Translator

quinta-feira, 21 de junho de 2012

CORREIO DA MANHÃ E O SENSACIONALISMO JORNALÍSTICO


Assim não vale!!! Ainda não está confirmada veracidade nem há acusação, formulada, a um português ter assassinado duas jovens canadiense, na Ilha do Phi Phi. Justamente é procurado pela polícia para ser ouvido, dado que foi visto, pelas camaras de video do hotel, junto das duas jovens mulheres. Seguiremos daqui a notícia. José Martins



O texto do Correio da Manhã:
As autoridades tailandesas estão a procurar um português acusado de ter morto por envenenamento duas irmãs canadianas, num hotel das ilhas Phi Phi. Noemie e Audrey Belanger, de 20 e 26 anos, foram encontradas mortas no quarto, no início da semana, horas depois de terem sido filmadas a entrar no hotel na companhia do português, que a polícia tenta localizar e interrogar. 
Phuket Gazette – Saturday, June 16, 2012 2:51:00 PM
Irmãs canadenses encontradas mortas em quarto de hotel Phi Phi, suspeita de envenenamento

 Phuket Gazette - sábado, junho 16, 2012 2:51:00 PM





Uma equipe médica de Phi Phi Island Hospital correram para o local, mas as duas mulheres que se acreditava ter morrido cerca de 12 horas antes de seus corpos ser descobertos. Foto: Kritsada Mueanhawong
.
PHUKET: A polícia está investigando a causa da morte de duas irmãs canadenses encontradas mortas em seu quarto de hotel na ilha de Phi Phi , ontem pela tarde.

Chefe, da esquadra da polícia da Ilha de Phi Phi Siwa Saneha de disse ao Diário Phuket, "Nós recebemos um relatório em cerca de nove horas de ontem, que os corpos de duas turistas foram encontradas no mesmo quarto do hotel Phi Phi Palms.

"Corremos para o hotel acompanhdos de médicos do hospital de Koh Phi Phi e uma equipe de resgate."

As irmãs, uma com 20 e  outra co 26 anos, deram entrada no hotel na terça-feira.

"Eles saíram e voltaram ao seu quarto naquela noite, mas permaneceram no seu quarto o dia todo na quarta-feira", disse ele.

Foi só ontem que funcionários do hotel ficaram preocupados com a ausência das mulheres.
.
"Uma empregada bateu na porta para limpar o quarto na quinta-feira, mas não houve resposta, por isso a empregada pensou que as mulheres precisavam de mais descanso e não bateu mais", explicou o tenente Siwa.
.
A empregada voltou ao quarto ontem, mas novamente não houve resposta para ela bate na porta.
.
Depois de várias tentativas e não obter resposta das mulheres, a empregada obteve uma chave-mestra para abrir a porta.

Tenente-Coronel Rat Somboon de Krabi Provincial da Polícia disse à Gazeta que os policiais na cena do crime acreditava que as mulheres tinham morrido cerca de 12 horas antes de seus corpos ser encontrados.

A polícia suspeita de envenenamento, disse.

"Havia uma grande quantidade de vômitos no quarto, e ambos os corpos apresentavam sinais de trauma semelhantes. Apresentavam lesões de pele e parecia que havia sangrado das gengivas. Além disso, as unhas das mãos e pés eram azuis, " Tenente-Coronel Rat Col explicou.

"Teremos especialistas realizar testes nas amostras de urina e vômito tomadas de cena para tentar determinar a causa da morte", acrescentou.

Os corpos das mulheres estão sendo mantidos no hospital da cidade de  Krabi .

As mortes de duas mulheres seguem-se a um americano e dois turistas noruegueses que morreram de suspeita de envenenamento depois de ficar em 'A pousada Laleena' em Phi Phi Island em 2009.

Testes extensivos não forneceu qualquer evidência conclusiva quanto ao que os três turistas morreram.

- Kritsada Mueanhawong
Phuket, Tailândia
14:51 hora local (GMT +7)
.
P.S. Tradução livre
 Último desenvolvimento
21 de junho de 2012 18:02 - 12.02 em Portugal
Ramathibodi Banguecoque Hospital está conduzindo testes adicionais sobre os corpos das duas irmãs canadenses, que foram encontradas mortas em seu quarto de hotel em Phi Phi Island, ao largo província de Krabi, na sexta-feira.
.
Os resultados da autópsia devem ficar prontos em uma  ou duas, semanas um médico disse quinta-feira.
.
Ramathibodi Hospital está realizando esses testes a pedido da Embaixada do Canadá.
.
Dr Wichan Pliewnim, chefe do departamento de patologia do hospital, nesta quinta-feira que os parentes tinham recolhido os corpos de Noemi, 26 e Belanger Audrey, 20, na quarta-feira, embora o hospital ainda está aguardando   resultados dos testes laboratoriais.
Jornal The Nation