Translator

quarta-feira, 10 de março de 2010

O ILUSIONISMO EM ACÇÃO



 ilusionista




ISLAMISMO: PERSEGUIÇÃO A OUTRAS RELIGIÕES

.
Assédio de cristãos no mundo islâmico
Sucessivos ataques e expulsões desencadeados, a cristãos preocupação de vários países
Andrea Rizzi - Madrid -- 10/03/2010
Um bando de homens armados entrou no meio da manhã de hoje na sede da ONG “Christian Aid World Vision em Mansehra”, um distrito ao norte de Islamabad, abrindo fogo sobre os funcionários que lá se encontravam
.
Seis deles foram mortos e seis feridos. O incidente é o último de uma seqüência de actos de violência e perseguição contra os cristãos levados a cabo a partir de alguns meses atrás, com freqüência, preocupante em diversos países ao redor do mundo.
.
O fim de semana passado, o governo marroquino expulsou do país 26 cristãos, na sua maioria protestantes, acusados de proselitismo.
.
Na mesma altura, na Nigéria, centenas de cristãos foram mortos por armas e golpes de catana pelos invasores muçulmanos no mais recente surto de violência étnica e religiosa crônica país central emocionante Africano.
.
Na área de Mosul, no Iraque, pelo menos oito cristãos foram mortos em diversos ataques em Fevereiro, último.
.
Quase não existem famílias que professam a religião cristã em Mosul fugindo todos.
.
No Egipto, oito cristãos foram mortos a tiros ao deixar a missa dominica em Janeiro, do ano corrente.
.
Mesmo na Índia, que não é um país muçulmano, está a acontecer episódios de violência contra os crentes em Cristo. A lista poderia continuar.

CAVACO SILVA: A CONSTITUIÇÃO NÃO LHE DÁ COMPETÊNCIAS PARA DEMITIR...

.

Clique a seguir para ler a notícia:

"O Presidente não pode demitir o Governo por falta de confiança política"

O Presidente da República recordou hoje, quarta-feira, que um chefe de Estado não pode demitir o Governo por falta de confiança política e que o executivo responde politicamente perante o Parlamento.

CORRUPÇÃO EM PORTUGAL: CADA QUAL AMANHA-SE CONFORME PODE

.




Clique em baixo e leia a notícia:

.
Maria José Morgado: Fenómeno da corrupção “está fora de controlo”

Ana Paula Correia

A procuradora-geral adjunta Maria José Morgado considera que o hipergarantismo introduzido na última revisão do Código do Processo Penal, há dois anos, é um dos factores que condicionam negativamente o combate à corrupção.


BASÍLIO HORTA: O DESESPERADO

Um pensamento esmagador
Basílio Horta, notável! Apenas agora damos conta de um profundo pensamento de Basílio Horta que, a ter sido levado à letra, explica muito do que está por explicar. Disse ele* que "Informação é poder e não ter o poder da informação significa não poder competir". E dizendo isto no contexto de debate ou catequese sobre inteligência económica, a profundidade do pensamento de Basílio Horta será ainda maior se ele, por adequação aos tempos, confunde inteligência económica (que foi o contexto) com informação com poder, expressão esta sinónima apenas de espionagem. Seria oportuno, já agora, que Basílio explicasse se o nosso comércio externo falha na competitividade apenas porque não espia bem ou, pelas suas palavras, porque não tem o poder da informação....
____________ Fonte Notas Verbais
* Na conferência sobre inteligência económica que a AICEP promoveu em Lisboa.




.

Os “Avatar” portugueses...

















SoRisoMail.com e-mails com humor

O RALI, PREVISTO EM BANGUECOQUE, DOS CAMISOLAS VERMELHAS

.
Sou optimista que não vai acontecer nada de grave, como aconteceu, há um ano com os camisolas vermelhas.
.
Minha mulher chegou há momentos da baixa de Banguecoque e perguntei-lhe como as pessoas se sentiam em relação às manifestações dos camisolas vermelhos, anunciadas para o fim-de-semana, próximo.
.
Minha mulher é uma optimista igual a mim. Informou-me que na cidade (vivo fora e na distância de 17 quilómetros da baixa) a vida da população seguia igual e que a pessoas se interessavam pelo seu trabalho e alheados aos “vermelhos”.
.
Ora os manifestantes, para se deslocarem das províncias para a capital tailandesa, não vêm com sentido nenhum em cima da democracia, mas é lhes pago o transporte e algum dinheiro para se incluírem nas manifestações que ainda não se sabe qual a dimensão.
.
Essa gente, está a ser enganada, pelos organizadores, que se estão nas tintas para a democracia mas para se apoderarem do poder. E ainda poucos, manifestantes, sabem que a coberto da democracia, por detrás está a defesa de centenas de milhões de bahts que a Justiça, há poucos dias acabou de confiscar a um ex-PM que segue foragido da Tailândia há uns dois anos. Esse PM não sabe perder nem aceitar a pena, à revelia, a que foi sujeito, pelo Tribunal e condenado.
.
Ele retirou centenas de milhões de bahts e levou-os para fora do país e, ainda mais, abusou do poder adquirindo propriedades, dentro, do domínio público.
.
Fala-se numas centenas de milhares de camisolas vermelhas, um milhão, em Banguecoque, nos próximos dias e junto às zonas nobres e proximidades do Palácio do Governo e ministérios.
.
Não me parece que as autoridades militares e da polícia vão permitir desacatos e a destruição de propriedades de privados e públicas.
.
Talvez os dirigentes do movimento pretendam isso para atingirem objectivos usando e incitando os manifestantes para arrebatar o Poder, que políticos que foram e agora fora da política.
.
Conhecendo eu a maior parte das províncias da Tailândia e suas gentes, nunca vi e ouvi, nos meios rurais, um tailandês a discutir política, mas sim no seu quotidiano a trabalhar e a fazer pela vida. "Quem não trabuca não manduca"
José Martins

DO JORNAL DE BANGUECOQUE "THE NATION"

.

Deixe os seus comentários para a paz ser ouvido



Convidamos nossos amigos para nos enviar os seus comentários, fotos e gráficos - o que representa a sua idéia de promover a paz à frente do rali dos camisolas vermelhas.

Qualquer idéia é bem-vinda. Podemos selecionar alguns para publicar na nação. Por favor, visite a nossa página no Facebook "Friends of The Nation" e deixar a sua opinião sobre a crise política deste Reino da Tailândia.

CHINA: EXPORTAÇÕES ACENTUADAS

As exportações da China vê aumento acentuado

Cargo arriving to be loaded onto a ship at Tianjin port
China é acusada de manter o yuan artificialmente baixo para ajudar exportadores

As exportações da China saltaram 46% em Fevereiro em comparação com um ano atrás, aumentando as esperanças de uma recuperação forte no comércio mundial.

O aumento foi superior às expectativas dos analistas de um aumento de entre 35% e 40%.

É provável que aumente a pressão sobre o governo chinês a aumentar o valor do yuan, que os E.U. em especial reclama é subvalorizada.

As importações da China também subiu fortemente, aumentando em 44,7% no mês passado.

A recuperação parece ter ganho as pernas e isso vai dar confiança da China mais do governo para começar a revalorizar o yuan

Ren Xianfang, IHS Global Insight

O grande crescimento das importações foi impulsionado pelos gastos do governo de estímulo econômico.

O aumento das importações reduziu superávit comercial da China a um ano de baixa (R $ 5 bilhões) $ 7.6bn para fevereiro.

Yuan a subir?

Pequim manteve o yuan no mesmo nível em relação ao dólar E.U. por 18 meses, para ajudar a seus exportadores.

Isso irritou os E.U., que diz que o governo chinês mantém o yuan desvalorizado injustamente, e Washington continua a chamar a Pequim para permitir a flutuação da moeda livremente para refletir seu valor de mercado verdadeiro.

"A recuperação parece ter ganho as pernas e isso vai dar confiança da China mais do governo para começar a revalorizar o yuan", disse Ren Xianfang, economista da IHS Global Insight, em Pequim.

No entanto, o governador do banco central da China, Zhou Xiaochuan, disse no fim de semana que o governo estava "muito cauteloso" sobre controles de flexibilização da taxa de câmbio, porque as perspectivas económicas mundiais ainda era incerto.

"Impressionante"

Analistas disseram que, enquanto o crescimento de 46% nas exportações em fevereiro foi obviamente muito forte, ele foi inflado pela comparação com fevereiro de 2009, quando os embarques caíram 25,7%.

No entanto, grande aumento do mês passado veio das exportações, apesar de fábricas em todo o país a ser fechado por até cinco dias durante o Ano Novo Chinês.

No ano passado, o festival de Ano Novo caiu em janeiro.

"Houve menos cinco dias [de negócios], em Fevereiro deste ano que no ano passado, o que faz [de exportação] número bastante impressionante", disse Royal Bank of Canada estrategista sênior Brian Jackson.


Tradução automática Google sem revisão - Fonte: BBC

Lá se vão os aneis que restam

casa de penhores

ESCUTAS: A SAGA

Media/Governo
Zeinal Bava diz que queria manter Moniz na Media Capital
por LusaHoje
.
O presidente do comissão executiva (CEO) da Portu
gal Telecom (PT) afirmou hoje que o negócio de entrada no capital da TVI implicava manter o ex-director geral da estação, José Eduardo Moniz, na Media Capital.

"Nunca lhe apresentei nenhum contrato, mas disse-lhe [a José Eduardo Moniz]: quero que trabalhes comigo, mas que fiques na Media Capital", disse hoje Zeinal Bava, remetendo para uma conversa que teve com o actual administrador da Ongoing no final de Junho de 2009 num hotel em Lisboa.

O CEO da PT está hoje a ser ouvido na comissão de Ética, Sociedade e Cultura da Assembleia da República.

Zeinal Bava recordou que José Eduardo Moniz "reservou a sua posição sobre o assunto, mas manifestou algumas reservas" e explicou que a PT queria "aproveitar o 'know-how' do ex-director geral da TVI para melhorar os conteúdos do Meo".

Na altura em que decidiu falar com José Eduardo Moniz, disse Zeinal Bava, "a potencial transacção [entrada no capital da TVI] estava muito adiantada e podia ser concretizada rapidamente".

O CEO da PT decidiu ter uma conversa com o ex-director geral da TVI sobre o potencial negócio no dia em que "houve uma fuga de informação" para a comunicação social que tornou o assunto público.

"Achei importante informá-lo pessoalmente que ia sair um comunicado para a CMVM [a assumir que decorriam negociações com a Media Capital]", disse

O ANIVERSÁRIO 207 DO COLÉGIO MILITAR

“Um por todos e todos por um” Divisa do Colégio Militar




Em 27 e 28 de Fevereiro comemoraram-se as 207 primaveras do segundo estabelecimento de ensino mais antigo do país, que ainda lecciona ( o primeiro é a Universidade de Coimbra): o Colégio Militar (CM). Ou seja, o Colégio é uma verdadeira instituição nacional, que as vicissitudes históricas nunca abalaram; com provas dadas, qualidade de ensino, formação global do ser individual, com muita gente famosa lá formada e tradições sedimentadas. É uma escola de liderança e patriotismo, de valores e de exigência. Tudo isto gerou um espírito positivo que irmana sobretudo todos os alunos que o frequentaram mas, também, oficiais, professores, funcionários civis e familiares. Aliás, tal facto ficou bem demonstrado na cerimónia militar nos claustros, quando três funcionários civis com dezenas de anos de casa, foram chamados para receberem uma placa assinalando a sua aposentação e foram festivamente saudados por grupos de ex-alunos presentes.

Os eventos múltiplos e variados (sem equivalência também em nenhum outro estabelecimento de ensino secundário), decorrem de um modo algo alucinante, no fim de semana mais próximo da data da fundação – 3 de Março de 1803. É o ponto alto do ano escolar de um ciclo que se repete sem solução de continuidade.

Destacam-se as cerimónias militares que se distinguem pelo brilho e pelo garbo com que o batalhão colegial se comporta, imperturbável à fúria dos elementos e ao que se passa à sua volta, evoluindo com o cerimonial e manejo de arma mais difícil de todas as Forças Armadas Portuguesas, como se de verdadeiros veteranos se tratassem. Tenho assistido a cerimónias idênticas em algumas unidades, que deveriam pôr os olhos nesta rapaziada…

Bom discurso, o do Director do Colégio, com substância, claro, sem salamaleques, com algumas mensagens e bem dito. Nele houve lugar também para o repúdio firme e com elegância dos ataques, por vezes soezes, surgidos na comunicação social há alguns meses atrás.

Dois pequenos “senão”, todavia.É pena que a cerimónia de guarda de honra à entidade que presidiu à cerimónia militar não se faça no exterior do edifício nos moldes das boas tradições militares. A Instituição Militar não tem que ter vergonha de se mostrar publicamente. O “incómodo” causado ao trânsito é mínimo e mesmo que não fosse, teriam que se sacrificar pois valores mais altos se levantam!

O segundo ponto tem a ver com o facto de haver alguns civis presentes nas cerimónias militares que não se descobriram e, ou, tomaram uma atitude respeitosa quando toca o hino ou passa o estandarte nacional. Vão ter que ser os alunos a ensinar os seus familiares…

E, de facto, entre as muitas vantagens e mais valias que o ensino e educação de tipo integral e completo que se ministra no CM, devemos realçar aquilo que é conhecido como virtudes militares, o que representa uma base espiritual de nomeada. Como muito bem ensinou o General Ferreira Martins [1], nelas podemos distinguir a obediência e a disciplina, a subordinação e o respeito, a lealdade e o patriotismo, a fraternidade e dedicação; a solidariedade, camaradagem e espírito de corpo; a coragem, a bravura e intrepidez; a abnegação e a resignação; a generosidade na vitória e a paciência na adversidade; a honra e o valor. Mas, à frente de todas, destaca o General F.M., a Probidade, descrita como o “asseio da alma”.

São virtudes como estas que aguentam uma família, uma instituição ou uma nação quando tudo parece ruir à nossa volta.E só entre homens e mulheres formados nestes valores, podem sair aqueles capazes de redimir as Pátrias, quando estas caem dolorosamente enfermas.
Ensinar estas coisas representa uma responsabilidade acrescida, dado que os alunos estão numa idade em que a generosidade da juventude é mais impressionável pelos exemplos que lhe são dados contemplar.

Quem puder deve vir, pois, visitar o CM e as suas festividades. Procurem entender o que se passa e porque se passa assim.

Verão que é um estímulo para o corpo, retempero para o espírito e uma bênção para a alma.

João José Brandão Ferreira

TCor/Pilav (Ref)

SERÁ QUE VAI HAVER FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS?

> Tudo indica que o governo de Sócrates pode entregar a administração pública a empresas privadas. Os funcionáriuos públicos vão desaparecer. Qualquer dia, apenas as mulheres da limpeza e os motoristas, desde que reformados. No último ano reformaram-se antecipadamente 20 mil, aumentos salariais congelados e agora tiveram mais um prémio, estilo Teixeira dos Santos, : A idade de reforma dos funcionários públicos vai aumentar para os 65 anos já em 2012 ou em 2013 e não em 2015 como estava inicialmente previsto.

CHURRASCARIA DO ESTÁDIO DAS ANTAS. ABERTA HOJE

Frangos importados directamente do aviário do "Arsenal" de Londres
Qualidade superior e de 5 estrelas
.
Assador churrasqueiro: Jesualdo Ferreira;
Empregados de mesa: Emplastro e a claque "Super Dragões";
Gerentes da Churrascaria: Vitor Baía e Reinaldo Teles;
Director da churrascaria: Jorge Nuno Pinto da Costa.
P.S. Convidado de honra para apreciar a "frangalhada" o Vieira do Benfica.

O TESTE PARA O PRIMEIRO EMPREGO.... POR VEZES DIFÍCIL!

.

E demais quando admissão é para a produção de ovos...

O BAILE DOS VELHOS: O MATO VELHO É QUE ARDE...!!!

Isto é mesmo a não perder... Ligue a musiquinha

AS MENTIRAS DO GRANDE LÍDER

Governo corta no subsídio de desemprego para controlar défice. A medida não constava do programa eleitoral do PS.

Governo decide congelar salários reais dos funcionários públicos até 2013. A medida não constava do programa eleitoral do PS.

Governo aumenta a carga fiscal para a generalidade dos contribuintes. A medida não constava do programa eleitoral do PS.

Governo decidiu baixar o investimento público até 2013 para metade do registado em 2009. A medida não constava do programa eleitoral do PS.

Governo adia lançamento das linhas de alta velocidade Lisboa-Porto e Porto-Vigo. A medida não constava do programa eleitoral do PS.

Governo suspende lançamento de novas concessões rodoviárias. A medida não constava do programa eleitoral do PS.

Governo admite privatizar TAP, CTT e a área seguradora da Caixa Geral de Depósitos. A medida não constava do programa eleitoral do PS.

Governo admite vender participações na EDP, Galp e REN. A medida não constava do programa eleitoral do PS.

Lembremos o que o PS prometia aos portugueses no seu programa eleitoral, apresentado a 29 de Julho e sufragado a 27 de Setembro de 2009. Um programa no qual se sublinhava que "o Governo do PS venceu a crise orçamental":

- "Avançar com o investimento público modernizador."

- "Rejeitar o agravamento de impostos."

- "Promover o trabalho digno, a participação e a negociação colectiva."

- "Melhoria sustentada dos salários."

- "Prosseguir a concretização do plano rodoviário nacional."

- "Concretizar as linhas de alta velocidade Porto-Vigo e Lisboa-Madrid até 2013 e a linha Lisboa-Porto até 2015."

Dizia-se ainda, sem sombra de dúvida: "A nossa resposta é clara: parar, adiar, suspender, rasgar - não pode ser esse o caminho."

Com este programa, o PS foi a votos. E venceu. Faz hoje precisamente cinco meses e dez dias.


AS SUAS NOTÍCIAS DE HOJE 10.03.10

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

GNR apanhou lancha voadora
Aveiro: Esfaqueado em assalto
Joaquim Oliveira: Recusa audição
Educação: Manif de professores
Sequestro: Sem plano de crise

Capa do Público Público

Leandro ainda olhava o futuro no dia em que se atirou ao Tua
Manuela Ferreira Leite apela à recandidatura de Cavaco Silva
Moniz acredita que Governo tinha plano para controlar os media
Países da eurolândia dividem-se sobre a oportunidade de criação do FMI europeu
Grupo Pestana aposta em nova geração das Pousadas de Portugal para voltar aos lucros

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Escolas exigem suspensão rápida de alunos violentos
Ensinar conduta a ter nas estradas
Empresário de sucesso no futebol
Dupla armada assalta banco
DN parceiro das 7 Maravilhas Naturais

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Arsenal atira F. C. Porto para fora da Liga dos Campeões
Granadeiro alertou para risco de 'frete' a Sócrates
O autarca radialista
Magalhães "foi escolhido" pelas operadoras
PSD: Candidatos entram na recta finalda campanha

Capa do i i

Granadeiro diz que Sócrates não mentiu no parlamento
O Rio que pode unir Rangel e Aguiar-Branco
Cortejos fúnebres com acesso condicionado em Alfama
Inquérito a Sócrates. Parlamento recusa ouvir PGR
PJ investiga jovem e adolescentes que atacaram rapaz de 16 anos

Capa do Diário Económico Diário Económico

IKEA investe 1,1 mil milhões até 2015 e cria 10 mil empregos
Inspeções vão ser menos rigorosas com alterações ao regime dos centros
Comissão política do PS convocada para hoje à noite por Sócrates
Administrador da ANACOM ouvido hoje na comissão de inquérito à Fundação que gere o Magalhães
Governo vai reduzir encomendas de comboios para linhas de TGV

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Romano Prodi diz que a crise da Grécia "acabou"
Fortis regressa aos lucros e retoma dividendo
Toyota pressiona acções asiáticas
Petróleo recua com perspectiva de aumento das reservas nos EUA
As notícias em foco na edição de hoje, dia 10 de Março, no Negócios


Capa do Oje Oje

IKEA vai investir 1,1 mil milhões de euros até 2015
Bolsa de Tóquio encerra com Nikkei em ligeira descida
Wall Street encerra em alta ligeira segurando lucros da tarde
TAP tem dois candidatos à Groundforce
Fitch com reservas sobre dívida nacional

Capa do Destak Destak

Arlinda Mestre lança segunda edição de Barlinda Magazine
Arlinda Mestre lança segundo número de Barlinda Magazine
«Casal Moniz» tentou manipular informação - Pais do Amaral
A insuportável dor de perder um filho
Jesualdo: goleada (5-0) frente ao Arsenal "magoa um bocado"

Capa do 24 Horas 24 Horas


Capa do A Bola A Bola

Seydou Koné foi despedido
Carlos Martins segura lugar
Daniel Carriço e Yannick não viajam para Madrid
Jogo do título no Dragão
Comprar o árbitro custa 11 mil euros na China

Capa do Record Record

Hulk preferiu ficar em silêncio
Tiago: «Vamos enfrentar o melhor Sporting»
Cinema "colchonero"
Aimar para os grandes jogos
Fernando era esperado pelos ingleses

Capa do O Jogo O Jogo

Cicinho critica balneário do Real Madrid
Rangers vence Kilmarnock por 2-0
"Não me lembro de sofrer cinco golos", lamenta o guarda-redes Helton
Suspensão por um jogo para Guardiola e Ibrahimovic
Indian Wells: Michelle Brito de novo no quadro principal após ultrapassar "qualifying"