Translator

quarta-feira, 1 de abril de 2009

FOTOS E VIDEO DO DIA - CIMEIRA G20



Ler mais clique em baixo

A LEI DA PANCADA CONTINUA NA GUINÉ-BISSAU



O antigo primeiro-ministro guineense Francisco José Fadul, actual presidente do Tribunal de Contas, foi hoje violentamente agredido, tal como a mulher, e encontra-se hospitalizado. Isto um dia depois de um dos mais destacados advogados do país, Pedro Infanda, ter sido torturado.

AS MELHORES GALGAS DO 1 DE ABRIL


O blogue "Pubeditons" editado em Macau e elaborado pelo jornalista e amigo João Gomes fez referência à nossa "galga" de 1 de Abril, que agradecemos com uma saudação bloguista e os desejos de continuação de "bom trabalho". Não deixo igualmente, de agradecer as felicitações do amigo de longa data e colega da "Tribuna de Macau" o Helder Fernando, jornalista da Rádio Macau,
José Martins
-
As petas descobertas
Como ontem tinha previsto… a pista de ski que era para nascer em Timor Leste era uma peta… aqui está o desmentido oficial dos nossos amigos do
Timor Lorosae Nação.Assim como a da Rádio Macau e a vinda a Macau do Real Madrid! Acabou de ser desmentida no noticiário das 9 da manhã.A nossa peta foi colocada mais ao fim do dia, e destinava-se mais aos leitores de Portugal. Prendia-se com o castigo ao bispo de Viseu pelo Vaticano! É claro que é mentira. Aliás o Vaticano somente mostrará falta de encaixe e de abertura se castigar quem não concorde com as suas políticas. D. Ilídio Leandro disse não concordar com as opiniões do Papa em relação ao preservativo, assim como também apoia o divórcio. Tem o livre direito à sua opinião como todos nós---actualização 10:28 AM (+8GMT)----Também do ambiente bloguista havia uma com pés e cabeça. Vinha do nosso compatriota radicado há três décadas no Sião. Afirmava, muito bem baseado, que a SONAE vinha investir para a Ásia! A ler no blog Aqui Tailandia tudo sobre a SONAEASIAMais valia tarde do que nunca!---actualização 11:20 AM (+8GMT)----Como já tinha referido ontem, a peta do JTM foi mesmo a do apuramento de Portugal devido ao coeficiente dos golos marcados! Seria bom não seria?!Bem, marquem golos pois só assim podemos ser apurados e viajar para a África do Sul.Aproveito para assinalar a mudança de visual do jornal. Apresenta-se com nova grafia, mais leve e mais “arejado”. De acordo com o director Rocha Dinis, no editorial de hoje e depois do seu regresso de uma viagem que o levou a Portugal, a sua “participação foi diminuta”.Pessoalmente gosto do grafismo da primeira página, não gosto da última e desgosto das alterações feitas no interior. Mas, como em tudo, não se pode agradar a todos.É uma questão de hábito de qualquer forma!A actualizar durante o dia...
Posted by PubEd
1 comments at 4/02/2009 09:12:00 AM
Labels:

AS IMPARÁVEIS "BOCAS" DE NUNO CALDEIRA DA SILVA!






Ele o Nuno Caldeira da Silva


-Ele continua imparável!

-Ele é uma revelação que apareceu na Tailândia!

-Ele foi tudo na vida!

-Ele pertenceu aos quadros administrativos da "Portugal Telecom".

-Ele deu opiniões em cima das telecomunicações nos países de expressão de língua portuguesa.

-Ele "aguçou" o bico dando uma entrevista a um jornal que pretendia ser presidente do Sporting Clube de Portugal.

-Ele apareceu em Banguecoque e o embaixador de Portugal Lima Pimentel, abusando do Poder que lhe conferia a Secretaria de Estado dos Negócios Estrangeiros, deu-lhe abrigo e um "super gabinete" na chancelaria da Embaixada de Portugal em Banguecoque.

-Ele o Lima Pimentel inseriu-o na comunidade diplomata, acreditada no Reino da Tailândia, com um título "Economic Adviser" - Portuguese Embassy.

-Ele usou o nome da Embaixada de Portugal como trampolim para (!!!) para penetrar como conselheiro político da Delegação da Comissão da União Europeia, em Banguecoque.

-Ele usou o embaixador Lima Pimentel, com um "truque" para penetrar, com as listas, telefónicas, de folhas amarelas na "Shincorp" uma empresa associada ao império do ex-pm Thaksin Shinawatra.

-Ele queria entrar nesse negócio (das folhas amarelas) sem empresa gráfica e sem tipografia.

-Ele agora, como um "capão" engordado na "capoeira" (sucursal da UE na capital tailandesa), anda por aí a babosar "lérias" que retira de publicaçõe e que habilmente do inglês traduz para a língua de Camões.

-Ele dá opiniões, públicas, em cima da política/social tailandesa.

-Ele tem dado uma imagem "terrivel" à Tailândia com a "merda" do que tem escrito!

-Ele porém é um turista na Tailândia.

-Ele teria que (.....) qualquer lugar fosse na Missão Diplomática de Portugal na Tailândia, na Delegação da União Europeia ou noutra organização Internacional.

-Ele precisava disso para passear e laurear-se nesta lindo país.

-Ele não conhece um ditado que existe na Tailândia: "Love the Thailand or leave it"!

-Ele tem abusado da hospitalidade que lhe foi dada!

-Ele julga que é algo importante com a "cagança" de que é conselheiro político da União Europeia.

-Ele nem de aviário é isso.
José Martins
(O autor, funcionário público, reformado, do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal e residente na Tailândia há 30 anos. Aqui constituiu família, investiu as suas economias; tem contribuído, com dezenas de artigos, publicados, para avivar o bom relacionamento, histórico, de quase 500 anos, entre Portugal e a Tailândia, assim como divulgar as belezas deste país que o acolhe e vivido, nele, na completa "paz dos anjos)".


A última "léria" publicada por Nuno Caldeira da Silva.

Quarta-feira, 1 de Abril de 2009
Kasit Piromya (II)
Eles andaram todos na mesma escola e a comer dos mesmos cozinhados.Já aqui uma vez referi que o grande líder do PAD Sondhi tinha sido parceiro de negócios de Thaksin Shinawatra aliás como a maioria daqueles que hoje se opõem ao ex-Primeiro.A classe de empresários neste país não é assim tão grande e por isso não espanta que isso aconteça.Como em muitos casos as comadres zangam-se e depois começam a partir a loiça. Na Tailândia o que se passou essencialmente foi que Thaksin quando juntou ao seu poder como empresário o seu poder como político entendeu que era chegado o momento de ficar com o bolo todo para ele dando umas pequenas fatias àqueles que lhe traziam os recados, como Nevin, e deixando as migalhas que ficavam no fundo do prato para os seus antigos parceiros como Sondhi e outros que hoje o odeiam por isso mesmo.O facto é que todos andaram a roer o mesmo bolo durante uns tempos.Vem isto a propósito de mais umas declarações de Kasit que, falando á imprensa, admitiu ter recebido dinheiro de Thaksin, é assim que os controlou a quase todos, mas afirmou, que nunca o usou em proveito pessoal mas sempre para o serviço das Embaixadas onde serviu. A cada um a capacidade de julgar as acções e as palavras, mas para mim o facto de aceitar é por si já mau. Quem não quer ser o lobo que não lhe vista a pele.Entretanto Suthep Thaugsuban, o Primeiro Ministro em exercício, convocou uma reunião de emergência do Governo esta manhã para analisar a situação mas de concreto só se sabe que o Ministro do Interior solicitou aos governadores das províncias que seguissem com atenção os movimentos locais da UDD. Contudo saíram rumores de que Suthep teria afirmado estar pronto a negociar com Thaksin, naquilo que seria o reafirmar de uma vontade que em tempos já tinha manifestado como sendo a única forma de trazer paz ao país.
Posted by Nuno Caldeira da Silva at
16:40 2 comments
Labels: ,

JÁ HÁ POR AÍ QUEM CHAMOU AO 1 DE ABRIL O "DIA DE SÓCRATES"

JÁ QUEREM CHAMAR AO PRIMEIRO DE ABRIL O "DIA DE SÓCRATES". ESTÃO, POR AÍ, DE ACORDO?

POLÍTICA DE TIMOR-LESTE - ESCRITO POR LORO HORTA

Conheci Loro Horta, filho do Dr. José Ramos Horta, Presidente da República de Timor-Leste, em 2004 de quando o seu casamento com uma senhora tailandesa.
-
O pai Dr. Ramos Horta já me era familiar havia 10 anos e de quando empenhado na libertação do seu país Timor-Leste sob a "canga" da Indonésia, nas suas várias passagens por Banguecoque. Acompanhei-o o noticiei a sua luta em companhia do Dr. Mari Alkatiri.
-
Quando deparei com o Loro, pela primeira vez, não me fui difícil identificá-lo e digo-lhe: "você é parecido com seu pai!"
-
E era isso mesmo um Dr. Ramos Horta jovem!
-
O casamento teve a merecida pompa e toda a hospitalidade, tradicional, tailandesa que bem o Governo, de então, lhe preparou uma festa de casamento onde deveriam estar, pelos meus cálculos, umas 1000 pessoas.
-
Eu e minha filha Maria, com duas máquinas fotográficas, focamos toda a cerimónia com mais de 1.500 fotografias que depois oferecemos a membros da família e amigos.
-
Encontrei-o ao acaso em Banguecoque mais a sua esposa e desde logo os convidei para almoçar em minha casa num dia que combinamos.
-
Durante o almoço falamos de muita coisa e o tema foi Timor. O que agora escreveu e inserido em baixo não me deixa dúvida, alguma, que o jovem Loro é um dos raros líderes que Timor-Leste precisava para dirigir os destinos do Povo.
-
Porém não me pronuncio se o Loro fosse convidado para ser ministro de qualquer coisa ou mesmo primeiro-ministro aceitaria...
-
O Loro Horta deu-me a entender que prefere continuar a sua vida, tranquila, de académico e professor de uma universidade estrangeira do que viver em Timor-Leste.
José Martins
-
Por LORO HORTA - 26/03/09 – Tradução de ZIZI TIMOR OANO crescimento do petróleo alimentado com a prostituição infantil em Timor-Leste
-
A pequena nação do Sudeste Asiático, também conhecida como Timor-Leste, não é estranha ao sofrimento e esperanças desfeitas. Esta é uma terra rica onde as pessoas são pobres - desesperadamente pobres.
-
Após 24 anos de brutal ocupação pela Indonésia, o seu grande vizinho, a independência trouxe consigo muitos sonhos e esperanças.A riqueza substancial da ilha em minerais, aumentou ainda mais essas expectativas.Nos últimos dois anos o país recebeu uma media de US $ 1,1 bilhões por ano em receitas de petróleo e gás.
-
Um montante significativo se tivermos em conta a sua pequena população de apenas um milhão.Contudo, o povo que já sofreu por muito tempo, tem visto muito pouco desta riqueza que entra. O desemprego continua elevado, atingindo os 80% na capital, e o interior foi deixado no estado de abandonado.
-
Enquanto a pobreza tem sido parte diária da maioria, é coexistida com bolsas de riqueza escandalosas provenientes da bonança do petróleo.Embora a maioria das pessoas viva com menos de um dólar por dia, os 350 conselheiros estrangeiros contratados pelo governo timorense tem salários tão elevados como $ 20.000 por mês, enquanto os funcionários governamentais conduzem Lexus, Mercedes e luxuosos quatro-por-quatro veículos ao longo das ruas esburacadas de Díli.
-
Cortes de energia são frequentes, com uma dúzia de cortes por dia, uma ocorrência comum.Estas bolsas de riqueza no meio de extrema pobreza são rápidos reprodutores de prostituição e toxicodependência.Perto das escolas homens esperam que as jovens se aproximem deles. Uma rapariga conta-nos a sua história, ”aproximamo-nos deles e dizemos que precisamos de um par novo de sapatos, para ir a uma festa. Nos vamos com eles e fazemos aquilo e depois temos os nossos sapatos.”
-
As raparigas disseram que ja venderam o seu corpo somente por $ 5 dólares. No interior os jornalistas locais noticiaram que há vários casos de raparigas de dez anos que se prostituem por $1 dólar.Como descrito por um repórter local: "Nos distritos os pais recebem o dinheiro e sentam-se nas suas varandas, enquanto as suas filhas são usadas dentro de sua própria casa.
-
Isso demonstra o quanto é grave a pobreza no nosso pais."O trafico de jovens está-se a tornar num problema grave. Um grupo de 18 jovens foram resgatadas dos traficantes estrangeiros perto da fronteira com a Indonésia no inicio deste anoNum país católico o problema da prostituição é muitas vezes ignorado. Muitas das mulheres são maltratadas e violentadas pela polícia. O medo de denunciar e a hipocrisia social, agravam ainda mais este problema.A condição das mulheres em Timor é de toda a maneira horrível.
-
O país tem uma das taxas mais elevadas de violência contra as mulheres do mundo, 70% da população prisional do país é composta por indivíduos condenados por violação e violência doméstica.O facto de haver rumores de que muitas personalidades da sociedade visitam as prostitutas torna mais difícil de resolver este problema.Há rumores persistentes de que altos funcionários do Governo frequentam estes bordeis que hospedam jovens prostitutas timorenses e também indonésias, tailandesas, chinesas e Filipinas.
-
Um polícia timorense da unidade de elite do CSP encarregada da protecção dos VIP disse-me com um sorriso malandro:“ Eu fui buscar lá muitas vezes raparigas chinesas para um irmao grande ( pessoa de influencia)”E eu perguntei-lhe. Um ministro? “Grande ”, “ maior”, respondeu.Os hábitos nocturnos da liderança timorense comprometem ainda mais qualquer tentativa de ajudar as filias de Timor, que após 24 anos de violações e humilhações por parte do exército Indonésio, vêem agora os seus próprios dirigentes e auto-proclamados libertadores virarem-lhes as costas.
-
Muitas mulheres estão perdidas, enquanto os seus dirigentes pretendem ser ricos.O pais está também a atrair um numero crescente de trabalhadores de sexo estrangeiras que são trazidas para o pais pelo sindicato de crimes da China e do Sudeste Asiático.De acordo com a fundação Alola, uma ONG chefiada pela australiana, mulher do Primeiro-Ministro Gusmão, mais de 200 trabalhadoras sexuais estão em Timor, e muitas contra a sua vontade.
-
A Alola é uma das poucas organizações que presta atenção para os problemas de muitas raparigas timorenses e estrangeiras.Quando eu sai de um clube nocturno em Dili, eu vi uma pequena rapariga que não tinha mais de oito anos a pegar na mão de um irmão com cerca de quarto anos. Eu perguntei-lhes o que estavam a fazer naquele local às três da manha, eu disse, “ vocês deviam estar em casa”. Ela disse, “ preciso de dinheiro para comprar comida.
-
”Eu questiono-os ainda mais e depois de mais algumas perguntas a rapariga, que tinha ainda a inocência nos seus olhos disse-me, “o meu irmão mais velho manda-me para aqui, ele está no fim da estrada, se eu não arranjar dinheiro, ele bate-me.”
-
Eu dei-lhe cinco dólares e fui-me embora, preocupado se fiz a coisa mais acertada.As crianças não pertencem à rua.
-

OS BONECOS DO DIA DE ENGANOS