Translator

domingo, 2 de agosto de 2009

VERGONHA,VERGONHA... ONDE MORAS TU!




Eleições: "Vergonha" que políticos acusados, pronunciados e condenados sejam candidatos - Marques MendesLisboa, 02 Ago (Lusa) - Marques Mendes, ex-presidente do PSD, considerou hoje "uma vergonha" para a democracia e uma "atitude chocante" para o comum dos cidadãos que políticos acusados, pronunciados ou condenados judicialmente por crimes graves - como corrupção - "possam impunemente ser candidatos a eleições"."Acho que um político - autarca, deputado ou governante - acusado, pronunciado ou condenado por crimes especialmente graves - como corrupção, peculato ou fraude fiscal, por exemplo - está fortemente diminuído na sua autoridade, na sua credibilidade e nas condições para o exercício de um cargo político, comprometendo, assim, o prestígio da política e a imagem das instituições", declarou Luís Marques Mendes à Agência Lusa.Nestes casos - precisou o ex-líder do PSD - a lei devia "consagrar frontalmente uma inelegibilidade, ou seja, devia impedir que políticos nestas situações pudessem candidatar-se a eleições".




A "FANFARRONA" UNIÃO EUROPEIA ESTÁ ASSIM...!!!


Uma caricatura deste ilustre politico português de seu nome Durão Barroso, que já foi primeiro-ministro e hoje é presidente da comissão Europeia.
Data: 19/03/2007 Fonte: Cartoons, Fotos


Eurodeputados portugueses ausentes dos cargos "institucionais" mais relevantes
Nenhum dos 22 deputados portugueses no Parlamento Europeu (PE) vai ocupar cargos de grande relevo no início da nova legislatura, uma situação que ilustra a perda progressiva de influência dos eleitos nacionais ao longo do tempo. (Público) P.S. É que temos e tudo dito! Turistas em Bruxelas e Estrasburgo.

"....Mas a UE está a pagar um preço elevado pela burocracia dentro do desconhecimento de seus líderes. Um processo de crescente alienação e indiferença entre a União e os seus cidadãos está em andamento, ilustrada pela baixa participação nas últimas eleições para o Parlamento. Como resultado, cada vez menos a Europa da União da Europa e no mundo......"
-
Dominique Moisi es profesor visitante de Gobierno en Harvard. © Project Syndicate, 2009. Traducción de Claudia Martínez. (El País)