Translator

terça-feira, 29 de setembro de 2009

SEMPRE A REVISTA "CARAS" - METIDA NAS COISAS E LOISAS DA DIPLOMACIA DO SUDESTE ASIÁTICO...!!!


A cumplicidade de Maria Eduarda Monteiro Grilo com Jaime Leitão

A decoradora e o diplomata surgiram juntos na festa de apresentação de um novo modelo da Mercedes.A cumplicidade de Maria Eduarda Monteiro Grilo com Jaime Leitão na festa de apresentação de um novo modelo da Mercedes, em Sintra, Maria Eduarda Monteiro Grilo surgiu acompanhada por Jaime van Zeller Leitão. Apesar de se ter recusado educadamente a fazer qualquer comentário, a verdade é que a decoradora também não desmentiu a existência de uma relação com o diplomata. Esta foi a primeira vez que Maria Eduarda, que completou 60 anos a 9 de Março, e Jaime, de 52, surgiram juntos num evento público, e nem a hesitação no momento de posar para as fotografias fez esmorecer a boa disposição que o casal evidenciou durante toda a noite. Para a decoradora, a sorte no amor junta-se a um bom momento profissional, com a promessa de novidades para muito breve. Refira-se que Jaime Leitão foi o responsável pela organização e logística da última presidência portuguesa da União Europeia, que decorreu no segundo semestre de 2007.

http://aeiou.caras.pt/a-cumplicidade-de-maria-eduarda-monteiro-grilo-com-jaime-leitao=f18218


À MARGEM: Já em 2001 a revista "Caras" inseriu em grande plano o casamento de Carlos Cruz na Embaixada de Portugal em Banguecoque... Os padrinhos: O embaixador Tadeu Soares, a portuguesa Ana Maria Tavares e o vice-cônsul (nem de aviário era) o Nuno Mota Veiga que segundo se consta está preparado para entrar na diplomacia portuguesa pela "mãozinha" de Tadeu Soares. Estou mortinho de curiosidade de ainda ver uma foto da Lili Caneças junto a um diplomata português.

José Martins

EU NÃO DISSE.... QUE ME CHEIRAVA A ESTURRO A EMBAIXADA DE PORTUGAL EM SINGAPURA?


DADINHA (Sempre uma na vida de um "pândego" a dar um empurrãozinho)
-
NOTADORES@ Singapura
@ Do ministro plenipotenciário Heitor Feytor:
O MNE não nomeou afinal a do seu gabinete e a melhor amiga do delegado da AICEP em Singapura, de nome Carlos Moura.
Nomeou como Encarregado de Negócios, para abrir a Embaixada de Portugal na cozinha da AICEP em Singapura, Jaime Van Zeller Leitão.
Um conselheiro que terá alguma capacidade de organização - já que esteve à frente da Presidência portuguesa da UE.
Ou foi só para a fotografia?
Como é público, rapaz de 53 anos, divorciado ( a mulher entretanto casou com outro, o que acontece a muito boa gente) aparecendo na Caras com a Dadinha (ex- Ribeiro da Cunha).
É da linha Van Zeller, logo CIP. Rapaz alto, de boa estirpe, que poderá cair na tentação de olhar de cima para baixo, o que nestas paragens é pecado fatal.
Mesmo entre os ricões conta nada a linhagem.... antes pelo contrário que isto é terra de "coolies" ou de "self made men" que sabem usar o cabedal e a inteligência e não são de pergaminhos.
Tem a seu favor terem-lhe passado um cheque mensal de 6.000 euros para alugar casa... Diria um casarão.
Veremos o que faz.
De acordo com o StatLink (Singapore Trade Statistics) as importações de Singapura com origem em Portugal, no período de Janeiro a Junho de 2009, em pouco ultrapassaram os 37 milhões de dólares de Singapura, valor que representa 10% das importações em igual período de 2008, que tinham alcançado os 353 milhões de dólares de Singapura (265 milhões de dólares em igual período de 2007).
Lá se foi a Qimonda para sempre e agora veremos as habilidades da nossa diplomacia económica.
-
Heitor Feytor, m-p
Telegrama de Terça-feira, Setembro 29, 2009

Fonte:
http://notasverbais.blogspot.com/2009/09/notadores-singapura.html
-
À MARGEM: Já há tempos insurgi-me quanto à infeliz ideia de abrir uma embaixada de Portugal na cidade-nação em Singapura.
Naquele país e por muitos anos a diplomacia portuguesa esteve, e bem, representada por mais de 25 anos pelo cônsul honorário Charles Letts.
O embaixador (não residente) foi sempre o acreditado, em Banguecoque, no Reino da Tailândia.
Há cerca de uns dois anos, foi triunfalmente aberto, um insípido gabinete do AICEP, ( o inventado pelo ex-ministro Martins da Cruz para destruir o ICEP) e nomeado Carlos Moura que desde logo (claro está....) pretende o estatuto de diplomata, que o Governo de Singapura não lho concedaria dado que Portugal não tinha, ali, embaixada mas um embaixador não residente.
O Carlos Moura, um pobre diminuido a representar o comércio de Portugal em Singapura, lhe daria muito gosto se misturar com a diplomacia, estrangeira na cidade-nação, basofiar: "aqui estou eu o mui digno e pragmático embaixador do comércio de Portugal em Singapura!".
Desde logo entrou a sua melhor amiga a Dadinha, "cleopatriana", (sempre as mulheres na política e na diplomacia...) na contenda e aberta a cozinha (com estatuto de embaixada de Portugal) e o delegado do AICEP Carlos Moura, não continua a viver um desgarrado em Singapura e tendo com isto um "parceiro" para os copos, no quotidiano.
Mas um delegado do AICEP e um Encarregado de Negócios em Singapura custam os olhos da cara ao contribuinte português...
Foi o mesmo que o ministro dos Estrangeiros, Luis Amado lançar semente em terra seca que nunca fará germinar fruto nenhum.
Afinal as "tais" capelinhas das Necessidades continuam vivas e sob os claustros movimentam-se forças ocultas onde me parece que as senhoras (as Dadinhas) são raínhas.
Maus ventos continuam e não param de soprar no Sudeste Asiático. Voltarei, ao assunto, em tempo e oportuno.
José Martins
-
P.S. O autor do texto acima é um velho conhecedor do comércio e diplomacia no Sudeste Asiático, funcionário reformado do Ministério dos Negócios Estrangeiros ex-representante do ICEP de 1997 a 2002. Serviu Portugal por 24 anos na Embaixada de Portugal em Banguecoque

O INDOMÁVEL KAOS E A "BARRACADA" DAS ELEIÇÕES


A peixeirada do Portas


O Paulo Portas foi, sem duvida nenhuma, aquele que ficou mais satisfeito com os resultados eleitorais que conseguiu. Subiu em número de votos e de deputados e ficou o único partido em condições de fazer um acordo ou aliança com os Sócretinos, gente de quem acabou por ser o maior aliado nestas eleições. Enganosamente tenta convencer-nos que foi o responsável pela perda da maioria absoluta do PS, quando essa maioria à muito estava perdida. Não foi ao PS que o Portas foi roubar votos, mas sim ao PSD, aproveitando a desastrosa campanha da Manelinha Ferreira Leite, e facilitando a vitória daquele que diz ser o seu inimigo, os Sócretinos. Esta subida do CDS só prova que, em tempos de crise e de desespero, recorrer ao populismo, o nacionalista e aos mais baixos sentimentos humanos, como a inveja e capitalizando o “ódio” que pregou aos imigrantes e ao rendimento mínimo, dá resultado. Aproveite o momento e “reze” para que a confusão continue a reinar no PSD, pois mais cedo ou mais tarde não há peixeiras nem peixeiradas que lhe segurem os votos.

A vitória de ficar em 5º lugar



Ouvir as declarações de alguns partidos na noite eleitoral tornou-se quase dramático. Todos queriam cantar vitória mas alguns tiveram alguma dificuldade em o fazer. O PCP foi um deles e ficou ridículo quando usaram a não maioria absoluta, o aumento de 30 mil votos e um deputado como uma grande vitória. Não foi, quando havia mais meio milhão de eleitores, (quase tantos como os desempregados), um governo do PS que tinha criado tanta gente a odiar o Sócretino e foi ultrapassado pelo BE, que duplicou o numero de deputados e pelo CDS que passou a terceira força parlamentar com mais de 10% dos votos. É o que dá querer que “vá cada um na sua bicicleta”, arrisca-se a ficar em ultimo lugar.


Uma festa estragada


A noite até que não lhe tinha começado mal. As sondagens davam-lhe mais votos, mais deputados, estava à frente do CDS e o PS estava acima dos 38%. Razões para celebrar e cantar vitória. Vitória que tiveram ao duplicar o numero de deputados, sem duvida, mas uma festa estragada porque acabaram por os seus votos somados aos do PS não permitirem uma maioria na Assembleia e assim manter uma possibilidade de negociar com os Sócretinos. Isso e ainda acabaram ultrapassados pelo CDS, esse sim a ocupar a posição e a ter o poder que o bloco pensava ir ter. Uma vitória com um travo amargo esta do BE.
Da nossa avença.KAOS

GRANDE REPORTAGEM - SIGA COMIGO

A partir do próximo dois de Outubro este blogue não vai "teclar" política, lavar roupa suja e inserir, algumas, notícias de interesse.
Uma grande viagem me espera que ainda não faço ideia os milhares de quilómetros que serão percorridos, quase no estilo de rali.
O meu amigo Chaiyuth e anfitrião desta longa viagem não é nada "meigo" na estrada...
Sempre "prego ao fundo" e em algumas alturas, depende da estrada, chega mesmo aos 180 à hora.
Mas sigo tranquílo com a minha vida nas mãos dele!
Não vamos ter problemas de radares a controlar a nossa velocidade e polícias a "cada quilómetro", a `sacar´ a multa e a disturbar o nosso rodar.
Ao fim de cada "virada", do percurso, no hotel, lá estarei a dar conta onde me encontro e o que foi observado, com imagens, durante o trajecto.
Até lá!
José Martins

DEFENDAM OS LIVROS!




NOVA PETIÇÃO MIL: "NÃO DESTRUAM OS LIVROS!"
Verificando-se que editoras nacionais estão a proceder à desativação comercial dos livros não esgotados mediante a sua destruição, e que esta hipótese é igualmente contemplada pela editora do Estado português, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, o MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO considera isto um escandaloso crime de lesa-património, que vai fazer desaparecer muitos milhares de volumes preciosos da nossa cultura que, apesar do seu valor, não tiveram sucesso comercial junto do grande público.
Perante esta situação, o MIL apela a todos os cidadãos que assinem esta petição, exigindo que as editoras nacionais, e em particular a Imprensa Nacional - Casa da Moeda, não destruam as obras em questão, oferecendo-as antes às bibliotecas, escolas e centros culturais nacionais, aos leitorados de Português e departamentos onde se estude a Língua e a Cultura Portuguesas nas universidades estrangeiras, bem como às universidades e centros culturais dos países lusófonos. Para tanto, os Ministérios da Cultura, da Educação e dos Negócios Estrangeiros (este através do Instituto Camões), bem como a TAP AIR Portugal, devem-se articular com as Editoras na estratégia da distribuição e transporte dos livros a nível nacional e internacional.
Em vez de se destruir património precioso e insubstituível, esta é uma ótima oportunidade de se prestar um serviço à cultura e à educação nacionais, bem como de promover a cultura portuguesa no espaço lusófono e no mundo, tarefa por todos reconhecida como fundamental na qual o Estado não se tem empenhado devidamente.
PARA ASSINAR:
http://www.gopetition.com/online/28707.html
MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO
Comissão Coordenadora
Nota de apresentação: O MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO é um movimento cultural e cívico recentemente criado, em associação com a NOVA ÁGUIA: REVISTA DE CULTURA PARA O SÉCULO XXI, que conta já com quase um milhar de adesões, de todos os países lusófonos.
A Comissão Coordenadora é presidida pelo Professor Doutor Paulo Borges (Universidade de Lisboa), Presidente da Associação Agostinho da Silva (sede do MIL).
A lista de adesões é pública como se pode confirmar publicamente
(
www.novaaguia.blogspot.com), são pessoas das mais diversas orientações culturais, políticas e religiosas, pessoas dos mais diferentes locais do país e de fora dele.
Se concorda com esta petição, pedimos-lhe que a subscreva e publicite.
Se quiser aderir ao MIL, basta enviar um mail:
adesao@movimentolusofono.org
Indicar: nome, e-mail e área de residência.
Entretanto, as outras 2 últimas Petições lançadas pelo MIL continuam on-line:
EM PROL DE UMA VERDADEIRA DEMOCRACIA REPRESENTATIVA:
http://www.gopetition.com/online/26885.html
EM PROL DA CONSTRUÇÃO DE UM ESTADO DE DIREITO DEMOCRÁTICO NA GUINÉ-BISSAU:
http://www.gopetition.com/online/26953.html
SOLICITAMOS QUE REENVIE ESTA MENSAGEM
MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO (www.movimentolusofono.org)
Blogue associado: NOVA ÁGUIA: O BLOGUE DA LUSOFONIA (novaaguia.blogspot.com)
SEDE: ASSOCIAÇÃO AGOSTINHO DA SILVA (Rua do Jasmim, 11, 2º 1200-228 Lisboa; E-Mail:
AgostinhodaSilva@mail.pt; Tel.: 21 3422783 / 96 7044286;

http: www.agostinhodasilva.pt ; NIF: 503488488; NIB: 0033 0000 2238 0019 8497 2)

EU NÃO INVENTO NADA....PUBLICO AQUILO QUE ME ENVIAM...!!!

Sem comentários…
Curriculum Vitae de Maria de Lurdes Rodrigues
Mais uma para a fogueira...
"CURRICULUM VITAE" DE MARIA DE LOURDES RODRIGUES
Interessante é ver como, em Portugal, um Professor que NUNCA FOI AVALIADO chega ao topo da Carreira Docente (Ministra da Educação!) e se põe a disparar em todos os sentidos contra os Professores-não-avaliados.
Vejamos, a Dr.ª Maria de Lurdes tirou o antigo 5.º ano (actual 9.º ano) e ingressou no Magistério Primário (naquele tempo eram dois anos de curso). Deu aulas na Primária até se inscrever no ISCTE (com o 5ºano + 2 anos de Magistério Primário!).
No ISCTE, ao fim de 5 (CINCO) anos de estudos em curso nocturno (ou seja...tinha o 9º ano, mais 3 anos corresponde ao 12º e com mais 2 anos...), saiu com um DOUTORAMENTO que lhe permitiu dar aulas (?!) nesse ISCTE, por acaso onde o Sr. Engenheiro fez uma pós-graduação (mestrado?) a seguir à "licenciatura" da Universidade Independente. Digam lá que não lhe deu um certo jeito nunca ser PROFESSORA AVALIADA!
Mais recentemente, indo ao site do governo:

(
http://www.portugal.gov.pt/Portal/PT/Governos/Governos_Constitucionais/GC17/Composicao/Perfil/MariaLurdesRodrigues.htm),
(Tenho muita pena em vos dizer que foi retirado o URL, acima, da Internet)
podemos comprovar a extensa "obra" desta senhora....
... A menos que eu esteja ceguinho, não vi nenhuma publicação relacionada com a Educação!!! No entanto, esta senhora é "perita" em matéria de educação. Além disso, dá para verificar que a senhora é um ver-se-te-avias a escrever ou co-escrever coisas (de engenharia, tecnologia, industria e afins...), mas fico a pensar, que tempo dedicava aos alunos do ISCTE... se é que realmente chegou a dar aulas a sério...
ATT. SENHORES PROFESSORES DOUTORES UNIVERSITÁRIOS:
NO SITE DO GOVERNO É CLARAMENTE DEMONSTRADA UMA ILEGALIDADE NO PERCURSO ACADÉMICO DA SENHORA MINISTRA.
Além do facto de se desconhecer o título da Tese de Doutoramento, não existem evidências de ter realizado nenhuma dissertação de Mestrado. Refere-se uma passagem directa da Licenciatura para o Doutoramento.
Partindo do pressuposto que o curriculum estará cronologicamente bem elaborado,como é possível
"Coordenou projectos de investigação e grandes operações de inquérito e orientou teses de mestrado e doutoramento" antes do seu próprio Doutoramento???
AFINAL QUEM É QUE DEVIA SER AVALIADO !?
...e já agora qual é o modelo de avaliação dos nossos Governantes??????
DIVULGUEM POR FAVOR, ISTO É RIDÍCULO!!
Fonte: Enviado por um leitor que respeitando a deontologia não divulgo o nome