Translator

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

TECNOLOGIA,AÉREA, DE HITLER - 2ª GUERRA MUNDIAL

Hitler's stealth bomber

With its smooth and elegant lines, this could be a prototype for some future successor to the stealth bomber.


But this flying wing was actually designed by the Nazis 30 years before the Americans successfully developed
radar-invisible technology.
Now an engineering team has reconstructed the Horten Ho 2-29 from blueprints, with startling results.


cid:566713C1CD114AFE8F5695202DD604D2@RobbieRogers

Blast from the past: The full-scale replica of the Ho 2-29 bomber was made with materials available in the 40s


cid:D4770860583942149C388B674EB83D82@RobbieRogers

Futuristic: The stealth plane design was years ahead of its time It was faster and more efficient than any other plane of the period and its stealth powers did work against radar.
Experts are now convinced that given a little bit more time, the mass deployment of this aircraft could have changed the course of the war.


cid:746D6B091DCA40F09B4E0780AFFF98F8@RobbieRogers

The plane could have helped Adolf Hitler win the war
First built and tested in the air in March 1944, it was designed with a greater range and speed than any plane previously built
and was the first aircraft to use the stealth technology now deployed by the U.S. in its B-2 bombers.


Thankfully Hitler's engineers only made three prototypes, tested by being dragged behind a glider, and were not able to build them on an industrial scale before the Allied forces invaded.
From Panzer tanks through to the V-2 rocket, it has long been recognised that Germany 's technological expertise during the war was years ahead of the Allies.
But by 1943, Nazi high command feared that the war was beginning to turn against them, and were desperate to develop new weapons to help turn the tide.
Nazi bombers were suffering badly when faced with the speed and maneuvrability of the Spitfire and other Allied fighters.
Hitler was also desperate to develop a bomber with the range and capacity to reach the United States .
In 1943 Luftwaffe chief Hermann Goering demanded that designers come up with a bomber that would meet his requirements, one that could carry 1,000kg over 1,000km flying at 1,000km/h.
A full scale replica of the Ho 229 bomber made with materials available in the 1940s at prefilght


cid:D625267FBA604E589AD031B6E9F54093@RobbieRogers

A wing section of the stealth bomber. The jet intakes were years ahead of their time.Two pilot brothers in their thirties, Reimar and Walter Horten, suggested a flying wing design they had been working on for years.
They were convinced that with its drag and lack of wind resistance such a plane would meet Goering's requirements.


Construction on a prototype was begun in Goettingen in Germany in 1944.
The centre pod was made from a welded steel tube, and was designed to be powered by a BMW 003 engine.
The most important innovation was Reimar Horten's idea to coat it in a mix of charcoal dust and wood glue.


cid:635A7FC76E344C07B09C7252CF79DA43@RobbieRogers


Vengeful: Inventors Reimar and Walter Horten were inspired to build the Ho 2-29 by the deaths of thousands of Luftwaffe pilots in the Battle of Britain

cid:FAC5390073A74591811C050036C5B245@RobbieRogers


The 142-foot wingspan bomber was submitted for approval in 1944, and it would have been able to fly from Berlin to NYC and back without refueling, thanks to the same blended wing design and six BMW 003A or eight Junker Jumo 004B turbojets. He thought the electromagnetic waves of radar would be absorbed, and in conjunction with the aircraft's sculpted surfaces the craft would be rendered almost invisible to radar detectors.
This was the same method eventually used by the U.S. in its first stealth aircraft in the early 1980s, the F-117A Nighthawk.
The plane was covered in radar absorbent paint with a high graphite content, which has a similar chemical make-up to charcoal.
After the war the Americans captured the prototype Ho 2-29s along with the blueprints and used some of their technological advances to aid their own designs.
But experts always doubted claims that the Horten could actually function as a stealth aircraft.
Now using the blueprints and the only remaining prototype craft, Northrop-Grumman (the defence firm behind the B-2) built a fullsize replica of a Horten Ho 2-29.


cid:F79DA6C487BC424A91C391E9E80A0D31@RobbieRogers



Luckily for Britain the Horten flying wing fighter-bomber never got much further than theblueprint stage,


cid:DB0B86D869134185861AB2626040F41D@RobbieRogers


Thanks to the use of wood and carbon, jet engines integrated into the fuselage, and its blended surfaces, the plane could have been in London eight minutes after the radar system detected it It took them 2,500 man-hours and $250,000 to construct, and although their replica cannot fly, it was radar-tested by placing it on a 50ft articulating pole and exposing it to electromagnetic waves.
The team demonstrated that although the aircraft is not completely invisible to the type of radar used in the war, it would have been stealthy enough and fast enough to ensure that it could reach London before Spitfires could be scrambled to intercept it.
If the Germans had had time to develop these aircraft, they could well have had an impact, says Peter Murton, aviation expert from the Imperial War Museum at Duxford, in Cambridgeshire.
In theory the flying wing was a very efficient aircraft design which minimised drag.
It is one of the reasons that it could reach very high speeds in dive and glide and had such an incredibly long range.
The research was filmed for a forthcoming documentary on the National Geographic Channel.

BRASIL-S.PAULO - QUEDA DE HELICOPTERO - REPORTAGEM JORNALÍSTICA ABORTADA

video

NIGÉRIA: POLICIA MASSACRA A SANGUE FRIO

Atenção: video de extrema violência

video

TAILÂNDIA: CRESCIMENTO DE PRODUÇÃO INDUSTRIAL

.

Tailândia o índice de produção industrial deverá crescer entre 6 a 8 por cento este ano, com a recuperação económica mundial deverá levar a uma maior demanda na aquisição de bens tailandeses, informou, o director do Instituto de Economia Industrial Sutthinee Phuphaka, ontem (10.02.10) quarta-feira
O Fundo Monetário Internacional já projecta que a economia tailandesa crescerá de 3,9 por cento este ano.
A Tailândia é uma base industrial, importante, para unidades de disco rígido, produtos electrônicos / electrodomésticos e automóveis, de acordo com Sutthinee.
Fonte: The Nation

O PÁROCO DA ALDEIA - ACÇÃO DE EXORCISMO PARA EXPULSAR O DEMÓNIO MANUELA MOURA GUEDES DA TVI


Objectivo: acabar com o Jornal Nacional de
Moura Guedes implica Vitorino nas pressões sobre TVI
por DN.pt Hoje
António Vitorino foi o homem de José Sócrates nas movimentações para acabar com o Jornal Nacional de Sexta, da TVI, que era apresentado por Manuela Moura Guedes. No depoimento à Entidade Reguladora da Comunicação (ERC), a jornalista disse que foi o antigo comissário europeu o escolhido pelo primeiro-ministro para pressionar a Prisa, grupo espanhol de comunicação que é o principal accionista da TVI.
-
P.S. - Qual teria sido a "congra" cobrada pelo pároco da aldeia? É que o pároco tem uma sacristia de negócios... E.... paroquiano amigo, mas serviços de exorcismo à parte...

IRÃO: PARA GRANDES MALES MELHORES REMÉDIOS

.
Tensão no Irão
Irã bloqueia o acesso ao Gmail
O regime iraniano olha para a Internet a fim de evitar uma nova onda de protestos de adversários políticos.
.
PAÍS / AGÊNCIA - Madrid / San Francisco - 10/02/2010
.
Ontem, quarta-feira, um dia antes da celebração do grande dia da República Islâmica, o governo do Irão anunciou a suspensão "permanente" ao seus cidadãos do acesso ao Gmail, serviço do Google, a fim de evitar uma maior onda de protestos dos adversários, relata a edição online do The Wall Street Journal.

GRÉCIA: CRISE ECONÓMICA

A primeira crise do euro
.
França e Alemanha unem-se para o apoio da UE à Grécia
.
Merkel e Sarkozy procuram medidas, comuns, de apoio de emergência, amanhã, dos 27 para resgatar a economia grega .
.
Papandreou prometeu ao presidente francês que "iria levar a cabo todas as medidas necessárias" para reduzir o défice .
PAÍS - Madrid - 10/02/2010
.
O presidente francês Nicolas Sarkozy e a chanceler alemã, Angela Merkel, procuram uma série de medidas, conjuntas, para garantir que os líderes da UE que se reúnem na próxma quinta-feira, em Bruxelas, para aprovar o resgate da Grécia, relata o diário francês Le Monde citando fontes próximas da presidência francesa.
.
Essas mesmas fontes afirmam que a França opta por uma solução liderada pelos dois grandes países da zona euro. Merkel e Sarkozy vão apresentar esta posição em conferência de imprensa durante a reunião desta quinta-feira.

MARCELO REBELO DE SOUSA: "DEVE FAZER UM DESCONTO...!!!

Confirma convite para manter ‘As Escolhas de Marcelo’
Marcelo decide se fica na RTP dentro de duas semanas
Marcelo Rebelo de Sousa decide, dentro de duas semana, se fica na RTP, apurou o CM. O professor confirmou ter sido convidado pela direcção de Informação da estação pública para manter o formato ‘As Escolhas de Marcelo’, mas ainda não deu uma resposta a José Alberto Carvalho.
Entretanto, o director de Informação da TVI, Júlio Magalhães, garantiu ao CM que “ainda não foi feito nenhum convite” ao comentador”. “Em Março, quando o professor estiver livre, logo se vê. Nessa altura, ponderamos, mas há uma série de situações a ter em conta, até contratuais, pois nós não estamos a nadar em dinheiro”.
-
P.S. Está visto! O Marcelo ganha uma "pipa de massa" por cada programa. Daqui solicitamos ao Marcelo que faça uns trocos de desconto ao contribuinte português que aguenta, o poço sem fundo, a RTP.

JOSÉ SÓCRATES: "TAPAR O SOL COM UMA PENEIRA"


Entrevista concedida por José Sócrates
Gonçalo Santos - The New York Times
.
O primeiro-ministro José Sócrates está a tentar tranquilizar os mercados do mundo que pode trazer para baixo défice de Portugal, que ascende a 9,3 por cento do produto interno bruto.

LISBOA - Ao longo das montanhosas, ruas da cidade atlântica, conhecida por sua melancolia, mesmo nos bons tempos, as pessoas parecem estar perdendo a respiração, sem saber se a economia de Portugal naufraga se vai melhorar - ou piorar e enfraquecer a saúde geral financeira da Europa.
.
Sócrates ao jornalista:
“Sócrates insistiu que Portugal não precisava de ajuda da União Europeia. "Nós não precisamos de nada a partir de Bruxelas", disse enfaticamente”

DO RIO KWAI DE VOLTA A BANGUECOQUE

.
De volta a casa, amanhã pelas 10, a Banguecoque. Desta vez soube a pouco a permanência no "Jolly Frog" (Júlia Rã), apenas 5 noites.Está aí o Ano Novo Chinês e o do Tigre e, minha mulher Kanda, mais a Maria vão visitar a família na província de Prachimburi. Nunca podemos sair juntos de casa, alguém terá de ficar a tomar conta dos dois cães que possuímos.
Simpáticos restaurantes como o da imagem da esquerda, onde se pode almoçar e bem, por 3 euros. Imagem da direita, duas raparigas com banca de vendas de passeios a turistas e o meu amigo Ken, inglês, reformado que já vive há 18 anos no River Kwai (Kanchanaburi). Perguntem ao Ken se quer viver no seu país... Logo responderá: não!
Eram três, mas a Juree, uma cadela, morreu há umas três semanas. O Rio Kwai, já não é um lugar para mim vulgar, mas uma paixão onde junto à margem direita do rio, encontro a paz de espirito pelo cenário que me envolve. Gente boa e de sossego, familiarizada, com os milhares de "farangue" (estrangeiro na Tailândia) que durante o ano por aqui passam. Dia para dia aumentam de todas as nacionalidades a chegar a Kanchanaburi.
A loja do "7Eleven" aberta 24 horas. Aqui pode comprar desde comida, o copo de café ao sabonete à pasta de dentes. Se estiver com os pés a doer-lhe há várias casas que lhe tratam deles... Experimente se vier à Tailandia o tratamento de reflexiologia através dos pés.
Crise, qual crise, não há por aqui nenhuma! Na cidade de Kanchanaburi as pessoas locais mexem, desde os riquexós puxados pela força dos pés no pedal, a transportarem turistas da estação dos autocarros para os resortos; às carrinhas de caixa aberta carregadas de frutas, produzida nos arredores, para o mercado; não esquecendo as centenas de crianças com a sua farda da classe a caminho da escola.
Cai a noite, a rua principal do turismo movimenta-se, calmamente. Turistas jantam nas esplandas. A noite termina ao princípio da manhã do dia seguinte. Depois o silêncio é de abismal tranquilidade.
O importante para mim é continuar a fazer turismo com pouco dinheiro e disfrutar do que esta terra tem para oferecer. Kanchanaburi, outras cidades da província da Tailândia bem posso passar uns 15 dias, incluindo a gasolina da viatura por pouco mais de 250 euros. Impensável isto acontecer em Portugal ou outro país da Europa. Até amanhã em Banguecoque.
José Martins

«SEM REI NEM ROQUE NEM DIABO QUE OS TOQUE»

.
Sem Rei nem Roque nem Diabo que os toque”
Fazem tudo por tudo por nos tornarem filhos da outra mãe
. Querem-nos todos a dançar no seu parque de divertimento, o parque duma república jacobina, jardim infantil do 25 de Abril. A democracia é coisa muito séria que transcende abrilismo e arrivismo. O 25 de Abril foi transformado em abrilismo ao ser usado pelas esquerdas que, outrora, se apoderaram do Estado e ditaram uma Constituição da República que os privilegia.
.
A democracia não se deixa limitar à República e menos ainda à república partidária. Já não lhes chega o “socialismo pluridemocrático” de Gomes da Costa que, para evitar a direita, eterniza a esquerda revolucionária numa constituição portuguesa partidária, defensora dum socialismo pluripartidário garantia da esquerda e estabilizador do oportunismo partidário.
.
Deveria era haver uma iniciativa de mudança para democratização da Constituição no sentido de a desideologizar, de modo a não privilegiar a esquerda em relação aos conservadores! Quando chove deve chover para todos: o cidadão é que deve tornar-se rei, não o camarada! O argumento contra o fascismo não legitima possibilitar outro. Faltam-nos, além duma cultura da transparência, pessoas isentas interessadas, capazes de criar uma cultura política com perspectivas para lá do feudo. Não chega o dolo, a lábia, a inveja e o interesse pessoal para se estabilizar uma cultura civil.
.
A comemoração da República dá possibilidade aos jacobinos do sistema de mistificarem um capítulo nada exemplar da nossa História que necessitaria de ser purificado. A boémia da auto-realização não conhece a responsabilidade histórica dos outros. Chega-lhes o relativismo cultural e o cafezinho da praxe. O dogma da razão interesseira quer acabar com o potencial da interpretação metafísica que descansa em cada cidadão. Por isso, querem fazer da Constituição a sua “metafísica”, sob o Sol da catequese marxista-leninista para quem Deus morreu e o cidadão também!
.
Querem-nos todos de graça no seu paraíso, o paraíso proletário com os seus deuzitos a brilhar nos andores da ideologia unilateral.Há que rasgar os telhados das ideologias que cobrem as nossas instituições abri-los para uma cultura nova em que seja possível alegrar-se com todas as cores do arco-íris.
.
Para isso teríamos que questionar os nossos sistemas políticos, económicos e sociais mais predilectos e libertar-nos de opiniões preconcebidas, na procura duma nova filosofia e duma nova ética, já não orientadas para o material mas para o Homem todo e global. O dinheiro, que é um valor abstracto, mata a criatividade e o materialismo mata o espírito. O homem digno não se deixa reduzir a massa, nem vive só de pão.
.
O Homem é divino, e só Deus pode ser maior que ele! Não precisamos de instituições que o aprisionem e o definam à sua medida, mas que com ele “se vão da lei da morte libertando”. A nossa cultura é egrégia e universal. Hoje tem muitos inimigos que se envergonham do seu berço e se tornaram inimigos do Homem, aqueles para quem o homem e a mulher não passam de instrumento ao serviço dum fim!
António da Cunha Duarte Justo http://www.portugalnoticias.com/

CERTO: EM 100 ANOS NÃO PASSAMOS DA CEPA TORTA

.

Antes do leitor ler a excelente peça, de Manuel Monteiro, transcrita a seguir a este texto, conto a lenda da "Cepa Torta", que de muito novo o meu pai, Luis Martins, me contou e se vivo teria, hoje, 102 anos.
Aí vai a história: "um lavrador algures em Portugal, proprietário de uma vinha, tinha um criado negro para trabalhar nas terras de seu lavrado.
Chegou a altura da poda, da vinha, encarregou o trabalhador de a executar. Chegado a casa, ao fim da tarde, o patrão perguntava-lhe: "então rapaz até onde chegaste, hoje, na poda?"
Patrão cheguei à cepa torta.
O primeiro dia o patrão ainda se acreditou, mas no segundo não foi na conversa da cepa torta...
É que o criado, chegava à vinha deitava-se a dormir e podar... nem uma videira!"
Ficou assim a lenda da cepa torta e o mesmo que afirmar: não anda nem desanda.
José Martins


Opinião
A queda da 1.ª República: a História repete-se
Por Manuel Monteiro, líder do PND
Em Maio de 1926, teve inicio um movimento militar que haveria de pôr fim à 1.ª República. Portugal vivia em profunda crise. Financeira, económica e política. O desemprego, associado a uma degradação das instituições, evidenciava dois países: o formal e o real
.
O primeiro estava corroído pela mesquinhez, pelos interesses egoístas de grupos partidários; o segundo estava distante dos políticos, descrente face ao presente e nada confiante com o futuro. Os republicanos sérios, preocupados com o Estado, pouco podiam fazer diante da voracidade das intrigas e da pequena política. E num dia, fruto dos erros cometidos, o regime caiu.
.
Caiu com o aplauso da população que se colocou ao lado dos revoltosos. Um relato atento de documentos sobre a época – e há, recentemente publicada, uma obra notável do dr. Luis Bigotte Chorão, intitulada A Crise da República e a Ditadura Militar – pode mostrar-nos como estava de rastos a imagem da Justiça, da Administração Pública, do Parlamento, do Governo e de toda a classe política em geral.
.
Os problemas, como muitos disseram, não se resumiam ao défice e aos elevados juros a pagar no estrangeiro; os problemas passavam, antes de mais, pela credibilidade perdida no funcionamento da Justiça e pela separação entre o povo e os seus representantes.
-
Hoje, quase 84 anos passados, chega a ser arrepiante como tudo é tão idêntico e tão próximo.
Eloquentes e notórios analistas, supostos descobridores da análise inédita, ignoram ou propositadamente nada dizem sobre o que provocou a queda da 1.ª República.
.
Sem o brilho, a inteligência e a qualidade de quem ao tempo escrevia sobre o assunto, eis que os vemos agora sentados nas suas ‘cátedras’ de petulância, cheios da sua imensa pequenez, culpando somente o que se passa lá fora para justificar o que de errado voltámos a fazer cá dentro.
.
Mas a História repete-se. Sem as especiarias da Índia, o ouro do Brasil e o dinheiro da CEE, voltámos ao que éramos. Pobres e cheios de deficiências estruturais, mas com a leveza de espírito característica dos incautos.
.
Mudou alguma coisa? É certo que sim. Temos mais auto-estradas, mais periferia e muitos subsídio-dependentes. É ainda certo que temos pessoas e profissionais de inquestionável qualidade, apesar de se contarem pelos dedos das mãos as possibilidades de êxito que alcançam numa sociedade, como a portuguesa, que cultiva e sustenta a mediocridade. Ser medíocre, mediano, poucochinho, é condição base para progredir e para sobreviver.
.
Não há agricultura, nem pescas? Não possuímos indústria? Mas que relevância têm estas coisas menores, perante a pujança dos estádios, dos corruptos e das obras públicas desnecessárias? Diante de tamanha grandeza interessará para alguma coisa o estado deplorável a que chegámos?
.
Para o país formal não, contudo há ainda quem se interesse. Será uma minoria? Talvez. Uma minoria que não se conforma e uma minoria que não faz depender a razão das suas preocupações e ideias da quantidade volátil dos espectadores do circo.
.
Até porque, como em todos os circos, esses espectadores só aplaudem enquanto tiverem entretenimento e pão. E o entretenimento pode continuar, mas o pão vai escassear.
Manuel Monteiro (Sol -10.02.10)

MÁRIO SOARES: «UMA VERGONHA»

.

PS
Mário Soares condena 'ataques' a José Sócrates
O ex-Presidente da República Mário Soares afirmou que foi por três vezes primeiro ministro e «nunca» foi tão «atacado» como José Sócrates e considerou que as fugas de informação são «uma vergonha» para a Justiça portuguesa
.
Fonte: SOL

PERFUMADA VILEZA
O lamentável Soares aburguesou-se há décadas. Sócrates, um coitadinho para ele, tão atacado, é um Mártir, como Brízida Vaz, a alcoviteira vicentina. Para as Legislativas, vimos Soares, num furor appassionato, combater «a velha» com furor, com ironia, com desdém e grandes inchaços de retórica. Perante o «Plano» medio-contrológico do Governo, cala-se como um rato, absolvendo a despudorada mentira e o lado mentiroso. Não há, afinal, tantas lutas e bazófia depois, neste socialismo putrefacto, flor que se cheire, nome em que se possa confiar? O socialismo ávido, duplipensante, fala mais alto. Já só há dinheiro, poder, influência. As causas morreram. Morreu a têmpera.

Publicada por joshua em 2:30 AM 1 comentários Hiperligações para esta mensagem
Etiquetas: Mário Soares

AS SUAS NOTÍCIAS DE HOJE 10.02.10

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Deslizamento de terras corta A8 e desaloja família
Esfaqueado por ladrões
Renato Sampaio: Rangel "pigmeu"
Setúbal: Assaltantes em tribunal
Liga: Sport TV transmite até 2013

Capa do Público Público

Análise de Bruno Prata ao Sporting-Benfica da Taça da Liga
Indícios de crime apuram-se "no fim e não no princípio" da investigação
Frederico Gil e Rui Machado em frente no Brasil Open
A quinta expulsão de João Pereira
"Isto não tem sido fácil", diz Carlos Carvalhal

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Legalidade das escutas gera divisão
Autoridades avaliam risco da ETA na visita do Papa
38 pessoas invocam "maus tratos"
428 chamadas em 3 meses para Linha do Idoso
87% das mulheres que abortam não usam contraceptivos

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Petróleo: Barril de Brent desce 0,31 dólares para 71,82 dólares
EUA: Número de clandestinos caiu 7% em 2009
Médio Oriente: Raids aéreos israelitas contra Gaza após tiros de foguetes - Exército
Espaço: Endeavour acoplou à Estação Espacial Internacional - Nasa
Clima: Estados Unidos alertam para acordo "nado-morto"

Capa do i i

Hugo Gonçalves. "Esta não será uma crónica de paninhos quentes"
ETA reorganiza a logística. Portugal e Norte de França na mira
Orçamento do Estado. O primeiro assalto de um ano que será suado
Souto Moura: "Há que distinguir o plano jurídico do plano ético"
Mário Soares garante "nunca fui tão atacado como José Sócrates"

Capa do Diário Económico Diário Económico

Banco do BCP na Polónia lucra 15,5 milhões de euros
Soros está "confiante" que Grécia vai ficar na zona euro
Honda recolhe mais de 437 mil carros com defeito no airbag
Professores, médicos, funcionários públicos e anarquistas nas ruas de Atenas
"Combustíveis são mais caros à saída de Lisboa do que à entrada do Porto"

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

BCP vende 95% do Millennium Bank na Turquia por 61,8 milhões de euros
Soros está "confiante" que Grécia vai fazer tudo para permanecer na Zona Euro
Abrandamento dos receios relativos à Grécia e resultados das empresas suportam Ásia
Portugal aproveita queda dos juros para emitir dívida
PT garante não ter recebido ordens para comprar TVI

Capa do Oje Oje

FCB&A contrata Miguel Mayordomo Cunha
Jones Lang LaSalle contrata novo colaborador para a gestão do Portimão Retail Park
SAP retoma estrutura Co-CEO com Bill McDermott e Jim Hagemann Snabe
José Filipe Coelho assume direcção Comercial da Victoria Seguros
Fundos nacionais fogem da dívida pública


Capa do Destak Destak

PSD critica ausências de António Costa na Assembleia Municipal
PGR: "Não há nenhum indício" nas escutas que mostre plano de Sócrates para controlar imprensa
Avaria no voo Funchal-Las Palmas obriga avião da SATA a regressar à Madeira
Lançado concurso para estudo de viabilidade económica e financeira da linha no corredor Faro-Huelva
Pelo menos 39 mortos e 12 desaparecidos em inundações

Capa do 24 Horas 24 Horas


Capa do A Bola A Bola

Jogos em directo na rede global
Jesualdo e o seu "delfim"
«Gosto de jogar com dureza» - Ricardo Carvalho
Swansea (Paulo Sousa) derrota Crystal Palace
Brasil: Gil e Machado seguem para a segunda ronda

Capa do Record Record

Tomy dá confiança
Jesus enxovalha Carvalhal
Éder Luís: «Viemos a Alvalade para vencer a partida»
César Peixoto: «Queremos voltar a vencer esta prova»
Di María: «Fizemos grande jogo»

Capa do O Jogo O Jogo

Salema Garção acusa árbitro de "intenção clara de prejudicar o Sporting"
Massa diz que Alonso vai ter que aprender a trabalhar ao estilo Ferrari
Sauípe: Gil e Machado qualificam-se para a segunda ronda
Taça França: Amadores do Quevilly eliminam primodivisionário Rennes

Manchester City iguala Liverpool com triunfo sobre Bolton