Translator

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

ORA TOMEM LÁ MAIS HOJE! UM LIVRO DE PASSOS COELHO...

.

-
Mas quem será quem que irá comprar um livro deste menino ambicioso que ninguém conhece o "catraio".
Já se sabe que ninguém vai comprar "m*****" nenhuma deste livro. Daqui vai um conselho: "comprem sim o livro do ZeZé Camarinha, o "engatatão" irresístivel à "bifas" das praias do Algarve, que ao menos divertem-se!
José Martins

OS MENINOS DIVERTEM-SE

No próximo dia 21 Pedro Passos Coelho vai lançar o seu livro "Mudar", que já está a fazer cócegas em muitas esferas do PSD. Como havia que tirar impacto a este lançamento político-editorial, o Instituto Sá Carneiro, que tinha um debate marcado para dia 14, adiou-o de imediato para o mesmo dia 21. E para o impacto passar para o lado da actual direcção do PSD, já confirmaram a presença de Fernando Ulrich, patrão do BPI, para falar da tal "situação explosiva" de que falou o Presidente Cavaco Silva.
Os meninos divertem-se...
0 pauladas Hiperligações para esta mensagem

ESTOU COM JAIME GAMA PARA PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Soarista "lança" Gama para candidatura a Belém
Presidenciais de 2011 estão a movimentar as sensibilidades internas no PS
00h00m
ANA PAULA CORREIA
Jaime Gama nada diz publicamente, mas a sua eventual candidatura a Belém está a gerar simpatia nalguns sectores socialistas anti-Manuel Alegre, como é o caso dos chamados soaristas, entre os quais se conta Vítor Ramalho, o actual presidente do PS/Setúbal.

"Não respondo a uma pergunta que não tem a menor razão de existir". Ontem, uma vez mais, foi esta a resposta do presidente da Assembleia da República, ao ser confrontado pelos jornalistas sobre uma eventual candidatura às presidenciais de Janeiro de 2011. (Jornal de Notícias)
-

Foi graças à justiça, de Jaime Gama, concedida aos funcionários, dos serviços externos (os chamados assalariados) do Ministério dos Negócios Estrangeiros, que foram vinculados ao funcionalismo público e obterem outras regalias que nunca hajam tido.
À MARGEM - Se assim for dou todo o meu apoio e este blogue contribuirá para estar ao lado de Jaime Gama.

Foi graças a ele que eu fui vinculado ao funcionalismo público depois de andar anos e anos a comer a "maçã do chão e a dos porcos" na Embaixada de Portugal em Banguecoque.

Foi Jaime Gama que deu alguma dignidade, em 1999, aos funcionários das Missões Diplomáticas que representam Portugal no Estrangeiro.

E ainda mais: "graças a essa sua acção estou a receber uma "reformazita" que pelo menos vai me dando para viver humildemente e conseguir dar ao dente. Jaime Gama, é um homem justo e vou por ele!
.
Vão por mim igualmente!
José Martins

ORA TOMEM EMENTA ITALIANA... PASTA BERLUSCONI!

-


-
Itália não vai aprovar um decreto para salvar Berlusconi de seus processos
O Senado retoma a discussão da lei do processo logo após a linha na terça-feira
Miguel Mora - Roma -- 13/01/2010
-
O governo italiano anunciou finalmente ontem que nenhum Conselho de Ministros aprovou um decreto que iria bloquear emergência por 90 dias de ensaios enfrentando Silvio Berlusconi. Presidente da República, Giorgio Napolitano, na terça-feira expressou sua perplexidade com Gianni Letta, o número dois do gabinete, porque ele não compartilha as razões para uma acção urgente, e ontem o ministro para as Relações com o Parlamento, Elio Vito, tem explicou que não há necessidade de passar qualquer decreto, porque o acórdão do Tribunal Constitucional de 14 de Dezembro, em que se baseou "é imediatamente aplicável".
-
Na verdade, ao contestar a forma de decreto, Napolitano foi interrompido a corrida contra o tempo, os advogados de Berlusconi, que visa proteger o primeiro-ministro que o curso da justiça não iria interferir nas eleições regionais do próximo mês de março.
-
Entretanto, a maioria lançou duas iniciativas para conseguir imunidade parlamentar magnata do Milan. O Comitê Judiciário do Senado retomou a discussão do projecto de legislação para limitar a duração dos ensaios, projetado para fechar definitivamente a processos pendentes de Cavaliere, após a suspensão abrupta da reunião de terça-feira, quando a oposição protestou ruidosamente batendo as carteiras porque a maior parte do texto destina-se a votar em uma pressa.
-
O presidente do Senado, Renato Schifani, explicou que o projeto será votado na próxima semana.
-
A Associação dos Magistrados (ANM), alertou que a regra do chamado "processo em breve" extinto milhares de julgamentos em curso e negar a compensação às vítimas. "Ele vai colocar de joelhos à justiça e dar imunidade aos criminosos", disse o presidente da ANM, Luca Palamara.
Tradução automática pela Google, directa e sem revisão

HAITI - DEPOIS DA HECATOMBE AS VÍTIMAS A MORRER...ONDE ESTÁ A SOLIDARIEDADE INTERNACIONAL?

.
Tradução automática pela Google, com ligeira revisão.
-
Catástrofe no Haiti
"Sem comida, sem água e sem telefone ou qualquer coisa"
O pior terremoto em 200 anos no Haiti deixa dezenas de milhares de mortos Embora continuando a busca por sobreviventes, com recursos limitados, o povo clama para a chegada da ajuda internacional
New York Times / AGÊNCIAS - Madrid / Washington -- 14/01/2010
Dezenas de milhares de pessoas podem ter morrido soterrados sob os escombros de centenas de prédios, casas, escolas e hospitais, que desabaram como castelos de cartas em Port atingidas pelo terremoto que atingiu o Haiti na terça-feira à noite e já é considerado o mais destrutivo dos últimos 200 anos na América Latina.
-
Embora quase não vão à procura de sobreviventes de uma das nações mais pobres do mundo, uma multidão confusa retomou as ruas, atirado ao tumulto, a capital haitiana.
-
Muitos são aqueles que, em pânico e histeria, gritar para a chegada da ajuda internacional para ajudar as vítimas presas nas ruínas de uma cidade onde vivem quatro dos dez milhões de terça haitianosy que tem uma aparência fantasmagórica .
-
Um jovem haitiano inglês fez um apelo aos jornalistas: "Muitas pessoas estão morrendo. ... Nós precisamos de ajuda internacional de emergência não estão disponíveis, sem comida, sem telefone, sem água, sem nada", relata Reuters.
-
Os corpos começaram a encher as ruas de Port-au-Prince, também temem que o surto de doenças e epidemias. A cada poucos metros em cada volta, grupos de corpos são empilhados. Alguns leigos esparramado em um canto e muitos são afixados em grandes caminhões com destino ao cemitério.
-
Aqueles que sobreviveram os tremores não são seguros, desde Port-au-Prince, continuou a sofrer um choque, embora menos intensa do que as quatro terremotos que instalou o caos ea morte na rotina da cidade.
-
Milhares de pessoas estão lutando para resgatar os sobreviventes, mas também trazer à superfície os corpos. A maioria tem apenas as suas mãos para alcançar aqueles que estão presos, assim que a possibilidade de resgatar as pessoas vivas em grande velocidade diminui a cada minuto que passa.
-
Na ausência de números confiáveis sobre o número de vítimas, o presidente haitiano Ree Préval, em suas primeiras declarações após o desastre, disse: "Por agora, ouvi dizer que 50.000 estão mortas .. talvez apenas 30.000, tem disse, sem especificar qual agência ou ONG, desde que estes cálculos.
-
"É inimaginável. Temos de ver para crer", acrescentou ele durante uma entrevista com os E.U. Miami Herald. "O Parlamento tem recolhido, também, a administração fiscal. O mesmo destino tem sucedido a hospitais e escolas", disse ele.
-
O primeiro-ministro, Jean Max Bellerive, informou "em mais de 100.000" mortos no terremoto.
-
Os números é um reflexo do caos no país, 24 horas depois do desastre que deixou o Haiti em desespero. A Cruz Vermelha, na ausência de números oficiais, estimados estima em mais de três milhões de vítimas.
-
Graves danos à infra-estrutura rodoviária estão impedindo a ajuda chegue ao seu destino e é a mesma população com suas próprias mãos, que está desesperadamente à procura de desaparecidos em escolas, hospitais, edifícios e favelas que se rompem completamente .
-
Não há números oficiais, no entanto, o chanceler espanhol, Miguel Angel Moratinos, informou que não descarta vítimas entre os espanhois é cerca de 100 no país do Caribe.
-
No entanto, ontem à tarde as fontes do ministério do Interior disse à Agência Efe que dos 41 policiais e guardas civis espanhóis implantados na missão da ONU no Haiti estão em boas condições.
-
Equipas de resgate ajudaram a população local normal de trabalho desde a madrugada de ontem (hora espanhola) o tempo todo para sair dos escombros por sobreviventes. Imagens difundidas por canais locais mostram que muitas pessoas removendo pedras e gritando por ajuda.
-
Vários prédios desabaram completamente, incluindo um hospital e uma escola. As paredes de uma prisão em Port-au-Prince também caíram, provocando fuga em massa de presos, disseram autoridades.
-
Ele também sofreu danos consideráveis a cinco habitação história de construção da missão das Nações Unidas (ONU) e do palácio presidencial, embora o embaixador do Haiti no México, confirmou que o presidente Préval é seguro e sadio.
-
A ONU já informou "entre 50 e 100" seus empregados também pereceram na sua sede em Port-au-Prince, onde também danificaram as instalações de várias agências humanitárias das Nações Unidas sistema
-
O arcebispo de Porto Bispo Serge Miot, está entre os mortos, conforme relatado pela agência de notícias MISNA. O presidente Barack Obama anunciou que vai enviar um grande contingente de militares, incluindo um porta-aviões, para ajudar os haitianos.
-
"A rodovia foi aberta pela metade"
-
O terremoto provocou pânico entre a população. "Todo mundo estava tremendo, era como uma dança, as pessoas para fora dos veículos, correndo e gritando", explicou uma testemunha à agência Efe, que disse que "a estrada foi aberta pela metade" diante de seus olhos. De acordo com as histórias das vítimas, a cidade está em ruínas.
-
O terremoto deixou praticamente cortado da capital, onde as linhas telefônicas para o exterior pararam de funcionar, segundo o Departamento de Estado dos E.U.A.. Port-au-Prince aeroporto retomou as operações fechadas depois de várias horas, disseram as autoridades, no entanto, as estradas de acesso são destruídos ou corte.
-
Os prejuízos foram muitos edifícios na capital haitiana, como supermercados e hotéis, de acordo com declarações recolhidas em Santo Domingo, por parentes e amigos que residem no Haiti. De acordo com esta informação, incluindo a catedral da cidade caiu, o palácio presidencial foi danificado e é praticamente impossível dirigir pelas ruas, invadidas por destroços.
-
Um hospital infantil perto da embaixada da República Dominicana, em Port-au-Prince foi demolida, e veio mensagens dos escombros, segundo o embaixador Dominicana, no Haiti, Ruben Silie. "Acabei de falar com o diplomata e disse-me que as crianças no hospital, ouvi as pessoas gritando por ajuda", disse o porta-voz do governo da República Dominicana, Rafael Nunez. "Ele disse que o país tinha sido literalmente dilacerado", acrescentou.
-
Desastres da ONU
-
O general chileno Ricardo Toro, cuja esposa está ausente após o terremoto, assumiu o comando da Missão da ONU no país (Minustah), desde que foi confirmada a morte do chefe da missão, o tunisiano Hedi Annabi.
-
O terremoto foi centrada apenas 15 quilómetros de Port au Prince, uma cidade que abriga cerca de quatro milhões de pessoas. A terra tremeu por cerca de um minuto mais. Além disso, ativou o alarme durante duas horas por tsunami em vários países do Caribe, incluindo Cuba, República Dominicana e Bahamas.
-
O Centro de Alerta de Tsunamis no Havaí E.U. levantou um alerta de tsunami depois de determinar que o sismo provocou uma onda de 12 centímetros acima do normal, em Santo Domingo, República Dominicana, e menos de um centímetro de profundidade, sem que isso equivalia a uma ameaça às áreas costeiras.
-
O terremoto é o maior a ser gravado na ilha compartilhada por Haiti e República Dominicana, desde 1946, quando houve uma magnitude 8,1, de acordo com um perito Dominicana. A U. S. Geological Survey (USGS) disse que este é o pior tremor terreomoto Haiti em 200 anos.

HAITI: TRAGÉDIA VIDEOS

.

.

Veja vídeos sobre o terremoto no Haiti
Tremor de magnitude 7 derrubou casas, hospital e igreja.
Abalo também foi sentido na vizinha República Dominicana. Clique a seguir. Reportagens brasileiras

http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1444704-5602,00.html

GAYS: ARRUFOS DE LENÇÓL

.

PORTUGUESES: CONSIDERADOS UNS “BOLAS”



É confrangedor ao que vamos notando, nos jogos de futebol, as bancadas absolutamente despidas de público.
Dá-nos a entender que em Portugal tudo segue em crise.
Porém não há ponta de crise que seja na administração da RTP que vai continuando a impingir uma mercadoria que entrou fora de prazo.
Nos programas difundidos para o Mundo Lusófono estamos constantemente bombardeados com futebol, com outros aditivos relativos onde se inclue o “Trio de Ataque”, onde neste programa estão 4 indivíduos a mandar suas “bocas” sobre as pelejas e rixas desportivas.
Mas, vá lá se ainda fosse o programa difundido uma ou duas vezes... Mas nada disso é repetido várias.
Quem por aí seguem na “bué” é o Gilberto Madail e Carlos Queirós a mandarem “balelas” relativas ao Mundial que está à cabeça a realização na África do Sul, depois da selecção portuguesa ter passado à “rasquinha”.
E para mais corre (segundo a comunicação social) que a selecção portuguesa será protegida, durante o torneio por uma força da GNR, contra o terrorismo.
Tudo se aproveita depois de um ataque, esporádico, a tiro à selecção do Togo, quando se dirigia, para o enclave de Cabinda e participar num tornei inter-selecções africanas.
Passam assim os portugueses a ser considerados uns “bolas” pela RTP e pago, o poço sem fundo, pelo contribuinte.
José Martins

HONRA....ONDE VIVE ELA?

Descolonização

'Portugal País de homens sem HONRA e sem Vergonha que nunca julgou Rosa Coutinho e outros seus iguais.

Blocked image

domingo, 13 de Abril de 2008
Angola é nossa!

Holocausto em Angola' não é um livro de história. É um testemunho. O seu autor viu tudo, soube de tudo

Só hoje me chegou às mãos um livro editado em 2007, Holocausto em Angola, da autoria de Américo Cardoso Botelho (Edições Vega). O subtítulo diz: 'Memórias de entre o cárcere e o cemitério'. O livro é surpreendente. Chocante. Para mim, foi. E creio que o será para toda a gente, mesmo os que 'já sabiam'. Só o não será para os que sempre souberam tudo. O autor foi funcionário da Diamang, tendo chegado a Angola a 9 de Novembro de 1975, dois dias antes da proclamação da independência pelo MPLA. Passou três anos na cadeia, entre 1977 e 1980. Nunca foi julgado ou condenado. Aproveitou o papel dos maços de tabaco para tomar notas e escrever as memórias, que agora edita. Não é um livro de história, nem de análise política. É um testemunho. Ele viu tudo, soube de tudo. O que ali se lê é repugnante. Os assassínios, as prisões e a tortura que se praticaram até à independência, com a conivência, a cumplicidade, a ajuda e o incitamento das autoridades portuguesas. E os massacres, as torturas, as exacções e os assassinatos que se cometeram após a independência e que antecederam a guerra civil que viria a durar mais de vinte anos, fazendo centenas de milhares de mortos. O livro, de extensas 600 páginas, não pode ser resumido. Mas sobre ele algo se pode dizer.
O horror em Angola começou ainda durante a presença portuguesa. Em 1975, meses antes da independência, já se faziam 'julgamentos populares', perante a passividade das autoridades. Num caso relatado pelo autor, eram milhares os espectadores reunidos num estádio de futebol. Sete pessoas foram acusadas de crimes e traições, sumariamente julgadas, condenadas e executadas a tiro diante de toda a gente. As forças militares portuguesas e os serviços de ordem e segurança estavam ausentes. Ou presentes como espectadores.

A impotência ou a passividade cúmplice são uma coisa. A acção deliberada, outra. O que fizeram as autoridades portuguesas durante a transição foi crime de traição e crime contra a humanidade. O livro revela os actos do Alto-Comissário Almirante Rosa Coutinho, o modo como serviu o MPLA, tudo fez para derrotar os outros movimentos e se aliou explicitamente ao PCP, à União Soviética e a Cuba. Terá sido mesmo um dos autores dos planos de intervenção, em Angola, de dezenas de milhares de militares cubanos e de quantidades imensas de armamento soviético. O livro publica, em
fac simile, uma carta do Alto-Comissário (em papel timbrado do antigo gabinete do Governador-geral) dirigida, em Dezembro de 1974, ao então Presidente do MPLA, Agostinho Neto, futuro presidente da República. Diz ele: 'Após a última reunião secreta que tivemos com os camaradas do PCP, resolvemos aconselhar-vos a dar execução imediata à segunda fase do plano. Não dizia Fanon que o complexo de inferioridade só se vence matando o colonizador? Camarada Agostinho Neto, dá, por isso, instruções secretas aos militantes do MPLA para aterrorizarem por todos os meios os brancos, matando, pilhando e incendiando, a fim de provocar a sua debandada de Angola. Sede cruéis sobretudo com as crianças, as mulheres e os velhos para desanimar os mais corajosos. Tão arreigados estão à terra esses cães exploradores brancos que só o terror os fará fugir. A FNLA e a UNITA deixarão assim de contar com o apoio dos brancos, de seus capitais e da sua experiência militar. Desenraízem-nos de tal maneira que com a queda dos brancos se arruíne toda a estrutura capitalista e se possa instaurar a nova sociedade socialista ou pelo menos se dificulte a reconstrução daquela'.

Estes gestos das autoridades portuguesas deixaram semente. Anos depois, aquando dos golpes e contragolpes de 27 de Maio de 1977 (em que foram assassinados e executados sem julgamento milhares de pessoas, entre os quais os mais conhecidos Nito Alves e a portuguesa e comunista Sita Valles), alguns portugueses encontravam-se ameaçados. Um deles era Manuel Ennes Ferreira, economista e professor. Tendo-lhe sido assegurada, pelas autoridades portuguesas, a protecção de que tanto necessitava, dirigiu-se à Embaixada de Portugal em Luanda. Aqui, foi informado de que o vice-cônsul tinha acabado de falar com o Ministro dos Negócios Estrangeiros. Estaria assim garantido um contacto com o Presidente da República. Tudo parecia em ordem. Pouco depois, foi conduzido de carro à Presidência da República, de onde transitou directamente para a cadeia, na qual foi interrogado e torturado vezes sem fim. Américo Botelho conheceu-o na prisão e viu o estado em que se encontrava cada vez que era interrogado.

Muitos dos responsáveis pelos interrogatórios, pela tortura e pelos massacres angolanos foram, por sua vez, torturados e assassinados. Muitos outros estão hoje vivos e ocupam cargos importantes. Os seus nomes aparecem frequentemente citados, tanto lá como cá. Eles são políticos democráticos aceites pela comunidade internacional. Gestores de grandes empresas com investimentos crescentes em Portugal. Escritores e intelectuais que se passeiam no Chiado e recebem prémios de consagração pelos seus contributos para a cultura lusófona. Este livro é, em certo sentido, desmoralizador. Confirma o que se sabia: que a esquerda perdoa o terror, desde que cometido em seu nome. Que a esquerda é capaz de tudo, da tortura e do assassinato, desde que ao serviço do seu poder. Que a direita perdoa tudo, desde que ganhe alguma coisa com isso. Que a direita esquece tudo, desde que os negócios floresçam. A esquerda e a direita portuguesas têm, em Angola, o seu retrato. Os portugueses, banqueiros e comerciantes, ministros e gestores, comunistas e democratas, correm hoje a Angola, onde aliás se cruzam com a melhor sociedade americana, chinesa ou francesa.

Para os portugueses, para a esquerda e para a direita, Angola sempre foi especial. Para os que dela aproveitaram e para os que lá julgavam ser possível a sociedade sem classes e os amanhãs que cantam.

Para os que lá estiveram, para os que esperavam lá ir, para os que querem lá fazer negócios e para os que imaginam que lá seja possível salvar a alma e a humanidade. Hoje, afirmado o poder em Angola e garantida a extracção de petróleo e o comércio de tudo, dos diamantes às obras públicas, todos, esquerdas e direitas, militantes e exploradores, retomaram os seus amores por Angola e preparam-se para abrir novas vias e grandes futuros. Angola é nossa! E nós? Somos de quem?

Sociólogo

Blocked image




HAITI: TRAGÉDIA

Presos haitianos fogem da prisão após o colapso do edifício devido ao terremoto

Construções em ruínas na capital haitiana, Porto Príncipe, após um forte terremoto / AFP

AGÊNCIAS GENEBRA / PARIS / PORT AU PRINCE

Atualizado 13-01-10 às 20: 37

Prisão principal do Haiti, terça-feira, entrou em colapso devido ao terremoto de sete graus de intensidade que assolou o país da América Central, segundo a ONU.

Uma porta-voz do organismo internacional, citado pela Associated Press, disse ter recebido informações sobre a fuga de vários prisioneiros.

Enquanto isso, os orgãos de informação dão conta de mais de cem mil mortes, empilhados nas ruas da capital, Port-au-Price.

O forte terremoto, nas palavras do primeiro-ministro Jean-Max Bellerive deixou a cidade completamente destruída.

O terremoto causou, a destruição, além da prisão, incluiu o Palácio Presidencial, vários hospitais, escolas e milhares de casas. Milhares de pessoas continuam presas sob os escombros.

Um terço dos nove milhões de habitantes do Haiti, agora precisam de ajuda urgente, segundo estimativas da Cruz Vermelha Internacional.

Um forte abalo de sete graus de intensidade na escala Richter, produzida minutos antes das onze da noite, em Espanha, seguido por várias réplicas que acabou mergulhando no caos na capital haitiana.

Milhares de pessoas reúnem-se em locais públicos a orar pelos seus parentes desaparecidos.

"O Haiti tem agora de rezar. Devemos rezar juntos ", disse o Dr. Louis Gerard Gilles, após afirmar que" os hospitais não podem lidar com todos os feridos. Perante esta situação, as autoridades estão se movendo centenas de feridos para a vizinha República Dominicana.

Os efeitos devastadores do terramoto é o resultado de uma localização geográfica desfavorável e mais de vinte anos de conflito que deixou muito sensibilizado para a economia. "É um terrível desastre para o Haiti.

O país mais pobre das Américas está localizado numa zona propícia a terremotos." Além de desastres naturais, são os infortúnios do povo de Haiti, que explica a história ", concluiu um diplomata francês na condição do anonimato .

O MARCELO REBELO DE SOUSA NO DESEMPREGO

Só sai a pontapé

O programa 'Escolhas de Marcelo', na RTP termina no final de Fevereiro, tal como o espaço de comentário de António Vitorino 'Notas Soltas', e ambos os políticos vão sair da estação pública. A saída de António Vitorino empurra Marcelo. «Não saio pelo meu próprio pé», garante o professor, que considera ironia sair da RTP quando há PSD, Orçamento e Presidenciais. Mais um para a fila do desemprego, mas desempregos destes não preocupam ninguém. Sendo um comentador do sistema, que o defende e serve interesses bem conhecidos, não demorará muito a ter um novo espaço para fazer as suas homilias e impingir as suas opiniões. Quando há PSD? Quando há orçamento? Quando há presidenciais? Quem se pensa ele para pensar que sem ele o PSD não vai continuar na confusão e o orçamento aprovado? Claro que nas presidenciais, há a velha questão de ele se babar pelo cargo, mas aí terá de escolher outra televisão para fazer a sua campanha.

GERRY ZANGADO

TRADUÇÃO AUTOMÁTICA DIRECTA DO JORNAL SUN - ERROS ORTOGRÁFICOS NÃO NOS PERTEMCEM

Zangado ... Gerry e Kate McCann tribunal fora hoje
NI Syndication / Paul Edwards

Gerry McCann com raiva negou que sua filha Madeleine estava morta quando chegou ao tribunal hoje.

Gerry e sua esposa Kate foi ontem acusado de falsificar o jovem de seqüestro e esconder o corpo dela.

A afirmação foi feita ultrajante em tribunal por um policial sênior Português que disse da criança desaparecida: "Ela está morta."

Perturbada mãe de Maddie Kate soltou: "Não, não" ao ouvir as acusações, em Lisboa.

Elas foram feitas pelo Inspetor-Chefe Tavares Almeida deu como prova em apoio de seu ex-chefe de Gonçalo Amaral, que pede a proibição levantada em seu livro polêmico sobre o caso.

Mas, voltando para o segundo dia do julgamento por difamação Gerry e Kate, ambos de 41 anos, os médicos, de Rothley, Leics, insistiu que nenhuma das reivindicações eram novos.

Quando perguntado por um repórter se valia a pena o custo emocional para o casal para participar do processo judicial Gerry bati: "Você tem filhos? Quem tem crianças que passam pelo mesmo processo."

Ele acrescentou: "A coisa mais importante de ontem foi o que disse o promotor, não há absolutamente nenhuma evidência de que Madeleine está morta e não há absolutamente nenhuma evidência de que estávamos envolvidos em seu desaparecimento.

"Essa é a conclusão do processo e é isso que estamos aqui a debater - as conclusões do processo contra as conclusões do livro".

Gerry disse que as provas das testemunhas policiais chamados por advogados do Sr. Amaral não surpreendê-lo.

Ele disse: "Por que iríamos ficar chocado? Não estamos negando a existência de cães ou qualquer outra coisa.

"É prova que estamos interessados Não há evidência de que Madeleine está morta, que é o que você ouviu ontem."

Kate acrescentou: "Não há nada de novo."

Explicando por que o casal lançou uma acção judicial contra o Sr. Amaral, Gerry disse hoje: "Este é um processo legal que nós estamos passando para proteger nossa filha e nossa família.

"Estamos à procura de novas informações para ajudar na busca.

"A questão, claro, é quem está à procura de Madeleine e que tem vindo a procurar Madeleine nos últimos dois anos, e que somos nós e os nossos investigadores."

Gerry irá retornar para a Inglaterra nesta tarde por causa de compromissos de trabalho, um porta-voz do casal disse.

Fiona Payne, um dos amigos que estava de férias com os McCann quando três anos de idade Maddie desapareceu em 3 de maio de 2007, está voando para fora para suportar pal Kate.





OS “PRÓS E CONTRAS” E A SALVAÇÃO DA PÁTRIA

.

O programa Prós e Contras passou a ser uma espécie de clínica psiquiátrica onde os portugueses vão semanalmente fazer uma catarse colectiva.

Os resultados, difíceis de avaliar, não parecem colher no campo da objectividade e das realizações práticas quaisquer melhorias sensíveis.

Em primeiro lugar porque tudo resulta numa pequena babilónia discursiva, onde se misturam acertos com disparates, emoções com pragmatismos, subjectividades com análise, tudo isto numa comedida barafunda onde nunca se chega a conclusão alguma sobre o que quer que seja. A fasquia é sempre posta a uma altura que ninguém a consegue saltar…

Depois o programa é inócuo porque não tem poder – e ainda bem porque dali não resultaria nada de objectivo e nem consegue influenciar quem tem poder efectivo, ou nominal e apenas naquilo em que poderia vir a influenciar algum voto transviado.

Tem, porém, a grande valia de nos dar a todos uma fotografia de nós mesmos; da nossa indisciplina mental, do nosso desconchavo colectivo; da parcialidade como se olha para os problemas, da incultura geral com muitos saberes desgarrados pelo meio; da nossa inquietação sebástica permanente; na falta de confiança que todos temos com todos e da inacreditável frustração que sentimos em não poder ser, a todo o momento, um filho d’algo qualquer.

O país seria feliz se pudesse ter dez milhões de primeiros-ministros, mas infelizmente só pode haver um de cada vez…

Mas, sobretudo, o que preocupa mais é constatar a falta de uma visão global das coisas, a inexistência de sínteses de conhecimento, a baralhação das referências morais e espirituais (ou ausência delas), a deriva do que representa uma família grande, chamada Nação. Isto é, não aparece clara em lado algum, que Ideia é que temos e queremos para Portugal. De Pátria portuguesa. Ainda por cima, aquela que havia e que sucessivas gerações de portugueses foi herdando, tem sido sistematicamente desconstruída nos seus fundamentos.

Ora sem esta base de partida formulada e sentida, em termos sólidos, quaisquer tentativas para sair desta crise ou de outra qualquer, resultará frustre. Parecemos um bando de baratas tontas, representados por um conjunto de bonecos desarticulados e gesticulantes, a que chamamos políticos. Por isso cada vez mais nos corrompemos quer individual quer colectivamente.

Sem nexo que nos oriente, entregamo-nos à única coisa que diariamente se torna indispensável e inadiável, que é sobreviver.

Sobreviver é também aquilo que melhor orienta os animais, ditos irracionais, no seu habitat natural.

Sem embargo, eles fazem-no com maior classe e, seguramente, melhor senso.

João José Brandão Ferreira
TCor/Pilav (Ref)
Fonte: HEROISdoMAR

HAITI - TRAGÉDIA

Atualizado Jueves, 13-01-10 às 13: 31
Os testemunhos daqueles que vivenciaram o terremoto devastador em Port-au-Prince, capital do Haiti, dizem que a terra começou a tremer, todos gritavam em estado de choque e da capital tornou-se um enorme bloco de entulho. O repórter da Reuters Joseph Guyler Delva conta que viu dezenas de mortos e feridos. "Eu vi nos escombros. As pessoas estavam gritando" Jesus, Jesus "e funcionando em todas as direções. Foi um caos total."
Pedre Carel, que trabalha em televisão e rádio em Port-au-Prince, tem procurado ajudar os haitianos, sangrando nas ruas. "Eu vi um cinema, um supermercado, um café e um prédio de apartamentos em pedaços."
Não há energia elétrica ou de telefone, para que as pessoas não podem contatar suas famílias.
"Há réplicas minutos a cada 15 ou 20 que duram cerca de cinco segundos. O primeiro tremor foi tremendo. Vi nenhum equipamento de emergência. No início, eles eram os vizinhos que ajudaram. O povo estava confuso. Eles não sabiam o que fazer nem para onde ir."
Ian Rodgers, um brasileiro que trabalha com a Save the Children no Haiti, lembra que sua família afetada procurado entre as casas. "Você pode sentir a dor deles quando eles percebem que não podem encontrar os seus filhos", lamenta.
"E então você ouvir gritos sob os escombros. E os gritos das pessoas que abraçam quando encontrar alguém vivo no meio de toda essa devastação."
Rodgers acrescentou que as equipes de resgate estão tentando encontrar veículos para evacuar os feridos, porque a infra-estrutura de comunicações e de toda a cidade caíram.
Henry Bahn, oficial U. S. Department of Agriculture visita ao Haiti, ele caminhou em direção a seu hotel, quando o chão começou a tremer. "Ouvimos um barulho enorme e as pessoas gritando no gistancia Tudo. Está cheia de fios e pedaços de paredes e quebraram tudo o que vejo são pessoas pedindo socorro e chorando."
Troy Livesay, missionário cristão que trabalha em Porto Príncipe, foi escrito no Twitter, que descreve os corpos sem vida na rua e as pessoas andando à toa em choque.

"O capital tem sempre sido, configuração média, então quando dirigir à noite é difícil ver o estrago, e então você encontrará grandes montes de entulho e quebrou um supermercado.
Moliere pai de Valerie, 15 anos, foi quem ajudou-a para fora de sua casa. "Eu não conseguia me levantar." Ele estava no chão. Meu pai me levar para fora ", diz o ABC. "Agora tudo que vejo é que as pessoas correndo, chorando e gritando. As casas estão quebradas e pessoas ensanguentadas andar."

Jesus, um comerciante que estava no Haiti no momento do incidente, disse à Efe cenas de devastação após o evento. Ele disse que quando o terremoto ocorreu foi em Fond Parisien, numa zona rural perto de Port-au-Prince, onde se afundou uma mina e foram presas pessoas.
Também caiu um hospital e uma escola desabou, a testemunha disse.
"Todo mundo estava tremendo, era como uma dança, as pessoas para fora dos veículos, correndo e gritando", disse Jesus, que descreveu que "a estrada foi aberta pela metade" diante de seus olhos.
O fenômeno foi sentido em quase toda a ilha de espanhol, cujo território compartilhada por Haiti e República Dominicana, embora em números, o último país do primeiro oficial revelar nenhum dano dramático.

PERFIL DA ECONOMIA DO HAITI

Haiti - Economia Índice
http://www.photius.com/countries/haiti/economy/index.html
Fontes: The Library of Congress Country Studies; CIA World Factbook

HAITI - ÚLTIMAS - FONTE: TIMESONLINE

1230 GMT: Gordon Brown promete ajuda ao Haiti, como ele intervém nas questões do Primeiro-Ministro na Câmara dos Comuns

1210 GMT: Adriano Campolina, diretor da ActionAid Américas internacional, diz que a caridade tem sido capaz de restabelecer o contato com os seus funcionários 20 no Haiti. "Estamos esperando uma morte maciça de pedágio como principais áreas de favelas do centro de Port-au-Prince e regiões vizinhas foram seriamente afetados", avisa. "Há também muita preocupação com os danos no Carrefour, o epicentro do terremoto . Na capital Port-au-Prince, 80 por cento das pessoas vivem em pobreza absoluta em favelas espalhadas por colinas da cidade. Nós estaremos fazendo uma avaliação inicial e estão a tentar obter mais pessoal voou o mais depressa possível ".

1205 GMT: Ministro das Relações Exteriores da França confirma que Hedi Annabi, o chefe da Missão da ONU, e "todos aqueles que o rodeiam" são considerados mortos

1200 GMT: A Comissão Europeia diz que já lançou três milhões de euros em ajudas de emergência, e dará mais uma vez seu desastre especialistas avaliaram as necessidades do Haiti


1132 GMT: O Exército brasileiro diz que quatro de suas tropas de manutenção da paz são mortos, cinco feridos e um grande número de outros estão desaparecidos. A instrução traz o número de soldados estrangeiros confirmaram ter morrido no terremoto de 15

1130 GMT: Um diplomata Filipinas diz que um número de pessoas - alguns deles membros do 157-contingente de manutenção da forte Filipino - estão presos ainda viva em meio aos destroços da missão da ONU, e que outras das tropas filipinas estão ajudando os esforços para resgatá-los

11,20 GMT: A ONU revela que o 200-250 do seu pessoal estava dentro da sede de paz da ONU no Hotel Christopher em Port au Prince, quando o prédio desabou. Vários corpos já foram recuperados dos escombros. O próximo reforço do Programa Alimentar Mundial, no entanto, continua de pé e mais pessoal são contabilizados, mas a sede do Unicef na capital haitiana está danificado

11,16 GMT: Douglas Alexander, secretário de Desenvolvimento Internacional, é dar uma declaração à Câmara dos Comuns sobre o terremoto em torno de 12:30

1115 GMT: Save the Children afirma que metade dos seus 60 funcionários forte no Haiti continuam desaparecidas. Nenhum é britânico. A caridade do Reino Unido lançou £ 50.000 dos seus fundos para o trabalho de assistência no Haiti

1106 GMT: A Federação Internacional da Cruz Vermelha estima que 3 milhões de pessoas foram afetadas pelo terremoto

1101 GMT: Hsu Mien-sheng, o embaixador de Taiwan para o Haiti, foi ferido. Ministério das Relações Exteriores de seu país dizer que ele foi tratado no hospital por uma fratura. Taiwan está enviando uma equipe de busca com cães farejadores para ajudar os esforços de resgate

1100 GMT Jean-Bertrand Aristide, o presidente exilado que viveu na África do Sul desde que foi deposto no golpe de 2004, lançou uma declaração de luto por seu país.

Página 1 de 4


HAITI - DEPOIS DA POBREZA EXTREMA OUTRA DESGRAÇA...

Palacio de gobierno destruido

Um terremoto causou uma catástrofe no Haiti

FOTOS - CBC - 13/01/2010

O palácio presidencial, em Port-au-Prince, após o terremoto de 7 graus- EFE

  • Un terremoto provoca una catástrofe en Haití  - Catástrofe en Puerto Príncipe
  • Un terremoto provoca una catástrofe en Haití  - Palacio de gobierno destruido
  • Un terremoto provoca una catástrofe en Haití  - Terror entre los habitantes
  • Un terremoto provoca una catástrofe en Haití  - Ayuda entre ciudadanos
  • Un terremoto provoca una catástrofe en Haití  - Heridos
  • Un terremoto provoca una catástrofe en Haití  - Destrucción
  • Un terremoto provoca una catástrofe en Haití  - Edificios reducidos a pedazos
  • Un terremoto provoca una catástrofe en Haití  - Heridos entre los escombros
.

A "RÃZINHA" DA SORTE

.



TÁ TUDO EXPLICADO...

"Um dia decidi sair do trabalho mais cedo e fui jogar golfe! Quando estava escolhendo o taco, notei que havia uma rã perto dele.
A Rã disse:
- Croc-croc! Taco de ferro, número nove!

Eu achei graça e resolvi provar que a rã estava errada.

Peguei o taco que ela sugeriu e bati na bola.
Para minha surpresa a bola parou a um metro do buraco!

- Uau!!! - gritei eu, virando-me para a rã - Será que você é a minha rã da sorte?

Então resolvi levá-la comigo até ao buraco.

- O que você acha, rã da sorte?
- Croc-croc! Taco de madeira, número três!

Peguei no taco 3 e bati. Bum! Direto no buraco!

Dali em diante acertei todas as tacadas e acabei fazendo a maior pontuação da minha vida!
Resolvi levar a rã pra casa e, no caminho, ela falou:
- Croc-croc! Las Vegas!

Mudei o caminho e fui directo para o aeroporto!

Nem avisei minha mulher!
Chegando a Las Vegas a rã disse:
- Croc-croc! Cassino, roleta!

Evidentemente, obedeci à rã, que logo sugeriu:
- Croc-croc! 10 mil dólares, preto 21, três vezes seguidas.
Era uma loucura fazer aquela aposta, mas não hesitei.
A rã já tinha credibilidade.

Coloquei todas as minhas fichas no 21! Ganhei milhões!
Peguei em toda a grana e fui para a recepção do hotel, onde exigi uma suíte presidencial.

Tirei a rã do bolso, coloquei-a sobre os lençóis de cetim e disse:
- Rãzinha querida!

Não sei como te pagar todos esses favores!

Tu me fizeste ganhar tanto dinheiro que te serei grato para sempre!
E a rã replicou:
- Croc-croc! Dê-me um beijo! Mas tem que ser na boca!

Tive um pouco de nojo, mas pensei em tudo que ela me fez e acabei por lhe dar o beijo na boca!

No momento que eu beijei a rã, ela se transformou numa linda jovem de 17 anos, completamente nua, sentada sobre mim.

Ela foi me empurrando bem devagarinho para a banheira de espuma...

" Eu juro ", - disse o ex-Presidente do BPN ao Presidente da Comissão de Ética -

-"foi assim que consegui minha fortuna e essa menina foi parar no meu quarto".

Não só o Presidente da Comissão de Ética acreditou, como também, todos os Deputados e todos os membros do Supremo Tribunal de Justiça

QUE ME PERDOEM OS SPORTINGUISTAS!!!

Para tudo o que é lagartagem....


Essa mulher viu quase tudo...Quase...



Dercy Gonçalves a mulher que:
viu duas guerras mundiais...


viu oito papas...




viu os japoneses chegarem ao Brasil...



viu o Titanic afundar...



viu o Hindenburg pegar fogo...



presenciou a invençao da computador



presenciou a invençao do celular



acompanhou a invençao da televisao


viu o homem chegar r Lua...




viu o futebol 'nascer'...




maaaasssss.. .



Nunca viu o SPORTING ser campeao Europeu!

Nem uma final....


aha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha

aha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha
Perái... merece mais um pouquinho aha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha haha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha haha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha haha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha haha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha haha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha haha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha haha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha haha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha!!!!!!
Mais um pouco....... .. ha haha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha haha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha haha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha haha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha haha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha haha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha haha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha ha!!!!!!

ALTAMENTE PEDAGÓGICO - NÃO PERCA

“O Universo Conhecido” leva-nos numa espectacular viagem de exploração desde os Himalaias, na nossa atmosfera, até às profundezas do espaço, no limiar do Big Bang.
As estrelas, planetas, quasars e restantes modelos de corpos estelares apresentados são recolhidos do Atlas Digital do Universo, o mais completo mapa do universo a 4 dimensões, mantido e actualizado pelos astrofísicos do
Museu Americano de História Natural.


“The Known Universe by ANHM” foi criado pelo Museu para a exposição “Visions of the Cosmos: From the Milky Ocean to an Evolving Universe” do Rubin Museum of Art de Manhattan (EUA), que poderá visitar até Maio de 2010.
Mas se não puder dar um salto até Nova Iorque, não perca em Lisboa a exposição “
A Aventura da Terra: um Planeta em Evolução”, do Museu Nacional de História Natural

AS SUAS NOTÍCIAS DE 13.01.10

Capa do Correio da ManhãCorreio da Manhã

Sismo de 7,3 arrasa Haiti (ACTUALIZADA - C/ VÍDEO)
Ruptura de conduta de água engole dois carros
Leva quatro tiros durante assalto
Manuel Morujão: Casamento precipitado
Mingas: Passaporte luso

Capa do PúblicoPúblico

"Mortos e feridos" no desabamento da sede da ONU no Haiti
ONU, França e Venezuela anunciam apoios ao Haiti
Presidente René Préval e mulher estão a salvo
Kate e Gerry McCann contra Gonçalo Amaral
Sismo de forte magnitude provoca destruição no Haiti

Capa do Diário de NotíciasDiário de Notícias

Suspeitos não admitiram serem terroristas
ETA preparava atentado de grande envergadura
Violador de Telheiras permanece à solta
PJ prende violador de Benfica
Aprovação garantida mas com vantagem muito escassa

Capa do Jornal de NotíciasJornal de Notícias

Iémen: Chefe local da Al-Qaïda morto pela polícia à Chabwa (governador)
Haiti/Sismo: Terramoto de terça-feira entre os 15 mais fortes das últimas duas décadas
Haiti/Sismo: Estações sísmicas portuguesas captaram ondas do forte tremor de terra
Haiti/Sismo: Capacetes azuis do Brasil procuram sobreviventes na sede das Nações Unidas
Haiti/Sismo: Um dúzia de portugueses no país, mas contactos têm sido impossíveis - Embaixador

Capa do ii

Moura Guedes admitida como assistente no caso Face Oculta
Educação: sindicatos e Governo chegam a acordo
"Bancos são alvos fáceis. Sócrates foi injusto"
Paulo Rangel quer ruptura no PSD e "refundar a social-democracia"
Dentes do fóssil encontrado em Leiria dão forma ao passado

Capa do Diário EconómicoDiário Económico

Alegados etarras são ouvidos hoje no Tribunal da Relação de Lisboa
Chuvas põem barragens em níveis históricos
EDP lança hoje primeira pedra da central hidroeléctrica Venda Nova III
GNR e PSP vão proteger selecção no Mundial 2010
Comunistas insistem no encerramento de comércio aos domingos

Capa do Jornal NegóciosJornal Negócios

Haiti abalado por um dos terramotos mais fortes das últimas duas décadas
Vídeo: Comece a poupar para o seu filho desde o início
Presidente da ANJE defende privatizações para resolver a dívida pública
China cai e arrasta Ásia com medidas do banco central para reduzir o crédito bancário
Apenas o Ministério da Economia entregou todos os orçamentos

Capa do OjeOje

Wall Street termina sessão no vermelho, arrastada pela Alcoa
Agenda de 13 de Janeiro
TAP regista 2.º melhor ano de sempre
Economia vai crescer 0,7% em 2010
Construção deve quebrar 8% em 2010

Capa do DestakDestak

Autoridades emitem alerta de maremoto devido a forte sismo
FC Porto volta a ceder Rentería ao Sp. Braga
Plataforma continua iniciativas em defesa do referendo
"Leões" só queriam ceder Izamilov ao Lokomotiv no final da época
Fantasporto foge à crise na sua 30.ª edição

Capa do 24 Horas24 Horas


Capa do A BolaA Bola

Fábio Felício é a surpresa
Veloso volta ao onze
Dragão agarra-se a Viatri
Ténis de alto nível no Jamor
Estreia à vista para Éder Luís

Capa do RecordRecord

Mourinho cobiça pérolas
Mariano também pode ser premiado
Farías amarrado
Valeri sai à mãe
Águias seguram Saviola

Capa do O JogoO Jogo

Adebayor: "Pensei: ‘Chegou o nosso fim'"
Portsmouth sofre, mas vence
Estados Unidos concorrem com 18 cidades
Aprovado acordo com autarquia de Lisboa para construir pavilhão gimnodesportivo
Treinador do Xerez destituído