Translator

terça-feira, 29 de novembro de 2011

As capas dos jornais e as principais notícias de Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Loulé: Grupo furtava em casas
Pânico em incêndio no Fórum Aveiro
Lavra: Furta jóias de casa
Marco: Auditoria a bombeiros
Encapuzados disparam em assalto
Atropela inocentes após roubo
'Casa dos Segredos’: Nomeados

Capa do Público Público

Não perca a nova aplicação Ípsilon iPad - Edição de 25 Nov. GRÁTIS
Mais perto da informação. Mais perto de si. Assine o Público
Marinho Pinto diz que tribunais arbitrais roubam Estado e lembra que ministra é sócia fundadora da Associação de Arbitragem
Portas recusa ausência da discussão e diz que CDS vota com “convicção” OE “difícil”
Falta de equidade nos sacrifícios cria revolta, diz Seguro
Juncker reconhece que fundo de resgate não deve atingir objectivo de um bilião de euros
Vítor Bento diz que Europa está à beira do precipício e corre o risco de desintegração

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Marinho Pinto diz que tribunais arbitrais roubam Estado
Comissão de Utentes apresenta providência cautelar
A vocação da trapaça
Psiquiatras e eu em total acordo
Cortes até 30% nos salários de médicos de família
Cada 15 dias entram 70 novos reclusos nas cadeias
PS: Governo tinha margem para só cortar 2 subsídios a rendimentos superiores a 1500 euros

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Comissão de Utentes da A22 apresenta providência cautelar
"Voltem a fazer transplantes no país"
Descoberto o contrato pré-nupcial da duquesa de Alba
Tranche de oito mil milhões concedida à Grécia
Ruído da "movida" portuense voltou à reunião camarária
Abaixo-assinado reúne 1,5 milhões de assinaturas contra alterações ao Código Florestal
Chave vencedora do Euromilhões

Capa do i i

Capa do Diário Económico Diário Económico

Tribunais arbitrais roubam Estado, diz bastonário
Comissão de Utentes da Via do Infante apresenta providência cautelar contra portagens
Falta de equidade nos sacrifícios cria revolta
CDS vota com "convicção" Orçamento "difícil"
"Tudo pode acontecer" ao euro
S&P baixa 'rating' dos maiores bancos do mundo
Cadilhe critica falta de reformas estruturais no Orçamento de 2012

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Perda de autonomia preocupa reguladores
"Está em curso uma redução da independência na regulação"
Grande distribuição aposta nas promoções para "salvar" o Natal
Cahora Bassa: REN quer entrar, mas HCB fecha porta a estrangeiros
EDP já tem comissão especial de fiscalização
Mediadoras imobiliárias acusam bancos de desviarem clientes
As notícias em foco na edição de hoje, dia 30 de Novembro, no Negócios

Capa do Oje Oje

Crédito em risco na banca duplica desde há 1 ano
Portugal e Moçambique falham acordo
Sumol+Compal bate recorde de exportações
AMR inicia processo de falência
Facebook quer 10 mil milhões com IPO
Confiança dos consumidores diminui
Circo Mágico no Pavilhão Atlântico a 3 de Dezembro

Capa do Destak Destak

EUA recorre da decisão de Portugal de não extraditar George Wright
Filha de Kadhafi apela aos líbios para derrubarem novos governantes
Os Golpes colocam ponto final na carreira
Floresta Amazónica perde 385,5 quilómetros quadrados em Outubro
"Não contem com o Sporting para criar problemas"
Trocam acusações e já foram ambos multados, comissão instaura processo de inquérito ao incêndio
Cidadã russa e residente em Espanha foi visitante 1 milhão da Parques de Sintra

Capa do A Bola A Bola

Carrillo a titular frente ao Zurique
«Mostrámos no relvado toda a nossa qualidade» - Javi García
Iturbe vai a jogo em Dezembro
«Sérgio Paulinho tem muita experiência» - Bjarne Rijs
Pitbull só regressa em Janeiro
É muito simples: basta ganhar!
Piqué forçou o cartão e poderá defrontar o Real Madrid

Capa do Record Record

Wolfswinkel com a mira no Zurique
Ricardinho perto do Sporting
Técnico conhecido hoje
Il Dottore ao ataque
Foco total na Europa com série em aberto
Olhar para cima
Rita Martins comanda uma missão ambiciosa

Capa do O Jogo O Jogo

Eusébio: "Messi é o melhor do Mundo"
FC Porto vence Lusitânia e já é líder
Taça da Liga: Man.City elimina Arsenal
Liga Espanhola: Barcelona goleia Rayo Vallecano (4-0)
Chelsea cai aos pés do Liverpool e está fora da Taça da Liga
Juventus empata em Nápoles (3-3) e reforça condição de líder
11ª Jornada: 10 jogadores suspensos

TAILÂNDIA: "CAMPANHA PARA TRAZER DE VOLTA OS TURISTAS"

TURISMO
Esforço global para trazer de volta turistas
Suchat Sritama
The Nation

A Associação de Hotéis da Tailândia  (THA) e a Autoridade de Turismo da Tailândia (TAT) vão lançar uma campanha, mundial, de um mês, em dezembro, para atrair de volta turistas na sequência das inundações.
.
A campanha está definida ter inicio a partir de 15 de dezembro de 2011 até 15 de janeiro de 2012. Pelo menos 50/100 membros da Associação de hotéis  da Tailândia, de todo o país, principalmente de  hotéis de 3-4 estrelas  são esperados em participar na campanha.
.
Hotéis, participantes, oferecem "por cada noite adquirida uma outra grátis" ofertas na  taxa normal, para encorajar os turistas durante o período designado.

26 agências da TAT com escritórios no mundo  vão ajudar a promover e vender a campanha.
.
 
Presidente da THA Prakit Chinamourphong disse que, apesar de a campanha ser executada, globalmente, THA e TAT se concentrariam em curta distância mercados como Hong Kong, Singapura e China que como turistas da região iriam oferecer uma resposta mais rápida do que de os turistas de longa distância.
.
THA esperava que a campanha iria impulsionar o turismo em 20-30 por cento.
.
Prakit disse que a inundação causou quebra de taxa de ocupação, hoteleira, em todo o país em novembro baixou de 68 por cento da projetada para 62 por cento.
.
Hotéis em Bangkok este mês tiveram uma queda de 40 por cento da vinda de turistas internacionais que estavam preocupados com inundação.
.
"Taxa de ocupação média nos hotéis em Bangkok este mês foi 55-60 por cento, que é menor do que o esperado 75-80 por cento", disse Prakit.
.
Hotéis em Phuket estão rodando em alta e 70 por cento de ocupação este mês, em comparação com 36 por cento no mesmo período do ano passado.
.
Operadores em Pattaya está experimentando 70 por cento em novembro. Metade das ocupações são turistas locais que escaparam da inundação em Bangkok e região Central.
.
A taxa de ocupação em hotéis em Chiang Mai foi de 56 por cento em novembro, mas subirá para  80-90 por cento em Dezembro, devido à Real Exposição Flora seguida de uma conferência enorme.
.
As piores inundações na Tailândia já levaram mais de 400.000 turistas internacionais.
.
O impacto negativo deverá continuar e pode levar a outra e ficar longe de 300.000 visitantes neste ano.
.
Sansern Ngaorangsi, vice-governador para a Ásia e Sul-Pacific Markets da TAT, disse que a projetada chegada de 19,5 milhões tursitas em 2011 cairia para 18,3 milhões, devido à inundação.
.
 
Informou que o seu departamento previa organizar uma viagem de mega de familiarização em meados de dezembro trazendo 500 agentes de viagens e representantes da mídia de todo o mundo.
.
Ele acrescentou que a TAT gostaria de acrescentar mais atividades de marketing em janeiro e março para impulsionar a visitantes estrangeiros.
.
De acordo com Prakit, a associação entregou a sua reabilitação planos de Turismo e Desporto Ministro Chumpol Silpa-Archa, e pediram ao governo para ajudar com medidas de tributação das empresas, aumentar o reembolso do departamento, bem como prestar assistência financeira aos operadores afetados.
.
O ministério pediu ao governo BT3-5 biliões para reconstruir o turismo inteiro.
.
Em 28 de novembro, Autoridade de Turismo da Tailândia também lançou uma campanha de recuperação "da Tailândia Beautiful" para atrair turistas de volta, trabalhando em cooperação com a mídia mundial para destacar a hospitalidade da Tailândia não cortar preço. 
 .
Ele está confiante de que o sector do turismo voltaria ao normal a partir do final deste ano. De acordo com o governador Suraphon, a estratégia mais eficaz para restaurar a confiança do turismo e criar um impulso duradouro para o sector do turismo tailandês é se concentrar em serviços de acolhedora hospitalidade tailandesa.
.
"Estamos agora focados em restaurar as chegadas de turistas durante o período de alta temporada. O TAT está confiante de que a partir do período de férias de fim de ano até março de 2012, a segunda metade da época alta, o sector do turismo terá recuperado. 
.
No passado, o sector do turismo da Tailândia voltou rapidamente quando confrontado com situações semelhantes. Isto mostra claramente a preferência dos viajantes para e lealdade à marca Tailândia ", disse Suraphon.
.
Para garantir a rápida recuperação do sector do turismo da Tailândia, a TAT está realizando uma comunicação abrangente e campanha de marketing chamada "Tailândia Beautiful."  
.
Trata-se de envolver meios de comunicação de mercados-chave em todo o mundo. Desde meados de novembro, os executivos da TAT reuniram-se com a maior parte dos meios de comunicação estrangeiros estacionados na Tailândia, meios de transmissão visitante da China, Ucrânia, Hong Kong, Japão, Vietnã e Israel, e apareceram em canais a cabo regionais, tais como, Bloomberg TV. 
.
A TAT também está planejando um mega-viagem no mês de dezembro que trará mais de 300 meios de comunicação de viagens do exterior para verem por si mesmos que a maioria das atrações da Tailândia turismo e infra-estrutura permanecem intactos.
.
As 25 agências da  TAT no exterior estão trabalhando diretamente com os operadores turísticos em seus mercados locais para desenvolver campanhas e promoções para restaurar a confiança e as chegadas de turistas de apoio. Estas iniciativas incluem promoções especiais com companhias aéreas e operadoras de turismo, produção de TV e cinema, e marketing de celebridades.
.
The Nation 2011/11/30

A VIDA CADA VEZ MAIS DIFÍCIL PARA O "TINO" DE OEIRAS...!!!


Último recurso de Isaltino Morais rejeitado pela Relação

publicado 18:35 29 novembro '11
Último recurso de Isaltino Morais rejeitado pela Relação
Isaltino de Morais está mais perto de cumprir a pena de prisão

Indeferido que foi o último recurso que ainda pendia no caso Isaltino Morais pelo Tribunal da Relação, a juíza de Oeiras pode a partir de agora dar andamento ao processo-crime em que o edil de Oeiras foi condenado à pena de dois anos de prisão efetiva.

Mais uma vez, Isaltino Morais perdeu no Tribunal da Relação de Lisboa, que na tarde desta terça-feira indeferiu um outro recurso do autarca.

Os juízes-desembargadores mantêm as considerações já apostas em fundamentações de decisões sobre outros recursos anteriormente decididos sobre a prescrição de crimes e trânsito em julgado do processo que envolve Isaltino Morais.

Na decisão desta terça-feira os juízes encerram o processo de pedido de afastamento da juíza de Oeiras, Carla Cardador permitindo assim que a pena a que foi condenado o presidente da Câmara Municipal de Oeiras de dois anos de prisão efetiva possa agora ser executada.

È que a partir desta terça-feira, a juíza de Oeiras pode efetivamente – sem que haja nenhum recurso pendente ou qualquer outro constrangimento – dar andamento ao processo-crime onde Isaltino Morais terá de cumprir uma pena de dois anos de prisão efetiva por fraude e branqueamento de capitais. A juíza pode, portanto, decidir mesmo a detenção do presidente da Câmara de Oeiras para que este cumpra a pena a que foi condenado.

Em Novembro, os juízes desembargadores já haviam decidido indeferir o pedido de afastamento da juíza de Oeiras, mas, entenderam nesse mesmo acórdão, tecer considerações sobre o pedido feito pelo arguido de prescrição de crimes e o trânsito em julgado do caso, tema que , de acordo com fontes judiciais, não competia aos magistrados.

Os advogados de defesa de Isaltino Morais entendendo que naquela decisão existiriam considerações que poderiam ser graves e interferir na análise do pedido de prescrição de dois crimes de fraude fiscal feito por Isaltino, que terá de ser agora avaliado pela juíza de Oeiras e elaboraram um requerimento em que pedem aos desembargadores para apagar essas "considerações", que poderiam influenciar a colega de Oeiras.
Os magistrados da Relação não foram sensíveis aos argumentos aduzidos pela defesa e decidiram esta tarde não retirar nada da sua fundamentação.

O processo, que se arrasta já há vários anos, chega agora ao fim e Carla Cardador já não tem qualquer impedimento, mesmo que moral, para voltar a mexer no caso Isaltino, a não ser para decidir a execução da pena.

Advogado de defesa diz que decisão não põe termo ao processo

"A decisão que veio hoje do Tribunal da Relação de Lisboa aprecia um pedido de correcção que fizemos ao acórdão que decidiu a questão da recusa da juíza. O tribunal indeferiu esse pedido", confirmou o advogado de Isaltino Morais, Rui Elói Ferreira.

O advogado que tem garantido a defesa do edil de Oeiras continua a afirmar qie esta decisão em nada interfere na apreciação do processo por parte da juíza Carla Cardador, do Tribunal de Oeiras, que na segunda-feira enviou ao Tribunal da Relação dois recursos que se encontram pendentes.

"O processo não terminou. Continuam questões pendentes, nomeadamente os dois recursos que apresentámos no tribunal de Oeiras, que só ontem [segunda-feira] subiram ao Tribunal da Relação de Lisboa. São relativos ao não conhecimento da prescrição [de parte dos crimes] e à questão da atribuição de carácter urgente ao processo", acrescentou o advogado de Isaltino Morais.

Rui Elói Ferreira reafirma que enquanto "existirem questões processuais, sejam de que natureza forem e tenham os recursos os efeitos que tiverem, não se pode ordenar prisão a uma pessoa".

RECOMENDA-SE A LEITURA DE ARTIGO DE QUALIDADE TRANSCRITO A SEGUIR


O Ocidente já não é centro do Mundo, mas o centro do nosso olhar. E é partir dele que observamos o que nos rodeia.

Terça-feira, 29 de Novembro de 2011


A região Ásia-Pacífico pode ser identificada como um centro gravitacional de comércio, demonstrado pela dimensão das frotas regionais, pelos grandes portos (8 dos 10 maiores portos do mundo encontram-se na região e de salientar que 6 são na Republica Popular da China) e pelo número de navios que navegam na região, no entanto várias rotas marítimas, com maior densidade de tráfego, atravessam uma região com algumas disputas territoriais entre vários Estados, pelo que a consequente instabilidade tem prevalecido (Geise, T., p6, 2011).
.
Este estatuto como centro gravitacional segue o crescimento de toda a região. A RPC é, sem dúvida, o driver mais relevante nessa matriz, não podendo descurar, no entanto, as economias do Japão, Coreia do Sul, Taiwan, bem como toda a sub-região do Sudeste Asiático com a sua elevada dependência do comércio marítimo. 
.
Este crescimento regional tem provocado uma crescente ndemanda por contentores e navios para transportá-los, fazendo aumentar o volume de negócios dos portos regionais e do tráfego marítimo regional, estimulado por uma contínua intensificação das trocas comerciais inter e intra-regional. 
.
Este crescimento regional, além disso, desencadeou demandas crescentes de energia, necessária para sustentar esse crescimento, dependências que variam entre os 60% e 90% para os Estados do Nordeste Asiático, o que explica porque o aumento do tráfego de contentores é acompanhado por um aumento no tráfego de petroleiros (Geise, T.,p6, 2011).
.
Cerca de 80% da região do Sudeste Asiático é constituída por mar, as ilhas e penínsulas da região estão situadas entre os oceanos Pacífico e Índico, sendo como uma fronteira para principais artérias de comunicação e comércio mundial. 
.
De acordo com a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), o crescimento económico e o comércio de mercadorias por via marítima estão intimamente relacionados. Nos últimos anos, a quota da Ásia no total de mercadorias transportadas por mar a bordo dos navios aumentou para 41 por cento, seguido, por ordem decrescente, pelas Américas, Europa, África e Oceânia.
.
O sector de transporte marítimo que mais tem crescido é o de contentores, o qual a Ásia
detém cerca de 60% do global, segundo o “Relatório do transporte marítimo de 2010”, tendo sido a sua quota, em 1995, de 50%. 
 .
Este é o tipo de transporte, dos principais tipos de carga (granel, petróleo e contentores) que mais tem crescido nos últimos anos. Outro factor importante, que demonstra a importância que a região Ásia-Pacífico tem no comércio marítimo mundial é o facto de 8 dos 10 portos mais movimentados no mundo estarem localizados na Ásia oriental, tal como referido anteriormente e como demonstrado na tabela abaixo.
.
Hoje em dia a população do Sudeste Asiático reside ou depende economicamente do mar que é contudo, ao mesmo tempo, a fonte de uma multiplicidade de ameaças e factores de instabilidade que colocam em perigo não só a prosperidade das populações locais como também ameaçam directamente a segurança dos Estados (Bradford, J. F., p1, 2005).
.
Cerca de 2/3 do abastecimento de recursos energéticos pela Coreia do Sul e mais de 60% por parte do Japão e de Taiwan transitam anualmente pela região do Sudeste Asiático. Por outro lado, pensa-se que o Mar do Sul da China poderá conter uma larga variedade de recursos energéticos (incluindo petróleo e gás natural) e minerais, mas a sua exploração tem sido comprometida pelo conflito existente entre diversos países em torno de reivindicações de soberania.
Dependência de Petróleo Importado na Ásia, 1971 - 2030.