Translator

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

BAHRAIN: "E A IRA DO POVO SE IRÁ LEVANTAR CONTRA OS EMIRES E OS CALIFAS"


Violenta resposta ao protesto do Bahrein

Tropas e tanques bloqueam a capital Manama após a quebra da polícia em carregar dos manifestantes que os atacaram antes do amanhecer, matando quatro pessoas e ferindo centenas.

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

BHARAIN: "APOCALIPSE AGORA!"

Confrontos em vários lugar da capital do Bahrein

Veículos blindados visto nas ruas de Manama, após a polícia local de protesto tempestade na rotunda, matando pelo menos quatro.
.
Última modificação: 17 de fevereiro de 2011 01:56 GMT
.
A capital do Bahrein Manama foi abalada por confrontos esporádicos, horas depois de a polícia atacar um acampamento improvisado de manifestantes pró-reforma no centro da cidade, matando pelo menos quatro pessoas e ferindo dezenas de outros.

Um correspondente da Al Jazeera, que não pode ser identificada por razões de segurança, disse na quinta-feira que "os confrontos já não estavam limitados a um lugar ... agora estão espalhadas em diferentes partes da cidade".

Ele disse que os hospitais estão cheios de pessoas feridas depois do ataque de ontem à noite a polícia sobre os manifestantes.

"Alguns deles estão gravemente feridos com tiros de espingarda. Pacientes incluem médicos e pessoal de emergência que foram invadidos pela polícia ao tentar atender os feridos."

Outro produtor Al Jazeera disse que os booms online pode ser ouvido de diferentes partes da cidade, sugerindo que "gás lacrimogêneo é usado para dispersar os manifestantes em vários bairros".

Os últimos relatos, no entanto, indicaram que uma tensa calma desceu sobre a capital com tropas patrulhando as ruas.

Houve também relatos de dezenas de veículos blindados que se deslocam para a Rotunda das Pérolas, o lugar do protesto foi invadida pela polícia de choque.

Policias fortemente armados invadiram a rotunda, enquanto os manifestantes acampavam pela noite e estava dormindo.

Falando a Al Jazeera em Salmaniya hospital, a principal instalação médica em Manama, Bahrain Maryama Alkawaka do Centro de Direitos Humanos, disse que viu dezenas de manifestantes feridos sendo levados para salas de emergência na manhã de quinta-feira.

Nazea Saeed, um jornalista da Rádio Monte Carlo, disse que centenas de pessoas se reuniram no hospital.

Falando a Al Jazeera sobre a cena, ela disse que a multidão está gritando: "Abaixo a Al-Khalifa", em referência à família dominante do país.

"As pessoas estão cantando também que o sangue das vítimas não será em vão", acrescentou.

MIGUEL PORTAS: E SUAS VERDADES




A VERDADE É QUE TEM QUE SER ESTE INDIVÍDUO A DESMASCARAR ESTA SITUAÇÃO.
ISTO É UMA AFRONTA A TODOS NÓS
DIVULGUEM…
Miguel Portas - Tudo em silêncio
POR QUE RAZÃO ISTO NÃO PASSOU CÁ NO CANAL RTP1, RTP2, SIC, TVI, SIC NOTICIAS.
JORNAL NOTICIAS, DN, TSF, PÚBLICO, CORREIO DA MANHÃ, EXPRESSO, DIÁRIO ECONÓMICO…
A VERDADE É QUE NÃO PASSOU…
A VERDADE É QUE NINGUÉM OUVIU…
A VERDADE É QUE NINGUÉM ESCREVEU NADA…

http://www.youtube.com/watch_popup?v=m2B7RWJY--A

BAIRRO PORTUGUÊS DE SANTA CRUZ EM BANGUECOQUE

.
Hoje dia 17 de Fevereiro de 2011, fui visitar a casa, em Banguecoque, o meu amigo "do peito" António Cambeta. O motivo da minha visita, além de lhe pagar a que fez a minha casa na noite de consoada, seria, também para me emprestar um livro, valioso, com imagens, antigas, sobre o Bairro Português de Santa Cruz, fundado em 1767, após a queda da segunda capital, Ayuthaya, do Reino do Sião. Não conhecia o livro, publicado em língua tailandesa.
.
O meu amigo Cambeta, um residente na Ásia na proximidade de meio século e reformado de Oficial da Marinha de Macau, além dos vastos conhecimentos sobre o ex-território administrado por Portugal, sua história antiga e contemporânea é sem dúvida o português que mais tem viajado, e conhece e divulgado, melhor que ninguém do Norte ao Sul a Tailândia, suas belezas, seus templos budistas e quando sabe que algo de português lá está a investigar.
.
O amigo Cambeta quando teve conhecimento que existia o Bairro Português de Santa Cruz, em Banguecoque, sem saber a sua localização, meteu-se, mais a esposa e três filhas, luso tailandesas, num táxi, em sua procura, foi encontrado, falou com residentes (Cambeta fala, lê e escreve chinês/cantonês, tailandês, inglês e como alentejano das quatro costelas, sabe contar umas quantas anedotas, saborosas, dos "compadres", da região de Évora de onde é natural.

.
Um residente do Bairro de Santa Cruz ofereceu a Cambeta um livro que eu nunca consegui e conhecer quem o teria editado. Desejou oferecer-mo, não aceitei, porque livros preciosos nem se emprestam, nem se dão, mas desde logo lhe disse que iria digitalizar as imagens e fazer uma cópia do livro a preto e branco, para figurar na minha modesta biblioteca. (Blogue de António Cambeta: http://cambetabangkokmacau.blogspot.com/
.
.
Durante quase 30 anos fui colhendo imagens daquele espaço, que fui guardando nos meus arquivos. Escrevi alguma coisa e peças minhas foram publicadas em jornais de quando eventos no bairro que entravam na linha, noticosa, da Lusa.
.
Tenho apontamentos que fui guardando e os mantenho arquivados em cadernos. Mas que se entenda e bem por aí que eu nunca me debrucei sobre a história de Portugal na Tailândia em procura de mordomias, ser conhecido ou que tenha esmolado para comprar um filme, revelá-lo depois e vender imagens.
.
.
Nada disso. Também nunca tive ambições de ser um especialista de pedir uns "trocos" para escrever um livro, por que perfil de académico não tenho e preferi, sempre, oferecer o que sabia aos académicos e eles que colhessem frutos do meu trabalho e informações.
.
Sempre reneguei as mordomias e lamber ou polir a "botas" do poder. Mas já que falo em académicos, academias e seus afins, há sábios, também, entre os letrados, a sacanagem, que enveredam pelo caminho de historiadores, mas com outros objectivos, que nada têm a ver com história.
.
.
Os sacanas, académicos (não são nada deuses) é de fugir deles a sete pés porque, alguns, já cedo trairam os que ajudaram e, sem escrúpulos, ainda mais, um que ajudei, o sentei à minha mesa, enchi-lhe a "pança" de comida e de vinho de quando já me tinha traído e viria a meter-me dentro de uma intriga (a maior embutida na Embaixada de Portugal em Banguecoque desde fundada em 1820) que até merecia, por tão suja acção, umas valentes lambadas, com pau de marmeleiro, no costelado e perdiam-se aquelas que caissem no chão por falta de acerto.
.
Por agora ainda é cedo para me pronunciar em cima das imagens inseridas nesta peça.
.
Mais tarde dar-lhe-ei o relevo merecido, por que estas imagens muito me ajudarão ao meu trabalho de investigação.
.
Certamente a minha idade não vai permitir, escrever uma obra, mas outros que venham, mais tarde e que vão à Siam Society procurar (da qual agremiação prestigiosa vocacionada para a cultura sou sócio há 23 anos, com o número 1842) a informação, por que todo o meu espólio de uns milhares de livros e documentos serão, muito próximamente, doados.
.
Os livros e a história de uma comunidade, luso descendente, residente na Tailândia há 500 anos, não se vende, mas ofererece-se, com orgulho à Siam Society.
.
Ou melhor: "só se vendem livros, se for necessário, para matar a fome ao proprietário, mas felizmente até que desta vida parte comida haverá para me alimentar, mulher e filha"
José Martins

AS SUAS NOTÍCIAS DO DIA 17.02.11

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Portimão: EDP não explica corte
Faro Moradores acusam Polis
Lagos: Ladrão apanhado pela PSP
Évora: Protesto na Cultura
Baião: Deslizamento fere homem

Capa do Público Público

Crianças comem quatro vezes mais sal que recomendações
Número de inscritos nos Centros de Emprego cai 0,5 por cento
Madoff acusa bancos e fundos de investimento de cumplicidade
As explicações do Santander Totta
Ex-quadros do Santander põem a nu esquema para reduzir factura fiscal

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Falso médico passou receitas a 300 doentes
CDS aperta prazos para a crise
Empresas públicas defendem julgamento dos arguidos
Finanças "invadem" Forças Armadas
Director da PSP sai desmotivado

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Há juízes e funcionários a mais em Lisboa
Há mais de 5500 nomes entre os credores do BPP
F. C. Arouca quer entrar na rota ascendente

Capa do i i

Arrombar portas. PS e PSD dizem não haver razões para mexer na lei
Estatutos do PS facilitam compra de votos, acusam socialistas
Face Oculta: Ministério Público pede para todos os arguidos irem a julgamento
Funcionária apresenta queixa na PSP contra Associação Sol
"Nunca nos preocupamos com alunos sem historial de indisciplina"

Capa do Diário Económico Diário Económico

EDP e Galp 'desanimam' PSI 20
Gadaffi enfrenta ‘Dia de Fúria’ no seu próprio país
Honda faz ‘recall’ de 700.000 carros em todo
Presidente do Parlamento Europeu tenta confortar Portugal
Central de Cervejas aumenta preço das bebidas em 5%

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Antigos quadros do Santander Totta revelam esquema para reduzir impostos
Freitas do Amaral: Destino dos governos minoritários é serem derrubados
Rendeiro só vê reconhecidos 25 euros dos 4,25 milhões que reclama ao BPP
Honda chamou 700 mil automóveis em todo o mundo com problema de peça de motor
Acções do Japão renovam máximos com perspectivas da Fed

Capa do Oje Oje

Passageiros da TAP sobem 7,7% em 2010
Leilão de BT com taxa mais elevada
África é mercado prioritário para a PT, diz Bava
Petrobras e Partex descobrem petróleo na Bacia de Santos
Eni sobe metas de produção para 2011

Capa do Destak Destak

Arsenal surpreende Barça (2-1), Shakhtar vence em Roma (3-2)
Manifestação na Jordânia contra corrupção e por reformas políticas
MSN Portugal renova imagem e amplia serviços
Isabel Alçada: sistema educativo colhe frutos do ideário da I República
Localidades nos distritos de Lisboa, Leiria, Coimbra e Viseu às escuras

Capa do A Bola A Bola

Reforços de castigo
Falcao no onze, Alvaro Pereira não
Yannick à espreita
Henrique (Feirense) vai ser reforço
Marco Soares regressa em Março

Capa do Record Record

Miguel Lopes: «Hulk preocupa-os»
Leão contra a tradição
Inspiração europeia para quebrar enguiço
Cadete aposta na vitória no "inferno" de Ibrox
Estratégia na balança

Capa do O Jogo O Jogo

FC Porto vence Sporting, Benfica bate São Mamede
Arsene Wenger: “Acreditámos sempre na inversão do marcador”
Jaime Pacheco quis Pepe no Maiorca
Pep Guardiola: “Estou contente com o que vi”
Hugo Almeida confiante para embate com Dínamo Kiev