Translator

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

JÁ IMAGINOU, NUM JANTAR, SER PRENDADO COM UMA SURPRESA IGUAL?

BRASIL PODERÁ COMPRAR DÍVIDA DE PORTUGAL


-
Pronto estamos safos! Ramos Horta, o presidente de Timor leste, já se ofereceu para comprar dívida; agora, parece-me, que o Brasil, igualmente, comprar o nosso "calote". Não me admira que surja, amanhã, com a mesma oferta: Angola, Moçambique e o resto das ex-colónias com o mesmo propósito. Ainda bem que os filhos pretendem ajudar o paizinho...!!! E, separadamente, aí teremos o Hugo Chavez a oferecer a sua caridade. José Martins

"Se em 2011 o Governo não conseguir financiar-se nos mercados, o Brasil compra dívida pública portuguesa". revela a edição de hoje do jornal "i".
Maria Luiza Rolim(http://www.expresso.pt/)
.
9:37 Quinta feira, 9 de Dezembro de 2010

"Brasil estende a mão a Sócrates para evitar FMI em Portugal". Segundo a edição de hoje jornal "i", o apoio brasileiro, com melhores condições do que o Fundo Monetário Internacional, é o "Plano B" do primeiro-ministro. A Presidente brasileira eleita, Dilma Rousseff, abre negociações já em janeiro.

Recorde que na Cimeira Íbero-Americana, realizada no passado fim de semana na Argentina, Lula da Silva (que está prestes a terminar o seu mandato) já tinha tornado pública a intenção de o Brasil fazer tudo para ajudar Portugal. Ajuda que poderia passar pela compra da dívida portuguesa caso o país tenha dificuldades em financiar-se junto dos mercados internacionais no próximo ano.

O jornal "i" publica hoje, também, uma entrevista com Dom Duarte Pio de Bragança, o qual reitera essa possibilidade: "Na véspera do dia 1 de dzembro, um ministro do futuro Governo de Dilma Rousseff - que também é ministro de Lula da Silva - telefonou-me e manifestou o interesse do futuro Governo brasileiro para apoiar Portugal na questão da dívida externa em melhores condições que o Fundo Monetário Internacional e, eventualmente, em melhores condições até que a União Europeia, mas sobretudo que o FMI".

A taxa de crescimento do PIB brasileiro no segundo semestre do ano em curso foi de 8,8%, contra 0,2% do PIB português. O Brasil ocupa o 8º lugar no ranking mundial, com um valor nominal do PIB de 1,5 biliões de dólares. Portugal está em 36ª posição
.

POLÍTICA DE RATOS - SEGUNDO O KAOS

Política de ratos


Quem não se lembra da entrada intempestiva do Passos Coelho à liderança do PSD com uma revisão constitucional em riste para acabar com o Serviço de Saúde gratuito para todos e o fim da necessidade de justa causa para o despedimento.
Agora parece que aprendeu com o Sr. Silva a nada dizer sobre coisa nenhuma importante e, quem o queira ouvir, só em discursos em convívios de militantes a apregoar a hora em que chegará ao poder. Com o governo a tomar as medidas que ele gostaria de estar a tomar, com o Engenheiro a governar o mais à direita possivel e as eleições Presidenciais aí à porta, pouco mais espaço lhe resta. É que falar do país, da crise e das idéias que tem para a resolver só lhe podem tirar votos e ele quer tanto ser Primeiro-ministro.

Daniel Bessa: "A economia está a ser aniquilada pelo Estado social"

Há sempre duas ou mais maneiras de olhar para os problemas e cada um escolhe a que mais lhe convém. Há gente que pode ser muito competente na sua área e até ser um pensador muito conceituado, mas se condicionar todo o seu pensamento numa única direcção acaba por ser mais cego que aquele que realmente o é.
Está a economia a ser aniquilada pelo Estado Social ou é o Estado social que está a ser destruído pela economia? A opinião é certamente oposta consoante se pense nas pessoas como simples números e percentagens ou como gente, como seres humanos com sentimentos e necessidades. Esta é a minha visão e basta pensar que se durante tanto tempo a existência de um estado social foi possivel e viável o mais importante é procurar o que mudou nas políticas económicas, defendidas por estes "brilhantes" pensadores, e que o tem vindo a destruir. Quem apareceu a defender a globalização capitalista, quem defende o liberalismo, quem nos garantiu ser este o caminho para uma maior riqueza de todos? São os mesmos que agora, para garantirem a sua viabilidade atacam o estado social como se fosse dele a culpa da políticas seguidas. Ladrões, mentirosos ou simplesmente incompetentes, cada um que enfie a carapuça que melhor lhe sirva.

PRÉMIOS COMBATE DE BLOGS - VAI MESMO ANIMAR NA TVI

.
PRÉMIOS COMBATE DE BLOGS
São as nossas escolhas. Blogs políticos ou que abordam temas relacionados com a política, nacional ou internacional.
Decidimos escolher os melhores, pelo menos na nossa perspectiva.
A lista pode não ser perfeita e muitos estarão de fora, mas aqui ficam os nomeados, sendo que não escolhemos nenhum dos nossos blogs para a categoria «melhor

VINHOS DE PORTUGAL: "ESTATICISMO DE TRÊS EMBAIXADORES DE PORTUGAL EM BANGUECOQUE"

.


.
Há, alguns, diplomatas, enviados para representar Portugal no estrangeiro que bem poderiam ficar nos serviços centrais (Palácio das Necessidades), aproveitá-los para outro serviço ou mesmo, ficando por lá, a dar lustro ao fundo das cadeiras onde se sentariam.
.
Há pouco vi na RTPi, no noticiário da 1 da tarde em Portugal e 8 da noite em Banguecoque a dar conta da realização de uma conferência internacional, com especialistas estrangeiros em Portugal para provar vinhos portugueses.
.
Servi Portugal na Embaixada de Banguecoque por duas dezenas de anos e dentro dela, além de diversos serviços promovi o comércio, português, ora como representante do ICEP, ora como funcionário público.
.
Fiz aquilo que pude, levei Portugal ao grande público, mas não fui apoiado por três embaixadores porque nunca se interessaram em promover o comércio de Portugal.
.
Interessaram-se, para provar que estavam a produzir com os telegramas cozinhados dos recortes de jornal que enviavam, depois, para o Palácio das Necessidade. Há embaixadores narcisos em divulgar obras que ainda não foram feitas, nem nunca o serão.
.
Não vou aqui publicar as fotos de muitos eventos que levei a cabo em Banguecoque, onde entre eles estão várias provas de vinhos de empresas portuguesas com os representantes presentes e lamento os entraves a que estive sujeito, porque os meus embaixadores não possuíam a cultura do comércio e mais a vaidade de ser diplomata.
-
Porém a maior desgraça que poderiam ter acontecido à divulgação do comércio de Portugal na Tailândia foi o erro das Necessidades o ter enviado para Banguecoque o embaixador Faria e Maya e sua mulher Maria da Piedade de Outubro de 2006 a Dezembro 2010.
.
Nada aqui hajam feito e assentaram em Banguecoque para outros fins (que aqui não vou revelar) menos o servir Portugal. Será fácil para o Secretário-Geral da Secretaria de Estado dos Estrangeiros saber aquilo que produziu Faria e Maya em Banguecoque durante, mais de 4 anos, sua comissão de serviço.
.
Ora como já o afirmei diversas vezes (e não tenho receio de continuar a faze-lo, mesmo com as miseráveis, recentemente, ameaças, que verbalmente e por “pombos correio” me foram transmitidas), a Embaixada de Portugal em Banguecoque possui abastança, com centenas de milhares de euros recebidos, por três embaixadores: Tadeu Soares, Lima Pimentel e Faria e Maya, obtidos de uma parcela de terreno arrendada a um hotel.
.
Nos últimos (1999/2010) 11 anos os montantes, recebidos, anualmente ultrapassa (segundo os meus cálculos e não estarei errado) mais de um milhão de euros.
.
Mas eu não sei onde, parte, desse montante, enorme, foi aplicado menos usado para promover o comércio de Portugal.
.
Olhando as dificuldades económicas por que Portugal está a passar, lamentavelmente, o comércio do nosso país tenha sido ignorado, na Tailândia e países do Sudeste Asiático, por três embaixadores. Não posso saber parte de mais de um milhão de euros foi parar.
.
Para o Ministério das Finanças de Portugal, para onde deveria ser enviado, porque é dinheiro público, não foi certamente.
José Martins
-
josegomes.martins@gmail.com

PORTUGAL: "O QUE A IMPRENSA ESTRANGEIRA DIZ DE NÓS...!!!"

.
Actualização: 2010/10/12
Depressão - José Sócrates - Portugal

O silêncio escuro Portugal

.
Enquanto a Europa e as arremetidas do FMI para a cabeceira da Irlanda, Portugal está no aprofundamento da crise. Confrontado com as dificuldades, o governo anunciou um aumento de plano de austeridade sem precedentes em relação ao IVA, congelamento ou declínio dos salários dos funcionários públicos, a redução no bem-estar social ...
.
As medidas de austeridade visto com ansiedade pelo Português, que já enfrenta dias difíceis.
Por Cédric Laurençon-MOLLE / FRADE Helen

A crise estava afetando a peculiaridade de cada país de forma diferente, afecta toda a economia de uma forma única ....
Alguns deles foram duramente atingidos.
.

Essas nações, os anglo-saxões têm-nas apelidados de "porcos", um acrônimo para "porcos", o que significa que Portugal, Irlanda, Grécia e Espanha. ...
A ovelha negra da Europa ...
Tanto para o bestiário econômica.

Mas a realidade por trás do que ele disse?

Para Portugal, o país mais pobre da Europa, as dificuldades não são novas. Muito baixa competitividade devido à falta de qualificações da população, o aumento exponencial do défice orçamental e, principalmente, a corrupção endêmica Smash esperanças, inventividade - esta é para as vulnerabilidades que acentua a crise ainda.
.

O primeiro-ministro socialista, José Sócrates, tem declararado que Portugal não tem "necessidade de ninguém", o espectro da intervenção europeia e do FMI está surgindo a cada dia.
.

O espectro? Para a maioria dos falantes que conheço, essa perspectiva ainda não é percebida como uma ameaça. "O FMI já está lá" na severa austeridade proposto pelo governo, diga-me alguns. "Pelo menos eles vão apresentar a ordem neste sistema corrupto", eu digo outros.
.

Esta discrepância entre o funcionário eo sentimento da rua é para mim uma primeira surpresa. Mas ainda mais surpreendente é o silêncio do Português no meio destas dificuldades.
.

Se eles não tiverem aderido à greve geral convocada pela UGT e CGTP 24 de novembro, o protesto ficou em silêncio.
No entanto, a ansiedade está lá, a amargura também.
Para outros, o resultado está para sair.
.

No ano passado, como este ano, cerca de 100 mil fugiram do país Português.

Entre eles, muitos jovens formados, que não pode encontrá-los no futuro.

CORRUPÇÃO: VAMOS BEM DE SAÚDE!



Inquérito sobre corrupção~
.
Maria José Morgado: Corrupção evoluiu em Portugal como um fenómeno viral
09.12.2010 - 15:42 Por António Arnaldo Mesquita
O PÚBLICO contactou várias personalidades do meio judicial para que se pronunciassem sobre a sua experiência no combate à corrupção. Maria José Morgado, coordenadora do DIAP Lisboa, insurge-se com a falta de acesso automático a dados essenciais.
.
Como avalia a evolução do fenómeno da corrupção na última década? (aumentou, diminuiu, estabilizou...)
.
A corrupção entre nós, nos últimos 25 anos, evoluiu como um fenómeno viral: metastizou as funções do Estado social, da Justiça, da economia, da autoridade e sedimentou as próprias regras de sobrevivência: invisibilidade, respeitabilidade, aparência de legalidade em todos os sectores onde se instalou definitivamente.
-
Tem havido alterações ao nível do perfil do corruptor/corrompido? Que características salienta nestes agentes?
.
Em Portugal, em matéria de corrupção, há manifestações várias que só se compreendem pela existência de uma rede de subornos que vai subindo degrau a degrau. Caracteriza-se em cada degrau, de acordo com os poderes do subornado e as pretensões ilegítimas dos “compradores” de facilidades. É certo, que na alta corrupção de Estado, se vem manifestando cada vez mais, uma tendência para a porosidade entre o mundo da fraude e o mundo político afectado pelo fenómeno, o que provoca ausência de estigma e respeitabilidade, em vez de suscitar a censura ética. A aparência de respeitabilidade tem potenciado uma espécie de corrupção “legal” impossível de se prevenir ou combater. Relativamente aos corrompidos titulares de cargos públicos ou políticos, pessoalmente, entendo que têm beneficiado da protecção de um sistema político desencorajador das denúncias, enfraquecedor da autoridade do Estado.
.
O que é prioritário mudar para melhorar o combate ao fenómeno da corrupção em Portugal?
.
A corrupção é um fenómeno poliédrico e instrumental. O que significa que não se ataca numa só direcção, nem há remédios milagrosos, nem resposta única. Mas, se fosse viável a distribuição de um “kit anti-corrupção”, no plano da política criminal, eu diria: acabar com o desperdício e manipulação dos dinheiros públicos, prevenir na área dos contratos do Estado e das derrapagens crónicas, colocar as funções do Estado ao serviço
do cidadão e não de algumas empresas aliadas a alguns sectores políticos, ou vicer-versa. Noutro plano, combater a economia paralela e a fraude fiscal que têm andado de braço dado e produzido pobreza crescente e falta de incapacidade produtiva.
.
No plano repressivo, aumentar o número de condenações justas, com a apreensão dos proventos do crime. O combate ao branqueamento de capitais é o motor da eficácia dissuasora da repressão penal.
.
Prevenir e punir a corrupção é tarefa permanente do Estado e não se resolve com a exclusiva censura penal. Por exemplo, a perda dos produtos da corrupção através da via cível, com o arresto dos bens e valores da actividade ilícita traria inegáveis vantagens preventivas.
.
No seu dia-a-dia que meios logísticos e humanos lhe faltam nas investigações de corrupção?
.
Esta, é a resposta simultaneamente mais difícil e mais fácil. Porque não temos nada e temos que trabalhar como se tivessemos tudo.

AS SUAS NOTÍCIAS NO DIA 10.12.10

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Campo Pequeno em ebulição com Deftones
Portugália: Ameaça de bomba
Júlia Pinheiro: Em risco na TVI
Miguel Macedo: Inquérito a Camarate
Moody’s: Bancos sob vigilância

Capa do Público Público

Toda a informação do Público na palma da sua mão.
Governo propõe a criação de um fundo para financiar os custos dos despedimentos
Revistav de imprensa: destaques do "Correio da Manhã"
Miguel Relvas: "É hora de o Governo clarificar a sua posição" quanto à legislação laboral
PJ identificou proprietário que terá escravizado 12 portugueses em explorações rurais espanholas

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Roubos no período de Natal valem 68 milhões
Uma bancada "não é uma associação de diletantes"
Cortes cegos e falta de clareza levam a declínio do SNS
"Respostas só são boas se envolvermos as pessoas"
Unidades devem definir metas e ser auditadas regularmente

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Jim Morrison perdoado 40 anos depois de crime de atentado ao pudor
Há pedras a rolar pela escarpa
Conflito mantém lota nova de Vila do Conde fechada e peixe na rua
Rui Moreira desejado para a "Porto Vivo"
Morreu sozinho no contentor em que vivia

Capa do i i

Governo quer que sejam as escolas a decidir os horários das disciplinas
Teatro. Senhoras e senhores, o bullying vai subir ao palco
Corrupção. Ministério Público quer mais meios para investigar
Henrique Galvão. Salazar tinha mais medo do pirata dissidente do que do general sem medo
Escolas começam a usar o acordo ortográfico em Setembro de 2011

Capa do Diário Económico Diário Económico

Descubra os melhores ‘gadgets’ para pedir ao Pai Natal
Moody’s coloca ‘rating’ dos bancos portugueses sob revisão
Despedimentos ficam mais baratos em 2011
Alterações à lei precisam de apoio do CDS ou PSD
Empresários pedem reformas mais profundas

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Pedidos de subsídio de desemprego continuam a animar petróleo
Especulação de subida dos juros na China penaliza bolsas asiáticas
Empresas poderão vender electricidade com tarifa bonificada por 15 anos
Gestores de fundos apostam na Galp e na Jerónimo
Juízes dão nota positiva ao novo mapa judiciário

Capa do Oje Oje

Pré-sal no Brasil rende mais à Galp
Fitch baixa rating de produtos financeiros
Luta na Brisa deve levar a dividendo extra e corte da dívida
Exportações disparam 9,2% no 3.º trimestre
Apax oferece 6,4 mil milhões pela ISS

Capa do Destak Destak

Ano novo a três euros com a Ryanair
Francisco Lopes relaciona corrupção com "quem tem exercido o poder"
Schadenfreuden
Regras sem excepção
Insólito: Pai Natal espectacularmente bêbado é sucesso na Internet

Capa do A Bola A Bola

Vieira: Poder de fogo no limite
Henin derrotada por Clijsters no regresso
Filipe Falardo rescinde com o Digenis Morphou
Taça Davis: Roddick regressa à selecção dos EUA
Marta Dominguez regressa a casa após oito horas de interrogatório

Capa do Record Record

P. Ferreira é cabeça-de-cartaz
Fernando reintegrado juntamente com Palito
Gestão sem riscos
Saída está iminente
Polga longe do Corinthians

Capa do O Jogo O Jogo

Empresário de Hildebrand: “O Timo fez uma visita de cortesia ao hotel do Schalke"
Kim Clijsters venceu Justine Henin em jogo solidário
Carlos Martins no topo da lista de jogadores com mais assistências
Andy Roddick regressa para edição de 2011
FIA reúne-se para ratificar novos regulamentos