Translator

sábado, 1 de outubro de 2011

NOTAS VERBAIS E A FEIJOADA À TRANSMONTANA

 
.
Eu acrescento: "e depois da feijoada haver um concurso de peidaria e atribuir um prémio ao que melhor peido bufou!"

02 Outubro 2011


DISPENSAs & PRIVILÉGIOs A propósito de estados de graça


O melhor para uma coligação em que as aparências iludem, é uma feijoada à transmontana.

- Manuel DCLX Paleólogo©

O HUMANISTA PORTAS E O SINDROME, LIBÍO, QUE LHE AFECTA A CABEÇA


.
Em vez de resolver a humilhação a Portugal na Suiça (greve dos funcionários diplomatas e consulares) envolveu-se em "mariquices" líbias que a nós a guerra ou a destruição não nos arrefece ou aquece. A guerra foi dos outros, os "galifões" e donos do petróleo.

Clique em baixo para ouvir a voz, rançosa, do Portas.

Portas quer que aviões líbios que estão em Portugal sejam usados para fins humanitários

2011-09-30 15:04:10

OH GASPAR TEM-TE-NÃO CAIAS NO BURACÃO QUE TE AGUARDA OH GASPAR!

A conta, faz favor


O défice orçamental no primeiro semestre do ano atingiu os 8,3% do Produto Interno Bruto (PIB), indicou o Instituto Nacional de Estatística, superior aos 7,7% do primeiro trimestre do ano.  De acordo com as Contas Nacionais Trimestrais por Sector Institucional hoje divulgados, o valor do défice acumulado nos primeiros seis meses do ano atingiu os 6995,3 milhões de euros.
.
De buraco em buraco, de má notícia em má notícia, no fim quem vai pagar somos nós. Estamos a pagar, vamos pagar mais até ao próximo buraco ou má notícia onde voltaremos a pagar mais. 
.
Esta politica recessiva de aumento de impostos retira dinheiro da economia o que reduz as receitas fiscais e o PIB fazendo aumentar o défice que implica um novo aumentando os impostos retirando ainda mais dinheiro da economia. Mas a verdade é que as pessoas não são números e não podem ser tratadas como tal. Em 15 de Outubro vamos todos para a rua dizer-lhes isso.

A POPULAÇÃO PORTUGUESA A MAIS DEPRESSIVA DA EUROPA!

 
Desemprego - ansiedade - futuro e pão para os filhos - vontade de viver e de sorrir - quotidiano envergonhado e... na maioria dos casos a morte lhe resolve o problema do constante sofrimento. Em suma a ruína e a da sociedade portuguesa.

 Clique a seguir e veja o video

Portugal é o país da Europa com maior taxa de depressão

Saúde

A crise está a levar cada vez mais portugueses à depressão, contando-se mil suicídios por ano por causa desta doença. Um estudo da Aliança Europeia concluiu que Portugal é o segundo país europeu com maior taxa de depressão. No mundo, só os norte-americanos estão mais deprimidos. No Dia Europeu da Depressão, os especialistas alertam para os riscos da doença.

2011-10-01 16:12:02

A DUREZA COM PITADA DE IGNORÂNCIA DE PAULO PORTAS

.
A continuação da greve dos funcionários administrativos do MNE na Suíça depende da reunião marcada para este fim-de-semana em que vão decidir o que fazer quando o protesto entra na sexta semana. 
 .
A greve foi convocada como "ilimitada" e afeta totalmente o funcionamento dos serviços na embaixada em Berna, na missão junto dos Organizações Internacionais e Nações Unidas, no consulado também em Genebra, e nos consulados em Zurique, Sion e Lugano. Em causa está a perda de cerca de 40 por cento nos salários devida aos ajustes cambiais euro/francos suíços, com interpretações distintas das partes em confronto (trabalhadores e MNE). 
.
Uma greve acarreta sempre prejuízos e provoca efeitos indesejáveis sobretudo se é prolongada, mas esta greve na Suíça, se era crítica, agora é que entra na fase de maior dificuldade ou da total dificuldade - e dificuldade para todos porque para além de ser "ilimitada" entrou num impasse, sem saída à vista, sem qualquer cardápio negocial devido à barragem reiterada do MNE. 
.
Os decisores das Necessidades obviamente que aguardam a capitulação dos trabalhadores na prova de resistência por que optaram, e, por outro lado, os trabalhadores não dispõem de um pretexto, digamos que airoso, para a capitulação, chamem a isso suspensão com intenção de a greve ser retomada em qualquer momento, ou, hipótese à partida impensável, conformação. É um impasse. 
 .
O erro vem de trás e foi ditado quando na paz dos gabinetes se acreditava com ingenuidade ou mesmo irresponsabilidade que o euro estava para ficar como moeda de império, não se avaliando como a estrutura frágil dos salários portugueses poderia responder a flutuações cambiais. Agora, pior, com a evidência de que o euro não é uma moeda portuguesa e que quem está na Suíça vive com francos suíços.
.
Se Portugal não tivesse nesse país uma comunidade relativamente volumosa, a solução seria fácil: encerravam-se os consulados, retornavam os funcionários, liquidava-se a questão. Mas não - a comunidade justifica os consulados se o País quer remessas, pelo que tem a obrigação de dar apoio a quem potencialmente remete e pode remeter mais. E nesse apoio, os funcionários administrativos são peças-chave, além da nomenclatura por regra associada a tais apoios (ensino, por exemplo). 
O problema na Suíça é que não se sabe bem e ao certo o que o Estado quer e pode. Sabe-se vagamente e não com precisão, sendo que o assunto da presença consular portuguesa na Suíça não se esgota em questões cambiais agora vindas à tona devido à greve dos funcionários, com estes a darem relatos díspares das explicações oficiais.
.
A disparidade até se compreende durante uma, duas ou três semanas. Seis, sem clarificação total e cabal do assunto, é demais. O ministro remeteu para o secretário de Estado a solução "no quadro das atuais restrições orçamentais" e neste quadro, que não é solução mas entala o secretário de Estado, os trabalhadores dizem que não podem, e seis semanas de greve, para quem está de fora, ou é uma greve de ricos ou é uma greve de quem de facto não aguenta. E é sobre isto que o MNE deve falar com os trabalhadores, avaliando os custos da não-presença, os custos com administrativos e os custos com não-administrativos. Mas aqui, a conversa é outra.

-
Sem dúvida que o secretário de Estado deve estar entalado, o ministro tem conseguido ficar de fora pelo menos nos alinhavos da imagem pública mas não tarda que, queira ou não, fica dentro. Qualquer escuteiro sabe que tem que ter um canivete suíço à mão.

ENTRAI,PASTORES,ENTRAI,POR ESTE PORTAL A DENTRO; VINDE ADORAR O MENINO, NO SEU SANTO NASCIMENTO


Uma questão de estilo

O Presidente da República reconheceu hoje que  a omissão de dívidas públicas na Madeira configura uma situação grave, mas  sublinhou que o programa de ajustamento não pode ser preparado “de um momento  para o outro”. O chefe de Estado recusou ainda fazer qualquer comentário às reacções  do presidente do Governo Regional da Madeira, apesar de admitir que tem  um estilo diferente de Alberto João Jardim. “Cada dirigente político tem a sua forma específica de fazer política”:
Governo recua e só apresenta amanhã a auditoria às contas da região. Oposição acusa Passos Coelho de não “honrar” a palavra. “Falei demais”. Foi esta a frase de Passos Coelho que acabou por marcar o debate quinzenal de ontem no Parlamento, onde o primeiro-ministro deu o dito pelo não dito e revelou que só depois das eleições regionais de 9 de Outubro será conhecido o plano de ajustamento para a Madeira.
Sei que todos são do mesmo partido, que às vezes se zangam e depois fazem as pazes, que quando chateiam  o Bicho da Madeira ele ameaça abrir a boca e todos se encolhem, mesmo considerando tudo isto é uma vergonha que não utilizem os mesmos critérios que utilizaram nas eleições legislativas. A Troika analisou as contas de um país e apresentou o plano de resgate em menos tempo que este governo consegue fazer uma auditoria na Madeira. No continente passam o tempo a tirar-nos à cara que as medidas de austeridade da Troika foram aceites pelos portugueses quando votaram e deram uma maioria ao PSD/CDS, mas na Madeira pedem aos eleitores que votem num futuro desconhecido. Se eu fosse madeirense queria que o Bicho ganhasse, pois assim podia não sofrer tanta austeridade por ele não cumprir com plano nenhum e por ainda obrigar os “Cubanos do “contenente” a pagar o buraco que fez na Madeira.
Se já pagámos um BPN porque não haveremos de pagar outro chamado Buraco da Madeira?

TENHO MUITA PENA DOS PIOLHOSO E DOS PILHA-GALINHAS DADO QUE A CADEIA É SÓ PARA ELES!

O Monopólio do Isaltino

Isaltino Morais, presidente da Câmara Municipal de Oeiras, foi detido esta quinta-feira ao final da tarde pelo Grupo de Investigação Criminal da PSP, no cumprimento de um mandado de detenção emitido pelo Tribunal de Oeiras, e foi conduzido à cadeia anexa às instalações da Polícia Judiciária, em Lisboa.
O autarca deverá agora iniciar o cumprimento da pena de dois anos de prisão efectiva confirmada pelo Supremo Tribunal de Justiça.
Recorde-se que depois de em 2009 ter sido considerado culpado pelos crimes de corrupção passiva para acto ilícito, fraude fiscal, abuso de poder e branqueamento de capitais, Isaltino Morais recorreu da sentença que viria a ser reduzida pelo Tribunal da Relação de Lisboa de sete para dois anos de prisão.

NOTAS VERBAIS. APRESENTA O RELATÓRIO "DIPLOMACIA ECONÓMICA"

 Interessante investir no produto, nacional, das Caldas.

 .

Clique em baixo e vá para o relatório

Eis o relatório da "Diplomacia Económica"

CUSTA A RTP QUE TEMOS TIDO MAIS DE UM MILHÃO DE EUROS POR DIA...É OBRA!!!

Confirma ministro

por © 2011 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Plano de reestruturação vai emagrecer "claramente" a RTP

publicado 13:58 01 outubro '11

O ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, disse hoje, em Vila Nova de Poiares, que o plano de reestruturação da RTP vai emagrecer "claramente" a empresa, que gasta mais de um milhão de euros por dia.

Confrontado pelos jornalistas sobre eventuais despedimentos de trabalhadores na televisão pública, o governante respondeu que "o plano de reestruturação é vasto, está ainda a ser estudado, e não há ainda sequer uma posição definitiva".

"É um plano que vai emagrecer claramente a RTP, esse é o objetivo", afirmou Miguel Relvas, à margem de uma sessão solene na Câmara de Poiares, antes de inaugurar um centro educativo naquele concelho.
.
A revista Sábado avançou esta sexta-feira que o plano de reestruturação da RTP prevê o despedimento de 300 trabalhadores.
.
O ministro frisou que o Governo pretende seguir um caminho de rigor e exigência para "ter uma boa televisão pública, com profissionais estimulados, agora tem é de custar menos".
.
Miguel Relvas frisou ainda que, em 2012, entre dívida e gestão corrente, a RTP vai custar aos cofres do Estado 550 milhões de euros.

SE FOR COMO DIZ É MENOS UM "EMPLASTRO" QUE IREMOS TER A CANDIDATAR-SE A P.R:

Miguel A. Lopes/Lusa
Guterres garante que não se vai candidatar à Presidência da República
Guterres defendeu ainda que a questão da dívida da Madeira é um ponto que não o preocupa por ter ganho uma nova perspectiva como Alto Comissário para os Refugiados das Nações Unidas. “É uma questão relativamente menor quando há situações como a da Somália”, avançou não sem antes reconhecer que existe “uma responsabilidade dos líderes” europeus que levou a UE ao actual impasse para resolver a crise da dívida soberana.
.
O antigo primeiro ministro reiterou que está a fazer “o que queria fazer nesta fase da minha vida” e não quis comentar nem sobre o Governo de Sócrates nem sobre a liderança socialista de António José Seguro, referindo apenas ser amigo dos dois.
.
O Alto Comissário reconhece que a crise tem dificultado o seu trabalho, uma vez que o ACNUR passou de uma média de um milhão de refugiados que ajuda a regressar a casa para cerca de 200 mil mas elogiou a ajuda que tem de figuras públicas, como a actriz Angelina Jolie. “Tem uma grande sabedoria política e é uma militante da causa”, sendo que o seu impacto mediático tem ajudado o trabalho das Nações Unidas.
.
António Guterres explicou que passou um ano a viajar pelo mundo em económica e que houve um momento que o marcou. “Num campo na Etiópia, falei com uma mulher que tinha vindo da Somália, 15 dias a pé, com seis filhos. Chegou com três: os outros morreram de fome”.

RTP: CHORO E PRANTO COLECTIVO DOS QUE ANDAVAM POR LÁ A "CHULAR" O NOSSO DINHEIRINHO

Notícias » Política

RTP poderá despedir 300 trabalhadores

30-09-2011, por Sara Capelo e Vítor Matos



A medida está prevista do plano de reestruturação da estação pública e será discutido com o governo

A RTP poderá despedir 300 trabalhadores na sequência da sua reestruturação. Segundo apurou a SÁBADO, a medida apresentada pelo conselho de administração da estação pública ao ministro dos Assuntos Parlamentares.

Fonte oficial do Ministério dos Assuntos Parlamentares recusou-se para já a comentar, adiantando que o ministro Miguel Relvas deverá em breve agendar uma reunião com a administração da RTP “onde transmitirá a sua posição (e a do Governo) sobre o plano”. Até lá, a RTP também não comenta: “Está em apreciação do ministro e não temos nada a dizer”, respondeu à SÁBADO a assessora de imprensa, Ana Gaivotas.

No dia de encontro com Miguel Relvas, a 20 de Setembro, o presidente do conselho de administração da RTP, Guilherme Costa, admitiu que o plano tem em conta o objectivo do governo de alienar um canal da RTP e referiu que a televisão pública baixou os seus custos em 40 milhões de euros entre 2007 e 2011.

A privatização da RTP é um dos assuntos que tem dividido a coligação governamental: Paulo Portas manifestou-se desde a campanha para as legislativas contra a privatização da RTP. Na altura, o líder do CDS disse que o seu partido não tem uma "fúria privatizadora".

Este foi, aliás, um dos temas de mais difícil discussão durante a formulação do programa de Governo, defendo Pedro Passos Coelho a privatização de um dos seus canais.


O MUI HONRADO DE OEIRAS, DEPOIS DE IR DE "CANA" VOLTA À LIBERDADE!




As capas dos jornais e as principais notícias de Sábado, 1 de Outubro de 2011.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Morte violenta devido a ciúmes
Gaia: Vêem pai esfaquear a mãe
Milfontes: Detidos com haxixe
Figueira da Foz: Ferido em colisão
Olhão: Ferido em colisão
Faro: Intoxicado em incêndio
Miguel Relvas: Despedidos na RTP

Capa do Público Público

A Austrália acabou com o jogo em 15 minutos, depois a festa foi russa
Portugal afastado da final do Mundial de hóquei em patins
No 129.º confronto, um dos “velhos inimigos” vai ter que cair
Em guerra com a imprensa, aos franceses já não basta vencer
Relatório indica que situação financeira da Madeira pode "agravar-se"
Rio Ave jogou mais, mas os três pontos ficaram em Setúbal
Situação da Madeira tem sido “empolada” diz secretário

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

CSM abre processo de averiguação para apurar o que motivou a decisão da juíza
Uma informação suficiente
O Papa alemão na Alemanha
As duas faces de Cavaco Silva
A vergonha do prende, desprende
Pais fazem colecta para pagar prémio que não ia chegar
Detenção foi "episódio infeliz" que "não deveria ter acontecido"

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Petrogal ainda liberta produto cancerígeno
Demi Moore e Ashton Kutcher podem estar separados
Três apostadores dividem Euromilhões
Camiões regressam ao Campus da Justiça
Conselho de Magistratura quer saber o que motivou decisão de prisão
Camião tombado corta a VCI no Porto
Tintin já esta a ser julgado na Bélgica

Capa do i i

Passos Coelho e Portas vão ter de se entender sobre diplomacia económica
Tribunal absolve Livraria Barata de pagar coima à ASAE
Madeira. Campanha arrancou, ninguém imagina saída de Jardim
Carlos Moreno: "O buraco na Madeira é normal em todo o Estado"
Porque é que a um animal feroz sucede sempre um manso?
José Niza. O pai da senha da revolução
Marcelo. "António Barreto é uma hipótese possível para candidato a Belém"

Capa do Diário Económico Diário Económico

"Europa é um projecto demasiado belo para que se deixe afundar"
Guterres sem "qualquer intenção de regressar à vida política"
Governo Regional mantém valor da dívida nos 5,8 mil milhões
"Ao longo da minha vida tomei algumas decisões erradas"
Cavaco incentiva investidores a aproveitarem oportunidades
S&P 500 e Nasdaq registam pior trimestre desde 2008
Combinação vencedora do Euromilhões

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Caso Isaltino: Detenção foi "episódio infeliz" que "não deveria ter acontecido"
S&P 500 regista maior queda trimestral desde 2008
SLB recebe 6 milhões com venda de direitos de jogadores ao "Benfica Stars Fund"
Kodak pondera pedir protecção ao abrigo da lei de Falências
Acções da Pandora perdem três quartos do valor em três meses
Desvio nas contas do primeiro semestre obriga às medidas temporárias anunciadas para este ano (act.)
Acreditar que ricos vão pagar mais impostos voluntariamente é acreditar na fada dos dentes

Capa do A Bola A Bola

Mundial: Portugal falha acesso à final
Kléber faz hoje teste decisivo
Cluj, uma verdadeira família portuguesa
Zanetti para sempre
SAD no «top-30» da Europa
«Vejo-me na pele de treinador» - Jardel
Sónia Tavares deixa Sporting, Ana Dias no Maratona

Capa do Record Record

Pedro Caixinha: «Falta de sorte é argumento ridículo»
Euforia argentina no arranque do Mundial
De Jong salva ponto ao Twente
FC Porto na final do Lordelo do Ouro
Zurique soma mais um desaire
Cluj já comanda provisoriamente
Palermo testa Lazio para leões

Capa do O Jogo O Jogo

HENRIQUE CALISTO DEIXA O MUANGTHONG UNITED, POR ACORDO MÚTUO



 Henrique Calisto capa de revista e a última imagem ao serviço do Muangthong United
.
Para mim não causou surpresa a saída de Henrique Calisto, depois de 7 meses como treinador do clube de futebol o Muangthong United da capital tailandesa. 
.
 Fowler com a camisola número 9, numa, das várias, apresentações à comunicação social. A seu lado esquerdo o diretor-geral do Muangthong United Ronnarit.
.
O profissionalismo de Calisto há cerca de dois meses foi ofendido pela política interna dos diretores, jovens, que de futebol percebem como eu de lagares de azeite, mas entendem que nos meandros do futebol também se pode ir em frente com o "marketing" com ótimos negócios, mesmo que sejam por curto espaço de tempo, explorando a paixão, pelo futebol, dos adeptos do clube. 
.
 Fowler no primeiro jogo e nos 20 minutos finais e a única oportunidade que lhe vimos de fazer um "golito" que não fez.
.
Em fim o futebol é  máquina de oportunidades e os dirigentes não necessitam de amor clubista, porque este é para os que sentam  nas bancadas a gritar, a sorrir e sofrer quando o clube não enfia a bola e chega ao fundo das redes. 
.
Mas Calisto não rescindiu, ao fim de 7 meses, o contrato que efetuou por dois anos com Muangthong Thong, por indecente e má figura, mas pelo intrometimento na sua atividade, profissional, não aceitando o ser humilhado pelos diretores lhe meterem o "bedelho" no plantel que moldava. 
-
Fowler-mania não passou despercebida ao jornalista, da televisão que entrevistou Henrique Calisto no dia da apresentação da ex-estrela, inglesa, do Liverpool.
.
Mas eu conto com conhecimento de causa e acompanhamento da atividade de Henrique Calisto desde que chegou a Banguecoque e firmou um contrato, por dois anos, com o Muangthong, que seria divulgado, na comunicação social como o mais oneroso, até hoje, firmado na Tailândia.  
.
 No dia da apresentação do Fowler aos adeptos do Muangthong e o delíro da bancada. O cartaz designa: Bem vindo Deus. Nós te amamos Robbie e a camisola 9 MTU"
.
O princípio das silenciosas divergências têm início a 3 de Julho, último a que eu e outro patrício, residente em Banguecoque, Marco do Vale, acidentalmente, demos conta de uma conversa, em língua inglesa pelo telefone, entre Henrique Calisto com alguém do outro lado que não sabia quem era nem tão-pouco, me aventei, ao fim da chamada, a atrevida pergunta. 
.
 Marco do Vale (esquerda) e Henrique Calisto (direita) à entrada da ponte em cima do Rio Kwai, no domingo de 3 de Julho último.
.
Ora isto aconteceu no domingo do passado 3 de Julho e de quando, se abastecia a viatura numa estação de serviço, a caminho de Ayuthaya para mostrar o "Ban Portuguet" (antiga aldeia dos portugueses) a Calisto e dali seguirmos para Kanchanaburi para visitarmos a ponte em cima do rio Kwai. A conversa foi demorada e de Calisto apenas ouvia: "this guy is too old, and good 10 years ago" (esse rapaz é velho e foi bom há 10 anos). 
.
O Fowler depois de autografar uma das bolas, chuta-a para a bancada para um felizardo possuir o troféu inesquecível do famoso, quando era novo e agora velho e cansado.
.
Mas depois de Ayuthaya  e almoçados. ali, de galinha assada num barracão/restaurante e a rodar para Kanchanaburi com o Calisto a passar pelas brasas, no assento de trás, o toque do móvel veio disturbar-lhe o sono de justo e da sesta depois do almoço.  A conversa foi a mesma de antes: "this guy is too old, and good 10 years ago" (esse rapaz é velho e foi bom há 10 anos). 
.
O felizardo que agarrou a bola, autografada,  chutada pelo Fowler exibe-a triunfantemente.
.
Henrique Calisto, silenciou-se, como na primeira chamada sem informar qual assunto, mais tarde viria a saber que as duas conversas de 3 de Julho o estavam a tramar e a meter o bedelho na sua atividade o de moldar a sua equipa e levá-la, com nos dois anos anteriores, a campeã da Copa da Tailândia. 
.
 No dia da apresentação todos querem, para recordação, uma foto junto ao Fowler.
.
A conversa havida nesses dois telefonemas entre o diretor geral do Muangthong United e Calisto seria para contratar, um futebolista inglês (na proximidade dos 37 anos), chamado Robbie Fowler e atleta do ex-Liverpool e considerado no seu auge um goleador, mais ou menos, como o nosso Cristiano Ronaldo. Ali não havia o interesse do jovem diretor se o Fowler era velho/novo mas usar o seu nome para ótimo "marketing".  
.
A apresentação do "famoso" de outras eras foi estrondoso, festa de arromba entre os adeptos do clube, centenas de camisolas do clube com o nome, e número 9 estampado do Fowler. 
.
Ao Fowler, no relvado, foram lhe dando uma bola e depois chutando-a, com seu nome, pelo seu punho autografada para a bancada e apanhada sob o delírio dos adeptos. Eu junto ao relvado com duas máquinas, a registar em imagens e coisa (ignorância minha das coisas do futebol) que nunca antes tinha assistido. 
.
 Uma multidão de gente da comunicação social na sala de imprensa e na apresentação do Robbie Fowler.
.
Henrique Calisto bem sabia que o Fowler "um cavalo cansado" não poderia usá-lo durante 90 minutos, mas alternadamente, em jogos inseriu-o por uns vinte minutos. Em 5 jogos o ex-fazedor de golos do Liverpool, não viu a rede, mesmo sendo a sua posição junto a ela. Não meteu um golito, ou mesmo "franguito" fosse.
.
A guerra, silenciosa, está aberta entre Calisto e o diretor-geral que pretende  ver o Fowler a jogar durante os 90 minutos. Depois esta guerra (não sou testemunha de nenhuma) passa à palavra e, penso, o cúmulo depois do empate 0 a 0 no passado dia 27 com Kweit S.C., no jogo, em casa, dos quartos final, que colocou de fora o Clube do Calisto.  
.
Segundo o director-geral, o homem que contribuiria para a vitória seria o "cavalo cansado" Fowler se tivesse jogado os 90 minutos, mas apenas, os 20 e nestes não viu o guarda-redes nem corridas à bola. 
.
 Robbier Fowler na conferência de imprensa que concedeu à comunicação social.
.
Eu estive a dois passos do relvado e bem observei, como outros milhares de pessoas sentadas na bancada que o famoso goleador ex-do Liverpool (que nenhum clube da Europa o pretende para nada) é como um "Cavalo Cansado".  
.
Calisto, outro profissional honesto igual o faria. amigavelmente, rescindiu o contrato com o Muangthong. Calisto fe-lo, assim como eu lhe disse, na altura própria.  
.
Para terminar: "Henrique Calisto na altura que escrevo esta peça, voa a caminho de Portugal e prevejo que brevemente vai voltar à Ásia e nesta área do globo, onde goza prestigio, vai continuar a sua carreira profissional de técnico/treinador de futebol.
.
A seguir segue uma peça colocada, ontem, num blogue de fãs do Muangthong onde o autor lamenta a saída de Calisto e o lugar dele ser tomado pelo Fowler. "A sopa não é para quem a miga...mas para quem a come!"
.
José Martins
.
Sexta-feira setembro 30, 2011
.
Reflexões

Hoje ouviu-se primeiro vez e confirmado  - Fowler será o jogador-treinador.
.
Primeiro de tudo,
embora, Calisto  remediou muitos dos nossos problemas defensivos, colocou a equipa, na generalidade, a produzir bons resultados. Sua saída foi devido a política interna.
.
Calisto é considerado um dos grandes treinadores com experiência a alto nível no futebol. Mas há pontos de interrogação como é óbvio. Robbie Fowler não tem experiência como treinador ou qualificação formal, ele é bem conhecido por ter um pouco de Wildside (lado selvagem) que não parece compatível como treinador, ele ainda tem muito pouco tempo de permanência na Tailândia e com isso pouco conhecimento da cultura local, língua e sua forma de jogar, presentemente, francamente é terrível.
.
Aconteça o que acontecer
, deve ser interessante ver o que se passa com o inglês à frente do Muangthong.
.
MTU
joga, amanhã, com o Samut Songkhram.
Em breve
(provavelmente) uma entrevista com o novo treinador do MTU, farang, pela primeira vez
Postado por
Greg às 20:27 0 comentários
ThisBlogThis
e-mail! Compartilhar no Facebook para TwitterPartilhar
Marcadores:
Henrique Calisto, Robbie Fowler
 -

Reflections

You heard it here first, and it's confirmed today - Fowler is player-coach.
.
First of all, a though for Calisto who sorted many of our defensive problems, steadied the ship and overall produced good results. His departure was due to internal politics.
.
He's played under some great coaches in his prime and brings great experience of top-level football to the table. But there are obvious question marks. 

 .
Robbie has no coaching experience or formal qualifications, he is well known for having a bit of a wildside that doesn't seem compatible with coaching, he has spent very little time in Thailand so has little knowledge of local culture or language and his playing form his been, frankly, awful.
.
Whatever happens, it should be interesting to see what goes on with an Englishman at the helm.
-
MTU are away to Samut Songkhram tomorrow.
Coming soon, an interview with MTU's first ever (probably) farang fan.
Greg0 comments