Translator

domingo, 14 de março de 2010

O JULGAMENTO FINAL DE UM POLÍTICO DESGRAÇADO

.
video

THAKSIN SHINAWATRA SEM TERRA PARA VIVER


-
Thaksin proibido de entrar na Alemanha
By The Nation
www.nationmultimedia.com
O ex-primeir
o-ministro Thaksin Shinawatra, não seria capaz de ver as suas duas filhas na Alemanha, ele foi banido do país desde o ano passado, o embaixador alemão para a Tailândia Hanns Schumacher disse domingo.
Thaksin informou na sua página do twiter que deixaria Dubai para ver suas filhas Pinthongtha e Paethongthan Shinawatra num país da Europa.
Suas duas filhas estão na Alemanha para um encontro empresarial.
Thaksin foi banido de entrar na Alemanha assim como de obter ium ano de residência, no ano passado, o embaixador alemão, em Banguecoque, disse em uma entrevista por telefone.
No entanto, não houve, até agora, nenhuma informação que Thaksin entrou em território alemão, até ao momento, informou o embaixador.
Questionado se é possível que Thaksin poderia entrar na Alemanha com nome diferente, embaixador Schumacher disse que há muitas entradas ilegais no país, mas, nesse caso, as autoridades alemãs teriam de aplicar as leis.
"Até agora, não temos conhecimento do movimento do ex-primeiro-ministro Thaksin ter entrado na Alemanha desde que foi banida ", disse ele.
Respondendo a uma consulta se Thaksin for encontrado na Alemanha, o embaixador disse Thaksin seriam tratado de acordo com as leis de imigração alemã.
Paradeiro de Thaksin encontra-se sob vigilância do governo tailandês desde que as suas camisas vermelhas, apoiantes, realizaram uma grande manifestação em Banguecoque.
A preocupação do governo, de Thaksin poder usar qualquer, outro país, para lançamento PAD contra a Tailândia.
O governo do Camboja, onde neste país é um consultor económico, negou numa informação, anterior, da presença de Thaksin no Camboja.
Porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros Koy Kuong citado pelo jornal Xinhua, no sábado, que o Camboja não recebeu nenhuma informação que Thaksin estava planeando viajar para o Camboja.
Ele disse que desde a tarde de sexta-feira, na sequência dos relatórios da imprensa tailandesa muitas, perguntas lhe foram feitas sobre a presença de Thaksin do Camboja
.

DO BLOGUE: "PONTA PÉ NO CU"

.

Grécia II

A Europa está a tornar-se na América do sul dos anos 70?

Grécia

Aumento de impostos e redução de salários.
Olhar para a Grécia é como estar a ver o futuro do meu país.

ORA VAMOS LÁ A NÃO CRITICAR LÍDERES...DE CONTRÁRIO APANHA TAU-TAU!


Congresso do PSD

Criticar líderes passa a ser infracção grave


Os sociais-democratas estão em Mafra para decidir o próximo líder. O primeiro dia reforçou a bipolarização Passos-Rangel. A dúvida é se Aguiar desiste. Acompanhe o XXXII Congresso do PSD através dos enviados do Expresso Ângela Silva, Martim Silva, Ricardo Costa, Alberto Frias e Henrique Raposo. Clique para visitar o dossiê Congresso do PSD

PARABÉNS AO "NUESTRO" HERMANO ALONSO

.
FORMULA UM
Alonso faz a história na Ferrari
O primeiro espanhol, com a vitória, ao volante de uma das bolas de fogo vermelho e líder do campeonato colocado após três anos
ORIOL Puigdemont 14/03/2010
Em sua primeira corrida como piloto da Ferrari, Fernando Alonso já entrou para a história da equipa de Maranello, ao vencer o circuito de Bahrein, na primeira rodada do campeonato, à frente de Felipe Massa, seu companheiro de equipe, e Lewis Hamilton, que tem terminou em terceiro.
.
O espanhol, por isso, mais uma vez a liderança geral, após três anos da última vez.
.
Michael Schumacher, terminou em sexto, à frente de Jenson Button, enquanto Alguersuari cruzou a linha na posição 14. Pedro Martínez de la Rosa, entretanto, foi forçado a abandonar devido a um problema hidráulico em seu Sauber, eo mesmo aconteceu com os dois pilotos para a Hispania, Bruno Senna e Karun Chandhok.

PRONTO APOSTO NO MIÚDO COELHO

.




14 Março 2010 - Correio da Manhã

Congresso do PSD

Passos Coelho pede adiamento da votação do PEC

O candidato a presidente do PSD Passos Coelho desafiou na madrugada de domingo o primeiro-ministro a adiar a votação do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) para o discutir com o novo líder social-democrata.

A votação do PEC na Assembleia da República está marcada para 25 de Março, véspera das directas para a liderança do PSD.

"Se o primeiro-ministro quer, do lado do PSD, algum acordo para exibir no estrangeiro, para exibir aos mercados externos, para exibir em Bruxelas de que na sociedade portuguesa nós apoiamos o caminho que vai ser seguido, que não escolha ele o caminho sozinho", declarou Pedro Passos Coelho, no congresso extraordinário social-democrata de Mafra.

"E que aceite então não votar o PEC no dia 25 de Março, mas que o aceite votar 15 dias depois, se isso for necessário, depois de o discutir com o novo líder eleito do PSD", completou.

O RECADO DE ANTÓNIO CAMBETA

.

Clique a seguir

MACIEIRA

-

"A Tailândia é um país onde o consumo de bebidas alcoólicas é bem elevado, assim como o Japão, porém, na Tailândia a única bebida portuguesa que se pode encontrar nos super mercados é somente o vinho do Porto.
Qual a estratégica comercial portuguesa não sei, só sei que vinhos tintos e brancos os há de variados países desde o Chile à Australia, bem como o azeite, azeitonas entre outros.
Produtos portugueses esses são desconhecidos na sua totalidade, e é bom não esquecermos que os portugueses chegaram ao Reino do Sião, faz para o próximo ano 5 séculos".

ATENÇÃO: EVITAR DE PASSAR POR MAFRA

Congresso do PSD

Tailândia: Situação Política

.
Primeio-Ministro sem planos para reprimir manifestante
Publicado em: 14/03/2010 às 12:22 "The Nation"
Notícias On-line: Local News

video


Primeiro-Ministro Abhisit Vejjajiva, disse hoje (domingo) que não tinha intenção de usar a força contra as dezenas de milhares de manifestantes anti-governo nos comícios, presentes, em Banguecoque.

A força de segurança de 50.000, militares e polícias foi colocada na rua ao abrigo de uma lei de segurança, rigorosa, para manter a ordem entre os apoiantes do ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra, havendo o receio de que alguns, deles, poderiam voltar em violentos.

Mas Sr. Abhisit disse no seu programa semanal televisivo que a situação foi distante de "pacífica e ordeira" para ambos cooperarem

"Quero tranquilizar as pessoas que o governo não tem planos para reprimir os manifestantes. O governo não irá beneficiar de fazer isso", disse Abhisit.

Os manifestantes, anti-governo, acusam a administração do PM Abhisit de ser elitista e antidemocrática e pediram para ele abandonar o cargo e convocar novas eleições.

Mas ele continuou firme este Domingo, dizendo: "Eu tenho o meu direito de terminar o meu mandato".

Milhares de camisetas vermelhas, principalmente do norte rural, continuam a rumar para a capital de autocarro, táxi, pick-up e barco antes do início, oficial, para o comício ao meio-dia de hoje (domingo).

Eles apelidaram o seu " comício de Março de um milhão de pessoas", embora um porta-voz do centro de operações, da polícia, disse que não mais de 60.000 se haviam reunido no local do comício principal desde que começaram a chegar na sexta-feira.

PM Abhisit disse que só iria invocar o estado de emergência, e que entregaria mais poder aos militares, em "certos critérios e circunstâncias".

A Lei de Segurança Interna já foi aplicada, permitindo às autoridades a criação de postos de controle, impor toques de recolher e movimentos limitados e o primeiro-ministro alertou o público para não ser complacente sobre o potencial de violência.

Ele cancelou a sua própria viagem de fim de semana para a Austrália por causa do comício, que ocorre duas semanas após Tribunal Supremo ter confiscados 46 biliões de bates (cerca de E.U. $ 1,4 bilhão) de bens de Thaksin, congelados, desde que foi deposto por um golpe em 2006.

Apoiantes de Thaksin Shinawatra realizaram uma série de protestos, de rua, desde que o Sr. Abhisit chegou ao poder em 2008 após uma decisão judicial removendo os partidos, políticos, aliados a Thaksin no governo, na sequência de um bloqueio ao aeroporto internacional de Banguecoque pelos oponentes a Thaksin e denominados camisas amarelas..

Video com a devida vénia: Bangkok Post

O "CACAU" ANUAL DE ANA MARIA!

.

14 Março 2010 - 00h57 Correio da Manhã

Ana Maria Fernandes: Salário de 348 mil €
A presidente-executiva da EDP Renováveis tem um salário anual bruto de 348 mil euros, segundo o relatório do governo da sociedade.
A remuneração não inclui prémios de gestão.
.
P.S. Bem vamos lá fazer contas. Um português que ganhe um ordenado de uns 600 euros mensais necessita de 50 anos para atingir o "cacau" que a Ana Maria ganha num ano... Há qualquer coisa que não se entende bem neste país.... mas logo nos salta à vista que é de pategos e de chouriços, onde estes não têm pouca vergonga de auferir, anualmente, de 348 mil euros (29 mil euros mensais).