Translator

sábado, 8 de outubro de 2011

O CHORO DO "ORFÃO " JOE BERARDO - (COM O JOE NÃO SE APRENDE NADA!)

Coleção Berardo

por © 2011 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Investidor denuncia dívida de 500.000 euros ao museu e diz que só ele pode avaliar os seus bens

publicado 11:11 08 outubro '11

O investidor Joe Berardo garantiu hoje à agência Lusa que está por saldar uma dívida de 500.000 euros ao museu com o seu nome, em Lisboa, e que é o único habilitado a avaliar o seu património.

"Dizem que estão todos em dia com as dívidas para com o museu, mas eu tenho 

uma carta da ministra (anterior) a dizer que os 500.000 euros que faltam - que estão em dívida, para aquisições - vão ser pagos até fim do segundo trimestre, ora o segundo trimestre já acabou", declarou Berardo.
.
O comendador afirmou compreender a "situação drástica do país", mas mostrou-se incomodado com a polémica em torno da avaliação da sua coleção.
"Isto é de pessoas que entraram agora para a Cultura e não se deram à maçada de ler os documentos", afirmou.
Joe Berardo disse que já escreveu ao primeiro-ministro, Pedro Passo Coelho, mais do que uma vez, a última das quais na quinta-feira, tendo recebido resposta do próprio na sexta-feira à tarde a informar que o assunto será liderado pelo secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, e para marcar uma reunião.
-
"Vou mandar fazer uma reunião na segunda-feira", indicou.
A Secretaria de Estado da Cultura solicitou à leiloeira internacional Sotheby´s uma nova avaliação do acervo da Coleção da Fundação Berardo, avaliado pela Christie´s em 316 milhões de euros em 2006, antes da criação do museu.
-
Fonte do gabinete do secretário de Estado confirmou à Lusa a notícia avançada hoje pelo semanário Expresso, segundo o qual está em curso um pedido de reavaliação, que deverá estar pronta dentro de um mês, mas escusou-se a comentar que o objetivo seja "uma desistência do acervo", como escreve o jornal.
.
"A avaliação da coleção não lhes pertence a eles, aquilo ainda me pertence. Agora no fim da época, em 2016, se eles quiserem exercer a opção de compra, é que têm de fazer a valorização, nessa data, e ver se vale a pena exercer a opção ou não", justificou.
O empresário mostrou-se "surpreendido" como a forma como o assunto está a ser tratado: "Até parece que nunca tiveram experiência de gerir estas coisas. Se não sabem, devem ir a um advogado perguntar como se deve fazer, que é o que faço".
AH (AG).

Coleção Berardo Investidor denuncia dívida de 500.000 euros ao museu e diz que só ele pode avaliar os seus bens  

2011-10-08 11:11:16

TAILÂNDIA: INUNDAÇÕES EM CERTAS PROVINCIAS DO REINO

.
Sem até agora não nos embrenharmos nas inundações que de momento estão a 
flagelar certas províncias da Tailândia procuraremos a partir de hoje dar uma panorâmica do que está acontecendo nos baixios das terras de Ayuthaya, mais ao norte, este e oeste e a cidade de Banguecoque e arredores. Inundações de que ano por ano se vão repetindo com maior e menor intensidade, mas as ocorrentes situam-se nas maiores dentro do espaço de trinta anos. 
.
Bem me lembro nos anos oitenta do século passado, a baixa de Banguecoque esteve inundada por meses e tive, por muitas vezes, de descalçar os sapatos e arregaçar as calças e caminhar umas  centenas de metros para chegar à residência onde morava na altura. 
.
Mas porque os tailandeses já estão acostumados a estes caprichos da natureza, encaram as cheias com a maior das naturalidade, sem prantos mas com um sorriso, pois a água, para eles, faz parte de sua cultura que lhes faz fértil as suas terras.
José Martins - Na província de Kanchanaburi a 140 quilómetros da capital
.
Habitantes da cidade de Banguecoque preparam-se para o pior
.  

Publicado em: 2011/09/10 às 00:00Seção de jornal: Notícias  - www.bangkokpost.com 
.
Banguecoque entrou em fase de completa inundação e os habitantes preparam-se, a partir de ontem sábado (8.10.2011) em abastecer-se como reserva  de alimentos e movendo seus veículos para terreno seguro.
 
Banguecoque estradas inundadas: Um casal apanha um táxi perto intersecção Kaset na frente de Kasetsart University, no sábado. A área foi inundada pela forte chuva na noite de sexta-feira. FOTO: de Thiti WANNAMONTHA
.
A precipitação durante a noite,  causou inundações em algumas partes da cidade e transmitida comunicação ao país, na sexta-feira, pelo primeiro-ministro Yingluck Shinawatra admitindo que o governo estava quase no final de recursos para lidar com o desastre da inundação em todo o país, criando, na generalidade, um clima de preocupação, acentuada, na capital
. Acrescentou, ainda, o primeiro-ministro que por enquanto a cidade de Banguecoque estava segura.
.
Governador de Banguecoque Sukhumbhand Paribatra convocou uma reunião de emergência com outros departamentos, camarários, ontem sábado para traçar planos de evacuação e se necessários  definir localização de abrigos temporários.
.
Água libertada de grandes barragens no Norte é esperado para chegar em Bangkok, na próxima semana. A altura mais preocupante será entre 16 de outubro e 18, quando o fluxo de água do norte se combinada com a maré alta e chuvas intensas projetadas que poderiam causar graves inundações na cidade, informou o Governador de Banguecoque, MR Sukhumbhand.
.
"Eu não quero ver todas as fatalidades, por isso temos de estar bem preparados'', disse ele.
.
Vigilância em cima das inundações incidirá em 27 comunidades situadas fora da parede de proteção de inundações na margem oriental do rio Chao Phraya parte oriental de Banguecoque, incluindo Min Buri, Nong Chok, Krabang Lat e distritos Klong Sam Wa.
.
As autoridades também irão manter uma estreita vigilância sobre zonas inundáveis, como Vibhavadi Rangsit e estradas Ram Intra.
.
Departamentos distritais irão atuar como centros de resposta a emergências durante a crise, enquanto Administração Metropolitana de Banguecoque, informa  escolas poderão ser usadas para abrigar pessoas.
.
Administração do Governo da cidade de Banguecoque também enviou pessoal para cooperar com funcionários na província vizinha de Pathum Thani para fortalecer barreiras contra inundações. As autoridades da cidade temem que inundações desta província poderia transbordar para a área de Don Muang, Lak Si e distritos Sai Mai, se não tiver uma gestão adequada.
.
Sanya Cheenimit, diretor de drenagem do Departamento de Esgotos, no sábado disse que os níveis de água na seção de Banguecoque e do rio Chao Phraya subiu para 2.03m e que ainda estava abaixo da parede prevenção, alta, de  inundação nos 2.5m.
.
O alerta de inundação levou muitos moradores Banguecoque para se abastecer de alimentos e água potável.
.
Supermercados, estavam lotados, ontem sábado, com  clientes para se abastecer de comida, quer para consumo próprio e para oferecer.
.
Krissada Srisiri, um engenheiro de 34 anos de idade que vive em On Nut, comprou 25 sacos de arroz no super-mercado Lotus Rama IV, temendo que pode haver uma escassez de arroz durante a crise.
.
Empregado de escritório Benjawan Janthong, 44, comprou dezenas de garrafas de água para armazenar em sua casa  na avenida Sukhumvit.
.
Lugares de estacionamento, gratuito, serão fornecido pelo Estado, agências privadas e parques de departamento que poderão encher dentro das horas de abertura para moradores de áreas sujeitas a inundações.
.
Ministro da Justiça, Pracha Promnok, foi nomeado diretor do Centro Nacional de inundação de Socorro, disse que o dilúvio  foi uma crise nacional.
.
O centro pediu ao exército para enviar cerca de 100.000 sacos de areia para Pathum Thani para aumentar a altura do muro de prevenção de inundações, numa tentativa de salvaguardar, a partir do norte de Banguecoque, as inundações.
.
O centro, localizado, no aeroporto de Don Mueang, abriu este sábado. Mais de 20.000 pessoas afectadas pelas cheias e com linha (hotline) 1111 desde abertura.
.
Chefe do centro de operações, Ciência e Tecnologia Ministro Plodprasop Suraswadi, pediu ao Governador de Banguecoque MR Sukhumbhand para ajudar a acelerar a drenagem de água das inundações que devastaram as províncias, centrais, de terras planas  para o Golfo da Tailândia.
.
O governo e a BMA ainda não estavam cooperando bem o suficiente em termos de gestão da saída das águas, disse ele.
.
Sr. Plodprasop disse que cerca de 1.000 barcos seria colocados perto do estuário do rio Chao Phraya, hoje, em uma operação para empurrar a água para o mar. Esta medida também deve facilitar e ajudar  a suster o dilúvio nas terras planas, disse ele.

A "MALADA" MAQUIADA PELO VICE.CÔNSUL ADELINO PINTO







Mundo

Brasil emite mandado de captura contra ex-vice cônsul português

-

A Justiça brasileira pediu a prisão preventiva do ex-vice cônsul português em Porto Alegre. Adelino Pinto é acusado de desviar mais de um milhão de euros da arquidiocese local. O vice-cônsul está ausente do Brasil e foi por isso agora incluído na lista da Interpol dos foragidos internacionais. É suspeito de ter enganado o arcebispado de Porto Alegre através de um estratagema que levou os padres a depositarem um milhão de euros na conta de Adelino Pinto para a recuperação de duas igrejas. O diplomata estará em Portugal onde já negou todas as acusações.

2011-10-08 14:37:03

Brasil emite mandado de captura contra ex-vice cônsul ...

Brasil emite mandado de captura contra ex-vice cônsul português
2011-10-08 14:37:03

AÇORES: "A CORDEIRO O QUE ERA DE CÉSAR"



Quando uma casa principia a entrar na falência ninguém quer tomar conta dela. César bem disso tem conhecimento... Seu império bem maior (em área geográfica  e subsídios de "CACAUS") do que o do Alberto da Madeira, entrega a governação ao Cordeiro, para não enfrentar a tormenta que se aproxima nas ilhas. Moral da história: "há sempre um Cordeiro a sacrificar!"

Vasco Cordeiro, atual secretário regional da Economia foi o escolhido para suceder a Carlos César depois de este ter anunciado sexta-feira a decisão de se não recandidatar à presidência do Governo Regional dos Açores em nome de uma nova ética. Seguro preferia que a decisão fosse noutro sentido.

Para ler a notícia completa clique em baixo
.
Cordeiro sucede a César      
 
Cordeiro sucede a César

E O SR.SILVA DEPOIS DE TANTO MAL QUE PROVOCOU A ESTE POBRE PAÍS CONTINUA DE PEDRA E CAL...!!!



Clique na imagem para ver e ouvir o video

Um dos principais problemas da nossa economia é o facto de  Portugal comprar muito mais ao exterior do que aquilo que vende

Um dos principais problemas da nossa economia é o facto de Portugal comprar muito mais ao exterior do que aquilo que vende

PARA PASSAR O TEMPO AÍ VÃO UNS BONECOS TIRADOS JUNTO À MARGEM DO RIO KWAI - TAILÂNDIA


Quando um "gajo", velho e reformado como eu, para passar o tempo (mesmo com a reforma de merda do Estado Português), vai fazendo uns bonecos. Os inseridos, são frescos e tirados há cerca de uma hora, junto à margem do Rio Kwai e jardim do Jolly Frog, cidade de Kanchanaburi (Tailândia). Enquando existem cheias nas terras baixas de Ayuthaya, a corrente do Rio Kwai corre de manso em direcção ao Golfo da Tailândia.


AGUENTAR COM UM SORRISO AMARGO O DANO DA CAMBADA

.

As capas dos jornais e as principais notícias de Sábado, 8 de Outubro de 2011.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Sismo de 4.0 nos Açores
Incêndio em fábrica de cortiça de Vendas Novas
Acidente faz sete feridos
Calor: Previstos 34º para quarta
Dívidas: “Faro não é a Madeira”
Carlos César: Não a nova candidatura
Escândalo: ‘Achas que Sabes Dançar’... um strip indevido? (COM VÍDEO)

Capa do Público Público

Portugal pode nem precisar de empatar em Copenhaga
O “ridículo” não matou a França, mas os ingleses podem fazê-lo
O que vale mais: a experiência irlandesa ou o fulgor galês?
Paulo Bento: “É sempre desagradável sofrer três golos em casa”
Objectivo foi conseguido, mas sem brilho e com muitos erros e sustos à mistura
Madeirenses respondem no domingo a ataque mais “nojento” e “sujo” feito à região
Wall Street fecha em queda com corte da notação de Espanha e Itália

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Sentido sismo de magnitude 4,0 nos Açores
A campanha na Madeira
Os do Sul
Ter uma saúde na reforma ou reformar de vez a saúde
Governo incomodado com ministro da Economia
Um Nobel da Paz pouco pacífico
João Álvaro Dias nega burlas ao Estado

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Fisco e GNR trocam informações para combater evasão fiscal
Sismo de magnitude 4,0 sentido nos Açores
Seguro diz que PS não vai fazer o que PSD de Passos Coelho fez na oposição
Médicos querem avaliar se tratamento do cancro é prejudicado por medidas do Governo
Gato torna-se atracção ao invadir montra de Lisboa
Bastonário da Ordem dos Médicos diz que Portugal está na bancarrota
FBI detectou fraude superior a 15 milhões de euros com militares

Capa do i i

Passos Coelho e Portas vão ter de se entender sobre diplomacia económica
Tribunal absolve Livraria Barata de pagar coima à ASAE
Madeira. Campanha arrancou, ninguém imagina saída de Jardim
Carlos Moreno: "O buraco na Madeira é normal em todo o Estado"
Porque é que a um animal feroz sucede sempre um manso?
José Niza. O pai da senha da revolução
Marcelo. "António Barreto é uma hipótese possível para candidato a Belém"

Capa do Diário Económico Diário Económico

Portugal vence Islândia por 5-3
Wall Street recua 1% com corte da Fitch
Combinação vencedora do Euromilhões
CMVM vai ter conselho consultivo para PME e mercado de capitais
Ongoing discorda da actuação da CMVM em relação à Balseger
PS deve viabilizar Orçamento, diz Teixeira dos Santos
BCP tornou-se numa "triste história"

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Corte da Fitch leva Wall Street a perder pela primeira vez em quatro sessões
Fusão do Banco Popular com Pastor tem aprovação de corpo accionista
Teixeira dos Santos apela à aprovação porque "não é momento para tirar dividendos políticos"
Angela Merkel: O euro é o "elixir da vida" para a Alemanha
PSI-20 sobe na semana mesmo com queda de mais de 4% da banca
Apple fecha novamente no vermelho e cai 8,5% em dez sessões
Director-geral do Banco de Itália acusa agências de "rating" de actuarem "em manada"

Capa do A Bola A Bola

Kléber reservado para a Champions
Faquirá é sinónimo de estabilidade
Pesadelo começa na defesa
Fim-de-semana alucinante
Van Wolfswinkel intocável
Está a chegar a vez de Bracali
Javi pode regressar em Portimão

Capa do Record Record

Um Ronaldo consensual para dois ex-merengues
Encarnados dominam estatísticas de ataque
Jesus queria Eliseu em vez de Capdevila
Resultados desportivos dão confiança ao líder
Madaíl: «Atitude impensável»
Camaradas de armas
Hélder Rodrigues: «Não vou atacar no último dia»

Capa do O Jogo O Jogo

AINDA A SAÍDA DE HENRIQUE CALISTO - PEDRO DANIEL OLIVEIRA PUBLICOU NO CLARIM DE MACAU

Henrique Calisto deixou Muangthong United


O TREINADOR português, Henrique Calisto, rescindiu, na passada semana, o contrato que o ligava ao Muangthong United. O técnico deixou o clube no 3º lugar da Thai League, quando tinha dois jogos a menos que o 1º classificado, o Buriram.
.
Na origem da desvinculação, por mútuo acordo, terá estado o nulo registado em casa, no dia 27 de Setembro, na segunda mão dos quartos-de-final da AFC Cup, frente ao Kuwait SC, que ditou o afastamento na competição asiática de clubes, depois do bicampeão tailandês de ter sido derrotado, na primeira mão, por uma bola a zero.
.
O avançado inglês Robbie Fowler, antiga estrela do Liverpool, foi o nome escolhido para desempenhar as funções de jogador/treinador. «A cessação [do contrato] foi motivada por desacordo sobre a utilização do jogador Robbie Fowler. (...) Foi contratado em Julho, com o total desacordo da equipa técnica», referiu a assessoria de Imprensa de Henrique Calisto, acrescentando que o treinador português «era sucessivamente pressionado para a utilização sistemática do jogador», que considerava «ter um rendimento insuficiente».
.
Henrique Calisto, em entrevista concedida a’O CLARIM, na edição do passado dia 16 de Setembro, abordou as conquistas desportivas que obteve no Vietname, o caminho a seguir pelo futebol de Macau, bem como a experiência adquirida enquanto dirigia o Muangthong United.
.
Questionado sobre a contratação de Robbie Fowler, disse então: «Foi um jogador extraordinário na Premier League [de Inglaterra]. É uma lenda; jogou ainda dois anos na Austrália. É uma excelente pessoa. Tem 36 anos de idade. Já não é o que era como futebolista. É uma estratégia de “marketing” do Muangthong United».
.
Quem também abandonou o clube tailandês foi o fisioterapeuta brasileiro, Fábio Gomes. 
-
De recordar que o técnico português chegou à Tailândia em Março de 2011, depois de ter deixado o comando técnico da selecção do Vietname, com quem venceu a AFF Suzuki Cup, em 2008; e de ter vencido por duas vezes a V-League, com o Dong Tam Long An. O CLARIM soube, no decorrer desta semana, que Henrique Calisto poderá regressar ao Vietname.
PEDRO DANIEL OLIVEIRA