Translator

sábado, 1 de dezembro de 2012

OS CARROS DE LUXO DO ZÉ "VIDEIROLAS" DO P.S:

O blogue de José Maria Martins, refere-se à compra.
 

Sábado, 1 de Dezembro de 2012

O luxuoso Partido Socialista compra carros de luxo , com os impostos pagos pelos pensionistas, funcionários públicos falidos

O Partido Socialista é burguês.

O Partido Socialista compra carros de luxo para os deputados quando o Povo - que diz proteger!? - vive na miséria e é espoliado pela governação socialista.

Compra pópós de luxo com dinheiro dos impostos.

Veja-se a notícia da compra dos 14 carros de luxo para os "meninos" do PS aqui: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/exclusivo-cm/lello-comprou-14-carros-de-luxo

Absoluta falta de sentido de Estado.

Infeliz exemplo dos "papagaios de janela" que dizem defender o Povo.

O deputado Galamba sabe disto?

E não começa a gritar contra os seus colegas? Como descabeladamente faz na AR contra o PSD e o Governo?

Já temos saudades de ouvir aquele deputado, aos gritos e de cabelos no ar, que só podia ser deputado em Portugal.

O Director do Jornal de Angola é que tem razão, na crónica que o Pacheco Pereira - ex-comunista e agora guarda avançada da SIC, do Balsemão, da Impresa e que tanto mal está a fazer a Portugal - publicou no blogue Abrupto.

Antes iam avionetes do PS à Jamba - dizem as más linguas que Mário Soares mandava buscar diamantes e dentes de elefante e que até teve de agraciar o ex-Pide que lhe salvou o filho na queda da avioneta, carregada até à exaustão de carga que se desconfia ser suspeita - e não parece que fossem para cursos rápidos de latim que a UNITA de Savimbi ministrava, ou para estudar o sistema rodoviário protragonizado pelo policia sinaleiro da UNITA, na Jamba.

Os trabalhadores só podem corar de vergonha pela compra dos 14 "bólides" de luxo dos deputados do PS.

Falta de vergonha democrática!

Antes governado por angolanos - que até estão contra o acordo ortográfico , que assassina a nossa língua - que por trastes da "velha senhora" que são incapazes de competir com a Europa.

josé maria martins0 comentários