Translator

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, enfim ....

.

Opinião
.
O utilizador-pagador

Por JORGE COELHO, Deputado do PS (28 Outubro 2004 - Diário de Notícias)

"...É o que este Governo (refere-se ao governo PSD/PP na altura) está a fazer nas Scut e vamos ver se fica por aqui. A ameaça seguinte é na saúde.
Algumas das vias rodoviárias onde querem colocar portagens são instrumentos essenciais para o desenvolvimento de determinadas regiões. Noutros casos são o único instrumento de mobilidade das pessoas de forma segura.

É preferível estagnar?
É preferível colocar obstáculos ao desenvolvimento do interior e agravar as disparidades regionais?
.
Quer-se pôr em causa os parques industriais de algumas dessas cidades do interior, que são um caso raro de emprego permanente e com isso acentuar a emigração para o litoral?
.
Mas também nas Scut o desnorte do Governo é completo. Cada dia diz a sua coisa. Agora até o prof. Cavaco Silva, para ajudar, quer abrir uma excepção para a Via do Infante, no Algarve. Ele tem razão, como têm razão todos aqueles que, de norte a sul do País, protestam contra a introdução de portagens nas Scut.
-
Afinal, para que pagamos impostos? É para que a redistribuição possa garantir maior equidade. É para que o investimento público tenha preocupações sociais e de desenvolvimento. É para garantir igualdade de oportunidades.
.
É para que o colectivo assuma solidariedades internas, para que o acesso a serviços essenciais não seja um privilégio apenas de alguns. No fundo, todos ganham. Porque a exclusão provoca marginalidade, provoca riscos de insegurança, de subdesenvolvimento, de epidemias... péssima qualidade de vida para todos.
(...)
O que está em causa não são apenas as portagens nas Scut. É muito mais do que isso. É o acesso generalizado à saúde, à educação, à cultura; à segurança... é um modelo de desenvolvimento. É um modelo de país.
.
A discussão tem sido feita de forma fortuita por alguns temas que são colocados na agenda dos media. Ainda não existe uma perspectiva global do que pretendem, mas os sinais dados pelo segundo Governo desta maioria PSD/PP evidenciam que há um projecto político liberal a ganhar forma e que vai ter continuidade. Com a agravante de corresponder aos anseios da parte mais conservadora desta coligação.
(...)
Neste processo de debate e no que se refere às Scut, quero salientar a forma corajosa e empenhada como o Eng. João Cravinho e o PS têm defendido um modelo que este Governo procura denegrir. Não é fácil combater a propaganda governamental que tem um controlo crescente na comunicação social e na comunicação institucional.
.
Mas, hoje, também gostaria de juntar a minha voz à de todos aqueles que se revêem e sentem orgulho no trabalho do Governo do PS em ter criado condições para que o interior do País tivesse infra-estruturas rodoviárias que permitissem a todos os que lá vivem, trabalham, ou querem passar a viver ou trabalhar, as condições de desenvolvimento e de qualidade de vida idênticas a todos os portugueses.
Com o PS, isso foi e é uma realidade. Com a direita, jamais isso aconteceria.


Para ler o artigo completo ->
http://dn.sapo.pt/inicio/interior.aspx?content_id=587296
.
Mota vai criar empresa para cobrar portagens nas SCUT
" O Económico"
Dírcia Lopes e Nuno Miguel Silva, 19/05/09 20:00

O grupo Mota-Engil vai criar uma empresa participada designada Equimetragem para gerir a cobrança de portagens reais nas concessões SCUT Sem Cobrança ao Utente do Grande Porto e da Costa de Prata.
.
Esta revelação foi feita hoje por Jorge Coelho, administrador executivo da Mota-Engil., à margem da conferência "Relações Económicas Portugal Angola", promovida pelo Diário Económico.
.
Este responsável adiantou que a Equimetragem está a desenvolver tecnologia para gerir a cobrança de portagens nestas SCUT no âmbito da Ascendi . A Ascendi é um veículo financeiro vocacionado para a gestão de concessões de transportes, controlado em conjunto pela Mota (60%) e pela Espírito Santo Concessões (40%), e que reúne activos neste segmento em Portugal e no estrangeiro, assim como os da Opway, construtora resultante da fusão entre a OPCA e a Sopol e que é accionista da Espírito Santo Concessões.
.
As SCUT da Costa de Prata e do Grande Porto, controladas pela Mota-Engil são, a par da SCUT do Norte Litoral, as três concessões em que o Governo pretende introduzir a cobrança de portagens reais. Esse objectivo só será conseguido depois de estarem disponibilizados os DEM - Dispositivos Electrónicos de Matrícula.
.
Daí que Jorge Coelho considere que a decisão do Governo de avançar com a lei que cria o DEM é "fundamental" para a estratégia que a Mota-Engil tem para esta área. Ontem, foram publicados em Diário da República diversos decretos-lei que estabelecem o regime de funcionamento deste sistema de cobrança electrónica de portagens, definem os estatutos da sociedade gestora do sistema e estipulam as multas para quem não aderir ao sistema.
.
Falta apenas a publicação da portaria regulamentar, a ocorrer durante os próximos 60 dias, e que irá precisar as especificações técnicas dos DEM. A partir daí, haverá um período de seis meses em que o DEM será gratuito. Mas, a partir do momento em que os dispositivos estejam disponíveis, será possível à Mota iniciar a cobrança de portagens através da Equimetragem.
.
A introdução de portagens nas SCUT levou à exigência por parte das concessionárias de equilíbrios financeiros junto do Estado, alegando perda de receitas. Os valores de compensação financeira estão há mais de um ano a ser negociados, ainda não se tendo chegado a qualquer acordo.
.
Lá vamos cantando e rindo, .... (que saudades)

d

JORNALISTAS... CLARO QUE TAMBÉM (ALGUNS) FAZEM JEITOS

.

Clique em baixo e leia a interessante peça:

“Eu vou-te cá mandar um jornalista”

“Não te tratam mal. Eu vou-te cá mandar um jornalista da televisão para te fazer uma entrevista e tu dás essa entrevista na véspera da viagem e metes os portugueses no coração. E assim foi, fez uma entrevista belíssima. Quando cá chegou não houve nem uma manifestação de protesto”, conta o socialista Almeida Santos.

O MIÚDO QUER ANDAR ÀS CAVALITAS

.


Manuel Alegre - que aparece todos os dias sem que haja alguém que lhe explique que não é suportável aguentar-se tamanha basófia irrelevante até Janeiro - parece um miúdo a tentar chamar a atenção ao mais velho (que não lhe liga nenhuma) para ver se o mais velho o leva às cavalitas. É melhor entreter-se sozinho, embalado pela doce voz de Maria de Belém, entre tiros a pássaros e caçadas menores.




RECOMENDAÇÃO PARA OS QUE APRECIAM "BACANAL" COMUNITÁRIO

.

Doença vénereas de maior risco de contágio para swingers do que para prostitutas

LONDRES
Qua Jun 23, 2010 07:04 EDT
LONDON (Reuters) - Cientistas que estudam swingers - casais heterossexuais que trocam regularmente parceiros sexuais e desfrute de sexo em grupo na reunião organizada - dizem que têm maiores taxas de infecções sexualmente transmissíveis (DSTs ) do que as prostitutas.

Pesquisadores, holandeses, publicaram os seus trabalhos no British Medical Journal e provaram que swingers mais velhos - aqueles com mais de 45 anos - são particularmente vulneráveis e ainda são um grupo ignorado pelos serviços de saúde .

Estimaram a população de swingers é de muitos milhões em todo o mundo , os cientistas disseram que havia um risco deste grupo poder actuar, como ponte, de transmissão de DST "para a população global. "

" Embora as estimativas exactas não estão disponíveis , a população swingers é provavelmente grande ", escreveu Anne- Marie Niekamp , que trabalhou no estudo com colegas da Universidade de Maastricht . O estudo holandês analisou o número de pacientes swingers que procuraram tratamento em 2007 e 2008 em três clínicas de saúde sexual do Sul Limburg , na Holanda. Durante o período de estudo , havia pouco menos de 9.000 consultas em três clínicas . Um em cada nove dos pacientes era um swinger , com uma idade média de 43.

Globalmente , as taxas combinadas de clamídia e gonorréia eram pouco mais de 10 por cento entre as pessoas diretamente , 14 por cento entre os homens gay, pouco menos de 5 por cento em mulheres prostitutas , e 10,4 por cento entre os swingers, eles encontraram. Swingers do sexo feminino apresentaram maiores taxas de infecção do que swingers do sexo masculino. Um em cada 10 swingers mais velhos tinham clamídia e cerca de um em cada 20 tinham gonorréia.

A clamídia é a mais comum das doenças sexualmente transmissíveis entre as mulheres e em 70 por cento dos casos não causa sintomas. A infecção bacteriana pode levar à doença inflamatória pélvica, gravidez ectópica e infertilidade. A gonorréia é uma outra infecção bacteriana que pode levar à infertilidade se não tratada.

Niekamp disse que, enquanto outros grupos de alto risco , como jovens, hetero , gays e prostitutas , foi relativamente fácil para os serviços de saúde para identificar e alvo de aconselhamento e ajuda, swingers geralmente eram uma comunidade escondida.

"Isso torna muito difícil de alcançar ", disse ela em entrevista por telefone . " Porque eles são tão escondido e , de certa forma também estigmatizados , é difícil para eles se apresentarem para testagem e tratamento de DST .

.

FRANÇA - REFORMA: AGITAÇÃO SOCIAL

24.06.10 - France24
.
Centenas de milhares de pessoas marcharam contra a reforma previdenciária
.
Sindicatos congratularam-se com a magnitude do movimento contra a reforma previdenciária proposta e acreditam que mobilizou cerca de dois milhões de pessoas em toda a França . A polícia dá conta de cerca de 800 mil manifestantes.
(Texto)
Achren verdiana (Video) AFP -
.
" Nesse ritmo , acho que não , no final de 62 anos ", como Olivier Brouzes , um trabalhador da Arcelor Mittal , disse que os franceses, demonstraram-se, quinta-feira, contra o projeto de lei sobre as pensões e manifestando o receio de ser utilizado o rancor no declínio da idade legal.

video video

PORTUGAL - BRASIL: HOJE DIA DO JUIZO

Brasileiros "invadem" comunidade portuguesa para jogo decisivo
24 de junho de 2010 • 09h01 • atualizado às 09h45
  Foto: Reinaldo Marques/Terra

Próxima ao Estádio de Durban, a torcida brasileira faz festa na véspera da partida contra Portugal
Foto: Reinaldo Marques/Terra

Renato Pazikas

Direto de Durban

Terceira maior cidade da África do Sul, Durban tem uma grande comunidade portuguesa. Estima-se que 25 mil lusitanos morem no balneário, que, com suas belas praias, é um dos principais pontos turísticos do país da Copa do Mundo.

Só que os europeus começam a dividir esse espaço com os brasileiros, que chegaram em grande número para acompanhar a partida decisiva entre as duas seleções, nesta sexta, às 11h (de Brasília), no Moses Mabhida. A arena, com capacidade para 70 mil torcedores, é uma das mais modernas do Mundial.

Na porta do estádio, o movimento nesta quinta era quase que exclusivo de torcedores do Brasil. Camisas amarelas por todos os lados e muita festa na véspera da partida. Um grupo que veio de São Paulo fazia barulho com uma corneta apelidada de "bazooka".

"Isso aqui faz muito mais barulho que as vuvuzelas", explicou Eduardo Pascoal. "Os portugueses acham que vão ganhar fácil, coitados. Vai ser 2 a 1 Brasil", apostou o torcedor, antes de tirar sarro de quatro mulheres dentro de um carro com bandeiras de Portugal, o único registro de lusitanos nos arredores do estádio.

Ao lado do grupo, André Rosa fazia truques com dois cachorros. "Garrincha" e "Fenômenocão" faziam malabarismos com uma bola e arrancavam aplausos dos curiosos. Um vestia roupa do Brasil, o outro da África do Sul. "Quero fazer com que eles virem mascotes da Copa de 2014", pediu André.

Os torcedores sul-africanos também estão do lado do Brasil. Mostram simpatia pelo time de Dunga, apesar de reclamarem da ausência de Ronaldinho. "Vocês vão ganhar a Copa com os gols do Luís Fabiano. São os melhores do mundo", arriscou o taxista Sunil Gaskar, que é filho de indianos.

Durban tem muitas diferenças em relação a Johannesburgo, a base brasileira durante o Mundial. A cidade tem a maior colônia de indianos fora da Índia (estimativa de um milhão, ou quase um terço da população). Além disso, o clima é subtropical com temperaturas mais amenas no inverno - mínima de 11° C e máxima de 26° C durante o jogo.

Copa 2010 no celular

Notícias, fotos, classificação, tabelas, artilheiros, estatísticas e curiosidades também estão no celular.
Acompanhe o minuto a minuto de todos os jogos do Mundial e escolha os melhores em campo.
Acesse: m.terra.com.br/copa
Baixe o aplicativo: m.terra.com.br/appcopa

HISTÓRIA CONCISA DE PORTUGAL CONTEMPORÂNEO

24.6.10


«Temos hoje uma classe política corrupta, um governo autoritário, 600 mil desempregados, menos imprensa livre, educação medíocre, justiça lenta, saúde para alguns, mais impostos e um Estado arruinado. E o povo, prosperou? O Eurostat diz que não: Portugal e Malta são os únicos países que, com um PIB per capita inferior à média europeia em 1998, se afastaram desta média nos dez anos seguintes. Ou seja: os outros convergiram, Portugal divergiu. Os números estão aqui
Luís M. Jorge, Vida Breve

DO NOSSO CORRESPONDENTE DO BRASIL + A PRAGA DA VUVUZELA


PERSEGUIDORA IMPLACÁVEL

vuvuzela-Dirty-Harry

Link para este post
» Enviar para um amigo


22.06.2010

CAMISA 10!

A melhor camisa da Copa…

camiseta-vuvuzela

“Sopre aqui.”

Link para este post
» Enviar para um amigo

MANO? É “NÓIS”!

Luis-Fabiano-mao

Link para este post
» Enviar para um amigo


18.06.2010

AS INTERMITÊNCIAS DA MORTE

Link para este post
» Enviar para um amigo

A PRAGA DA VUVUZELA

.

A ESPERANÇA SERÁ A ÚLTIMA A MORRER EM NÓS

.

Quinta-feira, 24 de Junho de 2010 12:29
Ernst & Young: Dívida externa é principal problema de Portugal

A “elevada” dívida externa é o principal problema português, considerou hoje o sócio da Ernst & Young José Gonzaga Rosa, no dia em que a consultora divulgou previsões que estimam uma contração do PIB de 1,1 por cento este ano.

“O nosso principal problema nem é o défice orçamental, é sobretudo uma dívida externa muito elevada, que não tem sido causada apenas pelo Estado, mas também pelas empresas”, disse à Lusa José Gonzaga Rosa.

O responsável falava à Lusa no dia em que a consultora divulgou as previsões de Verão que apontam para um revisão em baixa da taxa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB).

“Estamos a prever uma contração em 2010 de 1,1 por cento e em 2011 de 1,5 por cento”, disse.

Diário Digital / Lusa

PRECE AO SANTO ANTONINHO

.


APELO A SANTO ANTÓNIO
Fantástico poema popular

Ó meu rico Santo António
Meu santinho Milagreiro
Vê se levas o Zé Sócrates
P'ra junto do Sá Carneiro

Se puderes faz um esforço
Porque o caminho é penoso
Aproveita a viagem
E leva o Durão Barroso


Para que tudo corra bem
E porque a viagem entristece
Faz uma limpeza geral
E leva também o PS


Para que não fiquem a rir-se
Os senhores do PSD
Mete-os no mesmo carro
Juntamente com os do PCP


Porque a viagem é cara
E é preciso cultivar as hortas
Para rentabilizar o percurso
Não deixes cá o Paulo Portas


Para ficar tudo limpo
E purificar bem a cousa
Arranja um cantinho
E leva o Jerónimo de Sousa


Como estamos em democracia
Embora não pareça às vezes
Aproveita o transporte
E leva também o Menezes


Se puderes faz esse jeito
Em Maio, mês da maçã
A temperatura está a preceito
Não te esqueças do Louçã


Todos eles são matreiros
E vivem à base de golpes
Faz lá mais um favorzinho
E leva o Santana Lopes


Isto chegou a tal ponto
E vão as coisas tão mal
Que só varrendo esta gente
Se salvará Portugal





AUSTRÁLIA: UM MULHER A DIRIGIR OS DESTINOS DO PAÍS

.

A Austrália tem uma mulher, como chefe de governo, pela primeira vez na história

Substitui Julia Gillard, Kevin Rudd, também trabalhista, pelo fraco desempenho e popularidade

AGÊNCIAS 24/06/2010

A Austrália tem pela primeira vez, na história, uma mulher como primeiro-ministro. Julia Gillard, Até agora vice-primeiro ministro. Kevin Rudd foi substituído hoje quarta feira presidente do país situado no sul do Oceano Pacífico depois de uma votação interna para a liderança do Partido Trabalhista . Rudd, atormentado por uma enorme queda em sua popularidade, admitiu a derrota , sem qualquer confronto nas urnas. As próximas eleições são realizadas na Austrália em outubro.
.
Citados pela BBC Acreditamos que Kevin Rudd não compareceu à votação porque sabia que ia perder . As mesmas fontes afirmam que não há política externa australiana e vai mudar com a chegada do Gillard . Alguns pontos-chave da agenda permanecerá com a permanência das tropas no Afeganistão, a médio prazo.
.
Gillard deve agora reunir o seu partido e enfrentar os mesmos problemas que levaram ao declínio do apoio popular de seu antecessor. O ministro "flamboyant" principal terá de reconsiderar o projecto de lei sobre o comércio de emissões de gases com efeito de estufa, o governo desistiu quando perdeu o apoio do Parlamento e do imposto sobre actividades de mineração, que se opôs a uma proprietários campanha multimilionária empresas do sector.
.
Nascida há 48 anos no País de Gales , Reino Unido, Gillard emigrou com sua família para a Austrália aos quatro anos. Estudou Direito e é considerada uma mulher de caráter forte, dom da palavra e grande comunicadora. Ela não é casada ou tem filhos e companheira de noitadas com Tim Mathieson , um cabeleireiro de Melbourne.
.
O secretário do Tesouro, Wayne Swan , ocupará a vaga Gillard como vice- primeiro-ministro , com a decisão do Partido Trabalhista . O líder da oposição liberal , Tony Abbott terá que reorganizar , por seu turno , a estratégia política e eleitoral no novo líder. No momento , já disse que não há um líder diferente, mas a mesma política.

AS SUAS NOTÍCIAS NO DIA 2a.06.10

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Espanha: Dez morrem atropelados por comboio
Emergência em risco no mês de Julho
Augusto Santos Silva: Urgências na Estrela
Otelo Saraiva: Sem salário de coronel
Lisboa: Entrega ladrão à PSP

Capa do Público Público

Wall Street encerra sem direcção clara
Pirlo também falha jogo com a Eslováquia
O Mundial vai ter um Alemanha-Inglaterra como na final de 1966
Roger Federer na terceira ronda
SAD da União de Leiria fora do “plano B” da autarquia

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Sentença da Casa Pia em risco de ser adiada para Setembro
SEF descobre palácio chinês do sexo
Recolha de provas vai avançar
'Apagão' leva director da PJ ao Parlamento
Maioria dos fogos em Viseu causada por "mão criminosa"

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Futuro da TDT paga está ainda em aberto
Gabinete garante que primeiro-ministro não é arguido
Estatuto e avaliação docente entram hoje em vigor
Só o Supremo e o PGR podem notificar Sócrates
Avô de 68 anos violava a neta deficiente

Capa do i i

Macário Correia limita horário do café da autarquia para acabar com "horas de conversa nos bares"
Moura Guedes: "Sócrates não se pode esconder no cargo que ocupa"
Portugal pode perder 700 investigadores estrangeiros
A Caverna. Comissão termina com meia verdade por revelar, diz PSD
Petróleo da Venezuela valeu contratos de 262 milhões a Portugal

Capa do Diário Económico Diário Económico

Oferta da Telefónica pela Vivo em risco de ser anulada
Advogados da PT estudam impugnação
PT negoceia o dobro das acções
Venda de 8% da PT reduz pressão para subida da oferta
O tudo ou nada joga-se na assembleia geral

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

O que é preciso para conseguir ser inovador
Certificados do Tesouro não ameaçam financiamento dos bancos
Brisa sai do Brasil e estuda entrada na Turquia ou na Índia
Empresa portuguesa investe 230 milhões no turismo de Minas Gerais
"Vamos ter um "crash" algures no segundo semestre"

Capa do Destak Destak

Duelo de titãs decorre 'apenas' em meio relvado
Governo condiciona acordo com o PSD à retirada da revogação dos chips eletrónicos
Alemanha vence Gana (1-0) e marca choque de titãs com a Inglaterra
Rui Costa elogia qualidades de Jara e Gaitán
BE e PCP exigem reduções imediatos nas despesas das campanhas e criticam PS e PSD

Capa do 24 Horas 24 Horas


Capa do A Bola A Bola

Fernando Santos é o eleito para seleccionador
Kieszek apontado ao Dragão
«Quero ganhar títulos» - Torsiglieri
A bela e o Mundial (actualizado - veja as fotos)
«Fizemos tudo o que pudemos» - Radomir Antic

Capa do Record Record

Ninguém quer laranjas
Hora de puxar galões
Central Henrique assinou por 2 anos
E. Amadora: Decisão adiada até setembro
Uruguai: Alvaro Pereira em dúvida

Capa do O Jogo O Jogo

Thibodeau vai orientar Chicago Bulls
Radomir Antic: "O culpado é o árbitro"
Gyan desvaloriza vitória alemã
Quatro jogos dos oitavos já definidos
Pim Verbeek considera que goleada frente