Translator

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

MASCARAS E PORQUINHOS


Prémios da Legislatura - O Pilha porquinhos
Teixeira dos Santos não é um titular deste governo, mas um suplente que ocupou o lugar de Campos e Cunha, na pasta das finanças, quando este fugiu rapidamente ao ver o descalabro para onde nos estavam a levar. Quem ouve os comentadores e os fazedores de opinião, ouve que é um dos melhores ministro deste governo, mas a “bota não bate com a perdigota” quando na Europa o consideraram o pior Ministro das Finanças da União Europeia. Nós, os que temos de pagar impostos, conhecemos bem as suas práticas e sentimos bem nos bolsos as suas ideias e politicas. Não há ano em que os impostos não subam e já não há quase nada que não seja taxado (quem não se recorda de quando se lembrou de cobrar impostos nas transferências superiores a 500 euros mesmo entre pais e filhos ou maridos e mulheres). Conhecido por Teixeira dos Bancos quando entrou no governo, rapidamente passou a Taxação dos Santos. Para ele o prémio “Pilha porquinhos” desta legislatura.

Mudam-se os cargos, mudam-se a máscara
Há algum tempo O Sr. Silva veio na sua “altivez de economista” dizer que este governo tinha de gastar os “dinheiros da Europa” de uma forma racional e só em investimentos que se mostrassem produtivos. Até aí nada a contestar, mas parece esquecer-se que quando foi primeiro-ministro, na altura em que a Europa mais milhões descarregou em Portugal, ele o desbaratou sem qualquer critério. Gastou muito em betão e alcatrão, mas foi também nessa altura que os seus amigos criaram ao BPN’s e os BPP’s e que foi construído o Centro Cultural de Belém que agora ninguém se atreve a criticar, mesmo aqueles que criticam a construção de pontes ou outros investimentos públicos.Mais recentemente também veio dizer a este governo para não legislar mais nem tomar decisões para não comprometer o governo que sair das próximas eleições. Parece ser uma atitude inteligente, mas depois somos confrontados com o facto de ter sido ele o primeiro-ministro que mais leis fez e mais decisões tomou nos meses antes de deixar o governo. Duas caras diferentes para as mesmas situações? Para o Sr. Silva parece que o que se pode ou deve fazer varia com o facto da posição que ocupa. Um belo exemplo de falta de coerência e de hipocrisia politica.
Da nossa avença KAOS

SENHORES/AS E MENINOS/AS AQUI ESTÁ O "CIRCO PORTUGAL" COM PALHAÇOS!



Os comediantes

Ontem ao pedir a um cunhado médico que lhe engessasse o braço antes de uma prova judicial de caligrafia que o poderia incriminar, António Preto mostrou ter um nervo raro. Com este impressionante número, Preto definiu-se como homem e como político. Ao tentar impô-lo ao país como parlamentar da República, Manuela Ferreira Leite define-se como política e como cidadã.
-
Mesmo numa época de grande ridículo e roubalheira, Preto distinguiu-se pelo arrojo e criatividade. Só pode ter sido por isso que Manuela Ferreira Leite não resistiu a incluir um derradeiro arguido na sua lista de favoritos para abrilhantar um elenco parlamentar que, agora sim, promete momentos de arrebatadora jovialidade em São Bento.
-
À tribunícia narrativa de costumes de Pacheco Pereira e à estonteante fleuma de João de Deus Pinheiro, vai juntar-se António Preto com o seu engenho e arte capazes de frustrar o mais justiceiro dos investigadores. Se alguma vez chegar a ser intimado a sentar-se no banco dos réus, já o estou a ver a ir ter com o seu habitual fornecedor de imobilizadores clínicos para o convencer a fazer-lhe um paralisador sacro-escrotal que o impeça de se sentar onde quer que seja, tribunal ou bancada parlamentar.
-
Se o convocarem para prestar declarações, logo aparecerá com um imobilizador maxilo-masséter-digástrico que o remeterá ao mais profundo mutismo, contemplando impávido com os olhos divertidos de profundo humorista os esforços inglórios do poder judicial para o apanhar, enquanto sorve, por uma palhinha apertada nos lábios, batidos nutritivos com a segurança dos imunes impunes.Em dramatismo, o braço engessado de Preto destrona os cornos de Pinho.
-
Com esta escolha, Manuela Ferreira Leite veio lembrar-nos que também há no PSD comediantes de grande calibre capazes de tornar a monotonia legislativa no arraial caleidoscópico de animação que está a fazer do Canal Parlamento um conteúdo prime em qualquer pacote de Cabo.Que são os invulgares familiares de José Sócrates, o seu estranho tio ou o seu temível primo que aprende golpes de mão fatais na China, quando comparados com um transformista que ilude com tanta facilidade a perícia judiciária?
-
António Preto é mesmo melhor que Vale e Azevedo em recursos dilatórios e excede todos os outros arguidos da nossa praça com as suas qualidades naturais para o burlesco melodramático. Entre arguidos, António Preto é um primo inter pares. Ao fazer tão arrojada escolha para o elenco político que propõe ao país como solução para a nossa crise de valores, Manuela Ferreira Leite só pode querer corrigir a percepção que o eleitorado possa ter de que ela é uma cinzentona sem espírito de humor e que o seu grupo parlamentar vai ser o nacional bocejo.
-
A líder social-democrata respondeu às marcantes investidas de Pinho com as inimitáveis braçadas de Preto. Arguidos na vida política há muitos, mas como António Preto há só um. Quem o tem, tão fresco e irreverente como na primeira investigação judicial, é Manuela Ferreira Leite e o seu PSD. Karl Marx, na introdução à Crítica da Filosofia do Direito de Hegel, escreve que "a fase final na história de um sistema político é a comédia".
-
Com estas listas do PSD e com a inspiração guionística de António Preto, Ferreira Leite está a escrever o último acto.
-
Enviado por um fiel leitor deste blogue que não é palhaço.

O CASO DA BANDEIRA MONÁRQUICA


Queixam-se da bandeira desaparecida. Património público. Compreendo. Por cá também desapareceu uma bandeira. Azul, branca e com uma coroa. Propriedade privada. Ao abrigo da Convenção de Genebra sugiro uma troca de prisioneiros. Combinamos num parque de estacionamento. De um lado polícias municipais do outro Darth Vaders. Nós entregamos a bandeira municipal e do outro lado devolvem a nossa querida bandeira monárquica. É que vai fazer falta para as próximas acções.
publicado por Rodrigo Moita de Deus às 01:40
link o 31 da armada restaurou a monarquia sozinho e sem armas (18) (Retirado do blogue 31 da Armada)
-
À MARGEM: Não aplaudo nem critico.
Tanto se me dá como se me deu estar no Governo, de Portugal, a República ou a Monarquia .
Que esteja no Poder o que governe melhor.
Porém é triste como segue a segurança, em Portugal aos edifícios de utilidade pública.
Dá a entender que nosso país tudo segue ao calha e de improviso.
Está na memória, ainda fresca, o incêndio do edifício da Câmara Municipal de Lisboa que nunca se chegou a saber se o fogo foi intencional, para cobrir ilegalidades que corriam de rumores existirem por lá ou acidental.
Fala-se que os autores da arvoração da bandeira, monárquica, serão chamados a contas à Justiça.
Tenho certas dúvidas se deverão ser só estes e se os responsáveis pela gerência da Câmara Municipal de Lisboa, ficarão impunes da negligência, de deixarem a segurança do edifício ao "Deus dará"!
Está visto que neste país tudo segue ao sabor da aragem do vento.
José Martins

AFEGANISTÃO: UMA GUERRA SEM VENCEDORES


Um pai transporta seu filho depois de ferido durante um ataque dos talibãs em Pul-i-Alam, capital do Afeganistão FRANCE PRESS
Os Talibãs continuam a ganhar terreno em vésperas das eleições no Afeganistão.
-
Os terroristas encontram-se, em alguns prédios do governo em PUL-i-Alam, capital da província.
-
A guerra no Afeganistão é difícil, dura e firme com curtos períodos de calma causada pela neve e o frio extremo que são confundidos com uma esperança de paz.
-
Não há nenhum inimigo visível que deia a cara para lutar, mas, apenas, uma espécie de sombra que desvanece a esperança de se baterem os soldados com os talibãs.
-
Foguetes, frequentemenete são disparados em direcção à base espanhola em Herat (Afeganistão).
-
A nove dias de uma eleição presidencial, os optimistas acreditam que irá mudar o rumo de uma guerra que o Ocidente não está a ganhar.
-
Os talibãs estão cada vez mais agressivo e atacam no norte e oeste e afastando-se para as províncias limítrofes ao Paquistão e ao Sul do Helmand e Kandahar, onde se sentem fortes. Travaram combates sangrentos durante dois meses com tropas do Reino Unido e os E.U.... "
RAMÓN LOBO Kabul 10/08/2009 /El País

ALARME EM CIMA DO TSUNAMI CANCELADO


Imagem de um Tsunami

O alarme em cima de cautelas do Tsunami e a possível subida da água do mar foi cancelado.
-
O sismo foi centrada sobre 262 quilómetros a norte de ilhas Andaman e da Índia teve lugar às 19,56 GMT, relatou o serviço de vigilância dos Estados Unidos "Geological Survey (USGS)" em Denver, Colorado. Atingiu, a escala de Ritcher 7,3, no início da manhã de hoje (11.08.09) hora local (Ásia) e o tremor acontecer a 30 quilômetros abaixo da superfície terrestre.
-
O "Pacific Tsunami Warning Centre", no Havaí emitiu um aviso, de precauções a tomar, a Bangladesh, Índia, Indonésia, Myanmar e Tailândia, informando que o terremoto foi forte e suficiente para produzir um Tsunami dentro de um raio de 1.000 quilómetros ao longo das costas e a partir do seu epicentrodo
-
No entanto, foi cancelado o aviso das consequências que poderiam advir, algumas horas mais tarde ", dado que os níveis do mar indicam que um grande tsunami não foi gerada." / / DPA
-
Fonte "The Nation" - Banguecoque/ Tradução livre - José Martins

NOTÍCIAS EM DESTAQUE (11.08.09)



"Quem muda Deus ajuda! Parabéns ao Zé Moniz

José Eduardo Moniz vice-presidente da Ongoing Media
Ontem
3 comentários

O adorável contador de "galgas". Seriedade onde mora nele?


Opinião: Uma escolha decisiva
JOSÉ SÓCRATES.
O Partido Socialista, cumprindo com seriedade e sentido das responsabilidades o seu dever democrático, apresentou já, publicamente, o seu programa eleitoral. É um programa de ambição e de futuro. Mas é também um programa com prioridades muito claras: vencer a crise, modernizar o País, reduzir as desigualdades sociais.



Uma "muchachita" espanhola inteligente! Só que tenho umas certas dúvidas se as "mamas" são naturais ou do tipo de câmara de ar, igual, aos pneus de bicicleta.
Nereida enriquece à custa de Ronaldo
Passou de auxiliar de enfermeira a empresária e comprou um carro de luxo
Claro que devem mentir e conseguir uns trocos para os festivais de música e a compra de umas "ervinhas". O trabalho: "mas caganda seca"!!!
Jovens mentem para ter apoio do Estado
O programa de arrendamento jovem do Governo, o Porta 65, renovou o subsídio a 3356 candidaturas, cerca de 77% do total de jovens que já gozavam deste apoio do Estado. Segundo os dados do Instituto da (...)

Os filhos mais infelizes do planeta que nunca chegarão a saber quem é o pai deles! Americanices, americanices, é o que é, em procura da herança do pobre Michael, que não deu para procriar...
Filhos de Michael Jackson com vários pretendentes a pais
Pois é isso... A TAP com greves e em tempo de crise é o mesmo que ir para a falência e não tarda.
Greve vai custar à TAP cinco milhões diários
12 comentários [395 visitas]


Petróleo, flores e sorrisos da Hillary Clinton

A secretário de Estado norte-americana, Hillary Clinton, deixou hoje Angola sem prestar declarações, após uma audiência com o Presidente angolano, encerrando uma visita de 24 horas que o embaixador dos EUA em Luanda definiu como «histórica». Clique aqui http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Internacional/Interior.aspx?content_id=144901 para ler a notícia



Autores da troca da bandeira da CML pela da monarquia incorrem em penas de prisão
Os quatro elementos do blogue 31 da Armada (31daarmada.blogs.sapo.pt) que, durante a madrugada de hoje, escalaram a varanda da câmara de Lisboa e substituíram a bandeira municipal pela bandeira da monarquia, incorrem pelo menos em três crimes: furto, entrada em local vedado ao público e ultraje de símbolo nacional.

Comentar
Ler comentários (202)
“Darth Vaders” do blogue 31 da Armada hastearam bandeira da monarquia na Câmara de Lisboa Câmara faz queixa à PSP

BANDEIRA DA MONARQUIA - NEM AO DIABO SERIA CAPAZ DE LEMBRAR!



A Câmara Municipal de Lisboa não quer ainda revelar qual o procedimento que irá tomar sobre o facto de esta madrugada a bandeira do município, hasteada na varanda dos Paços do Concelho, ter sido substituída pela bandeira azul e branca da monarquia.
-
Vídeo do hastear da bandeira monárquica na Câmara de Lisboa
Quatro pessoas, envergando a capa e a máscara de Darth Vader, escalaram esta madrugada o edifício da Câmara de Lisboa e retiraram a bandeira...

FUJAM! FUJAM!... ESTÃO AÍ OS FRANCESES!


Portugal defende-se das tropas de Napoleão (Jornal Expresso)
Está em curso a evocação dos 200 anos das lutas entre o exército anglo-luso e as tropas francesas que atacaram Portugal entre 1807 e 1812.
-

À MARGEM; Boas razões tenho eu para não me acreditar na União Europeia. Chamou-me à atenção a peça, publicada no "Expresso" a evocar os 200 anos das invasões francesas a Portugal. Há anos li, muito á pressa, a obra de Raul Brandão " El-Rei Junot". Deixo de explicar as razões porque duvido do casamento, Portugal/União Europeia e vou, apenas, inserir alguns textos da obra do grande escritor:
-
"Fujam! Fujam!... Na quarta-feira à noite juntam-se as riquezas das reais capelas, de Queluz, da Ajuda, da Bemposta e as do palácio real, as preciosidades, os tesouros que tinham celebridade na Europa. É um verdadeiro saque: calcula-se que vão para o Brasil mais de 80 milhões de cruzados. Deixa-se o calote, os empregados públicos por pagar, os cofres varridos, o papel-moeda depreciado em 30% - e a ralé para sofrer. Essa fica para o drama. E diz, olhando cheia de tristeza os reis, os fidalgos, as trouxas levadas de escantilhão para bordo:
-
- Lá vai tudo para a Inglaterra!...
-
O Príncipe geme. Na véspera tinha-lhe dado, mais violento um ataque de hemorroidal. E com a beiça caída, vágados, mal podendo sentar-se nos estofos, a mulher aos berros, a mãe aos gritos: - O inferno! o inferno!....
-
- E a nobreza? «Os fidalgos (os que ficaram em Portugal) crescendo em delícias, crápula, ódio, moleza e jogo, não é de admirar que sejam brutais em seus apetites, incapazes de freios em seus transportes e mais dobradiços que uma cana ao sopro de alheia persuasão, mais porosos que as esponjas para sorver sem dificuldade todo o mal da maledicência, todo o ácido da inveja e o mais pestífero veneno dos aduladores e cortesã perfídia» Laura Junot afiança: « A nobreza não tem educação nem talento. Passa a vida em cortesias ridículas.» E Beckford completa o quadro comestas tintas: O arcebispo de Tessalonica chama para junto de si e do inglês, o visconde de Ponte de Lima, o marquês do Lavradio, o conde de Óbidos e mais alguns fidalgos de serviço, todo é claro de farda, e quem sabe se cobertos de veneras de alto e baixo - e apontando diz: - «Meu caro inglês, tudo isto ´~e uma súcia de marotos aduladores: não acredite nem uma palavra do que eles lhe disseram Apesar de brilharem como oiro, a lama não é mais vil: eu conheço-os bem.
-
E para concluir: "Esta Lisboa fedorenta e devota - corre ainda a descoberto em grande parte da cidade o rego das inundices e de noites e de noite despejos ignóbeis são atirados para a rua - produz a sécia delambida, com ais, postiços, moscas de tafetá, o peralta, o bojudo frade, a velha alcoviteira, o desembargador, o poeta, o almiscarado cadete. A mescla de devassidão, da friovolidade, de grosseria, os saguões, O Manique, os fidalgos, a corte, a Igreja, os restos de grandeza da Índia - dão estes produtos singulares...Repicam sinos: são as trezenas em Santo António dos Capuchos, e lá vão a moça, o cadete e o frade para o namoro. Nenhuma sécia perde também a famosa Aleluia dos Paulistas, tão da moda. Passa a preta do mexilhão e apregoa: Erci tem aio aio e azeite de Santarém, passa o peralta de grandes fivelas nos sapatos.
-
Abaixo um comentário de um leitor do Expresso.
-
NADA TENHO CONTRA;ESSA DE REVER AS INVASÕES DOS BANDIDOS;DOS FRANCESES;OU SEJA DO ASSALTANTE;E BANDIDO DO NAPOLEÃO FRANCÊS;AO MEU PAÍS;E AO MEU POVO BOM PORTUGUÊS;POIS AS TAIS ELITES;COMO SEMPRE;JUNTAMENTE COM O TAL REI ;POIS INFELIZMENTE FUGINDO PARA A TAL COLÓNIA DA ÉPOCA DO BRASIL.;CHAMADO NA HISTÓRIA DE PORTUGAL;COMO D.JOÃO VI.QUANDO VIU O RABO A ARDER;NÃO FOI CAPAZ O SUFICIENTE VALENTE;PARA ENFRENTAR OS BANDIDOS DOS NAPOLEÓNICOS;NESSA TAIS INVASÕES;CHAMADAS DE FRANCESAS.ESPERO QUE A HISTÓRIA OFICIAL ENSINE A JUVENTUDE DO MEU PAÍS;A VERDADE SOBRE O QUE ACONTECEU AO MEU POVO PORTUGÊS;POIS,ESSAS TAIS INVASÕES;APENAS FORAM ;UMA AFRONTA PARA COM O MEU POBRE POVO.NUNCA VI LÁ NOS TEMPOS QUE EU ESTUDEI NAS ESCOLAS PORTUGUESAS;DIZEREM A VERDADE.AFINAL;QUANDO AS TROPAS DO BANDIDO DO NAPOLEÃO;CHEGARAM AO MEU PAÍS;FIZERAM UMA RAZIA;MATANDO;INCENDIANDO;E DESTRUINDO;TUDO NO SEU CAMINHO.ESTRUPARAM AS NOSSAS MULHERES;MATARAM VELHOS;CRIANÇAS;E TODOS AQUELES QUE LHES APARECIAM PELA FRENTE.E NÃO CONTENTES;COM ESSAS DESTRUIÇÕES;EM MASSA;ROUBARAM,E SAQUEARAM TUDO QUANTO ENCONTRARAM NOS MUSEUS;E TUDO QUANTO ENCONTRAVAM;EM CASAS PARTICULARES;OU PALÁCIOS;DO TAL REI COVARDE.D.JOÃOVI.EM VEZ DE TER FUGIDO;PARA O BEL PRAZER DA COLÓNIA BRASILEIRAÁ ÉPOCA;DEVERIA TER ORGANIZADO;UM EXÉRCITO;E ENFRENTADO AS TROPAS;DO TAL BANDIDO DO NAPOLEÃO.INFELIZMENTE;A HISTÓRIA OFICIAL;SEMPRE INVENTA UMA MANEIRA;DE CONSIDERAR;OS REIS,COMO HERÓIS.E AQUI TINHAM QUE ESTAR OS AMIGOS DOS INGLESES;RINDO Á TOA..
P.S. "El-Rei Junot" - Biblioteca de Autores Portugueses - Imprensa Nacional - Casa da Moeda

A VINGANÇA DO PEQUENO LÍDER


Durante o reinado dos Socretinos, Manuela Ferreira Leite foi das maiores criticas de todos os líderes do PSD até chegar ela a essa liderança. Agora, com as “argoladas” da Manelinha, chegou a hora de lhe pagarem na mesma moeda e até o Marques Mendes abriu a boca para a desancar. Ela merece e, como muitos dizem, a vingança serve-se fria.
Da nossa avença KAOS