Translator

quarta-feira, 24 de março de 2010

DINAMARCA: EM DEFESA DOS DIREITOS DOS ANIMAIS

De
25 de Março de 2010

Duas manifestantes, anti-peles, numa corajosa manifestação em frente de uma loja de peles dinamarquesa.


Peta protesters in Copenhagen
Os manifestantes em frente de um estabelecimento de venda de peles em Copenhague

Vestindo, apenas, calças, orelhas "raposa" e pintura no corpo, gritavam: "Somente os animais devem usar peles", aos transeuntes.

A Dinamarca é o maior produtor mundial de peles, segurando 40-45 por cento do mercado global de vison, 60 por cento do mercado de chinchila e 10 por cento do mercado raposa.

HUMOR DE QUINTA-FEIRA



ZEINAL BAVA E O SEU DISCURSO “LIMPINHO”

.
Não tenho nada de contra ao Zeinal Bava, homem grande, da "Portugal Telecom". Mas hoje dei com um vídeo (que não conhecia) retirado do
http://combustoes.blogspot.com/ , que o encabeça, com o título "Linguagem da Plutocracia”.
.
Ouvi atentamente o Zeinal Bava , a dar explicações aos parlamentares portugueses, sobre a (falada, não concluída) aquisição da TVI, que não entendi “patavina” do que ele disse de tantos nomes técnicos que apresentou.
.
Bem o que o Rui Pedro Soares, disse, no mesmo lugar, entendi perfeitamente tudo...!!! Era do Futebol Club do Porto, nem jantava quando o Porto perdia um jogo e pronto fiquei absolutamente esclarecido.
.
O Zeinal Bava, moçambicano, quando o vi e ouvi a dar as suas explicações, chegou-me à memória um “rapazinho”, da sua etnia, em Vila Pery (Moçambique), nos anos de 1965, que por aí com uns 12 anos era já um mestre com aptidões para o negócio.
.
O miúdo parece que tinha sido alimentado a óleo de palma e a caril. Certamente aquele miúdo, como O Zeinal Bava, teve que zarpar de Moçambique, depois da independência, mas não tenho a menor dúvida que em Portugal deve ser um homem de negócios e rico como um Rajá.
.
O Zeinal Bava, é um homem inteligente e um grande comunicador para a realização de grandes negócios... E, claro que ganha um “balúrdio” que daria para sustentar um milhar de lares em Portugal durante um ano.
.
Em Moçambique, esta gente, da etnia indiana, conhecidos por “monhés” (nada de pejorativo de minha parte) só se dedicavam a negócios quer nas cidades ou nas cantinas do mato.
.
Nunca vi (como os chineses cultivar uma horta) os indianos a trabalhar no campo. Tinha muita pena dos naturais moçambicanos que lhe iam permutar, o milho,mapira, meixoeira, mandioca e a castanha caju, que por troca, desta mercadoria lhe davam uns metros de tecido, umas camisas e uns calções, de ruim pano, importado da Índia.
.
Doía-me a alma!
.
E agora com o coração partido como o Zeinal Bava, consegue “embarrilar” com palavras técnicas, os portugueses, que ninguém as entende, mas ele claro está.
José Martins

video

HUN SEN, PM DO CAMBOJA VISITA A TAILÂNDIA

.
Hun Sen visita a Tailândia no próximo mês
Por Kyodo News, The Nation
O primeiro-ministro cambojano Hun
Sen visita a Tailândia no próximo mês para participar numa cimeira, de cúpula, “Mekong” com países da sub-região, Ministério das Relações Exteriores do Camboja, disse.
.
Será a primeira visita de Hun Sen a Tailândia este ano, depois ele instigar o conflito mútuo no ano passado com a nomeação de ex-condenado PM tailandês Thaksin Shinawatra como seu conselheiro econômico, bem como a criticar negativamente o Governo Abhisit.
.
Durante a visita de Hun Sen's à Tailândia em Outubro, passado, para o “Asean Summit”, Hun Sen criticou o governo de Abhisit. Ele repetidamente disse que não iria lidar com este governo tailandês de Abhisit revelando que não tinha de liderança.
.
Ele ainda contestou que Abhisit deveria dissolver o Parlamento e convocar eleições gerais.
Como resultado, a Tailândia decidiu desclassificar os laços mútuos, retirando seu embaixador e primeiro-secretário de Phnom Penh.
.
Camboja, em seguida, fez viria a fazer o mesmo, fazendo regressar, ao Camboja, seus diplomatas, acreditados em Banguecoque.
.
Hun Sen e sua delegação, para a cimeira “Mekong”, realizar-se-à, em Hua Hin de 2 e 5 Abril, incluirá Hor Namhong, Ministro dos Negócios Estrangeiros, ministro do Comércio Cham Prasidh e ministros do meio Ambiente, Agricultura e recursos Hídricos.
Tradução Google com revisão

RESQUÍCIOS: MEMÓRIAS DOS TEMPOS IDOS

.
Em 1998 e para incrementar as vendas de Portugal no estrangeiro, o então Primeiro-Ministro António Guterres, em grande festa e estrondosa recepção, em Lisboa, criou empregos para um determinado número de jovens e denominados “Estagiários”, para que junto às Delegações e Representações do ICEP, sediadas no Mundo, recebesse treino em cima do relacionamento com o empresariado estrangeiro.
.
Como Representante do ICEP (1997-2002) recebi uma comunicação da sede em Lisboa, para que assistisse, o primeiro estagiário que chegaria a Banguecoque. Chegou um jovem na casa dos 24 anos, ambicioso que dividia o tempo em Banguecoque no gabinete do ICEP e outro junto à empresa Abrantina, estabelecida em Kuala Lumpur.
.
O jovem Nuno acabou os seis meses de estágio, regressou a Lisboa e desde logo foi aproveitado pela Abrantina. Escreveu-me de Portugal a informar-me viver feliz com o novo emprego e comprado um Mazda descapotável.
.
Gostei do estagiário Nuno. Em seguida chegou-me outro e seguiu para Singapura, fez por lá um excelente trabalho, junto a uma empresa, alemã, organizadora de exposições. Regressou a Lisboa e o ICEP aproveitou-o.
.
Em 1999 chegou-me o último que se dizia com a licenciatura em engenharia. Um jovem expedito para as namoradas (parece que viria a casar com uma), adquiriu uma mota, daquelas iguais às usadas nos ralies de Dakar; raramente o via e quando acontecia era para lhe pagar as despesas da Internet.
.
O jovem M. Martins foi daqueles jovens estagiagiários, que chegou de Lisboa e me dava conselhos pelo telefone sobre o que Portugal deveria vender na Tailândia: chocolates da Regina, rebuçados, sabonetes, café e outros produtos em largas quantidades.
.
Na altura a EFACEC (Macau) que anos antes tinha vendido transformadores para electrificar os meios rurais da Tailândia, possuía um escritório em Banguecoque. O M.Martins dividia o tempo no gabinete do ICEP e no escritório da EFACEC, situado junto ao velho aeroporto internacional.
.
Um dia o M.Martins, telefonou a informar-me que estes e aqueles produtos portugueses se deveriam colocar no mercado da Tailândia.
.
As informações era de uma infantilidade tal e impossíveis de realizar que lhe digo: “Meu caro se pretende saber aquilo que Portugal pode vender na Tailândia, deve correr os “super-markets” de Banguecoque, pegar nos produtos, expostos nas prateleiras, e verificar onde são produzidos e depois pronuncie-se”.
.
Bem é que os rebuçados, portugueses, os chocolates, os sabonetes e o café a produção está nas mãos de grandes multinacionais, estrangeiras, estabelecidas em Banguecoque, havia vários anos e um sonho do M.Martins de Portugal poder vender e competir com esses gigantes, empresariais, a nível mundial, na Tailândia.
José Martins

O TEIXEIRA DOS BANCOS

impostos banca

Também Teixeira dos Santos nos vêm dizer que este PEC não aumenta os imposto. Ou é mentiroso como o seu "Patrão" ou então esqueceu-se de referir que só estava a falar da Banca. Esses sim, ficam sempre de fora quando se fala de sacrifícios para todos. Porque será?

SERÁ QUE SOBREVIVEMOS ATÉ LÁ? (2012)

2012

Há por aí uma profecia que diz que em 2012 chegará o fim do mundo. Não sou muito de acreditar em profecias mas com este Engenheiro tenho até dúvidas que aguentamos até essa altura. Ele dá cabo deste povo e deste pais muito antes disso. Pior ainda, quando sabemos que as alternativas a este poder são tão más, ou ainda piores que aquilo que temos, (basta ver os candidatos do PSD à liderança), o melhor mesmo é procurar uma alternativa credível e já.

OS MALEFÍCIOS DA GLOBALIZAÇÃO E DAS FRONTEIRAS ESCANCARADAS

Duas pessoas fechadas numa sala durante assalto a ourivesaria em Lisboa

Susana Otão JN

A polícia libertou duas pessoas que foram fechadas numa sala de uma ourivesaria durante um assalto ocorrido hoje de manhã, em em Alvalade.

A polícia confirmou, ao JN, que três indivíduos assaltaram uma ourivesaria na avenida da Igreja, em Alvalade, Lisboa, e que se puseram em fuga antes da chegada das autoridades.

Dois dos indivíduos, estrangeiros e aparentemente provenientes de Leste, entraram armados na ourivesaria às 9 horas, quando o estabelecimento estava a abrir as portas.

O GREGO, O BURRO, O RÁDIO E O PEIXE

Recomenda-se o video abaixo para boa disposição

.

video

RTP: NADA PRIVATIZADA... E DEPOIS QUEM PROTEGIA O JOSÉ SÓCRATES?

.


Lacão garante que Governo não vai privatizar a RTP
Por LusaHoje
O ministro dos Assuntos Parlamentares garantiu hoje que o Governo "não tem intenção de privatizar a RTP", referindo que as palavras de Teixeira dos Santos davam conta do "saneamento financeiro" que seria necessário numa "hipotética operação de privatização".
Questionado pelo deputado do PSD Agostinho Branquinho durante uma audição na comissão parlamentar de Ética sobre as palavras proferidas pelo ministro das Finanças na terça feira, Jorge Lacão rejeitou que o Governo vá avançar para a privatização do canal público de televisão.
"O anterior ministro [dos Assuntos Parlamentares] Santos Silva tinha falado no alargamento do serviço público, mas ontem o ministro das Finanças disse que se pode privatizar a RTP", afirmou Agostinho Branquinho, considerando que isso constituiria uma "evolução positiva" na linha de orientação do Governo a este respeito.
Na resposta, o ministro dos Assuntos Parlamentares declarou: "Não, senhor deputado, o Governo não tem a intenção, nem o fará, de privatizar a RTP".
"O que o senhor ministro das Finanças disse ontem é que o esforço de saneamento financeiro [da RTP] é de tal maneira relevante que qualquer hipotética operação de privatização não dispensaria o trabalho de saneamento financeiro que está a ser levado a cabo", esclareceu.
"Como o senhor deputado pode constatar nem isso resulta do programa do Governo, nem do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) relativamente às privatizações", reforçou Lacão.
Confrontado por Branquinho com uma folha com as declarações de Fernando Teixeira dos Santos, o responsável pela pasta dos Assuntos Parlamentares sublinhou a sua posição.
"Aquilo que o senhor deputado deve considerar é a relevância da resposta que lhe dou e a resposta está dada", afirmou.
Na terça feira, Teixeira dos Santos admitiu a possibilidade de a RTP ser privatizada mas garantiu que a estação pública não integra a lista das privatizações do Plano de Estabilidade e Crescimento porque tem resultados negativos e que seria preciso "um trabalho prolongado de saneamento e de reequilíbrio financeiro da empresa antes de, eventualmente, se pôr qualquer cenário dessa natureza".

HEROÍNA: A SAGA CONTINUA

.
Polícia prendeu mais traficante de droga da Nigéria
Um
homem nigeriano foi preso na estação de Hat Yai, hoje, quarta-feira por alegadamente contrabandear 15 kg de heroína no valor de Bt22.5 milhões provenientes da Malásia.

O suspeito Ebere Okorie, 38, foi detido, alegadamente com a droga escondida em seis quadros de imagem, enquanto ele estava a tomar um autocarro para a cidade de Banguecoque. O valor de rua da heroína na Tailândia é Bt22.5 milhões, podendo ser Bt2.25 vale bilhões no exterior.

O suspeito teria confessado que recebeu E.U. $ 3.500 (Bt113, 343) por cada vez transportava a droga da Malásia para a Tailândia através de um posto de controle no distrito de Songkhla província Sadao.
The Nation
-
P.S. Esta quantidade de heroína tem a condenação à morte, mas talvez obtenha o perdão real e a pena ser comutada a prisão perpétua.

O FIO DA NAVALHA DE BERTA BRÁS

Os oportunismos da nossa indiferença

Recebi por email o texto que segue, revelador da extraordinária doença mental que preside ao comportamento de um PM fabricador de cursos colmatadores das deficiências ancestrais de tanta da nossa tessitura social, cursos fraudulentos cuja construção ficou bem esclarecida no texto de Marta Oliveira Santos.

O texto vinha adulterado, copiado com absoluta falta de cuidado por quem, de tanto se indignar, ficou engasgado nos acentos, em alguma pontuação, por isso dei-me ao cuidado de o rectificar, lamentando que tal pessoa que o fez tenha lançado uma nódoa sobre a professora que o redigiu e que o deve desconhecer.

Eis o texto de Marta Santos:

«Novas Oportunidades

A ignorância certificada

Marta Oliveira Santos1

Marta Oliveira Santos – Licenciatura em Filologia Românica; colaboradora de várias publicações.

O país encontra-se com uma taxa muito baixa de escolaridade em relação aos países da EU (União Europeia). Logo há necessidade de colmatar esta situação e para isso foram criadas “As Novas Oportunidades”, uns cursinhos intensivos de três meses, no fim dos quais os “estudantes”(agora com o nome pomposo de formandos) obtêm o certificado de equivalência ao 9o ou 12o anos. Fantástico, se os cursinhos fossem a sério! ...

Perante a publicidade aos referidos cursos, aqueles que abandonaram a escola ou, por qualquer razão não concluíram um dos ciclos de escolaridade, esfregaram as mãos de contentes, uma vez que agora se lhes oferece a oportunidade de obterem um certificado de habilitações que lhes poderá vir a ser útil. E como diz o ditado, “mais vale tarde do que nunca”, eles lá se inscreveram. Por outro lado, três meses das 7.00 às 10.00 horas, horário pós-laboral, uma vez por semana, era coisa fácil de realizar. Coitados daqueles que andam 3 anos (7o, 8o e 9o anos) para concluírem o 3o ciclo!!! Isso é que é difícil!

Na rua, no café, nos locais públicos em geral ouve-se: “Ah! Agora, ando a estudar! Ando a fazer o 9o ou 12o ano! Aquilo é porreiro, pá!”

Entretanto, há pessoas com quem contactamos no dia-a-dia, mais próximos de nós, o cabeleireiro, o sapateiro, a empregada doméstica, etc. que também nos confidenciam com ar feliz: “Agora, com esta idade, ando a estudar! Ando a fazer o 9o!” E nós, simpaticamente, sorrimos, abanamos a cabeça e dizemos que fazem bem, sempre é uma mais valia… Contudo, numa dessas conversas, tentei descobrir que disciplinas constavam do curso, ficando a saber que eram Português, Matemática, Informática e Cidadania para o 9o ano; e indaguei ainda como eram as aulas e a avaliação final. E fiquei atónita. Em Português o formando teria que escrever a história da sua vida e a razão por que se inscreveu no curso, sendo o texto corrigido aula a aula pela respectiva formadora; Matemática consistia em efectuar cálculos básicos e apresentar, por exemplo, a receita de um bolo e duplicá-la; para Informática apercebi-me de que seria a apresentação do trabalho escrito e, posteriormente, quem quisesse, apresentá-lo-ia em “powerpoint”; em Cidadania, os formandos apresentavam os diferentes resíduos e diziam em que contentor os deveriam colocar. A nível de Português ainda foi pedida a leitura de um livro e seu comentário, sendo a selecção ao critério do formando, o que deu origem a autores “light”, nada de autores portugueses de renome; a acrescer a este comentário teriam também de fazer a apresentação crítica a um filme e a uma reportagem. Todos estes elementos seriam entregues num dossier, cuja capa ficaria ao critério de cada formando.

Três meses passaram num abrir e fechar de olhos, por isso um destes dias, enquanto aguardava a minha vez para ser atendida num consultório médico, fui brindada com o dossier do curso da recepcionista e respectivo certificado de 9o ano. Engoli em seco aquelas páginas recheadas de erros ortográficos e de construção frásica, desencadeamento de ideias e falta de coesão, (…), entremeados por bonitas fotografias; na II parte, umas contitas simples e duas tábuas de multiplicação; e em Cidadania, os contentores do lixo coloridos com a indicação dos resíduos que se põem lá dentro.

Em seguida, com um sorriso muito branco (nem o amarelo consegui!) e, como bem educada que sou, felicitei a dona do dossier cuja capa estava realmente bonita, original, revelando bastante criatividade e ouvi-a, alegre, dizer: “A formadora disse-me que tinha hipóteses de fazer o 12o ano. Logo que possa, vou fazer a minha inscrição!”

Fiquei estarrecida, sem palavras para lhe dizer o que quer que fosse. “As Novas Oportunidades” são isto? Está a gastar-se tanto dinheiro para passar certificados de ignorância? Será que todos os formadores serão iguais a estes? E o 9o ano é escrever umas tretas e ler um Nicholas Sparks e um artigo da revista “Simplesmente Maria”? E o 12o ano será a mesma coisa (queria dizer chachada) acrescida de uma língua?

Continuando assim o país a tapar o sol com a peneira, teremos em poucos anos a ignorância certificada!»

Um texto de estarrecer. Também já tinha contactado com candidatas ao mesmo certificado, uma das quais, que já tinha feito o Inglês do 9º ano, não aproveitou a “Nova Oportunidade”, talvez por considerar que não era honesta.

Um ministro corredor de fundo, que corre cá e corre lá por onde anda quando vai ao estrangeiro, mostrar, ridiculamente, as suas habilidades de corredor, envergonhando o país, pela desnecessária saliência democraticamente idiota. Um ministro que tomou nas mãos as rédeas do governo de uma nação doente, que aceita ser dirigida por meio de propostas cada vez mais indignas e vexatórias que vão, gradativamente, moldando um povo desde sempre diminuto no seu atraso ancestral, e cada vez mais deficitário em valores, com tais marcas de perversão e abuso imposto por uma governação que poderia ser de mentirinha, mas que é bem autêntica na acefalia, no ridículo, no absurdo.

Não, não há palavras para exprimir a nossa vergonha, e nem tanto pela figura representativa da nação – ou do sítio, como se diz também – mas por nós todos que a aceitamos e nos deixamos moldar e deslizar para o abismo cada vez mais nauseabundo da desonestidade, sem intervir.

A farsa da educação, a farsa dos magalhães, das novas oportunidades - novos oportunismos - a farsa dos compadrios, a farsa da justiça, a farsa dos rabos de palha... E um país votando na farsa, defendendo-se assim contra a seriedade, que impõe regras mais ponderadas e mais honestas.

Somos corruptos, sim, passivamente indiferentes ao país que está a preparar mais corruptos e mais ineptos – os nossos descendentes. Os mais corruptos defendendo-se melhor, é claro. Como agora. Não pretendemos mudar.

Berta Brás

AS SUAS NOTÍCIAS DE HOJE 24.03.10

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Gondomar: Apanhado a roubar
Destrói cadeiras e sova GNR
Ricardo Rodrigues: Chicana política
Vítor Constâncio: Trocar os escudos
Mário Soares: Zangado com a UE

Capa do Público Público

Portugal precisa “de quem puxe pelo país”, diz Sócrates em Marrocos
Grupo Lena está a decidir se reforça negócio na comunicação ou se sai do mercado
Lourenço Pinto recusa que ciclo de Pinto da Costa tenha terminado
FPF esclarece posição sobre o guarda-redes Bruno
Prémio PEN/Faulkner entregue a Sherman Alexie

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

'Ateliers' de conhecimento
Viagem pela Idade Média
Técnicas da maquilhagem
Sábados selvagens
Pequenos compositores

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Joe Biden apanhado em mais uma gafe
Idosa ferida retirada de prédio por uma janela
Miúdos que dormem pouco serão adultos doentes
Escola sem condições para alunos deficientes
Escola obriga a ir para a cama mais cedo

Capa do i i

PCP. Os novos, os velhos e os ex-comunistas. A tribo que resiste
Caso TVI: 6 meses depois, escutas continuam por destruir
Manuela Ferreira Leite vota contra as grandes obras
TAP: fim da greve teve fumo branco, depois preto, depois branco
Portugal é o país da Europa com mais doentes mentais


Capa do Diário Económico Diário Económico

Bruxelas propõe hoje regras para divórcios entre cônjuges de países diferentes
PS diz que há "vasto consenso" interno sobre PEC
Sonae Sierra inaugura hoje maior centro comercial de Leiria
Madeira sem candidato oficial nas directas do PSD
Trabalhadores da Galp votam hoje três dias de greve

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

As notícias em foco na edição de hoje, dia 24 de Março, no Negócios
"Ordem dos Advogados tem que saber falar a uma só voz"
UBS aconselha empresas com negócios fora da Europa
Accionista da Ferrovial investe na Empark
Luís Palha é alternativa da Caixa a Mário Lino para a Cimpor


Capa do Oje Oje

EDP investe 100 milhões no Brasil
Mercado em polvorosa com Fundos de Investimento Fechados
Paris e Berlim com acordo sobre a Grécia
Amadeus vai dispersar 25% do capital
Sacyr reserva dividendo para a liquidez

Capa do Destak
Destak

Popeye em versão 3D pelos estúdios Sony
Director do jornal Gazzetta dello Sport elogia Mourinho
Infiel compulsivo procura tratamento
Gene Loves Jezebel no Festival Raia Rocks
PCP alega que Sócrates mentiu sobre alterações à lei laboral

Capa do 24 Horas 24 Horas



Capa do A Bola A Bola

Dulce Félix tem fractura no pé
Leão não desiste de Ricardo Quaresma
«Equipa está primeiro» - Cardozo
Vila do Conde recebe dragão ferido
Sócios aprovam projecto de renovação dos estatutos

Capa do Record Record

Quarta-feira, 24 de março de 2010
Claudio Ranieri: «Inter é favorito»
Caso indefensável
Fábio Aurélio e Skrtel em dúvida
Caçador de dragões


Capa do O Jogo O Jogo

Swansea de Paulo Sousa goleado pelo Blackpool (5-1)
Maioria dos sócios aprova novos estatutos
FC Sevilha empata e atrasa-se na luta pela "Champions"
Braga goleia Guimarães
West Ham goleado por Wolverhampton por 3-1