Translator

sexta-feira, 7 de maio de 2010

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - NOITE E MADRUGADA DE SELVAJARIA NA ÁREA DA RUA DA SILOM

.

Notícias Locais www.bangkokpost.com

Security personnel inspect the site of attacks in Silom business district early Saturday.

Dois policias foram mortos, outros 12 feridos, em explosões de granadas e um tiroteio, próximo ao local da reunião dos camisas vermelha na noite da sexta-feira e na madrugada de sábado, disse a polícia. (Foto Reuters)

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - PEÇA DE NUNO CALDEIRA DA SILVA

.

sábado, 8 de Maio de 2010

Silom

Ontem à noite percorri a maior parte de Silom no regresso de um jantar no hotel Sofitel.

Tinha decidido não levar o carro e por isso fiz o percurso a pé.

Enquanto andava estava a pensar que Silom tinha pouco a pouco regressado à normalidade numa nova mistura estranha.

Tinham regressado os vendedores de rua, com saliência para o mercado de Patpong que estava de novo a funcionar, embora áquela hora, 10.15 da noite, se preparava para ir fechar mais cedo, segundo me disseram.

Para além das tendas de rua vendendo um pouco de tudo, especialemnte artigos contrafeitos, havia os habituais angariadores de incautos, meninas e meninos vendendo os seus atributos, bêbados e outros nem tanto mas à procura de uma cerveja, os bares de diversão mais compostos de pessoas, mais lojas abertas, enfim um retorno à normalidade de uma das ruas mais movimentadas, iluminadas e animadas desta capital.

Tudo isto no meio do arame farpado e de centenas de militares e policias que patrulhavam a rua e faziam vários controlos das viaturas que passavam.

Os tailandeses, muito à semelhança dos portugueses, acomodam-se a novas realidades com enorme facilidade e a vida estava a ressurgir.

Eis senão quando alguém que não concorda com isso resolve estragar “a festa” que é esta rua verdadeiro cartaz da animação de Bangkok.

Primeiro um ataque a tiro a um conjunto de policies e soldados por um homem que passava numa moto. Os disparos causaram ferimentos em 3 policias e 2 transeuntes do qual resultou a morte de um Capitão da Polícia que não resistiu aos ferimentos no estômago. Isto aconteceu por volta das 10.45 perto do cruzamento de Silom com Saladaeng.

Quando cheguei a esse ponto da rua, sem nada saber do acontecido, já que por ali tinha de passar para ir para a minha rua, Saladaeng, verifiquei que as lojas tinham fechado na sua maíoria , ao contrário da zona de Patpong, e que o número de forças estava a aumentar com a chegada de mais policias.

Pouco menos de 3 horas mais tarde, do outro lado da Rama IV, na intersecção do acampamento vermelho, outro ataque ocorreu, presume-se que desta vez à granada, causando mais 8 feridos, 5 polícias e 3 soldados, sendo que um dos policias viria a falecer já no hospital.

Num momento em que se pensava que a calma estava de regresso a Bangkok, voltou a violência, na sua pior e mais cobarde forma, com os ataques a forças militares e da ordem, em zonas repletas de civis.

Quem continua esta onda de ataques é um claro inimigo de qualquer tipo de solução para os destinos deste país.

Está contra qualquer plano seja ele de quem for para se conseguir a reconciliação e o único objectivo é provocar o caos e apelar, como o fizeram os amarelos à tarde, à imposição da Lei Marcial e à intervenção dos militares suprimindo todos os direitos e liberdades.

Da mesma forma como acontece no Sul do país, onde ocorrem, quase que diáriamente, explosões mais ou menos violentas, também em Bangkok isso vem acontecendo desde o inicio dos protestos da UDD e nunca, mesmo nunca ninguém é identificado e acusado como autor.

A única coisa que acontece são comentários para a imprensa, para servir facções políticas, acusando este e aquele, mas não identificando os verdadeiros criminosos, inimigos declarados deste país, que atentam contra as vidas das pessoas diáriamente.

O falhanço e a ineficácia de qualquer tipo de investigação criminal (casos importantes: Somchai Neelapaijit, Takbai, Aeroporto, Santika, Pattaya, etc) é um incentivo para os criminosos continuarem a actuar livremente e a fazerem correr sangue trazendo o caos a este país.

Ontem, com o clima de alguma acalmia que se vivia vários países tinham descido o nível dos seus alertas aos viajantes para a Tailândia. Hoje por certo irá de novo subir.

OLHA; OLHA MAIS UM!!!

.


.
Ricardo Rodrigues (Gay, Pedófilo eVigarista?)
Será??? Eu não sei...
....... e agora também "GAMA" os gravadores aos jornalistas!!!!!!!!!! ...... maravilha!!! ... estamos bem entregues!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
COMENTÁRIOS PARA QUÊ?
Texto do Dr. José Maria Martins, Advogado, publicado no seu Blog:
Portugal - Um país cheio de tiranetes, de crápulas que nas suas aldeias e vilas fazem a lei e subvertem a Democracia
Estava agora a ver a televisão e a ouvir Ricardo Rodrigues, deputado do PS, eleito nos Açores, quando ele dizia que a Comissão da Assembleia da República, sobre o negócio da PT/TVI, nada mais era que uma forma de enxovalhar o Primeiro Ministro "Um dos mais altos magistrados da Nação".
Publicada por josé maria martins:
Pasme-se! José Sócrates um dos mais altos magistrados da Nação! Eu que conheço muito bem, e até pessoalmente, o deputado Ricardo Rodrigues e dei comigo a pensar: "Para onde vai o meu Portugal?".
É vergonhoso que o PS tenha metido nas listas de deputados Ricardo Rodrigues.Vergonhoso!
Digo-o no âmbito da minha liberdade de expressão e opinião. Digo-o como cidadão político.
Digo-o na qualidade de irmão de dois açorianos: Victor Manuel Martins, nascido na Horta, Ilha do Faial, e de Maria Isabel Martins, nascida emVila do Porto, Ilha de Santa Maria.
E lembro-me que Ricardo Rodrigues era advogado do sobrinho do Dr. Mota Amaral e nem soube defendê-lo, tendo sido eu a trabalhar para o libertar, pela incapacidade de Ricardo Rodrigues.
Da mesma maneira que Ricardo Rodrigues deixou condenar, estupidamente, um amigo meu, um homem bom e muito influente em Ponta Delgada, quando Ricardo Rodrigues era apenas advogado e o irmão dele empregado na Associação Agrícola. Todos se lembram que Ricardo Rodrigues se demitiu do Governo dos Açores aquando do caso de pedófilia conhecido como Caso Farfalha.
Agora aparece - depois de fazer mais umas tantas ilegalidades, porcarias, no âmbito de um jornal do PS, que foi à falência em Ponta Delgada! - como o homem forte do PS!!
Veja-se que pessoas o meu ex-partido tem como arautos!.
Onde está Mário Soares? Onde está António Arnault? Onde está Almeida Santos? Onde está Carlos Candal?
(já morreu).
Creio que o deputado Ricardo Rodrigues é o maior defensor, no PS, dos casamentos homossexuais, quando se sabe que não tem filhos... e que nos Açores é tido como membro do grupo Gay!
Portugal está do avessso!
Sócrates deixa estas pessoas tomarem posições de destaque e afundar Portugal.
Onde estão os milhões de euros desviados da Caixa Geral de Depósitos de Vila Franca do Campo? Em cujo processo crime Ricardo Rodrigues foi arguido e salvo pelos amigos, contra a posição da Policia Judiciária?
Sei do que falo porque fui advogado desse caso em que Ricardo Rodrigues era arguido, mas alguém se encarregou de o safar... Se Ricardo Rodrigues me quiser processar que o faça!
Mas temos que saber quem era o procurador gay que o safou! O procurador que tinha um namorado preso na prisão da Boa Nova, em Ponta Delgada!
Uma miséria este Portugal!
Por outro lado, ao longo do país vamos vendo tiranetes que defendem as suas capelinhas, contra o Povo.
Nas freguesias, nos concelhos, há sempre os "regedores" que vão emporcalhando Portugal e sendo responsáveis pela miséria em que vivemos. Portugal está nas bocas do Mundo pelas piores razões.
Eu por mim preferia dar um tiro nos cornos de um desses tiranetes a deixar o meu amado, o meu querido, o meu adorado Portugal morrer, o país pelo qual jurei morrer se fosse necessário.
Declaro que se for necessário morrerei por Portugal, de armas na mão, mas há-de haver filhos da puta que vão à minha frente!
Os Povos têm o direito de se revoltar!
Os meus filhos, os teus filhos, os nossos filhos, não podem estar na mão destes biltres.
Os portugueses, se for necessário, devem seguir o exemplo do Povo de Paris, os "sans culottes", que destruíram a Bastilha, que mataram Luis XVI e Maria Antonieta.
Se me quiserem processar, façam-no, porque eu não tolero pedófilos, que não confessam, nem corruptos que destroiem o meu amado Portugal.
Basta, já"!
XXXXXXXXXXXX Ricardo Rodrigues homossexual e pedófilo?! E vigarista?!

A BIOGRAFIA DO SENHOR MAJOR



.

Valentim dos Santos de Loureiro (Calde, 24 de Dezembro de 1938) é um empresário, político e dirigente desportivo português.
.
Frequentou o curso de Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, sem o terminar. Juntou-se ao exército sobre o regime salazarista e, anos depois, foi julgado e condenado em tribunal militar por andar a vender munições ao PAIGC que, alegadamente, matavam os nossos soldados na Guiné. Foi também condenado por roubar as rações do exército para lucro próprio (ficando posteriormente conhecido por muitos como o "Capitão Batatas" ). Isto porque estava no aprovisionamento militar e desviava géneros e bens alimentares para vender por fora.
Foi expulso, com desonra, do exército.
Foi, depois do 25 de Abril, readmitido e promovido a Major pelo Conselho da Revolução.
Desviou, alegadamente, 40.000 contos ao BCP com uma transacção com um cheque em dólares americanos sobre um banco que não existia.
Actualmente, é cônsul "honorário" da Guiné-Bissau e tem usado esse título para, alegadamente, falsificar certidões de nascimento de jogadores e potenciais jogadores de futebol que compra e vende numa tipologia de negócio pouco digna.
Distinguiu-se como dirigente desportivo, tendo sido presidente do
Boavista F.C. entre 1972 e 1995 e presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) até Agosto de 2006. Actualmente (2008), é presidente da Assembleia Geral na mesma instituição.
Na política, foi militante do
Partido Social-Democrata, tendo sido presidente da Comissão Política Distrital do PSD/Porto. Assumiu um papel activo quando em 1993 aceitou ser candidato à Presidência da Câmara Municipal de Gondomar, vencendo as eleições desse ano, e as de 1997 e 2001. Após ser desfiliado do PSD por ser acusado de práticas ilícitas enquanto autarca, venceu novamente as eleições de 2005, com a lista independente «Gondomar no Coração», que alcançou 57,5% dos votos.
Foi ainda Presidente da
Junta Metropolitana do Porto, entre 2001 e 2005 e Presidente do Conselho de Administração da Empresa Metro do Porto, S.A.
Em Julho de
2008 foi sentenciado a 3 anos de prisão suspensa, no âmbito do processo judicial conhecido como Apito Dourado.
Foi recentemente condecorado com a Grã Cruz da Ordem do Infante D. Henrique, motivos que alegam os seus "serviços relevantes a Portugal, no país e no estrangeiro, pelos serviços de expansão da cultura portuguesa, sua história e seus valores". Um gesto subjectivo da parte de alguns, tendo em conta o historial negro do indivíduo.
Pelos Portugueses é considerado uma vergonha Nacional, mas infelizmente pela classe politica que temos é um herói em virtude de pertencer à corja de políticos que temos, isto nada abona a favor do nosso país e mostra que somos um povo passivo que nada faz para o seu próprio bem futuro.
"Há um século atrás, no mínimo, era a forca..."

ELE O MANUEL ALEGRE...!!!

.

.

Os Pulhas da Pátria – Candidatura de Manuel Alegre a Presidente da República

“E inquieta-me profundamente que, desse último quartel do século XIX até aos nossos dias, não só nada tenha mudado para melhor, como a imunda República que nos governa, cujo primeiro centenário que este ano os socialistas irão celebrar e que custará aos contribuintes DEZ MILHÕES DE EUROS tenha, pela sua prática política legitimado que possamos dizer, hoje, que não é mais uma canalhocracia que nos governa, mas sim (e salvo raras e honrosas excepções) uma "quadrilhocracia".
Fernando Paula Vicente
Maj-General da FAP “

Manuel Alegre, as novas gerações (até aos 45 anos) pouco sabem do seu perfil de homem e de mau português que foi desde a sua juventude.
Eu sei e outros da minha idade na casa dos 55 aos 75 anos.
Manuel Alegre é um produto igual a outros (ainda andam por aí vivos e cheios de “tiques” corporais) que assaltaram a Pátria Portuguesa depois daquele fatídico dia de 25 de Abril de 1974.
Ele o Manuel Alegre como os outros seus correligionários são parte da sociedade “manguela” composta de “aldrabões” que servindo-se da “palheta” para endrominarem a sociedade portuguesa, crédula, depois do então 25 de Abril de 1974.
Ele o Manuel Alegre e os outros seus correligionários sempre se estiveram nas “malvas” para a a Pátria Portuguesa e, apenas, olharam para a bela vida que poderiam levar depois do 25 de Abril de 1974.
E levaram!
O Manuel Alegre escritor/poeta e mais outras “merdas” que a ele próprio se glorificou, o Povo Português pagou com as língua de três palmos toneladas de papel imprimido em livros de “esterco” que poucos (só os da sua igualha) os leram.
Mas falando do horror de sua candidatura à Presidência da República bem ele sabe que não vai ganhar eleições nenhumas, nem nunca os portugueses se sentirão ofendidos de ver um “manguelas” a residir no Palácio de Belém.
Porém o Manuel Alegre sabe e de que maneira....!!! que esta coisa de eleições envolve milhões para as financiar e além das almoçaradas e jantaradas onde se sentam à mesa, uma espécie de parasitas (manguelas), a homenagearam um tipo que não vale a ponta de um “chavelho” para representar os portugueses ainda crescem uns trocos saídos das algibeiras dos pobres dos portugueses para financiar a candidatura de um “manguelas”.
José Martins

MANUEL ALEGRE: "CÁ SE FAZEM CÁ SE PAGAM...!!!

.

O poeta, patriota, pulha, palhetas e depois, de tanta sacanagem ainda quer ser o pai de todos os portuguesese e fazer deles (depois de tanto) uns "bastardos".

.
Um Major-General desiludido com esta república de 100 anos e com uma governação que define de "quadrilhocracia".

...Manuel Alegre, durante a guerra do Ultramar e depois da sua fuga, era locutor da rádio Argel, onde se congratulava pela morte de soldados portugueses...

A voz da Argélia, emissores criados por desertores que, através de infiltrados nas forças armadas, denunciavam as n/operações.
.
Muitas das emboscadas que sofremos resultaram da traição desses “grandes filhos da p.ta“. Uma das vozes que se ouvia era a desse pulha, Pateta Alegre.
-
Lembro-me que 48 horas após se ter instalado um posto de observação, um grupo de combate, um canhão, um radar no cimo do morro de Noqui, donde nós observávamos toda a movimentação de aproximadamente, 2.000 “turras” concentrados numa sanzala no outro lado da fronteira, ouviu-se a voz do Alegre (*) a denunciar a nossa posição.
-
Andámos a levar porrada na estrada entre S.Salvador e Nóqui durante mais de 4 meses. Numa das viagens sofremos 9 ataques. Tudo por causa desse desertor e traidor.

(*) Nessa região ouvia-se através dos famosos rádios portáteis Hitachi, com uma boa onda média.

Paulo Chamorra

Manuel Alegre - um DESERTOR

Muito obrigado pelo seu concordante comentário sobre a potencial candidatura de Manuel Alegre à Presidência da República.

Teria preferido, a bem da nossa Nação, que o seu comentário fosse no sentido de me provar que estou errado, o que, lamentavelmente eu não vou ouvir de ninguém.

Sabe, o que mais me incomoda é que, com 2 filhos e 6 netos, olho para o meu "prazo de validade" a chegar ao fim e sei que vou morrer com a angústia de lhes deixar um País, uma Nação, governados por aquilo que já o nosso saudoso Rei D. Pedro V - infelizmente morto na flor da idade - descrevia, na sua correspondência para o seu tio Alberto, marido da Rainha Vitória de Inglaterra, como uma "canalhocracia".

E inquieta-me profundamente que, desse último quartel do século XIX até aos nossos dias, não só nada tenha mudado para melhor, como a imunda República que nos governa, cujo primeiro centenário que este ano os socialistas irão celebrar e que custará aos contribuintes DEZ MILHÕES DE EUROS tenha, pela sua prática política legitimado que possamos dizer, hoje, que não é mais uma canalhocracia que nos governa, mas sim (e salvo raras e honrosas excepções) uma "quadrilhocracia".

Na minha qualidade de cidadão em uniforme que dedicou à nossa Pátria os melhores anos de toda a sua vida, a troco de um prato de lentilhas, já vi quase de tudo e, como anteriormente afirmei, só me falta ver Manuel Alegre - um DESERTOR - eleito PRESIDENTE DA REPÚBLICA e, nessa qualidade e por inerência do cargo, como Comandante Supremo das Forças Armadas Portuguesas.
Espero que os portugueses acordem antes que tal possa acontecer. Cordialmente,
Fernando Paula Vicente
Maj-General da FAP (Ref.)


SÓCRATES: NUNCA QUIS SER PM

.

Mas que grandes aldrabão!


"Nunca quis ser primeiro ministro"
José Sócrates afirmou hoje a alunos de língua portuguesa num liceu de Paris que "nunca quis ser primeiro ministro" e que tem "mais orgulho em servir o país em momento de dificuldade".
Lusa
11:19 Sexta-feira, 7 de Maio de 2010
José Sócrates esteve à conversa com alguns jovens em Paris
Mário Cruz/Lusa
José Sócrates afirmou hoje a alunos de língua portuguesa num liceu de Paris que "nunca quis ser primeiro ministro" e que tem "mais orgulho em servir o país em momento de dificuldade".
.
P.S. - Não quis não o sapatilhas.... Um aldrabas que nasceu um "pobreta laretas" enganou tudo e todos; entrou em esquemas e falsidades que nunca foram descobertas e até chegou a "inginheiro" cuja a licenciatura aconteceu a um Domingo e o resto seria para aqui uma ladaínha sem ter fim.... A voz dele só chega à "canalha" porque dirigida aos adultos não passa,

SUAS NOTÍCIAS DE 7-05.10

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã


Capa do Público Público

Eleições britânicas: Uma mudança pouco convincente
BCE recusa mais medidas contra a crise e desilude mercados
Alta velocidade entre Poceirão e Caia vai custar 1359 milhões e estará pronta daqui a 30 meses
Os três manifestos
Sim aos grandes projectos, mas muitos admitem adiamento

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Tribunal multa ministra em 38 euros/dia por desobediência a sentença
Sequestraram deficiente para roubar cobre em cabinas
Retirada do subsistema de saúde levou a paralisação
Relação adiou decisão sobre indemnização
Reis da sucata condenados à prisão

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Santa Casa serve mais de mil sopas por mês
Benfica: Airton, Weldon e Peixoto no onze
TVI garante jogos da Liga por duas épocas
World Press Photo em Lisboa
Um milhão para edifício municipal

Capa do i i

Granadeiro: "Fui a pílula do dia seguinte deste negócio"
Fugir às Finanças e à Saúde. 20 mil já pediram reforma antes do tempo
RTP acusada de inflacionar preço do futebol em sinal aberto
Menezes: Acabar com as empresas municipais "é um hino à imbecilidade"
Administradores do Taguspark cessam funções

Capa do Diário Económico Diário Económico

“Há visões complementares sobre as grandes obras”
BCE pede mais medidas de consolidação a Portugal
Trichet não acalma mercados e juros da dívida superam os 6%
Instabilidade na Europa provoca ‘crash ‘ em Wall Street
Constâncio pressiona Governo para travar grandes obras

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Grupo dos Sete discute hoje crise grega
Acções asiáticas descem depois de crise grega provocar tumultos na sessão norte-americana
Euro ganha terreno pela primeira vez em cinco dias


PT admite agravar processo do MP contra Rui Pedro Soares
Taguspark pode ser fiscalizado pelo Tribunal de Contas

Capa do Oje Oje

Trichet: "Portugal e Grécia não estão no mesmo barco"
EDP lucra mais com Brasil e renováveis
Vivo salva receitas da PT, mas lucro cai
Galp Energia ultrapassa os 20 mil barris/dia
CGD sobe mais nos recursos do que no crédito

Capa do Destak Destak

A Ver Navios inaugurado com festa surpresa a convidada
"A ver navios" é o novo restaurante de Lisboa
Ribeira Brava com cinco zonas de risco, destruição pode repetir-se - autarca
TVI vai transmitir jogos da Liga em sinal aberto nas próximas duas épocas
Inquisidores

Capa do 24 Horas 24 Horas


Capa do A Bola A Bola

Jorge Costa deve anunciar saída
"Play-off" só no domingo
Gustavo a caminho do Dragão


Rodriguez no plano de ajuda a Falcao
Izmailov regressa hoje ao trabalho

Capa do Record Record

Nos planos de Dunga
David Luiz prioritário
Diego Souza encantado com interesse leonino
Emprestados não voltam
Pinto da Costa: «Sp. Braga merecia ser campeão»

Capa do O Jogo O Jogo

Roma pondera queixa contra Mourinho
Al Mubarak: Mancini no City por "muitos anos"
Jogos de preparação; Falcao fora dos convocados
Open de Itália: Filipe Lima nos 31ºs classificados
Raúl: "Ronaldo é um líder"