Translator

sábado, 20 de março de 2010

POLITICA DA TAILÂNDIA: ANÁLISE

ANÁLISE

Após a procissão, está de volta à estaca zero

Por TULSATHIT TAPTIM

Publicado em 21 de março de 2010 http://www.nationmultimedia.com/

.

Thaksin Shinawatra pediu aos seus apoiantes para permanecer um pouco mais, mas em forma como as coisas estão seguindo. O confronto em Banguecoque está cada vez mais parecido a uma série de telenovela da TV cujo o percurso não se sabe qual o fim.

Quando os camisas vermelhas reunidos no “Fa Phan Bridge”, ontem à noite, após pacificamente rodarem em Banguecoque em milhares de veículos, era quase a simbólica "de voltar à estaca zero".

Havia uma esperança renovada para as negociações, com Satit Wongnongtaey, Tojirakarn Weng com o Governo e representantes dos camisas vermelhas, respectivamente.

Mas a luta mudou a contabilidade de facturação em: "eu seguir vós dentro de duas rodas" de uma grande táctica, que pode durar até à decisão final. Satit Weng pode começar a falar, mas os dois homens que realmente importa ouvir permanecem num mundo, à parte, numa guerra de propaganda, intrigante.

Obviamente, Thaksin tinha projectado as actividades de ontem que fossem igual a uma campanha de amor. Foi para tentar contrariar o primeiro-ministro Abhisit Vejjajiva, para rotular o rali como ferramenta ao seu oponente, para espalhar o ódio e aprofundar o fosso.

Manifestantes acenaram e sorriram-se para os espectadores durante a sua visita à cidade, recebendo saudações amigas em algumas áreas, mas a hostilidade ou desaprovação noutras.

O que desapareceu no longo percurso foi um tema que Thaksin tentou ampliar ao longo dos últimos dias - que esta era uma luta entre Phrai (escravos ou camponeses humildes) e ammart (aristocratas ou conselheiros reais).

Com Thaksin fotografado em Montenegro a supervisionar um projecto de renovação de hotel em uma praia paradisíaca, Abhisit tomou o tema Phrai e transformou-o em sua própria munição.

Em curta entrevista aos media, escaldante, ele lamentou os esforços para gerar o ódio e ridicularizar os mais ricos pelos Phrai que jamais a Tailândia viu. Ele foi apoiado pelo ex-líder democrata, Chuan Leepai, que o advertiu que a declaração de uma guerra de classes "poderia conduzir a Tailândia no sentido de uma divisão desastrosa que nunca poderia curar”.

A "paz" pela unidade neutral anterior tem afectado estratégias de ambos os campos, e nenhuma delas quer ser responsabilizada pelo desencadeamento da violência. Agora a luta é sobre quem pode projectar a sua versão da história para o público imparcial na Tailândia e mais além.

São os oprimidos rurais pobres desafiar o poder estatal ilegítima e abusiva, ou é um fugitivo político provocando clivagens, sociais, através de uma campanha de ódio para seu próprio benefício?

O rali foi impulsionado pelo maior, envolvimento, dos deputados do partido Pheu, que se mantiveram à distância, levando um número, relativamente, baixo de manifestantes em Banguecoque.

Chegada tardia do partido Pheu tailandês foi animada, ontem, pelo líder Chavalit Yongchaiyudh visitando as multidões em Phan Fa. "Eu nunca vi este tipo de disciplina", disse Chavalit aos manifestantes, louvando a sua missão de rodar pacificamente em Banguecoque. "Hoje, nossa missão está cumprida."

Líderes dos camisas vermelhas vão tomar, crescimente, no coração do número de manifestantes, o que significa que os reforços das províncias devem ter chegado.

Aqui estão dois pugilistas dançando e dançando, com um pouco de “jogging”. Se este é um desporto real, pode ser chato e não vale o custo do bilhete.

Tradução, automática, Google, com pequena revisão

TONY JOH - NO COMÍCIO SOBRE RODAS EM BANGUECOQUE - 20.03.10

Bem o Tony Joh é daqueles "gajos" que são pau para toda a colher. Divertido, dá graça às suas peças e possui o condão do optimismo. Nos salta à vista que está familiarizado com as gentes tailandesas. Mais sobre o Tony: www.thai-faq.com

Banguecoque - Granadas ferem após um comício


O governo deverá prorrogar a Lei de Segurança Interna (ISA), em Banguecoque, após duas granadas explodiram na noite de sábado perto de agências estatais. (Photo by Sarot Meksophawannakul. www.bangkokpost.com )

Duas bombas foram lançadas em Banguecoque e Nonthaburi na noite de sábado, ferindo pelo menos uma pessoa, segundo a polícia.

A primeira bomba foi lançada na sede nova da Agência Nacional Anti-Corrupção da Comissão sobre Sanambin Nam Road em Nonthaburi, a cerca de 9:30, segundo a polícia. Ele deixou uma cratera de pequena dimensão e ligeiramente danificado uma parede exterior do edifício. Não houve relato de feridos.

Cerca das 11, da noite, outra explosão foi relatado em Soi Phang Phuthorn perto do Ministério do Interior. Pelo menos um ferimento foi relatado.

A polícia está investigando a explosão e o tipo de bombas utilizadas. De acordo com relatos iniciais seriam granadas.

As explosões aconteceram horas depois do cortejo, móvel, por toda a capital que visava exortar as pessoas de Banguecoque para se juntar a sua manifestações anti-governamentais.

O rali camisas vermelhas, no sábado, atraiu cerca de 65.000 pessoas nas ruas de Banguecoque, segundo a polícia. Ele levantou interesse sobre um protesto prolongado e possível violência.

Primeiro-Ministro Abhisit Vejjajiva informou há pouco que o Governo deve considerar a extensão da Lei de Segurança Interna impostas em Banguecoque e províncias vizinhas, na reunião de gabinete na terça-feira.

MÚSICA PORTUGUESA . A DONA LIGEIRINHA

AS AVEZINHAS,MIGRATÓRIAS, DO VATICANO

.

A Pomba Livre

Quando bento era Ratzinger ou dos pecados cometidos em silêncio e mantidos num cúmplice silêncio ainda mais repugnante.

Os crimes de pedofilia são de todos os crimes os mais horríveis porque se aproveitam de crianças indefesas e do silêncios vergonhoso de todos os quecolaboram na construção de paredes de silêncio .

Deste "Crimen Sollicitationis" já muito se sussurrava desde há anos e não foi nem uma nem duas vezes que apesar do medo e da consternação muitos padres confessaram a sua preocupação com os abusos que nalguns casos fizeram mais que adivinhar.

O medo no entanto é imperioso, poucos são os que conseguem fazer-lhe frente.

Perante ameaças de excomunhão poucos são os que têm a capacidade de enfrentando o mal, se revoltar contra ele .E quem sofre, naturalmente são os que estão mais fracos e mais indefesos.

Ratzinger o cardeal que durante anos governou o Vaticano está por detrás deste documento. Durante décadas silenciou os crimes deixando as vítimas no maior desespero e tortura , enquanto protegia criminosos sem nome e sem consciência.

Vergonhoso silêncio de um cardeal hoje papa que de tanto silêncio e de tão más desculpas devia era ter vergonha. Felizmente que mesmo o medo acaba por ser incapaz de manter certos silêncios e de tudo o que se se sussurrou faz-se agora finalmente luz.

Ratzinger pede perdão?? Para quem? Para ele ou para os criminosos que alberga no seu seio? É que esta gente esquece S. João.

- "Mas os pecados contra o Espírito não vos digo que perdoeis."

Os pecados de pedofilia se já são nojentos e medonhos, quando cometidos por gente da rua, ainda mais nojentos e horriveis se tornam quando cometidos pela padralhada infame que se aproveita de crianças inocentes.

Se não são estes os pecados contra o Espírito então não sei quais serão.

Não há perdão para crimes como estes nem para quem cobardemente os oculta.

Benedict XVI then Cardinal Ratzinger in 2001 wrote "De delictis gravioribus" ("on more serious crimes") to all Bishops to cover-up pedophile priests

Ratzinger's Responsibility'Scandalous wrongs cannot be glossed over, we need a change of attitude'Mar. 18, 2010By Hans Küng

Sociedade

Ratzinger fez cartilha secreta para "ocultar crimes sexuais"

por - Maria José Margarido - 02 Outubro 2006

Um documento secreto do Vaticano, elaborado pelo então cardeal Joseph Ratzinger, o actual Papa, terá sido utilizado durante 20 anos para instruir os bispos católicos sobre a melhor forma de ocultar e evitar acusações judiciais em caso de crimes sexuais contra crianças.

Segundo a BBC, que ontem divulgou a existência desta cartilha num programa televisivo intitulado Crimes sexuais e o Vaticano, o documento de 39 páginas, escrito em latim em 1962 e distribuído pelos bispos católicos de todo o mundo, impõe um pacto de silêncio entre a vítima menor, o padre que é acusado do crime e quaisquer testemunhas ou pessoas a par do ocorrido. Quem quebrasse esse pacto seria excomungado pela Igreja Católica.

Crimen Sollicitationis terá sido mantido no segredo da hierarquia católica durante todos estes anos, marcado como altamente confidencial. Fornece elementos detalhados, segundo a BBC, sobre como proceder em caso de "crime de solicitação de actos obscenos, por palavra ou gestos, no quadro da confissão" - mas também sempre que se verifique "qualquer acto obsceno externo (...) com crianças de ambos os sexos". Os críticos garantem que o documento servia apenas para evitar a eficácia de qualquer acusação judicial por crimes sexuais - e também para silenciar as vítimas.


Postado por Maria Henriques

*Título TLN

.
Publicada por Fábrica dos Blogs em TIMOR LOROSAE NAÇÃO a 3/21/2010 07:38:00 AM

ANTÓNIO VERÍSSIMO: "MAIZUM" (COISAS DE TIMOR-LESTE NA MEMÓRIA VIVA)

.

Clique a seguir e leia a peça:

NOTAS SOBRE PEDOFILIA - UM CASO… ENTRE MUITOS

.

Por ANTÓNIO VERISSIMO – MAIZUM (Reposição)

JUSTIÇA E REPAROS DEVIDOS ÀS VÍTIMAS, PARA QUANDO?

THAKSIN, SAIA! : EDITORIAL DE VORAMAI VANIJAKA (BANGKOK POST)

Thaksin, saia!

Publicado em: 21/03/2010 às 12:00 AM

Seção de jornais e revistas: Notícias

A Frente Unida para a Democracia contra a Ditadura (UDD) precisa se livrar de sua figura de proa. É preciso acabar com o ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra.

Pessoas como Veera Musikapong, Tojirakan Weng e outras sem nome, sem rosto os camisas vermelhas lá fora, têm vindo a lutar pela democracia desde que Thaksin Shinawatra foi vendendo telefones celulares e promessa de resolver tráfego Banguecoque, em seis meses.
.
Claro, o dinheiro de Thaksin e conexões de percorrer um longo caminho para organizar o movimento. Certamente, ele foi eleito pelo voto popular e injustamente deposto por um golpe militar. O homem tem queixas legítimas.

Mas ainda assim, o que Thaksin está para seu caráter obscuro e suas atitudes no vendedor, sua falta de princípios e de suas hipocrisias só pode impedir que o objetivo final da UDD, que é para trazer uma verdadeira democracia (ou, pelo menos, tão próximo a ele possível) para a Tailândia.

Quando os capangas de Thaksin (jatu-Prompan pornô e Nattawut) estavam pregando o ridículo, reacionário de enxofre, e outro chamado de linha dura''medidas extremas'', deputado Veera deveria ter sido aplaudido de pé firme e insistir que esta tem de ser um não pacífico, movimento violento.

O lema''o inimigo do meu inimigo é meu amigo''é justo o suficiente, mas aqueles que são genuínos UDD sobre a democracia deve ser cuidadoso para não danificar os seus princípios em nome da''equipa''.

Que tipo de segurarança tem Thaksin sobre o movimento de vermelho, eu não estou muito certo. Alguns elementos da UDD manifestaram o seu desprezo por Thaksin e ainda assim, ninguém se atreve a romper e formar um verdadeiro movimento para a democracia.

É sobre o dinheiro? É sobre o poder?

Thaksin, de alguma forma, teria feito uma oferta que não poderiam recusar?

Eu sei uma coisa ou duas sobre uma oferta de um não poder recusar. Terça-feira passada foi-me oferecida a oportunidade de ir no “G-Force''' passeio no parque de diversões nos terrenos da antiga Embaixada Britânica.

Agora, fico com a doença do movimento de andar em carros, e muitos diriam que eu estou velho demais para um passeio no parque de diversões. Mas o pensamento de fazer de outra maneira nunca passou pela minha cabeça.

Se a oferta tivesse sido correr nu em toda a avenida Fa Phan Bridge com a cara do primeiro-ministro Abhisit Vejjajiva tatuado nas minhas costas, eu teria dito:''Calma, primeiro deixe-me avisar a minha mãe e dar-lhe o meu último adeus.''

A razão pela qual estou a divagar aqui é, tanto quanto os outros podem não entender por que eu fui para o passeio, muitos outros manifestaram perplexidade quanto às razões pelas quais pessoas que realmente lutam por uma verdadeira democracia Thaksin mantenha sua cabeça acima como figura.

A diferença é, eu sei, porque eu fui para o passeio, mas talvez os ''verdadeiros'' camisas vermelhas não perceber por que eles deveriam romper com Thaksin e seus associados. Então, talvez eu deva dizer a eles porque, afinal, eu já acusei o antigo primeiro-ministro com algumas palavras fortes neste artigo. Então eu deveria apoiá-los, certo?

É errado para acusar um ex-líder culpado de corrupção de ter um caráter sombrio? Não estou nem falando sobre o caso de apreensão de bens. O escândalo de 2008 Ratchada terra era rocha sólida, para não mencionar o veredicto de culpado foi aprovada sob o regime de Somchai Wongsawat, o então primeiro-ministro e irmão-em-lei de Thaksin.

É errado para insultar suas atitudes no vendedor? Uma coisa de não ter que comprar votos, mas a promessa em todo o país de um milhão baht por aldeia, dinheiro duro e frio, se votarem para o partido tailandês Thai Rak diferente de colocar o sinal de''democracia à Venda?''
Pode não ter sido ilegal, mas estava errado?

É errado apontar que ele carece de princípios? O homem alega que defendeu a democracia, mas sua violação grosseira dos direitos humanos levou ao assassinato de mais de 2.500 civis. Para não mencionar suas várias tentativas de reprimir a liberdade de expressão e de pensamento.

Não é preciso chamá-lo de um hipócrita? O antigo primeiro-ministro continua a insistir que ele é da Tailândia, o Mahatma Gandhi, Nelson Mandela do Reino. Agora eu preciso entrar em detalhes de como delirante, quão ridículo é isso?

Será que o homem quer deixar os seus apoiantes para se defenderem sozinhos enquanto vive em Montenegro, na bonita costa do Adriático, ou Dubai, ou Berlim, ou Phnom Penh, ou em qualquer outro lugar? É um insulto, não só para as nações da Índia e da África do Sul, e cada indivíduo dentro do movimento UDD, mas também para a história da civilização humana.

Thaksin Shinawatra é o vermelho-shirt movimento UDD. Esta será sempre a verdade, até os''verdadeira''elementos dentro do movimento UDD até acordar e perceber que foram enganados, porco-lavados, que com Thaksin nunca vão encontrar a verdadeira democracia, mas é a autocracia, que cheira-los em na cabeça.

Sem dúvida, o status quo, o Estado oligárquico pelas elites aristocráticas e militares de Tailândia precisa ser mudado. Mas substituí-los com o regime oligárquico das elites empresariais só vai levar a uma visão distópica do pesadelo de George Orwell.

Se ninguém entende a história da Tailândia e a situação atual, pode-se perceber que as velhas elites têm uma data de expiração. Os defensores da democracia terá uma chance muito maior contra eles. Mas as elites de novos negócios, se conseguir uma firme no poder bem, o senhor gosta de Veera e Dr. Weng pode acabar chorando:''Eu deveria ter conhecido melhor.''

Eu não sei por que as camisas vermelhas são viciadas em Thaksin, mas sei que a oferta de uma verdadeira democracia, dos direitos humanos e das oportunidades, deve ser mais do que suficiente para tentá-los. E eles vão acabar mais feliz para ele, apenas como eu estou com o G-ride vigor. Mesmo se eu estava blasfemando contra todos os deuses, pagãos ou não, toda vez que ele fez um flip 360-grau elevado acima do horizonte de Banguecoque. Assim, os camisas vermelhos UDD, vamos esperar, antes de gritar:''Abhisit, sai fora!''Vamos gritar primeiro:''Thaksin, saia [do movimento UDD]!''

Ou fazer-lhe uma oferta que ele certamente não poderia recusar:'' Thaksin, saia do Montenegro e junte-se a nós nas ruas. O risco de dificuldades e um de prisão como Gandhi e Mandela fez para seus países.''

Email: (Clique aqui)

Sobre o autor

Escritor: Voranai Vanijaka
Posição: Editor
Fonte: www.bangkokpost.com - Tradução automática Google com ligeira revisão-por José Martins

AS TECLAS IRREVERENTES DA EULÁLIA MORENO

.
O poder da família Soares
"fax de Macau"
Ola Amigas(os) do PortugalClub
Excelente resenha sobre parte dos Contos Proibidos de Rui Mateu
s. Ainda em Portugal acompanhei muito de perto todo esse processo através da saudosa Helena Sanches Osório do Independente que tornou público o que viria a ser conhecido como o "fax de Macau", cuja autenticidade sempre se contestou e que terá sido, segundo alguns, um documento forjado para desviar a atenção em relação aos reais implicados, dentre eles, Mario Soares.
.
Pela denúncia, Helena Sanches Osório foi ameaçada de morte através de cartas anonimas enviadas para o jornal , de bilhetes deixados no pára-brisas do seu carro. Sua família não foi igualmente poupada. Encontrei-me com ela a meio do caminho entre Porto e Lisboa para receber um envelope amarelo, lacrado com a recomendação de dar conhecimento público do seu conteúdo caso alguma coisa lhe acontecesse. Isso às vésperas de Helena ser ouvida no Tribunal da Boa Hora. Ou seja, os carapaus sentaram-se todos no banquinho mas os tubarões foram protegidos.
.
Quando João Soares sofreu o acidente aéreo ao regressar de Angola, Mario Soares encontrava-se em visita de Estado a Hungria mas apressou-se a encomendar a uma proeminente figura feminina do PS que se deslocasse ao local do acidente e tratasse de limpar os vestígios da grande quantidade de marfim que vinha a bordo e, que , segundo alguns, terá sido a causa da queda do avião. E assim, enquanto João Soares era transferido para um hospital na Africa do Sul, o marfim a bordo era recuperado e colocado a salvo.
.
E o que dizer das negociatas entre Mario Soares e Carlucci para impedir que o "comunismo tomasse conta de Portugal"? Quanto terá levado Mario Soares nesse "esforço patriótico"de jamais se ter aliado a Cunhal?
.
E o Antonio Vitorino com as suas perninhas curtinhas atravessando a Europa carregando malas cheias de dinheiro recolhido nos casinos de Stanley Ho?? E quem pag ou as obras da casa que hoje alberga a Fundação Mario Soares ali em frente a São Bento ? Stanley Ho!! O mesmo que ganharia logo a seguir a concessão para a exploração do jogo no Casino Estoril.
.
Almeida Santos? Esse andou pelo Minho recolhendo financiamentos para a campanha do Jorge Sampaio. Um industrial textil de São Martinho do Campo doou , na época, o que seria hoje equivalente a 250 mil euros. Terminada a campanha, Jorge Sampaio eleito, o tal industrial , convidado para o evento da posse, dirige-se ao presidente e lembra-o da doação feita.
.
Jorge Sampaio nega tê-la recebido, o industrial não se conforma, aperta Almeida Santos e descobre que o dinheiro tinha ido parar nos cofres do Partido Socialista para futuras campanhas. Ameaça fazer uma denúncia sobre isso mas é neutralizado pelos socialistas de Vila Nova de Famalicão, Santo Tirso e Braga. Engraçado é que todos esses socialistas ascenderam na hierarquia do PS. Ou seja, favores prestados, favores pagos.
.
O poder da família Soares ainda hoje é enorme. Mesmo no recente escandalo lá apareceu o tal engomadinho da PT, o tal que serviu de testa-de ferro : sobrinho de Mario Soares!!
.
Não tenhamos ilusões: em países como Portugal onde se mantém a mentalidade da Corte de D.João VI, o silêncio vale ouro e os amigos do Rei serão sempre protegidos. Cem anos de República e nada mudou.
.
A História fará justiça. Nada como o tempo, o grande escultor, para dar forma a tudo. Acho que a História de Portugal desde a véspera do 25 de abril está muito mal contada e pior, parece que nenhum Historiador se mostra disposto a contá-la.

.
Abraço Eulalia Moreno - Sao Paulo

JOSÉ SÓCRATES NEM UMA CANETA BIC RECEBEU DO GODINHO SUCATEIRO

.
Lista divulgada pelo "Sol" inclui José Sócrates
Man
uel Godinho oferecia prendas valiosas no Natal a políticos e gestores públicos
19.03.2010 - 09:55 Por PÚBLICO
9 de 17 notícias em Sociedade
Anteriorseguinte »Relógios Rolex, canetas Montblanc e Dupont, jarras, fruteiras e decantadores de prata são alguns dos objectos que constam das listas de presentes que o empresário da sucata Manuel Godinho enviaria todos os anos pelo Natal a políticos, gestores de empresas públicas e autarcas. Hoje divugada pelo semário "Sol", a lista inclui o primeiro-ministro José Sócrates, que, em 2004 e em 2006, teria sido presenteado com um decantador de prata, uma caneta Montblanc e um relógio.
O gabinete de José Sócrates nega.
-
Pronto já se conhece que José Sócrates nega tudo!
Nega mas não prova nada...
.
Será que ele é o "chico esperto", lá da terra da "coina" e está constantemente a enfiar a ´barretada´ a 10 milhões de portugueses?
.
- Suspeita de estar envolvido no "Freeporto", não esteve.
-O primo "cavou" de Portugal para a China para treinar o "Fungku", ninguém sabia do rapaz e foi descoberto.
O atleta depois de descoberto, pediu desculpa por ter usado o nome do primo José Sócrates e tudo arrumado.
-O José Sócrates dizem que tem uma falsa licenciatura de engenheiro e o exame num Domingo, nunca provou nada,
-Envolvido (dizem) na "Face Oculta", nem pó nesse assunto.
Me parece que o José Sócrates faz dos portugueses uns burros de carga e ele um cavalo de raça.
Depois tem a "rapaziada" (o bando) que o defende com unhas e dentes.
Pudera!
É que se o José Sócrates levar o "pontapé no cu" os seus defensores vão com a panca às costas e para o desemprego.
José Martins

BANGUECOQUE: CORTEJO DOS CAMISAS VERMELHAS - 20-03.10

Video de Maria Martins

Tudo na paz do anjos!

BANGUECOQUE: CORTEJO DOS CAMISAS VERMELHAS - 20-03.10

.

Video de Maria Martins

MANUEL ALEGRE: "UM INGRATO!"

.
.


20 Março 2010 - 00h59

Manuel Alegre: Arrasa PEC de Sócrates
O candidato a Presidente da República considera “um escândalo” os prémios dos gestores públicos, enquanto o PEC impõe o congelamento dos salários no Estado.
-
À MARGEM: Irra! Ninguém ententende o poeta... Há tempos e de quando o Sócrates foi a Moçambique, passear e dar umas corridinhas, matinais, junto ao Hotel Polama em Lourenço Marques, integrou o poeta Alegre na sua comitiva, ministerial.
Ora na altura foi entendido que Sócrates estava a usar "paninhos quentes" (para meio entendedor palavra chega), de que lhe iria dar uma "mãozinha" nas eleições para a corrida a Belém.
O poeta é um ingrato!
Pois agora arrasa o homem que lhe ofereceu uma boleia a Moçambique e considera o PEC, uma trapalhada e as boroas dos gestores públicos um escândalo.
Assim não vale poeta Alegre.
José Martins
Fonte CM

AS PRENDINHAS DO GODINHO SUCATEIRO

-

Face Oculta
A lista de prendas de Manuel Godinho
O empresário de Ovar oferecia centenas de prendas no Natal, a políticos, gestores públicos e outros funcionários do Estado.
Para garantir cumplicidades e facilitar favores, diz o MP, avança a edição do SOL esta sexta-feira
.
Clique a seguir e veja a lista de prendinhas. Não designa os chernes de presente para o Vara

NO GÁS PODE ESTAR A SALVAÇÃO DA ECONOMIA DE PORTUGAL!

Interessante ouvir o conteúdo do video abaixo do Expresso

Ora diz, o interlocutor do video, que o fornecimento de Portugal de gás, à Europa, pode ser uma alternativa, para sair da crise.

Boa a ideia... lá isso até era!

Plantar muitos feijoais (na pouca terra que ainda há arável), os portugueses comerem valentes feijoadas, com orelheira de porco e, depois, criarem pequenas recipcientes, portáteis, para aproveitamento da gasearia, proveniente da fermentação, na tripalhada, do feijão com a carne de porco e exportarmos os nosso gases para o espaço europeu e levantarmos, com isto, a nossa economia.

NÃO ATAQUEM A PUREZA DA VIRGEM...!!!

.
.

AS SUAS NOTÍCIAS DE HOJE 20.03.10

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

António Mendonça: Pede bom senso à TAP
Presidente do BES recebe um milhão
Izmailov: Adeus ao Sporting
Manuel Alegre: Arrasa PEC de Sócrates
Silvio Berlusconi: “Mulheres fazem fila”

Capa do Público Público

Paulo Bento promete voltar a treinar já na próxima época
Sporting decide que Izmailov não joga mais esta época
Final da Taça da Liga obriga GNR a destacar 1110 militares
Alegre critica duramente PEC do Governo PS
“O papel de um Presidente da República não é o de gerir silêncios"

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Dois políticos e um acordo
PSD e PS sem rolha para o seu ridículo
PJ atrasa acesso de PSP e GNR à base de impressões digitais
Familiares de jovem linchado mudam de casa por causa da morte
Polícia dispara para impedir agressão a agente

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Aliados terá enorme posto de turismo
Café com? Felipe Oliveira Baptista
Corpo de pescador aparece na Corunha
Onze famílias à luz de velas e de lanternas
Hospital-escola com 180 camas e blocos cirúrgicos

Capa do i i


Capa do Diário Económico Diário Económico

Fundo do BPP está fechado e vai arrancar com 90% dos clientes
Ex-gestores e accionistas sem protecção estatal
Comissão Executiva do BES ganha menos 24% do que em 2008
Moda aposta no ecoluxo...
Barroso quer Europa a ajudar a Grécia através do FMI

Capa do 24 Horas 24 Horas


Capa do A Bola A Bola

O 31 que recuperou o hábito de ser decisivo
Deixar a pele em campo para bater força romena
Caixa de segredos
Izmailov em maus lençóis
Indian Wells: Soderling nas meias-finais

Capa do Record Record

O goleador da Taça Latina
Noite de estreia
Sábado, 20 de março de 2010
Do Alentejo para o Mundo
Ricardo Rocha: «Têm dificuldades fora»

Capa do O Jogo O Jogo

Turquia: Besiktas empata com Kasimpasa (2-2)
Serena Williams e Juan Martin Del Potro falham Torneio de Miami
Indian Wells: Roddick nas “meias”
FC Porto vence Portosantense (10-1)
Paulo Bento espera recomeçar a treinar na próxima época