Translator

domingo, 19 de julho de 2009

ASSIM VAI TIMOR...!!!


Por LORO FOHO
Continuamos a sofrer as dores provocadas pelos insensatos políticos que se apoderaram do poder, dizendo eles, que nos iriam libertar das incompetências do nosso primeiro e legitimo Governo. Rimos para não chorar!… As incompetências do Governo AMP, cujos responsáveis, tão hábil e traiçoeiramente derrubaram o outro, são incomparáveis. Nunca vimos tanto obscurantismo, desde o momento em que fomos universalmente considerados um Povo Livre e Liberto....
Recomenda-se ler o artigo completo clicando na barra, vermelha, a seguir

AS INVESTIGAÇÕES HISTÓRICAS DO MIGUEL

Certo que visito amiudadamente o blogo do Miguel http://combustoes.blogspot.com (não para aprender nada em cima da presença histórica de Portugal na Tailândia, porque já conheço tudo que deveria ter conhecido), mas para analisar como vão as suas investigações de autonominado historiador das coisas de Portugal na Tailândia.
-
De forma alguma, já neste blogo o afirmei, faço concorrência a ninguém que venha a Banguecoque "saber coisas" em cima da matéria, pois sempre ajudei historiadores e investigadores de mérito provado com publicações, jornalistas, realizadores de filmes (4 longas metragens), só que quando vejo que alguém procura pisar o risco ou armar-se descobridor daquilo que já foi descoberto há muito leva-me a contestá-lo.
-
Este pequeno artigo vem a propósito de que nas proximidades ou depois do dia 10 de Junho,último, deslocaram-se à Tailândia, jornalistas portugueses, a convite da Embaixada da Tailândia em Lisboa e entre estes a jornalista da Lusa, Elsa Resende que teria visitado, acompanhada do Miguel, o Bairro Português da Imaculada Conceição, na área de Samsem, ao norte do centro de Banguecoque e na margem esquerda do rio Chao Prya, que viria escreveu uma peça em cima do bairro, entre outros tópicos o parágrafo abaixo transcrito:
-
"É também neste cemitério que está o jazigo da família Costa, o único que conserva inscrições em Português e que remonta à primeira metade do século XIX.".
-
Depois de ler tal disparidade e longe da realidade dos factos contestei a péssima informação fornecida à jornalista que poderá ser lida clicando no endereço a seguir http://aquitailandia.blogspot.com/2009/06/ainda-elsa-resende-da-lusa.html

Fotografia inserida pelo Miguel, no seu blogo. Há mais túmulos com inscrições de portuguesas no Cemitério do Bairro da Imaculada Conceiçao...
-
Porém o Miguel, ontem (19.07.09), Domingo deslocou-se ao Bairro da Imaculada Conceição, escreveu algo a seu "jeito", mas ainda distante da realidade histórica daquele bairro que felizmente está comigo desde há mais de 20 anos, quer em cópias de documentos ou imagens que recolhi na primeira igreja que servia de arrumação a esses "trastes" e preciosidades históricas que para ali estavam arrumadas a monte.
-
Não me vou adiantar mais porque se fosse a escrever em cima da história dos antigos bairros portugueses em Banguecoque completaria, com imagens raras, um livro de umas dezenas de páginas.
-
Não aceito "trampolinices" de informação, mas tolero o elogia que cada um pretenda dar ao conto que escreveu. É que a Elsa Resende meteu na linha noticiosa da Lusa que no cemitério do Bairro da Imaculada Conceição só existia um único túmulo com inscrições em português, quando na realidade há mais...
-
E para terminar aonde iria, já, a pedalada do Miguel se eu não vivesse em Banguecoque; conhecesse os factos e lhos contestar, teríamos aqui em Banguecoque um historiador a fazer história de conveniência, para agradar, distribuir os seus imparáveis "miminhos", a quem ele "adora" e colocar-se, ele próprio, no píncaro da montanha.
Assim não vale Miguel!
José Martins - Kanchanaburi - River Kwai