal os empresários de mobiliário, de Paços de Ferreira, estão a ser orientados para vender nos mercados do médio-oriente, onde se inclui os Emiratos Arabes Unidos. Estes mercados já entraram em decadência económica. Me parece que o AICEP, já desesperado, procura manter as suas delegações no estrangeiros e os seus delegados a ganharem os olhos da cara ao contribuinte... Para saber mais sobre a crise no Médio-Oriente clique: http://maquiavelencias.blogspot.com/2009/03/escrever-coisas-seria-crise-em-dubai.html
José Martins

SEM PALAVRAS

Não sei de onde partiu esta brincadeira de mau gosto
Foto pifada do http://pauparatodaaobra.blogspot.com

ANINHAS GOMES IMPARÁVEL

Mandou a diplomacia colher urtigas depois de ser senhora Embaixadora de Portugal em Jacarta.
-
Botou por lá figura depois de contratar o meu amigo e ex-colega Paulo Nogueira, da Lusa, (um especialista no caso Timor e da Àsia). Bateu o pé à Secretaria de Estado de quando em comissão de serviço em Tóquio.
-
Leu o livro "Portuguese Influence in Indonesia" do embaixador Pinto da França" (o melhor que foi publicado até hoje em 1985); foi à Ilha das Flores e voltou em especialista em cima dos assuntos da Indonésia.
-
Pouca obra dela se conhece a não ser "blá,blá,blá". Fui dada como heroína de quando da indepência de Timor. Foi muito solicitada pela RTP, para dar entrevista. Entrou na política e viajou, como deputada, socialista, para o Parlamento Europeu, em Bruxelas.
-
Meteu o "bico" nos vôos da CIA que voaram nos céus de Portugal e facturou.
-
A Aninhas continua imparável na política!
-
Agora pretende ser Presidente da Câmara de Sintra (já o João Soares se candidatou e perdeu) e fazer frente ao prof. Fernando Seabra.
-
Não pensamos que a Aninhas Gomes vá retirar o lugar o Prof. Seabra. Mais valeria a Aninhas se candidatar a outra câmara (por exemplo Alguidares de Cima ou de Baixo) por que nesta não lhe vai tocar.
-
E o Prof. Fernando Seabra já pode encomendar os foguetes, o queque ao pasteleiro e o champagne, também, para festejar a próxima vitória.
José Martins