Translator

sexta-feira, 25 de março de 2011

QUEM MERENDAS COME...MERENDAS OFERECE!

Já falamos nisto antes... Ora,ora o Sócrates a "cavar" de pronto terá, antes de pegar na enxada, de arranjar uns lugarzitos à rapaziada, imbecibilizada, que o serviu. As missões diplomáticas acreditadas no mundo de Cristo, são o lugar ideal para os arrumar e longe das vistas e do coração de Portugal. Bem me parece que no AICEP não deve haver cadeiras de vago, pois se advinha que o Basílio Horta vai colher urtigas e o AICEP para as malvas. Assim vão as embaixadas ( os chefe-de-missão de olhos vesgos por que não pode dizer não ao Poder) aceitar os rapazes desempregados. Nas missões mais não fazem que polir os fundos das cadeiras e esperar, o fim do mês e o cheque, do ordenado, pela Mala Diplomática. A ver vamos o que vai sair no Diário da República e lermos para onde os "bons rapazes" vão ser despachados. Estamos atentos até lá! - José Martins

NOTAS VERBAIS

Favores & Recompensas

É que nas Necessidades, há nomeações que se fazem parecendo espatafúrdias. Não são. Excluídas as que resultam de sugestões bruxelianas, ou por via de rosmaninhos dobradinhos nas gavetas entre as dobras do lençol, as nomeações estapafúrdias antecipam em dois meses, mês e meio, sismo de governo, sismo esse que, na escala da Cozinha Velha, pode ir do grau 1 ao grau do grande 31... Sobretudo, inexplicáveis conselheiros técnicos que ninguém explica.

SÍRIA: "AS BALAS DA DITADURA - MATA-SE GENTE COMO CÃES TINHOSOS"

CENAS CHOCANTES QUE PODEM SENSIBILIZAR COMO SE MATAM SERES HUMANOS

"Todos oa acervos, um dia, prestarão contas à sociedade que tanto mal lhes hajam feito"

O VARA E O "PINGUINHO" ARREBANHADO


Vara recebeu 822.192 euros do BCP em 2010
25.03.2011 - 19:31 Por PÚBLICO



Armando Vara, ex-administrador executivo e vice-presidente do BCP, encaixou 260 mil euros de remuneração fixa pagos pelo banco, e um acerto de contas de 562.192 euros por ter saído antes do fim do mandato.
Armando Vara vai a julgamento no processo Face Oculta

(Miguel Manso)

Assim, ao todo, Armando Vara recebeu 882.192 euros em 2010, ano em que não exerceu funções por ter estado suspenso devido ao facto de ter sido constituído arguido no processo Face Oculta, indo agora a julgamento.

Em Julho de 2010, quando foi conhecida a demissão efectiva de Armando Vara, após ter sido suspenso, meses antes, do exercício do cargo que ocupava no topo da gestão (e para o qual foi convidado pelo actual presidente, Carlos Santos Ferreira, em 2008), o banco já afirmara que renúncia apresentada implicava o pagamento de uma quantia "correspondente à que lhe seria devida até ao termo normal do mandato em curso". Isto porque existia a "assunção de obrigação de não concorrência até à data do termo normal do mandato".

Olhando para o valor total pago aos membros do conselho de administração executivo, a remuneração totalizou os 4.117 mil euros (oito gestores, além de Armando Vara). O presidente, Carlos Santos Ferreira, recebeu a maior fatia, 647.158 euros, seguindo-se Paulo Macedo, com 545 mil euros.

António Ramalho, que entrou como vogal do conselho em Abril do ano passado, auferiu 324.890 euros. Até agora, os administradores executivos tinham apenas uma remuneração fixa, mas a partir do próximo mandato, que começa este ano (triénio 2011-2013), deverão ter também uma componente variável.

A "MERDA" DOS NOVOS POLÍTICOS E A GERMANIZAÇÃO DE PORTUGAL"

A vergonha continua


Ainda o governo não foi demitido e já o Passos Coelho foi ao beija mão da Frau Merkel e anuncia e defende aquilo que ainda ontem criticava; o aumento de impostos, com o IVA a poder subir para 24 ou 25 por cento. Só falta saber se, mal seja governo, (se o chegar a ser), vão chamar às suas medidas de austeridade PEC 5 ou PEC 1 DS (depois de Sócrates). Mudam-se as moscas, mas não se muda o que cheira mal.

MÉDIO-ORIENTE: "A MATANÇA ÁRABE EM FOCO"


Mortes na Síria pelas forças segurança, incendiadas, contra manifestantes

Pelo menos 20 mortos perto de Dara, uma testemunha diz Al Jazeera, os manifestantes anti-governo desafiar a ofensiva de segurança.
Última modificação: 25 março de 2011 15:40

Forças de segurança sírias abriram fogo contra manifestantes anti-governamentais na cidade de Sanamin perto Daraa, matando pelo menos 20 pessoas, segundo uma testemunha.

"Há mais de 20 mártires .... eles [as forças de segurança] abriu fogo a esmo", a testemunha disse à Al Jazeera na sexta-feira.

Rula Amin, correspondente da Al Jazeera em Damasco, disse que as forças sírias, aparentemente, disparando depois de os manifestantes atearam fogo em uma estátua do presidente, Hafez al-Assad.

Filmagens no YouTube também mostrou manifestantes na praça cental de Daraa desmantelamento um retrato de seu filho, Bashar al-Assad, o presidente atual.

Reuters relatou que a artilharia pesada pôde ser ouvida na cidade de Dara, o ponto focal para as manifestações contra o regime de Bashar al-Assad nos últimos dias.

Três pessoas também foram mortas no distrito de Mouadamieh Damasco após uma multidão enfrentar uma procissão de carros dirigidos por partidários do presidente Bashar al-Assad, segundo moradores, segundo a Reuters.

Adeptos do regime foram às ruas

Mas os partidários de regimes também foram às ruas em número considerável, ​​na sexta-feira, agitando bandeiras e imagens de al-Assad. Uma grande multidão reunida na noite fora da agência de notícias Al Jazeera em Damasco, exigindo que sejam apresentados na linha noticiosa.

"Milhares e milhares de pessoas estão nas ruas da capital, dirigindo-se ao redor da capital, mostrando seu apoio ao presidente Aasad. Não há dúvida de que o presidente não tem suporte neste país. Bashar al-Assad, é um líder popular", disse correspondente da Al Jazeera Zeina Khodr.

Mas, Anas al-Abda, o presidente do Movimento para a Justiça e Desenvolvimento, na Síria, disse à Al Jazeera que as manifestações pró-governo são "muito provavelmente fabricado e organizado pelo regime".

Mais cedo, Reem Haddad, do Ministério da Informação da Síria, disse à Al Jazeera que às forças de segurança tinha sido dada a ordem para não atirar em manifestantes "não importa o que aconteça".

"Mas as coisas tomaram uma tonalidade diferente, pois dentro destas manifestações pacíficas havia um outro grupo de pessoas que estavam armados ... e estavam disparando contra as forças de segurança e em outros cidadãos em Daraa. No final do dia de hoje tornou-se um questão de segurança nacional ".

Mas uma testemunha ocular disse à Al Jazeera que "não havia pessoas portando armas entre os manifestantes".

"O que aconteceu na praça ... foi munição de verdade, eu fui me apresentar e eu vi a juventude e outros jovens manifestantes liderar uma manifestação pacífica.

"Eles gritavam palavras de ordem pedindo a liberdade ea transparência e um fim [a] corrupção".

"Dia de dignidade"

Os últimos confrontos vêm depois que os manifestantes exigem uma maior liberdade para o chamado "dia da dignidade", na sexta-feira após uma ofensiva de uma semana por forças pró-regime, que deixou dezenas de mortos.

Pelo menos 200 pessoas marcharam no centro de Damasco, depois das orações de sexta-feira em apoio ao povo de Daraa, palco de protestos contra o regime do Partido Baath, informou a Reuters.

Protestos se espalharam em toda a Síria, com comícios também realizada no centro da cidade de Hama e em Tel, perto de Damasco. Segundo nosso correspondente, os números nesses comícios variaram de centenas de pessoas aos milhares.

Dara, a principal cidade do sul da Síria, tornou-se um foco de protestos. Autoridades têm estado na defensiva depois de manifestantes na cidade do sul foram mortos a tiro pela polícia.

A repressão já atraiu a atenção das Nações Unidas com os direitos humanos comissária Navi Pillay, pedindo uma investigação e um fim imediato da violência, uma mensagem repetida por Ban Ki-moon, o Secretário-Geral.

A Anistia Internacional disse na sexta-feira que pelo menos 55 pessoas foram mortas desde que protestos começaram.

Os EUA na sexta-feira pediu ao governo sírio para acabar com o uso da violência contra os manifestantes e as detenções de ativistas de direitos humanos.

"Nós condenamos fortemente as tentativas do governo sírio para reprimir e intimidar os manifestantes", disse o porta-voz Jay Carney.

Grã-Bretanha também manifestaram interesse. "Eu apelo ao governo sírio que respeitar o direito das pessoas ao protesto pacífico e para resolver as suas queixas. Apelo à contenção de todos os lados, mas em especial das forças de segurança sírias. A violência nunca é a resposta certa para estas situações." Alistair disse Burt, um ministro do Foreign Office.

Estado de Emergência

A Síria anunciou que iria "estudar" terminando o estado de emergência - em vigor desde 1963 - e olhar para a legalização dos partidos políticos, um assessor presidencial disse.

"Estou feliz em anunciar a vocês as decisões tomadas pelo partido Baath Árabe, sob os auspícios do presidente Bashar al-Assad, que incluem ... ... estudando a possibilidade de levantar o estado de emergência e licenciamento de partidos políticos", Buthaina Shaaban, o conselheiro do presidente sírio de mídia, afirmou nesta quinta-feira.

A atual lei de emergência permite que as pessoas sejam presas sem mandados judiciais e julgamento.

Logo após as promessas de reformas foram feitas, os prisioneiros detidos em Daraa durante os protestos foram liberados. Houve também relatos de encomendas a ser emitida pelo presidente para o exército para sair da Daraa.

O QUE FAZIA COM UM NOTA DE 100 PALHAÇOS HÁ 50 ANOS

A VISITA DA SENHORA MINISTRA DA DEFESA ESPANHOLA.

Daqui se recomenda à ministra assim mamuda, como se apresenta e "bué" "como-ó-milho" que não caia na esparrela de passar revista aos dormitórios dos marinheiros de uma fragata.... Pois e claríssimo, sujeitar-se a uma geral dos marujos. Assim vale a pena haver uma ministra de Defesa... E não um daqueles, igual ao Paulo Portas sempre com paneleirices


A Ministra da Defesa de Espanha em visita à Marinha...
Trocava-a pelo "Trauliteiro" Santos Silva e ainda levavam o N/primeiro e o Teixeira de bónus!...Assim sim! E aguarda-se uma visita à nossa Força Aérea num dia de verão bem quente !

PORTUGAL: "E O NOSSO FUMEIRO DE SALPIÇÕES E CHOURIÇOS"




Reencaminho, tal qual recebi. Acho que vale a pena ler.


Por uma elementaríssima questão de justiça, não posso deixar de referir o percurso vertiginoso, de um homem que começou há poucos anos como caixa de uma agência da Caixa Geral de Depósitos em Mogadouro, e que agora, fala ao telefone com alguns dos mais poderosos governantes do nosso (pobre) País, que é um dos principais arguidos de um dos mais falados processos judiciais a decorrer e que, veja-se, é, além de muitas outras coisas de que nós nem sonhamos, o representante para África de uma das maiores empresas de construção civil brasileira, a quem foi adjudicada a construção de nova barragem moçambicana a poucos quilómetros de Cabora Bassa.


E o tipo, ou tipos, com quem ele fala ao telefone também lucram com o negócio ? Seria estranho que não lucrasse(m) ...


Estamos ou não entregues a escumalha ?!?!


Estamos...

LEONOR BELEZA: "NÃO PÁRA DE SUBIR NA VIDA...!!!"

Daniel Bessa e Leonor Beleza entram no conselho geral do BCP
O conselho geral e de supervisão do BCP passará a contar com Daniel Bessa e Leonor Beleza.
O professor da EGP-UBS - Escola de Negócios da Universidade do Porto vai integrar a lista para o conselho geral e de supervisão (CGS) do BCP, que vai ser eleita na assembleia geral de 18 de Abril.

Segundo apurou o Negócios, outra das novidades daquele órgão é Pinho Cardão, antigo quadro do BCP. Luís Champalimaud, que abandona a presidência do CGS vai manter-se neste órgão, que passa a ser liderado pelo embaixador António Monteiro.

Tal como o Negócios noticia hoje na sua edição impressa, Leonor Beleza, presidente da Fundação Champalimaud, deverá integrar o CGS do banco.

A entrada da militante social-democrata no órgão de fiscalização do grupo acontece numa altura em que se perspectiva uma mudança de cor política no Governo. E deverá ser acompanhada também pelo reforço da equipa de administração executiva, com dois novos membros: José Iglésias Soares, actual gestor do banco Atlântico Europa e antigo quadro do BCP, e Rui Teixeira, director geral de Marketing deste grupo.

Manuel Vicente, presidente da Sonangol, vai manter-se no CGS, órgão que passa ainda a ser integrado José Iglésias Soares, até aqui gestor da instituição que o Atlântico tem em Portugal, para a gestão executiva. Uma escolha que também está a ser vista como um reflexo da crescente influência de Angola no BCP.

Outra das novidades na lista candidata aos órgãos sociais do banco, que continuará a ser liderado por Carlos Santos Ferreira, diz respeito à provável passagem do embaixador António Monteiro de simples membro do CGS a presidente do órgão de fiscalização, em substituição de Luís Champalimaud. A eleição da administração e do CGS terá lugar na assembleia geral de 18 de Abril, cuja agenda é conhecida hoje.

AS SUAS NOTÍCIAS DE 25.03.11

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Faro: Prova de Kitesurf cancelada
Messines: Ferida em despiste
Portagens: Reunião sem resultado
Leça: Fogo destrói viaturas
V. Verde: Idoso ferido em colisão

Capa do Público Público

Líderes dos 27 aprovam pacote de medidas contra a crise e a dívida
Durão Barroso congratula-se com garantias dadas por Portugal em Bruxelas
Juncker adverte que metas são para cumprir, qualquer que seja o Governo
Standard & Poor's baixa em dois níveis notação da divida portuguesa
"PSD deveria ter aceitado negociar PEC antes de forçar eleições", diz Marcelo Rebelo de Sousa

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Hora adianta de sábado para domingo
Ministério Público vai investigar caso da mulher do ministro
Marco António Costa: "O Iva é um imposto cego que afecta 10 milhões de pessoas"
"IVA é imposto cego que afecta dez milhões de pessoas"
Com Euromilhões à terça há jogos todos os dias

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Líderes europeus aprovaram medidas contra crise da dívida
Perseguição policial depois de tentativa de assalto a residência
Merche deseja ter o filho nos braços
Sindicato afirma que todos os comboios foram suprimidos devido à greve
O fim do sonho hippie em Copenhaga

Capa do i i

Vitalino diz que apelo de Seguro "não tem condições para ser correspondido"
Passos Coelho assume discordância com Merkel sobre chumbo do PEC
Carlos Carreiras: Passos Coelho está preparado para ser primeiro-ministro
Defensor Moura indisponível para se recandidatar pelo PS e vai reformar-se
Ele resiste. Eleições não vão ser "favas contadas"

Capa do Diário Económico Diário Económico

“Confiamos na capacidade de Portugal se financiar”
S&P baixa ‘rating’ de Portugal para perto do nível ‘lixo’
PSD alcança maioria e popularidade de Sócrates afunda
Cavaco exige sentido de Estado aos partidos antes da dissolução
PS elege Sócrates para liderar o combate à direita

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Daniel Bessa e Leonor Beleza entram no conselho geral do BCP
As notícias em foco na edição de hoje, dia 25 de Março, no Negócios
PSD desce nas intenções de voto mas continua perto da maioria
Marcelo e Campos e Cunha criticam oposição por não terem aprovado PEC e forçado eleições
Juncker avisa Passos que próximo Governo tem que fazer "esforços suplementares"

Capa do Oje Oje

Luís Filipe Costa: "O desafio actual é aprender a fazer mais com menos recursos"
"Yields" e risco de crédito em máximos
Ajuda internacional deve chegar até Junho
Zeinal Bava confiante na compra da Oi
Telefónica investe mais 52% no Brasil

Capa do Destak Destak

Investigação leva ex-presidente do Banco Insular a desfazer-se de acções - testemunha
Portugal reduz emissão de quatro gases poluentes e cumpre limites internacionais
Semana académica sai de Faro e transforma-se em festival com campismo
"Violador de Telheiras" confessa crimes e diz que está arrependido
Juncker diz que resgate a Portugal no valor de 75 mil milhões seria "apropriado"

Capa do A Bola A Bola

Corrida para o jogo do título
Cardozo admite deixar a Luz no fim da temporada
«Sporting está obrigado a lutar por títulos todos os anos» - Carlos Freitas
Baltazar tem estrutura para o futebol delineada
Miami: Frederico Gil avança para a segunda ronda

Capa do Record Record

Príncipes do asfalto
Urgência de conquista
Nuno Coelho: «Sou feliz na Académica mas quero um grande»
Carvalho deve voltar ao onze de Paulo Bento
Excelente maratona em perspetiva

Capa do O Jogo O Jogo

PSV empata a zero em particular
Corinthians alcança liderança com ajuda de Liedson
Wozniacki confirma bom momento e entra a vencer em Miami
Jô e Zahavi são alvos de Godinho Lopes
Falcao: “Restam dois anos e o clube está a ultimar a renovação”

HUMOR: A BOLA OFICIAL DA COPA DE 2014