Translator

domingo, 23 de agosto de 2009

VAMOS LIMPAR PORTUGAL!


Um novo blogue surge, hoje, para limpar Portugal.
-
Junte-se a nós.
-
Vamos limpar Portugal dos mentirosos, dos corruptos, da falta de transparência, dos golpistas, dos oportunistas, dos hipócritas, dos cínicos e outra gente que anda por aí que carcomida este pobre país.
-
Altura que surjam novos messias que façam Portugal voltar a retomar a dignidade dos tempos idos.
-
Este país não pode, continuar a ser governado, dentro de esquemas, levados a cabo por gente habilidosa, onde para eles não existe o sentido da nacionalidade mas, apenas, o umbigo, os prazeres da vida à conta do sacrificado e humilde Povo Português.
José Martins
River Kwai - Kanchanaburi - Tailândia

HOMILIA DE SEGUNDA-FEIRA (24.08.09)



Estas novas tecnologias de comunicação além das muitas desvantagens trouxe algumas excelentes. Por exemplo ler as notícias na hora a 15 mil quilómetros de distância.
-
São 5 da manhã do dia 24 de Agosto quando em Portugal são umas 11 da noite de Domingo. Nos jornais de hoje ainda as notícias não estão escarrapachadas no seu todo. Mas antes que elas me cheguem vou referir-me à tão falada viagem de José Sócrates à Ilha da Madeira.
-
Para compor o ramo o primeiro-ministro logo à cabeça:
o insulto degrada a democracia e a liberdade e é uma arma dos fracos”.
-
Não entendo nem dá para perceber qual a mensagem que José Sócrates pretende transmitir ao Povo madeirense. Também não sei se foi apupado à chegada ou caminhou por cima de um tapete de rosas.
-
Mais adiante acrescentou:
“não venho aqui para dar lições de boa educação, nem para ensinar boas maneiras ou o é de bom gosto, os que insultam, insultam-se a si próprios”.
-
Ora o que se entende é que José Sócrates, como um desesperado e a sentir que já está a rebolar no meio da montanha e preste a fragmentar-se quando chegar ao solo.
-
Numa das passagens de seu discurso lá vai ele com mais uma “galga” e muito parecida à história do “matulão”, junto a um menino que o engana e toma-lhe o pão.
-
Revela a nova medida do apoio à natalidade em que o recém-nascido, logo que saiam das entranhas da mãe é lhe aberta uma conta-poupança bancária de 200 euros e aos 18 anos (se lá chegar com vida), levanta o cacau.
-
Cavaladas iguais a esta de José Sócrates estão os portugueses cheios até à ponta dos cabelos, desde que foram ludibriados (até com alguma boa arte de bem saber mentir) confiando no seu palavreado concedendo-lhe a maioria para governar.
-
Não adianto mais nesta homilia, mas não deixo de mencionar as personalidades que antes de José Sócrates visitaram a Fonte do Bispo, na Madeira, para participar na Festa da Liberdade foram os socialistas: "Ferro Rodrigues, Paulo Pedroso, Jorge Coelho, Edite Estrela e Augusto Santos Silva".
-
Não vou referir o curriculum vitae de cada uma das personalidades, do Partido Socialista, acima mencionadas, porque se o fizesse teria aqui pano, de sobra, para mangas.
Ámen
José Martins
River Kwai - Kanchanaburi - Tailândia