Translator

domingo, 22 de agosto de 2010

ESPANHA: " A IRA DOS BOIS"

.


Sergio Aguilar recebeu um chifrada grave no pescoço e deixou-lhe ferida , 15 centímetros, na coxa
.
Jose Luis Merino - Bilbao - 22/08/2010
.
Os touros foram excelentes, excepto o primeiro, que apresentara dificuldades para um toureiro com poucos recursos e um plano medíocre artística. Quero dizer a Antonio Barrera.

Um golpe horrível
O destro Sergio Aguilar é chifrado por seu segundo touro , durante a segunda corrida do pagamento da Semana Grande , realizada na Praça de Touros de Vista Alegre de Bilbao- Reuters

video

SEM COMENTÁRIOS DAQUI - ESTÃO NAS IMAGENS



Cenas de tortura em uma polícia

torture_phili.jpg

Este vídeo , filmado com um telefone celular , envergonhando a polícia de Manila. Ela mostra um policial que tortura um pequeno criminoso, segurando uma coleira de seus genitais .

Atenção: Essa cena é particularmente chocante.

Video sem data.

De acordo com o Comissário Chefe Roberto Rongavilla , citado pelo jornal Philippine O Daily Inquirer o policial responsável por esse ato de barbárie é o inspetor-chefe Joselito Binayug distrito de Tondo , em Manila. Esta foi já objecto de três acusações de violação dos direitos humanos , ele também tinha sido ouvido no âmbito de uma investigação de assassinato em 2009. Joselito Binayug nega ser a pessoa que aparece no vídeo. O Comissário Chefe prometeu à família da vítima de que uma investigação séria seria realizado neste incidente. Joselito Binayug e 11 polícias acusados de terem participado na tortura cena já havia sido dispensado de suas funções.

video

A ROSALINA MERECIA OUTRA MORTE COM MAIS DIGNIDADE...!!!

.

Niguém os conhece. Seguem por aí, disfarçados, vestidos de bom pano, bons dialogantes, inseridos na política e na "farrapada" exibicionista que não é mais que a "escória" da sociedade humana.
É a "malandragem" dos fungos que aparecem em todos os cantos. Têm poder e muita influência entre outros execráveis.
Os videos abaixo inseridos bem nos provam que o senhor Feteira era um empreendedor e homem de uma inteligência, rara, que durante o período de sua ascenção de sucesso não se viu livre da "escumalha" política.
Foi firme e não se baixou a políticos e a outros ratos para que lhes oferecesse umas fatias de queijo. Vemos, no video, o senhor Feteira com 98 anos com uma lucidez impressionate e a despejar o "saco" das misérias, humanas, que teve de enfrentar pela o correr de sua vida de quase centenário.
A Rosalina, sua companheira e secretária, não deveria ser pessoa ordinária, dado aos contactos internacionais que topava pela frente nas constantes viagens, ao estrangeiro, de negócios do seu patrão/amante
O senhor Feteira morreu, partiu e a Rosalina perdeu o patrão/amante e desde então surge a alcateia de lobos dóceis e de outros, maus, para a devorar.
A Rosalina foi crédula optou pelo lobo dócil que a manobrou e confiou-lhe a defesa, dos lobos maus, da fortuna que (supomos) ter herdado do senhor Feteira.
Caiu na armadilha do lobo dócil. Já tinha confiado nele como lobo bom e não passava de um lobo mau e feroz.
Mas o mais estranho que nos possa parecer é como a Rosalina foi para os anjinhos em Dezembro do ano passado e depois de mais de seis meses é que o caso é trazido para a praça pública.
Algo há que se procurou esconder sobre o assassinato, a sangue frio, da velha senhora. O assassino não teve classe nenhuma, porque deu dois tiros a Rosalina no peito, terminou-lhe com a vida, num depósito de sucate e não lhe buliu numa peça de valores, pessoais, que levava com ela.
Roubou-lhe sim a pasta com a documentação que levou com ela de quando se iria avistar com o advogado, que ela, a Rosalina lhe tinha confiado 6 milhões de dólares para depositar num banco Suiço.
A Rosalina merecia outra morte e com mais dignidade e não terminar os seus dias, depois de felicidade com o senhor Feteira, num depósito de ferro velho. José Martins
Herança maldita

Assassinato de milionária repercute em Portugal

Jornais e TVs de Portugal divulgam, desde a madrugada deste domingo, a matéria do EXTRA sobre a morte de Rosalina Ribeiro, de 74 anos, que disputava uma herança de R$ 80 milhões apenas no Brasil. O "Correio da Manhã", um dos maiores diários lusitanos, traz como manchete em seu site "Portuguesa assassinada no Brasil", exibindo o vídeo do EXTRA que mostra o último registro da portuguesa com vida.

A RTP, principal rede de TV portuguesa, também abriu espaço para o crime em seu telejornal da manhã deste domingo. Tanto no "Correio da Manhã" quanto na RTP, é dado destaque à ligação entre Rosalina e o advogado Domingos Duarte Lima, ex-deputado do Partido Social Democrata (PSD) português. Duarte Lima teria sido uma das últimas pessoas a ver a idosa com vida.

Leia também:

Portuguesa que disputava herança milionária foi assassinada no Rio

Corpo de portuguesa assassinada ficou 12 dias no IML de Cabo Frio

Milionário português foi amigo de Juscelino Kubitschek

Filha que milionário português teve fora do casamento disputa fortuna



video video


DUARTE LIMA SUSPEITO - "LIXO" HUMANO

,

Justiça

Duarte Lima suspeito no Brasil

Inquérito da polícia, ao qual o CM teve acesso, tem 14 perguntas e diz que versão não bate certo.

Por:Ana Luísa Nascimento / Sónia Trigueirão / D.G.S. - Correio da Manhã

Por que razão foi ao Brasil para se encontrar com Rosalina quando esta tinha viagem para Portugal na semana seguinte? Por que razão se encontrou com a cliente num café e não na sua casa?

Estas são apenas duas das 14 perguntas que a Polícia Civil do Brasil enviou a Duarte Lima, em Fevereiro, altura em que assumiu que o advogado português é suspeito da morte de Rosalina Ribeiro, companheira e herdeira do milionária Tomé Feteira.

Segundo o inquérito da Justiça brasileira, ao qual o CM teve acesso, Duarte Lima é, claramente, considerado suspeito. A investigação, a cargo do Departamento de Homicídios do Rio de Janeiro, foi iniciada a 29 de Janeiro e logo a 9 de Fevereiro foram enviadas por e-mail 14 questões dirigidas a Duarte Lima, última pessoa a ver Rosalina com vida. Aliás, seis dias depois o ex--deputado contratou dois advogados brasileiros e a 18 de Fevereiro pediu o levantamento do sigilo à Ordem dos Advogados.

Segundo o advogado português – que tomou a iniciativa, a 12 de Dezembro, de enviar um e-mail à polícia a dar conta do desaparecimento de Rosalina, informando logo que a tinha deixado, na noite de 7 de Dezembro, em Maricá (a 90 km do Rio) – este teve um encontro de meia hora com a sua cliente num café perto da sua casa, no bairro Flamengo, e levou-a, depois, a seu pedido a Maricá, onde a deixou com uma mulher loira de nome Gisele.

No entanto, a polícia não acredita na versão. 'Nenhuma das pessoas entrevistadas se lembra de ter visto Rosalina na companhia de uma mulher loira', lê-se no inquérito, onde os investigadores acrescentam: 'Após exame e análise de todo o material não se detectou nenhum detalhe que corrobore a versão de Duarte Lima'.

O CM tentou durante todo o dia de ontem, sem sucesso, entrar em contacto com Duarte Lima para obter uma reacção à posição da polícia brasileira.

DELEGADO DO CASO BRUNO

Felipe Renato Ettore, o delegado (inspector) do Rio de Janeiro que investiga a morte de Rosalina Ribeiro, ingressou na polícia há 15 anos como oficial de cartório. Passou a delegado a 17 de Novembro de 2008, e a sua ascensão na carreira foi meteórica. Depois de fazer sucesso chefiando esquadras de regiões muito violentas do Rio, comanda há menos de um ano, com apenas 37 anos, a Divisão de Homicídios. Pelas suas mãos já passaram outros casos de grande repercussão, como o que envolve o ex-guarda-redes do Flamengo, Bruno, suspeito de matar a amante. Foi ele quem o ouviu em primeiro lugar.

FILHA FORA DO TESTAMENTO

A guerra travada por quase dez anos entre Olímpia Feteira, filha do milionário Lúcio Tomé Feteira, e Rosalina Ribeiro, que durante 32 anos foi amante e secretária dele, começou assim que foi conhecido o testamento deixado pelo empresário, que morreu dia 15 de Dezembro de 2000, aos 98 anos. Feteira deixou Olímpia de fora da parte da herança testamentária e contemplou Rosalina. Mas a filha e outros herdeiros reclamaram nos tribunais.

No documento, lavrado a 3 de Fevereiro de 1999, Feteira deixou 15% da fortuna para Rosalina, 80% para a criação da Fundação Família Feteira, destinada a receber idosos carenciados mas que até agora não se concretizou, e 5% para uma sobrinha. Mas Olímpia e outros interessados, nomeadamente os herdeiros de Adelaide Guerra dos Santos Feteira, mulher do milionário que morreu anos depois dele, contestaram nos tribunais portugueses a parte de Rosalina e o processo arrastou-se. No dia 10 de Março deste ano, a Justiça deu ganho de causa a Rosalina, garantindo-lhe a sua parte na herança, mas de nada lhe valeu. A portuguesa tinha sido assassinada três meses antes, a 7 de Dezembro. No Brasil, porém, Rosalina viu ser-lhe negado o reconhecimento de união estável com o empresário.

BANGUECOQUE - DESTAQUE - TRANSPORTE PÚBLICO

Ligação, ferroviária, entre a cidade de Banguecoque e o aeroporto internacional

  • Publicado em: 23/08/2010 às 12:00
  • seção do jornal: Notícia - Bangkok Post
28 quilómetros de ligação do aeroporto, internacional, ao centro da capital tailandesa, arranca hoje (23.08.10) a operação comercial reduzindo o tempo de viagem entre o centro da cidade e o aeroporto Suvarnabhumi , em Samut Prakan .
.

A ligação ferroviária cobrará tarifas, promocionais, até o final do ano. A empresa espera atender cerca de 50 mil passageiros diariamente.

O serviço tem vindo a operar em carácter experimental desde 01 de junho , atraindo cerca de 17.000 pessoas por dia e a viajar gratuitamente.

State Railway da Tailândia ( SRT ), governador Yutthana Thapcharoen, ontem, liderou uma inspeção da ligação ferroviária e suas instalações para garantir que estava pronta para serviços comerciais.

Senhor Yutthana informou que a nova ligação é um excelente elo de aproximação de Banguecoque e o aeroporto internacional . "

" É o sistema mais rápido de transporte ferroviário do país ", disse.

"É conveniente e oferece [ serviço ] de qualidade. "

Senhor Yutthana disse o SRT pediria ao gabinete do Governo para aumentar o capital social de uma empresa subsidiária para executar a ligação ferroviária de 500 milhões de baht baht 2.000 milhões .

O ministro dos Transportes Sohpon Zarum agendou inspecção à ligação ferroviária, hoje, para verificar se há algum problema a necessitar de correcção

"Eu verifiquei que um comboio tinha um defeito e teve de voltar à central de Phaya ", disse o ministro.

" Esse tipo de coisa pode fazer os passageiros perderem seus vôos. "

Os passageiros que utilizarem a "Linha Cidade" (directa ao aeroporto) e a de todas as paragens , com uma tarifa, fixa, de 15 baht para uma viagem durante o período da promoção. A linha , funciona das 6 horas da manhã à meia-noite e despende 30 minutos para viajar da estação de Phaya ao aeroporto de Suvarnabhumi.

Os passageiros que utilizarem a Linha Expresso vão pagar 100 baht por cada viagem (cerca de 2,10 euro) uma viagem. Demora 15 minutos para viajar à estação Makkasan para o aeroporto sem parar. Além disso, opera a partir de 06:00 à meia-noite .

As tarifas para a Linha City irá variar de 15 a 45 baht baht , dependendo da distância percorrida, após 1 de janeiro de 2011 , enquanto as tarifas da Linha Express subiria para 150 baht .

Os passageiros poderão fazer check-in de suas bagagens na Makkasan estação de transferência para a companhia aérea , uma vez que o serviço foi totalmente operacional.

A FOTO DO DIA - A SENHORA RAPOSA A FOTÓGRAFA

Lens a hand ... Jessie with camera
The Sun

LOBO ANTUNES: "QUEREM LHE CHEGAR A ROUPA AO PELO!"

.
Lobo Antunes teme os militares que ofendeu

Tomar, Santarém, 21 ago (Lusa) - O escritor António Lobo Antunes faltou hoje a uma iniciativa onde estava prevista a sua presença, alegando "razões de segurança" depois de ter sido publicamente ameaçado de violência física por um grupo de militares reformados, explicou fonte da organização.

Segundo Manuel Faria, vice-presidente executivo da entidade de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo e um dos promotores do iniciativa, o escritor cancelou hoje a sua vinda a Tomar onde estava previsto passar um fim de semana de férias e estar presente hoje à noite numa conversa com leitores num café da cidade.

Lobo Antunes terá justificado a ausência com o facto de temer pela sua segurança após ter lido hoje uma notícia do semanário Expresso em que o referido grupo de oficiais reformados admite "dar um par de murros em público" e "ir ao focinho" do escritor.

NOTA: A violência física entre pessoas é coisa a evitar em ambiente civilizado. Porém, a violência da calúnia, da mentira, das fantasias de ficção apresentadas como verdades que, usando um discutível conceito de «liberdade literária», deturpam a boa imagem, a honra e o sentido de civismo dos indivíduos que cumpriam um dever que lhes foi imposto para defesa de populações e do País, não pode ser um acto violento a aceitar impavidamente e que fique sem castigo.

E o castigo, num País onde a Justiça é de tal forma ineficaz que os próprios agentes superiores se debatem publicamente, sobre o seu mau funcionamento, só pode ser levado a cabo por indivíduos que não queiram morrer amordaçados e ter de aceitar injúrias de indivíduos sem escrúpulos como é tal escritor.

A ele só resta a confissão pública de que aquilo que escreveu em livro contra os militares com quem esteve em Angola era mera fantasia e não correspondeu minimamente à realidade, e que não quer de qualquer forma prejudicar a memória do falecido Ernesto Melo Antunes e dos militares que com ele serviam.
Insultar os combatentes
Não é meu costume responder a textos genéricos do Gabriel Cipriano, apesar de me revoltarem...
Agora quando pretende referir-se a mim e nem o nome correcto põe (Manuel Amaro Bernardo)... Aqui em Portugal normalmente tratam-se as pessoas pelo nome e pelo apelido, que no meu caso é Bernardo.
Quer este senhor dizer que quando um autor insulta os combatentes que andaram a combater em Angola, como eu, a obra onde tal é publicado passa a ser ficção!!!
Claro que acha ser assim para defender o dito escriba para evitar um processo de difamação pelo texto publicado, onde refere matarem-se homens mulheres e crianças para terem mais galardões... Por amor de Deus, não queira fazer-nos passar por analfabetos. E pelo que se viu, ele tem mesmo problemas de consciência por ter afirmado o que foi publicado. Seria uma campanha para vender mais livros... no entanto parece que "o tiro lhe está a sair pela culatra".
Cada cidadão de um Estado de Direito deve assumir as suas responsabilidades e não ser desculpado por conseguir ter chegado a ser um autor "visível" no mercado editorial português-
Cor Manuel Bernardo

PORTUGAL - LISBOA

.


LOBO ANTUNES: VELHOS MILITARES QUEREM-LHE "ASSAPAR"....


Lobo Antunes ausente de Tomar após ameaças
01h48m
O escritor António Lobo Antunes faltou a uma iniciativa em Tomar alegando "razões de segurança", depois de ter sido publicamente ameaçado de violência física por um grupo de militares reformados.

Segundo Manuel Faria, vice-presidente executivo da entidade de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo e um dos promotores do iniciativa, o escritor cancelou a deslocação a Tomar onde estava previsto passar um fim-de-semana de férias e estar presente na noite deste sábado numa conversa com leitores num café da cidade.

Lobo Antunes terá justificado a ausência com o facto de temer pela sua segurança após ter lido uma notícia do semanário “Expresso” em que um grupo de oficiais reformados admite "dar um par de murros em público" e "ir ao focinho" do escritor.

Na notícia do semanário, os ex-militares acusam Lobo Antunes de ter difamado e injuriado as forças militares num parágrafo de uma entrevista publicada no livro "Uma Longa Conversa com António Lobo Antunes", da autoria do jornalista João Céu e Silva.

Nesta entrevista, Lobo Antunes fala do número de baixas mortais no seu batalhão na guerra colonial em África e da forma como os soldados tentavam transferir-se para zonas de combate mais calmas.

Segundo afirmam ao Expresso, estes militares reformados querem processar os escritor e negam as referidas baixas em combate e o referido método de transferência dos soldados para zonas de guerra mais calmas.

Lobo Antunes e a sua editora recusaram comentar a notícia.

José Ribeiro, amigo do escritor e membro da Academia Pedro Hispano - da qual Lobo Antunes também faz parte -, interveio nesta iniciativa em Tomar e criticou o escritor por este ter faltado a este compromisso. "Tomar esteve à altura da obra do António Lobo Antunes mas ele não esteve à altura de Tomar", disse José Ribeiro.

AS SUAS NOTÍCIAS NO DIA 22.08.10

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Mata filho após discutir
Lobo Antunes: Receio de militares
Foguetes ferem criança
Cadáver em armazém
Matosinhos: Farmácia assaltada

Capa do Público Público

Nova derrota do Benfica no campeonato a fazer história
PSD afirma que Sócrates apresentou “país de mentiras”
Empate entre conservadores e trabalhistas cria impasse político na Austrália
Sócrates: PS "não troca" apoio ao orçamento pela adesão à revisão constitucional do PSD
A cabeça do Braga em Sevilha e o corpo (sem pontaria) em Setúbal

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Associação de Discotecas processa Fátima Lopes
Directoria de Lisboa analisa caso de Rosalina
Sócrates não troca OE pela revisão
Associações criam fundos para crianças carenciadas
Acidentes na caça fizeram 32 vítimas e 7 mortes

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Taizé ajuda jovens a descobrir Deus
França cede à xenofobia contra ciganos do Leste europeu
Lobo Antunes ausente de Tomar após ameaças
Jovens detidos por roubo e agressão a condutora
Preso depois de assalto já tinha escapado à PJ

Capa do i i

Câmaras não recebem mesmo valor por cada aluno
Portugal expulsou 425 imigrantes até Junho
Passos não aceita mexer no projecto de revisão constitucional
Manuel Alegre vai para a estrada na segunda quinzena de Setembro
Famílias reagem ao aumento de IVA e abrandam no consumo

Capa do A Bola A Bola

«Quero ser campeão por Portugal» - José Mourinho
Fucile preso por pinças
Liedson recuperado para alimentar sonhos
«Ainda podíamos ter marcado mais golos» - Jokanovic
Taça: Sorteio coloca Bremen no caminho do Bayern

Capa do Record Record

«Há acordo por Otamendi e só falta mesmo assinar»
Plantel não está fechado
Ordenado afasta Drenthe
Wendel apontado às águias
Falta marcar golos e... não sofrer

Capa do O Jogo O Jogo

Luís Alberto: "Foi bom vencer com muita humildade"
Jorge Jesus: "Todos os guarda-redes têm dias melhores e piores"
Leões na corrida por Bolatti
'Águias' saem derrotadas da Madeira
Luisão: "Assumimos toda

A JUVENTUDE PORTUGUESA TEM A CULTURA QUE LHE INCUTIRAM. E.....MAI NADA!

O único que sabe é o Chinês
25 de Abril... a revolução dos ignorantes!

Na volta ainda vão dizer que D.Afonso Henriques era guarda redes do V. GUIMARÃES !

É de arrepiar.....

video

Dá-se um jeito para a cronologia dos Reis de Portugal, clicando a seguir

http://lana-caprina.blogspot.com/2006/06/cronologia-dos-reis-de-portugal.html

AMIGOS, CÃES, PUTAS E SEUS AFINS

.

.
Ora eu sou um tipo já entrado na idade e claro está com muito conhecimento da “puta” da vida que não é assim tão fácil, igualmente, como as que, por várias circunstância, têm necessidade de ser putas.
.
Não tenho nenhuma memória de minhas "putas" tristes como as do escritor Gabriel García Márquez. Foram todas umas raparigas alegres, bebemos uns copos, divertimo-nos e até à próxima festa.
.
Já vão uns anos bons um amigo que trabalhamos juntos na província de Cabo Delgado, em Moçambique, me disse com todo o sentido filosófico: "quem das ´putas´ faz cabedal ou vai parar à cadeia ou ao hospital”.
.
O recado não era para mim mas para um outro nosso colega que quando se metia com uma mulher, chamada da vida, esquecia o serviço e os amigos.
.
Não pensem por aí que eu tenho algo contra as “putas” porque umas vão para a esfrega porque gostam da boa vida e ainda outras para a ganharem.
.
Tive um cão que a terra do meu quintal tem que era um daqueles cães que nunca largava a casa e esperava-me ao chegar. Mas quando lhe cheirava a cio de alguma cadela saída, o estupor do cão, esquecia-se da comida e desaparecia por uma semana e chegou a um mês fora do meu olhar.
.
Uma vez apareceu-me passado um mês cheio de carraças, sem os dentes caninos, todo mordido da canzoada que teve de morder para lutar pela posse da sua "puta" canina.
.
Ora o que se passa é que eu tenho um amigo, há uns anitos bons, que deixou de aparecer em minha casa, porque segue enrolado e ataviado de cio, a uma "puta", que não conheço se triste ou uma feliz contente.
.
O certo é que deixou de me visitar desde que anda metido com a "puta".
.
Assim não há diferença nenhuma entre cães e os amigos que os trocam por uma "puta".
José Martins

CONTRA A VIOLÊNCIA DE TODOS OS GÉNERO

.


video