Translator

domingo, 12 de julho de 2009

A PODRIDÂO QUE VAI POR PORTUGAL



Partidos encobrem "podres" dos banqueiros
por LusaOntem

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, acusou hoje em Peniche outros partidos políticos de encobrirem as práticas dos banqueiros por dependerem deles para as suas campanhas eleitorais quando falam das pequenas e médias empresas.
CDS-PP, PSD e PS "não tocam nos banqueiros porque são estes que financiam as suas campanhas e que determinam grande parte da comunicação social", acusou Jerónimo de Sousa, que participava em Peniche num almoço de apresentação dos primeiros cinco candidatos do distrito de Leiria às eleições legislativas.

À MARGEM: Em verdade não tenho nenhuma simpatia pelo secretário-geral do PCP e pelo partido que gere. Mas chama-me à atenção as palavras, acusatórias, de Jerónimo de Sousa, dirigidas a certos partidos que encobrem as práticas, podres, dos banqueiros para financiarem as suas campanhas eleitorais.

Há dois dias, li um editorial, publicado no diário madrileno "El País" que apontava o dedo aos políticos, espanhois, poucos escrupulosos, que davam aso aos banqueiros para acções criminosas e que o estado, económico, de Espanha se devia a eles.

A apetência da doçura do dinheiro tenta os deuses, os anjos e os diabos!

Não importa de onde venha o mesmo se da venda de cocaína, das lavandarias (off shores) ou dos especuladores imobiliários.

Diz-me o que tens que eu te direi o quem és! Cada vez mais me convenço que ninguém entra na política para servir o país, a população, mas servir o seu "bandulho" e outros prazeres corporais.

Se não fosse com este objectivo, não andariam por aí, nas campanhas, a insultarem-se uns aos outros e tão interessados em ocupar "poleiros".
-
Já lá vão uns 20 anos bem medidos alguém me disse que o "patrão grande" da sua companhia, teria entrado no jogo de um político, em que este obteria fundos da CEE (ainda não era a UE), uns 100 mil contos e que o montante seria dividido a "mielas", numa condição de lhe fornecer uma lista de nomes de seus operários (para se especializarem) dentro de um regime, imposto pela CEE, para melhorar a produção fabril em Portugal.
-
A outra metade do financiamento seria para financiar a campanha do político
corrupto.
-
Mais tarde um jornalista investigou o caso, entrou na Justiça e viria a ficar em nada.
-
É que a lista que o tal empresário tinha fornecido ao político, corrupto, já parte dos operários, não pertenciam aos quadros da empresa e outros já o criador os tinha chamado a si.
José Martins

KIM JONJ-Il, O "GRANDE LÍDER" ESTÁ ENFERMO

Segundo o canal, estatal, de televisão de Seul (Coreia do Sul), informou que Kim Jong-il sobre de cancro pancreático
-
O líder do regime, comunista, norte-coreano, Kim Jong-il, a doença de que sofre encontra-se em fase avançada,citando fontes dos serviços de inteligência da Coreia do Sul e da República Popular da China.
-
Um médico francês confirma que Kim Jong-il sofreu um acidente vascular cerebral, e muita incerteza em relação ao estado do líder norte-coreano
-
Desde que Kim Jon-il, supostamente, sofreu um acidente vascular cerebral, em Agosto de 2008, que viria ser negado, pelo regime, o estado de saúde do líder norte-coreano de 67 anos de idade, voltou numa questão em que a Coreia do Norte tem mantido um silêncio cauteloso.
-
Quarta-feira passada, num olhar desvairado Kim Jong-il, fez sua última aparição pública, e foi observado mais magro e com menos cabelo na cabeça, durante a comemoração do décimo quinto aniversário da morte de seu pai e fundador estado norte-coreano Kim Il Sung.
-
O canal de televisão, YTN garante que o cancro pancreático que sofre coloca em risco a sua vida.
-
Surge no ar muitas questões em torno da sua sucessão do próximo líder da única dinastia comunista em toda a Ásia.
-
Em Setembro do ano passado foi notada a ausência do “grande líder” durante a celebração do 60º aniversário da proclamação da República Democrática da Coreia do Norte.
Agências/Foto Reuters

LEVANTE-SE A RÉ!

DEFESA DEVE REQUERER NULIDADE DO PROCESSO DE ACUSAÇÃO
-
Dentro em pouco o Tribunal de Díli vai dar inicio ao julgamento de Angelita Pires, ex-namorada de Alfredo Reinado, o ex-major que se rebelou em 2006 e que se suspeita ter sido executado no quintal de Ramos Horta na manhã de 11 de Fevereiro de 2008, como refere o relatório de autopsia. Nessa mesma manhã, pouco depois da execução de Alfredo Reinado, o próprio presidente Ramos Horta foi gravemente ferido quando chegava casa, alegadamente por um homem do grupo de Alfredo Reinado.Por esta tentativa de assassinato e mais uns quantos crimes, Angelita Pires é acusada de autoria moral. Angelita sempre rejeitou tal acusação.Desde há tempos que a defesa de Angelita Pires se baseia na nulidade absoluta do processo. ......" (Clicar na barra encarnada, em cima, para ler a totalidade da peça)
-
À MARGEM: Segui, pelas notícias, o caso da morte, pelos tiros, do militar Alfredo Reinado; a tentativa de assassínio do Dr. Ramos Horta e do PM Xanana Gusmão.
Logo de princípio me saltou à vista que o acontecido foi uma peça de teatro muito mal encenada.
Alfredo Reinado está silenciado e quem o abateu, penso, que nunca se saberá qual foi o autor.
Há depois o atentado contra a viatura de Xanana Gusmão que ficou cheia de “buracos” e os ocupantes que seguiam dentro dela, nenhuma das balas os atingiu.
Deu-se ali um verdadeiro milagre!
A seguir é a GNR que vai resgatar a mulher e os filhos de Xanana Gusmão e pouco depois (não tenho a data certa) a primeira dama, acompanhada dos filhos, vai ao posto onde a GNR se acomoda e vai agradecer aos soldados pelo facto de terem sido os seus “anjos da guarda”.
O Dr. Ramos Horta, fazia a sua corrida matinal, na praia e regressa a casa e alguém, emboscado, lhe disparou uns tiros.
Salvou-se, porque junto a ele, invisível, caminhava o seu anjo da guarda.
Me parece que até hoje não se sabe quem teria sido quem o autor/es dos tiros. Alfredo Reinado que me parecia um soldado nobre e valente que lutava pelos seus ideais, deveria ter sido morto pelas costas e covardemente o atirador não teria tido coragem de o enfrentar pela frente.
Alfredo Reinado, calado eternamente e. agora, há que fazer um vivo, bode expiatório, a Angelita Pires lá porque seguia de amores com o assassinado militar.
Ouvi, ainda hospitalizado, através de uma emissão da RTPi o Dr. Ramos Horta falar num milhão de dólares depositado num banco australiano, sem, contudo, revelar o nome do depositante/a.
Mas não vi o Dr. Ramos Horta à vontade a proferir esta afirmação.
Não sei se a Senhora Angelita (com dupla nacionalidade timorense/australiana) tem o não um milhão de dólares depositadas num banco do seu país, ou se um pequeno montante para sobreviver.
Mas o certo é que a senhora foi metida num “complô” e servir de bode expiatório para ser esquartejado em cima do caso, puramente, político e para encobrir a real verdade, porque esta ficará (até quando?) nos segredos dos deuses diabólicos que existem na política e nas ambições de estar dentro dela com poucos escrúpulos.
Timor-Leste continua a ser um palco onde as tragicomédias vão continuar a ser representadas por bons e péssimos actores.
José Martins

JOGOS DA LUSOFONIA - GRIPE DOS PORCOS - A PARANOIA


Jogos da Lusofonia: caso confirmado de Gripe A em atleta da delegação do Brasil
-
O atleta de ténis de mesa Eric Mancini, de 20 anos, da delegação brasileira dos Jogos da Lusofonia, que começaram ontem em Lisboa, está infectado com o vírus da Gripe A.Segundo avançou ao início da tarde a SIC, o atleta foi internado no hospital Curry Cabral, em Lisboa.
-
O atleta desembarcou em Lisboa na quinta-feira, dia 9, vindo de São Paulo. Aos primeiros sintomas de gripe, verificados já em Lisboa, a Comissão Organizadora e o Comité Olímpico Brasileiro entraram em contacto com as Autoridades Nacionais de Saúde, através da Delegação de Saúde Regional da Região de Lisboa e Vale do Tejo. (Público)
-
À MARGEM: A gripe dos porcos está a voltar numa paranoia pelo facto da comunicação social lhe estar a dar determinada importância com a finalidade de sensibilizar o público com "medos".
-
Entretanto a "Organização Mundial de Saúde" vai informando que não há motivo para alarmes.
-
Ainda não há muitos anos, outra paranoia, veio "infectar" as populações mundiais, de "medos" em cima da "gripe das aves" que por via disso foram abatidas milhões de galinhas na Àsia quando estas se encontravam de saúde para serem comidas fritas e cozidas.
-
Um caso de gripe (seria mesmo do tipo A?), nos Jogos da Lusofonia não é motivo para uma notícia de tanta importância como lhe deu o canal de televisão a SIC que por certo virá a prejudicar as competições desportivas.
-
Ainda não vão oito dias, da apresentação, do Cristiano Ronaldo, no estádio de Santo Bernabéu e onde estiveram sentadas nas bancadas 80 mil pessoas e não foram levadas a cabo recomendações ao público em relação à gripe dos porcos.
-
Ajuntamento de pessoas estão acontecer todos os dias, nas praias, nas ruas, nos estádios ,nos concertos, nas bermas da estrada a bater palmas aos ciclistas da volta à França e outros (não sei quantos milhares) nas corridas de touros, nas festas de São Firmim, em Pamplona (Espanha).
-
A SIC produziu um mau trabalho com a notícia de um atleta, brasileiro, infectado (repito, seria?) com a gripe dos porcos.
José Martins

A SAGA DA CAUSA DA MORTE DE MICHAEL JACKSON CONTINUA

A inconsolável irmã de Michael Jackson, La Toya, veio ontem, (12.07.09) a público com declarações, sensacionais, insistindo que o Rei do Pop foi assassinado pela sua fortuna de um bilião de dólares.
-
La Toya estava mais próximo de Michael, do que todo o resto de sua família e afirmou ao jornal “World News” que seu irmão teria mantido uma relação com um modelo do “Play Club”. E acabou por dizer: "Eu sei quem fez isso."
-
Na surpreendente entrevista exclusiva, La Toya, 53 anos, revela, segredos e novos factos em cima da vida do “super star” que a morte súbita de Michael com a droga encontrada no seu corpo foi o motivo de dois milhões de dólares em caixa e as jóias que desapareceram.
-
“Não acho que só uma pessoa esteja envolvido no homicídio. Foi uma conspiração para obter o dinheiro de Michael”, disse La Toya.
Compilação: “The Sun” Tradução livre/José Martins

CALIFÓRNIA A "TERRA DE LEITE E MEL" À BEIRA DA FALÊNCIA



A Califórnia, economicamente, à beira da falência
-
O Governador Schwarzenegger mandou emitir notas promissórias, na ausência, do pagamento do imposto de renda pelos contribuintes
-
A corrida ao ouro Califórnia tornou-se a terra prometida, onde os milionários, surgiam da noite para o dia. Um século e meio mais tarde a oitava maior economia do mundo está prestes a entrar em colapso sem poder vencer a crise.
-
O défice da Califórnia está a crescer a uma taxa de 40 milhões de dólares por dia (28,6 milhões euros). "Gastamos mais do que aquilo que temos", disse o Governador Arnold Schwarzenegger em 1 de Julho quando se declarou " estado, económico, de emergência" após o Senado não ter aprovado o orçamento onde há um enorme buraco financeiro de 18.861 milhões de euros .
-
Se não for travada esta escalada poderá subir para 29.997 mil, até meados do próximo ano. As fontes de receitas do Estado da Califórnia são muito instáveis, sendo altamente dependente das taxas que se aplicam a ganhos de capital, e de momento a bolsa de valotes está numa queda de 34%.
-
A recolha do IVA foi também afectada pelo abrandamento do consumo. E a Califórnia está entre os estados mais atingidos pelo colapso do mercado da habitação. A situação é "dramática", Schwarzenegger disse que vê a recessão como uma receita a evaporar-se. "Temos que colocar um torniquete e rebites para travar a sangria",
--
Sua idéia é a de reduzir esta enorme défice com um corte drástico nas despesas, incluindo os serviços sociais e a educação. No Senado os democratas, controlam a Câmara, e seus opositores querem aumentar os impostos sobre os ricos e as empresas petrolíferas.
-
Na falta de orçamento, o governador está tentando salvar e a suprimir onde pode reduzindo salários, contratos, suspendendo-os ou retardando as restituições fiscais dos contribuintes.
-
O défice afecta 44 dos 50 estados. E com uma taxa média de desemprego de cerca de 10%, a queda no consumo e imobiliário entrou em colapso, a Casa Branca pode ser forçado a mobilizar fundos públicos para resgatá-los. Com a contracção da actividade económica durante 18 meses e sem crédito, os governadores estão cortando gastos, aumentar os impostos, eliminando postos de trabalho e governo suspende grandes projectos públicos.
-
O Estado de Illinois, por exemplo, está deixando de pagar os funerais dos pobres.
Compilação de várias fontes/com tradução livre
José Martins

"À FRENTE DOS CORNOS" - VIVA SÃO FIRMIM EM PAMPLONA

O sexta corrida de hoje (12.07.09) de Pamplona foi de extrema violência. Os bois continuam a vingarem-se. Nada mais tenho apontar que: "quem anda a correr à frente dos cornos dos bois segue por gosto... e gostos não se discutem!