Translator

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

A VERGONHA DA EUROPA (SÃO TANTAS...)

.

imigração itália

Estou-me um bocado nas tintas que o Berlusconi contrate putas caras para fazer orgias nas suas vivendas de luxo, estou-me nas tintas que seja um burgesso ordinário, que coma os macacos que tira do seu próprio nariz, que seja um porco. Preocupa-me ver como é possível a um mafioso, um corrupto, um bandido, ser dono da comunicação social de um país e fazer-se eleger para alterar as leis de forma a fugir à justiça. Pergunto-me, como pode um povo eleger tal personagem, mas vendo a situação por cá, as alternativas nunca são credíveis e ainda é a propaganda quem faz a opinião. Mas, o mais grave é vermos o renascimento de ideias que julgávamos banidas da Europa depois do fim do IIIº Reich. A forma como um governo ínsita ao racismo, à discriminação, à violação de direitos e até à violência bruta contra pessoas, algumas boas outras más, só porque são de uma outra raça ou país. Esta Europa que se diz democrática, livre, humanista e de elevados padrões civilizacionais, que cria leis e regras para tudo, do tamanho dos preservativos à colher de pau, nada diga e não imponha o fim desta vergonha. Pior, que se sentem à mesa com tão nojenta personagem.
Avença KAOS

A CENSURA,EM PORTUGAL, CHATIAVA EM 1919

.
Até que em fim a Censura
Rebentou, morreu de farta
Que a terra lhe seja aura
E vá pró raio que a parta!
Poeta desconhecido

NÃO PERCA!!! CONHEÇA O SEU PORTUGAL,CASTIÇO, EM 1919

-

ALFERES COSTA ALEMÃO

GUERRA DE PAIVA COUCEIRO

MINISTRO COUCEIRO DA COSTA
Clique a seguir

DESTAQUE HISTÓRICO

MARCOS ALBUQUERQUE É ARQUEÓLOGO DA UFPE

Quando, no inicio do século XVI, Portugal e Espanha voltaram suas atenções para o Norte da África, varias colônias foram ali instaladas, com vistas a pregar o cristianismo e atender ao comercio. Implantar o cristianismo naquelas terras disputadas com os mouros representava um desafio, que pouco a pouco se tornou inviável. Mesmo o comercio, por diversas ocasiões era tão arriscado que em muitas vezes se cogitou abandonar aquelas colônias. Em meados do século XVIII, praticamente todas as colônias portuguesas no norte da África, ou haviam caído em mãos inimigas, (Safim, Azamor, Alcacer-Cequer e Arzila), ou haviam sido cedidas politicamente, (Ceuta, Tânger). Restara sob o domínio português apenas Mazagão no Marrocos, (1514-1769). A intensificação dos conflitos em Marrocos coincidiu com um período em que a política portuguesa buscava intensificar o povoamento das fronteiras de sua colônia americana, garantindo assim as reservas do outro que vinha sendo explorado.


Os problemas confluíram para a solução: transplantar para a América a colônia de Marrocos. Construir uma Nova Mazagão na Amazônia. A Nova Mazagão não deveria ser instalada nas proximidades de Belém, deveria ir mais para o Norte, apoiar Macapá na defesa do Canal Norte do Rio das Amazonas, hoje o Amapá. Para os antigos "guerreiros do cristianismo" estava reservada uma nova"missão": compor a estratégia de defesa da entrada do Amazonas. A Vila Nova de Mazagão, planejada e construída pelo Governo português, juntamente com outras vilas, deveria ocupar o território e garantir a soberania portuguesa na Amazônia.

Apesar das vicissitudes, a Nova Mazagão prosperou. Desde 1775 cultivavam algodão e arroz, como uma produção tão importante que abastecia o mercado de Belém. Mas as epidemias também deixaram suas marcas. A mais terrível teria sido a de cólera, em 1781. Grande parte de sua população não resistiu às doenças tropicais,às pestes, e a cidade foi praticamente abandonada e "engolida" pela selva.

O Laboratório de Arqueologia do Departamento de História da Universidade Federal de Pernambuco, a convite do Governo do Estado do Amapá, realizou uma pesquisa arqueológica com o objetivo de encontrar as ruínas desta cidade. Foram localizadas, até o momento, as estruturas da Igreja e, em seu interior, encontrados 61 sepultamentos dos primeiros mazaganenses e de seus descendentes.


Em um ato de respeito àqueles primeiros defensores da Amazônia Brasileira, foi realizado em 23 de janeiro de 2006, em ato solene, o traslado dos restos mortais daqueles antigos mazaganenses e seus descendentes, para um mausoléu especialmente construído em sua homenagem. Houve uma cerimônia religiosa, seguida por uma cerimônia militar.

OBS: As fotos da cerimônia foram seqüenciadas da esquerda para a direita. Sugerimos que as mesmas sejam vistas nesta ordem para o melhor entendimento da cerimônia.

Detalhe das urnas funerárias em frente ao altar.



O Embaixador de Portugal, Francisco Manoel Seixas da Costa, recebe solenemente a bandeira de seu País que recobria um conjunto de urnas funerárias.


veja

http://www.magmarqueologia.pro.br/arqueologia_historica/popup_vilas.asp?page=mazagao_velho_homenagem.asp

OPERA NO MERCADO

.


Clique: http://www.esoqueseconocecomolaopera.com/
Um dia de mercado, a música começa a soar nas barracas de frutas e legumes. Excertos de La Traviata de Verdi, realizado no centro de Valência, Mercado Central, as barracas de frutas e legumes.
Os rostos dos convidados, admirados com a magia da arte, podemos recuperar a confiança no bom gosto.
O gosto de bons frutos, legumes, champagne, música e vida.

TIMOR: SENDO ASSIM...HÁ QUE ALARGAR AS CADEIAS!

Clique em baixo para ler a entrevista

Ramos Horta: TEMOS DE COMEÇAR A SER DUROS NO COMBATE À CORRUPÇÃO

.

VIGARICES E SEUS AFINS

.



Polícia

Justiça portuguesa lança caça a alta figura de Timor-Leste
Ex-assessor de Ramos Horta será julgado à revelia por tentar herdar imóveis de forma ilegal
00h00m
NUNO MIGUEL ROPIO
O ex-assessor do presidente de Timor-Leste e conhecido jurista, Paulo Remédios, irá ser julgado à revelia em Portugal por crimes que cometeu há mais de 10 anos. A Justiça portuguesa nunca conseguiu até hoje deitar-lhe a mão, apesar de inúmeras cartas rogatórias.

Com o risco de prescrição dos crimes pelos quais Paulo Remédios está acusado, a Justiça portuguesa vai avançar, no próximo dia 19, com um julgamento à revelia daquele reputado advogado de Timor-Leste, conhecido no país da Oceânia pelo seu bom relacionamento com as altas esferas políticas.
O jurista está acusado dos crimes de falsificação de documentos e falsos testemunhos, relativamente a um caso em que se tentou apropriar no território de Macau - ainda sob jurisdição portuguesa - de dois valiosos imóveis, com a colaboração de um outro empresário macaense, passando por falsos herdeiros.

A 1ª Vara Criminal de Lisboa arranca com o julgamento sem a presença do arguido, por quem aguarda há mais de 10 anos que regresse a Portugal. De nada valeu ao juiz responsável pelo processo todas a diligências através da Interpol, embaixada portuguesa em Timor-Leste e as cartas rogatórias enviadas à Justiça timorense para que chegue às barras do tribunal aquele jurista, que se tornou notado em Macau enquanto defensor do empresário do jogo, Stanley Ho [ler caixa].
-
Puseram Monsenhor na história
-
O caso remonta a 1995, quando Paulo Remédios e José Maria Carvalho e Rego - este último é suspeito de, mais recentemente, se tentar apropriar da actual sede da Fundação Oriente, em Macau, [ler caixa ao lado] -, ao terem conhecimento da existência de heranças de valiosos bens imobiliários no antigo território luso na China, terem realizado alegadamente falsas escrituras de habilitação de herdeiros.
-
Segundo a acusação do Ministério Público, aquele trato sucessório tinha como objectivo beneficiar José Carvalho e Rego, que depois venderia os imóveis a um preço inferior aos dos mesmos.
-
Em causa estavam duas propriedades: na Praça Lobo de Ávila e na Estrada de Cacilhas. Sobre Remédios recai a suspeita de forjar documentos, pretensamente assinados pelo padre macaense Monsenhor Manuel Teixeira, com base nos arquivos do seminário daquela cidade. As declarações atestavam o falecimento dos legítimos proprietários dos imóveis, sem deixar descendência directa.

Cartório alentejano deu o alerta

O plano consistiu em elaborar uma escritura, onde se referiu que, falecidos em 1920, os proprietários tinham como herdeiros indirectos em 6º grau Ana Carvalho Rego e Maria Pompeia Marques, nascidas em Macau, estabelecendo depois uma ligação sucessória a José Carvalho e Rego.

Ora, seria um conservador de Castro Verde a denunciar o caso e a referir que aquelas cidadãs eram nascidas em Beja, dali nunca tinham saído e muitos menos os seus descendentes tinham colocado sequer os pés em Macau. Até este alerta já José Carvalho e Rego tinha emitido uma procuração a Wong Chi Leung, conferindo plenos poderes para tratar da venda dos imóveis.

Perante o julgamento à revelia, a defesa de Paulo Remédios, a cargo do gabinete de Garcia Pereira, veio esclarecer o tribunal de que não se entende a postura da justiça portuguesa em não encontrar o arguido, quando este se trata de uma figura pública em Timor e aparece constantemente na televisão daquele país.

MAS QUE GRANDE NOVIDADE DE JOÃO SALGUEIRO... EMBARRILADOS SEGUEM OS PORTUGUESES HÁ MUITO DE MENTIRAS DE JOSÉ SÓCRATES!

.

Economia
João Salgueiro acusa José Sócrates de enganar os portugueses
O ex-presidente da Associação Portuguesa de Bancos João Salgueiro criticou esta tarde o discurso do primeiro-ministro. O economista acusou José Sócrates de enganar os portugueses em relação à verdadeira situação da economia portuguesa. João Salgueiro defendeu que a prioridade deveria ser a redução da despesa e não o crescimento, como pode ouvir na reportagem da jornalista Natália Carvalho - RTP
2010-01-11 18:15:57

VENEZUELA: MISÉRIA ENERGÉTICA NUM PAÍS RICO EM PETRÓLEO

.

Chávez cortou as horas de trabalho do pessoal para cinco horas pela crise energética
CARACAS Atualizado Segunda-feira, 11-01-10 às 23: 17
Presidente da Venezuela, Hugo Chávez, cortou as horas de trabalho para 5 diárias em escritórios públicos, 8-1, para economizar energia elétrica devido ao racionamento severo imposto pela crise de electricidade, apesar de ser um país rico em matéria de energia e um membro fundador da Organização dos Países Exportadores de Petróleo.
Fonte "ABC" Madrid

MAUS VENTOS SOPRAM DE ESPANHA...

HSBC acredita que a dívida Espanhol é de três etapas acima da sua real

O banco justificou a sua advertência sobre o possível risco de inadimplência e afirma que pode ser o próximo Grécia

EUROPA PRESS - Madrid -- 11/01/2010

Mais maus presságios para o futuro da dívida pública espanhola. Depois de chamar a atenção para duas grandes agências, como Standard & Poor's e Moody's, Hoje foi o banco britânico HSBC, que disse que o rating da dívida pública da Espanha agora está três degraus acima do nível que corresponderia, se você realmente levar em conta os riscos de inadimplência.

Esta é a conclusão de um relatório do departamento de análise preparada da entidade baseia na evolução de seguro para proteger contra a inadimplência (CDS). Um instrumento utilizado para calcular a confiança do investidor na capacidade de um emissor de dívida a tempo de cumprir as suas obrigações de pagamento.

Especificamente, para os autores do relatório, Classificação Rei da Espanha, teria que ser A +, em comparação com o triplo pela Fitch e Moody's e AA + pela S & P. Além disso, não há apenas más notícias, como advertem os analistas do banco britânico, que os investidores não devem se preocupar somente com a dependência da Grécia sobre a liquidez fornecida pelo Banco Central Europeu (BCE), mas "pode começar a olha para Espanha e Portugal. "

Neste sentido, o relatório lembra que os bancos e de Espanha "teve em outubro de 2009 com carteira de títulos no montante de 160.000 milhões de euros e 85,000 milhões de euros recebido pela liquidez cedida pelo BCE, de 7,8% do PIB ", enquanto a combinação de desemprego e déficit orçamentário colocado à frente da Espanha Misery IndexDesenvolvido pela Moody's. Portanto, se confirmadas sugerem que um período prolongado de baixo-crescimento tendência com inflação baixa, a posição da dívida espanhol irá deteriorar-se.

Fonte "El País" Tradução automática Google

AS SENHORAS QUE SE COMECEM A TRATAR...

Realista ... Roxxxy com o criador Douglas Hines

Um boneco em tamanho natural de borracha chamado Roxxxy que pode conversar sobre futebol - foi revelada.

Os cabelos escuros, roupa-robô vestido tem inerente a inteligência artificial - o que significa que ela pode falar footie e carros com o seu proprietário

A EUROPA TERÁ QUE COMEÇAR APRENDER COM A ÀSIA...!!!

-
Aumento das exportações na China impulsiona bolsas asiáticas
As principais bolsas asiáticas arrancaram a segunda semana do ano em alta animadas pelos indicadores que revelaram que as exportações na China aumentaram em Dezembro e que as importações subiram para um valor recorde. Estes dados foram interpretados como sinais de que a recuperação da economia global está a acelerar.
Raquel Godinho
rgodinho@negocios.pt

As principais bolsas asiáticas arrancaram a segunda semana do ano em alta animadas pelos indicadores que revelaram que as exportações na China aumentaram em Dezembro e que as importações subiram para um valor recorde. Estes dados foram interpretados como sinais de que a recuperação da economia global está a acelerar.
O índice MSCI Ásia Pacific, excluindo o Japão, subia 1,2%, impulsionado pelos produtores de matérias-primas. Este índice avança pelo décimo terceiro dia em 14. Também as “commodities” apreciam na sessão de hoje animadas pelos dados económicos publicados na China.
O petróleo subiu para um máximo de 15 meses e o ouro avançou 1,8% para os 1.158,40 dólares por onça, o valor mais elevado num mês.
A China anunciou ontem que as exportações subiram 17,7% face ao período homólogo, a primeira subida em 14 meses, e que as importações cresceram 55,9%.
“Toda a história da recuperação está a revelar-se muito bem”, afirmou à Bloomberg Nader Naeimi, estratega na AMP Capital Investors, que gere cerca de 75 mil milhões de dólares. O mesmo especialista acrescentou que “a China está no rumo certo e o facto de os números das exportações serem muito fortes mostra que a procura externa do mundo desenvolvido está a ganhar tracção também”.
Os mercados japoneses estão encerrados na sessão de hoje por motivo de feriado

AS SUAS NOTÍCIAS DE HOJE 11.01.10

Capa do Correio da ManhãCorreio da Manhã

Site do Correio da Manhã com novo endereço
Rita Andrade: Foi mãe de um menino

Lionel Messi: Marca três em goleada

Nuno Gomes: West Ham interessado
Marcelo insatisfeito deixa RTP

Capa do PúblicoPúblico

Ex-CSP dizem-se desaproveitados e usados em tarefas menores
As sombras de fato e gravata que protegem políticos ou criminosos

Os pontos sensíveis da reforma

Governo vai corrigir erros e lacunas da reforma penal de há dois anos
Incentivo ao abate vai ser revisto

Capa do Diário de NotíciasDiário de Notícias

Cravinho acredita em sucesso na AR
Falta de dinheiro para salários tem sido recorrente
Acordo de paz no ensino superior

Bispo crítica casamentos 'gay'

Polícia baleado em estado grave

Capa do Jornal de NotíciasJornal de Notícias

Mau Tempo: Quatro distritos de Portugal sob aviso amarelo devido à queda de neve e vento - IM
Afeganistão: Um soldado da NATO morto domingo por uma bomba - Aliança Atlântica
Terrorismo: Al-Qaïda ameaçou executar um refém francês no Mali - SITE
México: 214 prisioneiros transferidos devido à rodagem de um filme de Mel Gibson
Exportações: China ascende ao 1º lugar, destronando a Alemanha

Capa do ii

Candidato Manuel Alegre no Facebook e no Twitter
Cancro. critério de 250 doentes fecharia metade dos hospitais
Escutas. Lei pode ser pouco clara, mas não é para mudar
João Caraça: "Quem escolheu a ciência agora precisa de emprego" - vídeo

Negociações dos sindicatos com a Educação azedaram


Capa do Diário EconómicoDiário Económico

Petróleo avança para máximos de 15 meses
Quatro distritos de Portugal sob aviso amarelo devido à queda de neve e vento
Autarquias devem 750 milhões às construtoras
Sabe quanto custa alugar um cofre no banco?

Carros eléctricos em destaque no salão Automóvel de Detroit


Capa do Jornal NegóciosJornal Negócios

Aumento das exportações na China impulsiona bolsas asiáticas
Parlamento Europeu abre hoje "época de exames" para os novos comissários
As notícias em foco na edição de hoje, dia 11 de Janeiro, no Negócios
Concurso para sucessor do Magalhães exclui Açores e Madeira
Bancos estão a dificultar comparação de preços no crédito à habitação



Capa do OjeOje

Agenda de 11 de Janeiro
Governo vai concentrar supervisão
Pinhal Interior entregue à Mota-Engil
EDP avança no offshore em Portugal
China ultrapassa EUA nas vendas automóveis

Capa do Destak

Destak

Insólito: Angola desperdiça goleada de 4-0 e deixa-se empatar
Ministra: Parque Escolar tem feito um "trabalho notável"
‘Briosa’ vence clássico do centro
Assalto violento deixa família britânica em pânico
Helton faz de super-herói

Capa do 24 Horas24 Horas


Capa do A BolaA Bola

Jornada encerra no Restelo
Italianos insistem em Miguel Veloso
Franco Jara chega só no Verão
Eusébio convida Di Stéfano, Beckenbauer e Bobby Charlton
Atentos a Diego Ângelo

Capa do RecordRecord

Postiga vive maior seca de golos
Semin chama por Izmailov
Miguel Veloso é o alvo prioritário da Fiorentina
Sabe bem ser o herói
O melhor Saviola

Capa do O JogoO Jogo



FC Porto derrota Académica
Jesualdo Ferreira: "Continuamos a ganhar sem o Hulk e o Sapunaru"
Valência: Miguel e Manuel Fernandes titulares no triunfo sobre o Xerez
Ronaldinho bisa no triunfo do AC Milan sobre a Juventus
Vitória de Guimarães

PACIÊNCIA SE É SPORTINGUISTA...

O que resta aos adeptos do SPORTING até final do campeonato.




MAI NADA!!!