Translator

domingo, 31 de janeiro de 2010

CELEBRAÇÃO DA EFEMÉRIDE DO 31 DE JANEIRO DE 1891 NO PORTO

.
Estive em cima do acontecimento, através da RTPi e esta que temos por cá (Tailândia) e nos manda um produto fora de circulação.
-
Ontem Domingo de olhos fitos no vidro do televisor, para assistir a 16 mil quilómetros (Banguecoque), às celebrações do 31 de Janeiro de 1891 na Avenida dos Aliados do Porto, onde chegaram meia dúzia de personalidades, públicas, umas residentes (poucas) no Porto e outras em Lisboa.
.
Vi o Presidente da República a chegar numa espampanante caravana de carros de alto luxo com os batedores da polícia à frente. No passeio uns poucos curiosos assistir à passagem de Cavaco Silva.
.
Os operadores de câmara da RTP, bons rapazes e obedientes vão focando aquilo, que antes do serviço, que lhes recomendaram não captarem imagens dos que clamavam pelos seus depósitos no BPP ao PM José Sócrates, quando se dirigia para o palco do espectáculo e, depois, a Cavaco Silva.
.
Uma peça de teatro mal representada e pateada pelo pouco público que assitiu à péssima interpretação de maus actores no palco que bem representa a miséria da má governação que na proximidade de 36 anos os portugueses se têm sujeitado.
-
O generoso povo da cidade Invicta, onde eu fui criado e conheci (ainda hoje) pelo nome todas as ruas e vielas, desde a idade de 11 anos aos 26, mostrou-se ofendido e não desejou a festa a celebrar o 31 de Janeiro de 1891, onde morreram (não se sabe exactamente) os Vencidos da Vida que enganados se juntaram a revolucionários e pagaram com a vida e cadeia.
-
A festa foi de meia dúzia deles e, também, os dez milhões. orçamentados para uns poucos, começaram a ser distribuída no Porto, uma fatia, para uma festa no Coliseu do Porto, onde estão quatro rapazes a cantar juntos: o Pedro Abrunhosa (o bimbo da Ribeira), o cantor progressista que andou por Paris sem fazer nenhum, Sérgio Godinho; o Rui Veloso (o pai do rock português e o Chico Fininho) que se afirma tripeiro de gema, mora em Lisboa e visita o Porto nos tempo das castanhas assadas “quente e boas” . O quarto rapaz não vale a pena estar aqui a designar o nome.
.
A RTP do Porto muito bem instrumentalizada, a rapaziada, fez o seu papel e cumpriu as ordens que lhe foram encomendadas. As câmaras foram colocadas em pontos estratégicos e, valeu-me ao menos isso, porque me regalei-me com as imagens, daquele Porto que eu conheci, embora o tempo cinzento se quedasse e depois, o protesto, das nuvens que despejaram lágrimas.
.
A festa de ontem, no Porto, a comemorar o 31 de Janeiro de 1891, foi a coisa mais caricacta que eu assiti na minha vida. A gente generosa do Porto, pagou-lhe com a moeda e o tributo que aquela meia dúzia de personalidades,presentes,mereceram.
.
Bem me lembro e de quando os portugueses estava sob a ditadura e se um Presidente da República visitasse o Porto as ruas enchiam-se de gente.
.
Ninguém era obrigado a ir, nem a polícia andou pelas casas a obrigar as pessoas estarem nos passeios a ver passar a personalidade pública, ou mesmo de quando a jovem Rainha de Inglaterra visitou o Porto na década 50 do século passado.
.
Era a festa dos tripeiros! Eles são gente de festas e romarias e adoram os Zéz Pereiras a malhar na pele dos grandes bombos com os gigantones a dançar à frente do cortejo.
-
Uma vergonha, as celebração do 31 de Janeiro, para os que vieram de Lisboa e os do Porto, se ainda têm alguma.
José Martins

A FESTA DA REPÚBLICA DE PORTO - UM 31 FALHADO

> Vá, podem ir embora, os bimbos e actores do Porto. Foi muito lindo, mas não deu em nada. Ainda hoje não deu em nada. Não há nada para comemorar. Não se comemora o roubo sistémico aos portugueses que a República possibilitou nem se inventam ideais à última. Não é possível comemorar a usurpação da democracia, baseada no Direito e na Justiça, pela Maçonaria dos favores, das cunhas e das excepções. Não se comemora a libertinagem sanguinária da Carbonária. Não há nada para comemorar hoje, dia 31 de Janeiro. Ala para casa, bimbos! Não se comemoram os assassinatos politicos que advieram sucessivos à tosca republicanice instituída porque imposta como boa, sendo o que foi e ainda é: desastrosa, basta olhar para os jornais todos os dias e no como não dá em nada esses crimes político-económicos, uns após outros. Se quiserem comemorar a bancarrota da I República em ano de mais que certa bancarrota, tudo bem, façam favor, comemorem. Registamos a ironia de a República se comemorar em ano de Bancarrota, 2010. Sim, porque isto, desde há cem anos, tem sido um só rapar para «socialistas, laicos e republicanos», desastre ao descolonizar, avidez por ouro, dinheiro, marfim, decisões danosas. São eles, esses cromos estomacais, os novos ultra-frades mendicantes locupletando-se de fêmeas, de putos, quando ninguém está a ver, e das benesses do Regime e é graças a eles que hoje o Poder Socratino não olha rigorosamente a quaisquer subterfúgios nem estratagemas para se perpetuar, para se escudar dos seus próprios lixos e incompetências agressivas, para lançar uma nuvem de Merda Mediática que manobre com Mentira um povo iliterato e crédulo. A República está muito para além do roço ao crime. Nasceu do Crime e prossegue em conformidade. Para se perpetuarem, há pândega, vale tudo, é carnaval. Comemora-se a República de todos os desastres. Ninguém se incomoda. Não há vergonha na cara.
Joshua, in Palavrossavrvs Rex

MANUEL ALEGRE: "AUTO DE BELÉM"




Alegre: "Não serei candidato em nome de nenhum partido"
Ontem no Porto
"Não há democracia representativa sem os partidos, mas os partidos não podem monopolizar a democracia", considerou Alegre, que acrescentou que "o cargo de Presidente da República (PR) é unipessoal e independente".
Manuel Alegre durante o almoço organizado pelo Movimento de Intervenção e Cidadania da Região do Porto
Alegre disse não renegar o seu "percurso", as suas "convicções" ou a sua "afectividade partidária", mas considerou "irónico" que alguns "que durante décadas combateram o PS e as suas causas, venham hoje, por puro oportunismo e com o zelo de recém-convertidos, fazer a defesa dos supostos interesses do PS".

TIMOR-LESTE: PORRADA DE CRIAR BICHO NOS OLHOS DE RAMOS HORTA

.

Não gostei nada do que vi... Então Dr. Ramos Horta é assim mesmo por Timor? Tantos gorilas a bater num homem indefeso? Ai, ai Dr. Ramos Horta assim não vale, já que é contra a violência...!!!

Clique na barra a seguir e leia o texto

PRESIDENTE HORTA EM SILÊNCIO APÓS TESTEMUNHAR AGRESSÃO A JOVEM EM ATAÚRO

Clique no video e analise a barbaridade

video

MANUEL ALEGRE ARRANCOU JÁ NO PORTO!

.

O "Auto de Belém" de Manuel Alegre teve inicio, no Porto, com um almoço em companhia de correligionários, a sua campanha eleitoral para a Presidente da República, enquanto que na Câmara Municipal do Porto decorre outro, com os "homens bons" deste país e inserido no programa do arranque das celebrações dos 100 anos da República.

Evidentemente que Manuel Alegre não vai ser Presidente da República... Mas para que os portugueses saibam é que nestas coisas das campanhas eleitorais, seja de partidos para eleger um primeiro-ministro ou presidente da República há verbas substanciais para suportar a campanha. Claro esse dinheiro é pago pelo contribuinte e, sabido que tem havido muita vigarice (noticiada na comunicação social) com esses dinheiros.

Ganhem ou não ganhem pouco interssa o que vale é dividir os dinheirinhos subsidiados. Cada vez mais abomino a malta de barbas brancas (como as dos chibos velhos) que são políticos manhosos que para eles a honestidade mora longe... Tenho muita pena dos portugueses pelos contos do vigário desta malta que são como coiros velhos e ruins de roer e digerir.

AS CELEBRAÇÕES DO 31 DE JANEIRO NO PORTO

A abertura, oficial, das celebrações de 31 de Janeiro no Porto deu mesmo num 31.
Choveu, os tripeiros mandaram as celebrações colher urtigas... Não quiseram saber daquilo para nada.
Umas dezenas de pessoas e umas "criancinhas", de escolas, obrigadas a estar presentes.
Choveu, tive muita pena dos militares que a panharam toda da cabeça aos pés.
As caras oficiais (convidadas) sempre as mesmas...
O General Eanes, ex-presidente da República, não esteve presente...
Porque seria?
Apareceram uns "maduros" depositantes do BPP a reclamaram que querem o seu cacau de volta... Foram postos fora da arena....
O discurso de Cavaco e Silva, foi chatíssimo e não valeu pevide.
O do José Sócrates desliguei o som da televisão porque já não posso ouvir este mentiroso.
Em suma: "eles fizeram a festa, tocaram a música e deitaram os foguetes.
Para já parte (nosso dinheirinho) dos 10 milhões de euros já foram gastos para arrancar as celebrações dos 100 anos da implantação da República.







A RAPARIGA QUE VENDE ÓCULOS

.


video

PARA QUANDO ESTE FIGURÃO?


UM ASSASSINO SEM REMORSOS

Iraque

Não houve arrependimentos, nem desculpas. Ouvido esta sexta-feira na comissão de inquérito à guerra do Iraque, Tony Blair negou ter arrastado o país para o conflito com base em falsos argumentos ou para agradar aos americanos.

Não há arrependimento porque esta gente está-se nas tintas para o direito internacional, não se importam com os direitos humanos e a morte e miséria que causam não lhes tira o sono. Morrem milhões, arrasa-se com uma civilização, destroem-se as infra-estruturas e a vida de um país, tudo em nome do dinheiro e do lucro. Vale tudo para esta gente que só merecia mesmo ser acusada e condenada num tribunal internacional por crimes contra a humanidade. Hitler, Stalin, foram mosntros no passado, mas hoje continuam a existir na forma de Bushes, Blaires, King-Jon-Iis, Netanyahus, Hu Jintaos e tantos outros. Criminosos que nos governam e espalham a opressão e a miséria neste mundo.

Nota: Tony Blair recebeu 5 milhões de euros como adiantamento pelas suas memórias, ganha 3 milhões como consultor de instituições financeiras como a JP Morgan ou a Zurich Financial, mais duzentos mil euros por cada conferencia onde participa. Isto sem falar de andar a vender malas do Louis Viton, criar fundações e ser o representante europeu para o conflito Israelo-palestiniano (onde Israel, impunemente, cada vez ocupa mais terra pertencente à Palestina matando e expulsando os habitantes deste que foi nomeado).
Capa do Correio da ManhãCorreio da Manhã

Gang agride mulher em roubo violento
Lula da Silva: “Estou de boa saúde”
Guimarães: Idoso atropelado
Coimbra: GNR prende quatro
Nazaré: Tractor choca com carros

Capa do PúblicoPúblico

Jorge Jesus diz que Benfica cumpriu a sua obrigação
Real Madrid não dá espaço ao "Barça"
“A República não pode deixar de ser uma coisa santa”
Mário Nogueira apela a professores para que se juntem à manifestação da função pública
Pedro Mendes orgulhoso por estar no Sporting

Capa do Diário de NotíciasDiário de Notícias

GNR faz detenções por tráfico de droga na região do Algarve
"Roubo violento em grupo tornou-se crime da moda"
Vítima identificou carrinha de violadores
Bombeiros acusam Governo de querer negar transporte a doentes
Plataforma quer Av. da Liberdade cheia

Capa do Jornal de NotíciasJornal de Notícias

China: Sismo moderado provocou um morto e 11 feridos - Oficial
Médio Oriente: "A política de colonização de Israel é um erro" - Berlusconi
Haiti/Sismo: René Préval vaiado frente ao palácio presidencial em Port-au-Prince
Cinema: "Restrepo" e "Winter' s bone" premiados no 26º festival de Sundance
Armamento: EUA reforçam arsenal antimíssil face ao Irão - imprensa

Capa do ii

Cavaco chama conselheiros de Estado a Belém
Empresas recusam assinar "Código de Bom Governo das Sociedades"
Sócrates. Mais-valias serão taxadas no futuro
Cavaco Silva convoca Conselho de Estado para quarta-feira
CREL continua sem data prevista para abrir

Capa do Diário EconómicoDiário Económico

Constâncio diz que papel de supervisor é sujeito a “falácias e equívocos”
Mais poderes para os supervisores e punições exemplares
Clooney nunca vingará no mundo dos negócios
“Portugal tem os seus trunfos”
Espanha vai cortar 4% nas despesas com funcionários públicos

Capa do 24 Horas24 Horas


Capa do A BolaA Bola

Faraós e a nova Grécia
Vukcevic pronto para o Dragão
Novas leis sobre perfil sanguíneo
Ricardinho vai para o Japão no fim da época
Benzema bisa na vitória do Real Madrid

Capa do RecordRecord

Aimar: «Não sei se é o maior adversário»
Rutura formalizada na SAD portista
Orlando Alhinho: «Não tenho dúvidas que vai ter sucesso»
Rodríguez falha jogo com leões
Maxi Pereira: «Vai ser uma luta a três»

Capa do O JogoO Jogo

CAF suspendeu Togo devido a ingerência governamental
Laurentino Dias: “Apoios do Governo a deslocações aos Açores e Madeira em dia”
Benfica perde e fica mais longe do líder FC Porto
Real Madrid bate Deportivo da Corunha (3-1)
Cabañas está “a melhorar”, mas médico aconselha “cautela”