Translator

sexta-feira, 1 de maio de 2009

EMBAIXADOR FRANCO NOGUEIRA ESCREVEU SOBRE SALAZAR

Salazar foi uma vontade inquebrantável. Criador da lei, era o seu primeiro escravo.
Não pedia favores, e não aceitava obséquios
Na sua extrema complexidade, Salazar foi acima de tudo uma vontade inquebrantável, com domínio constante e absoluto sobre todo o seu ser.
Da sua energia íntima retirava toda a sua força. Sensível, nervoso, emotivo, permanecia contudo sempre sereno, frio, sem cóleras, desapaixonado, sem pressas, sem excitação, em particular quando em torno de si todos se mostravam incertos e perplexos.
Nunca o abandonava a sua lucidez, que usava como método de penetração e conhecimento da realidade, nem jamais se obscurecia ou enfraquecia a sua capacidade de análise demorada, lenta, minuciosa, de que extraía conclusões a sínteses, arquivava-as de forma sistemática, e dava depois a sensação de haver reflectido durante séculos sobre cada assunto ou situação.
Aderia e entregava-se a tudo quanto o cercasse em cada instante; cuidava de cada problema com uma absorção exclusiva e intensa, como se nenhum outro existisse e como se, para encontrar a melhor solução, tivesse à sua frente a eternidade.
Criador da lei, era o seu primeiro escravo, e submetia-se-lhe como seu mais humilde servo.
Defensor do Estado, não subordinava essa defesa a quaisquer outros critérios ou considerações; era glacial no tratamento e condução dos negócios públicos; e por acto de vontade calcava gostos pessoais, vencia emoções, suprimia ressentimentos, desconhecia ofensas.
Escutava sem interromper, com atenção concentrada, e retinha com fidelidade quanto se lhe dizia; não se sentia afrontado com objecções ou ideias opostas; não era impressionável, nem influenciável; mas factos e argumentos alteravam a sua posição.
Era intransigente nos princípios, mesmo que pudesse correr risco de destruição; mas era flexível na táctica e subtil na mudança de rumo; e dava à nova linha que prosseguisse uma nova construção lógica, de modo a não se contradizer nem desmentir.
Considerava-se emanação genuína do povo, de cujos interesses se sentia universitário, e cujos sentimentos misteriosamente compreendia e avaliava.
Era céptico e indiferente perante as élites.
Delegava autoridade, e aguardava que cada um cumprisse o seu dever; mas não tinha no íntimo a segurança de que o fizessem.
Não pedia favores, e não aceitava obséquios que lhe criassem dependências ou familiaridades.
Interessava-se por tudo, e informava-se nos mínimos pormenores; e sabia em cada momento qual a posição política e pessoal de cada homem que contasse no País.
Tinha acima de tudo um ângulo de visão só nacional.
Franco Nogueira
P.S. Alberto Marciano Gorjão Franco Nogueira, além de ter sido um brilhante Embaixador de Portugal, foi Ministro dos Negócios Estrangeiros (1961-1969) no Governo de Salazar.

O ESPÍRITO DE ALBUQUERQUE VIVO!

O espírito de D. Afonso de Albuquerque está vivo
-
De tantos herois portugueses que houveram nos mares do Índico, Vermelho, Golfo Pérsico e outros mais além, o Grande Afonso de Albuquerque é o meu.
Albuquerque dominou, durante cincos anos, os mares do Corno de África.
Foi o terror dos piratas, dos turcos e dos muçulmanos.
Outro português, o comandante Alexandre Fernandes seguiu Albuquerque naquelas águas.
Continuamos a ser gente do Mar, como o fomos séculos já distantes.
José Martins
-
A fragata Portuguesa "Corte Real" capturou e desarmou e deteve durante várias horas 19 piratas. somalis, armados com explosivos que tentaram um assalto ao petroleiro norueguês nas águas do Golfo de Aden (entre o Iémen e a Somália no Oceano Índico), conforme declarou no passado sábado (1.5.09) Alexandre Fernandes, vice-comandante da Organização do Tratado do Atlântico Norte em Mogadísco, capital da Somália
"É a primeira vez que encontrei este tipo de arma em um navio pirata", disse Alexandre Fernandes .
O navio norueguês, "MV Kition", pediu ajuda pelo rádio, ontem à tarde, após detectar a tentativa de abordagem de um pequeno barco de piratas armados com fuzis de assalto e lançadores de granadas.
-
"Apenas a cerca de 20 milhas náuticas ao sul, barco mais próximo era a fragata portuguesa,que de imediato enviou, em socorro o helicóptero, com militares.
O helicóptero partiu do parque da fragata e perseguiu os piratas, cujo estes quando deram estar descobertos, voltaram para o seu navio base de apoio.
-
Quase noite, oito soldados do Portugueses conseguiram abordar o navio pirata sem qualquer resistência. " Após consulta do comandante da fragata "Corte Real, às autoridades militares da OTAN, os piratas foram libertados e entregues às autoridades da Somália.
-
As forças de segurança da OTAN P4A apreenderam quatro metralhadoras ligeiras AK-47, um lançador de granadas com nove projéctiles.
-
Fernandes salientou, ainda além deste material bélico tinham eu seu poder "quase quatro quilos de um explosivo, potente, que poderia ser utilizado com sucesso até mesmo afundar um navio".
-
"É a primeira vez que encontrei este tipo de arma em um navio pirata". No entanto o comandante Fernandes excluiu, uma escalada de violência nos mares do Oceano Índico.
Reuteus - Tradução livre

O VÔ-VÔ CANTIGAS E AS CARÍCIAS DE UNS "TABEFES"


Vital Moreira insultado e agredido na manifestação do 1º de Maio
Política a quanto obrigas!
-
Vital Moreira teria levado uns "tabefes" por ter ido meter o nariz onde não deveria.
-
Mas agora depois de umas palavras que filho de boa mãe não as gostaria de ouvir começa haver o aproveitamento político e o clamor: "ai Jesus, meu Deus, foram bater no vô-vô cantigas e que não se deveria bater num velho e assim por aí adiante...!!!".
-
Claro está que a um velho não se deve bater nem com uma pena...
-
Nós daqui lamentamos muito que vô-vô cantigas tenha enfardado uns tabefes e depois, da "suave" agressão, tenha mantido, como um heroi, o seu sorriso, político.
-
Fazemos votos que a coisa não se venha a repetir no futuro e apareça por aí o vô-vô cantigas com um olho negro (à Belenense).
José Martins

PESTE SUINA CHEGOU A PORTUGAL

Primeiro caso confirmado

GRIPE SUINA - NÃO HÁ RAZÃO PARA PÂNICO...


Não há razão para pânico"
UE rejeita proposta francesa para suspender e excluir viajar para o México
A propagação do vírus facilmente e com baixa mortalidade
Quem não vê um contágio "sustentada" por H1N1 é a Espanha.
Pessoas que não viajaram para o México foram infectadas com H1N1 na Alemanha e no Canadá, seundo a OMS.
A ameaça de pandemia é sabido que um passageiro com gripe pode infectar todo o avião.
França veio com o objectivo de alcançar uma suspensão dos vôos da Europa para o México, mas as fortes reacções negativas a partir de Espanha e Alemanha, entre outros, a obrigou a recuar.
Após Paris, os ministros apelaram aos vários governos a "tomar todas as medidas adequadas, se necessário, também no que diz respeito às viagens, a fim de assegurar uma protecção mais eficaz dos cidadãos a partir de consulta a nível europeu".
Androulla Vassiliou comissário revelou que um ministro que não se identificou, havia relatado a existência de 5.000 turistas de seu país no México.
Numa conferência de imprensa, a ministra espanhola da Saúde, Trinidad Jiménez, disse que o seu colega alemão, tinha negado que ele havia recomendado a não viajar para Montmeló para assistir à corrida de Fórmula 1 dos próximos 10 dias.
O comunicado final da reunião sublinhou que, para já, não há provas científicas da ligação entre o consumo da carne de porco e produtos doença.
Daí a decisão de parar de referência para a doença como "gripe suína" e falar de "novo aviária", embora seja um nome científico.
A gripe suína ontem mudou seu nome para tornar-se oficialmente a "nova gripe", mas essa alteração não irá impedir a sua propagação.
Poderá afectar até metade da população da Europa, como o Centro Europeu de Controlo de Doenças e Prevenção (ECDC), uma agência associada com a Comissão Europeia. Ministros da Saúde optou por realizar uma reunião de emergência para não entrar em especulações quantidade.
Comissária Vassiliou, salientou que o vírus não é, necessariamente fatal e que o CEPCD empreendimento que a grande maioria dos que irão ser ligeiramente afectada.
Ele era um alto funcionário do CEPCD, Angus Nicoll, que ontem ajudou a criar agitação, assegurando a partir da sede da agência em Estocolmo, o número de afectados "é provavelmente entre 40% e 50%, mas a maioria será ligeiramente e há apenas alguns casos mais graves, incluindo idosos e doentes crónicos.
" Um porta-voz disse mais tarde que deles apenas metade das pessoas infectadas irão mostrar sintomas e, talvez, eles poderão chegar a 4% necessitaram de internação hospitalar. Estas contas supor que, no pior dos 1% dos europeus irão necessitar de cuidados hospitalares.
Vassiliou recusou pronunciar-se sobre essas estimativas, mas ressaltou que o CEPCD "Não é esperado que o vírus é mortal."
"Até agora, os afectados foram suavemente e respondem ao tratamento", disse ele.
Rivet com "nenhuma razão para pânico", antes de dar perspectiva para o caso e constatou que a cada ano 250.000 pessoas morrem de gripe aviária em todo o mundo. Destes, 40.000 foi na Europa.
Os ministros não se discutem os valores, de acordo com o proprietário da Saúde espanhol, Trinidad Jimenez, que observou a forma como a própria OMS afirmou que ele é imprevisível como evolui.
"A realidade é que agora há poucos episódios em cada país", disse ele.
Ele acrescentou que a Espanha tem em reserva tratamentos para a gripe 10 milhões de pessoas à espera de obter uma vacina que pode deixar o laboratório, em Agosto ou Setembro.
O vírus resiste muito pouco calor e à iminente chegada do Verão cria uma margem de segurança no hemisfério norte, algo com o qual nenhum país do sul.
El País - Tradução, José Martins e livre.
Nota: Nestes casos há sempre especulações políticas e até, porque não, comerciais? Que serve o pânico e as especulações esgotar os stocks de antiviral Tamiflu!

VIVÓ O PADRE "DELÍCIAS" E A "MALADA" DE UMA REFORMA DOURADA!


Mau grado o voto de pobreza a que a Ordem Franciscana obriga, Frei Vítor Melícias, recebe uma modesta reforma de € 7450!
-
Será que a entrega direitinha à Ordem Franciscana e a distribui pelos mais necessitados?
-
De certeza que sim...Padre Melícias com pensão de 7450 euros
-
O padre Vítor Melícias, ex-alto comissário para Timor-Leste e ex-presidente do Montepio Geral, declarou ao Tribunal Constitucional, como membro do Conselho Económico e Social (CES), um rendimento anual de pensões de 104 301 euros.
-
Em 14 meses, o sacerdote, que prestou um voto de obediência à Ordem dos Franciscanos, tem uma pensão mensal de 7450 euros. O valor desta aposentação resulta, segundo disse ao CM Vítor Melícias, da "remuneração acima da média" auferida em vários cargos.
-
Vítor Melícias entregou a declaração de rendimentos no Tribunal Constitucional em 2 de Fevereiro de 2009, mais de um ano após a instituição presidida por Rui Moura Ramos ter clarificado a interpretação da lei que controla a riqueza dos titulares de cargos políticos.
-
A 15 de Janeiro de 2008, o Tribunal Constitucional deixou claro que, ao abrigo da lei 25/95, 'de entre os membros que compõem o CES, se encontram vinculados ao referido dever [de entrega da declaração de rendimentos] aqueles que integrem o Conselho Coordenador e a Comissão Permanente de Concertação Social, bem como o secretário-geral'.
-
Com 71 anos, Vítor Melícias declarou, em 2007, ao Tribunal Constitucional um rendimento total de 111 491 euros, dos quais 104 301 euros de pensões e 7190 euros de trabalho dependente. 'Eu tenho uma pensão aceitável mas não sou rico', diz o sacerdote.
-
Melícias frisa que exerceu funções com 'remuneração acima da média, que corresponde a uma responsabilidade acima de director-geral', no Montepio Geral, na Misericórdia de Lisboa, no Serviço Nacional de Bombeiros e noutros organismos.
-
E eu a julgar que esta gente praticava o “espírito de missão” e o “trabalho de voluntariado”?! Chiça penico!Pois é, esta gente da Igreja nunca me enganou!!!
-
Já têm mais de 2000 anos de experiência….Razão tinha o S. Pedro quando um dia espreitando cá para baixo, viu um avião de luxo, todo branco, com o Papa lá dentro, e exclamou: vejam só como o negócio evoluiu, começou com um burro….
Publicada por Fábrica dos Blogs em
19:07 2 comentários Hiperligações para esta mensagem
Etiquetas:

EM MEMÓRIA A ARYTON SENNA-CONHECI-O EM MACAU

Conheci Aryton Senna, em 1983, em Macau.
Casualmente encontrei-me com um jovem, que nunca mais esqueceria a sua face, na recepção do Hotel Lisboa.
Por acidente e na volta ao Mundo que tinha iniciado na Arábia Saudita, fiz uma visita a Macau que não conhecia.
O território nada se parecia ao que viria a ser depois da década de 90 do século passado.
Junto ao balcão do Hotel Lisboa, uma jovem, macaense, atendia-me e informava-me não ter quartos vagos dado à realização do Grande Prémio. Estava a preparar-me para sair e ir à procura de uma outra acomodação e, nesse momento, chegou um jovem, acompanhado de um mulher bonita e jovem como ele para fazer o check-in.
Logo me saltou á vista que era um corredor de automóveis que iria entrar na competição.
Tinha Aryton Senna na altura 23 anos e estava a iniciar-se como correr de automóveis de fórmula 3. Não lhe liguei muita importância, mas a sua face nunca saiu de minha memória. Assisti às várias corridas de carros e motos, naquele fim-de-semana e até filmei, em video, algumas provas do cimo do muro do quartel de Macau.
Não sei se o Aryton Senna ganhou ou não.
Mas quando já a correr na Fórmula 1 e começou a sua cara a sair nas capas de revistas e dos jornais, então me veio à memória que eu tinha estado junto ao grande e audaz corredor, brasileiro, em Macau em Novembro de 1983.
Morreu cedo com apenas 34 anos de quando ainda se esperava muito, do jovem que conheci em Macau.
Um acidente roubou-lhe a vida no dia 1 de Maio de 1994, no circuíto de Emola, em São Marino (Itália).
Aqui fica fica a minha homenagem a Aryton Senna, o jovem corredor de automóveis de Fórmula 1 que havia conhecido em Macau no ano de 1983.
José Martins
Video da história de vida de Aryton Senna