Translator

sábado, 14 de maio de 2011

HENRIQUE CALISTO, UM TREINADOR DE FUTEBOL,PORTUGUÊS, NA TAILÂNDIA, VENCE MAIS UM JOGO


Embora a vida de Henrique Calisto não tenha sido fácil para organizar a equipa de futebol do Muang Thong United de Banguecoque, desde 4 de Março, último, quando assumiu a responsabilidade de dirigir um plantel, bi-campeãp da 1ª Liga de Futebol Tailandesa, onde dentro dele existiam várias anomalias de desregração, têm-o apresentado, progressivamente, nos jogos com outra combatividade, agressividade com o objectivo de ganhar jogos e retirar a má impressão e desmoralização gerada, entre seus adeptos.
.
Ontem, 14 de Maio, o Muang Thong (um grande clube de futebol da capital tailandesa) venceu, em casa, o seu homólogo Beco Tero Sasana United por 1-0, num jogo bastante difícil dado que chuva torrencial caída durante a manhã viria a prejudicar a exibição de um jogo bonito e os atletas de Calisto exibissem com todas as capacidades recebidas e ministradas pelo pelo treinador português.
.
Campo encharcado em alguma áreas de relvado que dificultou o jogo com muitas escorregadelas dos jogadores com dificuldade dos passes de bola, direccionados, chegassem à rede. Na primeira parte o Muang Thong dominou completamente o jogo e com várias oportunidades de golo perdidas o que motivou isso ao encharcamento de água do relvado.
.
Os jogadores do Bec Tero Unitede, completamente desorganizados, procuravam travar os intentos de seu adversário, pontapeando a bola para fora do relvado. Na segunda parte o jogo mostrou mais movimentação e agressivade da parte do Beco Tero, com alguns cantos que não viriam a resultar e a bola afastada de perigo, pelos endiabrados jogadores de Calisto que a tudo custo procuravam o golo da vitória e conseguida a 10 minutos antes de terminar o jogo.
.
À MARGEM: Henrique Calisto o primeiro treinador de futebol no Sudeste Asiático onde tem conseguidos sucessos no desporto do futebol que desperta, a passos largos, nesta área do globo, que por algumas vezes aqui o afirmamos, Calisto ganhou fama e prestígio e o ditado mantêm-se: “ninguém é profeta em sua terra”.
.
O treinador português na Tailândia, apresenta-se como um homem calmo, simples, afável e modesto quando dialoga com as pessoas. Não menos antes da competição o observamos, levantado, junto ao “banco” do estádio, antes dos jogadores saírem dos baneários, ora umas vezes quási como em meditação, outras consultando o bloco de seus apontamentos, como pensamos traçar a estratégia do jogo que minutos depois irá iniciar-se.
.
Mas outro facto, não menos importante, para Calisto, é não ter um batalhão de jornalistas, desportivos portugueses a metralhá-lo, constantemente, com perguntas inoportunas que depois vão (ao paladar) para o papel ou internet.
.
Calisto, como treinador, está só no mundo asiático e livre das “tricas” jornalísticas. Está bem e estado entre a gente, asiática que o estima, desde ha 11 anos dividido entre duas nações que somam, demograficamente, cerca de 150 milhões de pessoas. Não temos perante nós as “fanfarronadas” de certos treinadores de futebol portugueses que prometem vitórias, ganhadores de Ligas, próximas.
.
Henrique Calisto, o treinador Português que levou a selecção nacional do Vietname vencedora ASEAN Football Championship em 2008, levantou do marasmo do futebol vietnamita. Nos últimos dois meses, Calisto tem melhorado substancialmente o Muangthong United em termos de tática e rentabilidade e uma derrota, nas últimas competições, sofrendo apenas um golo.
.
Encontra-se como peixe na água, em Banguecoque, onde segundo afirmou, não lhe foi difícil a adaptação à Tailândia dado que os costumes e as gentes do Vietname são similarer às da Tailândia. Os dirigentes do Muangthong United ofereceram a Calistto uma recepção calorosa na altura de quando foi firmado o seu contrato de trabalho. As críticas dos jornais deportivos, locais, foram-lhe favoráveis e desde logo lhe preveram, no futuro, um bom trabalho.
.
A uma pergunta de um jornalista: Quais são as coisas que desejaria de ver melhoradas no Muangthon United?
“Que os atletas se ajustem seus estilos para o lugar certo que pretendo, não movimentando a bola, rapidamente, para entreterem os seus fás. Mas o que pretendo não pode acontecer em duas semanas, dois meses... Eu quero impor no meu platel o estilo do jogo latino. Bola no chão, pasando rápido e individual competência.”
.
Outra pergunta em cima dos adeptos do Maungthong, Calisto responde:
Os adeptos, amam e se comprometem com o clube mais
do que eu esperava, não se apresentam agressivos de quando o seu clube não ganha um jogo. Mas eu sempre digo aos meus “rapazes” que devem tentat vencer os jogos porque os adeptos entraram para a bancada a pagar, ver um espectáculo e faze-los felizes.
Apedlidaram Calisto de “ o coronel” sabia?
.
“E eu tive conhecimento que os torcedores, dirigentes e funcionários Muangthong me apelidaram de "o coronel". Ninguém, antes, me acharam por esse nome. Tenho então uma sensação de calor apesar de permanecer em Banguecoque há pouco mais de dois meses .
.
Henrique Calisto agora “o coronel”, treinador de futebol português na Tailândia prometeu que iria levar a cabo o seu melhor para guindar o Muangthon à melhor posição Eu posso prometer-lhes que eu farei todo o possível para levar Muangthong à melhor posição e conquistas de troféus, como assim, tenho na minha carreira, de treinador de futebol até ao momento depois de 11 anos no Sudeste Asiático.
.
Palmarés de Henrique Calisto no Sudeste Asiático:
-2010: 25 MAR Jogos runner-up
-2008: ASEAN Suzuki vencedor da Taça
-2006: V-League com o Dong Tam Long An
-2005: V-League com o Dong Tam Long An
- 2002: ASEAN Tiger Cup terceiro colocado

AS NOTÍCIAS DE 14.05.11

Capa do Correio da ManhãCorreio da Manhã
Oura: Estacionamento pago
VRSA: Incêndio em antiga fábrica
Albufeira: Turistas assaltados
Duas doentes infectadas em hospital
Euromilhões: Jackpot sai em Espanha
André Villas-Boas: Liga Europa vale ‘Juve’
Rio Maior: Fere mulher e enteado
Capa do PúblicoPúblico
Francisco Louçã acusa Passos Coelho e Paulo Portas de dividirem o país "como se fosse uma pizza"
Passos Coelho acusa Sócrates de fugir à realidade da recessão no primeiro trimestre do ano
Jerónimo de Sousa: a "novidade" é que PS, PSD e CDS “têm programa comum”
Euromilhões: Totalista em Espanha vai receber 121 milhões de euros
PSD tem o programa político mais radical que a direita já apresentou
FC Porto lutou mais e dominou o jogo 1 da final
Mexia realça que em toda a Europa há empresas com capital público
Capa do Diário de NotíciasDiário de NotíciasA minha terra tem um só partido
Madeira tecnicamente falida clama por ajuda
Mais uma semana de sondagens
Os excessos do Dr. Catroga
Uma notícia perigosíssima
Militar da GNR salva mulher na barragem do Alqueva
Jardim escreve contra PS na página da presidência
Capa do Jornal de NotíciasJornal de NotíciasPolícias vendiam protecção a prostitutas e criminosos
"Novidade" é que PS, PSD e CDS "têm programa comum", diz Jerónimo de SousaMariano González aposta no futuro da família
Sismo de magnitude 6 na Costa Rica
Projecto "Dar a Sorrir" reúne apoios para conseguir mãos mioeléctricas para crianças
Fenómeno meteorológico que acontece 100 dias por ano
F.C Porto e Braga separados por 50 quilómetros
Capa do ii
Passos Coelho sobre Sócrates: "Roça o terrorismo político"
Vítor Bento diz que descida da Taxa Social Única pode ser ineficaz
Escolas portuguesas ainda não sabem comunicar com os pais
Abusos a menores ainda passam despercebidos nas urgências
Detidos em Odivelas podem ser julgados por fogo posto
Ano de 2010 foi recorde na descoberta de novas drogas na Europa
Chamas em fábrica de Guimarães já estão controladas
Capa do Diário EconómicoDiário Económico
Bancos lideram quedas em Wall Street
Passos e Portas assumem querer governar juntos sem Sócrates
Barclays volta a negociar acções da PT
Juncker: Grécia sem condições para ir ao mercado em 2012
Angola regressará rapidamente a um crescimento de dois dígitos
Um Desígnio e um Governo para Oito Anos
Magalhães afasta Microsoft da Venezuela
Capa do Jornal NegóciosJornal Negócios
"PSD, PS e CDS no governo seria uma salada russa"
PSD tem o programa político mais radical de direita de sempre
Sócrates acusa líder do PSD de "impreparação"
Privatização é uma oportunidade de crescimento para a EDPOngoing avança para tribunal contra a Impresa
Barclays reduz posição a descoberto na PT
Bolsas norte-americanas encerram em queda
Capa do A BolaA Bola
Bolton insiste em Rodrigo
Adepto paga a David Silva
Artur Moraes na lista de opçõesNani e Bebé a um ponto dum título para a história
Próxima paragem para Domingos: banco de Alvalade
Relâmpago de emoções
FC Porto acusado de litigância de má fé
Capa do RecordRecord
FC PORTO-BENFICA, 42-32 (2.º período)
Douro Vinhateiro: "Verdes" acusam EDP de "branquear" a sua imagem na região
Naide e Évora com Londres no horizonte
Fase decisiva arranca no sábado
WTA Roma: resultados
Racismo de Busquets não é caso virgem...
UZO na camisola dos três grandes na última jornada
Capa do O JogoO Jogo

CÁ TEMOS O "MARMELO" COM OS POEMAS DA LIBERDADE...!!!

Poemas de Manuel Alegre com voz de Mário Viegas
País de Abril reeditado pela Orfeu
.
A editora Orfeu, uma das mais emblemáticas editoras discográficas de antes do 25 de Abril, que editou Manuel Alegre, Adriano Correia de Oliveira e José Afonso, e que tinha cessado de editar em 1983, regressa ao mercado com uma nova vaga de edições. A poesia marca presença com um álbum duplo: de um lado "País de Abril", título de um poema de Manuel Alegre, do livro "Praça da Canção"; do outro "O Operário em Construção", uma viagem entre universos tão distintos como o de Vinicius de Morais, Bertolt Brecht e Alexandre O'Neill, com voz de Mário Viegas e participação musical de José Calvário e José Luís Tinoco, ao piano, e José Niza, na viola acústica..P.S. Cagai, portugueses, no 25 de Abril de Manuel Alegre