Translator

sábado, 26 de dezembro de 2009

O NOSSO ZÉ RODRIGUES DOS SANTOS - O NOVO CAMILO CASTELO BRANCO!

.

From: Celeste Ramos
Sapato de palhaço

Lisboa-26 dezembro 2009 Mcor

Olá

Afinal nem percebo porque é que é tão difícil sair da eterna miséria económica, agravada várias vezes, até limites insuportáveis, mas sobretudo depois de 1986, data a partir da qual se descobriu que SOMOS europeus - imagine-se

- acabo de ouvir no noticiário TV1 – 20 horas – que o jornalista da TV1 José Rodrigues dos Santos, tem mais um prémio pelo seu último livro (porque estão os deuses zangados) – que mal acaba de sair e já vendeu, mais de um milhão de exemplares (mas diz-se que os portugueses não lêem) ao que o autor respondeu, quando lhe perguntaram como acontece tanto sucesso que, ao PREMIAR-SE no país, o 1º livro, atrai a curiosidade de outros linguajares (não incluindo o brasileiro)

-de facto só há muito poucos anos Portugal PREMEIA os seus melhores e, mesmo assim, creio que nem sequer divulga os “sucessos” convenientemente, independentemente de se cair no “nacional-narcisismo”

-só há muito pouco tempo se publicita o melhor do país, seja gastronomia passando pela doçaria conventual que é apenas ÚNICA no MUNDO

-e só falando nos “pastéis de nata (de Belém) não passaram a ser “obrigatórios” para o pequeno almoço do “amigos” ingleses

-ninguém das TV1– passam jogos - mesmo olímpicos e paralímpicos – ou várias modalidades – só há futebol + futebol + futebol – o que entendo – mas e os outros ???

-os Globos de Ouro instituídos pela SIC + Prémios de Literatura + Artes +++ os que foram vindo para cada vez ++ áreas, abriu janelas aqui, que se abriram depois para o mundo que só conhecia Luis de Camões e Pessoa e, no entanto, um dos mais importantes Nobel é português – de Medicina (Egas Moniz)

-e porque não há música clássica portuguesa na TV mas apenas música PIMBA, se “lá fora” é conhecida e até tocada ??

-e quantas medalhas de ouro – e quantos prémios mundiais de Jornalismo e Reportagens TV

-e quantas medalhas de Ouro no Salão de Inventores de Bruxelas cujos, protótipos ficam parados no protótipo e nunca andam por aí mundo fora a cantar lindas canções tanto na musica como sobretudo nas “palavras”?? passando pelo fado para o qual não houve medo de Amália, e seguiu --- seguindo velhos e também novos caminhos

-e quantos prémios internacionais em vários ramos de investigação científica ???

-e quem será Maria João Pires ou Madre Deus ou – sei lá que - quantos poderia citar ??

-e quantos prémios nacionais e internacionais de arquitectura ???

-e quantas designações UNESCO para monumentos e Paisagens ???

-e quantos prémios internacionais de Cinema ???

-e quantas maravilhosas vozes femininas e masculinas se revelaram nos programas do concurso da TV e do Coliseu ??? que andam por aí

- mas que POVO é este tão criativo mas tão maltratado e não divulgado nem cá nem lá, para encher as TV de telenovelas MEDÍOCRES ???

-e o mehor feltro do mundo que adora as cabeças de “Bush”

-e o último artesão de sapatos de PALAHAÇO, habitante de Felgueiras, procurado pelos amantes de Circo e de Palhaços, da Rússia, Itália e França, pelo menos

- mas só se fala de quê e quem que nos invadem e poluem o nosso quotidiano, de quem prefere Cultura Portuguesa sem “trangénicos” ???

-e onde foi pela 1ª vez passado, a tapete de lã de Portalegre, os cartões de alguns dos maiores pintores da Europa

-e quem estragou com saloiíces intoleráveis, os desenhos tradicionais dos linhos do Minho – das rendas de bilros – dos tapetes de Arraiolos, dos bordados da Madeira, dos quais alguns até são copiados, por não estarem protegidos

- e em que país há Barros como os de Bordalo Pinheiro, que além de belos e úteis, são matéria de critica social ?? e, barro por barro, onde estão as Rosa Ramalho” do país bem como os de Extremoz ??? ???

-e prémios internacionais de vela e de Surf e mesmo de Fórmula 1 ??

- e há mais – mas isto não chega ???

-que mais é preciso ??

-quem e como tem sido governada a CULTURA e o VALOR dos genuínos ??

-Engenho e Arte – portuguesa – foi ESCRITO há tantos séculos por alguém também de génio e ainda não se deu por isso nem se valoriza ???

-pelo contrário – que o diga Luis Vaz, e lembremos como viveu os seus últimos dias de VIDA

-fora tudo o que me esqueço que acontece

-e o Património Monumental, Civil e Militar, Religioso e imaterial, únicos no mundo – de que os FORTES espalhados ao longo dos mares e em todos os continentes, que ainda estão de pé há séculos e são Património UNESCO

-como é que a ONU elogia os militares portugueses que continuam a andar por aí a defender os mares e a paz de outros países, não a “matar”, mas a fazer a PAZ ??

-porquê e quem despreza tanto os “heróis” deste país, conhecidos e desconhecidos ???

-porquê então tanta emigração para os 5 continentes do planeta – o FADO de espalhar a Palavra e o Coração sem fronteiras ?

Estou cansada do elogio do betuminoso e da mediocridade

-Parece que o país só precisa de decisores, apenas com alguma qualidade, nem se exige muita porque os portugueses farão o resto – engenho + arte + e Honra

-o que é que os portugueses NÂO SABERÃO FAZER – só não sabem gritar e fazerem-se OUVIR – vão para LONGE para outros lugares mas, mesmo aí – não desistem e insistem em ser Portugal – e ainda se substituem ao próprio Estado, nas mais diversas manifestações de Solidariedade, para não verem tanta fome e tanto “abandono” por parte de quem só olha para fora e não vê o dentro, nem o que “contém” de precioso

-PS-se o meu português não for melhor do que poderia ser desculpai-o português aguenta “muito”

Bom natal – ainda - sempe

Um abraço ao mundo lusófono – os outros “mundos” que se lixem

mcor

SEM COMENTÁRIOS

---------- Forwarded message ----------
From: HEROISdoMAR
Date: 27 de Dez de 2009 01:06
Subject: Portugal não e' um pai's de Direito.
To:

Não, caros confrades, Portugal não e' um pai's de Direito.

Ja' não e' um pai's de Direito.

Sei-o desde 2006 - em que num julgamento realizado em Portalegre(Alentejo) por difamação agravada em que os 3 difamadores acabaram por ser condenados (mas no Tribunal de Relação de E'vora!) a primeira pergunta que o causi'dico dos re'us dirigiu a um dos queixosos foi despejadamente esta: "Diga-me e diga ao Tribunal: o senhor e' anarquista?!".
Não era, era autarca eleito. E assim calmamente, ante o desaforo, respondeu o difamado.

Faltou perguntarem-lhe se era paneleiro. Ou judeu.
Porque preto se via que não era...

E isto sem um protesto ou uma chamada de atenção da pessoa da magistratura que presidia.

Portugal e', assim, um mero si'itio - como dizia Eça.

Onde se podem, em sede de Justiça, fazer perguntas desta classe!

Viva a liberdade e a verdadeira Democracia. E a Dignidade cidadã - que alguns insistentemente nos querem roubar!

Com indignação serena e a estima pelos que não se calam ante as prepotências, vos deseja um melhor 2010,
o nicolau saião
.
Publicado tal qual como recebido

TSUNAMI: LEMBRANÇAS DE UMA CATÁSTROFE

.

Milhares de monges budistas marca o quinto aniversário do tsunami que assolou o Sudeste Asiático em Tajkua Pa, província de Phang Nga, Tailândia- EFE

Lembranças de uma catástrofe
Vários actos lembram as mortes de mais de 220.000 provocadas pelo tsunami há cinco anos.
REUTERS / PE - Patong -- 26/12/2009
Dezenas de milhares de pessoas hoje recordam as vítimas do tsunami que atingiu, cinco anos atrás, a costa marítima de mais de uma dúzia de países do Oceano Índico e matou mais de 220.000 pessoas.
-
Em 26 de Dezembro de 2004, as costas de 13 países foram atingidos por ondas de mais de 30 metros de altura geradas por um terremoto de 9,3 graus de intensidade, com seu epicentro em Sumatra. A cidade indonésia de Banda Aceh foi a área mais atingida. Cinco anos depois o número total de mortos e desaparecidos é superior a 166.000.

"Eu nunca vou esquecer na vida. Após o terremoto, corremos em direção a nossas casas e começamos a ouvir os gritos das pessoas ao ver a onda gigante", diz Ambasiah, dono de uma casa em que mais de 50 pessoas procuraram abrigo antes da chegada água. "Quando a maré subiu, vimos um barco que havia caído no telhado. Subimos e ficamos lá até a noite, observando as ondas continuavam chegando."

Indonésio Vice President Boediono, participou numa cerimônia no porto de Ulee Lheue, a três quilômetros de Banda Aceh. "Cinco anos depois, o Governo de Aceh e o seu povo, com a ajuda do governo central e da comunidade internacional, têm levantado a área para começar uma nova vida", disse ele.

Na Tailândia, onde 5.398 pessoas morreram, dezenas monges budistas se reuniram em Ban Nam Khem a rezar pelos falecidos. "Que todas as almas de todas as nacionalidades, de onde quer que sejam, recebam as orações destes monges", disse Kurabe Pliamyai, que perdeu mais de 10 parentes no tsunami.

Toda a zona comercial desta cidade, concentrava-se na costa devastada. Foi substituída por lojas de souvenirs, um vago-monumento em forma em memória das vítimas e um pequeno memorial com fotos dos falecidos. Muitos moradores continua a ter medo de reconstruir as suas casas perto da praia.

Os esforços de socorro e reconstrução está praticamente concluído, cinco anos depois. "A maior parte da infra-estrutura é reconstruída", diz o coordenador de comunicação da Cruz Vermelha, Patrick Fuller.

A organização já construiu mais de 50.000 casas nos últimos anos, particularmente nas Maldivas e Indonésia. Moradores, entretanto, informaram que a economia regional não se recuperou ainda, particularmente a crise no sector do turismo tem levado ao encerramento de dezenas de hotéis.
-
"Mais de uma centena de pequenos hotéis e agências de viagens estão a tentar vender os seus negócios porque não conseguem obter empréstimos bancários para manter as operações", reclama o presidente da Associação de Turismo de Phang Nga, Krit Srifa.

O PORTUGAL DESCONHECIDO NA ÁSIA - SEGUNDO MIGUEL CASTELO BRANCO

-
Apenas um curto esclarecimento à peça escrita pelo Miguel Castelo Branco e relacionada com a residência dos embaixadores de Portugal, acreditados no reino da Tailândia: "História desconhecida de Portugal na Ásia: o arquitecto misterioso.
http://combustoes.blogspot.com/2009/12/historia-desconhecida-de-portugal-na.html




F.A. Neale não fugiu à realidade do croquis que desenhou relacionado ao terreno da Feitoria de Portugal e residência do Cônsul. Entretanto Dr. Jorge Morbey publicou uma monografia com o que faltava saber, dado que foi encontrar documentação em Macau que em Banguecoque não existia.
-
Portaria:
26.07.1869
Portaria da Secretaria de Estado dos Negócios da Marinha e Ultramar a autorizar a Junta da Fazenda de Macau a dispender a quantia de cinco mil patacas com a conclusão do edifício do consulado de Portugal em Banguecoque e a fazer as despesas necessárias com o mobiliário do mesmo..... a recomendar que o cônsul de Portugal no reino do Sião arrende armazéns e terrenos pertencentes ao consulado.
-
Em 1859 o Governador de Macau Isidoro Francisco Guimarães deslocou-se de Macau ao Reino do Sião, para assinar o "Tratado de Amizade Comércio e Navegação" e ainda não havia edifício construído e ficou alojado junto ao Bairro do Rosário (creio que aonde hoje se situa a sede do "Siam Commercial Bank", num edifício da Casa Real (Rei Mongkut) e dali seguiu, sob grande cerimonial, num cortejo de bargues para o Grande Palácio, onde iria ser assinado o Tratado.
-
O estilo arquitectónico da residência dos embaixadores é do estilo colonial português (com algumas alterações) a que lhe foi dado o nome sino/portuguesa.
-
Em 1984, o arquitecto Eduardo Kol de Carvalho descreveu-a e foi publicado uma pequena monografia. Casas semelhantes ainda se vêm umas poucas no china town (Sampeng), em Macau, em Goa e nos antigos territórios, africanos e administrados por Portugal.
-
Recomendo ao Miguel Castelo Branco que procure encontrar, a monografia escrita pelo Dr. Jorge Morbey, acima designada e "Relações entre Macau e Sião" de Isaú Santos Vasco Gomes onde num trabalho pormenorizado se vão encontrar dados muito úteis sobre esta casa e outros assuntos relativos ao Consulado de Portugal no Reino do Sião.
-
O arquitecto (ou até um desenhador jeitoso) deveria ter sido algum residente, oriundo de Macau, onde nesse território já construiam residências deste tipo. onde se conta o Palácio de Santa Sancha, construído em meados do século XIX, que viria mais tarde a ser a residência oficial de governadores.
José Martins
.
P.S. Não há nada a descobrir dos portugueses na Ásia. Está tudo descoberto e levado ao papel.

AS SUAS NOTÍCIAS DE HOJE 26.12.09

Correio da Manhã

Brasil: Criança morta no carro
Râguebi: Selecção estágio sem
Tavira: Mau tempo corta estrada
EUA suspeitam de tentativa de atentado em avião
Encontrado morto com queimaduras

Capa do PúblicoPúblico

"Parece-me lógico que os adeptos do FC Porto tenham por mim amor"
As perguntas a que José Mourinho não respondeu
"O Inter joga mal? Em Inglaterra há quem jogue bem e não ganhe nadinha "
"Dois anos no FC Porto habituaram-me mal"
"Se algum dia para o seleccionador não direi aos naturalizados"

Capa do Diário de NotíciasDiário de Notícias

Mercado lisboeta espera há quatro anos por fim de obras
Alerta amarelo durante o fim-de-semana
Caso Alexandra é destaque em 2009
Justiça paga 300 mil por espaço que não E.U.A.
Doentes morrem com vírus A da gripe galopante

Capa do Jornal de NotíciasJornal de Notícias

Palestina: Três membros do Fatah mortos em raide do Exército israelita na Cisjordânia
Trânsito: Sexta-feira com três mortes na estrada - GNR
Vietname: Cinco chineses condenados à morte por furza solidária por tráfico de droga
China: Inaugurada mais uma linha de alta velocidade para passageiros entre Wuhan e Cantão
EUA: O ator Charlie Sheen detido por alegada violência doméstica

Capa do ii

Loureiro dos Santos: "Vamos continuar um guerras ver. A nossa paz é ilusória"
Lopes da Mota. Advogado exige distribuição do processo
"Temos de nos deixar dessa ideia de eleições antecipadas"
Chuva, neve e vento. Protecção Civil reforça alerta amarelo
CDS propõe lei para regular publicidade do Estado

Capa do Diário EconómicoDiário Económico

Mulher que agrediu o Papa já tem clube de fãs na Internet
Combinação vencedora do Euromilhões
Oito mil portugueses continuam sem luz
Calendário possibilita Quatro Pontes em 2010
Sócrates revela esperança na recuperação em 2010

Capa do 24 Horas24 Horas


Capa do A BolaA Bola

Falcão já derreteu o início de Lisandro
«Estou feliz não» Benfica - Di María
Del Horno para a esquerda
Cavs cilindram "Lakers em Los Angeles
Figo tem convite do Real Madrid para voltar a jogar

Capa do RecordRecord

Funeral de Valter Marques é hoje
Jason Davidson vai ser aposta
Fundação Aragão Pinto põe crianças a mexer
Cardozo e mercado com Pitbull
Reforçar a opção por Adriano

Capa do O JogoO Jogo

Estádio Olímpico João Havelange Construído à imagem do Estádio da Luz
Estágio da Selecção cancelado Devido a lesões e ausências de jogadores de clubes franceses
Benitez irregularidade Atribui às ausências do Liverpool de Gerrard e Torres
Wenger diz que últimos quatro anos foram os mais satisfatórios
Jogadores e Treinadores do Mouscron Devido uma greve em salários em atraso

NINGUÉM JÁ TEM MÃO À CORRUPÇÃO NESTE PAÍS!

MAIS OUTRO ATAQUE DOS CORRUPTOS DESTE PAÍS.

http://4.bp.blogspot.com/_a6ESY6RREzY/SxBZp4uqaUI/AAAAAAAAIPY/6MIa4X3tmTA/s320/10.png

A Unidade de Combate à Fraude da União Europeia contratou peritos externos para investigar o paradeiro de 50 mil milhões de Fundos que ninguém sabe onde param
Em Peritos estiveram em finanças públicas Portugal Nos últimos meses, um mando da União Européia, À procura do destino de mais de
50 mil milhões de euros Fundos estruturais em que Portugal recebeu desde o ano 2000
, Mas que agora ninguém parece saber onde foram aplicados - se é que o foram. Para a Comissão Europeia O que está em causa é que todo o dinheiro investido em quatro eixos fundamentais de desenvolvimento Deviam ter dado frutos. Mas não deram ea CE quer agora saber o que foi feito ao dinheiro, entregue ao Estado para formação e desenvolvimento.

A primeira denúncia chegou ao Gabinete de Luta Anti-Fraude da Comissão Europeia a 23 de Outubro de 2008. Stefan Zickgraf, Diretor da Confederação Europeia das Associações de Pequenas e Médias Empresas, assina uma carta reveladora de denúncias sobre a incapacidade de se saber onde está o dinheiro que Portugal recebeu durante o Terceiro Quadro Comunitário de Apoio, por negociado António Guterres e pelos socialistas, E que começou um ser aplicado em 2000.
A Comissão Europeia está a investigar os Criados 18 programas operacionais que foram aplicados desde 2000 e até 2006 E que serviam para colocar uma economia portuguesa e os trabalhadores nacionais ao nível médio europeu. Mas falhou uma Estratégia e Os Programas Controlo Não Tiveram
. Os investigadores internacionais estão agora à procura dos 10 milhões de contos (cerca de 50 mil milhões de euros) em que entraram Portugal e foram distribuídos grandes para quatro eixos:

14 mil milhões Para a qualificação e o emprego;
16 mil milhões para alterar o perfil produtivo do País;
5 mil milhões para "afirmar o valor do Território e da POSIÇÃO geo-económica";
15 mil milhões para o Desenvolvimento Sustentável das Regiões mais pobres. A Europa olha para o trabalho feito e não vê resultados. Perante estas denúncias ea estagnação do desenvolvimento, uma Comissão Europeia Levanta agora a hipótese dos Dinheiros ilícitas terem caído em mãos.
O Tribunal de Contas num Relatório de Auditoria Refere que em relação ao Sistema de Incentivos Pequenas Iniciativas Empresariais um não há Controlo eficiente: "
As Contas de Gerência das Entidades Gestoras e pagadoras dos incentivos do SIPIE
- O IAPMEI e o IFT -- individualizam não, na receita, como verbas recebidas (do FEDER e do OE), para o Financiamento do SIPIE e, na despesa, os Correspondentes Montantes de incentivos pagos, Os Quais estão integrados nos valores globais referentes aos vários sistemas de instrumentos e incentivos do POE, de que também são entidades pagadoras. Este Sistema de Gestão Globo, em, das verbas do POE: a) Não atende ao Princípio da especificação orçamental, apesar dos Elevados em causa Montantes; b) Não Permite uma análise da execução orçamental do SIPIE, isto é, da correspondência entre os Montantes pagos e recebidos os incentivos, o que Constitui uma Limitação ao Controlo ".

As palavras do TC Já trouxeram um Portugal uma especialista em fraudes e Aplicações de Fundos.
Desconfiar do Estado
Augusto Morais, Presidente da ANPME -- Associação Nacional das PME
- Há semanas recebeu a visita da delegada inspectora Anca Dumitrescu, Enviada pela CE para investigar os Fundos do EIP -- Empreendedorismo e Inovação, IEE -- Energia Inteligente para a Europa e TIC -- Information and Communication Technologies - Programas Financiados pela União Européia. É a primeira vez que um organismo da União Européia decide investigar directamente junto de entidades privadas, passando por cima dos Organismos de Controlo do Estado membro.

Surpreendido pela visita da inspectora, Augusto Morais considera haver "uma fundada suspeita de irregularidades Sérias e que o Tribunal de Contas investigar deve, com urgência, para não sermos apanhados pela CE em processos com apontamentos de corrupção, muito maiores do que o 'Face Oculta '". A ANPME aponta o dedo aos parceiros sociais"São quem mais recebe dinheiro do Estado para organizar Acções de formação e desenvolvimento. (...) Os ministros, desde
Elisa Ferreira a Manuel Pinho, Nas mãos Tiveram muito dinheiro para contrariar estes dados, mas infelizmente as estatísticas continuam um Traçar um padrão negro. Por isso, os empresários, os economistas e os analistas perguntam: onde foi gasto tanto dinheiro, se não teve resultado".

http://1.bp.blogspot.com/_a6ESY6RREzY/SxBcbv9MDVI/AAAAAAAAIPo/oQHPJs0VWPk/s320/10.pngPSD questiona Governo
Paulo Rangel, Lançou esta semana Sérias dúvidas sobre a Aplicação dos Fundos Comunitários. Rangel estranha o silêncio do ministro da Economia,
Vieira da Silva
, Sobre "A aplicação deficiente dos Fundos Comunitários (...) A situação dos Fundos Comunitários é de tal forma grave que é impensável que uma pessoa que tem uma pasta do QREN não tenha dado uma palavra sobre isso mês ". Ainda este O Governo vai ter que devolver uma Bruxelas Mais de € 270 mil nos mal aplicados Açores
, Depois de ter havido em 2002 uma queixa de uma empresária de S. Miguel à CE Sobre o Sistema de Incentivos de Base Regional. O dinheiro, em vez de servir todos os empresários necessitados, Terá sido Distribuído em circuito fechado. A falta de legislação para Avaliar estas situações eo contínuo recurso às entidades européias que implica cada queixa demora média, em, seis anos e meio Investigada a ser.
Segundo o último Relatório do Tribunal de Contas Europeu, Portugal está envolvido em quatro casos de irregularidades.
Dois
dizem respeito aOS Pagamentos Efectuados para uma expropriação de terras para construção de um SCUTs. Ao todo, O País pode ter que devolver à CE Mais de 80 milhões de euros Em conseqüência da má administração e aplicação dos Fundos Comunitários .(...)

em O Diabo
Obs.: Não dei conta na imprensa dita "de referência" que, uma visita de Anca Dumitrescu, Tenha Sido notada. Da visita dos peritos em finanças públicas, também não. De tudo o resto, não sendo uma notícia é contudo, mais uma confirmação do Oceano suspeitas de que São ciciadas, há muito anos.
Escrito por David Oliveira em 27.11.09
Marcadores: uma escrita / contabilidade das desgraças

QUERER É PODER

António d'Almeida