Translator

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

THAKSIN SHINAWATRA EX-PRIMEIRO MINISTRO DA TAILÂNDIA PROPÕE SOLUÇÃO PARA EVITAR INUNDAÇÕES NA TAILÂNDIA




Thaksin propõe solução B400bn

    Publicado em: 2011/11/10 às 12:00
    
Seção de jornal: Notícias - Bangkok Post
DUBAI: Como a Tailândia enfrenta uma de suas piores inundações, o ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra pediu ao governo para investir em um sistema integrado de gestão de água para resolver definitivamente os problemas de inundação e seca.
 .
Primeiro-ministro deposto Thaksin Shinawatra fala com o Bangkok Post em um restaurante em Dubai sobre o desafio do governo para lidar com as graves inundações. PATTNAPONG CHANTRANONTWONG
.
Conversando com o Bangkok Post, neste país do Médio Oriente, Thaksin estima que tal sistema iria custar até 400 bilhões de baht.
.
Mas o enorme investimento valeria a pena. "Só este ano, estimo que os danos da inundação atual será mais de 100 bilhões de baht."
.
Ele ainda não discutiu a idéia com sua irmã mais nova, Yingluck Shinawatra, o primeiro-ministro, como ela está a trabalhar para aliviar o sofrimento das pessoas afetadas pelas enchentes.
.
Thaksin disse que um sistema eficaz seria reter a água na estação chuvosa e, em seguida liberá-lo na estação seca para a agricultura.
.
Uma vez que a crise de inundação é mais, ele vai levantar a idéia com sua irmã e recomendar a ela implementá-lo o mais rapidamente possível.
.
"Olhando de uma perspectiva positiva, a crise da inundação atual oferece uma boa oportunidade para o governo a pensar em um sistema integrado de gestão da água e acredito que todas as partes concordam com isso", disse ele.
.
Thaksin disse que o governo não pode ter que pagar para o projeto em dinheiro como um escambo de acordo comercial poderia ser alcançado. "Podemos pagar o projecto com a nossa produção agrícola", disse ele.
.
Ele apontou para os países com experiência na gestão da água, tais como China e alguns países do Oriente Médio. No entanto, ele disse que a China poderia ser a escolha perfeita como  oferta de uma negociação envolvendo produtos agrícolas seria de interesse do gigante asiático.
.
Thaksin expressou seu agradecimento ao Partido Democrata para seu movimento para ajudar a fornecer alimentos e itens essenciais para as vítimas das enchentes.
.
"Este é um sinal muito bom para o país. Quando estamos diante de uma crise, todos os partidos políticos que coloquem suas diferenças políticas de lado e trabalhem juntos para ajudar o país. Para mim, este é um sinal muito importante e positivo para o país", disse ele.
.
Thaksin disse que o governo de sua irmã também estava a receber apoio de todas as partes envolvidas, tanto no sector privado e do governo, particularmente o exército.
.
Mas ele admitiu que a inundação, incontrolável, tem afetado a popularidade do governo até certo ponto.
.
"O governo precisa ter um bom desempenho tanto em termos de rapidez e eficiência na fase de reabilitação após as inundações ter ido. Isso poderia ajudar o governo a recuperar a popularidade", disse ele.
.
Thaksin estava confiante de sua irmã iria superar esta situação difícil. "Ela tem trabalhado duro em cada dia. Estou confiante que ela irá navegar através desta crise", disse ele.
.
O governo ordenou fotos aéreas de todo o terreno inundado de analisar vias para que ele possa desenvolver de forma eficiente as áreas de retenção de água adicionais para reduzir o impacto sobre as áreas a jusante.
.
Apesar de Thaksin está no exílio auto-imposto e enfrenta uma pena de prisão de dois anos por abuso de poder se voltar à Tailândia, ele disse que sente grande simpatia por aqueles que sofrem com as enchentes e está disposta a fazer o que puder para ajudá-los.
.
Ele vai exortar o governo de sua irmã para acelerar a implementação de muitas políticas do Partido Pheu tailandês havia prometido eleitores durante a campanha eleitoral.

A UNIÃO EUROPEIA É COMO UM PNEU GASTO À ESPERA DE SER RECAUCHUTADO...REMEDEIA, DEPOIS, MAS NÃO SATISFAZ!

 

 

Crise da dívida

por António Carneiro, RTP actualizado às 17:57 - 10 outubro '11

Líderes europeus adiam cimeira “crucial”

publicado 17:48 10 outubro '11
Líderes europeus adiam cimeira “crucial”
Paris e Berlim prometeram respostas "duradouras, globais e rápidas" para a crise da dívida soberana na Zona Euro. Será desta? Joerg Carstensen, EPA

.

Uma cimeira de dirigentes europeus, tida como crucial para a crise da dívida, foi adiada por quase uma semana, para dar aos líderes mais tempo de finalizar um plano de estratégia comum. O adiamento da reunião de Bruxelas foi anunciado pelo presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, um dia depois de a chanceler alemã e o presidente francês terem revelado que tencionam apresentar medidas para estabilizar a Zona Euro no final deste mês.

Inicialmente, estava previsto que os Chefes de Estado e de Governo da União Europeia se encontrassem a 17 de outubro e que no dia seguinte de manhã tivesse lugar uma outra reunião, que apenas reuniria os dirigentes da Zona Euro. Em vez disso, Van Rompuy anunciou que ambas as reuniões se vão realizar no domingo, 23 de outubro, estando previsto que os ministros europeus das Finanças se reúnam também no mesmo dia.

ORA,ORA BANANA AMARGA PARA OS "ALFACINHAS"...E ASSIM O ALBERTO OS "QUILHOU!" (NÂO HÁ BURACO QUE AFUNDE O ALBERTO)


Jardinismo

Alberto João Jardim celebra mais uma vitória eleitoral na Região Autónoma da Madeira. É, todavia, a mais magra maioria absoluta desde 1976. Contados os votos, o líder do PSD insular enviou um par de avisos a Lisboa: não contem com a sua liderança para "medidas discricionárias contra os madeirenses", tão-pouco para "fidelidades partidocráticas".

2011-10-10 10:15:44

QUANDO A ESMOLA É AVULTADA O POBRE DESCONFIA...!!! (EUROS DA RÚSSIA COM AMOR)

 .

 Rússia disponível para ajudar países da Zona Euro

A Rússia está disponível para prestar ajuda aos países da Zona Euro confrontados com a crise da dívida se estes delinearem um plano claro de saída da situação, indicou esta segunda-feira o conselheiro económico do Kremlin, Arkadi Dvorkovitch.
.

"Estamos à espera para ver quando os países europeus vão anunciar uma estratégia clara e concreta de saída da crise. Se no âmbito desta estratégia, uma ajuda da Rússia e dos outros países do grupo BRICS (Brasil, Índia, China, África do Sul e Rússia) for necessária então nós estamos dispostos a conceder a ajuda", afirmou, citado pelas agências russas.

DESENVOLVA-SE EM SABEDORIA E CIÊNCIAS POLÍTICAS

Um pouco de cultura...

A CIDADE ONDE (QUASE) TODOS OS POLÍTICOS NASCERAM FICA NA ALEMANHA

PAULO PORTAS O INFANTE TERRÍVEL!


 

Portas avisa que oposição vai mudar na Madeira

Ontem

foto Hélder Santos/Aspress
Portas avisa que oposição vai mudar na Madeira
CDS-PP comemorou resultados na Madeira


O líder do CDS-PP garantiu, este domingo, que a oposição vai mudar na Madeira com os democratas-cristãos a liderá-la e assinalou que os resultados do seu partido demonstram que "qualquer coisa está a mudar" no sistema partidário.
 .
"Qualquer coisa está a mudar significativamente no sistema partidário em Portugal e ainda bem", afirmou Paulo Portas, numa declaração na sede do CDS, em Lisboa, referindo-se à evolução dos resultados eleitorais dos democratas-cristãos.
.
Portas sublinhou que "há 4 anos, se somassem os deputados do CDS na Assembleia da República, na Assembleia da Madeira e na Assembleia dos Açores, eram 14", enquanto hoje são 38.
Segundo o presidente democrata-cristão, "houve um ciclo político, e muitos observadores ainda não o notaram, que começou com as eleições regionais nos Açores há quatro anos, onde o CDS elegeu o seu maior grupo parlamentar de sempre".
.
O ciclo inaugurado nessas eleições prosseguiu nas europeias, disputadas "em circunstancias dificílimas, contra todos os prognósticos", depois passou pela eleição do "maior grupo parlamentar em 25 anos na Assembleia da República" até à conquista hoje do "estatuto de líder da oposição na Madeira", afirmou Portas.
.
O líder do CDS sublinhou que esta foi a primeira vez que o partido foi a votos depois das eleições legislativas, "na situação extremamente difícil em que se encontra o país", considerando que os resultados confirmam-no como "um partido essencial", de "alternativa" e "decisivo para o futuro".

As capas dos jornais e as principais notícias de Segunda-feira, 10 de Outubro de 2011



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Carro atropela 21 no Brasil
GNR regista 17 mortos em três dias
Sónia expulsa da 'Casa dos Segredos'
Lisboa: Incendiários na Curraleira
D. José Cordeiro: Homilia em mirandês
Hugo Chávez: Análise polémica
Peso Pesado: Carolina deixa herdade

Capa do Público Público

Chave do Totobola (41/2011)
Seleccionador dos Springboks demite-se após a eliminação do Mundial
Sorteio do Joker (41/2011)
Confrontos na noite de domingo matam 23 pessoas no Cairo

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Falta de lentes aumenta buraco
Bebé salva por cesariana no IP6 corre risco de vida
Doenças respiratórias afectam 10% da população
Condutor de ambulância apanhado com álcool no sangue
Portugal atrai estrangeiros mais jovens e sofisticados
Hoteleiros algarvios propõem que IVA se mantenha em troca da manutenção da TSU
300 cães e gatos esperam a sua derradeira oportunidade

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Incêndio em navio russo com 30 pessoas a bordo
Gangue com metralhadora tira família de ourives da cama
Portugal atrai mais casais de turistas jovens
Povo arrependido rende-se a padre
Tatuagem: a difícil arte de apagar paixões
Seguro defende "novo ciclo" para o PS/Madeira
Portas avisa que oposição vai mudar na Madeira

Capa do i i

Passos Coelho e Portas vão ter de se entender sobre diplomacia económica
Tribunal absolve Livraria Barata de pagar coima à ASAE
Madeira. Campanha arrancou, ninguém imagina saída de Jardim
Carlos Moreno: "O buraco na Madeira é normal em todo o Estado"
Porque é que a um animal feroz sucede sempre um manso?
José Niza. O pai da senha da revolução
Marcelo. "António Barreto é uma hipótese possível para candidato a Belém"

Capa do Diário Económico Diário Económico

Governo quer criar limite para autorizar despesa da Madeira
Jardim assegura maioria absoluta e impõe condições ao plano de austeridade
Novo ‘banco’ permite aumentar empréstimo externo a Portugal
Novas portagens nas SCUT afectam 42 mil automobilistas
Empresas do sector desconhecem plano para os transportes
Privados mantêm interesse nas empresas de transporte públicos
Governo desiste de novo aeroporto

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Acções asiáticas arrancam semana entre ganhos e perdas
Governo admite taxa de mobilidade sobre combustíveis
Fusão do Metro do Porto arrisca compensação à Barraqueiro
As notícias em foco na edição de hoje, dia 10 de Outubro, no Negócios
Goldman dá receita para colher melhores dividendos na Europa
Jardim garante maioria absoluta e luta contra "liberalismo selvagem"
"Delta tem que diluir a dependência de Portugal e crescer muito lá fora"

Capa do Oje Oje

Corte da despesa e aumento fiscal marcam OE 2012
Vettel conquista bicampeonato em Suzuka
Empresários estão mais pessimistas
BCP pede licença para abrir sucursal na China
Martifer em 2.º projecto no Mundial de 2014
Hélder Rodrigues sagra-se campeão mundial de todo-o-terreno
Berlim e Paris garantem recapitalização da banca

Capa do Destak Destak

Vitória é "nova oportunidade" para "mudar de atitude" na gestão financeira – Secretário-geral do PSD
Emigrantes reunidos em jantar de apoio a mãe de Renato Seabra
Parada do Orgulho LGBT reúne milhares em Copacabana para pedir fim da discriminação
José Manuel Coelho não estava à espera de tanto e vai opor-se ao plano de resgate
Filial de Caracas vai ser galardoada com "Dragão de Ouro"
PSD vence eleições com maioria absoluta e 48,56% dos votos
Condutor de ambulância com taxa de alcoolemia superior à permitida por lei

Capa do A Bola A Bola

Paulo Bento pode ser o seleccionador mais novo em fases finais
Figo e Madjer a um passo da imortalidade
Meia dúzia aproveita na Taça
«Deixo sempre a pele em campo» - Rinaudo
Alex Sandro pode estrear-se na Taça
Supertaça já tem hora marcada
Internacionais podem falhar a Taça

Capa do Record Record

Passatempo
Bruno Misorelli: «Danilo quer chegar em 1.º lugar»
Ultrapassar a dúzia com dérbi na mente
Vítor Pereira prepara dragão a dois tempos
O plano Carraça
Panchito: «O Benfica não é um clube, é uma religião»
Batalha dos 100 dias aprovou o general

Capa do O Jogo O Jogo

NA PEUGADA DO MEU BONÉ – JOLLY FROG, EU, JOANA E RITA

O patriótico  meu boné e a real identificação de um "tuga" no estrangeiro. "Diz-me que boné usas que eu te direi que nacionalidade tens!!!

Hoje ao meio da manhã e de quando do meu poiso da má língua e de irreverência e caminhava junto à sala de fumo, ao ar livre, adjascente ao restaurante ao ar livre em direção ao bengalô que ocupo no Jolly Frog, não dei conta de duas jovens raparigas sentadas a fumar (o meu boné tinha-me identificado), mas ouvi depois a palavra Portugal. Num repente, respondi em inglês: “one moment please!”.
O meu poiso diário atrás do computador no restaurante, ao ar livre e coberto de capim do Jolly Frog

Passado um minuto voltei e perguntei, às duas jovens em simultâneo:”where´s are you from?”  Portugal responderam-me, as duas, ao mesmo tempo. Sentei-me junto no banco de madeira corrido e fálamos na língua de Camões por uns escassos minutos. Não houve tempo para mais, elas a Joana e Rita, duas jovens arquitectas do Porto estavam de mochila aviada para partirem para Chiang Mai, norte da Tailândia e umas boas 9 horas de autocarro. A Joana e a Rita, já ontem e quando se hospedaram no Jolly Frog deram por mim, horas e horas sentado a uma mesa no computar e longe estariam, as duas de saber que os três éramos da mesma nacionalidade. 
 Eu entre dois amores "tugas" Com a Joana ao meu lado esquerdo e a Rita à direita.
.
A Joana saiu-se: “vimo-lo ontem e achamos graça de junto ao seu computador, as teclas fossem alumiadas pela luz de um candeeiro e adiantou: “é escritor?” Gaita que nunca tinha ouvido de alguém a julgar-me um Eça de Queirós, Miguel Torga ou o meu comprovinciando Vergílio Ferreira.
.
Ah, ah não sou nada disso, nem coisa que o valha menina, mas um irreverente e pregador do deserto que ninguém me ouve e até nem é preciso porque me estou nas tintas e o escrever ajuda-me a levar melhor as minhas amarguras e irreverências que vão dentro de mim da “merda” dos políticos que governam o nosso país. Estavam de partida, pouco tempo houve para desenferrujar a língua e levei, as duas simpáticas e bonitas “tugas”, em terras de Kanchanaburi, à estação dos autocarros.

 As duas jovens, "tugas". A Joana do lado esquerdo e a Rita à sua direita. Como pano de fundo a entrada para o Jolly Frog.
.
Deixei-lhes a recomendação que desde que regressem a Banguecoque me telefonem, para lhes oferecer um almoço ou jantar de bacalhau e caldo verde em minha casa. 
.
Responderam-me: “bacalhau.... ai que bom!”. 
José Martins