Translator

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

MACAU: "DE VOLTA À PRAIA GRANDE"

Parte 12ª

Em 1983 e de quando a minha primeira visita a Macau, a pé, deambulei por Macau. Caminhei pela estrada marginal da Baía da Praia Grande e dei comigo junto ao Templo da Deusa “A-Má”, onde viria a encontrar uns poucos de chineses a queimar panchões em devoção à senhora.

Lado esquerdo o Templo da Deusa Ha-Má, junto ao Museu Marítimo. Direita: O estaleiro, de construir juncos..

Depois, viria a encontrar, na mesma altura, um, reformado da polícia, o Silva com o restaurante "Estrela do Mar" de comida portuguesa, nas proximidades do templo. Ficamos amigos, viríamos a encontrarmo-nos, mais algumas vezes, em outras visitas que fiz a Macau. Já não pertence ao número dos vivos... É a vida.


Casa de pescador em Macau. O pai conserta as redes de pesca enquanto o filho estuda. Seu brinquedo, uma pomba de madeira de rodas e bater de asas, presa a uma vara está apoiada na mesa de estudo. Brinquedo, muito em uso pela "canalha" do meu tempo. Possívelmente este brinquedo chegou a Portugal vindo da China. Os navegantes portugueses, além de fazerem o intercâmbio de sementes e plantas de e para o Oriente levaram, com eles, outras tecnologias não existentes em Portugal.

Pouco ou quase nada sabia em relação ao Templo da Deusa “A-Má” e comecei a ter conhecimento da venerada pelos pescadores com o correr do tempo. Mas na minha e última recente visita a Macau o meu amigo e cicerone António Cambeta, levou-me lá, e precisamente, no penúltimo dia de minha presença em Macau.


Vida de mulher chinesa em Macau. Além de tratar da vida doméstica em casa, dedicava parte de seu tempo à preparação e seca de peixe..
.

António Cambeta é um homem dos mares que circundam as três ilhas de Macau e nelas navegou dias e noites sem conta, como oficial da “Polícia Marítima e Fiscalização de Macau”. Foi Comandante da Ilha da Taipa, fiscalizou e evitou a entrada de clandestinos, vindos da terra mãe China; da penetração de contrabando e droga e ajudou, humanamente, os refugiados vietnamitas que em Macau tiveram abrigo. A esposa aparou uma criança de uma refugiada vietnamita que chegou a Macau, com dores de parto. Partiu depois para os Estados Unidos e ainda hoje lhe está reconhecida de lhe ter salvado sua criança.

Imaginação sem limites... Um junco, casa de patos que navega nos lagos, rios e canais da China. As aves durante o dia alimenta-se, na água e ao fim da tarde recolhem ao junco e ali fazem sua criação. Lado direito: Um junco a embarcação tradicional dos Mares do Sul da China. Estes barcos fazem a ligação dos portos da China com o os do Sudeste Asiático e chegam a Ayuthaya (capital do Reino do Sião), a Malaca, baía de Mergui no Mar de Andaman. O Leal Senado de Macau alugou juncos, para trocas de mercadoria com o Reino do Sião. Um documento conhecido é datado de 19 de Novembro de 1639.
.
António Cambeta é de uma humildade extrema e gosta de contar a sua vida de homem, do mar, ao serviço do Governo de Macau. É de uma rectidão extrema e nunca se vendeu ou se corrompeu à ilegalidade. Hoje, já reformado, continua a viver feliz de sua vida em Macau, juntamente com sua esposa a Drª. Maria de Lourdes, ginecologista e reformada como ele.
.
Embalagens, de porcelana, com produtos que a China exportava. A técnica usada (aliás como no Reino do Sião) de produtos sujeitos a deterioração com o contacto do ar, depois de embalados, era o topo do produto revestido com uma camada de cera de abelhas e depois coberta e atada a base da pote com uma folha, seca com fio de ráfia, sisal ou piteira. Lado direito um viveiro de ostras em Macau. As ostras além de servirem para alimentação delas extraiam pérolas e a casca "madre pérola" para decorar mobiliário, paredes ou artesanato.
.
Daqui o meu muito obrigado pela a amabilidade de o casal Cambeta de me ter, durante 9 dias, junto a eles e hospedado em sua casa.
.
Servindo de guião à peça com fotografias inseridas, descrevo um panfleto recolhido no “Museu Marítimo


Fardas de oficiais portugueses, da Marinha. O Navio Escola Sagres.

“Museu Marítimo é verdade que a História de Macau está intimamente ligada ao mar, pelo que não poderia haver local melhor para o Museu Marítimo do que o Largo do Pagode da Barra, onde é venerada a deusa taoista “A-MÁ” protectora dos pescadores, e onde, segundo a tradição, os primeiros portugueseses terão aportado.
O lugar chamava-se na altura “A-Má Gaio” (Porto de A-Má) de onde derivou o nome de Macau – e é precisamente aqui que hoje está o Museu Marítimo, cujo edifício lembra de forma estilizada um barco veleiro ancorado nas águas do Porto Interior.

Espectacular o Junco de Rodas.



Junco de rodas que não conhecia a história. Vamos então contá-la segundo segundo um folhete distribuído pelo Museu Marítimo: " Junco de Rodas aparece referenciado na documentação antiga chinesa, a partir da dinastia Jin (317-420 D.C) Nestes registos, encontramos termo como shui (veículo aquático) e qian li chuan (junco das mil milhas), que se referem à embarcação, actualmente conhecida por Junco de Rodas. Durante a dinastia Tang (618-907 D.C) o Junco de Rodas sofreu alterações, quer em termos de tamanho, quer em número de rodas. Posteriormente, chegou mesmo a integrar a armada da dinastia Song. Neste período, o Junco de Rodas estava no seu apogeu, medindo mais de 100 metros de comprimento e equipado com 20 a 30 rodas. Durante esta época áurea desempenhou um papel estratégico nas guerras da marinha Song contra as tropas rebeldes do país e, também, contra a marinha da dinastia Jin do Norte, que tiveram lugar no Rio Yanngtze. No entanto devido ao facto de se tratar de uma embarcação adequada apenas à navegação em rios e canais, a sua notoriedade entrou em declínio quando a China alcançou estabilidade política interna e começou a dirigir a sua atenção para o mar, com vista a proteger a nação da ameaça externa. Durante a Guerra do Ópia, no século XIX, os chineses ainda utilizaram o Junco de Rodas na guerra contra a marinha Britânica. Nessa altura, os ingleses, que desconheciam que o Junco de Rodas já era usado na China há vários séculos, reclamaram a invenção dizendo que a mesma tinha sido copiada pelos chineses. Este é o modelo de um Junco de Rodas da dinastia Song, equipado com 23 rodas e 11 eixos, por sua vez tem 12 pares de pedais associados, podendo acomodar 12 trabalhadores. Estima-se que o peso total do junco, incluindo o peso da embarcação, propriamente dita e a capacidade de carca, fosse aproximadamente de 700 toneladas. O primeiro barco de rodas construído na Europa foi só em 1543, com as característica chinesas e em Barcelona. Porém na China a utilização de equipamento com eixos propulsionados a ãgua, tais como as rodas de água, debulhadoras e mós, podem ser encontrados desde a dinastia Han (206 A.C.) constituindo a ideia de base a partir da qual surgiu a invenção da roda com pá.


Imagem acima: Um elevado número de pedais podiam ser fixados ao longo de um único eixo, dependendo da largura do junco, empregando, assim, muitas pessoas para pedalar por forma a maximizar a força impulsora e atingir velocidade. A rotação das rodas com pás permitia o avanço ou retrocesso consoante o desejado, pedalando para a frente ou para trás, respectivamente. Esta flexibilidade de manobra veio dotar esta embarcação de grande mobilidade, factos de sobeja importância num junco de guerra.
.
No rés-do-chão retratam-se as tradições e o modo de vida dos pescadores de Macau e do Sul da China: várias embarcações usadas, vários instrumentos e formas de pescar, diversas espécies de peixe e mariscos próprios destas águas, e também uma réplica de uma casa de pescadores, onde toda a família reparte tarefas que preparam ou que seguem a faina piscatória.
Duas naus portuguesas. A da direita a conhecida "Nau do Trato", Preta ou da Prata, que transportava a prata do Japão, para Macau e Goa. O Prof. Charles Box (já falecido) um dos maiores investigadores da expansão portuguesa na Ásia e Oriente, escreveu uma obra como o título "Nau do Trato". Há uns anos e de quando o embaixador Castello-Branco, apresentou as Cartas a sua Majestade o Rei da Tailândia, o monarca mostrou interesse em conhecer a Obra, que mais tarde lhe foi enviada.
.
De realçar ainda o chamado “Teatrinho de A-Má” que, de forma animada, reconta em português, cantonense, mandarim e inglês a lenda da Deusa.
.
Subindo ao primeiro mezanino, encontrará o visitante um conjunto muito interessante de 14 réplicas de embarcações tradicionais portuguesas com explicações sobre a sua origem e funções que desempenham, e ainda, belíssimos modelos dos Navios-Escola da armada portuguesa Sagres e Crioula.


O amigo Cambeta, à roda do leme de um dos seus barcos de vigilândia, nas águas de Macau, que hoje figura no Museu Marítimo. À direira instrumentos de registar as marés.
.
Todo o primeiro piso é consagrado às Grandes Viagens das Descobertas, com especial realce para a História Marítima de Portugal e da China, pois que foi o mar que aproximou estes dois povos e civilizações. Mostram-se de forma interactiva as viagens do Almirante Cheng Ho, que durante a dinastia Ming (séc. XV) reconheceu por via marítima a Índia, a Árabia e chegou à costa oriental de África, e as rotas dos Descobrimentos Portugueseses dos séculos XV e XVI.
.
Podem ser admirados réplicas de caravelas, naus (em especial a Nau do Trato usada no comércio entre Goa-Macau-Japão) e de juncos chineses, bem como exemplares dos produtos comerciados por estas embarcações nesse período: chá, especiarias, porcelana e seda...”

Balsa de refugiados vietnamitas. Nesta balsa navegavam 20 refugiados vietnamitas, vindos do sul da China para desembarcarem em Macau. Esta frágil embarcação foi apreendida pelo comandante António Cambeta e encaminhadas as pessoas para o campo de refugiados que funcionou em Macau.
.
E termino a minha visita ao Museu Marítimo de Macau, que do tanto que vi por lá, o que vai descrito é uma gota no oceano... O Museu é riquíssimo e pedagógico, onde nele vou encontrar o desconhecido. Cito aqui o Junco de Rodas que desconhecia.
.
Perto do Museu Marítimo, está o restaurante a "Lorcha". Foi aberto pelo meu amigo Chico Cordeiro, um miúdo que conheci na Beira, em Moçambique e, mais tarde, venho encontrá-lo em Macau.
Não conhecia o miúdo Chico, mas ele conheceu-me...
Isto já lá vão uns anos largos... Foi 1987...
O Chico, licenciado em engenharia cívil, estava bem empregado em Macau, no grupo do magnata Stanley Ho.
O Chico era uma alma franca e ao pé dele ninguém tinha fome nem sede...
Gostava de mulheres e estas, talvez lhe tenham dado cabo da "viola" da vida.
Partiu de Macau, não sei quando...
A última vez que o vi o Chico foi em Banguecoque e em 1995.
Se o Chico ler esta minha peça, um grande abraço de amizade.
Continua
José Martins

O REGABOFE BANCÁRIO....MAIS CRISE MAIS LUCROS IDO DOS POBRES

Crise não é para todos

Aumentem + os impostos ao povo pá!!!
Votem PS!!!!!!!!!!!

ONDE NASCEMOS QUE.....

Estranho mundo este (Clique atrás)

ORA VEJAM LÁ ATÉ O ESTÁTICO E VERBO DE ENCHER LUIS AMADO PEDE BOM SENSO...

.
Conjuntura

Governo "preocupado" com juros a subir

por EVA CABRAL - DN

Apesar de o Orçamento ter sido viabilizado, os juros da dívida atingiram ontem os 6,36%. No Governo, Vieira da Silva diz-se "muito preocupado" e Luís Amado pede bom senso. Já Barroso e Cavaco alertam que Portugal terá de convencer mercados

AS SUBLIMES PREOCUPAÇÕES DO SENHOR SILVA DE BELÉM

por Adolfo Mesquita Nunes 04.11.10 4 denúncia(s)

Agora que o Orçamento foi viabilizado, e os juros continuam a subir, os cultores do interesse nacional preparam-se para exigir aos partidos da oposição que façam como os macaquinhos, na desesperada tentativa de encobrir a incapacidade socialista de gerir o nosso dinheiro. Se pensam que exagero, vejam as declarações de Luís Amado ao DN, por exemplo: "o ambiente de tensão política está presente nas avaliações que os mercados fazem da situação de risco da economia portuguesa". E não é só o Governo. Também o Presidente da República, ou candidato a, veio pedir menos agressividade no debate político em torno do Orçamento

A SALVAÇÃO DO SÓCRATES (FALIDO) ESTÁ NA CHINA

.



Portugal não percebe nada de chinesices

> A salvação da economia de Portugal e de outros países europeus poderia estar na China. Poderia, mas não está, por enquanto.
.
Expliquemo-nos porque o caso é muito sério e grave. Os bancos estão a precisar de dinheiro como pão para a boca. O governo podia ver a luz ao fundo do túnel se os bancos pudessem começar a conceder créditos para as mais diversas solicitações, incluindo para as grandes obras públicas.
.
Estamos a falar numa grandeza de valores na ordem de milhares de milhões de euros. Qualquer banco português está a pagar através das agências de rating americanas entre 4,5 e 6,5 por cento. Ora, os americanos estão a conseguir esse mesmo dinheiro na China a uma percentagem entre 1,5 e 3 por cento.
.
Vejam só o lucro que os americanos obtêm quando emprestam a 5,5 depois de adquirirem a 2,5. Para vos dar um exemplo, há bancos portugueses que, se pudessem, contraíam emprésrtimos imediatamente na ordem de 250 mil milhões de euros, se um qualquer banco da China emprestasse directamente mesmo a 3,5 por cento.

Neste sentido, temos assistido à maior burrice jamais levada a efeito nas relações entre Portugal e a China. Como Macau não ensinou nada a esta gente, porque simplesmente estiveram preocupados em sacar a qualquer preço, tem-se assistido à tentativa"oficial" de pedir quase de joelhos às autoridades chinesas que estas concedam luz verde aos empréstimos directos.

Bancos chineses como o 'Bank of China' ou o 'Bank of Communications' têm os seus cofres a abarrotar e poderiam ser os "salvadores" de Portugal, Espanha e outros países europeus. Contudo, enquanto outros países têm sabido fazer o trabalho de casa e estão quase a conseguir obter êxito nas pretensões de financiamento, Portugal só faz asneiras.

Primeiramente foi o ministro Vieira da Silva que se deslocou a Xangai, com o pretexto de visitar a Expo, depois foi o ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, que apareceu em Macau sem se explicar ao que ia. Dois governantes que foram pedir por tudo às autoridades chinesas que concedessem os tais empréstimos que representariam o pão para a boca.

Com a presença do Presidente da RPC, Hu Jintao, em Portugal, os governantes lá irão mais uma vez pedir a tal luz verde e não contentes com a "asneira", o primeiro-ministro José Sócrates segue no dia 13 para Macau na tentativa, em desespero de causa, de conseguir junto do seu homólogo chinês o que há meses não se vislumbra. E onde está a asneira? No procedimento. Haja quem ensine os nossos governantes que tudo se consegue dos chineses mas... por portas e travessas. Há os canais próprios para estes assuntos. Nunca podem ser os políticos a realizar as abordagens em assuntos desta natureza. Os Estados apenas têm de dar o aval às transacções de grande envergadura, mas os emissários do assunto têm de ser sempre os "civis" e nunca os "militares"...
.
P.S. - João Severino é um conhcedor nato em cima dos assuntos sociais e políticos da China. Viveu muitos anos e jornalista em Macau.

PORTUGAL: "NÃO HÁ CRISE DE BURACOS...!!!"


Parlamento


Ministério admite que buraco no SNS é superior a 500 milhões de euros

04.11.2010 - 18:14 Por Romana Borja-Santos - Público


O secretário de Estado da Saúde, Óscar Gaspar, confirmou hoje que o buraco nas contas de 2010 do Serviço Nacional de Saúde (SNS) ultrapassa os 500 milhões de euros – um número que tinha sido avançado pelo ministro das Finanças, Teixeira dos Santos. Contudo, o Ministério da Saúde estima que, em 2011, o SNS termine as suas contas com um lucro de 31,9 milhões.

ESTE MUNDO NÃO ESTÁ PARA OS HONESTOS....MAS PARA A BANDIDAGEM,POR AÍ, A LAPIDAR O NOSSO DINHEIRO!

.

Outros tempos, outra gente...
ou a consciência cívica de fiel gestor dos dinheiros públicos
Ao mudar-se para o palacete de São Bento, adaptado e decorado por Raul Lino, Salazar manda instalar dois contadores: um para a energia do rés-do-chão (zona de trabalho oficial), a ser paga pelo Estado, outro para a do primeiro andar (zona de residência oficial), a ser saldada por si.
O mesmo se passava com a água, o combustível e os telefones.

Nota:-
E o fascista era ele !...

UM REJEITADO NÃO TEM AUTORIDADE DE REJEITAR!

.

"Um rejeitado não tem autoridade para rejeitar nada. Pois é isso o de não querer remodelação do Governo porque lá deve haver podridão infame." Este vai ter um lindo enterro...Se vai! Com música e missa cantada pelos meninos do coro."

Sócrates rejeita remodelação do Governo

Catarina Duarte
04/11/10 07:41


José Sócrates foi ontem entrevistado por Constança Cunha e Sá e Henrique Garcia na TVI.

José Sócrates foi ontem entrevistado por Constança Cunha e Sá e Henrique Garcia na TVI.

Comunidade

Primeiro-ministro garante que vai cumprir os objectivos do Orçamento sem receitas extraordinárias.

O primeiro-ministro deixou ontem claro que não pretende fazer uma remodelação governamental, como tem sido sugerido até por alguns socialistas e analistas, e afastou a possibilidade de pedir a ajuda do FMI.

A "CHULICE" DESCARADA DE GENTE SEM PINTA DE VERGONHA

.

Quinta-feira, 4 de Novembro de 2010

e depois chamam-lhe crise

> Os ex-administradores da Gebalis Francisco Teixeira, Clara Costa e Mário Peças receberam, entre Fevereiro de 2006 e Outubro de 2007, oito cartões de crédito daquela empresa municipal lisboeta. O limite de crédito atribuído àqueles ex-gestores oscilou entre cinco mil euros e dez mil euros por mês...

tags:

por joãoeduardoseverino
link do post comentar adicionar aos favoritos

tags partilhar

ESTÁ NA HORA DA PATADA

Na fragilidade que me encontro ajudai-me senhor aguentar a patada
.

ARTIGOS COM CABEÇA TRONCO E MEMBROS...!!!

.


A RATICE DE SÓCRATES OU O RESPEITO QUE SE CONQUISTA, NÃO SE IMPÕE!

É a hora! terá dito Sócrates a Assis, a Santos Silva e à sua entourage.
Numa altura em que Mota, o contratador de Coelho, o Jorge, da Mota em boa companhia, já foi apanhado na voragem de arguido, Sócrates percebeu que tinha de dar alguma coisa ao povo antes de ser corrido a pontapé, e queimado no inferno em lume brando pela justeza da posição popular.

É que isto

Governo vai proibir acumulação de pensões com salários na Função Pública

a muito custo tirado da cartola, isto, é a própria razão de ser do regime democrático, em que todos os animais são iguais e nenhum deve ser mais igual que outro.

É claro que os Sampaios das elites parasitárias e outros desta actual miserável vida Política Portuguesa - como o centenário Silva Lopes que debita cortes aos mais pobres enquanto acumula reformas duplicadas e administrações de fachada, não merecem por medidas em causa própria que só afectam terceiros, respeito, tendo vindo logo a terreiro emendar a mão: afinal que há direitos adquiridos! Direitos adquiridos? Em causa própria? Quando se cortam ordenados?

Tenha paciência Dr. Sampaio!

Desmagnetize-se da cegueira do poder, que o faz pensar ser diferente entre os semelhantes!

0 comentários

O "CARALHO" DO VELHO DO BERLUSCONI NÃO SOSSEGA...!!!

Gajas boas e gays


O Burrusconi lá se meteu em mais um escandalo sexual, agora com uma jovem de 17 anos que disse ter participado numa "festa" em casa do dito e que ele tentou, pressionando a policia, retirar da cadeia onde estava por roubo. Confrontado com o assunto, presenteou-nos com mais uma pérola; "É melhor gostar de raparigas bonitas que ser gay".

SIMPLESMENTE A "GIRL" TERESA

.



"Girl" e "boy" polémicos na Anacom
04 Novembro 2010 00:01
Celso Filipe -
cfilipe@negocios.pt
Teresa Maury é a alegada "girl" nomeada por Santana Lopes, a quem o ministro das Finanças atribuiu a responsabilidade pela organização de um jantar da Anacom que custou 150 mil euros.
Teresa Maury. É este o nome da alegada "girl" nomeada por Santana Lopes, a quem o ministro das Finanças atribuiu a responsabilidade pela organização de um jantar da Anacom (Autoridade Nacional de Comunicações), que custou 150 mil euros.
Teixeira dos Santos atacou o PSD, no debate parlamentar de terça-feira, referindo-se a uma "girl" indigitada por Santana Lopes, enquanto primeiro-ministro, depois do deputado social-democrata Luís Menezes ter criticado os gastos de empresas como a Anacom, as Estradas de Portugal e a Associação de Turismo dos Açores. "Falando em 'boys' o jantar da Anacom foi, de facto, promovido por uma 'girl' nomeada pelo primeiro-ministro Santana Lopes", respondeu Teixeira dos Santos.

AS SUAS NOTÍCIAS NO DIA 04.10.10

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Menina de 5 anos abusada em instituição
Coimbra: Fugitivos capturados
José Sócrates: Estado não despede
António José Seguro: Contra nova lei
Albufeira: Furto no minimercado

Capa do Público Público

Sofisticado túnel entre México e EUA escondia 24,5 toneladas de haxixe
Alegre acusa Cavaco de não ser um político e de não gostar da política
Domingos: “Conseguimos um grande objectivo”
Sócrates assegura que não haverá despedimentos na função pública e lança aviso à PT
Inzaghi deu razão a Mourinho mas não chegou para derrotar o Real

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Hospital de Cascais esgotou capacidade por falta de camas
Fundação alarga âmbito do projecto
Deco presta apoio em Matosinhos
Casablanca vai ter metropolitano
Caminhada pelo 'Joãozinho' em Gaia

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

NASA confirma para hoje nova tentativa de lançamento do Discovery
Mota-Engil ainda deve ao Fisco
Saneamento duplica preço e factura da água em Gaia fica mais cara
Domingos e feriados sem Polícia Municipal em Fafe
Motociclista morre em colisão com carro na EN101

Capa do i i

Manuel Alegre. Podem os apoios transformar-se em "prisões"?
Provedor de Justiça prepara posição sobre marcha urgente
Lotação máxima. ARS estranha explicações do Hospital de Cascais
Operação Furacão ouve Joe Berardo e António Mota
Orçamento aprovado. Crise política à espreita

Capa do Diário Económico Diário Económico

Governo vai extinguir mais organismos públicos
Consumidores têm má imagem de ‘marketeers’ e governantes
Sócrates rejeita remodelação do Governo e recurso ao FMI
Universidades escapam à proibição de mais contratações
Relatório defende conselho para controlar défice

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

PSD obrigado a assumir cortes sociais impopulares
Estado pode escolher suspender contratos para evitar compensações
"Girl" e "boy" polémicos na Anacom
Obama assume resultado "humilhante" e admite ceder aos republicanos
Cobrança de conteúdos continua sem convencer analistas

Capa do Oje Oje

Provisão e IRC penalizam lucros da REN
PT vai investir 80% da venda da Vivo
Horta Osório "privilegiado e honrado"
Altri reporta resultado recorde
Lucro da EDPR recua 68% nos 9 meses

Capa do Destak Destak

Sócrates recusa intervenção do FMI e afasta despedimentos na função pública
Real salva ponto ao cair do pano no regresso de Mourinho a Milão (2-2)
Lucros da Sonaecom crescem onze vezes mais para 29,7 M€ nos primeiros nove meses de 2010
Arcade Fire: promotora pede responsabilidades por cancelamento do concerto
Hospitais, polícias e bebés raptados...

Capa do A Bola A Bola

Pequena revolução tal como em Lille
É melhor arrumar já com “isto”
Aperta-se o cerco a Fábio Coentrão
Sara volta em Espanha
Fernando Nobre: «Fiquei comovido ao ver a sala de troféus do V. Setúbal»

Capa do Record Record

André Marques fora de combate
Vencedor Rafael Sá cauteloso no clássico
Falta de relvados gera preocupação
COP contesta tribunal
Infeções não são possíveis no país

Capa do O Jogo O Jogo

Mourinho: “Jogámos muito bem esta noite”
Moisés: “Agora, o importante é receber o Arsenal”
Luís Aguiar: “Podemos ter o melhor SC Braga frente ao Arsenal”
Sporting goleia Freixieiro (7-2)
Grupo H: Shakhtar complica contas do Braga