Translator

sábado, 11 de setembro de 2010

ESTÃO A DAR CABO DO CRISTIANO RONALDO

Não é preciso muita persuasão para Cristiano Ronaldo, tirar a roupa.

O winker é bem conhecido por seu amor de calças minúsculas, apertadinhas e flexionando seus peitorais.

Portanto, é surpreendente vê-lo apresentando o novo anúncio da Armani.

O clipe é certo para agradar ao seu exército de fãs femininas que ele suporta, a seu redor semi-nu em um quarto de hotel, admirado por uma camareira despercebida.

Ambos os clipes final com a pergunta "Quer mais?"

Não, obrigado.

Pant-ing for more? ... Ron's underwear
Ronaldo em cuecas

VERA LAGOA LEVANTA-TE DO TÚMULO E VEM VER A “MERDA” DA PROPAGANDA PARA A CORRIDA A BELÉM


.

Foto da esquerda, parte da "cambada" de Vera Lagoa já partiram para o inferno. Outros, como corujas ainda seguem por aí em procura de sugar algum azeite. Vera Lagoa numa esteve de amores com Ramalho Eanes de quando Presidente da República... Curiosamente eu também e outros milhões de portuguesese da época igualmente.
.
Levanta-te minha querida e vem ver que o Manuel Alegre, aquele a que tantas vezes lhe chamastes ruins nomes e “Pateta Alegre”, quer sentar o “rabiosque” pelado como o do macaco velho em Belém.
.
Olha meu amor tu partistes para o Céu porque no Inferno não tinhas lugar, mas parte dos gajos que tu deles fizeste aquilo que te apeteceu e a um lhe chamaste “maricas”, alguns, ainda andam por aí como dinossauros com as vértebras dobradas armados em salvadores deste Portugal que tantos lutaste por uma vida melhor dos portugueses, estes estão à beira de trajar a “tanga”.
.
Levanta-te minha querida, mesmo que seja só a tua alma invisível e demolidora para que observes a “chachada” que por este Portugal vai.
Teu sempre eterno amigo
José Martins

MNUEL ALEGRE: "ORA TOMEM LÁ,FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS, AMÊNDOAS DOCES"

.

“Rentrée” da candidatura à Presidência da República

Alegre diz que se for eleito vetará tentativa de acabar com serviços públicos

11.09.2010 - 21:04 Por Lusa

O candidato à Presidência da República Manuel Alegre sublinhou que se for eleito “vetará” qualquer tentativa de “acabar” com os serviços públicos de Saúde, Educação e Segurança Social, acusando Cavaco Silva de “não poder dar semelhante garantia”.

'Alegre
Alegre defende "uma visão mais aberta e menos conservadora" do país (Foto: Fernando Veludo)

No comício de “rentrée” da sua candidatura à Presidência, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, Alegre centrou a maior parte do seu discurso com fortes críticas ao mandato de Cavaco Silva e ao seu passado político, afirmando que o actual chefe de Estado“não está isento de responsabilidades” relativamente à crise e que na eleição presidencial estará em causa votar “por ou contra” os serviços públicos.

Ao saudar os apoiantes e envolvidos na sua campanha, pessoalizando os agradecimentos no presidente do PS, António Almeida Santos, no líder parlamentar do BE, José Manuel Pureza, e no presidente do Movimento Intervenção e Cidadania, José Faria e Costa, os três na primeira fila do pequeno auditório do CCB, Manuel Alegre saudou os seus adversários já anunciados e “até o que, não a tendo formalizado, é aquele que há mais tempo está em campanha”.

Depois de deixar também uma palavra homenagem às vítimas dos atentados de 11 de Setembro de 2001, o candidato defendeu que em Belém “é preciso uma outra visão do país, uma visão mais cultural e política e menos tecnocrática, uma visão mais aberta e menos conservadora e também uma outra concepção da função presidencial e do exercício dos poderes que lhe são inerentes”.

“Os portugueses esperam que o Presidente fale com clareza nos momentos difíceis, que não se esconda por detrás de formalismos, ambiguidades e silêncios geradores de equívocos. A clareza e a frontalidade são um factor de estabilidade para a democracia, comigo os portugueses sabem com o que podem contar”, afirmou, referindo-se implicitamente a Cavaco Silva.

E as amêndoas amargas da Maria Celeste Amado

O discurso da tretaEstive,agora,a ouvir, muito atentamente,o discurso do camarada Alegre,que estava ladeado por Almeida Santos, e José Manuel Pureza,bloquista apoiante do candidato.(Também não percebo como a candidatura é unipessoal,e é apoiada por partidos... esclareça, então, para nós percebermos, camarada Alegre... se é unipessoal... é uma coisa;se apoiada por partidos, é outra, e bem diferente, por sinal!)

Efectivamente, pouco,ou quase nada há a dizer,mas o que me incomoda,sempre que ouço o camarada a falar, é a força das suas críticas a Cavaco Silva e ao desempenho de funções,do mesmo,como o mais alto magistrado da Nação!
No entanto, há áreas importantes do seu discurso,em que vale a pena reflectir e dizer o que se pensa:

Em primeiro lugar, se for eleito, Manuel Alegre tentará que todos os jovens deste país tenham trabalho... penso que será difícil,na medida em que a família socialista está,de alma e coração,empregada no aparelho Estado,que pode dar prejuízos constante,mas tem sempre trabalho para as mulheres, primas,primos,filhos,enteados e sobrinhos de qualquer governante!

Depois, há um medo terrível de se fazer uma revisão constitucional...penso que será pelo facto de ainda não se ter anulado, na mesma,todos os vícios e imposições,que nela ainda estão retratadas,e elaboradas pelos socialistas e comunistas... ainda gostava de saber, concretamente,quem tem medo da revisão,séria,da nossa Constituição... seria, sempre, um passo em frente que seria dado, de modo a funcionar como um documento mais moderno e de acordo com os dias de hoje! Quem sabe, Manuel Alegre, quando entrar em campanha eleitoral,em vez de começar a morder nas canelas de Cavaco Silva, nos possa adiantar e esclarecer, porque não se autoriza a tal revisão,como foi adiantada por Passos Coelho!

Falou em mais coisas que eu considero terem sido deturpadas,de forma conveniente (S.N.S., Educação Pública, etc), para adormecer o tuga que, verdade seja dita,também não sabe muito bem o que quer, e anda enganado, como os porcos de engorda!

Quanto a ele próprio, quando se retrata com um português sério,que quer ajudar os Portugueses e Portugal, e quando se reporta ao seu passado,tem que dizer que:

- Tem várias reformas do Estado (uma delas da antiga Emissora Nacional, onde esteve seis (6) meses, outra reforma de antigo combatente, prestou enormes serviços ao País e a todos os camaradas que lutaram em terras do Ultramar, dando conhecimento, ao inimigo, da localização exacta dos portugueses, sendo estes, posteriormente, vítimas de emboscadas mortais, foi o cabecilha do bando de Argel, a quem,na altura,se atribuiu a responsabilidade da morte de Humberto Delgado e secretária, é considerado o "enfant-terrible" do P.S., mas está,de alma e coração com o partido, e que, nesta campanha eleitoral, vai disputar um tacho bom, como têm os seus antecessores: Jorge Sampaio, (mais conhecido pot Tintin), e o Marocas Bochechas!!!

Por fim, comparar as folhas de serviço: as suas(dele) e as de Cavaco Silva, pôr essas folhas ao conhecimento público, para o povo saber quem são os traidores, chupistas e gatunos, que estão, todos, de conluio,e prontos a, uma vez mais, lixar o povo!

Aceite um conselho, camarada Alegre:em vez de fazer uma campanha eleitoral, baseada em atacar Cavaco Silva, explique tudo o que aqui expus, diga se é VERDADE ou MENTIRA, e deixe o povo livre para decidir, ok?Maria Celeste Amado-Miratejo

O "ALDRABAS" RECUOU. PROCUROU,APENAS,PROMOÇÃO PESSOAL

O pastor Terry Jones disse que sua igreja nunca vai queimar o Alcorão

Pastor Terry Jones is surrounded by reporters as he arrives at Laguardia airport, Friday, Sept. 10, 2010 in New York. (AP Photo/Mary Altaffer)
Pastor Terry Jones está cercado por repórteres como ele chega ao aeroporto de Laguardia, sexta-feira, 10 set 2010 em Nova York. (AP Photo / Mary Altaffer) Mary Altaffer (- AP)

Associated Press
Sabado, 11 de setembro de 2010, 07:56

NOVA YORK - Um pastor da Flórida diz que sua igreja nunca vai queimar o Alcorão, mesmo que uma mesquita for construída perto de zero ground.

Pastor Terry Jones ameaçou queimar o livro sagrado dos muçulmanos no aniversário do 11 de setembro sobre os planos de construir um centro islâmico perto de onde os terroristas derrubaram o World Trade Center, há nove anos.

Ele viajou a Nova York e apareceu na estação NBC's Today "Show. Ele diz que sua Gainesville, na Flórida, o objetivo da igreja era "expor que existe um elemento do Islã, que é muito perigoso e muito radical."

Ele disse à NBC que "temos certeza da missão cumprida."

Ele diz que não está prevista reunião com o imã principal do centro, mas ele espera que ocorrerá.

O GOVERNO VENDE 100 REPARTIÇÕES DE FINANÇAS

.

.
O Governo vende 100 repartições de Finanças, assim o noticia o Expresso na primeira página na edição de 11 de Setembro de 2010.
.
Mas pergunto a quem o Estado vende a Fazenda Pública?
.
Ao presidente da república de Angola, José Eduardo dos Santos, ao Américo Amorim, ao Belmiro Azevedo, aos espanhóis ou a “boys” que fizeram fortuna à conta dos dinheiros públicos.
.
Pelos vistos o Estado vai vender todas as propriedades, centenárias, portuguesas e mais tarde, se ninguém os mandar, fora, pelas escadas e janelas das propriedades, públicas, que habitam, começam a vender o mobiliário e as peças de museu aos antiquários estrangeiros ou a uns “chicos” espertos “tacanhos” que seguem por aí como gente conhecedora de arte e objectos antigos.
.
Sendo assim está a nascer mais uma sociedade oligárquica e feudal em Portugal, mais ou menos idêntica aquela que mandou na economia portuguesa séculos atrás.
.
O Estado, gerido, pelo PS, depois de lapidar a economia portuguesa, está a preparar-se para vender Portugal no seu todo e depois vender-nos a nós e seguirmos, como emigrantes, para os países ricos da Europa e voltarmos a fazer os serviços que os naturais de lá os não queriam executar:
“os homens em trabalhos duros e as mulheres portugueses a cuidar das retretes dos aeroportos e outros espaços públicos como eu as vi, na década de 70 do século passado em Paris e em Frankefurt.”
José Martins

AS SUAS NOTÍCIAS NO DIA 11.09.10

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Centro: Seis feridos em colisões
US Open: Clijsters pode bisar
Paris: ‘Pai’ de 55 filhos
Dinamarca: Homem armadilhado
Monsaraz: Touro de morte

Capa do Público Público

Luís Filipe Vieira: "Quem homenageou Olegário deve estar satisfeito"
Machado fala em vitória justa, Jesus aponta dedo à arbitragem
Portugal defronta Espanha na final do Europeu de hóquei em patins
O Benfica continua a ter mais jogos do que pontos
Sorteio do Euromilhões (37º/2010)

Capa do A Bola A Bola

Rui, a baliza é tua!
Alinham os suspeitos do costume
Maradona quer treinar a Selecção de Portugal
Secção de basquetebol da Académica sem candidatos à direcção
US Open: Clijsters bate Venus e está na final com Zvonareva

Capa do Record Record

Fiéis ao mesmo estilo
Nélson: «Camacho pode voltar a derrotar Mourinho»
Ozéia deve regressar
Demi Moore deseja melhoras a Kaká
Miguel Almeida surpreende

ESSES "GAJOS" OU VENDEM OU NOS PENHORAM O FUTURO DOS NOSSOS FILHOS E NETOS...!!!


.


NEM TUDO PELOS ESTADOS UNIDOS SÃO ROSAS E DÓLARES...!!!

A tradução desta peça foi pela Google, automática e não foi revisada.
A death sentence ... rescue workers at Ground Zero amid the horror of 9/11
A sentença de morte ... trabalhadores de salvamento em Ground Zero, em meio ao horror de 11/09
Corbis - Sygma

Policia de Nova York Glen Klein, desloca-se para ir a uma reunião d sindicato da polícia em 11/09 - e enganou a morte no ataque às Torres Gêmeas.

Se ele tivesse furado a sua hora normal, as Armas Especiais e Táticas perito teria sido entre os 14 membros da sua unidade e que foram mortos na atrocidade.

Mas nos nove anos desde o ataque terrorista al-Qaeda, Glen teve que se aposentar a partir da força por causa de problemas de saúde e rejeita a idéia de que o destino lhe salvou a vida. Na verdade, ele diz que é "um homem morto andando."

Os 52 anos de idade está entre os mais de 10.000 trabalhadores Ground Zero - conhecidos como "socorristas" - que estão sofrendo de doenças graves e até fatais após a inalação da nuvem de poeira tóxica causada pelo desmoronamento das torres.

Eles são as vítimas esquecidas da tragédia de 9 / 11, ainda lutando por justiça e compensação.

Glen, que correu para o World Trade Center, em linha reta de sua reunião, recorda: "Cheguei ao local pouco depois a segunda torre desmoronou. Eu coloquei minha máscara de gás que nós usamos em situações com reféns e se dirigiu para o desconhecido.

"As nuvens de detritos e poeira eram tão grossos, eu sabia que não poderia ter sido salvo. Tudo estava coberto de detritos. Uniformes oficiais" azul eram brancos. Foi uma loucura.

A day that changed the world ... the Twin Towers ablaze after the second aeroplane struck
Um dia que mudou o mundo ... o Twin Towers em chamas após o segundo avião atingiu
Getty Images

"Como a equipe da SWAT que foram os policiais que os outros policiais chamado quando eles não poderiam lidar com a situação. Mas não havia nada que pudéssemos fazer, a situação era horrível."

Após o ataque Glen gastou mais de 800 horas de trabalho dentro da nuvem tóxica que pairava sobre Ground Zero para os próximos seis meses.

Ele acusa uma série de problemas gastro-intestinais e respiratórias em seu tempo no site.

Ele diz: "Deve ter havido fatos high-end para manter os contaminantes fora de nós, e os aparelhos respiratórios para mantê-lo fora de nossos corpos.

"Recebemos as máscaras de papel e máscaras com os cartuchos de errado.

"Fomos informados da qualidade do ar era seguro. Como eles estavam errados."

'I knew it couldn't have been safe' ... ex-cop Glen Klein has been forced to retire
"Eu sabia que não poderia ter sido seguro" ... ex-policial Glen Klein teve de se aposentar
Aaron St Clair Splash News /
.
O pai-de-três, acrescenta: "Eu tenho asma e pressão alta e eu tive pré-cancerosas pólipos removidos meus pulmões.

"Eu também tenho muitos problemas gastrointestinais, e eu fui diagnosticado com síndrome do estresse pós-traumático.

"Eu fui forçado a se aposentar a partir da força em 2003, após 20 anos. Gostaria de obter enormes dores na barriga e no peito, tão ruim que eu tive que ser levada para a sala de emergência.

"Eu sempre tinha sido o ajuste, por isso foi um grande choque. Os médicos não parecem saber o que havia de errado comigo. Eles me deram antibióticos e disse-me que parecia uma infecção de algum tipo.

"O impacto ambiental tem sido tão ruim quanto a física. Eu estava bebendo muito bonita depois de 11/09 e eu tive raiva questões importantes.

"Eu simplesmente não podia controlá-lo. Nunca me senti assim antes. Eu estava perfurando buracos nas paredes da minha casa. Foi assustador.

"Eu acordo todas as manhãs se preocupar com meu futuro. Sentei-me e vi muitos dos meus colegas morrem na sequência de 11/09.

"Estamos todos doentes e estamos todos indo para morrer precocemente por causa do trabalho que fizemos no Ground Zero.

"Somos todos homens mortos andando, esperando o martelo cair sobre nós."

Glen não é o único membro da sua família, cuja vida foi alterada pelo ataque. Sua esposa Carole é uma enfermeira que doou seu rim para outra 11/09 socorrista, Joe Wittleder.

Como ele não pode mais trabalhar, os voluntários da Fundação Glen Fealgood, uma organização sem fins lucrativos que educa sobre o impacto da saúde sobre primeiros socorros.

Os salvadores atingidas foram oferecidos uma parte de um dólar 713million (£ 460million) panela para resolver os seus 9 / 11 processos contra as autoridades de Nova York.

Cancer, stomach pains, digestive disorders, heartburn and a diseaseed gall bladder ... firefighter Ken Specht has been forced to retire
Câncer, dores de estômago, distúrbios digestivos, azia e uma vesícula doente ... Ken também bombeiro aposentado Specht
Aqueles que concordam em deixar cair os seus créditos receberá prêmios que variam de alguns milhares de dólares até um milhão (£ 650,000).

Aqueles que podem provar que as doenças provocadas pelas nuvens de poeira tóxica receberá assentamentos maiores do que aqueles que temem contrair doenças na vida adulta.

Mas, para a afirmação do grupo para percorrer, mais de 95 por cento dos candidatos têm que concordar com os termos antes de saber o que seus prêmios individuais serão.

O prazo para que se juntem a liquidação é 08 de novembro -, mas Glen acha que ele vai rejeitar a proposta nesta fase.

O colapso das Torres Gêmeas lançado níveis elevados de produtos químicos no ar, incluindo o amianto, chumbo e mercúrio, bem como a queima de combustível de aviação e óleo.

O 11/09 caridade da Saúde diz que agora 817 trabalhadores World Trade Center morreram a partir de setembro do ano passado - aumentando a 2.975 mortos nos ataques terroristas.

Eles acrescentaram que 70 por cento dos respondentes declararam primeira doença, enquanto 410 mil pessoas estão listados no World Trade Center Secretaria de Saúde como "fortemente expostos" à toxinas.

Mais de 1.000 bombeiros que trabalharam no Ground Zero se aposentou por motivos médicos. Um deles, de 41 anos de idade, o tenente Ken Specht, diz: "Eu sabia que esse trabalho poderia levar anos fora de minha vida. É perigoso, mas eu não me inscrevi para isso.

"O equipamento que era dada como macacões e máscaras de carpintaria pintores rosto.

"Esta foi uma situação que exigia a tecnologicamente mais avançados disponíveis ternos perigo - talvez então não seriam todos doente agora."

Em 2005, Ken começou a sofrer sérios problemas de saúde, incluindo dores de estômago, distúrbios digestivos e azia.

Então, em 2006, ele foi levado às pressas ao hospital, onde precisou de uma cirurgia de emergência para remover seu vesícula biliar, que segundo ele estava "podre até o caroço".

No ano seguinte, ele foi diagnosticado com câncer de tireóide e teve uma seqüência de operações.

Ele diz: "Eu tenho sido reformado há dois anos por causa dos meus problemas médicos - e eu estou cada vez pior."

Ken decidiu contra optando no olhar negociado 11/09 grupo pay-off e as negociações possam prosseguir.

Ele diz: "Eu preciso do dinheiro? Absolutamente. Mas eu não estou assinando o meu futuro para 100.000 dólares (R $ 65.000)."

Ken se juntou a colegas para configurar a NYC Bombeiro Irmandade Foundation, que arrecada dinheiro para os bombeiros e suas famílias.

E ele diz: "As pessoas comuns na América nos apoiar - eles entendem o que nós fizemos - mas o governo federal tem faltado na prestação de assistência médica e compensação. Estamos morrendo."