Translator

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

BANGUECOQUE: MENSAGEM DO SENHOR EMBAIXADOR PARA AS COMUNIDADES

.
Este blogue (e porque serve dois países Portugal e a Tailândia) tem o prazer de inserir uma comunicação, do Embaixador de Portugal na Tailândia, Dr. Jorge Torres Pereira, dirigida à Comunidade Portuguesa.
.
Texto:
Mensagem do Sr. Embaixador para a Comunidade Portuguesa
Exma(o)s Senhoras e Senhores,
Para conhecimento e muito agradecendo a sua divulgação, junto se envia a mensagem de S. Exa. o Embaixador de Portugal, Dr. Jorge Torres Pereira, dirigida à Comunidade Portuguesa na Tailândia.
Com os melhores cumprimentos
Embaixada de Portugal em Banguecoque
Embassy of Portugal
26 Bush Lane (Soi New Road 30)
New Road, Bangrak
Bangkok 10500
Thailand
Tel.: (+66) 2 234 7436 / (+66) 2 639 5670
Fax: (+66) 2 639 6113

E-mail: bangecoque@mne.pt


O favor de clicar nas imagens para ler o conteúdo, da mensagem do Senhor Embaixador Dr. Jorge Torres Pereira
À margem: Dado que nos temos inserido, há mais de duas décadas, na investigação da presença de Portugal na Tailândia, colocamos ao dispor do Senhor Embaixador Dr. Jorge Torres Pereira, todo o material que temos inserido (igualmente imagens) e publicado na internet, sobre a presença Portuguesa na Tailândia, desde 1511, que poderá ser consultado:
.
José Martins

TAILÂNDIA: CARTA DE CONDUÇÃO E PRAGMATISMO

.
Mais uma história de vida de tantas que tenho para contar... O viver de cada mortal são contos vividos. Hoje dia 18 de Janeiro do ano 20011 da graça do Senhor e da era do Budismo 2554, fui revalidar, no serviço de viação, na proximidade do bairro (onde vivo há 20 anos) a minha carta de condução tailandesa, cujo prazo de validade, de 5 anos, termina no próximo dia 26.
.
A história de revalidadar uma carta de condução na Tailândia é uma banalidade, com tempo despendido de duas horas e foi o que perdi.
.
Facílimo, pragmático e, apenas com meia dúzia de papeis: cópia de passaporte, certificado de residência, a carta antiga expirada.
.
O serviço abre às 8 da manhã ao público, com vários “guichés” de atendimento e funcionários atenciosos. Depois da “papelada” conferida e toda bem, entregaram-me uma etiqueta com o número que me cabia para seguir o expediente que me estaria reservado.
.
Farangue (nome que os tais dão aos estrangeiros) era apenas eu, e natural, porque na área onde vivo não há, por aí além, muito desta espécie humana. Esta queda-se, mais para a baixa da cidade de Banguecoque.
.
Uma funcionária, delicadamente, mandou-me subir para o primeiro andar, com a papelada aprovado que entreguei à recepcionista que me atirou com mais um sorriso.
.
Indicou-me uma cadeira e que ali me aguarda-se, sentado, entre tantos outros como eu até ser chamado. Ora ali estava eu aguardar pelo exame psicotécnico. Jovens, de meio idade e velhos como eu terão que passar pelo exame da verdade se está em condições ou não de conduzir uma viatura.
.
São quatro testes: um círculo com cores pequenas e de outras medidas se de facto é aquela indicada por uma funcionária se o candidato, está apto a nova carta ou revalidação; em seguida segui para o aparelho de pericidade e reflexos, com dois pedais, o acelerador, o travão se na altura própria se acelera e trava de quando surge a luz vermelha; depois passa-se para outro aparelho em aqui é colocada a prova da exactidão de colocar-mos dois pinos à distância paralelamente. Por último a visão e agora se os dois olhos têm ângulos de visão para duas cores: vermelho e verde.
.
Passei aos testes à primeira e viva eu o velho que está em condições para continuar a conduzir!
.
Mas depois de quatro testes agora terei pela minha frente outro... Bem até nisto houve inteligência da parte do Serviço de Viação Tailandês.
.
Para os cidadãos tailandeses têm uma aula, com a projecção de um vídeo, de duração de uma hora, com as regras de boa condução. Mas eu como “farangue” fui enviado para outra sala, só, onde pernameci uma hora, só, a ver o vídeo legendado na língua inglesa, com as cautelas que devo ter ao conduzir um veículo na ruas e estradas da Tailândia.
.
Porém o vídeo apresenta os bons e maus condutores que no Reino guiam ligeiros, pesados, motos e bicicletas. Agradeci à funcionária a lição, pedagógica a que tive o ensejo de ver.
.
Tenho, assim a minha carta de condução aprovada para mais 5 anos e até ao ano 2016.
.
Desço ao primeiro andar, entrego a “papelada”, mais 600 bahts (cerca de 15 euros) que dá conta da minha aprovação, a uma funcionário que me mandou sentar para tirar a foto que seria aposta na minha nova carta de condução que demorou uns escasso 5 minutos.
.
A minha carta é electrónica, bonita e dá-me o privilégio de conduzir em 10 países do Sudeste Asiático, ou seja dos países da ASEAN.
.
Por último e porque para a revalição da minha carta de condução, portuguesa, demora uma infinidade (uns seis meses?), despesas de portes e burocracias a dar com um pau, desolado mandei a carta do meu país às urtigas há muitos anos e conduzo com a que em duas horas e 600 bates (15 euros) me emite o Serviço de Viação do Reino da Tailândia.
José Martins

O BLOGUE JUMENTO DE BURRO NÃO TEM NADA!

.

Do Blogue o jumento!
Nauseas

Na mesma semana em que foi assassinado um cronista social faleceu um capitão de Abril, ao primeiro a comunicação social dedica horas, ao segundo dedicou minutos, para o primeiro são ouvidas dezenas de “personalidades”, do segundo nada se diz, do primeiro até temos de saber por onde vão ser distribuídas as cinzas, do segundo soube-se que o corpo esteve algures em câmara ardente, do primeiro traça-se um perfil de grande lutador pelas liberdades, do segundo pou-co mais se diz que era um oficial na reserva.
.
A forma como a comunicação social tem tratado o homicídio de um mero cronista social tem sido, no mínimo abusiva, são jornalistas, astrólogos, parapsicólogos e uma verdadeira procissão de personagens de um jet set rasca e no meio usa-se e abusa-se das imagens onde se vê o cronista a entregar um ramo de flores a Maria Barroso, imagens que já vi serem repetidas quase uma dúzia de vezes.
.
A forma trágica como terminou aquilo que o cronista descreveu aos amigos que iria ser uma lua de mel é apresentada por astrólogas, parapsicólogos e outros especialistas deste ramo como uma bela história de amor, um misto de um episódio do Morangos com Açúcar com o Romeu e Julieta.
.
Chegamos ao ridículo de ver as astrólogas e parapsicólogos a tentarem demonstrar a culpa do jovem homicida exibindo e-mails e insinuando que este teria conquistado com palavras o distraído apaixonado, dando a entender que como noutro tempos que o enganou.
.
E anda este país com problemas gravíssimos distraído com um episódio sórdido da lumpen-burguesia deste nosso jet set miserável, como uma pequena seita de sente que se auto-elege como bonita vive de pequenos luxos obtidos à custa de papalvos, um meio onde se promovem personagens patéticas e decadentes a grandes figuras nacionais, onde autarcas financiam discotecas de astrólogas ou ajeitam as contas de idiotas convidando-os para reis do Carnaval.
.
Todo este espectáculo mórbido que só serviu para os portugueses saberem um pouco mais sobre se fazem e desfazem as paixões conseguidas com trocas de favores começa a provocar-me náusea, já me custa assistir a um telejornal ou abrir as páginas dos jornais, enoja-me que estes jornalistas me queiram fazer pensar que os grandes problemas do país é como acabam as paixões dos nossos socialites, os sítios que querem poluir com as suas cinzas, ou os sms que trocaram com os seus engates.
.
Lá que insistam em dizer que crónica social é saber com quem namora uma qualquer Lili decrépita e decadente é uma coisa, agora que a sociedade portuguesa é o pequeno mundo dessa pobre gente é outra coisa. O país tem muito mais com que se preocupar com os engates de modelos, com as trocas de sms, com paixões à primeira vista entre jornalistas de 65 anos e modelos de 20.
Chega, começo a sentir náuseas.
In O Jumento

ISTO É MESMO ARTE....ESCRITO COM OS DEDOS NA AREIA!

Kseniya Simonova vencedora da Got Talent Ucrânia por animação com areia, muito legal (graças Hector)

DELITO DE OPINIÃO: "É UMA ELEIÇÃO PORTUGUESA CONCERTEZA"

.
por Ana Vidal 17.01.11 2 denúncia(s)

No domingo, o dia de campanha terminou com um arraial minhoto com mais de 2500 pessoas, em Esposende, com música, balões, dançarinas e bailarico. (Lusa). A reportagem do comício-arraial-minhoto (na SIC Noticías) foi de antologia. Algumas pérolas que fixei:

- Eh, pá, quando chegar o Cavaco vocês já estão cheias de vinho! (o garboso repórter, demonstrando todo o seu profissionalismo e uma linguagem irrepreensível, para uma velha que se batia por uma caneca de barro cheia de vinho tinto)

- Eu não vim cá para ouvir o Cavaco, vim cá para comer e dançar. (a mesma velha, respondendo à pergunta do garboso repórter sobre o que estava a fazer ali)

- É impressionante esta mole humana, esta multidão que demonstra mais uma vez que a minha força vem do povo! (Cavaco Silva antes de se retirar do recinto, perante uma mole humana já bastante amolecida pelo vinho e pelos petiscos)

- Comi bem e bebi melhor. Tou tranquilo, tá tudo bem. (um velho sorridente, fazendo o balanço do comício para o eufórico repórter)

Se isto não é o povo, onde é que está o povo?

A TRISTEZA DA DIPLOMACIA PORTUGUESA

.

.
Eu ouvi e vi, hoje, duas senhoras portuguesas, à chegada ao aeroporto de Pedras Rubras, a queixarem-se que a Embaixada de Portugal, acreditada na Tunísia, não prestou assistência aos portugueses, residentes e a fugiram dos motins que se desenrolaram, no país, há umas duas semanas.
.
Eu exerci funções numa missão diplomática, houve casos que eu presenciei, em Banguecoque, semelhantes.
.
Não falando da tragédia natural “Tsunami”, acontecida em 26 de Dezembro de 2004, na costa do mar de Andaman que afectou a Tailândia e outras costas de países banhados pelo oceano Índico, bem de triste memória o desinteresse de dois diplomatas (um em Lisboa certamente a curar a “piela”, do Natal e outro a representá-lo como Encarregado de Negócio), pelas vitímas portuguesas.
.
A pobreza da assistência consular e diplomática das representações portuguesas, pelo mundo adiante, é endémica e não tem cura.
.
Bem sabido que a nossa diplomacia ainda se rege pelo sistema arcaico, “snob” , de punhos de rendas e a mania, que ainda persiste, do cortes de fazenda ingleses, para decorar a sua imagem corporal e os perfumes.
.
Evidente que nem todos os diplomatas, são flores mal cheirosas de se meter na mesma floreira, porque existem os bons que fazem obra. Mas outros há que dentro deles existe a vaidade de pessoas muito importantes e quanto menos fizerem para o país que o contribuinte lhes paga, principescamente, melhor será.
.
Numa altura em que Portugal tem saído sistematicamente na comunicação social, estrangeira, como um país à beira da falência eu se fosse diplomata teria vergonha de me juntar a outros colegas de missões estrangeiras a comer uma mastiga e a beber uns copos.
.
E de ter vergonha o ministro Luís Amado, como o chefe da diplomacia portuguesas, de factos evidentes que são noticiados na comunicação social de foragidos a uma guerra civil não tenham a assistência devida de quando em fuga, sem bens e para salvarem a “pele”.
José Martins

PORTUGUESES NA TUNISIA SEM APOIO CONSULAR

.
Cobras, lagartos e sapos disse a senhora foragida da Tunísia (foto da esquerda) em relação à assistência da Secção Consular da Embaixada de Portugal. Não tiveram nenhuma e disse ainda mais: "que representantes de outras embaixadas, da Europa, inclusivamente da Coreia do Sul estavam, na altura do embarque, no aeroporto, a olhar pelos seus cidadãos".
.
É a diplomacia que temos (de croquete) que trata os seus cidadãos, não quero dizer abaixo de cão, mas um grau acima.
.
Então e o Braguinha, baixinho, por onde andará? Teria ido, com o Sócrates, o Teixeirinha e o Amado, para os Emirates passear e pedirem mais mais "cacau"?
"Não há nada a fazer...Vivemos num país de merda.
.
P.S. As imagens acima foram captadas no televisor e durante o noticiário da 13:00 em Portugal

NOTAS VERBAIS: CONVERSA ELUCIDATIVA

17 Janeiro 2011

DISPENSAs & PRIVILÉGIOs Conversa elucidativa

Entre dois corruptos:- Sócio, como vai isso?- Muito bem! Estou em excelente estado de corrupção.
- Manuel D Paleólogo©

Campanha de Alegre: Onde está o Wally?


Que mal pergunte: não falta ninguém na campanha eleitoral de Manuel Alegre? O Primeiro-Ministro já apareceu, outros dirigentes socialistas também, mas… e os outros? Por onde andam? Por que motivo se escondem?
Afinal, onde está o Wally?

Publicado em Eleições Presidenciais, política nacional Tags , , , , Publicar um comentário

AS SUAS NOTÍCIAS NO DIA 17.01.11

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

O triunfo do amor ou porque Brecht não gostava de ‘Tambores na Noite’
'Glee' e 'Boardwalk Empire' dominam na televisão
'A Rede Social' triunfa nos Globos de Ouro
Usa seringa com hiv para assaltar
Tondela: Dispara contra casal

Capa do Público Público

Crise pode estar a aumentar obesidade
Presidente de associação de médicos defende suspensão das novas taxas de saúde pública
Globos de Ouro premeiam “A Rede Social”
Luis Amado diz que Portugal está a tentar vender dívida no Qatar
De Famalicão a Esposende, Cavaco deixa cair críticas a Alegre

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

"Há risco de Cavaco dissolver imediatamente a Assembleia"
Burlas a idosos chegam a um milhão de euros
Opinião de alunos conta na avaliação de auxiliares
Metro do Porto avança para Gaia
Mais de cem operacionais nas buscas

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Balanço trágico no Brasil chega a 633 mortos
Jogador pega no apito do árbitro e pára o jogo
Desempregados criaram mais de 7500 empresas nos últimos três anos
Burocracia parou fábrica de leite durante ano e meio
Casa da Música ainda marca a "Porto 2001"

Capa do i i

Marcelo Rebelo de Sousa: "O Presidente ganha sempre à segunda volta"
Precisamos de um Presidente que não se meta onde não é chamado
Campanha. Alegre apanhado no fogo cruzado entre Belém e S. Bento
Manif descontrola campanha de Cavaco. PSD reage
Portas lança apelo online contra o "confisco"

Capa do Diário Económico Diário Económico

Conheça os cinco melhores depósitos ‘online'
“Portugal pode ser alvo de terrorismo tão facilmente como a Suécia”
Paris e Berlim estão sem pressa para reforçar o fundo europeu
Governo: Taxa de desemprego ficará acima de 10,6% em 2010
Desempregados inscritos no IEFP caem 0,9%

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Portugal cede dados aos EUA sem excluir pena de morte
Banco de Portugal já comprou mil milhões de dívida pública
As notícias em foco na edição de hoje, dia 17 de Janeiro, no Negócios
Alegre apela ao voto para "realizar a utopia de vencer Cavaco"
"A minha ambição é forçar a segunda volta"

Capa do Oje Oje

Bolsa de Tóquio fecha a sessão de hoje quase inalterada
Brisa prevê mil milhões na Índia
Fábricas IKEA em Portugal somam 1200 empregos
TAP entre as líderes em segurança aérea
Turismo e renováveis unem Qatar e Portugal

Capa do Destak Destak

SAD comunica saída de Bettencourt à CMVM
Augusto Santos Silva: Portugal precisa de "um Presidente que não se meta onde não é chamado"
Budapeste: três jovens morrem espezinhadas numa discoteca
Jerónimo diz que discurso de Cavaco sobre situação do país é "o fado da desgraçadinha"
Exército tunisino toma palácio presidencial de assalto

Capa do A Bola A Bola

Dady treina-se hoje em Olhão
Rubin Kazan prepara oferta por Postiga
«O que importa é sermos campeões» - Hulk
Greg Stempin no hospital
«Foi pena não termos feito o empate» - Diogo Gomes

Capa do Record Record

José Eduardo vai apresentar plano
Um candidato transversal
Gaitán: «Nem sempre se pode jogar bem»
Cardozo igualou Magnusson e JVP
Hulk: «Título continua a ser o grande objetivo»

Capa do O Jogo O Jogo

Ermis Aradippou derrota Doxa
Clippers põem travão à série de vitórias dos Lakers (99-92)
Gaitán: "O importante foi termos conseguido uma vitória num campo muito difícil"
Luís Campos Ferreira desmente candidatura à Presidência
Diogo Gomes: "A expulsão e o golo sofrido atrapalharam tudo"