Translator

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

FRANÇA: A VIDA DOS CIGANOS NÃO ESTÁ NADA FÁCIL POR LÁ...

.
.
Durão Barroso e a hipocresia dos ciganos. Não sou racista e os ciganos nunca me lixaram com um corte de fazenda porque me coloquei à tabela...
Sarkozy tem as suas razões da "escumalha" que aparece em França, depois da Europa aberta...
Já viram, por aí, em Portugal, um cigano a pegar numa enxada a cavar terra?
Isso é que era bom... O cabo da enxada faz calos...
E bem melhor, dia-a-dia vigarizarem o próximo do que calejar as mãos.
O "gajo"
Barroso vai dando uma no cravo e outra na ferradura para defender o "tacho".
.
Daqui um aviso para o "gajo" Barroso: "mete-te oh marmelo com o Sarkozy que mais dia menos dia vais para o desemprego..." José Martins

Actualizado em: 2010/08/09
- França - imigração - Roma - UE
Besson e Lellouche para visitar a Roménia para defender a política de Roma
O ministro da Imigração e da Secretária de Estado dos Assuntos Europeus vai se reunir com vários ministros romeno convencer dos méritos de sua política vis-à-vis aos ciganos, o que irrita Bucareste.
Por Despacho (texto)
AFP - França, que quer levar a cabo os despejos de Roma, apesar das críticas em França e no estrangeiro, envia seus ministros quinta-feira Eric Besson e Pierre Lellouche à Roménia para tentar explicar aos dirigentes deste país uma política que irrita.

"Romenos", "ciganos" ou "viajantes"?

"Viajantes" é o termo administrativo, instituído no final de 1970, o que significa que as comunidades nómadas na França, aqueles "cujas profissões ou ocupações que exigem uma viagem de caravana continuou por muito tempo do ano" . Eles têm nacionalidade francesa.

A Roma " ou "ciganos", são originalmente um povo nômade da Índia, hoje predominantemente sedentário. Na França, o termo "Roma" refere-se a origem nômade, principalmente romenos e búlgaros. Eles gozam de liberdade de movimento, mas não dentro da categoria jurídica dos franceses "viajantes".


Os ciganos são chamados de forma diferente em diferentes áreas geográficas. Falamos de "ciganos" , em Camargue, no sul da França e Espanha. Na Itália, ou países de língua oficial, no entanto, ele é chamado de"ciganos".

O ministro da Imigração e da Secretaria de Estado dos Assuntos Europeus devem ser recebidos pelo primeiro-ministro da Romênia, Emil Boc, o ministro do Interior, Vasile Blaga, e Ministro dos Negócios Estrangeiros Teodor Baconschi.

Na cruzada contra a imigração clandestina e crime contra o presidente eo governo francês endureceu as medidas contra a Roma, o desmantelamento de dezenas de campos e, com ajuda financeira, enviando centenas delas para os seus países de origem, principalmente da Roménia.

"Nós não suspendemos o renovado" Besson disse quarta-feira na Assembleia Nacional, perguntando: "Por que nós?

Tudo acontece sob as leis da República e as normas europeias, foi justificado nas últimas semanas o governo, citando um aumento acentuado da criminalidade cometida por cidadãos romenos.

A França é também defendeu uma maior integração económica e social dos ciganos nos seus países, com o apoio da União Europeia (UE), que são cidadãos.




Mas Paris parece ter problemas para convencer e Bucareste manifestou sua contrariedade. "Esta não é uma solução", declarou o ministro dos Negócios Estrangeiros romeno Teodor Baconschi, sobre o regresso dos ciganos.

A Roménia também desafiou a ameaça de segurança citada pela France. "O argumento de violação da segurança pública não é válido", declarou Bogdan Aurescu, número dois da diplomacia, durante uma reunião com os comissários europeus responsáveis pela Justiça e Assuntos Internos, Viviane Reding e Cecilia Malmström.

O Estado-Membro da UE desde 2007, provavelmente, também o caráter "retorno" voluntário de Roma solicitou à Comissão Europeia a fim de verificar as alegações francês sobre isso ", dada as circunstâncias que rodearam a evacuação dos assentamentos sucessivas, até que os interessados são obrigados a aceitar a oferta de regressar aos seus países em troca de uma quantia em dinheiro.




O que diz a lei sobre o movimento de Roma?

A maioria dos ciganos provenientes da Roménia e da Bulgária, dois membros da União Europeia desde 2007. Eles podem circular livremente nos países da UE, mas são restritos, os seus países não são parte do espaço Schengen, formado por 22 dos 27 países da UE.


Se eles não encontraram trabalho no prazo de três meses após a sua entrada ou, se não mostrar meios de subsistência suficientes, eles podem ser deportados a qualquer momento. Ditto se for considerado culpado de perturbar a ordem pública.

Antes de sua visita quinta-feira em Bucareste, MM. Besson Lellouche se renderam em 31 de agosto, em Bruxelas, para defender sua política.

Paris Sem nunca criticar explicitamente as medidas francesas contra a Roma, a Comissão convidou para atender às regras da UE sobre a livre circulação ea liberdade de estabelecimento na União Europeia. Ela solicitou informações pormenorizadas "para determinar se eventuais renovações de Roma para a Roménia é consistente ou inconsistente com o direito europeu.

Apesar destas advertências e críticas de especialistas das Nações Unidas, o Vaticano, a OSCE ou do Parlamento Europeu, a França não mostrou nenhum sinal de inflexão.

Besson já chegou a anunciar um projecto de alteração para renovar a lei permitir que estrangeiros da fronteira, em caso de "ameaça à ordem pública, em relação com os atos repetidos de roubo ou mendicância agressiva." Este projecto visa ciganos queixam-se de organizações não-governamentais, embora Besson é toda a conversa de "cidadãos búlgaros e romenos. Mais de 8,3 mil ciganos foram enviadas entre 01 de janeiro e final de agosto.

O ministro também mencionou uma adaptação da legislação "para lutar contra o abuso de direito no curta", enquanto a UE garante o direito de livre circulação na UE dos cidadãos de seus países membros
Click here to find out more!

ADVINHA QUEM VIVE NA MAIOR... VÊ SE ÉS BRUXO


· Adivinha do dia
0 - Tem um processo em curso de investigação
1 - Negou coisas que o seu chefe disse
2 - Esteve muito ligado ao PSD
3 - Sabe fazer umas cantarolas
4 - Também sabe jogar golfe
5 - Desde há uns meses nunca mais se ouviu falar dele
· De quem falamos ????
(...ver resposta abaixo ...)
Resposta:
·
· - Dias Loureiro!...

A viver actualmente à grande e à fartazana em Cabo Verde.
É o dono do maior Resort Turístico da Ilha do Sal...
( ... é aquela ilha, daquele país africano onde o BPN
criou umas "sucursais" e um banco mais ou menos virtual,
com que se faziam umas operações de lavagem
e fugas ao fisco, etc., etc.,... )
P.S.: Alguém dá por ele na nossa imprensa?...
O que nos leva a pensar tal esquecimento?...
Como vêem, nesta pseudo-democracia
é fácil fazer esquecer um roubo
superior a mais de 4 mil milhões de euros,
quando, se tem amigos... por todo o lado...
Vá passando para os esquecidos
se irem lembrando!...




ESTADOS UNIDOS: ACENDE-SE, ENTRE AMERICANOS E MUÇULMANOS, A POLÉMICA ....

.

A maioria dos americanos são contra a construção de um centro islâmico planeado perto de Ground Zero.


.
A polêmica cresce mais depois do plano da construção de uma mesquita perto de Ground Zero proposto, cujo objectivos seria de terminar com confrontos políticos.
-

Por Jon Cohen e Kyle Dropp
Quarta-feira, 8 de setembro, 2010, 06:33 PM

A maioria dos americanos dizem que o centro da comunidade, muçulmana, planeou o local de culto na Baixa Manhattan, como estratégia de provocação, cujo espaço é sensível e com a oposição esmagadora, de acordo com uma pesquisa Washington Post-ABC News.

Esta história
View All Items in This Story
View Only Top Items in This Story

XIQUINHO LOUÇÃO: E OS SUBMARINOS "TIRADENTES" AOS PORTUGUESES

.



Sátira a inauguração do Tridente
.
Submarino do BE “navegou” do Rossio ao Chiado
.
08.09.2010 - 20:11 Por Luciano Alvarez

No dia em que o Governo inaugurou oficialmente o novo submarino Tridente nas águas do Alfeite, o Bloco de Esquerda também tinha um para apresentar, mas no lisboeta largo do Chiado.

O BE entendeu satirizar a compra do Tridente
O BE entendeu satirizar a compra do Tridente (Nuno Ferreira Santos)

“Venham ver esta maravilha. Esta pechincha de mil milhões de euros que Paulo Portas e o engenheiro Sócrates oferecem ao país. Venham ver…”, gritava através de um megafone um militante do BE no Rossio, onde o submarino de esponja “atracou” antes de seguir para o Chiado.

“Venham ver esta maravilha. O país está nas lonas, mas já temos um submarino e vem outro a caminho. Não há dinheiro para a saúde, para a educação, para os desempregados, mas temos um submarino, tecnologia alemã e só custou mil milhões de euros. É só o equivalente a quatro escolas e três hospitais”, insistia o militante do BE, perante os sorrisos dos que por ali passavam.

O submarino do BE “navegou”, movido a energia humana, para o Chiado onde o esperava “o ministro dos assuntos profundos” que fez a inauguração oficial “da maravilha portuguesa”.

José Manuel Pureza, líder da bancada parlamentar do BE, explicou depois aos jornalistas que a manifestação pública era “uma forma de intervir pelo humor” e “chamar a atenção para uma opção errada”. “Se alguma vez se justificasse este investimento, não se justificava de certeza neste momento de crise”, afirmou. E lembrou que a aquisição do submarino “está ligada a um dossier tenebroso”, que é o das contrapartidas pelas aquisições de equipamentos militares “que estão todas, ou quase todas por cumprir”.

CARLOS QUEIROZ: "O ARTISTA DE MOMENTO EM PORTUGAL"

.

.
Mas afinal o que se passa neste país? Mas quem é quem o Carlos Queiroz para que este "artista" saia, estes últimos tempos,todos os dias, na comunicação social? O "artista" é um homem de problemas e cheio de rabos de palha. Mas o culpado não é o "artista", mas outro "artista" que já há muito o deveriam colocar na "alheta"... O nome do "artista" do filme chama-se Gilberto Madail. Que deixassem seguir o artista pela "estranja" a tratar da vidinha e não fosse trazido para Portugal.

09 Setembro 2010

Queiroz pede absolvição e arquivamento
Ontem
ADRIANO ROCHA (Jornal de Notícia)
Carlos Queiroz pede o arquivamento e a absolvição no processo do "polvo". Além de considerar que o Conselho de Disciplina não é competente para apreciar o caso, a defesa sustenta que o seleccionador não praticou nenhum ilícito, em matéria desportiva ou criminal.

O MANEL ALEGRE E AS SUAS BOCAS DE GRANDE "MANGUELAS"

.
Este Manel, este Manel... O "manguelas" nunca vergou a espinha na "puta" da vida... Tem chulado desde 0 25 de Abril de 1974 o contribuinte português e agora o "manguelas" ainda quer habitar o Palácio de Belém... O "caralho" deste velho com reformas de vários cantos e ainda quer outras mordomias... Não votem neste "gajo", não vote no "manguelas" mafioso.
.

Manuel Alegre

Visto prévio aos orçamentos 'belisca' Constituição

O candidato a Belém diz que a aprovação dos orçamentos é da competência da Assembleia da República


O candidato à Presidência da República Manuel Alegre mostrou-se hoje desagradado com a decisão dos ministros das Finanças da União Europeia (Ecofin) de haver um visto prévio aos orçamentos dos estados membros, considerando que 'belisca' a Constituição Portuguesa.
'Aquilo que me desagrada é a fiscalização do Ecofin', porque 'não está nos tratados' da União Europeia e 'belisca a Constituição' Portuguesa, disse Manuel Alegre, frisando que 'a aprovação do Orçamento é uma competência específica e exclusiva da Assembleia da República'.

QUEIMAR O CORÃO: PROBLEMAS À VISTA

.
O projeto de um pastor para queimar o Alcorão levanta preocupações
Sitio para queimar o al Corão
Formuladores de políticas internacionais e líderes religiosos condenaram energicamente a iniciativa de um ministro da Flórida, que tem a intenção de queimar exemplares do Corão na 9 º aniversário do 11 de setembro.
Por Despacho (texto)

AFP - Um projecto de um grupo evangélico E.U. para queimar o Corão 11 de setembro, quarta-feira, despertou fortes advertências por todo o mundo, os Estados Unidos expressam preocupação com as vidas de seus soldados no Afeganistão, temendo um anti aumento -Islam.

O "Dove World Outreach Center" (Centro de Dove para ajudar o mundo "), um pequeno grupo fundamentalista cristã baseada na Flórida, quer publicamente queimar exemplares do Corão em Gainesville sábado para marcar o nono aniversário dos atentados de 11 de setembro .

A iniciativa, destinada a glorificar a memória das vítimas dos ataques ocorre em um momento delicado: os muçulmanos celebram o 10 de setembro próximo o fim do Ramadã.

Este projecto é "preocupante" e "põe em perigo as nossas tropas", disse a Casa Branca terça-feira, endossando as preocupações manifestadas pelo general David Petraeus, comandante das forças internacionais no Afeganistão.

"Estou muito preocupado com possíveis repercussões", disse o alto oficial, dizendo que iria servir a propaganda do Taliban no Afeganistão e reforçar o sentimento anti-americano no mundo muçulmano.

A manifestação sem violência, levantou cerca de 200 homens em Cabul segunda-feira, entoando "Morte à América" e "Viva o Islão".

O pastor da igreja em questão, Terry Jones, atuou na CNN que "as palavras em geral eram levadas muito a sério", mas foi "totalmente comprometido" com a realização do projecto, garantindo que " Não podemos encolher dos perigos do Islã ".

Por seu turno, o chefe da diplomacia americana, Hillary Clinton disse a um jantar de quebrar o jejum (iftar), realizada no Departamento de Estado: "Estou encorajado pela condenação clara e inequívoca do ato desrespeitoso que veio dos líderes americanos de todas as religiões (...) e os líderes americanos e líderes leigos de opinião ".

A iniciativa também foi condenado pelo secretário-geral da NATO Anders Fogh Rasmussen, que disse que "poderia ter consequências negativas sobre a segurança de nossas tropas."

O chefe da diplomacia europeia Ashton também "condenou" o projeto, dizendo que "respeita todas as crenças religiosas".

O Irã assegurou que o projecto iria provocar reacções "incontrolável".

O secretário-geral da Liga Árabe, Amr Moussa denunciou o projeto de um "fanático".

A instituição sunita Al-Azhar, no Cairo, tradicionalmente moderado, disse que "se o governo (E.U.) não consegue parar (...) vai arruinar as relações da América com o mundo muçulmano" e "uma oportunidade para o terrorismo".

Um alto funcionário egípcio Irmãos Muçulmanos, Essam al-Erian, tem, entretanto, considerou que o projecto vai aumentar o ódio aos Estados Unidos no mundo muçulmano. "

Sob a manchete: "ninguém queima o Corão," L'Osservatore Romano, jornal do Vaticano, foi feito na terça-feira repetiu várias condenações.

Na Indonésia, o mundo muçulmano mais populoso do mundo, o medo da minoria cristã da "tensão" e da União das 20 mil igrejas cristãs protestantes na Indonésia, enviou uma carta ao Presidente Barack Obama para instá-lo a intervir.

Composto de cinquenta membros, o "Dove World Outreach Center, criado em 1986, acusa o Islã de tentar dominar o mundo e chamou a outros grupos religiosos para se juntar ao" Dia Internacional para queimar o Corão. "

associações muçulmanas têm estimado que esta abordagem confirmou o aumento da islamofobia em os E.U. onde existe um centro islâmico proposto perto de Ground Zero em Nova York emotivo.

A U. S. Departamento de Justiça Eric Holder, que recebeu ontem à noite, 16 associações de todos os credos religiosos reúnem para discutir as medidas que o governo pode tomar contra ataques anti-muçulmano, disse que, para queimar o Corão seria "insensato e perigoso ", segundo comentários divulgados por representantes da comunidade muçulmana.