Translator

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

DIVULGA! NÃO TENHAS MEDO! MAS SE DEPENDES DELES TEM CUIDADO...!!!

.

Grandes figurões...e grupo de "Otários" silenciosos -
IMPORTANTE DIVULGAR
Com os meus melhores votos de Boas Festas, aqui vai mais uma, mesmo na véspera de Natal.
Como dizia Camões: "Esta é ditosa Pátria minha amada".
O texto mais abaixo ilustra-o perfeitamente. Não se trata de mais uma piadinha meio-populista, meio-demagógica, ou um pouco de tudo isso para deitar mais achas na fogueira (até porque o tempo está frio), mas temos TODOS de fazer alguma coisa para acabar com esta fantochada dolorosa e estúpida.
Quando fomos a votos, à boa maneira lusitana, a resposta foi ambígua, porque não os temos no sítio. Toda a gente o que é que eu quero dizer.
Quem é que põe cobro a isto? Onde está o sinal de STOP?
Onde é a cloaca para atirarmos os últimos dejectos?
Temos de lutar em conjunto para acabar com esta raça maldita.
ORA AQUI ESTÁ O QUE EU DIGO HÁ MUITO..!!
TIREM MAS É O CRAVO DO CANO DA G3
Grandes figurões...e grupo de "Otários" silenciosos - IMPORTANTE DIVULGAR
NÃO HÁ PALAVRAS...!!!!
Numa pequena notícia do Expresso,foi noticiado que prescreveu uma dívida de 700.000,00 Euros , de IRS de António Carrapatoso, figura de proa da Telecel/Vodafone.
Porque razão prescreveu esta dívida? Porque razão não se procedeu à cobrança coerciva, dado que o contribuinte em causa não tem, nem nunca teve, paradeiro desconhecido?
Aliás, António Carrapatoso nunca deixou de aparecer, com alguma frequência, nos écrans da televisão para entrevistas e comentários, onde sempre defendeu as virtudes do "sistema" em que vivemos e que nos é imposto (pudera!!!!).
Esta dívida não pode prescrever porque se trata de dinheiro devido ao Estado, ou seja a TODOS NÓS.
No dia 14 de Janeiro de 2005, no Pavilhão Atlântico, em Lisboa, durante um Encontro dos Correios de Portugal, os CTT pagaram 19.000,00 euros a Luís Felipe Scolari por uma palestra de 45 minutos, que teve como tema algo do tipo «Como fortalecer o espírito de grupo». A decoração custou mais de 430.000,00 euros e havia dois carros de luxo.
A despesa efectivamente, com a decoração do gabinete do presidente do Conselho da Administração dos CTT, Carlos Horta e Costa, bem como a sua sala de visitas e ainda das salas de visitas e refeições custou 430.691,00 euros.
Carlos Horta e Costa teve à sua disposição, um Jaguar S Type (a renda para o adquirir custou
cerca de 50.758,00 euros) e um Mercedes Benz S320CDI comprado por 84.000,00 euros ).
Assim, o Relatório da Inspecção-Geral das Obras Públicas conclui haver «indícios de má gestão» e «falta de contenção de uma empresa que gere dinheiros públicos», pelo anterior Conselho de Administração que liderou os CTT.
Vítor Constâncio governador do Banco de Portugal ganha 272.628,00 € por ano, ou seja quase 18.200 contos MENSAIS, 14 meses/ano.
Outros ordenados chorudos do Banco de Portugal :
O Vice-governador, António Pereira Marta - 244.174,00 €/ano
O Vice-governador, José Martins de Matos - 237.198,00 €/ano
José Silveira Godinho - 273.700,00 €/ano
Vítor Rodrigues Pessoa - 276.983,00 €/ano
Manuel Ramos Sebastião - 227.233 €/ano
O Vice-governador, António Pereira Marta até acumula com o seu salário com a sua pensão como reformado ... do Banco de Portugal.
Aliás, o Vítor Rodrigues Pessoa, também tem uma reforma adicional de 39.101,00 €/ano Total 316.084 €/ano e o José Silveira Godinho também acumula com uma pensão do BP, mais 139.550,00 €/ano Total 413.250,00 €/ano Campos e Cunha, ex-ministro das Finanças recebeu durante os dois meses em que esteve no Executivo 4.600,00 euros mensais de ordenado e uma reforma de 8.000,00 euros do Banco de Portugal. Mira Amaral saiu da Caixa Geral de Depósitos (CGD) com uma reforma de gestor 18.000,00 euros. Na altura acumulava uma pensão de 1,8 mil euros, como deputado e 16.000,00 euros como líder executivo da CGD. O que me choca não é o valor da reforma. É o facto de Mira Amaral poder auferir desta reforma (paga pelos contribuintes) ao fim de apenas um ano e nove meses!!!!!!
Esta situação é profundamente escandalosa e tem repercussões que afectam a
própria credibilidade do regime democrático.
Esta forma aparentemente ligeira como é gasto o dinheiro dos contribuintes é grave pelo acto em si e pelo seu impacto na legitimidade do Estado para impor novas formas de captar receita.
LEMBRAM-SE O QUE O POVO PORTUGUÊS FEZ EM RELAÇÃO A TIMOR??????
E AGORA QUE FAZEMOS POR NÓS??????? NADA!!!!!!!!
LEMBRAM-SE O QUE O POVO PORTUGUÊS FAZ QUANDO A SELECÇÃO JOGA????? SE NOS MOBILIZAMOS POR DETERMINADAS CAUSAS, PORQUE NÃO POR NÓS PRÓPRIOS?
BANDEIRAS NAS JANELAS, COMO FIZEMOS COM A SELECÇÃO PORTUGUESA, MAS EM VEZ DA BANDEIRA PORTUGUESA, BANDEIRAS NEGRAS E ESCREVER NELAS AS PALAVRAS DE ZECA AFONSO "ELES COMEM TUDO E NÃO DEIXAM NADA"
Pelo menos divulga este documento, ou faremos parte de um grupo de "Otários" silenciosos.
Depois de apresentar este texto só posso dizer que tenho vergonha de ser português em Portugal.
Gostava de viver numa verdadeira Democracia!
Todos com o mesmo sistema de saúde;
Todos a pagarem impostos;
Todos a terem reformas merecidas e justas;
Todos com o mesmo sistema de Justiça e não um para os ricos (intocáveis) e ou-tro para os pobres.
Peço a quem ler esta mensagem que a divulgue !! mas não fiquem por aqui, estes a quem nos referimos ainda gozam c/ estas divulgações, á que tomar medidas rapi-damente ou temos todos sangue de barata?
É a n/ sobrevivência que está em jogo!!!!!!!Deixem-se de “futebóis”, isso não nos dá o pão!
.
P.S. Se dependes deles para viveres, tem cuidado, porque eles vingam-se de ti... Todo os "chouriços" (a nível que for) se vingam quando são divulgadas as suas roubalheiras.
O chouriço é um "porco" sem escrúpulos. Estes estão no umbigo, na prazenteira vida à conta da roubalheira!

EU E A MINHA PAIXÃO PELO RIO KWAI E KANCHANABURI



A VERDADEIRA VERSÃO DAS ESCUTAS COM "PEIXEIRADA" À MISTURA

-


Transcrição das Escutas Sócrates
.
Vara - Godinho: a troca de telemóveis, no "Face Oculta"
-
Mano – Tudo na boa?...
-
Zé – Nem por isso, esta cena das Eleições está-me a deixar nervoso, tenho tido daquelas crises de nervos, quem paga é sempre o “Zangado”, mas no outro dia a Nanda veio-me com uma sondagem… pá, não resisti, deitei-me a ela, apertei-lhe o pescoço, parecia a matança do porco, dez minutos depois, já estava tudo a bater à porta, a minha mãe, a mãe do Herman, o segurança, o Quique Flores…
-
Mano – Bem… que peixeirada, caraças… E acabou como?
-
Zé – Não acabou, amanhã, já comprámos meia página no “Correio da Manhã”, para dizer que estamos outra vez de relações cortadas, ela quer mais 50 000 € à cabeça, mas eu estou-me a borrifar para essa cena, o que me preocupa mesmo são as sondagens, a Fátima vai perder em Felgueiras, e o Costa pode ganhar em Lisboa…
-
Mano – Isso é f*****… Esse gajo é perigoso, um dia destes começa a crescer e depois quer voltar para o Rato… Para o teu lugar...
-
Zé – É justamente isso que eu quero impedir. Já estive a falar com os gajos do Bloco, e podemos fazer uma injeção de capitais, para ver se eles o seguram na Câmara…
-
Mano – Também já andas a injectar robalos nos trotskistas (risos)
-
Zé- … isso… ao que um gajo chega, caraças… Agora é tudo a comprar. A “SIC” está sob fogo, o Balsemão está a ficar sem dinheiro, acho que já nem dá para a coca, e nós vamos conseguir correr com aquele filho da P*** do Diretor do “Público”. Quando eu voltar a ter a Maioria Absoluta, esse é um daqueles a quem eu quero que se faça a folha, mas uma coisa à maneira, tipos “Noites Brancas”, estás a ouvir?…
-
Mano – Conta comigo, o número do Pinto da Costa está sempre nos meus
favoritos…
-
Zé – O problema é que esta estratégia custa toda uma pipa de massa. O Pedro…
-
Mano – Qual Pedro?... O dos árbitros?...
-
Zé – Ná!... O Silva Pereira. O Pedro disse-me que temos três cenários equiprováveis: ou ganhamos com Maioria Absoluta reforçada, já em Setembro, ou com Relativa, e conseguimos Antecipadas, já em 2010, e é uma Maioria Absoluta, à rasquinha, ou deixamos a coisa rolar, até Dezembro de 2010, quando o Badochas de Belém estiver a tratar da reeleiçãozinha dele, e aí ganhamos com Maioria Qualificada: 2/3 da Assembleia, disse ele...
-
Mano – E qual preferes?...
-
Zé – É indiferente, desde que consigamos continuar a colocar capitais lá fora, para basarmos, quando esta m**** se afundar. Outra coisa que está a custar caro é comprar a contra informação, e são muitos, mas variam em influência. A “SIC” vai passar uma m**** com os “Gatos Fedorentos”, mas pediu 70 000 000, à cabeça, e mais 50 000 000, depois…
-
Mano – f***-se, isso é muito robalo…
-
Zé – É, isto custa caro, e vamos ter de passar muito capital através da Mota Engil, da Ren e da Lena, para não ficar à vista. E há gajos lixados, sobretudo naquela porra da Blogosfera, que já nos fodeu várias vezes…
-
Mano – O que é que esses querem?...
-
Zé – Pá, o do ”Portugal Profundo” diz que vai fazer campanha funda pela Velha, para ver se perdemos e ficamos naquela situação de poder pedir Antecipadas, e sair reforçados, em 2010, mas quer… Pá..., quer ir para Assessor do Cavaco, e para isso temos de fazer saltar o gajo que trata das Intoxicações Sociais lá dentro, em Belém, e vai ter de ser com muito cuidado...
-
Mano - E se aquele cabrão do Kaos acabasse com aquela bonecada dele isto também acalmava...
-
Zé - É, mas o gajo não pára, o filho da P***, só aguardente e charros... e o “Braganza Mothers” ainda pior, porque prometeram fazer a campanha da Tiazinha, mas em troca de…
-
Zé – Mais robalos?...
-
Mano – Robalos o caraças: dizem que fazem a campanha da Velha, mas querem lingotes de ouro, depositados no Liechtenstein…
Mano – f***-se, este pessoal não se enxerga mesmo!...
(Fim da sessão)

Mano – Zé, hoje é urgente, não podemos falar muito!...
-
Zé – Que é que foi?... Os cabrões do “Sol” apanharam mais documentos do “Freeport”?...
-
Mano – Não, é pior… Uns chibos, que tenho na "Judite" disseram-me que o pessoal pode estar a ser escutado!...
-
Zé – Impossível: essas m****s passam todas por mim e pelo Zé Magalhães…
-
Mano – Pá, então telefona ao Magalhães para fazer um ponto da situação… O gajo que se chibou é um gajo que nunca tem dúvidas e raramente se engana. É o mesmo que safou o Barroso e o Loureiro, quando houve aquelas m****s… Pá, eu telefonava já
-
Zé – É só desligar este telefone e ligar o outro, porra!
-
Mano – Bom e outra coisa que ele me disse é que era melhor que o pessoal trocassse todo de telemóvel…
-
Zé – Isso é mais fácil, tava a pensar num Blackberry e até posso pôr isso nos fundos da Ação Social de uma escola aqui da zona. Queres um para ti?...
-
Mano – Pá, agora estou preocupado demais para andar a pensar em marcas. Isto pode ser um c******, e o pessoal ser todo apanhado…
-
Zé – Mas é assim (silêncio) O gajo falou-te de alguém… Um nome?...
-
Mano – Zé, já me fartei de te avisar com aquele cabrão do Mário Mendes…
-
Zé – O Mário Mendes!?... f***-se, esse gajo tem tido tudo o que tem pedido…
-
Mano – Esses são os piores. Eu vou telefonar ao Godinho, e tu telefona aos outros!...
-
Zé – Mas se é o Mário Mendes que se chibou, o que é que o pessoal faz?...
-
Mano – Pá, agora não sei, mas vou telefonar ao Pinto da Costa, ou ao “Major”. Em último caso, arranjamos um acidente de carro, pá, sei lá, eles é que sabem como se fazem essas cenas, partir uma suspensão, serrar um eixo de tração, o carro acelera e o gajo pode morrer num desastre, Mas agora deixa-me pensar nisso, Vou telefonar ao Godinho, e depois para Gondomar. Já te falo.
-
Zé – Ok, depois apita…
(Fim da secção)
-
Mano - ... hoje é dia de robalos (risos) Po acaso, sabes qual o câmbio do robalo hoje?... (risos)
-
Zé - Não, mas vais ao Milfontes e metes a data de hoje, 12 de Janeiro...
-
Mano - (risos) Pá, sempre fui mau em contas, mas a vida dá cada volta... Administração do BCP.... Se o meu pai me visse: "Pai, já sou Administrador do BCP!..." (risos)
-
Zé - Quem não punha o meu dinheiro contigo aí era eu... (risos)
-
Mano - Nem tu, nem eu... (gargalhada)
-
Zé- Quando esta m**** estoirar... ouve... curtia mesmo ver a cara do pessoal...
-
Mano - Mas está tudo orientado, ou não?...
-
Zé - (silêncio) ... ainda há o problema do Constâncio, que anda a pedir umas coisas que eu ainda não percebi, não sei onde é que o gajo quer chegar, e acho que ele anda um bocado mal, coisas pessoais, na FNAC do Chiado anda muitas vezes a falar sozinho, já me falaram de álcool, mas está controlado, porque o SIS tem montes de dados sobre a gaja dele... E o filho (risos) uma boca sobre a vida privada dele e o gajo morre (risos) mata-se (risos) evapora-se (risos)...
-
Mano - Zé... (silêncio) desta vez, onde é que enfiamos os robalos?...
-
Zé - (silêncio)
-
Mano - ... pá (silêncio) não dava para falares com a tua mãe?...
-
Zé - É, pá, não me lixes, a velha já tem tudo em nome dela, qualquer dia, era metade do país dela, a outra metade da preta, ouve lá arranjem outro nome!...
-
Mano - Tinha pensado num gajo das sucatas, meio lerdo, um tal de Manuel Godinho...
-
Zé - Daqueles do "Freeport"?... Se é do "Freeport" já basta de agitação, pá, isto qualquer dia rebenta a bolha!...
-
Mano - Não, Zé, calma, é um gajo das sucatas...
-
Zé - Da Assembleia da República???...
-
Mano - Não, sucatas mesmo sucatas... metal velho, e m****s assim...
-
Zé - Por mim, serve, quero é que essas cenas sejam sempre discretas, tou farto de ver o meu nome a rolar por tudo quanto é sítio...
-
Mano - Olha, tivesses mais cuidado, sabes uma coisa que se chama.... (risos), Inglês Técnico, meu... (risos)... uma coisa chmada "low profile"?... Olha o Fernando Gomes, por exemplo, anda a mamar muito discreto, nunca mais se ouviu falar dele, e tem os mesmos estudos que tu e eu... (risos) ... os mesmos estudos, mas muito mais escola (risos)
-
Zé - Pá, eu também gostava de ser perfeito, mas...
-
Mano - ... e as escutas do Cota de Belém?... O gajo anda desconfiado, quer-se dizer (sic) é o que se houve (sic) aí...
-
Zé - O Zé diz que até agora no problem... A velha só fala de presépios, horas e horas a falar do Menino Jesus, e de mudar as fraldas ao gasolineiro, o gajo anda de incontinência (risos), já tiveram de fazer uma casa de banho nova, para o gajo não se mijar pelas pernas abaixo (risos) a meio dos corredores de Belém (risos) de aqui a cinco anos já tem o cérebro todo apagado, vamos estar à vontade (risos)
-
Mano - Já combinaram a coisa com o Manel?... O Manel é fundamental para a reeleição...
-
Zé - Tudo numa boa. Para o Natal, já encomendámos um caixote de Licor Beirão, aquilo vai com uma fita, assinada por todos, a Belém, a Edite, a Fátima, o Ferro, o Gama, o Pedroso, eu... tu também podes assinar, se quiseres... olha, era uma boa, tu assinares também, para o gajo ficar mais calmo, e depois avançamos com outra candidatura, para conseguir manter a situação estável, em Belém...
-
Mano - Dizem que o Aníbal já fala sozinho e quando está à rasca, pede aos assessores para telefonarem para o Professor (risos) Salazar, para pedir concelho (sic)...
-
Zé - Sim, o Magalhães já me falou disso, parece que está nas escutas, e já pagam a um gajo para imitar o Cabrão de Santa Comba Dão e lhe dar conselhos (risos)
-
Mano - Quais conselhos (risos)?...
-
Zé - O outro imita a voz, e diz-lhe para ele (risos) rezar...
-
Mano - Tá bem esgalhado.. Olha, agora uma que não vais gostar. O Zé diz que já tem o teu computador com spyware, e mandou-me um email com as tuas entradas todas, dias, horas e as mensagens do "Manhunt" (risos) Não sabia que curtias "leather" e chicote (risos)
-
Zé - (silêncio)
-
Mano - É verdade, ou não?...
-
Zé - (silêncio)
-
Mano - Tás aí, Zé?... (silêncio) P*** da ligação, deve ter caído, f***-se!...
-
Zé - (silêncio) ... Pá, não sei se sabes que somos muito amigos, mas.... pá, há limites... que eu saiba, ainda estás a falar com o Primeiro Ministro de Portugal... Pá...
-
Mano - Yeah, mano, tens razão, vai-te foder!... Se tu és o Primeiro Ministro, então eu sou o Papa!...
(Fim da sessão)
-
Zé - … ah, és tu?... Pá, hoje não posso demorar muito tempo, que a Nanda vem aí…
-
Mano – Ganda seca… Essa gaja ainda não te largou a perna?... c******…
-
Zé – Pá, não sejas assim. Eu sei que a gaja é pegajosa, mas a gente deve-lhe muita coisa, e... olha…
-
Mano – Já fizeste bem as contas ao que essa m**** já te custou?... As notícias compradas nos jornais, as comissões dela, as viagens falsas, os jantares, os bilhetes de cinema, as roupas… o que tu já podias ter curtido com essa pipa de massa… Zé, posso ser sincero?... É nesses momentos é que não te percebo, um gajo quando decide ir numa direção, vai, e pronto, acabou. Tu já ganhaste alguma coisa com isso?... Pensa bem, e vais ver que a resposta é… não. É que se gostasses de gajas eu até te percebia, mas assim não percebo…
-
Zé – Armando, um político moderno tem de cuidar da sua imagem. Eu não sou o Portas, desde a Covilhã, desde Coimbra, desde Amesterdão, sei lá, desde que me conheço que tentei manter as pontas sob controle. A gaja é pegajosa? Concordo. Custa caro? Concordo. Agora, tudo tem um custo, e a minha imagem é importante. Tu, por exemplo, ficavas na boa se saísses em todas as revistas quando vais comer as moldavas lá do Major?... Não gostavas, pois não?... Eu também prefiro passar uns dinheiros ao Abel, e sai logo na “Lux” e na “Caras” que eu e a Nanda estamos em crise, mas vai retomar, pá, o pessoal acredita em tudo, e não te esqueças de que eu não quero os meus putos metidos nesta m****. A filha do Ferro, quando foi aquela m**** da Casa Pia esteve a antidepressivos meses e meses, portanto, Armando, eu não quero isso para os putos, a gaja é paga, lá vem do “Diário de Notícias”, a pé, com aqueles “jeans” muita coçados, os vizinhos todos vêem-na a subir a rua, eu, entretanto, venho no carro com os vidros fumados, mas devagarinho, para verem que sou eu, e a história começa a rolar. Queres melhor?... No outro dia, a minha mãe foi à “Loja das Meias”, e as funcionárias todas receberam-na com carinho e disseram-lhe: “já vimos que a sua nora veio ter com o seu filho…” Mulheres, sabes, mas é nessa onda que eu tenho de apostar. O resto era muito mau, e bem basta o que basta… Vamos na onda das conversas entre gajas.
-
Mano – E tem havido notícias de Londres?...
-
Zé – Isso está uma embrulhada do caraças. Os Ingleses bloquearam tudo. Estive ontem ao telefone com o Edward, e ele disse-me que, se for preciso, a mãe faz umas pressões nos sítios certos. f***-se, maldito o dia em que me meti nessa m**** do “Freeport”. Isso só tem dado chatices, e o dinheiro sei lá onde é que já vai… Por cá, já sabes como é, temos feito tudo o que podemos, prego a fundo na Judiciária, compra-se o que se pode, e já negociámos a coisa mais claramente: ou eles travam em Londres, ou nós voltamos à carga com os McCann. Mas essa está jurada, mano, não me chame eu Zé: eles tentam lixar-me, pá, e nós pomos os McCann em cima da mesa. O Júdice disse-me que era fácil, há dois ou três erros processuais, e há as gravações, sobretudo as gravações e os testes do ADN.
-
Mano – E o que é que o Gonçalo Amaral pensa dessa m**** toda?...
-
Zé- Pá, esse gajo agora conta pouco. Esticou-se muito quando não devia, e também já está travado, mas o grosso da investigação já está trabalhado. Já não precisamos dele
-
Mano – Custa-me saber que uma mãe…
-
Zé- Armando, a vida é assim, se não fores tu a gostar de ti, quem é que gosta?... Ou eles, ou nós, e eu escolho sempre nós. Agora, há uma coisa que me anda a preocupar, que é essa cena dos sacos de dinheiro. Essa porra já estoirou lá em cima, com a Fátima, e eu, sinceramente, gostava de ver menos dinheiro a circular. Não sei se percebes... Preferia uma cena mais virtual...
-
Mano – Isso é o que me preocupa menos. Desde que um gajo não seja visto, não há problema. Olha a Sicília. Não é a mesma coisa?... E os gajos no Brasil?... (risos) Viste aquele que estava a enfiar notas dentro do casaco, das calças e as meias?... (risos) Ganda cena… Parecias tu (risos) no Cova da Beira, mas apanharam-no, o gajo pôs um ar de Pinto da Costa, virou-se para as câmaras, e disse que era para (risos) pagar o “panetone” dos ranhosos das favelas no Natal… Pá, sinceramente, achei genial. Por mim, já pensei, se alguma vez me perguntarem o que é o que vai nos sacos… olha, vou fazer de Santa Isabel (risos)… são robalos, Senhor (risos)
(Fim da secção)
-
Mano - … portanto, eu acho que tu devias ser mais discreto, essa m**** ainda vai dar barraca. Estive no outro dia a falar com um Irmão…
-
Zé - … o XXXX?
-
Mano – Não, caraças, esse não pesca boi de História, só de desvios de capitais, mas este sabia que isso do “Magalhães”… pá, pronto o Zé tem sido porreiro em montar esta m**** toda das escutas de Net e telefones, mas não era preciso dar o nome dele aquela choldra dos computadores para os putos verem gajas e caralhos???… Meteres isso nas mãos do Sá Couto, ali, na Defensores de Chaves, ganda rua, essa, cheia de casas de p***s e travestis, ah, geraldinas da minha vida… mesmo, mesmo, mesmo nas barbas da Auditoria das Obras Públicas!?... O gajo da Loja, ainda por cima, diz que o Magalhães, não o nosso, era um gajo da História que trabalhava para os Espanhóis…
-
Zé - … e tens algum problema em trabalhar para os Espanhóis?...
-
Mano – Se pagarem… (risos) népia. Sabes que eu trabalho sempre bem, mas… (risos) Mas podias ser mais discreto. Já quando foi com aquela m**** da “Independente”, deixaste a cena rolar mais do que devias…
-
Zé – Não fiz mais do que os outros. A velha abriu aquilo para dar cursos…
-
Mano – Na boa, Zé, mas há uma diferença entre dar cursos a nós e agora andar a vender aquilo aos pretos à descarada, e tu ias para as aulas de motorista e tudo. Imagina se os gajos dos jornais um dia vão procurar o motorista que ficava à tua espera, à porta, enquanto tu estavas lá muito quietinho, a fingir aquelas m****s todas das Estruturas, e o entrevistam…
-
Zé- E tu não tinhas gajos a porem-te… robalos (risos) em cima da tua secretária da Administração do BCP (risos)
-
Mano - (risos) Ganda nóia. Havias de ver a cara da gaja que os mandava entrar... A gaja é bués boa, e não tinha quem a comesse lá dentro, com aquelas m****s dos cilícios da Opus Dei, agora, os Manos até fazem (risos) horas extrordinárias... Agora, volto a dizer, devias ter mais cuidado, a “Independente” deu a m**** que deu…
-
Zé- Isso já acabou. O Mariano foi um gajo muito vertical: quando viu que aquilo podia entornar contra nós, fechou a casa. Eu sei que tu foste mais discreto…
-
Mano – Claro. Eu metia os seguranças na sala de aula. Ainda houve lá dois ou três badochas que me queriam fazer perguntas na sala. Estes gajos não se enxergam… Eu olhava para eles e era logo, “desculpe lá, julga que está a falar com quem?...”, e o Inácio, lembras-te do Inácio, aquele, louro, que já tinha sido da coca, com o Santana, e que depois trabalhou para o Júdice?...
-
Zé – (silêncio) Um gajo muita bom?...
-
Mano – Pá, isso não sei, que eu frequento outros colos… esse gajo, quando o professor olhava para mim, mais lá para o fim, já nem era preciso responder, porque ele começava a mexer na calibre 35 no bolso, e os gajos acagaçavam-se todos. Parecia Bolonha (risos). No final, montou uma festa de fim de curso, com os gajos lá da Mafia Russa, era só moldavas de perna aberta. Arrombámos uma igreja, ao pé de Loures, estivémos a foder a noite inteira, f***-se, tanto champanhe, o pessoal teve uma ressaca da branca de sete dias... Ganda curso, que saudades... Agora a verdade é... saí, ou não, de lá, com o canudo, e sem m****s, como aconteceu contigo?...
-
Zé – Mano, tiveste sorte, eu tive azar. Mas eu ainda me hei de vingar desses cabrões…
-
Mano – Há des (sic.)… Há des (sic)… quantas vezes é que eu já te ouvi dizer há des sempre que rebenta um escândalo que mete a malta?... Ouve, que eu não duro sempre, enquanto não foderes um ou dois, como faz o Pinto da Costa, vais ter sempre esses cabrões à perna…
(fim da secção) www.portugaclub.org
-
Zé – Olá, mano, tudo bem?... Viste o noticiário hoje?... A gaja da TVI tem de ser queimada, pá, é assim, não foi isto que combinámos no início, é todos os dias a mesma m****, os putos, na escola… pá… não podem estar a ouvir todos os dias o que dizem de mim…
-
Mano – A gaja tá protegida na TVI, mas aquela m**** pode-se dar um toque à PRISA. Eu amanhã vou para Madrid, tenho lá um jantar com umas gajas… (silêncio) Pá, desculpa lá… (risos) se eu soubesse que tavas nessa onda até te convidava… (risos) São da Letónia, ou uma dessas m**** desses países que inventaram agora… Pá… lindas… mandaram-me o catálogo, têm olhos que parecem aquelas pedras dos anéis..., lindas, bué, Zé..., lindas… águas marinhas, ou lá o que é, muitas vieram clandestinas para pagar a vida da mãe, que tá com cancro… f***-se, estes gajos das redes não respeitam nada, mas a casa é um espetáculo, nada daquelas porras onde eu ia com o Madaíl, em Vouzela, as gajas até cheiravam mal, estas é tudo limpinho, f***-se, boas como o c****** (silêncio)… Zé, eu já meti a língua em duas…
-
Zé – (silêncio)
-
Mano - … e volto domingo, deixei uns gajos cá, no gabinete, a aldrabar umas contas no BCP, segunda devo tar com uma ressaca, mas tenho de fingir que tive a tratar dos negócios, há uns gajos dos petróleos, que vieram de Paris, acho que vão lá estar, mas nem me tou pa chatear, pá, f***-se, o fim de semana é pra um gajo se esticar, mas é assim, Zé, se nas Russas estiver lá algum gajo da Prisa… não, com os paneleiros eu não vou negociar, isso depois podemos marcar uma reunião informal, em Queluz, mas eu posso dar o toque. Pessoalmente, também tou farto da gaja, parece uma boneca insuflável, antigamente, tinha a boca grande, agora tem tudo grande e a boca ainda maior, acho que tem mesmo de ser trocada…
-
Zé- Pronto, então é isso, eu aqui posso pressionar o Paes do Amaral…
-
Mano – (risos) Vais “pressionar” o Paes do Amaral???... (risos) Como é que tu vais pressionar o Paes do Amaral???... O gajo ainda é mais passivo do que tu, deixa-te de caralhos, eu vou falar diretamente com o Penedos, o gajo mexe-se bem na Holanda, no fundo, nunca deviam ter deixado essa m**** da Endemol tomar conta disto tudo. Aquilo é bom para os “cámones”, o pessoal aqui gosta é de gajas com grandes cus e futebol. O problema vai ser que não pode ficar à vista… (silêncio) No “Casa Pia” eles não ficaram com nenhum cu de fora?... Parece que a gaja vendeu a casa no Alto do Restelo e népia de mais valias… Podíamos atacar pelo lado do Fisco, f***-se, sei lá, numa só de desmoralizar, como fazemos com o Portas...
-
Zé – Do Fisco não sei nada, e do “Casa Pia”… deixa ver, o Paulo ainda não veio da Roménia, está a acabar os contratos, para ver se aquilo passa rapidamente para os Franceses, que não quero o meu nome misturado nem com a "Lena" nem com a "Abrantina", vocês isso prometeram…
-
Mano – Tá prometido, tá cumprido… Sabes se o gajo se tem safado com os putos?...
-
Zé - Mano, tou mais preocupado com as fugas, a Cabrita já anda à perna, o Monteiro anda a fazer jogo duplo na Procuradoria e a gaja, qualquer dia, enturma com a outra…
-
Mano – Yeah, isso é mau… sim, isso é mau, tou farto dessas gajas da coca, a
história começa aqui, amanhã já está o Balsemão a snifá-la, aquilo do “Expresso” e da “Sic” acho que está mesmo muito mau… (silêncio) Olha, já te chegou alguma sobre o Miguel ir para a “Sic”?...
-
Zé- Qual Miguel?...
-
Mano – Pá, o filho da outra, o que copia os livros…
-
Zé – Quais livros?... Há tantos a copiar livros
-
Mano – Pá, o dos comentários da TVI, ele não está feito com a da boca grande, mas se se vir entalado faz maioria… esse é daqueles que é tudo menos m****s, por causa da mãe…
-
Zé- Tá morta. Essa, ao menos, já foi, senão tínhamos de ir arrumá-la ao lado do Ferro…
-
Mano – Ou do Carrilho, na Unesco… olha, tinha sido mais fácil calá-lo assim. Agora, há um problema nisto tudo, é que eu preciso de fundos, para comprar algumas coisas, sabes como é, o pessoal anda todo um bocado enrascado com a crise, se tu chegares e puseres um saco de notas em cima da mesa, a conversa é sempre mais rápida…
-
Zé- Tens a faturas do Godinho, mas podemos usar o nome da REN, para sacar alguma coisa da fatia do BPN, ninguém nota, no meio do buraco... Mais logo, vou telefonar ao Zé, quando ele chegar de Bruxelas, aquilo ali está mesmo denso, parece que andam a queimar o nome do Blair, para depois avançar com o nome de um dos nossos, para a Presidência Europeia…
-
Mano – E então?...
-
Zé -… e então, pá, tivemos de negociar. O pessoal, aqui, cala-se, oficialmente, vamos com a Espanha, e aí avançamos com um nome dos nossos, parece que é um Belga, mas deixei ali o nome no bolso do outro casaco, não sei dizer-te quem é, mas é poderoso, daqueles que conseguiu bloquear o Caso Dutroux. Em contrapartida, os gajos fecham os olhos ao nosso deficit aí uns dois anos, pelo menos...
-
Mano – E isso do deficit está como?... Lá no banco falam de uma porrada de dinheiro…
-
Zé- Tá mau, mas a gente aguenta-se. A Loja deu ordens ao Vítor para agarrar os números, e só virem depois das eleições…
-
Mano – Mas tipo o quê?...
-
Zé – (silêncio) Pá, já passou os dois dígitos, mas isso não se pode saber, e também não interessa, que eu nessa altura já espero não estar cá. (silêncio) Agora que isto está mau… está, está muito mais do que se pensa...
-
Mano –E o que é que diz a Loja?... Tenho tido pouco tempo para ir lá, com isto das Russas…
-
Zé- Até agora estão a aguentar a coisa. A eleição do Obama calou os toscos, na América, e aqui vamos ver se conseguimos manter a calma até à próxima reunião de Bilderberg.
-
Mano – Já sabes onde é?...
-
Zé- O Aguiar Branco disse-me que pode ser na Sicília, mas já me chegou, por outras vias, que vai ser no Rio de Janeiro.
-
Mano – Boa!... Para ver se dividimos os gajos. E sempre vai dar para falar diretamente sobre o plutónio, com o Hugo.
-
Zé- … é… Isso é outra coisa que me anda a tirar o sono. Quando era uma de estarmos a fazer entrar a coca, ainda podíamos ter a “Air Luxor” e a as velhinhas de Arraiolos, agora, com o plutónio… É complicado, já pensámos em Marrocos, ou Cabo Verde, para depois vir via os voos de Angola. Depois mete-se nos camiões e é mais fácil, os gajos nem sabem que aquilo mata (risos)
-
Mano – E como está a conversa com Teerão?
-
Zé- Bastante boa. Se houver crise do petróleo, os gajos asseguram os stocks até 2015, mas precisamos de pôr lá 10 toneladas, senão nada feito…
-
Mano – 2015 é porreiro, pá… Achas que em 2015 já estamos outra vez com Maioria reforçada?
-
Zé- o Zé diz que sim. Está agora a montar uma empresa de sondagens…
-
Mano – Ah, ganda Magalhães, sempre a faturar (risos). E achas que é m**** para se aguentar?...
-
Zé- Ele disse-me que é tudo baseado em escutas, portanto, não precisamos de amostragens, diz o gajo. Tem uma equipa que escreve o que o pessoal diz ao telefone, e ninguém vai mentir, ao telefone sobre onde vai votar… 0% de margem de erro!... (risos)
-
Mano – E o Corno de Belém, anda manso, ou com os tremeliques?...
-
Zé - Anda manso. Por aí está tudo controlado. Pelo menos, é o que tenho ouvido nas gravações. Parece que ainda pensa que é Presidente (risos)
.
(Fim da secção) http://www.aloportugal.org/
Arrebenta

O TIGER WOODS UM HOMEM DE BURACOS

.


Puros "buracos" mexicanos. O Tiger Woods um homem de buracos e que o taco não se lhe parta.

Dia dos Inocentes
Tiger Woods gosta de mexicanas
Ontem
O famoso golfista americano aparece a promover o 'Tiagra' numa notícia inventada por um jornal.
Tiger Woods aprecia as mulheres mexicanas e faz a promoção de um remédio sexual baptizado Tiagra, numa série de notícias cómicas publicadas ontem no México por ocasião do Dia dos Inocentes, o equivalente ao 1.º de Abril (Dia das Mentiras).
Os jornalistas mexicanos publicaram várias notícias mundiais e nacionais, por exemplo, que cientistas trabalhavam numa nova vacina contra a gripe A à base de tequilla, a bebida nacional do México.
"As morenas mexicanas são as melhores", afirma Woods, numa citação inventada pelo jornal La Reforma, que publica uma fotomontagem do golfista mais famoso do mundo a admirar uma empregada mexicana.
De acordo com o jornal, o desportista americano, que alegadamente tem uma vida sentimental tumultuosa, faz a promoção de um novo remédio, o Tiagra, numa alusão ao Viagra, medicamento contra a impotência sexual. Uma informação que é falsa.
Na América Latina e em Espanha, no dia 28 de Dezembro, designado o Dia dos Inocentes - que assinala o dia do massacre de crianças ordenado por Herodes pouco depois do nascimento de Jesus Cristo - são publicadas notícias cómicas e falsas, como acontece no Dia das Mentiras.
-
À MARGEM: Agora surgem jornalistas a escreverem que o Tiger gosta de (buracos) mexicanos.
Nunca mais deixam em paz o golfista, mundial, de todos os tempos que em mais buracos acertou.
Se o rapaz fosse "maricas" ninguém lhe ligava patavina e desde logo surgiam uns "panascas", facturando à conta do seu nome, terem partilhado o campo com Tiger e uma maravilha na tacada certinha no buraco.
Cá por mim que o Tiger continue acertar nos buracos mexicanos, americanos, cubanos e de outros cursos de golfe à volta do globo.
Ele já não pode passar sem as boas tacadas de enfiar a bola no buraco.
Um especialista nas tacadas, em vários ângulos, tenha ele o buraco pela frente ou por de trás...
Que continue o Tiger a ter azar aos buracos e sempre com boas tacadas e enfiar (a bola) neles.
Que o taco não lhe parta e dobre.
Continua Tiger já que és um especialista em acertar em buracos.
José Martins

POLÍCIAS: A TENTAÇÃO DO OURO

.



29 Dezembro 2009 - 00h30 (Correio da Manhã)

Esquema: Dez acusados pela unidade especial do DIAP de Lisboa
Polícias roubam 10 kg em ouro
O negócio para António Barão era simples. Recebia os 200 mil euros, em notas, e Bruno Ramos podia levar os dez quilos em ouro que ele guardava em dois sacos na mala do carro. A 20 euros a grama.
Era o que estava combinado, foi para isso que se encontraram a 10 de Março, à luz do dia, no parque de estacionamento do McDonald’s de Massamá, Sintra. Mas Bruno não queria comprar, tal como três agentes da PSP que chegaram de repente, com crachás e armas em punho, não queriam prender. Era uma armadilha – e o empresário, sequestrado e agredido à bofetada, ficou sem o ouro.
Este ataque, segundo a acusação da Unidade Especial de Combate ao Crime Violento do DIAP de Lisboa, a que o CM teve acesso, faz parte de um esquema de roubos e extorsões montado por Sebastião Malheiro de Sousa, velho conhecido da polícia por ‘Zé Saloio’, e Bruno Ramos.
Os dois contaram com outros oito elementos – e entre os quais os polícias Bruno Baptista, Jorge Pelica e Fernando Monserrate, de 32, 34 e 45 anos, respectivamente, sendo que este último foi o motorista de Orlando Romano enquanto este era director nacional da PSP (ver caixa). Todo o gang foi desmantelado pela Unidade Contra-Terrorismo da Judiciária.
Na tarde de 10 de Março, o empresário que pensava estar a fechar um negócio de ouro acabou algemado no banco de trás de um carro e agredido com "várias bofetadas" até ser abandonado, ao fim de mais de 25 minutos, na zona do parque florestal de Monsanto. E já sem o ouro.
O grupo tem mais um roubo do género, desta vez a vítima foi um empresário da construção civil, em Monção, convencido de que ia fechar um negócio imobiliário a 14 de Maio. A vítima foi atraída a uma casa, onde Sebastião Malheiro entrou de metralhadora G3 e Bruno Ramos de pistola. Disseram ser da polícia e roubaram uma mala com 213 mil euros.

SOLTEM O GODINHO DA CADEIA QUE ELE LIMPA ESSA SUCATA

Bombeiros alertam para risco de sucata em Lisboa

Bombeiros alertam para risco de sucata em Lisboa-PUBLICO

Os Bombeiros Sapadores de Lisboa fizeram ontem uma vistoria a um "depósito de material sucateiro" no Alto do Pina, zona de grande densidade urbana, concluindo pela existência de "elevado risco" de sinistro e salubridade.
O imóvel, a que pertencem um logradouro e duas caves, está repleto de viaturas degradadas e resíduos, servindo uma empresa de peças usadas, ao lado de prédios de habitação onde algumas varandas das traseiras têm ferro-velho ao mesmo nível.
A Polícia Municipal levantou um auto, confirmando que se trata de um "operador de resíduos não autorizado". "Não tem saídas alternativas em cada piso, há uma grande carga calorífica, há muito material altamente inflamável, como sofás, tubos de borracha, pneus, tabliês de plástico. O risco de sinistro é muito, muito elevado", adiantou à Lusa, por seu lado, fonte dos bombeiros, apontando também risco "a nível de salubridade".

O MAGALHÃES E A CANALHA INFORMATIZADA

GOVERNO COMPRA E PUTOS Vendem


Crianças Açorianas estão a vender computadores Magalhães por cinco euros ou em troca de brinquedos. Segundo a Antena 1, crianças da Ilha de S. Miguel - muitas delas oriundas de bairros carenciados e que receberam o portátil nas suas escolas - fazem negócio trocando o computador por dinheiro ou por brinquedos. Algumas delas declararam mesmo que a troca pode ser efectuada por uma bicicleta ou por um carro de esferas. Entre outras pedem os 5 e os 30 € "para a fazer a vida sua mãe, para comer ou só mesmo para brincar". Questionada sobre a questão, a Secretaria Regional da Educação, Maria Lina Mendes, disse à Antena 1/Açores que ", a partir do momento em que os pais pagam o computador, essa responsabilidade passa ser um deles e não da tutela".
O Governo pagou cerca de € 200 por cada Magalhães.

DESEMPREGO NO SAPATINHO

Pai natal

Infelizmente para muitos portugueses esta é a prenda que receberam ou vão receber no seu sapatinho. Infelizmente muitos parecem estar mais preocupados em engordar as suas enormes fortunas que em evitar a fome e miséria de milhares de familias. Infelizmente temos um governo mais interessado em em servir o grande capital e em obedecer às ordens dos senhores da Europa que em servir os cidadãos do seu país. Infelizmente essa foi a prenda mais portugueses receberam este ano.

A PRENDINHA DE FIM DE ANO DA CELESTE RAMOS

.
Olá PORTUGAL


01-Durante 20 anos vi o país arder ano a ano, e como tenho mais de 20 anos, achei estranho a partir de certa altura haver o pia sempre a arder como nunca e até se designar, “oficialmente, a ÉPOCA DOS FOGOS, embora a mata do país seja, essencialmente pinhal (de alto poder de combustibilidade)

E como não havia ardido, assim, até aos anos 80, achei que não era apenas por ser mata de resinosas, não ser a única razão a ausência de ordenamento florestal (embora 75% da mata seja privada) sendo que em 2003 o FOGO foi infernal, logo aparecendo “alguém “ dizendo que havia por aí uns malucos pirómanos, estranho também já que assisti a fogos no Algarve 8/2002) e sabemos que desde o Gerês foi ardendo - Depois veio a CULPA para os foguetes das Festas e Romarias – quando sempre houve neste país festas e Romarias

O Pinhal, por causa da resina tem alto grau de combustibilidade

Mais tarde, até sem a protecção do pinhal que havia, passou a arder o eucaliptal para a Celulose, igualmente de alto grau de combustibilidade dada a existência de óleos essenciais (que gosto de usar numa “pira” para exalar, com calor, aquele perfume, bom para respirar)

E continuou a nunca haver ordenamento florestal, excepto aqui e acolá, mas sem importância – até porque o que ardeu não regenerou

02-ÁGUA-depois começou a haver enxurradas – o que é natural – e que pioraram por não haver a vegetação (o tal mato odiado pelos bombeiros) a cobrir o solo evitando erosão eólica e hídrica, que até serão “plantas aromáticas e alimentos dos animais quando eram levados a pastar a marta e os deixavam “reduzidos” – os mais inteligentes, para escoar a água dos ribeiros, em vez de limpar os porcarias que para lá se deita, rasparam a vegetação que protegem as margens e as seguram e são espécies de exigentes em água, e são madeira de marcenaria fina + instrumentos musicais + que etc – margens que se tornam assim elásticas e a vegetação regularizadora da velocidade de escoamento ao mesmo tempo que, mais devagar, vão irrigando o solo junto às margens e as culturas hortícolas – infiltração natural - as piores enxurradas em 2001 – dizimaram o país – embora tenha havido em 1967 que fez com que se tivesse de andar de barco no Campo Grande, depois em nov 1983 (estava eu em CaboVerde) e que inundou o país, destruiu a Estação Agronómica Nacional de Oeiras, arrastou animais e árvores e pessoas até ao mar

O3-TERRA – a desertificação do Alentejo com a monocultura dos cereais + o excesso de mecanização (pêso dos tractores que calcaram a terra tirando-lhe ar e espaço de entrada da água – o denominado calo do tractor) – uma vez a terra sem cultura + calor + VENTO, fez perder, por ano, 100 toneladas de terra levada pelo VENTO – terra sem matéria orgânica o que fez com que se passasse a preparar a terra e semear com o restolho que deixou de ser arrancado

Os 4 elementos da vida e da morte – o transporte da vida e da morte, pela água e pelo vento – os 2 elementos fundamentais de transporte

04-gente sem emprego e sem casa que do interior demanda o litoral + a formação das 2 grandes áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto – o povoamento desordenado – os bairros de barracas a crescer – a misérias de pessoas e terra a crescer já que as áreas circundantes eram HORTAS que alimentavam a CIDADE

05- depois as CEE + EU + 1974 + 1976 + descolonização + alternância governativa e respectiva DEGRADAÇÂO – entre isto e hoje, o bom aluno da CEE – passou a ser o pais mais miserável da dita EU
.
Milénio III

01-Há menos de um ano Mário Soares disse – atenção as pessoas vão revoltar-se com tanto desemprego e afastamento dos padrões de riqueza da EU

02-a grande confusão do fecho compulsivo e desesperado de escolas e centros de saúde no interior do país

03-entretanto em curto espaço de tempo tão depressa faltavam 2 mil médicos e enfermeiros como havia médicos e enfermeiros em excesso e agora até está tudo bem”

04 -entretanto parlamentares de Itália e outros país andam à PANCADA

05-entretanto um “também doente mental” ataca e fere Berllusconni

06-11 setembro

06-Queda bolsista e o subprime dos USA e Espanha

O7-Paris e a revolta dos meninos de bairros de “banlieux” + meninos de Atenas, universitários – e de Paris – na rua a clamar o 1º emprego que não encontram

08- a Casa Pia + Maddy + Face Oculta + falência do BPP + BPN + palhaçada no Funchal e São Miguel com o PR

09- depois da destruição da agricultura e pescas com a adesão à EU + PAC + quotas + ciclones

10- 2008+2009 destruição do tecido industrial produtivo

ACABOU o acto de saber alimentar os portugueses de que decorreu o fim das indústrias agro-alimentares, armazenamento, transporte e distribuição acabando de uma só pernada os sectores primário-secundário e terciário – EM MENOS de 30 ANOS

11 – corrupção em África generalizada mesmo com biliões de euros dados aos países – Quénia é um grande exemplo + corrupção dos medicamentos aí licenciados para fabricar + mortes por medicamentação errada

12- produção agrícola com transgénicos e aquacultura – que a EU aprova – mas eu NÂO pois que sou anti-transgénicos

Estranhamente destrói-se agricultura e solo agricultável e apoiam-se transgénicos em nome da FOME no mundo e que é necessário produzir +++ MENTIRA – não destruam as áreas agrícolas tradicionais de África + o seu comércio local +++ a sua cultura + as suas espécies cultivadas +++ etc

13- há uma dezena de anos que os grandes mamíferos, sobretudo baleias, dão às praias desde Austrália (como hoje) até à costa da Caparica) para além da desertificação de parte da Amazónia com exploração autorizada e clandestina de árvores milenares para comércio em França

E embora haja convenção internacional assinada pelos países ricos (e considerados evoluídos) a Dinamarca faz matanças para Iniciação dos rapazes e o Japão mata-as à paulada para não esburacar as peles para fazer vestuário e retira óleo que é do mais fino e até usado para os instrumentos dos satélites atirados para o céu

14-tsunamis + erupção de vulcões + fogos na Austrália e Califórnia além de tornados cada vez + violentos

14-poluição pelo CRUDE dos mares e das áreas costeiras

15 – claro que separo as consequências da mudanças naturais do CLIMA (Início de outra ERA de FRIO com oscilações ainda de muito calor versus muito frio e degelos até doa Alpes) do que se passa AQUI

AQUI – AQUI – AQUI

Aparte o que se passa no planeta sem fronteiras – como se pode LER estes próximos anos do meu país, à luz dos governos que temos pelo menos há 10/15 anos – como é ???

11 – GAS PIMENTA usado 2ª feira – 28 dezembro 2009 – contra os clientes do BPP na cidade do PORTO que estavam dentro do BANCO reclamando as suas poupanças, com a polícia de choque à espera de “malhar” nas pessoas, como malharam em Paris + em +++ em +++ em ++++ em etc

No BPP as pessoas que saíram do banco foram impedidas de entrar – as que ficaram entro ainda, foram impedidas de saí e até lhe foi negado receber alimentos pelo que resolveram ficar e fazer GREVE de FOME

EU NÃO SABIA que o GAS PIMENTA para REPOR a ORDEM – de facto somos um país desordeiro

60 pessoas estavam já dentro há 8 horas – cá fora apenas meia dúzia

Um interrogado pela TV disse que só parece o país do tempo de Pinochet mas não da EU

30 estão de vigília cá fora

Que eu saiba militares e polícia fazem o que lhe mandam fazer – são a segurança e ORDEM colectiva - de um Estado

Esta escalada de violência seja dos que vieram de fora seja dos que mandam aqui – não faz prever nada de bom – já bastava a violência da natureza mesmo que certas consequências pudessem ter sido menores se o ordenamento urbano e das paisagens + LIMPEZA do que tem de estar LIMPO – o fosse – por mim pago DEMAIS para a RUA estar LIMPA – mas não está

O que é LIMPO é o meu vencimento – que +e limpo porque o ganhei limpo mas certas estas palavras homófonas têm significado diferente como é o caso – vou também, empobrecendo devagarinho mas vou e 2010 não é ano de retoma de nada de nada – nem pensar – só para os “ocultados”

Mcor-29 dezembro 2009 Celeste Ramos

OS SUCATEIROS E OUTROS GAJOS DE GRAVATA CÁ DO NOSSO JARDIM

.

Ora tomem lá uma história de um sucateiro que eu conheci. Não era o Godinho mas seria um gajo que iria subir na vida como o mais famoso, sucateiro de Portugal de todas as eras.
-
No ano de 1978 já instalado, na Arábia Saudita e na minha profissão de mecânico, o meu supervisor Bill Smith encarregou-me, nas minhas férias de duas semanas por cada seis de trabalho no deserto, que lhe arranjasse pessoal português: mecânicos e operadores de máquinas de perfuração.
-
O Bill estava satisfeito com o trabalho dos "portugas" e pretendia mais. Chegado a Portugal, fui ao Jornal de Notícias e deitei um anúncio de carta à redacção.
-
Apareceram-me montes de cartas e escolhi 5.
-
Mas entre estes havia um, recomendado por um colega, operador que tinha sido na Diamang em Angola.
-
Bem o homem chegou à Arábia Saudita, não percebia nada de máquinas nem de outro ofício. Por lá ficou a fazer monte e a meter massa lubrificante nos rolamentos das máquinas.
-
O homem tinha sido nem mais nem menos guarda do cais de cargas e descargas de barcos, na margem do Douro do lado de Gaia. Contava então as peripécias da roubalheira que existia naquele cais, onde ele estava envolvido.
-
Cambalachada onde até, contava ele, a guarda fiscal se envolvia. Este homem todos os dias tinha, como guarda, pilhar algo no cais. Mesmo que nada houvesse de valor para levar para casa, teria que ser um barrote de madeira que ao chegar à porta de casa atirava-o para o chão e ficava por ali.
-
A ambição no homem de má criação era ser um dia sucateiro. Estava ali, a meter massa nos "grassés", para conseguir mil contos e depois de amealhados, partir para Gaia e dedicar-se à compra de sucatas, nem que estas fossem linhas dos telefones de cobre ou outras pilhagens levadas a cabo, no gamanço, no cais de Gaia, onde bem ele estava relacionado a todos os níveis.
-
Conseguiu os mil contos ao fim de um ano de trabalho (era dinheiro na altura para começar um negociozito de sucatas), despediu-se da companhia americana e partiu para o seu negócio.
-
Nunca mais o vi nem sei aonde pára ou se ainda vivo.
-
Talvez seja um "gajo" assim, assim como o Godinho, porque esta coisa de sucatas dá mesmo dinheiro em barda...
-
É que os sucateiros vivem de expedientes e uns gajos de gravata se relacionam primorosamente com eles, pois eles são os seus pontas de lança para se desfazerem de sucatas mesmo que sejam barras de cobre adquiridas e nos armazens do Estado Português, para seguirem direitinhas para o sucateiro.
-
O circuíto de sucatas é muito complicado... Dá dinheiro aos montes!
José Martins

AS SUAS NOTÍCIAS DE HOJE 29.12.09

Capa do Correio da ManhãCorreio da Manhã

Agressões à porta do BPP (C/VÍDEO)
Tiger Woods: Sexo é lixo informático

Barack Obama: ‘Caça’ aos terroristas

Jorge Jesus: “Entrar de pé direito”
C. Branco: Homem cai de 6.º andar

Capa do PúblicoPúblico

Portugueses esgotaram cedo viagens de fim de ano
Dois planos de viabilização a discutir pelos credores
Dívidas de 2,6 milhões à Segurança Social

Ex-presidente da AFIA acusado de falência culposa de empresa

Bolsa de Tóquio encerrou com o índice Nikkei a subir 0,03 por cento

Capa do Diário de NotíciasDiário de Notícias

Uma lei adiada pelo Parlamento
Cavaco promulga diploma que oposição impôs a Sócrates
PS diz que Presidente pôs-se ao lado da oposição
Avaliação 'antiga' acaba oficialmente no final deste ano

Proposta "é pior" que a da ex-ministra, diz Bloco de Esquerda


Capa do Jornal de NotíciasJornal de Notícias

China: Britânico Akmal Shaikh já foi executado (...) (ACTUALIZADA)
BPP: Dezena e meia de clientes mantêm-se nas instalações da sede, no Porto
Último apelo para salvar britânico
Jogos de Inverno: Portadora da tocha derrubada por manifestante no Canadá
"Agora, o vedetismo é criado pela TV"


Capa do ii

CDS propõe lei para regular publicidade do Estado
Cavaco chumba diploma da oposição
Quer saber quando é operado? Vá a www.portaldasaude.pt
Professores recusam acordo com ministra e voltam à contestação
PSD volta a questionar segredo das decisões sobre as escutas

Capa do Diário EconómicoDiário Económico

ASAE instaura 1.800 processos por infracções à lei do Tabaco
Clientes do BPP continuam nas instalações da sede no Porto
15 distritos de Portugal Continental sob aviso laranja devido ao mau tempo
Empréstimos
Parque de tecnologia da Universidade do Porto apoia expansão de empresas para o estrangeiro

Capa do Jornal NegóciosJornal Negócios

Banca japonesa contraria subida das matérias-primas e leva Ásia a negociar inalterada
As notícias em foco na edição de hoje, dia 29 de Dezembro, no Negócios
"Continuará a haver risco de instabilidade financeira"
"O "fardo" contabilístico e legal pode minar a eficácia das administrações"
EDP recusa responsabilidade de indemnizar clientes que ficaram sem luz

Capa do Oje
Oje

Albenture ajuda a conciliar trabalho e vida pessoal
INESC Porto cria competição
AESE lança programa de gestão de saúde de proximidade
BREVES
Variáveis de Mercado

Capa do DestakDestak


Nacional nega conversas por Ruben Micael
Administração encerra instalações no Porto depois de polícia expulsar manifestantes
Clientes em protesto alegam agressões por parte da polícia
Al-Qaeda reivindica tentativa de atentado contra voo da Delta-Northwest Airlines
Miguel já treinou e justificou-se sobre incidentes natalícios

Capa do 24 Horas24 Horas


Capa do A BolaA Bola

Condicionado à falta de... ar
Dragão renova-se de dentro para fora
Novo ataque a Rodríguez
Edinho admite sair do Málaga
Éder Luís à espera de Vieira

Capa do RecordRecord


David Luiz: 50 milhões ou nada
Manuel aceita o Sporting
Mancini pressiona para ter Di María
"Chico Bento" adora pescar...
«É muito parecido com o Robinho»

Capa do O JogoO Jogo

Dan Petrescu, técnico do Unirea (Roménia), pede demissão
Recuperado de lesão, Adriano volta aos treinos no Sevilha
São Silvestre do Funchal - Vitórias de Fernanda Ribeiro e Rui Pedro Silva
SAD anuncia aumento de capital
Fenerbahçe: Deivid intransferível