Translator

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

CHINA E ESTADOS UNIDOS: "DISCUSSÃO DA TAXA DE CÂMBIOS"

.
Chineses e norte-americanos discutiram a taxa de câmbio do yuan, em Washington
Le secrétaire au Trésor américain Timothy Geithner a rencontré mardi après-midi à Washington le ministre des Affaires étrangères chinois, Yang Jieshi, a-t-on appris de source officielle alors que la question du niveau du yuan envenime les rapports sino-américains.
A U. S. secretário do Tesouro, Timothy Geithner, reuniu ontem à tarde em Washington, com o chanceler chinês Yang Kai-shek, soube-se de fontes oficiais, enquanto a questão do nível do yuan envenena as relações entre China e América.

AFP - O U. S. secretário do Tesouro, Timothy Geithner, reuniu ontem à tarde em Washington, com o chanceler chinês Yang Kai-shek, há uma fonte oficial, de modo que a questão do nível do yuan envenena as relações entre China e América.

O encontro entre os dois homens, em particular, seria uma oportunidade para "discutir a visita oficial, próxima, do presidente [chinês] Hu" Jintao aos Estados Unidos informou o Departamento do Tesouro em comunicado emitido antes da reunião.

Questionado pela AFP, um porta-voz do ministério disse que a reunião ocorreu, mas se recusou a fornecer qualquer informação sobre o que foi dito ou sobre o clima da entrevista.

Hu será recebido em Washington, em 19 de janeiro pelo seu homólogo dos EUA, Barack Obama.

Face a esta cimeira, o chefe da diplomacia da China também deve reunir-se com a secretária de Estado Hillary Clinton na quarta-feira na capital dos EUA.

O porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, disse hoje que Washington destina, a continuar, a pressão de Pequim sobre uma série de questões em 2011.

Os chineses "têm que fazer alguma coisa [sobre] a sua moeda - o comércio, a Coreia do Norte e de direitos humanos [estão] na ordem do dia", disse ele em uma nota publicada no Twitter.

Acusando a política cambial chinesa deve ser responsável pelo enorme déficit comercial dos Estados Unidos, Washington continua a exortar Pequim para se mover mais rápido de apreciação do yuan que começou em junho, quando as autoridades chinesas decidiram permitir suas moedas flutuar um pouco mais livremente.

A China costuma responder que essas pressões são intoleráveis, eles não cedem, e à reavaliação de yuan levará tempo.

Ao contrário dos eleitos U. S. Congresso, que são a ameaça de sanções comerciais contra os produtos chineses, Geithner foi a favor de mais diplomacia.

Para desgosto dos deputados e senadores, o Tesouro adiou a publicação de seu relatório semestral sobre as taxas de câmbio que foi publicado em meados de Outubro, em que costuma criticar a política cambial chinesa.

Isso pode ser emitido logo após a visita de Hu, em Washington.

AS LIÇÕES DO CHILE: "E OLHEM PARA O LAMEIRO QUE ESTÁ À PORTA"



As lições do Chile
As lições que nos chegam do Chile, da “Operação Resgate dos Mineiros de S. José”.
.
Este país vulgarmente dito da “América Latrina” deu várias lições ao mundo que convém não ignorar.O Chile:Saído do Pinochet, refez-se.
.
Tem feito contas com a história.Saído de um tremendo sismo e tsunami, refez-se. Sem choradinhos.Agora a “Operação Resgate” onde se viu a braços com um salvamento nunca antes feito noutra parte do mundo. Sacar cá para fora 33 homens encurralados a 700 m de profundidade.
.
Vamos começar pela lição de amor aos seu mineiros, em contraste com os russos, por exemplo, no caso do submarino onde deixaram morrer mais de 100 marinheiros da forma mais vil.
.
Não esqueço uma mulher a ser injectada em plena demonstração de repulsa, pela forma como o governo desprezou os seus homens, pelo estúpido segredo militar.Não esqueço os mineiros chineses que morrem como toupeiras encurraladas. Não esqueço os mineiros portugueses que são esquecidos nas suas doenças.
.
A “Operação Resgate” teve um planeamento exemplar. Não anunciaram um salvamento para amanhã, para depois ser adiado para o próximo mês e para o próximo ano, como sucederia cá.Não, foi anunciado para o Natal e antecipado dois meses. Brilhante!
.
Na “Operação Resgate” não enriqueceu nenhum político. Nem mesmo vai acontecer nenhuma derrapagem financeira. A empresa mineira viu as suas contas congeladas para não se furtar às responsabilidades como pretendia fazer.
.
A “Operação Resgate” foi de tal forma planeada que não se viu ninguém, atropelar ninguém. Todos sabiam perfeitamente bem… o que fazer. Engenharia perfeita como dizia a BBC. Todo o mundo irá beber na experiência e na lição Chilena. Todo o mundo está vergado.
.
Na “Operação Resgate” os jornalistas estiveram sempre arredados da zona de trabalhos, com a sua bancada construída para o efeito. Mais de 2000.
.
Na “Operação Resgate” não se viram molhadas de polícias ou militares para conter a turba de familiares, jornalistas, curiosos e alcoviteiros.
.
Na “Operação Resgate” nenhum chefe de bombeiros, médico, engenheiro, ou penetra… deu entrevistas idiotas para a televisão.
.
Na “Operação Resgate de S. José” falou-se pouco e trabalhou-se muito e bem.
.
Na “Operação Resgate” nada foi deixado ao acaso. Tudo foi previsto, tudo foi calculado.O joelho só serviu para dobrar a perna e não como mesa de trabalho.
.
O mundo está rendido à eficácia dos Chilenos.
.
Deixem de dizer “América Latrina” e olhem para o lameiro que está à porta.

PARA LER E MEDITAR . "QUEM CALA CONSENTE"



PARA LER E MEDITAR e começar a entender que certas coisa não acontecem por acaso !

A Idade das Trevas
Como o meu filho ia ter um teste de História, estive a estudar com ele e a fazer-lhe perguntas. A matéria era relativa à Idade Média. As classes sociais, o modo de vida de cada uma delas, pronto, esse tipo de coisas. Foi uma experiência muito engraçada, sobretudo para quem acompanha jornais e telejornais.
.
Estava eu a estudar os privilégios da nobreza e dei logo comigo a pensar que em Portugal , ainda não saímos bem da Idade Média. Na Idade Média, a mobilidade social era praticamente nula. A nobreza vivia fechada sobre si própria usufruindo dos seus próprios privilégios.
.
Relacionavam-se entre si, casavam-se entre si, frequentavam os mesmos castelos, participavam nas mesmas festas e banquetes, olhando para o povo do alto dos seus privilégios sociais e económicos.
.
Ora, se virmos o que se passa em Portugal , temos de chegar à conclusão que no Estado há décadas dominado pelo PS e pelo PSD, existe cada vez mais uma feudalização da sociedade assim como uma organização social cada vez mais endogâmica.
.
Um bom símbolo da nossa miséria é o casamento entre a filha de Dias Loureiro , amigo íntimo de Jorge Coelho, e o filho de Ferro Rodrigues , amigo íntimo de Paulo Pedroso , irmão do advogado que realizou a estúpida e milionária investigação para o Ministério de Educação e amigo de Edite Estrela que é prima direita de António José Morais, o professor de José Sócrates na Independente, cuja biografia foi apresentada por Dias Loureiro , e que foi assessor de Armando Vara, licenciado pela Independente, administrador da Caixa Geral de Depósitos e do BCP, que é amigo íntimo de José Sócrates , líder do partido ao qual está ligada a magistrada Cândida Almeida , directora do Departamento Central de Investigação e Acção Penal, que está a investigar o caso Freeport.
.
Talvez isto ajude a explicar muito do que se passa com a Justiça, a Economia, a Educação. Sobre a Educação, a minha área, vale a pena pensar um bocadinho. Haverá gente em Portugal a beneficiar com a degradação da escola pública?
Outra vez: haverá gente em Portugal a beneficiar com a degradação da escola pública?
Há. Claro que há.
.
Ora bem, quer entender porquê? E quem são? Quer mesmo? É fácil. Experimente sentar-se um pouco com o seu filho a estudar História.
José Ricardo Costa, professor

E OS NOSSOS "MARMELOS" ASSESSORES DE CARRO E CU TREMIDO...VIVA O LUXO!

Fernando Nobre

"Há pelo país todo carros do Estado a ir buscar assessores a casa"

por Filipa Martins e Luis Claro , Publicado em 04 de Janeiro de 2011 Actualizado há 6 horas

.
No caso das escutas, o candidato a Belém é peremptório: "Se estivesse a ser escutado, demitia o governo"
2128717.jpg
Fernando Nobre tem sido criticado por falar do seu passado profissional, mas garante que não é demagogia perguntar a um opositor se já viu corpos esmagados à sua frente: um chefe de Estado deve ter "sensibilidade particular para os grupos mais desfavorecidos". O fundador da AMI não exclui, se perder esta eleição, voltar a candidatar-se à Presidência da República daqui a cinco anos. Rejeita fazer qualquer ataque ao adversário Cavaco Silva por causa do caso BPN, apesar de criticar o Presidente no caso das escutas a Belém, e elogia o primeiro-ministro, que, confessa, não conhece, por ser "lutador, empenhado e determinado". Mas insurge-se contra o Orçamento do Estado e garante que havia alternativa aos cortes feitos nos ordenados dos funcionários públicos. Para o provar dá o exemplo dos carros do Estado que vão todos os dias de Lisboa ao Cartaxo para transportar cinco assessores para os ministérios.


A DOÇURA DO CACAU E O GOSTO POR ELE DO SENHOR.SILVA

Lucros divinos


Cavaco Silva, apesar de ter negado ter comprado ou vendido algo do BPN, a verdade é que teve um lucro de 147.500 euros com a venda de 105.378 acções da SLN, que era dona desse banco num negócio remonta a 2003. A filha do candidato presidencial também ganhou na venda de 149.640 acções a módica quantia de 209.400 euros.
As acções da SLN foram adquiridas em 2001 por um euro cada e dois anos depois foram vendidas por margem de lucro de cerca de 150% (2,4 euros cada). O valor da venda das acções foi determinado por contrato, cujo conteúdo se desconhece já que as acções referidas não estavam cotadas na bolsa.

Não estranhou o Sr. Silva ter um lucro tão grande em tão pouco tempo? Na sua qualidade de "grande economista" não pensou que aquilo não podia ser fruto de negócios "normais"? Não estranhou nem procurou saber como era isso possível?
Nos Estados Unidos, no escândalo Madoff, o aldrabão foi preso e pouco tempo depois condenado a pena de prisão perpétua, a sua família vai ter de devolver cada dólar ganho no negócio assim como todos os que beneficiaram com o esquema por ele montado. Não seria justo que, também em Portugal, os aldrabões, (todos), fossem presos, a chave deitada fora, as suas famílias obrigadas a devolver o que roubaram e todos os que beneficiaram dos esquemas fraudulentos obrigados a entregar tudo o que lucraram?
Sendo o Sr. Silva Presidente da Republica, sabendo que as aldrabices de alguns dos ex-ministros e secretários de estado do seu governo levaram um banco à falência, já custaram mais de 5 mil milhões aos portugueses, (numa altura em que estão sujeitos a medidas draconianas de austeridade com aumentos de impostos e redução de salários), que a pobreza e o desemprego alastram, que o país está de tanga e que muito provavelmente o dinheiro que ganhou foi fruto de vigarices, não deveria ser ele o primeiro a devolver o dinheiro por sua livre e espontânea vontade?
É este o homem que querem que continue como Presidente da Republica por mais cinco anos?

A BELA E O FANTASMA E O DINHEIRO COMPRA TUDO!

.
Ronnie Wood and Ana Araujo
Ronni Wood, do Rolling Stones e sua namorada Ana, brasileira, numa praia do Uruguaio. Ele um velho desconchavado de 63 anos e ela 29.

O MACHADO DO EDITORIALISTA BAPTISTA BASTOS

.
Baptista Bastos
Parábola das tristes décadas.
.
Há trinta e cinco anos que vocês nos manipulam, nos dominam, nos mentem, nos omitem, nos desprezam.
.
Há trinta e cinco anos que nos roubam, não só os bens imediatos de que carecemos, como a esperança que alimenta as almas e favorece os sonhos.
Há trinta e cinco anos que cometem o pior dos pecados, aquele que consiste na imolação da nossa vida em favor da vossa gordura.
.
Há trinta e cinco anos que traem a Deus e aos homens, sem que a vossa boca se encha da lama da mentira.
.
Há trinta e cinco anos que criam legiões e legiões de desempregados, de desesperados, de açoitados pelo azorrague da vossa indignidade.
.
Há trinta e cinco anos que tripudiam sobre o que de mais sagrado existe em nós.
.
Há trinta e cinco anos que embalam as dores de duas gerações de jovens, e atiram-nos para as drogas, para o álcool, para uma existência sem rumo, sem direcção e sem sentido.
.
Há trinta e cinco anos que caminham, altaneiros e desprezíveis, pelo lado oposto ao das coisas justas.
.
Há trinta e cinco anos que são desonrados, torpes, vergonhosos e impróprios.
.
Há trinta e cinco anos que, nas vossas luras e covis, se acoitam os mais indecentes dos canalhas.
.
Há trinta e cinco anos que se alternam no mando, e o mando é a distribuição de benesses, prebendas, privilégios entre vocês.
.
Há trinta e cinco anos que fazem subir as escarpas da miséria e da fome milhões de pessoas que em vocês melancolicamente continuam a acreditar.
.
Há trinta e cinco anos que se protegem uns aos outros, que se não incriminam, que se resguardam, que se enriquecem, que não permitem que uns e outros sejam presos por crimes inomináveis.
.
Há trinta e cinco anos que vocês são sempre os mesmos, embora com rostos diferentes.
.
Há trinta e cinco anos que os mesmos jornais, sendo outros, e os mesmos jornalistas de outra configuração, sendo a mesma, disfarçam as vossas infâmias, ocultam as vossas ignomínias, dissimulam a dimensão imensa dos vossos crimes.
.
Há trinta e cinco anos sem vergonha, sem pudor, sem escrúpulo e sem remorso.
.
Há trinta e cinco anos que não estão dispostos a defender coisa alguma que concilie o respeito mútuo com a dimensão colectiva.
.
Há trinta e cinco anos que praticam o desacato moral contra a grandeza da justiça e a elevação do humano.
.
Há trinta e cinco anos que, com minúcia e zelo, construíram um país só para vocês.
.
Há trinta e cinco anos que moldaram a exclusão social, que esculpiram as várias faces da miséria e, agora, sem recato e sem pejo, um de vocês faz o discurso da indignação.
.
Há trinta e cinco anos começaram a edificar o medo, e o medo está em todo o lado: nas oficinas, nos escritórios, nos entreolhares, nas frases murmuradas, na cidade, na rua. O medo está vigilante. E está aqui mesmo, ao nosso lado.
.
Há trinta e cinco anos encenaram e negociaram, conforme a situação, o modo de criar novas submissões e impor o registo das variantes que vos interessavam.
.
Há trinta e cinco anos engendraram, sobre as nossas esperanças confusas, uma outra história natural da pulhice.
.
Há trinta e cinco anos que traíram os testamentos legados, que traíram os vossos mortos, que traíram os vossos mártires.
.
Há trinta e cinco anos que asfixiam o pensamento construtivo; que liquidaram as referências norteadoras; que escarneceram da nossa pessoal identidade; que a vossa ascensão não corresponde ao vosso mérito; que ignoram a conciliação entre semelhança e diferença; que condenam a norma imperativa do equilíbrio social.
Riam-se, riam-se. Vocês são uma gente que não presta para nada; que não vale nada.
Malditos sejam!

FÁTIMA LOPES: "A ESTILISTA PORTUGUESA QUE TERÁ QUE APRENDER MUITO COM OS CHINESES!"

Clique nas imagens para poder apreciar a moda das "borrachinhas" na China

ALERTA: O PERIGO DO ISLÃO - A RELIGIÃO CATÓLICA.


.
CONCLUSÕES QUE NUNCA SERÃO PUBLICADAS.

E SOMOS APENAS 7% A DIVULGAR...

REUNIÃO DE SACERDOTES DE PRISÕES DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA (USA)

CONCLUSÕES DA REUNIÃO:

· A religião muçulmana, é a que mais cresce em número nos Estados Unidos, especialmente nos grupos minoritários.
· No mês passado, assisti a uma classe de treinamento, para manter as minhas condições de segurança no departamento de prisões do estado.
· Durante a reunião, foram apresentados três dos intervenientes que dissertaram sobre o tema: Um sacerdote católico, um pastor protestante e um imã muçulmano, que nos deram diversas explicações. Na minha qualidade de capelão, interessava-me sobretudo o que o imã islâmico diria.
· O imã, fez uma completa e detalhada apresentação da sua religião de base do islamismo, apresentando inclusive alguns vídeos.
· Depois das apresentações, foi concedido um tempo para perguntas e respostas.
· Quando chegou à minha vez, perguntei ao imã:
· Por favor, corrija-me se me equivoco, mas segundo entendo, a maioria dos imãs e clérigos do Islão, declararam a “JIHAD” (guerra santa), contra os infiéis de todo o mundo. De modo que matando um infiel, que é uma ordem para todos os muçulmanos, têm assegurado um lugar no céu. Se assim é... pode dar-me uma definição de infiel?
· Sem discutir minhas palavras, o imã disse: “São os não crentes”.
· Questionei: Permita assegurar-me que o entendi bem: A todos os seguidores de Alá, é-lhes ordenado que matem a todo aquele que não é da sua fé, para poderem ir para o céu? Está correcto?
· A expressão da sua cara mudou de uma autoridade para a de uma criança apanhada em flagrante a ir à caixa das bolachas. Com ar envergonhado respondeu: ASSIM É!
· Acrescentei: pois bem senhor imã, tenho um verdadeiro problema quando imagino se o Papa Bento XVI ordenasse as todos os católicos que matassem todos os muçulmanos e que o Dr. Stanley ordenasse a todos os protestante que fizessem o mesmo para também poderem ir para o céu...
· O imã ficou mudo.
· Continuei: Também estou com um problema que é ser seu amigo, quando o senhor e os seus colegas, dizem aos seus pupilos que me matem. O que preferiria o senhor: a Alá que lhe ordena matar-me para poder ir para o céu ou a Jesus que me ordena amá-lo a si, para que eu vá para o céu e que o leve comigo.
· Podia-se ouvir cair uma agulha no chão de tanto silêncio, quando o imã inclinou a cabeça de vergonha.
.
COM O NOSSO SISTEMA JUDICIAL LIBERAL E POR PRESSÃO DA “ACLU” (Organização Árabe Americana), ESTE DIÁLOGO NÃO SERÁ PUBLICADO. POR ISSO, ROGAMOS QUE FAÇA CIRCULAR ESTE DIÁLOGO POR TODAS AS SUAS LISTAS DE DIRECÇÕES PARA O DAR A CONHECER.
Rick Mathes – Capelão de prisões (USA)
-
“OU VIVEMOS TODOS JUNTOS COMO IRMÃOSOU MORREMOS TODOS JUNTOS COMO IDIOTAS! (Dr. Martin Luther King)
Se eles matam e se matam pela sua fé... porque não enviar este e-mail aos meus amigos e irmãos de fé...
.
Provavelmente 93% das pessoas, não reenviarão este e-mail... mas como eu faço parte dos outros 7% vou contrariar a tendência e reenviar...!

MARINHO PINTO: "EM PORTUGAL AS "CADEIAS ESTÃO CHEIAS DE POBRES"

.
Marinho Pinto
Financiamento dos partidos é "uma das principais causas da corrupção" em Portugal

.
O bastonário da Ordem dos Advogados considera que "não há nenhum partido político verdadeiramente interessado no combate à corrupção".
O bastonário da Ordem dos Advogados considera que "não há nenhum partido político verdadeiramente interessado no combate à corrupção" e alerta que o financiamento dos partidos é "uma das principais causas da corrupção" em Portugal.

"Os partidos gastam muito acima da capacidade contributiva dos seus militantes e apoiantes e hoje, seja nas câmaras [municipais], seja no poder central, o financiamento dos partidos é uma das causas graves da violação dos deveres funcionais e da própria corrupção", disse António Marinho Pinto em entrevista à agência Lusa.

Marinho Pinto, que na quarta-feira toma posse para um segundo mandato no cargo, considerou que ocorrem "casos verdadeiramente escandalosos" na sociedade portuguesa, mas que os "partidos encobrem" ou de falam às vezes, mas "devagarinho" e "ao de leve".

Na opinião do bastonário, o combate à corrupção "não se faz através da justiça, a não ser em casos "acidentais" ou "anormais". É antes um "combate essencialmente político", só que "não há nenhum partido político verdadeiramente interessado" nisso, o que revela uma "degenerescência da democracia".

"Todos falam, todos são contra [a corrupção] mas ninguém assume esse combate", criticou Marinho Pinto, dizendo discordar da actual lei do financiamento dos partidos políticos e ser tempo de "encarar abertamente" o problema.

O bastonário entende também que o povo português não tem tido "sentido de justiça" nesta matéria ao votar e eleger pessoas condenadas por corrupção e outros crimes conexos, assinalando simultaneamente que "há casos chocantes de fortunas que se acumularam no exercício de funções públicas, à vista de toda a gente e nos cargos mais elevados do Estado", sem que "ninguém se incomode".

Marinho Pinto sublinhou que em Portugal as "cadeias estão cheias de pobres" e de "pessoas que não tiveram uma boa defesa", pois caso tivessem uma boa defesa ou um bom advogado "nem um terço" deles estaria actualmente na prisão.

O bastonário alegou ainda que o Ministério Público português tem poderes e leis, que nem sequer nos Estados Unidos existem, para fazer uma investigação adequada e atempada, mas que "não faz", comentando: "Temos o caso do doutor Vale e Azevedo. Ele só foi preso depois de sair da presidência do Benfica. Quando lá estava não havia coragem de lhe tocar".

Segundo Marinho Pinto, em Portugal isso "passa-se em outros domínios", notando que são "milhões" de euros que "desaparecem de alguns bancos" e "nada", ou seja, o país "continua à espera".

O bastonário deu ainda os exemplos - sem mencionar concretamente os chamados casos CTT e Portucale - de um prédio do Estado que de manhã é vendido por 14 milhões e à tarde desse mesmo dia é revendido por 20 milhões ou de mais de mil sobreiros que foram abatidos com base num despacho de legalidade duvidosa e em que alguns dos principais responsáveis deixaram de ser arguidos a meio do processo.

AS SUAS NOTÍCIAS NO DIA 04.01.11

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Encontrado após ‘fugir’ de hospital
Cedofeita: Fogo assusta nos CTT
Canelas: Foge de acidente
Explosão de Caldeira fere 4 Familiares
Cristina Ferreira: ‘Uma Canção’

Capa do Público Público

Toda a informação do Público na palma da sua mão.
Domingos gostou da dinâmica, Machado lembra expulsões injustas
Triunfo do Sporting de Braga em clássico minhoto polémico
Ronaldo marca dois golos no regresso de Kaká
Sorteio do Loto 2 (1º/2011)

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Contactos da linha Saúde 24 sobem 46% em Dezembro devido à gripe
Associação de Cegos quer professores a aprender braille
Alcoolizado em contramão causa acidente
A caminho do 'bebé sete mil milhões' em 2011
608 000339 26110 356 11710 637 713 ? 9% 454 191 226 715

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Cuba começou a despedir meio milhão de funcionários públicos
Venda de carros de luxo disparou em 2010
Segunda-feira é dia de confusão na Urgência do "Santo António"
À frente do desemprego
Evadidos da prisão espalharam terror com 19 assaltos

Capa do i i

"Há pelo país todo carros do Estado a ir buscar assessores a casa"
Magistrados. PS disponível para alterações ao diploma do governo
Face Oculta. José Penedos vai falar em Fevereiro
Presidenciais: Manuel Alegre escolhe Porto para encerrar campanha
Europol. Empresas perdem 750 mil milhões de euros com cibercrime

Capa do Diário Económico Diário Económico

Financiamento dos partidos é "uma das principais causas da corrupção"
Especialistas dizem que BPN incomoda mas não retira votos a Cavaco
Dívidas à Segurança Social podem ser pagas até 150 parcelas
Skype alarga chamadas gratuitas a telefones Apple
Ordens sobre dívida pública em forte alta em 2010

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Acções asiáticas voltam a subir com especulação de melhoria económica nos EUA
Financiamento dos partidos é "uma das principais causas da corrupção" em Portugal
As notícias em foco na edição de hoje, dia 4 de Janeiro, no Negócios
Brisa ou EDP: Escolha a acção para Ulisses Pereira analisar
Preço médio do crude pode subir 25% em 2011

Capa do Oje Oje

Brent abre a descer para 94,79 dólares
Preço do petróleo pode subir 10%
Vendas auto aumentaram 38,8% em 2010
Europa pessimista para 2011
Fundos de pensões nacionais chegam para cobrir inflação

Capa do Destak Destak

Angelina Jolie e Brad Pitt doam um milhão e meio de euros a santuário
Partidos recebem esta noite mais uma proposta de reforma do Estado, país há 200 dias sem Governo
Rodrigo Leão nos “Melhores do Ano” da revista francesa “Les Inrockuptibles”
Bispo diz que Igreja deve lutar contra desalento, medo e pobreza
Encerramento temporário de extensão de saúde contestado por Juntas de Freguesia

Capa do A Bola A Bola

Ozéia volta amanhã
Ricardo Costa «muito contente no Valência»
Lateral-esquerdo é prioridade
Diego Maurício em cima da mesa
Pedro Lopes suspenso por 15 anos

Capa do Record Record

Emídio Rafael de prevenção
Fucile numa redoma
Gijón espera ter Castro já na próxima semana
Vukcevic: «Deixem-me em paz para poder trabalhar»
Fernández na mãos de Jesus

Capa do O Jogo O Jogo

Manuel Machado: “A vitória do Sp. Braga acaba por ser justa”
Domingos Paciência: "O resultado foi justo”
Júlio Batista já foi apresentado em Málaga
Ronaldo bisa na vitória suada por 3-2 do Real Madrid ante o Getafe
Derby polémico no Minho acaba com uma vitória "arsenalista"