Translator

quinta-feira, 10 de março de 2011

JAPÃO: TERRAMOTO COM A MAGNITUDE 7,9 SACUDE A COSTA NORDESTE DO JAPÃO

TÓQUIO Mar Fri 11, 2011 1:03 am EST

TÓQUIO(Reuters) - Um terremoto de magnitude 7,9 atingiu a costa nordeste do Japão nesta sexta-feira, sacudindo prédios na capital Tóquio, e provocando um alerta de tsunami metro-6, informou a NHK.




JAPÃO: TERRAMOTO COM A MAGNITUDE 7,9 SACUDE A COSTA NORDESTE DO JAPÃO

TÓQUIO Mar Fri 11, 2011 1:03 am EST

TÓQUIO(Reuters) - Um terremoto de magnitude 7,9 atingiu a costa nordeste do Japão nesta sexta-feira, sacudindo prédios na capital Tóquio, e provocando um alerta de tsunami metro-6, informou a NHK.

ARÁBIA SAUDITA: MANIFESTANTES CORRIDOS A TIRO

.
A polícia teria aberto fogo contra centenas de manifestantes marchando na cidade oriental de Qatif, informou a AP.
Última modificação: 10 de março de 2011 19:38 GMT

Até agora, as manifestações têm sido pequenas e concentradas, mas os activistas estão pedindo um "Dia de Fúria" [Reuters]

A polícia teria aberto fogo contra uma manifestação na Arábia Saudita, em um aparente esforço para conter os protestos, agência de notícias AP informou.

Uma testemunha, na cidade oriental de Qatif disse à AP que tiros e granadas de atordoamento foram disparados contra centenas de manifestantes marchando nas ruas da cidade na quinta-feira.

A testemunha, que falou sob condição de anonimato por temer represálias do governo, disse a polícia na região abriram fogo. A testemunha viu pelo menos um manifestante ferido.

Autoridades do governo já avisou que irá tomar medidas fortes, se os activistas vão para as ruas depois de aumentar as chamadas para grandes protestos em todo o país para pressionar por reformas democráticas.

Liberdade para os presos

Apesar da proibição de protestos e da advertência do governo, os manifestantes exigiam a libertação de presos políticos foram às ruas pelo segundo dia consecutivo em Qatif.

Várias centenas de manifestantes, alguns usando máscaras para evitar ser identificado, marcharam após a obscuridade pedindo "Liberdade para os presos".

A polícia, que se enfileiram em frente aos manifestantes, armados de bombas de percussão, seguido pelas armas de fogo, causando a dispersão da multidão, disse uma testemunha, que falou sob condição de anonimato por medo de retaliações do governo.

No mês passado, o governo anunciou um pacote econômico sem precedentes no valor de cerca de US $ 36 bilhões que vai dar às pessoas os empréstimos à habitação sem juros, assistência ao desemprego e ao perdão da dívida.

Ele também reiterou que as manifestações são proibidas porque contradizem as leis islâmicas e os valores da sociedade e disse que as forças de segurança foram autorizadas a agir contra qualquer pessoa que viole a proibição.
.
Até agora, as manifestações têm sido pequenas e concentradas, mas activistas foram encorajados por outros levantes, nos países vizinhos e criaram grupos no Facebook convocar protestos na capital, Riade, na sexta-feira para exigir reformas democráticas.

Um desses grupos recebeu mais de 30.000 adeptos.

Mais cedo nesta quinta-feira, a organização de direitos humanos Amnistia Internacional apelou às autoridades da Arábia Saudita para reverter a proibição de protesto pacífico no reino, em meio a temores de uma violenta repressão em "dia de fúria" na sexta-feira planejado.

"Em vez de proibir protestos pacíficos, as autoridades da Arábia Saudita devem abordar a necessidade de grandes reformas dos direitos humanos no país", Philip Luther, vice-diretor do Oriente Médio da Anistia e Norte da África, disse.

A imprensa no fim de semana sugere que cerca de 10.000 tropas da Arábia Saudita seriam desdobrados para reprimir qualquer protesto.

"Os relatórios que as autoridades sauditas plano para destacar tropas para policiar manifestações futuras são muito preocupantes", disse Lutero.

BIRMÂNIA: COMÉRCIO DE RUBIES ESCONDE ESCRAVIDÃO

.
video

Atrás das pedras preciosas há contos e mentiras e a exploração de crianças, algumas com apenas quatro anos.
Última modificação: 10 de março de 2011 08:58 GMT
.
Mianmar na quinta-feira abriu uma de suas maiores vendas de sempre de pedras preciosas - uma oportunidade para o Governo exibir a sua indústria, enorme, de rubies.

No entanto, não mostra a servidão, virtual, involvida na exploração na indústria, com crianças a partir dos quatro a ser explorada para equilibrar a produção.

Al Jazeera filmou secretamente a exploração de rubies na região de Mogok - onde o acesso a estrangeiros é proibida.

LÍBIA: BATALHAS NO DESERTO - A MATANÇA CONTINUA A DISPARAR

.
video

Retiro forças rebeldes de Ras Lanuf
Rebeldes voltam da cidade de óleo sob o fogo de foguetes e ataques aéreos do exército leal a Gaddafi e lançam ofensiva.
Última modificação: 10 de março de 2011 22:57 GMT


Saif al-Islam Kadafi, filho do líder da Líbia, tem advertido que o governo estará lançando uma ofensiva militar em larga escala [Reuters]

CORREIA DE CAMPOS: "A FOME E A VONTADE DE DAR AO DENTE"

por Rui Rocha 09.03.11 6 denúncia(s)

Correia de Campos já foi, como se sabe, ministro das Parcerias Público-Privadas da área da Saúde (a bem dizer, da falta dela). Agora, entre outros múltiplos afazeres, exerce também como colunista.

Tal actividade pressupõe que tenha uma coluna. E isso é coisa que Correia de Campos, pelos vistos, tem. No caso, aquela que o Económico, com aparente irregularidade, lhe disponibiliza para actuar como trompeteiro das gestas de José Sócrates.

Trata-se, por isso, de uma coluna torneada e retorcida. Trabalhada em baixo relevo. É certo que lhe falta a imersão na realidade, ela própria já submersa. Mas, sobra-lhe a alucinação de um país que não conhecemos, situado algures na Socratosfera.

No último artigo, para além de celebrar mais uma homilia pela ressurreição semanal do menino, o escriba insurge-se contra objectos devoradores não identificados que diz estarem "desejosos de aceder ao banquete do poder, atiçados pela fome prolongada de cargos e prebendas". Isto é, a crítica não se dirige ao banquete do poder, nem aos cargos e às prebendas propriamente ditos.

O que parece incomodar Correia de Campos é que outros, que não os actuais convivas, queiram servir-se. Ora, sendo este tipo de fome sempre criticável, independentemente das bocas e dos estômagos que a experimentam, a análise séria implicaria que Correia de Campos escrevesse alguma coisa sobre o grau de saciedade dos que estão, neste momento, sentados à mesa.

Não o tendo feito, teremos de concluir que a crítica da fome é feita em representação de todos aqueles que têm ainda muita vontade de comer.

A ANINHAS; "A ROTWEILER DE SERVIÇO E SUGERIU UMA SAÍDA AIROSA PARA O PINÓQUIO"


A rotweiller de serviço falou e sugeriu uma saída airosa para o pinóquio
.
Ana Gomes e o discurso de Cavaco: “Se estivesse no lugar do primeiro-ministro demitia-me”
.
10.03.2011 - 14:54 Por São José Almeida
.
“Se estivesse no lugar do primeiro-ministro demitia-me, mas percebo que tenha em conta o interesse do país não o faça, pois se se demitisse seria tudo mais complicado”, afirmou ao PÚBLICO a eurodeputada do PS Ana Gomes, reagindo ao discurso de tomada de posse de Cavaco Silva como Presidente da República.
.
Ana Gomes explicou que ficou “muito apreensiva” quando leu o discurso e teme que este “segundo mandato [de Cavaco Silva] possa comportar custos elevadíssimos para os portugueses”. A eurodeputada sublinha que o Presidente “omite a crise europeia”que diz ser “o pano de fundo” da situação portuguesa e que se desenrola numa área onde o Presidente “não age, porque acredita que os mercados se auto-regulam”.
.
A eurodeputada do PS considerou ainda que o discurso de Cavaco “não une os portugueses” é antes “uma declaração de guerra ao Governo”. Ana Gomes defende que o Presidente falou sem ter alternativa. Ou então deve ser consequente “e demita o Governo”.
.
Por fim, a eurodeputada considera que “é preocupante o apelo à manifestação inorgânica que o Presidente fez”. "É perigoso. Quer que as pessoas se sobressaltem para quê?”, questiona Ana Gomes. Que insiste: “Aquele discurso é inconsequente e perigoso, então crie uma alternativa ou convoque eleições.”

HENRIQUE CALISTO: AS AMBIÇÕES DE LEVAR O MUANG THONG A TRI-CAMPEÃO DA PRIMEIRA LIGA DE FUTEBOL DA TAILÂNDIA

Henrique Calisto exibe o caxecól do seu novo clube "Muang Thong United"

Ex-treinador do Vietname, o português Henrique Calisto, como novo treinador do Muang Thong, aspira levar o seu novo clube a tri-campeão da Taça da Liga tailandesa

Henrique Calisto, português de 58 anos é o novo treinador do Muang Thong, de Banguecoque que conquistou o título da liga, tailandesa, em dois anos consecutivos, fez um contrato de dois anos com opção de prorrogação.
.
Henrique Calisto solicitou a demissão como treinador do Vietname, na semana passada e segundo alguns círculos da comunicação social a sua opção teria sido pela transferência, para o Muang Thong, lucrativa de que o dinheiro pode ter sido a principal razão para mudar o famoso treinador português para a Tailândia.

No entanto, Henrique Calisto, que liderou o Vietname para triunfar no Campeonato da Asean, há três anos, sublinhou que o dinheiro não tinha desempenhado qualquer papel na sua decisão de assumir um trabalho, ele disse que em sua mente havia, apenas, um "grande projecto".

"Muang Thong é uma grande equipa. Eles ganharam títulos e então, é um grande projecto para mim. Compartilhamos as mesmas ambições de melhorar o jogo da equipa. Não se trata de dinheiro", disse Calisto.

O Português explicou que ele deixou o Vietname devido à falta de apoio da Federação de Futebol do Vietname, depois de acusações, de ter falhado na conquista do título da Asean, com uma perda na semi-final para o eventual campeão da Malásia, em Dezembro.

"Perdemos com a Malásia sem seis atletas todos eles foram protagonistas da minha equipa.

"Eu dei conta que não tive o apoio total da Federação de Futebol do Vietname. Esta é a verdadeira razão de minha demissão. Não foi por outro motivo como algumas pessoas aventaram.

"Após 31 anos como treinador de futebol, não há nenhum motivo para que podesse estar ou sentir alguma pressão."

Apesar de ter testemunhado descontentamentos, no passado fim de semana pelos adeptos do Muang Thong, que escapou por pouco a baixar de classificação, Henrique Calisto está convencido de que Muang Thong, apesar de ter apenas um único ponto em duas partidas, têm a qualidade de possuir atletas para conquistar o tri-campeonato da liga.

"Qualquer equipa pode perder. É uma coisa normal no futebol. Acredito na qua- lidade de treinador. Nós só teremos de melhorar a qualidade do jogo. Tenho certeza que podemos chegar através desta e ganhar o título."

No entanto, vencer a qualquer custo não é o estilo de Henrique Calisto: ele gosta de suas equipas jogarem um futebol bonito no que ele chama um estilo latino.

"Eu venho da escola portuguesa de treinadores de futebol. Gosto de passes curto e não de bolas longas. Gosto de criatividade, como também, que a minha equipa tenha perfil de ganhadora"

"Eu não quero a minha equipa passiva, esperando, apenas, por chances. Devemos controlar o jogo, com a bola. Nós precisamos dar um bom espectáculo ao público.

"O futebol mudou muito desde que comecei como treinador há 30 anos. Tornou-se mais como um negócio, por isso o nosso jogo deve ser bom entretenimento para o público", disse Henrique Calisto.

Depois de vencer o Muang Thong dois campeonatos consecutivos com dois treinadores diferentes nos dois últimos anos, o Presidente do Muang Thong Ronnarit Suewaja disse que o clube optou por Henrique Calisto dado que foi visto como parte de sua estratégia de longo prazo e viu como o homem certo para o trabalho.

LÍBIA: "GUERRA CÍVIL E AS BATALHAS"

As batalhas sobre as cidades líbias
.
video
Forças leais ao Muammar Gaddafi em Az-Zawiyah, Brega e Ras Lanuf como zona, mundial, de debates de uma zona de exclusão aérea.
.
Última modificação: 10 de março de 2011 13:26 GMT
.
Forças pró e anti-governo são fechados em intensos combates pelo controle de várias cidades e vilas em toda a Líbia, onde uma revolta, de ameaça, para pôr fim ao governo de mais de 41 anos do coronel Muammar Khadafi.

Alguns dos mais violentos combates está ocorrendo nas cidades de Ras Lanuf, Brega e Jawad Bin, além Az Zawiyah, 50 km a oeste da capital Trípoli.

Jacky Rowland da Al Jazeera, e sua reportagem em Ajdabiya, disse que as forças pró-Kadhafi estão intensificando os contra-ataques das forças rebeldes.

"O último que ouvi falar na quinta-feira é que as forças estão atacando Gaddafi por terra a partir do oeste, ao longo das estradas costeiras. Eles também atacam a partir do sul, do deserto", disse ela.

Ponto da situação nas cidades da Líbia

"E, uma chave de desenvolvimento, eles estão atacando próximo do mar e ao norte. Este é claramente um esforço para encaminhar os rebeldes de suas posições mais para oeste, e vem na esteira de intensos combates dos dois lados no dia anterior. "

NÓS AVISAMOS...VÃO PELO TINTO E BRANCO E DEIXEM-SE DE BEBIDAS FINAS!

Não copie se voce não puder colar


Atenção pensávamos que era inofensivo
mas afinal é fod...
Estudos europeus revelaram os seus
efeitos na bebida:
Vodka + Gelo = fod... os rins!
Rum + Gelo = fod... o fígado!
Whisky + Gelo = fod... o coração!
Gin + Gelo = fod... o cérebro!
O filho da put... do gelo. fod... tudo!

AS SUAS NOTÍCIAS DO DIA 10.3.11

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Beija-Flor sagra-se campeã do Carnaval do Rio de Janeiro
Assaltada casa que foi de etarras
Justiça: Juiz entrega telemóvel
Faro: Ferida em despiste
Cascais: Homicida em preventiva

Capa do Público Público

Aimar nos convocados para o jogo com o PSG
Nanodiamantes podem melhorar tratamento do cancro
Forças de Khadafi detiveram e agrediram equipa da BBC
Naval alvo de processo de insolvência
Um jogo de castigo para Javi García

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Poucas possibilidades de náufrago ter sobrevivido
Passos já tem guião para o Programa do Governo
Agonia
Passos elogia "sentido construtivo" do discurso de Cavaco
Amado consultou Ashton antes de receber enviado líbio

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Américo Amorim entre os 200 mais ricos do Mundo
Jogo de palavras entre Benfica e F. C. Porto aquece ronda da Liga Europa
Confrontos entre cristãos e muçulmanos provocam 13 mortos no Egipto
Domingos quer vencer sem sofrer golos para deixar tudo em aberto para segunda mão
Louçã diz que há "dois Cavacos Silva", o da campanha e o líder político da direita

Capa do i i

Crianças. Serviços de saúde detectam 3551 casos de maus tratos em 2010
Freeport. Castro Caldas pede decisão partilhada com plenário do CSMP
Adeus cooperação institucional. Cavaco abre hostilidades a Sócrates
Alice esperou 38 anos para matar o marido
Conselho Europeu. Amado admite que é preciso "esforço muito significativo"

Capa do Diário Económico Diário Económico

Passe de Daniel Carriço gera discussão na campanha sportinguista
Villas-Boas atento a trunfos do CSKA em Moscovo
Cavaco Silva censura política económica de Sócrates
Presidente ‘irrita’ PS e recebe elogios da direita
Bruxelas discute já amanhã subida dos juros em Portugal

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Carlos Slim revalida título de mais rico do Mundo
EDP gasta mais com credores do que com accionistas
Galp está a estudar venda de activos no Brasil para encaixar até 3 mil milhões
Sonangol assume publicamente intenção de chegar a 20% do BCP
Acções dadas como garantia à Caixa na La Seda valem hoje um terço

Capa do Oje Oje

Sonae Sierra regressa aos lucros
Juros são insustentáveis a prazo, diz Pina
Altri sai do vermelho e lucra 62 milhões
BES vende corretora norte-americana
Toyota quer duplicar lucro com novo plano estratégico

Capa do Destak Destak

Javi Garcia punido com um jogo de suspensão
Passos Coelho elogia “sentido construtivo” do discurso de Cavaco
Ministro Alberto Martins será ouvido no Parlamento sobre o CEJ em princípio a 29 de Março
Pénis do Homem não tem espinhas graças a perda de sequências de ADN
Tottenham elimina Milan com golo apontado há... quase um mês

Capa do A Bola A Bola

Ataque total à Europa
Varela para quebrar o gelo
CR7 pode voltar no sábado
Bruno de Carvalho rejeita fusões e apresenta «equipa fortíssima»
Milan: «Faltaram os golos» – Allegri

Capa do Record Record

De olho nos "quartos"
Carlos Barroca: «Grande profissional»
Redknapp: «Grande sucesso para o clube»
Trio de portugueses à conquista da Europa
Valdomiro: «Agora trabalho o dobro»

Capa do O Jogo O Jogo