Translator

segunda-feira, 18 de maio de 2009

ESTOU MUITO ANSIOSO


Por ter conhecimento se o Nuno Miguel da Mota Veiga Carvalho Alves vai ser um dos futuros diplomatas de Portugal. Existem 449 admitidos para, apenas, 30 vagas.
-
Espero que o Dr. Tadeu Soares (ex-embaixador de Portugal na Tailândia) não faça parte do júri.
-
É que o Dr. Soares é suspeito (na minha maneira de analisar) dado ao relacionamento estreito entre ele e o Veiga nos anos de 1999 a 2002, onde exerceu funções (com contrato a termo certo) e, em Banguecoque, dado como vice-cônsul (ilegalmente) pelo chefe de missão, o acima referido Dr. Tadeu Soares.
-
José Martins
-
Concurso Externo de Ingresso na categoria de Adido de Embaixada da Carreira Diplomática
-

30 lugares vagos no quadro I
-
Pessoal diplomático –do Ministério dos Negócios Estrangeiros

Diário da República, 2.ª série — N.º 89 — 8 de Maio de 2009
Candidatos admitidos: (449)
-
Nuno Miguel da Mota Veiga Carvalho Alves (Número 298)
-
2 — Os candidatos excluídos podem usar as garantias previstas no regulamento do Concurso, com os efeitos aí estipulados.
-
3 — Nos termos do n.º 3 do artigo 13.º do Regulamento, o exame psicológico terá lugar nas instalações da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, no dia 30 de Maio de 2009 (sábado).
-
4 — Os candidatos aprovados tanto na Prova de Língua Portuguesa como na prova de Língua Inglesa estão admitidos ao exame psicológico e deverão estar presentes nos locais de prova às 8 horas e 30 minutos da referida data, em ordem à sua distribuição pelos anfiteatros e salas
de prova.
-
5 — Para este efeito, os candidatos deverão consultar a informação afixada à entrada da Faculdade relativa aos espaços de realização das provas e identificar o anfiteatro ou a sala para onde deverão dirigir -se.
-
6 — A informação relativa à distribuição dos candidatos pelos espaços de realização das provas será igualmente divulgada na página da Internet do MNE.
-
7 — O exame psicológico tem a duração de duas horas, iniciando -se às 10 e concluindo -se às 12 horas.
-
8 — À entrada do anfiteatro ou da sala onde devem realizar as suas provas, os candidatos devem apresentar aos responsáveis de sala o bilhete de identidade válido ou o passaporte, para o efeito de registo da sua presença e consequente atribuição dos enunciados das provas.
-
9 — Após o seu registo, os candidatos ocuparão lugar sentado disponível, devendo manter o enunciado de prova com a face voltada para baixo sobre a mesa de trabalho e, bem assim, o respectivo documento
de identificação.

RECADO À FERNANDA CÂNCIO

Requerimento à Fernanda ( Câncio )
-
Ó Fernanda, dado que já estou cansado do ar teatral a que ele equivale em todo o horário de cada canal, no noticiário, no telejornal, ligando-se ao povo, do qual ele se afasta, gastando de novo a fala já gasta e a pôr agastado quem muito se agasta por ser enganado.
-
Ó Fernanda, dado que é tempo de basta, que já estou cansado do excesso de carga, do excesso de banda, da banda que é larga, da gente que é branda, da frase que é ópio, do estilo que é próprio para a propaganda, da falta de estudo, do tudo que é zero, dos logros a esmo e do exagero que o nega a si mesmo, do acto que é baço, do sério que é escasso, mantendo a mentira, mantendo a vaidade, negando a verdade, que sempre enjoou, nas pedras que atira, mas sem que refira o caos que criou.
-
Ó Fernanda, dado que já estou cansado, que falta paciência, por ter suportado em exagerado o que é aparência.
-
Ó Fernanda, dado que já estou cansado, ao fim e ao cabo, das farsas que ele faz, a querer que o diabo me leve o que ele traz, ele que é um amigo de Sao Satanás, entenda o que eu digo: Eu já estou cansado!
-
Sem aviso prévio, ó Fernanda, prive-o de ser contestado!
-
Retire-o do Estado!
-
Torne-o bem privado!
-
Ó Fernanda, leve-o!
-
Traga-nos alívio!
-
Tenha-o só num pátio para o seu convívio!
-
Ó Fernanda, trate-o!
-
Ó Fernanda, amanse-o!
-
Ó Fernanda, ate-o!
-
Ó Fernanda, canse-o!
-
Enviado por um nosso amigo leitor

VITAL MOREIRA SÓ SABE FALTAR

Como professor em Coimbra Vital Moreira falta e acumula
-
O Parlamento Europeu é conhecido por frequentemente ser palco de cenas pouco edificantes com deputados a faltar às sessões ou que abandonam o hemiciclo às sextas-feiras antes dos trabalhos terminarem, a fim de partirem para o fim-de-semana.
-
Neste sentido, tudo leva a crer que o Partido Socialista, longe de querer acabar com esse estado de coisas, queira manter a tradição: é que o seu cabeça de lista às eleições europeias, Vital Moreira, já tem fortes antecedentes no que respeita a faltar às suas obrigações.
-
Na qualidade de professor da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, Vital Moreira está identificado como um docente que falta inúmeras vezes sem justificar as ausências.
-
Sendo encarregado da regência de várias disciplinas da área do Direito Público, o exprotegido do “ultra” do anterior regime Afonso Rodrigues Queiró,ex-militante comunista inscrito só depois do 25 de Abril e actual fervoroso apoiante do secretáriogeral do Partido Socialista, José Sócrates, é conhecido na comunidade académica coimbrã mais pelas aulas que não dá do que pelo seu serviço docente.
-
Os anos lectivos sucedem-se mas o absentismo do candidato principal do PS à eleições europeias teima em manter-se.
-
Por vezes, chega a usar um assistente em sua substituição.
Contudo, “tristemente memoráveis”, segundo um seu aluno de Coimbra, “são mesmo os dias em que os poucos alunos resistentes ficam pendurados à espera, em vão, e certamente que o livro de ponto não é assinado…”
-
A mesma fonte adiantou a O DIABO que “há vários anos que não apresenta os sumários das lições que a lei impõe que elabore e que disponibilize aos alunos, embora até seja compreensível, pois se assim não fosse teria que mostrar quão pouco nos ensina”.
-
O DIABO soube ainda que Vital Moreira como membro do Conselho Científico da Faculdade, no período 2006-2009 nunca se dignou a comparecer numa única reunião desse órgão, apesar de já se terem realizado largas dezenas.
-
As convocatórias que lhe são enviadas com a ordem de trabalhos são sempre recebidas com a mesma atitude: a indiferença.
-
Possivelmente, e apesar de continuar a receber pontualmente a totalidade do vencimento, o candidato socialista terá outras tarefas que o impedem de trabalhar na Faculdade, como por exemplo, dedicar-se aos lugares que vai coleccionando, nomeadamente de presidente do Conselho Consultivo do Centro Hospitalar de Coimbra (nomeado pelo Governo de José Sócrates), de membro do Conselho Geral e de Supervisão da EDP e de presidente do CEDIPRE – Centro de Estudos de Direito Público e Regulação, instituição privada alojada na Faculdade de Direito de Coimbra.
-
Segundo um responsável do CEDIPRE a “dedicação” de Vital Moreira “a este centro chega a ser comovente”, porque “já tem estado presente no centro enquanto falta ao serviço na Faculdade”.
-
Por seu turno, o Conselho Directivo da Faculdade está ao corrente de tudo, tanto mais que o seu presidente, José Faria Costa, conhecido apoiante de Manuel Alegre nas presidenciais, tem assento no Conselho Científico, mas continua a fechar os olhos às “gazetas” do seu colega e amigo.
-
Será que Vital Moreira, que se intitula a face mais visível do PS a seguir a Sócrates, pretende manter esta mesma conduta relativamente
In "O Diabo"

MAS QUE GRANDE CAGAÇO APANHOU O ZÉ MANEL BARROSO



Comissão Europeia evacuada devido a incêndio
13h02m
Célia Azevedo
foto BENOIT DOPPAGNE/LUSA
Edifício Berlaymont
Um pequeno incêndio no bar da imprensa na sede da Comissão Europeia, em Bruxelas, obrigou à evacuação do edifício.
O fogo deflagrou no bar de imprensa do edifício e os alarmes de incêndio foram accionados.
Os funcionários europeus abandonaram então o edifício Berlaymont
e o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, saiu pela garagem do edifício.

NÃO È A CRISE QUE NOS DESTRÓI. É O DINHEIRO NESTA FASE

Nada no mundo me faria revelar o nome de quem relatou este episódio. É oportuno divulgá-lo agora porque o parlamento abriu as comportas do dinheiro vivo para o financiamento dos partidos. O que vou descrever foi-me contado na primeira pessoa. Passou-se na década de oitenta. Estando a haver grande dificuldade na aprovação de um projecto, foi sugerido a uma empresária que um donativo partidário resolveria a situação.
-
O que a surpreendeu foi a frontalidade da proposta e o montante pedido. Ela tinha tentado mover influências entre os seus conhecimentos para desbloquear uma tramitação emperrada num labirinto burocrático e foi-lhe dito sem rodeios que se desse um donativo de cem mil Contos "ao partido" o projecto seria aprovado.
-
O proponente desta troca de favores tinha enorme influência na vida nacional. Seguiu-se uma fase de regateio que durou alguns dias. Sem avançar nenhuma contraproposta, a empresária disse que por esse dinheiro o projecto deixaria de ser rentável e ela seria forçada a desistir. Aí o montante exigido começou a baixar muito rapidamente.
-
Chegou aos quinze mil Contos, com uma irritada referência de que era "pegar ou largar". Para apressar as coisas e numa manifestação de poder, nas últimas fases da negociação o político facilitador surpreendeu novamente a empresária trazendo consigo aos encontros um colega de partido, pessoa muito conhecida e bem colocada no aparelho do Estado.
-
Este segundo elemento mostrou estar a par de tudo. Acertado o preço foram dadas à empresária instruções muito específicas. O donativo para o partido seria feito em dinheiro vivo com os quinze mil Contos em notas de mil Escudos divididos em três lotes de cinco mil. Tudo numa pasta. A entrega foi feita dentro do carro da empresária. Um dos políticos estava sentado no banco do passageiro, o outro no banco de trás.
-
O da frente recebeu a pasta, abriu-a, tirou um dos maços de cinco mil Contos e passou-a para trás dizendo que cinco mil seriam para cada um deles e cinco mil seriam entregues ao partido. O projecto foi aprovado nessa semana. Cumpria-se a velha tradição de extorsão que se tornou norma em Portugal e que nesses idos de oitenta abrangia todo o aparelho de Estado.
-
Rui Mateus no seu livro, Memórias de um PS desconhecido (D. Quixote 1996), descreve extensivamente os mecanismos de financiamento partidário, incluindo o uso de contas em off shore (por exemplo na Compagnie Financière Espírito Santo da Suíça - pags. 276, 277) para onde eram remetidas avultadas entregas em dinheiro vivo.
-
Estamos portanto face a uma cultura de impunidade que se entranhou na nossa vida pública e que o aparelho político não está interessado em extirpar. Pelo contrario. Sub-repticiamente, no meio do Freeport e do BPN, sem debate parlamentar, através de um mero entendimento à porta fechada entre representantes de todos os partidos, o país político deu cobertura legal a estes dinheiros vivos elevados a quantitativos sem precedentes.
-
Face ao clamor público e à coragem do voto contra de António José Seguro do PS, o bloco central de interesses afirma-se agora disposto a rever a legislação que aprovou. É tarde. Com esta lei do financiamento partidário, o parlamento, todo, leiloou o que restava de ética num convite aberto à troca de favores por dinheiro. Em fase pré eleitoral e com falta de dinheiro, o parlamento decidiu pura e simplesmente privatizar a democracia

A OPÇÃO CONTINUA A SER VOSSA!


Amigos,Isto é: REVISÃO DA MATÉRIA DADA para o exame dos tipos nas próximas eleições.ESTRATÉGIA DE VOTO:
-

Ninguém se abstenha.
-
VOTEMOS Todos.
-
MAS NINGUÉM VOTE NO PS, NO PSD E NO CDS.
-
Se o DIABO FOSSE CANDIDATO, ERA PREFERÍVEL VOTAR NELE.
-
VAMOS TIRAR-LHES O QUE NÃO MERECEM: o exercício do poder em PORTUGAL.
-
FORA COM ELES!
-
LOUCURA? loucura é ficar tudo na mesma,
-
SÓ com mais povo a sofrer o DESEMPREGO, a DOENÇA e A FOME!
-
COMECEMOS AQUI UM EFEITO BOLA DE NEVE PARA OS CILINDRAR DE VEZ!
-
Um abraço sereno e meditado deste vosso Amigo que está no seu perfeito Juízo.Jorge Morbey
-
Subject: Finalmente o "Arquivo das Vigarices" ou o que lhe queiramos chamar
-
Já é necessário um arquivista !
-
Clique e vai direitinho à notícia …
-
Tachos e Cunhas
-
+ subsídios de desemprego chorudos
... Independentemente de concurso... !!!
Adida em Londres (9000€)
Aumentos de 200% para os gestores públicos
Bárbara e Carrilho
C. M. LISBOA – Sá Fernandes - O PALADINO DA VERDADE TAMBÉM TINHA 11 ASSESSORES
Coelhone na Mota-Engil
Contitas da REN
CP - É só chefes
Câmara do Barreiro
De pai para filho
DGV mesmo extinta recruta pessoal
Eu faço as obras c******
Ganhar 3500€ sem fazer nada
Gestores pagos a peso de ouro
Governo de Sócrates nomeou 2373 pessoas
Jobs for the girls - Neide
Mais um tacho/contrato bem feito - Fereira do Amaral
Mano Pedroso é advogado competente (muito)
Manos Pedroso em 'alta'
Mulher do Costa da SIC (entrevistador do Sócas) tem empregão
Noiva da JS nomeada administradora
Salários escandalosos
Verinha Sampaio
-

AS REFORMAS CHORUDAS
As reformas são só para quem merece!!! Leucemia não dá direito.
Afinal foram só 9,732 milhões
Catroga também terá reformita
Continuação do poste das reforminhas
Galp
História de Valentim
Link para reformas chorudas
Mais um chorudo
Pensões de luxo aumentam 10,8%
Reforma esquecida de Alegre
Reformas Douradas - Odete S., Marques M., J. Cravinho
Reformita do Mirinha
Salário Milionário
Sr. Presidente, não havia necessidade
Subvenções vitalí­cias
Vasco Franco - Este merece porque foi herói
Corrupção em Portugal
1400 compraram Curso de Engenharia
Sócrates sócio duma empresa suspeita
País multiplicador de miseráveis
Finanças perdoam 10 milhões de euros de IVA a sindicato da UGT
Electricidade mais cara 41,4% do que em Espanha
E roubam... e roubam... e roubam...
Custos do Túnel do Marquês derraparam 40%
Camiões fogem para Espanha
CERTIEL - Mais um roubo
-

DIVIDA EXTERNA DE PORTUGAL
-
Eng. José Sócrates o tanas!!!

Eu, comi Carolina
Extinta há 2 anos a IGAE ainda recebe funcionários... de organismos também extintos!!!
Louvor de Freitas - Que lata
Luís Filipe Vieira beneficiado por quem???
Na era de Santana
Novo aeroporto - Pagador de campanhas eleitorais
OTA (porquê) !!!!!!!!?????!!!!????
OTA - O maior embuste jamais vendido aos Tugas
Ota questionada por Históricos do PS
OTA «Estão a mentir-nos»
Pai de Sócrates fiscalizou dez obras do GEPI
Promoveu a mulher com aumento de 500€
Subsídio de alto risco sem risco
TAP dá lucro novamente
Vergonha do Rock in Rio-Lisboa 2006
Vídeo de sexo da Elsa Raposo
-
Saúde dos Tugas
Eu tenho seguro de saúde
Transplantes rendem milhões aos médicos
Directora de centro de saúde demitida pelo Sr. Ministro
Quase 400 Alentejanas deram à luz em Badajoz
Troca de seringas na prisão
Mulher agredida numa Urgência Hospitalar morre
Cartão Europeu de Saúde
Administradores hospitalares contra o picar do ponto
Segunda criança nasce numa ambulância
Hospitais cobram até 17 vezes mais a vítimas de violência doméstica
Morreu à espera de socorro
-
MOREU À ESPERA DE MÉDICO
JUSTIÇA - por cá não há...!
Governo ajuda Pedroso contra.... o Estado!!!
Com juízes assim...
Corrupção dos Tribunais/Angola/Portugal
Hugo Marçal será juiz!!!
Juiz com filho traficante às claras?
Pedófilos em liberdade
Quando as leis são feitas por criminosos...
Que merda de justiça!!!
Violar é legal
-
Rir... para não chorar
... 40 ladrões...
1ª obra do ENGENHEIRO da independente!!!
A felicidade do povo
Alberto João - G.F.
Choque tecnológico
Cirurgiões
Como eles nascem
Comunicado do governo - Urgente!!!
Já nos cinemas...
Mentiroso
Novo símbolo de Portugal
O Postal
O regresso de Catherine Deneuve
Pinóquio enfurecido
SIMPLEX
Sócrates e a secretária
Sócrates no parlamento - G.F.
Valentão - G.F.
Voltaremos a ser felizes quando...


Eu fiz o meu dever... Agora é a vossa vez!
José Martins

A PAIXÃO DO NUNO MOTA VEIGA PELA DIPLOMACIA


Secretaria-Geral
Aviso n.º 3526/2009

1 — Nos termos do regulamento do concurso externo de ingresso na categoria de adido de embaixada, da carreira diplomática, aprovado pelo despacho n.º 22345/2008, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 167, em 29 de Agosto de 2008, e em conformidade com o disposto no aviso de abertura n.º 29041/2008, de 27 de Novembro, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 237, de 9 de Dezembro de 2008, torna -se pública a lista provisória dos candidatos admitidos e excluídos ao concurso:
Secretaria-Geral
Aviso n.º 3526/2009
-
Nuno Miguel da Mota Veiga Carvalho Alves (o nome entre centenas de candidatos)
-
Nota: A paixão do Nuno Mota Veiga, ficou-lhe de quando foi contratado a termo certo 1999/2002 na Embaixada de Portugal em Banguecoque. Foi lhe dado o estatuto (que nem de aviário era) de vice-cônsul pelo então embaixador Tadeu Soares.
-
Fez o que calhou em Banguecoque e partiu. Com surpresa venho encontrá-lo listado para um concurso de adidos de embaixada. Esperamos que o Nuno ainda tenha os mesmos "tiozinhos" para lhe darem um amparozinho e atingir os seus muito almejados objectivos e entrar para a carreira diplomática
Daqui boa sorte ao Nuno
José Martins

TECLAR COISAS SÉRIAS

Lemos umas declarações sobre a eventualidade de "nomeações políticas" para funções normalmente exercidas por quem está e segue na carreira diplomática.
-
Naturalmente que a carreira não devia ser, como tem sido, um condomínio fechado, um reduto corporativo de gente que se julga eleita e que faz desse privilégio uma moeda de troca entre imunidade e impunidade.
-
Mas, enfim, aceita-se que o estado ao investir na formação de um diplomata (feitas as contas, não investe pouco) espere desse funcionário especial rigor, competência e conduta exemplar em função daquelas tais virtudes exigíveis para a imagem e credibilidade expeterior do mesmo estado.
-
Daí que todas as nomeações, mesmo dentro da carreira, acabem por ser "políticas" quando são relevadas para segundo plano as conveniências pessoais dos funcionários, conveniências tais que, nem uma vez nem duas porque às vezes ditam a regra, movem o êmbolo do tráfico de influências, das pressões de grupo e das cumplicidades das famílias políticas.
-
Em todo o caso é passível de discussão se numa democracia em que impere o escrutínio serão benéficas ou não as nomeações de gente estranha à carreira, desde que devidamente justificadas, melhor, politicamente incontornáveis se a "máquina" se revelar ferrugenta.
-
O que repugna é que haja diplomatas que defendam posições corporativas apenas por ressaibo pessoal, ressentimento sem justa causa ou ameaça por saber que outros sabem o que não pode ser dito por aquilo que se sabe.
-
Assunto para continuar.
In http://notasverbais.blogspot.com
-
Sem comentários da nossa parte. Que os faça a vossa consciência

O ARTISTA E AS SUAS EXPLORAÇÕES TURÍSTICAS

É com muito gosto que inserimos a fotografia do mais "genial" artista portuga que apareceu no Reino da Tailândia.
-
Consegue passear em barda, copia umas "merdas" nas publicações na internet,que publica depois no seu blogue, voltou especialista de "cordel" em política e segue na melhor!
-
Lá isso até segue...
-
Asilou-se, primeiro na Embaixada de Portugal em Banguecoque, daqui um "pincho", facílimo para a Delegação da Comissão Europeia em Banguecoque e dizem por aí que limpa um ordenado de 5 mil euros por mês.
-
Até para ser artista ou "chulo" é preciso ter arte!
-
José Martins
O blogue do artista: http://frombangkok.blogspot.com divirtam-se!

VIERAM TARDE MAS AZEDAS COMO O SUMO DE LIMÃO


Alberto João Jardim classificou de “excursionista” a visita oficial do primeiro-ministro à Madeira criticando o incumprimento da promessa de não alterar a Lei das Finanças das Regiões Autónomas.
-
“Não cumpriu e fez outra lei e isso significa no período entre 2007 e 2013 menos 400 milhões de euros para a Madeira”, afirmou o líder do executivo madeirense.
-
“Não venham dizer que nos estão a dar dinheiro porque o dinheiro que vem do continente é uma compensação pelos impostos que eles cobram lá em Lisboa sobre o lucro que empresas com sede no continente têm aqui na Madeira”.
-
O Alberto comportou-se como um cavalheiro durante a visita de José Sócrates, à Madeira... Foi mesmo isso.
-
A virulência das palavras vieram depois e com o sabor azedo de sumo de limão.
-
Descarregou tudo que lhe ia na alma durante o encerramto da feira dos limões em Santana.
-
Excursionista é que o Sócrates foi!
-
O Alberto não é homem para fazer as pazes com o Sócrates.
José Martins