Translator

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

A MANUELA QUE SE CUIDE! PODER É PODER E NINGUÉM O VENCE...

.

Jornal Nacional de 6.ª Feira
Moura Guedes e Moniz vão na próxima semana à ERC
por M.M.Hoje
Ex-pivô do 'Jornal Nacional 6.ª Feira' e ex-director geral da TVI confirmaram ao DN notificação da entidade.
Manuela Moura Guedes e José Eduardo Moniz já foram notificados para prestar declarações na Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC) no âmbito do processo de apreciação que a entidade reguladora decidiu instaurar, a 14 de Outubro, para apurar se existiu ou não ingerência do poder político ou económico na actividade da TVI relativamente à suspensão do Jornal Nacional de 6.ª Feira.
A informação foi ontem avançada por Azeredo Lopes, à margem da audição na comissão parlamentar de Ética, Sociedade e Cultura. Na ocasião, o presidente da ERC avançou que "a data das audições dependerá da disponibilidade das pessoas".
Contactados pelo DN, tanto Manuela Moura Guedes, responsável pelo serviço noticioso à data da suspensão, a 3 de Setembro, como José Eduardo Moniz, director-geral da estação até ao início de Agosto, confirmaram terem recebido a notificação, mas não adiantaram pormenores quanto à data das audições. No entanto, o DN apurou que as notificações apresentavam três datas possíveis para a sua realização: hoje e as próximas terça e quarta-feiras. Como ontem, até à hora de fecho da edição, ainda não tinha chegado à ERC qualquer resposta dos notificados quanto à data em que podem prestar os seus depoimentos, continua em aberto a hipótese de poderem ocorrer durante as datas referidas da próxima semana.
José Eduardo Moniz afirmou ao DN que responderá a todas as questões que lhe forem colocadas e que espera "que se façam os juízos adequados sobre as respostas dadas".

O PORTO VELHO E HISTÓRICO

.

Clique

CIDADE DO PORTO EM 1914.pps
5786K
Visualizar como HTML Transferência



Mas o Porto era assim quando o conheci e vivi.

www.aquimaria.com / html / forum-tripeiro.html

www.aquimaria.com/html/forum-tripeiro-02.html

José Martins

A CHINA EM CAMPANHA PUBLICITÁRIA

.





22/12/2009 / CHINA (AFP)
-
O "Made in China" participa em campanha
-
Leite contaminado, brinquedos perigosos, sofás irritantes, pesticidas ou ravioli, os produtos chineses têm uma má reputação no Ocidente.

Para melhorar a imagem do "Made in China", o governo chinês lançou uma campanha, publicitária internacional, salientando que se os produtos forem fabricados na China, a tecnologia, é estrangeira.

Intitulada "Made in China, fez o mundo" a campanha lançada é uma tentativa do Governo chinês em melhorar a imagem do "Made in China".

Trinta anos depois do sistema de política de porta aberta, lançada em 1979 por Deng Xiaoping, tornou a China o maior espaço empregador com 800 milhões de trabalhadores, acrescentando-se o potencial de baixo custo das matérias-primas, têm permitido a produção chinesa,no mundo, a mais competitiva.

Vestuário, electrónica, equipamentos de telecomunicações: Não é possível escapar aos produtos "Made in China".

A China produz agora 40% dos telefones celulares e mais de metade da produção dos computadores do mundo. Em 2008, as exportações chinesas atingiram mais de 14 trilhões de dólares.

OS ESPANHOIS NAS TINTAS PARA A UNIÃO EUROPEIA

.

-
Metade dos espanhóis não estão interessados na União Europeia
O barómetro revela CIS desconfiança da Presidência espanhola que vem, embora a atitude, para com a instituição é favorável
-

AITOR RIVEIRO - Madrid - 22/12/2009 (El País)

56,1% de espanhois mostram pouco ou nenhum interesse nas notícias relacionadas com a União Europeia, cujo Presidente é a Espanha, durante o primeiro semestre de 2010.
-
De acordo com o barómetro de Novembro, publicado hoje pelo Centro de Investigaciones Sociológicas (CIS), ao longo de seis em cada dez inquiridos também considera que tem pouco ou nenhum conhecimento da causa.

A FRANÇA EXPANDE-SE NA CHINA



Primeiro-ministro francês, François Fillon, disse hoje que a sua visita a Pequim, levou à assinatura de acordos e contratos de "mais de 6 bilhões de euros, incluindo 3,5 bilhões Safran anunciou ontem, e de crédito 1,75 bilhões para o projeto Taishan nuclear. (AFP)
-
Dezembro 22, 2009 - 14h41
-
Mais de 6 mil milhões de contratos assinados com a China, cuja 1,7 bilhões de crédito
-
Primeiro-ministro francês, François Fillon, disse hoje que a sua visita a Pequim, levou à assinatura de acordos e contratos de "mais de 6 bilhões de euros, incluindo 3,5 bilhões Safran anunciou ontem, e de crédito 1,75 bilhões para o projeto Taishan nuclear.

"Eu tenho ouvido ou lido alguns comentários sobre o fato de que nós estávamos fazendo negócios (...) Eu diria que o negócio é apenas uma coisa: postos de trabalho para os trabalhadores franceses", disse o primeiro - Ministro numa conferência de imprensa no último dia de sua visita.

Além do contrato celebrado pelo Grupo Safran para o fornecimento de motores e aviões C919 naceles do futuro, que deve sair da fábrica em 2016 e à venda pela Areva para 200 milhões de bombas para reactores nucleares à China, este montante inclui um comprador de crédito 1,75 bilhão de euros.

Foi celebrado entre o banco francês Societe Generale, Banco da China e do China Development Bank, como parte da construção do EPR Taishan (sul da China) e "representante do francês" neste projecto, disse também que o Primeiro-Ministro.

CONFLITO NA ARÁBIA SAUDITA








22 de dezembro de 2009 - 13H57 -- Arábia Saudita -- guerra -- Iêmen
Dezenas de sauditas morreram na guerra de fronteiras, diz ministério
Um oficial saudita disse na terça-feira que 73 sauditas morreram e 26 estão em falta desde Novembro na guerra de fronteira com os rebeldes iemenitas Huthi.
Por News Wires (texto) AFP-
Setenta e três sauditas foram mortos e 26 estão desaparecidos desde os combates começaram em novembro entre as forças rebeldes da Arábia Saudita e Iêmen, um ministro saudita disse a repórteres na terça-feira.
"O confronto na fronteira sul" resultou em "73 mártires e 26 desaparecidos", disse o vice-ministro da Defesa saudita príncipe Khaled bin Sultan em comentários transmitidos pela televisão a partir de uma conferência de imprensa em Al-khoba na província de Jizan sul.
Não ficou imediatamente claro como muitos dos mortos e desaparecidos eram soldados.
Os combates entre as forças da Arábia Saudita e Iêmen rebeldes xiitas, também conhecido como Huthis, começou em 3 de novembro, quando os rebeldes mataram um guarda de fronteira Brasil e ocupou duas aldeias no interior do território saudita.
Jatos do Brasil começou bombardear posições Huthi no dia seguinte.
O Huthis também têm vindo a lutar contra as forças iemenitas esporadicamente desde 2004. A última rodada teve início depois de as tropas do governo lançou a operação "Scorched Earth", um assalto contra os rebeldes, em 11 de agosto.

AS SUAS NOTÍCIAS DE HOJE 22.12.09

Correio da Manhã

Porto: Suspeito de 22 crimes
Buraco: 1,6 milhões por hora
Faria de Oliveira: Custos 41do BPN
Bebé ingere cocaína em casa da avó
José Sócrates: Elogio a ‘vices’

Capa do PúblicoPúblico

Comissão Europeia acredita que a recessão acabou
Portugueses entre os europeus que menos querem subida de impostos
Supermercados e "hipers" sem greve na véspera de Natal
Red Bull Air Race justifica mudança para o Tejo com “limitações naturais” no Douro
Leixões e Olhanense empatam-se um ao outro

Capa do Diário de NotíciasDiário de Notícias

Sócrates diz que não se calará e anuncia mais obras públicas
Proposta risca adopção e deixa recado a Cavaco
Porto debaixo de forte temporal
Lisboa recebe final do campeonato em Setembro
Assis nega disciplina de voto contra a adopção gay

Capa do Jornal de NotíciasJornal de Notícias

Mau tempo: Tráfego perturbado nas linhas Eurostar
Audiovisual norte-americano: Pequim lamentou a sua condenação definitiva pela OMC
Religião: Beatificação de Pio XII - Centro Simon Wiesenthal "estupefacto"
China: PIB per capita deverá chegar a 4.000 dólares em 2010
Médio Oriente: Israel defende continuação das negociações sobre uma troca de prisioneiros


Capa do ii

PJ desmantela rede familiar no sector das sucatas
Eleições antecipadas: socialistas estão divididos
Freeport. Fim da investigação ditado pelo calendário inglês
Há países a quererem cancelar entrega de vacinas
Candidatura de Santana Lopes ao PSD: "nem pouco mais ou menos"

Capa do Diário EconómicoDiário Económico

Boris Tadic apresenta hoje candidatura oficial da Sérvia à UE
Petróleo sobe em dia de reunião da OPEP
Cavaco aprecia hoje pedidos de indulto
Luanda recebe hoje reunião da OPEP
PS escolhe economia, energia e ambiente para debate de hoje

Capa do Jornal NegóciosJornal Negócios

Petróleo negoceia acima dos 73 dólares por barril antes de reunião da OPEP
Bolsas asiáticas avançam mais de 1% animadas pela queda do iene
UBS diz que euro pode cair até aos 1,20 dólares
Novas regras podem obrigar bancos a pedir dinheiro aos accionistas
BES facilitou contacto de Isabel dos Santos com a Zon

Capa do Oje
Oje

Angola deixa presidência rotativa da OPEP
Bolsa de Tóquio fechou sessão de hoje em forte alta
Wall Street começa em alta semana mais curta devido ao Natal
Agenda de 22 de Dezembro
A Mudança...

Capa do DestakDestak


Jovem holandesa que fugiu encontrada nas Caraíbas
Leixões e Olhanense com empate diluviano no fecho de 2009
Vaga de frio causa 80 mortes e condiciona transportes
Justiça dos EUA recusa retirar queixa contra Polanski
Para ministra quotas na avaliação estimulam professores a "ir mais longe"

Capa do 24 Horas24 Horas


Capa do A Bola
A Bola

Abel Xavier acaba carreira e converte-se ao islamismo
Leões sonham com Humberto Suazo
Airton certo depois do Natal
Sara e Marisa correm na S. Silvestre do Porto
Sapunaru na agressão com Hulk na confusão

Capa do RecordRecord

Programa especial nas férias de Ramires
Airton em Lisboa para assinar
Hulk e Sapunaru em apuros
Portistas queixam-se de agressão ao romeno
Kardec preso por documentos

Capa do O JogoO Jogo

Tiago Cintra: “O treinador disse-me que ia marcar o golo”

Carlos Queiroz e Simão elegeram Messi
Jorge Costa: “Foi um jogo bem disputado, muito intenso”
José Mota: "Houve desatenções colectivas que se transformaram em golos"
Red Bull Air Race: Lisboa recebe final do campeonato internacional em Setembro