Translator

quarta-feira, 19 de maio de 2010

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - ARTIGO DE OPINIÃO DE UM EMPRESÁRIO

Qual seria a acção do governo do seu país a proceder a este respeito?

Publicado em: 20/05/2010 às 03:51
Secção do jornal:
Notícia www.bangkokpost.com

Esta vai ser uma nota longa, mas eu quero os meus amigos no exterior entendam o que vem acontecendo aqui na Tailândia.

Eu gostaria de apresentar um assunto relacionado com a cobertura feita pela imprensa internacional sobre a situação na Tailândia e em especial a de Banguecoque.

A maioria dos meus amigos, provavelmente, estarão vendo cenas apenas de soldados atirando a pessoas e feridos sendo levadas para o hospital, em canais internacionais de televisão por 30 segundos, mas nunca conhecem a razão a fundo.

E se esses manifestantes estivessm em Nova York, Singapura, Tóquio ou Londres?

A verdade é que o governo tailandês também escolheu, através da retenção, do uso da força uma vez que o rali começou há dois meses (com exceção do caso 10 de abril, quando os soldados foram obrigados a deslocar-se sem munição e, posteriormente, foram abatidos por pistoleiros desconhecidos no tiroteio entre os manifestantes camisas vermelhas).

A maioria de nós deu apoio ao governo em lidar com os terroristas escondidos entre os manifestantes. Ele se reuniu com os líderes do rali e apresentou soluções de paz que lhes foram oferecidas 10 dias atrás.

O primeiro-ministro, publicamente, incitou os manifestantes a dispersar por medo da violência criada pelos terroristas. Mas o plano não foi aceite.

Então, chegou a hora de bloqueio de alimentos e abastecimento de água de entrar no centro do protesto.

Se os manifestantes pacíficos, que não se apressem atirar, para fora pedras , fogo de artifício e até mesmo bombas para os abrigos dos soldados - provocando assim os soldados a levar a defenderem-se por disparar os tiros de balas de borracha.

Foi muito frustrante para os cidadãos cumpridores da lei de Banguecoque - nós ainda manifestamos descontentamento para com o governo pela sua incapacidade de defender a Lei.

A situação era como os Banguecoqueanos estavam sendo mantidos como reféns. Um monte de empresas tèm sido afectadas porque o que está acontecendo situa-se no meio da grande área comercial.

Mais uma vez, acho que os governos fariam o mesmo se houvesse um grande grupo de manifestantes bloqueando todo o tráfego na Orchard Road, em Singapura; Times Square em Nova York; Ginza, em Tóquio, ou Knightsbridge, em Londres. Durante dois meses.

Eles montaram barricadas para controlar tudo que se lhe atravessa-se na sua área.

Também acho que o seu governo faria o mesmo caso os manifestantes invadissem um hospital nas proximidades, fazendo com que médicos e enfermeiros evacuassem os doentes - alguns dos quais recém-nascidos em incubadoras e idosos para outros hospitais.

E o mais importante de tudo, pensar o que fazer se o seu governo se encontrasse os manifestantes com um grande "stock" de granadas M79, M16 e metralhadoras ligeiras de assalto AK47.

Você acha que seu governo seria tão tolerante como o governo tailandês tem sido até agora?


  • Reungvit Nandhabiwat é o proprietário de um negócio em Bangkok.

Pesquisa Relate: tumulto

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - ARTIGO DE PORNPIMOL KANCHANALAK

.
Um primeiro-ministro tentou a paz pela guerra
Por Pornpimol Kanchanalak

BANGKOK: - Até seus mais severos críticos concordam que o primeiro-ministro Abhisit Vejjajiva é um político honesto, que vem somente uma vez em uma lua azul na Tailândia. Mas será que ele subiu para a ocasião como o país vem enfrentando a sua "primeira guerra civil" e a campanha de terror urbano mais longo da história?
.
Inicialmente, talvez não totalmente e singularmente a sua própria culpa, a manipulação de sua administração da crise apareceu na melhor das hipóteses inepta, tanto em termos de estratégia e táticas. Sua equipa de gestão de crises, às vezes, parecia ser a história de dois homens e um cachorro, e o cachorro estava morto.
.
O tempo dirá como o nosso primeiro-ministro será julgado como um gestor de crises. Apenas uma visão de longo nos dará uma perspectiva equilibrada. Enquanto isso, uma guerra de traição e rebelião rebentou não apenas em Banguecoque, mas em todo o país.
.
Se os poderes do governo não são tratados adequadamente, a guerra da rebelião poderia se transformar em guerra de atrito que lenta, mas seguramente corroer o tecido social e a estabilidade da nossa nação para uma medida em que ninguém está disposto a sequer imaginar.
.
Em todo o mundo, mais de cem anos atrás, uma jovem nação com um presidente "verde como o verde recruta militar" estava olhando para baixo da sua própria experiência mais devastadora que ameaça a sua sobrevivência como nação - a Guerra Civil Americana.
.
O ano era o de 1861 e o presidente dos Estados Unidos na época era Abraham Lincoln, que foi eleito para um cargo no ano anterior. Seria uma guerra que durou quatro anos e permanece até hoje a guerra mais mortal da história americana. Alegou 620 mil vítimas entre os militares, e um número desconhecido de civis.
.
Lincoln de 51 anos de idade quando a guerra entre a União e a Confederação rompeu. Até que ponto, em suas próprias palavras, a experiência militar Lincoln consistia em combater os mosquitos durante a "Guerra dos Falcões Negros" cerca de trinta anos antes, de ele assumir o cargo.
.
Como resultado, durante a fase inicial da guerra, ele se baseou unicamente na liderança, de sénior, do Exército, que acabou não tendo perfil e talento para reprimir a rebelião. Lincoln, em seguida, foi forçado a formar um exército de voluntários, com figuras políticas nomeadas para o alto comando. Eles não se mostraram melhor do que os profissionais das forças armadas.
.
Além disso, eles eram mais avessos ao risco. Enquanto isso, seus generais partilhavam a seu respeito, baixo e mesmo desprezo por Lincoln (um dos nomes que lhe chamaram ele era o gorila "original"). Mas Lincoln tinha a capacidade de ignorar o insulto, o desprezo, pessoal e trabalhar com seus oficiais do exército. Mas ele também percebeu que a responsabilidade, final, para lidar com a guerra iria descansar diretamente sobre seus ombros.

Com esse sentido oneroso de direito, Lincoln, com talento excepcional, subiu para a ocasião, e deu origem ao conceito moderno de comandante-em-chefe. Ele começou a fazer suas decisões e ordens de comando próprio.
.
Uma das decisões mais controversas que ele fez foi suspender o uso do Habeas Corpus, que estipulava no artigo da Constituição que um indivíduo não pode ser detido sem ser interposto perante o Tribunal para determinar se o governo tem o direito de continuar a dete-lo.

Lincoln ordenou a detenção de vários milhares de pessoas na zona de guerra e colocá-los em prisão preventiva até que a situação de emergência passou. Ele ordenou o bloqueio dos portos do comando do sul que foram estrategicamente fundamentais para o abastecimento, reabastecimento e apoio logístico para os exércitos confederados. Ele apreendeu os bens aos inimigos para uso militar temporário.

Lincoln argumentou convincentemente que a base para tais acções era o fa~cto de que o país estava enfrentando uma emergência que estava ameaçando a capacidade dos Estados Unidos para sobreviver como uma nação, indivisível.

Não foi até 1864, último ano da guerra, que Lincoln encontrou o homem certo para o trabalho certo da posição do exército da União - o general Ulysses Grant. Com a bênção de Lincoln, o objectivo de Grant não estava em território inimigo ou capturar os entroncamentos ferroviários, para acabar com a rebelião, destruindo a capacidade da Confederação de resistir.

Lincoln história mostra-nos como um homem, com sua determinação, perspicácia estratégica e tática, liderança e uso inteligente dos poderes de guerra, poderia estar no caminho da tentativa dos 11 estados do sul "de se separar e, assim, preservar a união". Ele mostra como um homem excepcional pode fazer a diferença na definição no destino de seu país.

Hoje, a cicatriz indelével de que a guerra é ainda visível é um lembrete da natureza destrutiva de uma devastadora guerra civil.

O Monumento a Washington, na capital E.U., a 555 pés e 5 1 / 8 polegadas de altura, é o mais alto obelisco do mundo. A construção do obelisco começou em 1848 e foi interrompida por muitos anos durante a Guerra Civil.
Hoje, o sombreamento visíveis diferentes de mármore deste marco surge a cerca de 150 pés acima do chão. Após a guerra, era impossível encontrar os materiais com uma cor que combinava com o original.

No momento da redacção deste texto, os líderes do núcleo vermelho começaram a render-se. O governo Abhisit mais concertado e melhores operações táticas parecia estar funcionando.
.
Só o tempo dirá se a nossa revolta terminará com a entrega dessas poucas pessoas, ou se todos os lados formaram uma ponte longa demais.
,
No final, o trabalho de remendar o tecido, rasgado, severamente social irá revelar mais formidável, e será outra a hostilidade declarada por conta própria.

Mas, como Lincoln provou ao seu país e ao mundo, a boa liderança pode ser tentado pela guerra, mas não tem de ser derrotado por ela.


- A Nação 2010/05/20
Tradução livre de José Martins

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - UM VIDEO DO JORNALISTA TONY JOH

BANGUECOQUE ARDE

Casa » Protestos na Tailândia Políticos » Bangkok Burns

A situação em Banguecoque foi de mal a pior na madrugada de Maio, 19, depois de semanas de negociações com os manifestantes vermelhos que parecem ir longe os militares arrombaram suas barricada de bambu e começou a limpar a área em torno do Parque Lumpini de manifestantes .

Os líderes do movimento de protesto vermelho se ofereceu para se transformar em polícia, na tentativa de travar qualquer tipo de violência mais, mas essa apresentação só pareceu irritar seus seguidores. Imediatamente após o anúncio de que a liderança vermelho se renderia os manifestantes começaram a atacar os centros de compras de luxo em torno de seu acampamento. Eles quebraram janelas, saquearam e em seguida, atearam fogo aos prédios e à tarde as nuvens de fumo poderiam ser vistas, de várias partes da cidade, do centro de Banguecoque.

Com os militares avançando no principal reduto vermelho perto da área Rajprasong os manifestantes espalhados por toda a cidade em uma tentativa de estabelecer uma nova base de operações. Explosões e tiros podiam ser ouvidos em toda a cidade, onde sempre os manifestantes vermelho usaram a violência parecia seguir. Bancos cinemas, shoppings, foram alvos de ataque por uma multidão que se sentiu traído por seus líderes.

Bombeiros, ambulâncias, ou jornalistas estrangeiros foram alvos dos manifestantes vermelhos com o propósito de destruir a cidade. Pela tarde o governo declarou toque de recolher numa cidade enorme, em uma tentativa de livrar as ruas de civis para que eles pudessem começar a conter os manifestantes.

Enquanto muitos na cidade estão satisfeitos de ver um fim à ocupação camisa vermelha do núcleo da baixa, outros estão preocupados que com a falta de liderança do movimento vermelho que poderia transformar-se em guerrilha contra o governo tailandês.

Parece que, finalmente, os manifestantes foram limpos para fora do núcleo da cidade e tenha sido resolvido um problema para o governo que também lhe criou muitos outros para os cidadãos cansados de Banguecoque que pode levar muito tempo, antes, do retorno a vida normal.


Tradução do texto livre de José Martins

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - INCENDIÁRIOS SUJEITOS A PENA DE MORTE

DSI adverte manifestantes de pena de morte

As pessoas que atearam fogo em propriedades públicas podem ser acusadas de terrorismo e as forças de segurança estão autorizados a utilizar balas, reais, para acabar com a turbulência generalizada no país imediatamente, o Departamento de Investigações Especiais, o diretor-geral Tharit Pengdit disse esta quarta-feira.

Centro do governo para a resolução de situação de emergência (CRES), alertou que as pessoas que são culpados de acusações de terrorismo poderia enfrentar uma pena de morte possível.

"As forças de segurança foram autorizadas a utilizar armas de fogo para prevenir actos terroristas, e que o governo gostaria de alertar as pessoas mal-intencionadas para parar de criar tumultos", disse o Sr. Tharit.

Ele disse que as pessoas que tentaram impedir as autoridades de exercer suas funções também pode enfrentar uma pena máxima.

"Há grupos de pessoas que pertencem a órgãos estatais e ateiam o fogo a locais públicos. A DSI gostaria de alertar essas pessoas que poderiam enfrentar uma sentença de morte", alertou o chefe da DSI.

Metropolitan Police o porta-voz Songpol Wattanachai disse que o primeiro-ministro Abhisit Vejjaijva ordenou que a polícia montasse barreiras em várias áreas e a utilização de medidas absolutas para prevenir actos terroristas e proteger a vida das pessoas e propriedades.

Ele disse que na polícia havia carros preparados para o transporte de pessoas de volta às suas residências.

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - MAIS UM HOTEL A ARDER EM BANGUECOQUE




Century Park Hotel incendiado

Publicado em: 19/05/2010 às 22:30
Notícia: Breakingnews


O Century Park Hotel localizado em torno de Din Daeng área foi incendiado na noite de quarta-feira, de acordo com reportagens de televisão.
Autoridades ainda não conseguiu controlar o fogo a partir de 21:00.

Um shopping center também foi incendiado na noite, segundo relatos.


A loja 7Eleven na área também foi saqueado.


A Administração Metropolitana de Bangkok (BMA) relataram que os edifícios em 9:00 em 27 locais foram incendiados nesta quarta-feira.


POLÍTICA DA TAILÂNDIA - ARTIGO DE NUNO CALDEIRA DA SILVA

Bangkok a Arder

Depois de um promissor começo do dia quando as forças do governo conseguiram sem grandes percas de vida (5 mortos e uma dezenas de feridos) tomar conta da situação da zona de Lumpini e obrigar, com o seu a avanço, a que os líderes da UDD que têm alguma dignidade (isto porque houve alguns que "se rasparam" abandonando os manifestantes) a entregarem-se à polícia o situação ficou totalmente fora do controlo do governo.

Após os líderes terem anunciado aos manifestantes a rendição começaram a ouvir-se as vozes de desacordo e começaram ao mesmo tempo os desacatos.

Não só os manifestantes que estavam em Rajaprasong entraram numa espiral de violência incêndiando tudo o que iam encontrando à sua volta como movimentos começaram a verificar-se em muitas outras zonas da cidade. Pude verificar como os moto-taxis e outros estavam a chamar os seus pares para irem lutar para não sei donde e por ventura eles também não saberiam para quê.

Há neste momento para além da zona de Rajaprasong-Siam conflitos violentos em Rama IV (desde Sam Yarn até Pra Khanong - uma muito vasta área), partes de Sukhunvit, Naratiwas, Din Daeng, etc. O Canal 3 da Televisão foi destruido pelo fogo e deixou de operar.

Para além disso em muitas cidades da província vários edifícios governamentais foram postos a arder. Chiang Mai, Udon, Khon Kaen, Kalasin, Mukhadahan, Ubon, pelo menos são lugares de onde tenho relatos de incidentes graves.

O governo perdeu o controlo total da situação e é de esperar um Golpe de Estado a qualquer momento.

ZEN part of Central World burning

O recolher obrigatório foi estabelecido das 20 horas às 6 da manhã e a partir das 18 horas o governo não prestará mais informações.

A questão do golpe não é tão linear, embora normal visto o governo ter perdido o controlo da situação, já que não haver união suficiente nas forças armadas. O mais provável será o afastamento do general Anupong, sempre defensor de uma linha moderada, e o surgir de Prayuth o homem duro do exército. Por outro lado há que obter as devidas confirmações para avançar.

O que é claro é que Abhisit acabou por deitar por terra o pouco capital que tinha, se tinha algum, ao ter uma visão tão pouco clara da situação.

Desde há muito que deveria ter sabido criar pontes com os elementos da UDD passíveis de acordar em soluções pacíficas. isso inclusive serviria para isolar ainda mais os radicais que no fundo foram os que hoje fugiram de Rajaprasong e continuam à solta causando todos os distúrbios que estamos a viver. Deixou passar o momento na ânsia de chamar terroristas a todos e que o que queriam era derrubar a monarquia e acabou refém da sua própria teimosia pois viu-se no final sem interlocutores e sem soluções. A pressão dos movimentos mais radicais também contribuiu para o temor de Abhisit de vir a perder, para o PAD-PNP, o eleitorado de Bangkok aquando de possíveis eleições.

O governo perdeu e quando isso acontece o poder está na rua e Bangkok arde.

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - INCÊNDIOS EM BANGUECOQUE


Fogos ateados em 27 pontos através de Banguecoque

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - INCÊNDIOS EM BANGUECOQUE

.

Desordeiros queimam 12 edifícios em Banguecoque

A Administração Metropolitana de Bangkok anunciou nesta quarta-feira à noite que os manifestantes incendiaram 12 edifícios em torno de Banguecoque durante o dia.

1. Nas áreas da avenida Rama I Road: Paragon e Siam Square. Teatro Siam foi completamente queimado.

2. Partes de Centara Grand Hotel na área da Ratchaprasong

3. Partes da Bolsa de Valores da Tailândia, com base na avenida Wireless

4. Edifício Mahathun na avenida Ploenchit

5. Filiais do Bangkok Bank e Bank of Sao tailandês na avenida Asoke

6. Partes do Gabinete de Controlo de Estupefacientes e de uma loja próxima conveniente 7Eleven em Din Daeng área

7. Bangkok Bank e de Governo, Banco de Poupança de ramos Din Daeng

8. Edificio Maleenont que instala a estação de televisão Canal 3

9 Avenida RamaIV: Filial do Bangkok Bank, Tesco Superstore, Lotus em Rama IV Road

10. A Autoridade Metropolitana Eletricidade em Klong Toey

11. Central Worl superstore na área Rajprasong

12 .Filial do Bangkok Bank no Monumento da Vitória

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - LÍDER VERMELHO PRESO


Arisaman preso: relatórios

Arisaman Pongruangrong, um líder camisa vermelha, foi preso, Matichon Online, o Canal 7 relatou.
Canal 7 disse Arisaman foi preso na área Ploenchit.
Matichon disse Arisaman foi levado para a Border Patrol Naresuan Polícia Base em Hua Hin.

The Nation


Fotografia em baixo: Arisama é ajudado por um grupo de camisas vermelhas quando fugia à polícia, de um hotel, em Banguecoque, em Abril último
-

Arisman líder vermelho de linha dura foi preso
Publicado em: 19/05/2010 às 19:35
Notícia:
Breakingnews www.bangkokpost.com
Lider dos camisas vermelhas Arisman Pongruengrong foi preso na avenida da Ploenchit na estação de metro de acordo com o website tailandês Rath.

Foi tranportado para o quartel da Polícia de Patrulha da Fronteira Naresuan na província de Phetburi.

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - EX-PRIMEIRO MINISTRO COM MANDADO DE DETENÇÃO

Tribunal aprova mandado de captura contra Thaksin e mais outras 9 pessoa com a acusação de prática de terrorismo

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - MÃOS CRMINOSAS INCENDIARAM O COLOSSO DE UM EDIFÍCIO EM BANGUECOQUE

.


Núvens de fumo saiem do 2ª maior shopping centre de toda a Ásia

Central Worls o edifício pode entrar em colapso depois de ataque incendiário

Um apresentador de TV, para a CRES, programa especial, hoje quarta-feira advertiu as pessoas ao redor da área para evitar a área do cruzamento da Rajprasong, perto do edifício Central World, que estava prestes a entrar em colapso.

Alguns camisas vermelhas incendiaram o prédio em chamas parte de tarde.

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - BANGUECOQUE ARDER


Central World destruído por incêndio


BANGKOK: - O Central World um centro comercial de Banguecoque e o segunda maior da Ásia, foi destruída por incêndio

Os relatórios indicam que o fogo, foi iniciado por manifestantes, camisas vermelhas logo após a rendição de seus líderes, brilhou por horas.

Os bombeiros não poderam entrar em cena e os empregados das lojas e departamentos incapazes de parar as chamas.

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - ARTIGO DO JORNALISTA THANONG

.
Quarta-feira 19 de maio de 2010
Bangkok está queimando
Postado por Thanong , Reader: 1279, 10:12:58 Impressão

19 de maio de 2010

É tudo acabado agora

02:00: Natthawut Saikhua, líder vermelhos, 15 minutos atrás acabou de anunciar oficialmente sua decisão de terminar o rali camisas vermelhas, trazendo o capítulo final para o caos que abalou Bangkok nos últimos dois meses.

As tropas militares, que iniciaram a sua operação às quatro horas da manhã, tem sobrecarregado os vermelhos no núcleo duro. Muitos guerreiros conseguiram escapar através da ajuda de alguns policias. Eles perceberam que iriam morrer se fossem à luta.

Jatuporn Prompand e outros líderes olhou em desespero total. Eles estariam submetendo-se ao Gabinete do Serviço Nacional, que está localizado ao lado da base do rali da Rajaprasong. A polícia vai certamente apresentar acusações de terrorismo contra eles.

Ouvi dizer que Arisman Pongruengrong também conseguiu fazer uma grande fuga. Ele colocou uma cabeleira na cabeças e vestido como uma mulher antes de desaparecer a partir do site do rali. De Homem-Aranha no episódio anterior, tornou-se Arisman uma bonita mulher


A repressão começa às quatro da manhã

10:15: Depois de um impasse prolongado, o general Anupong Paochinda, o chefe do exército, mandou finalmente as forças especiais militares de tempestade para o coração de Banguecoque para recuperar os territórios de camisetas vermelhas.

A operação começou por volta 4h00, quando as camisas vermelhas ainda estavam em sono profundo. As forças especiais do Exército e do IV Exército invadiram o Parque Lumpini para assumir os rebeldes armados. Houve confrontos no Parque Lumpini. Nenhum vítimas têm sido relatados ainda. Mas, como eu entendo, as forças militares ainda estão olhando para fora para os rebeldes armados dentro Parque Lumpini.

As tropas militares também têm rodeado o Parque Lumpini através da rua de Sarasin. Blindados veículos são vistos na avenida do Rei Rama VI e junto à estátua na frente do Parque Lumpini.



Uma coluna de fumaça escura no céu na Bon Kai.



Morte de uma Guarda Vermelha.



Actuando como porta-voz do governo, Panithan Wattanayakorn, esta manhã emitiu um comunicado dizendo que membros do público deveriam ficar longe das áreas onde as forças de segurança estão tentando apertar o laço em torno do local da base do rali da Rajprasong. Ele disse que as forças de segurança vão operar durante todo o dia para se aproximarem da Rajprasong.


Toda a área ao redor do Rajaprasong foi completamente isolada. Há apenas uma saída através do da avenida Rama I Road para Pathumwan. A operação militar tenta apertar os camisas vermelhas em todas as direções de modo que eles são forçados a se concentrar na avenida RamaI. Os camisas vermelhas estão autorizados a sair da área através de Pathumwan sozinhos, quando as autoridades os prendeu e levado-os para fora .

O governo havia dado aos camisas vermelhas um prazo até 15:00 de segunda-feira de 17 de maio, para dispersar e sair da base da Rajaprasong. Os camisas vermelhas foram ocupando o centro de Banguecoque desde 12 de abril. Mas o prazo foi completamente ignorado. Os camisas vermelhas no rali na Rajaprasong fracassou e ficou com apenas 2.000 atendentes. No entanto, a presença de rebeldes armados e lutadores camisas vermelhas de rua , que se misturam com as camisas vermelhas, é de extrema preocupação, fazendo com que o governo hesite em usar o emprego de forças para reprimir os manifestantes das ruas de Banguecoque.


A operação militar também havia sido adiada por notícias de que as camisas vermelhas no Paqrue Lumpini terão sido auxiliados pelo ex-guardas florestais, bem como franco-atiradores atrás da linha militar. Eles tinham que ter a certeza de que uma vez que os militares lançaram a operação, eles não seriam atingidos por trás.

A ordem militar era para capturar vivos o núcleo líderes dos camisas vermelhas na base da Rajaprasong, de Jatuporn Promphand, Saikua Natthwut, Pongruangrong Arisman, Atthawong Suporn para Phayap Panket. Eles seriam acusados de actos de terrorismo. Seus testemunhos que amplia a investigação para cobrir todos os cérebros por de trás do movimento camisa vermelha, que visava derrubar o governo de Abhisit que seria para criar um regime, novo, tailandês.

Já o Centro para a Resolução da situação de emergência revelou uma lista de cerca de 200 indivíduos de alto perfil e empresas supostamente envolvidas no financiamento do movimento de camisa vermelha.

Os nomes proeminentes incluem Thaksin Shinawatra, a sua clã e uma rede de empresários e empresárias. (Ver blogs anteriores para os nomes dos particulares e empresas). suas contas bancárias, bens e transações financeiras tenham sido congelados.

Trata-se de tratar e um grande golpe para o movimento dos camisas vermelhas, cujos líderes consistem principalmente de negócios em Banguecoque, as elites políticas e militares.

Com esta lista negra, qualquer perspectiva de uma trégua entre as camisas vermelhas e do governo vêm caindo. Os camisas vermelhas, porém, não tinha a intenção de terminar seu comício em primeiro lugar, depois de terem alcançado o objectivo de cobertura do governo Abhisit para criar um governo interino. Ao mesmo tempo, o núcleo duro vermelho foi devastando Banguecoque com a queima de pneus usados, bombas incendiárias ( motolovs) granadas M-79 e armas.

A esta hora, 11:00: o branchat Kasikornbank Bon Kai, Rama IV, está a arder. O fogo, que já se arrasta por mais de duas horas, vai vomitando fumo negro no céu. Os edifícios nas proximidades, Soi Namdupree correm o risco de fogo. As autoridades estão agora a tentar conter o fogo lá.

Há confrontos entre as tropas militares e da UDD na Sala Daeng. Os militares estão a fazer um adiantamento para a avenida Sarasin a via para área Sala Daeng. Cerca de 10 pessoas, das quais duas estão gravemente feridas foram levados para o Hospital da Polícia para o tratamento das feridas. A evacuação do ferido para o hospital da Polícia extremamente difícil, porque as camisas vermelhas bloquearam a entrada da avenida Rama I. Existe apenas uma entrada no Hospital da Polícia.

Panithan acaba de anunciar (11:35) que as tropas militares tomaram totalmente o Parque Lumpini . No entanto, eles estão guardando a avenida Sarasin firmemente.


Há relatos de que alguns líderes de núcleo da camisa vermelha já tentaram fuga. O jornal Manager Online disse que Arisman Pongruangrong desapareceu do site do rali.

A minha avaliação, a esta hora antes do meio dia é que as camisas vermelhas seria mal encaminhado. Em nenhum momento, eles vão estar perdendo a batalha.

A pressão está aumentando como as tropas militares estão tentando, com seus veículos blindados para avançar para a Avenida Rajaprasong, onde o local do comício camisas vermelhas está sendo realizada.

Apesar da operação bem sucedida militar iminente, as autoridades estão cautelosos sobre as réplicas: não poderia haver atos de terrorismo em diferentes partes de Banguecoque.

No meu entendimento, os estrategistas militares da chave camisas vermelhas foram abafadas e seu centro de comando foi processado obsolte. Na ausência do comando operacional de seus estrategistas, os camisas vermelhas estarão em desordem.

Ao meio-dia, as tropas militares avançaram para Sarasin área Rajaprasong /. Eles estão tomando seu tempo.

TV Canal 3 apenas informou que Arisman Pongruangrong, Suporn Atthawong e Dr Weng Tojirakarn fugiram do local rally. Eles abandonaram seu povo Red Shirt. Agora eles estão temendo pela sua própria vida.

Apenas Natthawut Saikua e Jatuporn Prompand prometeram ficar pendurados na base do rali. Eles não trairiam a camisa vermelha. Os guardas vermelhos são uma protecção forte esquema de segurança para eles. Eles todos não dispersam a manifestação.

Nessa hora, temos de admirar a coragem de Nattawut e Jatuporn. Eles mantiveram suas palavras. Tiremos o chapéu para os dois de linha dura.

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - 15 PONTOS IMPORTANTES DE BANGUECOQUE INCENDIADOS

Manifestantes atearam fogo em 15 pontos, principais, em Bangkok


O Departamento Civil de Prevenção de Desastres anunciou que os manifestantes, camisas vermelhas incendiaram pelo menos 15 pontos, importantes, do centro comercial de Banguecoque.

The Nation


POLÍTICA DA TAILÂNDIA - ORDEM DE RECOLHER IMPOSTA

Ordem de recolher imposta das oito - seis horas da manhã

O governo impôs toque de recolher em Bangkok 20:00 às 6:00.
.
O recolher obrigatório estará em vigor até novo aviso.

The Nation

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - BANGUECOQUE ESTÁ A ARDER

Bangkok está a arder

Homens desconhecido incendiaram vários edifícios e centros comerciais em Banguecoque, após os líderes principais da Frente Unida para a Democracia contra a Ditadura, dar por terminado o rali no cruzamento Ratchaprasong, relatórios disse.

Foi relatado que o fogo começou no 7-Eleven em Din Daeng, Central World in Ratchaprasong, Teatro Siam , Siam Square, e as sucursais de bancos comerciais nas proximidades.

Além disso, o 6 º andar do Edifício Maleenond em Rama IV e os Klong Toey escritório da Região Metropolitana de Bangkok Electricity Authority também lhe atearam fogo.

Além disso, os vermelhos atearam fogo aos salões provincial em Khon Kaen e Udon Thani, os relatórios disseram.

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - SAQUES E INCÊNDIOS EM BANGUECOQUE

Manifestantes saqueiam a Siam Square, atearam fogo ao Teatro Siam

The Nation

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - NESTE MOMENTO SAQUEIAM O CENTRAL WORLD

Saques realizados no Central World

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - ONDA SE INCÊNDIOS SEGUEM-SE

Manifestantes atearam fogo ao Canal 3 de televisão

Manifestantes, vermelhos, atearam fogo ao parque de estacionamento do Canal 3 cerca das 3:00. PM

O incêndio causou danos em cerca de 10 veículos.

Um homem que cobriu o rosto incendiou o escritório do Bangkok Bank no primeiro andar.

Assustado o pessoal correu para fora do escritório.

The Nation

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - LOJA 7 ELEVEM INCENDIADA

Incêndio, numa loja 7-Eleven na área de Din Daeng

Um grande incêndio irrompeu a 7-Eleven no cruzamento de Din Daeng às 2:45 pm.

O fogo estava a espalhar-se para prédios próximos, enquanto os residentes locais tentaram, mas não conseguiram controlá-lo.

Espessa fumaça também foi visto saindo do prédio perto do do Prédio Century
The Nation

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - OS VERMELHOS AMEAÇAM INCENDIAR JORNAIS EM BANGUECOQUE



Pessoal do jornal The Nation receberam ordens para ir para casa

A direcção do Nation Multimedia Group disse a seus funcionários a deixar o escritório em 3:15 depois de informações que os manifestantes se dirigiam para atacar as instalações do jornal.

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - ONDA DE INCÊNDIOS NÃO PÁRA EM BANGUECOQUE


O pessoal do Jornal Bangkok Post está a ser evacuado





Todos os funcionários foram obrigados a deixar o prédio Bangkok Post em Klong Toey pouco antes de 3:00 dado os vermelho-shirts reunidos nas proximidades e em cinco posições avançadas para baixo da avenida Na Ranong.

O prédio também abriga o irmão jornal Hoje em língua tailandesa .

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - DEPOIS DO LÍDERES SE ENTREGAREM O TIROTEIO CONTINUA

Tiroteio em Din Daeng continua no cruzamento

POLÍTICA DA TAILÂNDIA - TOQUE DE RECOLHER IMPOSTO

Toque de recolher para ser aplicada em Bangkok, hoje, quarta-feira: ministro da Defesa

AS SUAS NOTÍCIAS NO DIA 19.05.10

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

SEF não deixa Aimar viajar para os EUA
David Villa: Barça dá 42 milhões
Quim: Cobiçado em Itália
Cotrim Figueiredo: Marcelo é boa notícia
Barreiro: Repsol assaltada

Capa do Público Público

Hospitais públicos forçados a pagar operação no privado
Cem mil euros em terceiros computadores para deputados
Inquérito TVI: escutas levam PSD a querer mais audições
Vulcão provoca queda de 8,6 por cento no tráfego aéreo em Abril
Bolsas de Nova Iorque com quebra significativa

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Cada escola decide como vai explicar casamento 'gay'
Advogadas e agricultoras vão ter subsídio de maternidade
"Vão dizer: O gajo bate no Cunhal"

"Foi por amor ao PCP que no final se equivocou"
"Digo ao meu pai para conduzir devagar e parar no vermelho"

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Autarcas do Cartaxo alvo de buscas da PJ
Mourinho quer trio da Luz
Leões interessados no sérvio Radosav Petrovic
Ópera no Porto com Rossini
Tribunais podem dar adopção gay

Capa do i i

Vem aí o "Tozé". Assis também está na fila da sucessão
Saldanha Sanches. "Estava sempre disposto a discutir"
Passerelle. Estado pede 25 milhões de euros aos arguidos
Trabalhador cai de uma grua e morre num empreendimento turístico no Algarve
PSD pede adiamento da análise às respostas de José Sócrates

Capa do Diário Económico Diário Económico

Roubini: 'Vigilantes' das obrigações podem atacar EUA em três anos
Governo apresenta hoje redução do défice aos parceiros sociais
Alemanha castiga o euro
Compra de 30% da TVI está a ser “complexa”, admite Pais do Amaral
Hospitais arriscam ruptura de serviços com condicionamento na contratação de médicos

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

As notícias em foco na edição de hoje, dia 19 de Maio, no Negócios
Presidente da Islândia fala sobre a Crise
Euro regista mínimo de mais de quatro anos e negoceia abaixa dos 1,22 dólares
Bolsas asiáticas recuam para mínimos de três meses
Avis conta ter carro eléctrico em Portugal no próximo ano


Capa do Oje Oje

Católica inova no Mestrado de Ciências da Comunicação
SIBS acelera expansão internacional
Desemprego sobe até 10,6% no 1.º trimestre
Avis cresce 10% este ano com corporate
Galp e Petrobras vão produzir biocombustíveis de 2.ª geração

Capa do Destak Destak

SpongeBob ensina arte às crianças
Exposição Nickelodeon inaugurada em Lisboa
Metallica de novo em Lisboa
SATA alarga "code share" com a TAP às ligações com o Canadá
Governo "não hesitará em manter as medidas até 2013 se for preciso"

Capa do 24 Horas 24 Horas


Capa do A Bola A Bola

Vítor Pereira muito próximo
José Gomes por mais uma época
Málaga aceita negociar Duda
«Já ganhei muita coisa no FC Porto e todos procuram novos rumos» - Fucile
«Não passar a fase de grupos seria um grande fracasso» - Miguel

Capa do Record Record

Leões negoceiam Petrovic
Vieira: «Porta aberta para Nuno Gomes»
Saviola: «Não é só Di María que tem qualidade»
Maniche está seguro
Paulo Bento desmente abordagem dos dragões

Capa do O Jogo O Jogo

Atlético e Sevilha disputam último troféu da época
Deportivo apresenta proposta por Baba
Sporting vence Benfica ( 27-23)
Pereirinha: “Estou contente no Sporting”
Uruguai: Peñarol campeão