Translator

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

E QUE TAL UMA VISITA AO TRIBUNAL INTERNACIONAL DE HAIA

.

.
Tony Blair considerou que a invasão do Iraque se teria justificado mesmo que a presença de armas de destruição massiva não tenha sido provada, uma vez que Saddam Hussein «representava uma ameaça para a região». «Evidentemente, que teríamos usado e desenvolvido argumentos diferentes quanto à natureza da ameaça».
Teriam de ter inventado outra desculpa, quis ele dizer. Mas quem é ele para decidir se um país soberano deve ou não deve ser invadido por ele não gostar do líder desse país?

Quem lhe concedeu o direito de se considerar policia, juiz e carrasco?

Está na hora de o levar perante a justiça internacional para ser julgado por crimes contra a humanidade e contra o direito internacional.
-
Ele, e toda a corja que na altura colaborou num crime que custou a vida a centenas de milhares de inocentes.
-
Enquanto esta gente não for castigada vai continuar a fazer o mesmo noutros países do mundo para servir a indústria de armamento, os grandes negócios e o poderio do Império Americano.
Da Avença KAOS
.
À MARGEM: - E os outros? Durão Barroso, Aznar e Bush continuam andar por aí a ser julgados pela opinião, internacional, pública e não deverão sentar o "rabo" no Tribunal de Haia? Como é? Um peso e duas medidas?

AS "PAQUITAS" DE PUERTO RICO

Pinpix

Estou muito precupado que os meus amigos não tenham as festas do Natal com um sorriso. Aí lhes vai as "Paquitas" de Puerto Rico numa das suas, muitas, características, danças.

Um clique em baixo

http://pinpix.ig.com.br/Widgets.mvc/
Visualiza/200912160428522772708?v=4183792

CASO BPN: ESCÂNDALO E IMPUNIDADE

.

.
A burla cometida no BPN não tem precedentes na história de Portugal !!!
-
O montante do desvio atribuído a Oliveira e Costa, Luís Caprichoso, Francisco Sanches e Vaz Mascarenhas é algo de tão elevado, que só a sua comparação com coisas palpáveis nos pode dar uma ideia da sua grandeza.

.
Com 9.710.539.940,09 € (NOVE MIL SETECENTOS E DEZ MILHÕES DE EUROS…..) poderíamos:
.
Comprar 48 aviões Airbus A380 (o maior avião comercial do mundo).
-
Comprar 16 plantéis de futebol iguais ao do Real Madrid.
-
Construir 7 TGV de Lisboa a Gaia.
-
Construir 5 pontes para travessia do Tejo.
-
Construir 3 aeroportos como o de Alcochete.
.
Para transportar os 9,7 MIL MILHÕES DE EUROS seriam necessárias 4850 carrinhas de transporte de valores!
-
Assim, talvez já se perceba melhor o que está em causa.
-
Distribuído pelos 10 milhões de portugueses,
caberia a cada um cerca de 971 € !!!
-
E que tamanho deveria ter a prisão para albergar esta gente?!

IMPRESSIONANTE MACAU DEZ ANOS DEPOIS!

-
Um "gajo" porreiro e meu velho amigo o Dino Sena Fernandes, acabou de me enviar a nova "Face de Macau".
-
Impressionante como Macau é depois de 22 anos e ali permaneci de 1987 a 1988.
-
Naquele tempo, Macau, ainda tinha um cherinho de como tinha sido no tempo do poeta Camilo Pessanha e do Venceslau de Morais.
-
Macau cresce com o desenvolvimento económico da China e este não vai parar!
-
Cliquem em baixo e analise o Macau de hoje.
-
Uma excelente e grande reportagem que a Revista Visão, com sabedoria, trouxe para a praça pública.
José Martins

10-12-2009 A nova face de Macau_Visão.pdf
2872K
Visualizar como HTML Transferência

O PROCESSO DA CASA PIA - AVIVAR A MEMÓRIA

Sócrates, Mário Soares, Vieira da Silva, Paulo Pedroso, ...
Um clique a seguir
http://www.youtube.com/watch?v=HbBjOs8gE5w

ESTOU MUITO IMPRESSIONADO COM O AMOR "TITANIC" DO PADRE RUI E DA FÁTIMA

-
Continuo muito impressionado com o amor do Padre Carlos e a Fátima. Está visto... O amor continua a ser enterno! Assim dediquei aos amorosos nubentes (com música) um Titanic.
Um clique

CARTA ABERTA AO MEU EX-PATRÃO PROFESSOR GUILHERME COSTA

.


Caro Prof. Guilherme Costa,

Venho por este meio, publicamente, pedir-lhe encarecidamente que faça mudar algo de muito mau segue na RTP de que V.Exa é o Presidente.
-
V.Exa deve lembrar-se de mim de quando, foi o “patrão” do ICEP e eu um modesto representante para o Sudeste Asiático.
.
O ICEP foi à vida e o ministro Martins da Cruz, também depois de ter criado o AICEP que continua a albergar uma rapaziada, cujo o chefe é o Basílio Horta e mais conhecido pelo farinha Maisena.
.
Senhor Professor não vou maçá-lo em demasia porque sei que V.Exa tem o seu tempo ocupadíssimo na direcção do asilo mais nobre (RTP) de Portugal.
.
Como é sabido na sua RTP não há crise nenhuma e a malta por lá continua nas “verduras”, uns felizes contentes.
-
Ora eu e milhões de portugueses espalhados pelo globo estão constantemente a gramar programas (com licença da palavra) de merda!
.
Esse objecto de luxo, com milhões de euros de prejuízo, os asilados passam o tempo a promoverem-se, perante os que são (público) “papalvos” como se fossem grandes estrelas quando não passam de uns medíocres.
.
Senhor Professor, veja se ainda tem algum tempo para acabar com as “paneleirices” e macacaquices do João Baião, que continua um nojo de comunicador.

Outrossim, a Catarina Furtado (é casada e tire dali Sr. Professor o cavalo da chuva), deve mudar de atitudes e gestos e traga outros, porque continuam a ser muito delambidos.

A Sónia Araújo, continua a mesma “parolinha” que o tempo que já anda nos meandros da "Praça da Alegria" não progrediu nada.
-
Fico por aqui! Se fosse desfiar as contas do meu rosário nunca mais terminava e acabava no Moniz (o maçónico) dos Açores e a Diamantina (arrapazada) do “Portugal Sem Fronteiras”
.
Com os melhores cumprimentos
José Martins
.
P.S. – Sr. Professor já tem algum espaço para se asilar de quando o senhor engenheiro for colher urtigas?

RIA-SE COM O COMPUTADOR MAGALHÃES

-
Como é sabido o computador Magalhães está a dar uma grande "barraca"!
-
Pela colocação no mercado do "reles" objecto bem se vê que o senhor engenheiro, não percebe nadinha da profissão de caixeiro viajante.
-
Para, mais uma vez, verificarem que errou na profissão cliquem no endereço em baixo, divirtam-se e riam-se muito porque lhe fará bem ao fígado.

http://pinpix.ig.com.br/Widgets.mvc/
Visualiza/200912152303266524730?v=4176826

OS RATOS DO PORÃO

.
Os ratos entravam na naus da Índia, alojando-se no porão sem a tripulação dar conta disso.
.
Há um ditado em Portugal: “aquele/a é fino como um rato...”
-
Os ratos do porão bem se identificavam como uns animaizinhos inteligentes e penetravam no porão das naus de Gama e do Cabral pelas amarras de junco, torcido, que seguravam as embarcações desde as peanhas do cais e alojavam-se nos cantos do porão.
-
Ali com facilidade chegavam à dispensa onde a comida estava armazenada para seis meses ou mais para a tripulação e passageiros se alimentarem na rota da Índia ou do Brasil.
-
Os ratos do porão foram um problema nas naus e caravelas. Havia gatos, mas estes nãos os eliminavam.
-
Também serviram de comida (lá está o ditado comer ratos vivos) de quando, as naus se perdiam nos mares altos e era, em desespero, sem piedade nenhuma caçados os ratos dos porão. Quando as naus não resistiam aos temporais e se afundavam, os ratos do porão, mesmo sabendo nadar, não alcançavam a terra e afogavam-se.
-
Um país é semelhante a uma nau. Se esta (na época da expansão portuguesa) navegava de vento em popa e aguas bonançosas e de porões abarrotados de pimenta e canela, os ratos das naus, passavam despercebidos.
-
Só eram perseguidos de quando a nau se perdia nos mares de altos e as dispensas vazias e eram comidos.
-
O governo de uma nação também tem o seu porão cheio de ratos e estes fogem quando esta se afunda pela má orientação das ratazanas.
-
Não tarda que os ratos do porão da nau Portugal, fujam, não afogados, porque a embarcação encalhou, na costa, num banco de areia e pouco nos porões existe para os ratos continuarem a comer.
José Martins

UMA QUESTÃO DE HONRA

.
-
Mark Felt foi um daqueles príncipes que o sólido ensino superior norte-americano produz com saudável regularidade. Tinha uma licenciatura e
m Direito de Georgetown e chegou a ser uma alta patente da marinha dos Estados Unidos. Com este formidável equipamento académico desempenhou missões complexas no Pentágono e na CIA.
Durante a guerra do Vietname serviu no Conselho Nacional de Segurança de Henry Kissinger. Acabou como Director Adjunto do equivalente americano à nossa Polícia Judiciária. Durante vários anos foi Director Geral interino do FBI. Foi nesse período que Mark Felt se tornou no Garganta Funda. Muito se tem escrito sobre as motivações de um alto funcionário do aparelho judiciário americano na quebra do segredo de justiça no Watergate. Todo o curriculum de Felt impunha-lhe, instintivamente, a orientação clássica de manter reserva total sobre assuntos do Estado. Hoje é consensual que Mark Felt só pode ter denunciado a traição presidencial de Nixon por uma razão. Para ele, militar e jurista, acabar com o saque da democracia americana era uma questão de honra. Pôr fim a uma presidência corrupta e totalitária era um imperativo constitucional. Felt começou a orientar em segredo os repórteres do Washington Post quando constatou que todo o aparelho de estado americano tinha sido capturado na teia tecida pela Casa Branca de Nixon e que, com as provas a serem destruídas, os assaltos ao multipartidarismo ficariam impunes. A única saída era delegar poder na opinião pública para forçar os vários ramos executivos a cumprir as suas obrigações constitucionais. Estamos a viver em Portugal momentos equiparáveis. Em tudo. Se os mecanismos judiciais ficarem entregues a si próprios, entre pulsões absurdamente garantisticas, infinitas possibilidades dilatórias que se acomodam nos seus meandros e as patéticas lutas de galos, os elementos de prova desaparecem ou são esquecidos. Os delitos ficam impunes e uma classe de prevaricadores calculistas perpetua-se no poder. Face a isto, há quem no sistema judicial esteja consciente destas falhas do Estado e, por uma questão de honra e dever, esteja a fazer chegar à opinião pública elementos concretos e sólidos sobre aquilo que, até aqui, só se sussurrava em surdinas cúmplices. E assim sabe-se o que dizem as escutas e o que dizem as gravações feitas com câmaras ocultas que registam pedidos de subornos colossais. Ficámos a conhecer as estratégias para amordaçar liberdades de informação com dinheiro do Estado. E sabemos tudo isto porque, felizmente, há gente de honra que o dá a conhecer. Por isso, eu confio no Procurador que mandou investigar as conversas de Vara com quem quer que fosse. Fê-lo porque achou que nelas haveria matéria de importância nacional. E há. Confio no Juiz que autorizou as escutas quando detectou indícios de que entre os contactos de Vara havia faces até aqui ocultas com comportamentos intoleráveis. E, infelizmente o digo, confio, sobretudo, em quem com toda a dignidade democrática e grande risco pessoal, tem tomado a difícil decisão de trazer ao conhecimento público indícios de infâmias que, de outro modo, ficariam impunes. A luta que empreenderam, pela rectificação de um sistema que a corrupção e o medo incapacitaram, é muito perigosa. Desejo-lhes boa sorte. Nesta fase, travam a batalha fundamental para a sobrevivência da democracia em Portugal. Têm que continuar a lutar. Até que a oposição cumpra o seu dever e faça cair este governo.
Cumprimentos
Álvaro Matos - portugalclub@portugalclub.org

O PAÍS ESTÁ A EMPOBRECER ALEGREMENTE

.

.
Mais do que isso, olha para o seu umbigo... e não vê mais do que os fogos fátuos de ter o nome da capital ligado ao Tratado de uma União Europeia que é bem capaz de nos olhar com ar de desdém. Muitos são os dislates cometidos.
.
De: Fernando Cruz Gomes
-
E de tal forma que o desemprego – barómetro certo das agruras que batem à porta das maiorias populacionais – já passou os 10 por cento. E por muito que se diga que a culpa é da crise internacional, que todos estão a sofrer desse mal, que não há volta a dar, a não ser seguir, atento e venerador, o que da (outra) Europa os ventos nos trouxerem... a verdade é que vamos empobrecendo alegremente.

E já nem é empobrecer em termos de dinheiro e de coisas assim. Empobrecemos em termos de dignidade. De honra mesmo. Empobreceríamos mesmo que tivéssemos os bolsos cheios de... dinheiro fácil.

E agora ainda com poucas razões para estarmos esperançados em dias melhores. É que, como se não bastasse a crise económica que nos morde as canelas e o tal “Face Oculta” que ainda mexe – e vai mexer ainda mais – o Governo, sem maioria, entrou numa onda defensiva. A oposição é que vai marcando pontos. E mesmo que não cheguem para deitar abaixo o Governo – era mesmo o que Sócrates e seus apaniguados quereriam... – vai moendo... É que, com o Parlamento a querer governar, chumbaram-se vários documentos governamentais, ameaçaram-se outros, obrigou-se a recuos estratégicos que o Governo juraria não fazer, mesmo apresentando um orçamento rectificativo que, pelos chumbos sucessivos, está por demais descaracterizado.

Para a Eurostat – que analiza dados e compila estudos – Portugal está em maus lençóis. Não há credibilidade. Não há força anímica. E o povo, mesmo gemendo sob o fardo das intempéries, traduzidas em faltas que já doem demasiado, não tem maneira de mudar.

O Governo está, de facto, na defensiva. E enquanto não mudar, arribando pelas suas próprias forças, não terá força para o combate à crise. Nem para recuperar um certo ar de iniciativa política que chegou a ensaiar logo após as eleições que lhe atiraram, de novo, com as responsabilidades governativas para o colo, ainda que sem maioria absoluta.

Nem sabemos porquê, lembrámos, agora mesmo, umas certas fotos da crise académica de Coimbra, já o 1969 ia alto. Uma crise que os estudantes entenderam ser porta aberta para a greve aos exames. Por essa altura, ainda Américo Thomaz lá foi. Ele... e todo um conjunto de dignitários, bem acompanhados por luzidio cortejo de Policia a cavalo e de carros entrincheirados em tudo o que era passível de parecer “ninho de revoltosos”. Os estudantes ganharam. Enquadrados pelo povo de Coimbra... foram eles que, aos poucos, levantaram o pendão que haveria de surgir, forte, num “25 de Abril” que já é só passado. As fotos fiseram-nos lembrar a entrada em vigor do Tratado de Lisboa.

Muitas figuras de proa da Europa. Muitas cabeças coroadas. Muita polícia. E sem necessidade... já que contrariamente ao que acontecera em 69... não havia recalcitrantes à vista. Estavam longe. A tentar debelar os muitos males de que enfermam. Estavam longe e, quando muito, acompanharam as cerimónias via Televisão. Rilhando os dentes para não chorar. Enraivecidos por não verem as mudanças que eram bem capazes de devolver a honra e a dignidade ao País. E que existem, de uma forma geral, em todos os (outros) cantos da Europa.

OS MACACOS E OS HOMENS

-
Embora não tenha convivido muito com macacos de 4 patas, conheço alguns de duas.
Surge-me há pouco uma notícia publicada no "Diário de Notícias" com o título: "Macacos dão pistas sobre a orígem da linguagem humana".
E continua a peça: ao combinar três chamamentos )´hok´e ´boom´ e um sufixo (00), o macaco produz um conjunto diversificado de ´frases´com significados muito distintos...
Deixou-me de facto muito intrigado e fui em procuro de algo que me informasse sobre as relações de macacos com outros bichos, mas estes de duas pernas.
Não se esqueçam de clicar em baixo e vão ver que os macacos e os humanos se entendem na maior".

BONNIE E CLYDE DANÇAM O CAN-CAM

-

Ente o Bonnie e Clyde não passa nadinha. Clique em baixo e vejam como dançam o Can-Cam.

A SANTA E O PECADOR...!!!

-

.
-
Rui e Fátima, felizes e cúmplices, no local onde foram entrevistados há poucos dias15
-
Dezembro 2009 - 00h30 (Correio da Manhã)
.
Amor Proibido
Padre e Fátima usam aliança
Rui diz à RTP se continuasse a ser sacerdote e tivesse uma relação com a jovem não se sentiria bem porque estaria a “trair a Igreja”.
-
À MARGEM: O padre Rui foi honesto. Não se sentiria muito bem como se sentiu o Padre Amaro do romance de Eça Queirós e outros seus homólogos, do altar, que é sempre "aviar" sob a batina e os preceitos da Santa Madre Igreja.
Daqui desejamos muitas felicidades ao nóvel casal e meninos giros.
-
Porém o Vaticano que vá abrindo os olhos que entenda que a carne é fraca.
Todos os santos são pecadores...
Jesus Cristo não resistiu de beijar a Samaritana na fonte de Jacob.
José Martins

O SENHOR COSTA ERA O MINISTRO DA JUSTIÇA...!!!!

-

O Sr. Costa era então o Ministro da Justiça!!!
-
Ministério pagou renda por andar que nunca ocupou
Hoje
O Ministério da Justiça (MJ) manteve arrendado durante quatro anos um andar de cem metros quadrados em Castelo Banco que custava cerca de 15 mil euros por mês. O imóvel, já degradado e muito antigo, nunca foi usado pelos serviços da Justiça. O contrato foi denunciado em 2005.

Este é apenas um exemplo dos "maus" negócios da Justiça. Outro caso é o da tentativa falhada de uma nova sede para a Polícia Judiciária. A denúncia do contrato de construção com a empresa Teixeira Duarte, quando as obras já estavam a decorrer, significou um prejuízo para o Estado na ordem dos 75 milhões de euros. A construtora, a título indemnizatório, ficou proprietária dos terrenos situados em zona privilegiada.

Outros negócios são objecto de críticas, nomeadamente a opção pelo arrendamento do Campus da Justiça, no Parque das Nações, onde o Ministério está a pagar cerca de 1,2 milhões de euros por mês.

O DN sabe que alguns imóveis onde funcionam serviços da Justiça foram adquiridos por particulares para serem arrendados logo a seguir ao MJ, como é o caso, por exemplo, do edifício onde funciona actualmente o Tribunal do Trabalho (na foto). O edifício ao lado do tribunal de Oeiras, onde funcionam os juízes de execução e as conservatórias, foi mandado construir por um particular para o arrendar logo a seguir ao MJ.

O CDS e o PCP já anunciaram requerer a ida do ministro da Justiça ao Parlamento para explicar a questão das rendas.

AS SUAS NOTÍCIAS DE HOJE 15.12.09

Capa do Correio da ManhãCorreio da Manhã

Estoril: Corpo encontrado
Cristina Kirchner: Ameaças de morte
Lula da Silva: Comissão da Verdade
Almerindo Marques: Cinco recursos
Idoso morre atropelado por camião

Capa do PúblicoPúblico

Bolsa de Tóquio fechou sessão de hoje em queda
Rveista de imprensa: destaques de "A Bola"
Energia já está mais cara do que no ano passado
Portugal perde empregos mais rapidamente do que a Europa
Governo grego pede "novo acordo social" para evitar colapso do país

Capa do Diário de NotíciasDiário de Notícias

Justiça arrenda imóveis à revelia de pareceres
Medicina.Simpósio Harvard Medical School Portugal
Ministério pagou renda por andar que nunca ocupou
Montijo. Jovem sequestrou e roubou com grande violência
Máximo de 85 décibeis para os mp3

Capa do Jornal de NotíciasJornal de Notícias

Brasil: EDP fora do concurso de eólica porque investimento não era rentável
Afeganistão: Pelo menos um morto num atentado à bomba em Cabul
Açores: Chuva forte provoca pelo menos 20 desalojados - Protecção Civil
Iraque: Pelo menos quatro mortos em três atentados em Bagdad
Açores: Chuva forte provoca derrocadas, cortes de estrada e inundações na Ilha Terceira - SRPCBA

Capa do ii

França: Prémio Goncourt de Poesia atribuído ao marroquino Abdellatif Laâbi
Meio milhar de casos de abuso sexual no Cairo durante a festa do Eid al Adha
Gripe A: seis óbitos na última semana e mais de 27 mil doentes observados com sintomas gripais
Climategate: director do centro de investigação do clima afasta-se do cargo
Portugueses identificam molécula responsável por metástases do cancro da mama

Capa do Diário EconómicoDiário Económico

Crise global foi resultado de "jogo perigoso"
Stanley Ho inaugura hoje o Casino Oceanus
Privatização do BPN decorrerá num prazo de seis a nove meses
Chuva forte provoca pelo menos 20 desalojados
Petróleo barato aumenta 'apetite' dos investidores

Capa do Jornal NegóciosJornal Negócios

China e Hong Kong levam acções asiáticas a desvalorizar
Vídeo: Como compensar as perdas com a alteração do regime das reformas
Estimativas apontam para subida de 12% na bolsa de Lisboa
Jerónimo Martins e Unilever voltam a autonomizar azeite Gallo
JM já pode voltar a ser grossista no mercado polaco

Capa do OjeOje

Bolsa de Tóquio fechou sessão de hoje a recuar 0,22%
Privatização do BPN decorrerá num prazo de seis a nove meses
Wall Street encerra em alta animada pelos títulos energéticos
Agenda de 15 de Dezembro
Google lança 1.º telemóvel em 2010

Capa do DestakDestak

Estado de Guerra torna-se favorito para os Óscares
V. Guimarães vence no Restelo e sobe para 9.º
Estádio da Cidade do Cabo ficou hoje pronto
Magalhães terá custado quase 50 milhões de euros ao Estado
Inaugurada primeira mesquita no Arquipélago da Madeira

Capa do 24 Horas24 Horas


Capa do A BolaA Bola

El Mago apontado ao clássico
Alas com força para a Luz
Lobos sem férias de Natal
Estrutura do futebol critica «planificação tosca»
Jogadores do FC Porto prevêem semana difícil para o Benfica «com duas derrotas»

Capa do RecordRecord

Jogo de cabeça
Golo para o Porto
Kardec fechado
Relvado da Luz causa preocupação
Vieira quer resgatar SAD da falência técnica

Capa do O JogoO Jogo

Lula da Silva quer Adriano na selecção brasileira
João Carlos Pereira: "Está a ser difícil ganhar aqui"
Paulo Sérgio: "Nem tudo esteve ao nível"
Beto: "O Vitória foi feliz"
Roberto: "Estamos moralizados"

O GRANDE FORROBODÓ!

Não perca de clicar no video!