Translator

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

O VERDADEIRO FILHO DA PUTA

.

A FORÇA DA INTERNET... E A REPRESSÃO EM CIMA DOS POSSUIDORES DE BLOGUES NO MUNDO ÁRABE



Estudante de 17 anos presa e condenada na Síria
.
Uma blogueira adolescente acusada de espionagem para um país estrangeiro, condenada a cinco anos de prisão d
epois de uma audiência a porta fechada.
.
Última modificação: 15 de fevereiro de 2011 03:04 GMT
.
Os governos estão vigiando a internet na ajuda a protestos, em massa, que se espalham pelo Oriente Médio [GALLO / Getty]
.
Um tribunal da Síria condenou uma blogueira adolescente a cinco anos de prisão sob acusação de espionagem para um país estrangeiro.
.
Tal Al-Mallouhi tinha 17 anos quando foi presa em 2009 e foi detida pelas autoridades nos últimos dois anos.
.
Grupos de direitos humanos disse que sua prisão era muito mais um sinal de uma intensificação da repressão sobre a oposição na Síria, na esteira das revoluções Tunísia e Egito.
.
Al-Mallouhi tinha escrito artigos em seu blog dizendo que ela ansiava por um papel na definição do futuro da Síria, que tem estado sob o controle do Partido Baath durante os últimos 50 anos.
.
Ela também pediu Barack Obama, o presidente dos EUA, para fazer mais para apoiar a causa palestina.
.
Não ficou claro se sua prisão estava relacionada com o blogue, mas um tribunal de segurança acusou-a vários meses atrás com o "revelar informações que devem permanecer caladas para um país estrangeiro".
.
Tribunal Superior de Segurança do Estado da Síria emitiu a sentença na segunda-feira no final de um julgamento a portas fechadas, um funcionário próximo ao Tribunal de Justiça disse à agência de notícias Associated Press.
.
O funcionário, falando anonimato, não identificou o país que Al-Mallouhi foi acusada de espionar nem ele deu outros detalhes.
.
Ele disse que Al-Mallouhi "merecia 15 anos de prisão, mas sua sentença foi comutada, considerando sua idade".
.
Condenação nos EUA
.
Advogados participam na sessão fechada, disse que o juiz não deu evidências ou detalhes do por que ela foi condenada. Não há procuradores presentes no tribunal especial.
.
Jornal Al-Watan alegou em outubro, que Al-Mallouhi havia espionado para a embaixada dos EUA no Cairo, provocando uma tentativa de assassinato em novembro de 2009 contra um oficial de segurança sírio em uma rua do Cairo. O ataque deixou o funcionário com deficiência.
.
Não houve comentário oficial sírio sobre o relatório do jornal.
No sábado, Washington condenaram a Síria para o julgamento secreto e apelou à libertação, imediata, de al-Mallouhi.
.
PJ Crowley, porta-voz do Departamento de Estado, criticou a Síria pelo tratamento do caso, rejeitou o que ele chamou de "acusações infundadas de conexões americanas que resultou em uma acusação falsa de''espionagem.
.
Repressão
.
Autoridades sírias rotineiramente seguem a reprimir activistas políticos, colocando-os a julgamento por suspeita de envolvimento em atividades anti-governamentais. No ano passado, a Human Rights Watch citado pais al-Mallouhi como dizendo que ela não pertence a nenhum grupo político.
.
Alguns activistas sírios têm expressado preocupação de que os serviços de segurança deteve um poema que ela escreveu criticando certas restrições à liberdade de expressão na Síria.
.
Detenção Mallouhi agitou uma tempestade na blogosfera árabe, com várias postagens criticando o que foi chamado de repressão indiscriminada, na Síria.
.
A internet é uma rara saída para a expressão de opiniões independentes, na Síria, apesar da vigilância e proibição de inúmeros sites. Vários blogueiros sírios e os escritores são muitas vezes presos e condenado à prisão.

Condições mais severas foram aplicadas, este ano da divulgação de protestos, em massa, auxiliado pela propagação internet no Médio Oriente.

NÕS ESTAMOS A FAZER A OBRIGAÇÃO DIVULGANDO


O que seria dos gajos se o Marquês cá viesse outra vez.... a sorte seria igual à dos Távoras... Lá estaria a arder toda a Maçonaria com os seus "abichanados", de avental, a gritar: "tirem-nos daqui!
.
1 milhão na Avenida da Liberdade pela demissão de toda a classe política!

Exmos, Senhores,

cá vai um importante contributo, para que o Ministro das Finanças -e todos vocês- não continue a fazer de nós parvos, dizendo com ar sonso que não sabe em que mais cortar. Acabou o recreio e o receio!

Este e-mail vai circular hoje e será lido por centenas de milhares de pessoas. A guerra contra a chulisse, está a começar. Não subestimem o povo que começa a ter conhecimento do que nos têm andado a fazer, do porquê de chegar ao ponto de ter de cortar na comida dos filhos! Estamos de olhos bem abertos e dispostos a fazer -quase-tudo, para mudar o rumo deste abuso.

Todos os ''governantes'' [a saber, os que se governam...] de Portugal falam em cortes de despesas - mas não dizem quais - e aumentos de impostos a pagar.

Nenhum governante fala em:

1. Reduzir as mordomias (gabinetes, secretárias, adjuntos, assessores, suportes burocráticos respectivos, carros, motoristas, etc.) dos três Presidentes da República retirados;

2. Redução dos deputados da Assembleia da República e seus gabinetes, profissionalizando-os como nos países a sério. Reforma das mordomias na Assembleia da República, como almoços opíparos, com digestivos e outras libações, tudo à custa do pagode;

3. Acabar com centenas de Institutos Públicos e Fundações Públicas que não servem para nada e, têm funcionários e administradores com 2º e 3º emprego;

4. Acabar com as empresas Municipais, com Administradores a auferir milhares de euro/mês e que não servem para nada, antes, acumulam funções nos municípios, para aumentarem o bolo salarial respectivo.

5. Por exemplo as empresas de estacionamento não são verificadas porquê? E os aparelhos não são verificados porquê? É como um táxi, se uns têm de cumprir porque não cumprem os outros?s e não são verificados como podem ser auditados?

6. Redução drástica das Câmaras Municipais e Assembleias Municipais, numa reconversão mais feroz que a da Reforma do Mouzinho da Silveira, em 1821, etc...;

7. Redução drástica das Juntas de Freguesia.. Acabar com o pagamento de 200 ? por presença de cada pessoa nas reuniões das Câmaras e 75, ? nas Juntas de Freguesia.

8. Acabar com o Financiamento aos partidos, que devem viver da quotização dos seus associados e da imaginação que aos outros exigem, para conseguirem verbas para as suas actividades;

9. Acabar com a distribuição de carros a Presidentes, Assessores, etc, das Câmaras, Juntas, etc., que se deslocam em digressões particulares pelo País;

10. Acabar com os motoristas particulares 20 h/dia, com o agravamento das horas extraordinárias... para servir suas excelências, filhos e famílias e até, os filhos das amantes...

11. Acabar com a renovação sistemática de frotas de carros do Estado e entes públicos menores, mas maiores nos dispêndios públicos;

12. Colocar chapas de identificação em todos os carros do Estado. Não permitir de modo algum que carros oficiais façam serviço particular tal como levar e trazer familiares e filhos, às escolas, ir ao mercado a compras, etc;

13. Acabar com o vaivém semanal dos deputados dos Açores e Madeira e respectivas estadias em Lisboa em hotéis de cinco estrelas pagos pelos contribuintes que vivem em tugúrios inabitáveis....

14. Controlar o pessoal da Função Pública (todos os funcionários pagos por nós) que nunca está no local de trabalho. Então em Lisboa é o regabofe total. HÁ QUADROS (directores gerais e outros) QUE, EM VEZ DE ESTAREM NO SERVIÇO PÚBLICO, PASSAM O TEMPO NOS SEUS ESCRITÓRIOS DE ADVOGADOS A CUIDAR DOS SEUS INTERESSES, QUE NÃO NOS DÁ COISA PÚBLICA....;

15. Acabar com as administrações numerosíssimas de hospitais públicos que servem para garantir tachos aos apaniguados do poder - há hospitais de província com mais administradores que pessoal administrativo. Só o de PENAFIEL TEM SETE ADMINISTRADORES PRINCIPESCAMENTE PAGOS... pertencentes ás oligarquias locais do partido no poder...

16. Acabar com os milhares de pareceres jurídicos, caríssimos, pagos sempre aos mesmos escritórios que têm canais de comunicação fáceis com o Governo, no âmbito de um tráfico de influências que há que criminalizar, autuar, julgar e condenar;

17. Acabar com as várias reformas por pessoa, de entre o pessoal do Estado e entidades privadas, que passaram fugazmente pelo Estado.

18. Pedir o pagamento dos milhões dos empréstimos dos contribuintes ao BPN e BPP;

19. Perseguir os milhões desviados por Rendeiros, Loureiros e Quejandos, onde quer que estejam e por aí fora.

20. Acabar com os salários milionários da RTP e os milhões que a mesma recebe todos os anos.

21. Acabar com os lugares de amigos e de partidos na RTP que custam milhões ao erário público.

22. Acabar com os ordenados de milionários da TAP, com milhares de funcionários e empresas fantasmas que cobram milhares e que pertencem a quadros do Partido Único (PS + PSD).

23. Assim e desta forma Sr. Ministro das Finanças recuperaremos depressa a nossa posição e sobretudo, a credibilidade tão abalada pela corrupção que grassa e pelo desvario dos dinheiros do Estado ;

24. Acabar com o regabofe da pantomina das PPP, que mais não são do que formas habilidosas de uns poucos patifes se locupletarem com fortunas à custa dos papalvos dos contribuintes, fugindo ao controle seja de que organismo independente for e fazendo a "obra" pelo preço que "entendem"...;

25. Criminalizar, imediatamente, o enriquecimento ilícito, perseguindo, confiscando e punindo os biltres que fizeram fortunas e adquiriram patrimónios de forma indevida e à custa do País, manipulando e aumentando preços de empreitadas públicas, desviando dinheiros segundo esquemas pretensamente "legais", sem controlo, e vivendo à tripa forra à custa dos dinheiros que deveriam servir para o progresso do país e para a assistência aos que efectivamente dela precisam;

26. Controlar a actividade bancária por forma a que, daqui a mais uns anitos, não tenhamos que estar, novamente, a pagar "outra crise";

27. Não deixar um único malfeitor de colarinho branco impune, fazendo com que paguem efectivamente pelos seus crimes, adaptando o nosso sistema de justiça a padrões civilizados, onde as escutas VALEM e os crimes não prescrevem com leis à pressa, feitas à medida;

28. Impedir os que foram ministros de virem a ser gestores de empresas que tenham beneficiado de fundos públicos ou de adjudicações decididas pelos ditos.

29. Fazer um levantamento geral e minucioso de todos os que ocuparam cargos políticos, central e local, de forma a saber qual o seu património antes e depois.

30. Pôr os Bancos a pagar impostos.

Fonte: Facebook - Página: 1 milhão na Avenida da Liberdade pela demissão de toda a classe política

Ao "povo", pede-se o reencaminhamento deste e-mail.

RTP: DOCUMENTO HISTÓRICO QUE RELATA A VIDA DO POVO PORTUGUÊS


Quem será, a gente do meu tempo, que não se lembra destes dois "monstros" da comunicação. Eles lá estavam a transmitir os noticiários e mais eventos. A RTP ainda não era o asilo que hoje é! Há para lá gente a tropeçar uma na outra...!!!
.
Não é saudismo, mas a história do nosso Portugal.
.
Eramos gente simples e cá nos governavamos com o que tinhamos: comida (que chegava para encher a barriga), boas maneiras e educação regiamos a nossa forma de vida.
.
Sim,sim já existiam os progressistas, que pretendiam mudar o rumo ao nosso Portugal. Eram os novos comunistas (aquele regime que desapareceu e não funcionou nas raízes) que já seguiam envenenando os operárias de algumas fábricas.
.
Eles pretendiam fazer de Portugal uma Cuba da Europa e que a Rússia fizesse afronta aos americanos a partir da Península Ibérica.
.
Tínhamos os nossos emigrantes por todos os cantos do Mundo a construir seu futuro e o de Portugal. Foram eles (eu também) que salvaram Portugal da falência no princípio da década 80 do século passado, transferindo suas economias, em moeda estrangeira, para bancos portugueses.
.
Depois na década de 60 rebenta a guerra em Angola e estendeu-se à Guiné e a Moçambique. Finalmente os progressista (devido ao descontentamneto, interno, dos capitães do exército), sem contarem aí têm eles, a partir de 24 de Abril de 1974, de mão beijada as rédeas do Governo de Portugal.
.
Durante os quase 37 anos que os progressista tomaram conta dele, hoje governo eu e amanhã governas tu. Assim têm seguido os portugueses a ser governados entre a ambição do poder de mediocres e corruptos onde cada um rouba o mais que pode.
.
Estamos ao fim de quase 37 anos uns pobretas/alegretos que nem daqui a outros 37 teremos a nossa independência económica e as próximas gerações estarão iguais ou piores aos que hoje têm essa idade sem futuro no presente e à vista.
José Martims
ABSOLUTAMENTE IMPERDÍVEL !!!
Museu RTP
Isto é para guardar nos favoritos
Não percam porque vale a pena
É mesmo espectacular!

PIOR A EMENDA QUE O SONETO....AÍ ESTÁ A DEMOCRACIA MILITAR NO EGIPTO

Exército visa restaurar a normalidade do Egito
.

Supremo Conselho Militar planeia proibir greves, na tentativa, e obter egípcios de volta ao trabalho depois de semanas de turbulência.
.

Última modificação: 14 de fevereiro de 2011 00:57 GMT


O exército disse aos manifestantes que permanecem em Tahrir para sair e voltar à vida normal [Reuters]

Os líderes militares do Egipto estão alegadamente a preparar a proibição de greves e agir contra "o caos e a desordem" na tentativa de restaurar a ordem no país após semanas de protestos que levou à derrubada do presidente Hosni Mubarak.

Uma fonte militar disse que o Supremo Conselho Militar vai emitir uma ordem nesta segunda-feira que vai proibir reuniões de sindicatos ou sindicatos profissionais, efectivamente proibindo greves e diria a todos os egípcios voltar ao trabalho.

No entanto, cerca de 2.000 pessoas se reuniram em Tahrir Cairo (Libertação) Quadrado ao meio-dia, interrompendo o tráfego, a maioria deles protestando contra a polícia.

Os policias estavam realizando um protesto individual, alguns deles marchavam em direção ao Ministério do Interior. Eles querem melhores salários e estão a tentar limpar o nome da força policial odiada, que foi acusada de usar força excessiva durante os confrontos mortais nos primeiros dias da insurreição.

Alguns dos manifestantes da polícia mostraram retratos de policias mortos nos confrontos, com um cartaz dizendo "São vítimas do regime também".

No começo do dia, os manifestantes pró-democracia na praça, disseram que lhes tinha sido dito pelo exército para retirar ou enfrentar a prisão.

Enquanto isso, o exército ordenou Al Jazeera e outros meios de comunicação internacionais para parar de filmar a praça.

Centenas de trabalhadores dos transportes públicos manifestação em frente ao edifício da televisão e rádio estatal para exigir melhores salários. Do outro lado do rio Nilo, em Gizé, centenas de motoristas de ambulância realizaram um protesto, também para exigir melhores salários e empregos permanentes.

Protesto organizadores apelaram para uma "marcha da vitória", a realizar em todo o país nesta sexta-feira.
.
P.S. - Agora o Mubarak foi corrido... Os egípcios tem pela frente a verdadeira democracia... Pianinhos e se levantam a "grimpa" os militares dão-lhe o devido tratamento... De camelos está o Egipto cheio!

À ATENÇÃO DO IDEALISMO ADOLESCENTE EM MODA

.

«Não percebo por que razão os políticos divagam e os jornais se entusiasmam. Não chegou o delírio democrático depois da queda do muro e do colapso da URSS, para perceber que uma insurreição popular não leva forçosamente a uma democracia?


Nem sequer chegou o exemplo português de que um pequeno partido, com influência ideológica e bem organizado, pode facilmente corromper os militares e tomar conta do Estado?

.
Os manifestantes da praça Tahrir, um conjunto heterogéneo de descontentes, conseguiram de facto correr com Mubarak. Mas porque o Exército (nestas coisas, a Força Aérea e a Marinha não contam), que era o árbitro desde o primeiro momento, o abandonou.
.
Foi o Exército que uniu a oposição e que, em última análise, tinha os meios de agir. Por muito que doa ao idealismo adolescente em moda, civis sem armas não derrubam ditaduras. Barak Obama disse logo que a "revolução" (?) do Egipto o inspirara. Também, segundo consta, inspirou a Liga Árabe, o Irão, o Hezbollah e o Hamas.
.
Isto devia dar que pensar a Obama e à "Europa". Infelizmente não deu. Até a pobre Suíça, com a sua prudência, congelou as contas de Mubarak. Ninguém no Egipto vai agradecer à ingenuidade do Ocidente e, sobretudo, ninguém espera que eleições livres (a mezinha do costume) refaçam um regime e uma ordem civil tolerável.
.
Em primeiro lugar, não há - e tão cedo não haverá - partidos democráticos. Em segundo lugar, há a Irmandade Muçulmana, cujo nome fala por si (apesar da mansidão que ultimamente exibiu). Em terceiro lugar, há 80 milhões de habitantes, na maioria miseráveis, dispersos por um país sem fim. No meio disto, e presumindo a mais do que provável (se não inevitável) interferência do Irão, como imaginar que se resolveria fosse o que fosse com eleições?
.
O único resultado seria quase com certeza o alargamento e o reforço da "Irmandade Muçulmana". O Ocidente continua a persistir que a democracia ("a liberdade") é uma fórmula política. O pior é que não é - é uma forma de civilização, que mesmo na Europa levou dois séculos de conflito, interno e externo, para se impor e que exige a existência prévia de uma cultura "iluminista" (de qualquer espécie: francesa, inglesa ou alemã...) e de um
.
Estado decididamente secular. Se o Egipto, que nunca pertenceu, nem temporariamente, ao mundo democrático se sair deste aperto com uma ditadura militar, menos brutal e menos corrupta do que a de Mubarak, já é uma sorte. Uma grande sorte.»
Vasco Pulido Valente, Público

Nota: Entretanto, o PREC egípcio já fez as primeiras vítimas. O Museu do Cairo foi vandalizado pelos "revolucionários democráticos" e desapareceram pelo menos três peças de valor inestimável fora as tradicionais peripécias da pura e estúpida destruição.
.
Aquela gente não muda a sua natureza pelo simples facto de ter o focinho no facebook e acesso à internet. Os milhares ou milhões de manifestantes que tão túrgidos derrames têm provocado ao "ocidente" - entre nós, é ler os jornais ou os blogues para se perceber até onde pode chegar a idiotia colectiva - constituem uma sociedade que não se distingue propriamente pelo "progresso" intelectual, pelo cosmopolitismo dos costumes ou pelo respeito do "outro".
.
A mania que se pode exportar a democracia para todo o lado (os EUA fomentam democracias e ditaduras à vez) releva da mais pura ignorância, aquela que, aos poucos, vai enterrando uma certa "ideia de ocidente" à custa da tolice multicultural.
Publicada por João Gonçalves

SEM COMENTÁRIOS DAQUI


ACIDENTE DE PERCURSO - MALDITA NEVE

(via secretsmakemesick)

A BOMBA ATÓMICA REAL DO IRÃO




JOSÉ SÓCRATES ATÉ AO FIM DO ANO? UMA REAL TRAGÉDIA PARA OS PORTUGUESES!!!

.
Marcelo avisa Passos Coelho
Queda de Sócrates no final do ano
Marcelo Rebelo de Sousa não tem dúvidas: a queda de José Sócrates e do seu Governo deve ser no final deste ano, ou seja, com a discussão do Orçamento do Estado para 2012.

Por:Cristina Rita - Correio da Manhã



"É uma irresponsabilidade deixar em funções [o Governo] a partir do fim do ano", defendeu ontem o antigo líder do PSD no seu comentário dominical na TVI, num claro aviso dirigido ao líder social-democrata, Passos Coelho.
.
Quanto à moção de censura do Bloco de Esquerda, Marcelo considerou que o PSD deveria ter dito logo na quinta--feira passada que não votaria a favor, porque o compasso de espera até amanhã permitiu "uma borla a José Sócrates".

Nesta fase, é "uma irresponsabilidade" provocar uma crise política, sustentou, acusando os bloquistas de "show-off" e de fazerem "um favor" ao Governo. "No comité central [do PCP] percebeu--se que não há moção nenhuma", concluiu o comentador, assinalando o recuo dos comunistas.
.
E voltou a avisar Passos: "Será que o homem sabe quando faz cair o Governo?" Para Marcelo, se o líder do PSD "deixa passar o próximo Orçamento" terá a oposição interna à procura da sucessão.

AS SUAS NOTÍCIAS DO DIA 14.02.11

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

'Homens da Luta' fazem versão dos Deolinda
Paulo Bento: Recusa estrangeiros
Nobre Guedes: Eleito delegado
Queda de Sócrates no final do ano
Alcoutim: Bebé nasce no IC27

Capa do Público Público

Fábrica de baterias da Nissan poderá fazer outros componentes para o carro eléctrico
O espectro do imobiliário espanhol
Espanha endurece exigências às cajas e acelera reconversão da banca
Marcelo: “Governo não tem condições para continuar mais dois anos”
Domingos: "Não fizemos um grande jogo"

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Portas divulga hoje posição sobre moção de censura
Período para matrículas passa de 5 para 2 meses
Polícias têm 86 queixas por dia de violência doméstica
Jovens fogem, enquanto idosos não conseguem voltar
Costa portuguesa está sem radares

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Prémio Goya de melhor filme para chileno
Actriz de "Glee" com decote que incomoda pais
Hospitais fizeram menos 2500 cesarianas num ano
Torre da Universidade reabre após obras de requalificação
Brasileiro Ronaldo diz adeus ao futebol

Capa do i i

Portas 95% afasta-se da moção do Bloco e segue para bingo
Avaliação nas escolas. Professores em "competição desgovernada"
Mais trabalho, menos pasmaceira. Segredos para manter o romance
Maioria dos idosos é agredida por cônjuges, filhos e netos
Marcelo: "Só há turbulência na oposição porque governo é fraco"

Capa do Diário Económico Diário Económico

“Portugal está quase no limite das taxas financiáveis”
“Vai ser muito difícil Portugal evitar o FMI”
País em alerta amarelo com chuva, vento e neve até quarta-feira
Portas anuncia hoje como CDS vai votar moção de censura
PIB nacional terá recuado 0,3% no final do ano

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Acções asiáticas sobem 1,5% com demissão de Mubarak e PIB japonês
Banco promete reforço da solvabilidade
Equipa Millennium rendida à frontalidade de Mourinho
As notícias em foco na edição de hoje, dia 14 de Fevereiro, no Negócios
Reservas da Galp disparam e já dão para cinco anos de consumo

Capa do Oje Oje

Caixa irá crescer zero no crédito
Lucro da Galp sobe 43,3% em 2010
Millennium nega venda de banco polaco
Smartphones unem Nokia e Microsoft
Michelin multiplica lucro por dez com aumento das vendas para pesados

Capa do Destak Destak

Atletismo: Sporting campeão pela 16.ª vez
Projecto "Casas Low Cost" quer recuperar a baixa "a preços realistas"
Canção dos Deolinda ganha eco em Espanha
Líder passa com distinção no teste da pedreira com bis de Otamendi
O cérebro só acorda com surpresas

Capa do A Bola A Bola

Fim em jejum de onze meses
«Não posso permitir que ponham em risco a FPF» - Gilberto Madail
Lopes Aleixo apresenta demissão
Vuk amuou em Olhão e discutiu com Paulo Sérgio
Ronaldo confirma adeus ao futebol

Capa do Record Record

Resultados 2010/11
Cabral para o dérbi
Maxi: «Estamos na melhor fase»
Guarín inconformado
Já se vê um título ao fundo deste túnel...

Capa do O Jogo O Jogo

Bolívia cancela encontros particulares
Resultados e Classificação da 17ª jornada
Mourinho: "Merecíamos ganhar por números diferentes"
Resultados e Classificação da 19ª jornada
Naval regressa às vitórias frente à Académica

A TIA AURÉLIA: DESAPARECIDA

Desaparecimento Tia Aurélia
Eu nunca sei se estas coisas são mesmo verdade mas, no que toca a ajudar o próximo, prefiro pecar por excesso do que por defeito.
URGENTE ! ! ! (não podes ficar insensível)
Estou a procura da minha tia Aurélia. Peço ajuda a todos vocês para encontrá-la. Se alguém viu ou a conhece, avise-me por favor, estou em situação desesperada. Anexo esta foto tirada em 2008.



OBRIGADO PELA TUA ATENÇÃO !!! E vamos la a olhar para o sitio certo!