Translator

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

E FALTOU, PASSAR JUNTO A UMA MESA, UM GAJO QUE DEITASSE UMA DOSE DE ARSÉNICO NOS PRATOS E FICAR POR ALI A VER 4 "CABRÕES" A ESPERNEAR!


Faltou a imagem - ladrões... vigaristas... xulos...







Coitadinhos, tão sacrificados que eles são...
…e nós ajudamos com mais de meio milhão…

NÃO SE ESQUEÇAM DE MANDAR TUDO,TUDINHO QUE ESTE PASQUIM PUBLICA TUDO!!!! BEM-HAJAM A TODOS!

.
Neste "pasquim" passa tudo... mandem,mandem que ele publica o mau, o feio, o alegre e as boas acções... Aqui tudo se diz!!!

Isto nunca passou nem passará algum dia nos telejornais das nossa televisões



EMBAIXADOR SEIXAS DA COSTA: ADMIRO ESTE DIPLOMATA E O SEU MAIOR "FRETE" QUASE NO FIM DE SUA BRILHANTE CARREIRA DE ESCRITOR E GRANDE PORTUGUÊS NO MUNDO!

Número de Documento: 13581216

Paris, França 07/01/2012 06:21 (LUSA)
Temas: Artes, Cultura e Entretenimento, Economia (geral), Educação, Política, Autoridades locais, Iniciativa popular, Sociedade, emigrantes
 
Comunidades:
Embaixador em Paris já indicou nome para consulado honorário em Clermont-Ferrand



Paris, 07 jan (Lusa) – O embaixador de Portugal em França, Francisco Seixas da Costa, 

já enviou ao Governo uma proposta para que o consulado honorário na cidade de Clermont-Ferrand, cujo vice-consulado encerra na sexta-feira, possa começar a funcionar ainda este ano.
.
Em declarações à agência Lusa, Francisco Seixas da Costa afirmou que a proposta está agora em estudo pelo Governo e que, se tudo correr bem, será possível avançar com uma solução no primeiro semestre deste ano.
.
“Penso que se se conseguir encontrar a pessoa adequada, se se conseguir encontrar um registo de trabalho com o consulado-geral em Lyon, poderemos garantir aos cidadãos portugueses em Clermont-Ferrand uma alternativa razoável relativamente àquilo que era o trabalho fornecido pelo vice-consulado anterior. Não é possível avançar com um data, mas falamos de algo para o primeiro semestre deste ano”, afirmou.
.
O embaixador considerou que, embora esta alternativa não substitua “a 100 por cento” o vice-consulado, é “positiva”.
.
Na sexta-feira encerram também os vice-consulados das cidades francesas de Lille e de Nantes e da cidade alemã de Osnabrück. As comunidades portuguesas aí residentes têm hoje ações de protesto contra esta decisão do Governo.
.
Em Lille há uma “espécie de cerimónia fúnebre”, para assinalar o fim da presença diplomática de Portugal na cidade; em Nantes há uma noite das janeiras diferente, em que será cantado, em vez do “Natal dos Simples”, um “hino de protesto”; em Clermont-Ferrand escreve-se uma carta ao secretário de Estado das Comunidades, José Cesário; e o Movimento "Osnabrück Não Desiste" vai colocar velas à porta do posto consular, "como símbolo de esperança e lucidez".
.
A respeito do impacto que o encerramento dos três vice-consulados em França terá nas comunidades portuguesas de Clermont-Ferrand, Lille e Nantes, o embaixador Francisco Seixas da Costa reconheceu que haverá “menor facilidade” e “menor recurso imediato”, mas considerou que a medida não implicará “um prejuízo muito grande para a generalidade dos portugueses residentes nessas zonas”.
.
A partir de sexta-feira, os residentes em Clermont-Ferrand vão passar a recorrer ao consulado-geral em Lyon, a cerca de 200 quilómetros. 
.
Os residentes nas áreas consulares de Nantes e de Lille vão ter que dirigir-se ao consulado-geral, em Paris, a mais 400 e de 200 quilómetros, respetivamente. Os portugueses de Osnabrück passam a ter que deslocar-se a Düsseldorf, a quase 200 quilómetros.
JYF (FA)


              Lusa/fim.

O "PARVO" DO PAULO PORTAS QUERIA SER MINISTRO DOS ESTRANGEIROS....AGORA QUE SE DESENRASQUE DA BATATA QUENTE ENFIADO NO RABO!


Número de Documento: 13575874

Paris, França 06/01/2012 11:26 (LUSA)

Comunidades:
Portugueses em França assinalam encerramento de três vice-consulados com protestos
    
Paris, 06 jan (Lusa) – Os portugueses de Lille, Nantes e Clermont-Ferrand, as cidades de França que a partir de dia 13 ficam sem vice-consulados, vão assinalar a data com uma “cerimónia fúnebre”, um “hino de protesto” e uma carta ao secretário de Estado.
.
Depois de, em novembro, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, ter anunciado que estas três cidades iam perder os seus vice-consulados houve contestação, protestos e até apelos a um “boicote a Portugal”. 
.
O Governo anunciou entretanto presenças consulares, traduzidas por deslocações regulares de funcionários do Ministério dos Negócios Estrangeiros às áreas não cobertas, e admitiu a possibilidade da abertura de consulados honorários, mas as reclamações das comunidades não cessaram.
.
No sábado haverá três protestos diferentes. Em Lille, no norte do país, e onde as associações estimam que existam mais de 35 mil portugueses, vai haver “uma espécie de cerimónia fúnebre”, disse à agência Lusa o vice-presidente do Comité de Promoção de Portugal e da Lusofonia de Pas-de-Calais, João Barbosa.
.
Os manifestantes preveem concentrar-se no sábado às 15:00 junto ao edifício do consulado: “Será uma espécie de marcha fúnebre, para assinalar a morte da presença diplomática de Portugal em Lille. Sabemos que a batalha está perdida, mas queremos dar conta do nosso descontentamento aos governantes e deixá-lo na memória dos portugueses”, disse o porta-voz.
.
João Barbosa considera que o local onde acontece o protesto é “uma triste ironia”: “Pierre Mendès France, que dá nome à praça onde vamos juntar-nos, era luso-descentente. É curioso que numa praça onde se fez a história dos portugueses no norte da França se ponha fim a uma conquista tão importante para os que foram obrigados a sair do seu país para encontrar uma vida melhor”, afirmou.
.
Depois de o consulado em Lille fechar portas, acrescentou, “as coisas vão complicar-se para quem aqui vive”. Vai ser, garante, “como foi nos anos de 1960, sem possibilidade de defender a cultura, a economia e os assuntos sociais dos portugueses”.
.
Em Nantes, onde vivem cerca de 50 mil portugueses, a tradicional noite de Reis vai ser festejada de forma diferente. O movimento “Nantes não desiste” vai passar os cantares de Reis para a noite de sábado, que será dedicada à contestação desta decisão do Governo. A música ‘As Porteiras’, que envia um "recado" a Paulo Portas e é considerada “um hino” deste protesto pela Europa, vai substituir o “Natal dos Simples”.
.
O porta-voz da Associação "Os Camponeses Minhotos", uma das dez que têm organizado os protestos contra o encerramento do vice-consulado em Clermont-Ferrand, cidade a 400 quilómetros a Sul de Paris, onde vivem 35 mil portugueses, disse à agência Lusa que não há um “protesto formal” organizado, mas que será feita uma carta para enviar ao secretário de Estado das Comunidades.
.
“Vamos pedir a José Cesário uma reunião de urgência com as associações de Clermont-Ferrand e enviaremos uma cópia dessa carta ao ministro Paulo Portas a expressar o nosso descontentamento e a exigir explicações”, acrescentou o porta-voz.
JYF
       Lusa/fim.
------------------

PAULO PORTAS NÃO BRINQUE COM OS EMIGRANTES....QUEM O AVISA SEU AMIGO É!|!!!





Mundo Português - ‎06/01/2012‎

O Ministério dos Negócios Estrangeiros pretende que os funcionários se desloquem aos locais não cobertos pela rede consular, mas a comunidade portuguesa na Alemanha entende que “um serviço ambulante” não compensa a falta de uma estrutura consular fixa. ...
.
...O Ministro dos Estrangeiros Portas, além de ser um "nabo" é um demente político. Vá bordamerda seu ambicioso!
O Portas está a arranjar lenha para se queimar e espera um "arraial de porrada", algures no estrangeiro, por um emigrante... Só se perderão aquelas que não lhe acertarem nas trombas ou no costelado... - José Martins

TVI24

Centenas de portugueses e alemães manifestaram-se este sábado no centro de Osnabrück, contra o encerramento do vice-consulado luso nesta cidade da Baixa-Saxónia, num cortejo iluminado por velas que terminou à porta do posto...
.
Ao que chegou isto... até os estrangeiros se manifestam contra o encerramento de vice-consulados...

RUI MOREIRA: NÓS NÃO ESQUECEREMOS. - OS FILHOS DE PUTA DO 25 DE ABRIL DE 1974-ALGUNS, JÁ A ARDEREM NAS PROFUNDAS DO INFERNO DA MEMÓRA DELES E DA FAMÍLIA QUE POR CÁ DEIXARAM


Nós não esqueceremos

Publicado em 8 de Janeiro de 2012 - JN



.
Morreu Eurico Corvacho, antigo comandante da Região Militar Norte. Soube do pesar manifestado pelo presidente da Associação 25 de Abril, e li as notas biográficas divulgadas pela agência Lusa, em que se referia que foi um dos principais militares de Abril no Norte do país, que foi "um dos principais alvos dos movimentos revolucionários que, a partir de Espanha, planeavam um contragolpe para derrubar o que prenunciavam como uma ditadura comunista", que era próximo de Vasco Gonçalves e com ele foi afastado depois da Assembleia-Geral do MFA realizada em Tancos, em Setembro de 1975.
 .
Gostaria de completar a sua biografia com alguns factos relevantes. Recorro, para isso, ao "Relatório das Sevícias" elaborado pela comissão nomeada pelo Conselho da Revolução em Janeiro de 1976. 
 .
De facto, e tal como se pode ler na deliberação do CR, "foram as Forças Armadas que tomaram a decisão de mandar averiguar a conduta de alguns dos seus membros, face aos clamores da opinião pública que não podiam ignorar". 
 .
Diz o relatório que em Março de 1975 foram presos, na cidade do Porto, militares e civis que, "na opinião do Comando da Região Militar do Norte, pertenceriam ou colaborariam com o Exército de Libertação Português, e que teriam ligações com os implicados nos acontecimentos do 11 de Março". 
 .
Ouvidos os queixosos e os intervenientes nas prisões, a comissão apurou que as detenções foram efectuadas por militares, predominantemente em traje civil e não militar, sem que tivessem sido exibidos os mandados de captura ou a sua identificação; que os presos estiveram sujeitos a longos e injustificáveis períodos de prisão preventiva em regime de incomunicabilidade extensivo a contacto com advogado; que o regime prisional, a que estiveram sujeitos na cadeia de Custóias, e determinado por Corvacho, apesar de se tratar de um estabelecimento civil, era "completamente anormal, com ausência de recreio durante longos períodos, com vigilância exercida por um preso do foro comum, com a proibição de assistência médica, tudo se tendo conjugado para provocar perturbações físicas e psíquicas nos detidos"; que havia indícios de que, nos interrogatórios, nunca passados a escrito, foram utilizados "métodos de intimidação, provocação, ameaças e insultos". 
 .
A comissão não pode comprovar, porque os militares o negaram, as acusações de que foram praticadas violências físicas durante os interrogatórios, e os simulacros de fuzilamento relatados pelos detidos.  O meu Pai foi uma das vítimas de Corvacho, e da sua inventona. Foi preso no dia 12 de Março, na sede da sua empresa, onde permaneceu, apesar de ter sido avisado que iria ser detido, porque não tinha razões para fugir. 
 .
Viu os seus bens congelados, a empresa ocupada, a casa de família atacada por bandos armados. Sofreu as tais sevícias que os corajosos carcereiros sempre negaram, que lhe deixaram marcas físicas e psicológicas para o resto da vida. A família foi alvo de tentativas de extorsão por parte de militares, que prometiam a sua libertação a troco de dinheiro. 
 .
Em Junho de 1975, centenas de trabalhadores da sua empresa, a Molaflex, manifestaram-se junto ao Quartel-General, exigindo a sua libertação. A manifestação foi reprimida, e o meu Pai foi transferido, em segredo, para Caxias, sem que a família tenha sabido, durante semanas, do seu paradeiro. 
.
Nunca foi acusado de nada, certamente porque nunca nada fez, e foi libertado em Novembro desse ano por Pires Veloso, esse sim um militar exemplar. 
.
Entretanto, Corvacho fora substituído porque o Conselho da Revolução sabia que a população do Porto já não tolerava os seus desmandos, que tinham estado na origem de uma manifestação do PS. 
.
Passou à reserva em Novembro de 1975, e logo se converteu às virtudes do capitalismo. Iniciou um rentável negócio transitário com Angola, em que foi sócio de Rosa Coutinho, que tinha bons conhecimentos nesse país. Nunca foi detido, ou sequer acusado pelos factos que ficaram provados. Não sei se algum dia se arrependeu. 
.
Ainda assim, que Deus lhe perdoe. Nós não esqueceremos.

NESTE MUNDO CÁ SE FAZEM... E SE A VIDA ATURA É MUITO DOLOROSO CARREGAR O FARDO DO MAL PRATICADO!

No antigamente diziam que as penas praticadas neste mundo e as menos 

maldosas eram levados para o purgatório (sem remédios para cagar, pelo cu a merda) mas sacrificado com palavras, centos de padre nosso que estáis no Céu e avé Maria cheia de graça. 
.
Isto no tempo que todas as almas boas ou más voavam das entranhas da terra para através da nuvens e do céu azul para o chamado paraíso, purgatório (sem remédio de purga para cagar) à chegada. 
.
O Povoléu, português sempre brutinho que nem uma porta, acreditava em toda a "petalhada". 
.
Também acreditou em Mário Soares quando era novinho e discursava pela Europa que ele, sim ele... seria o  Moisés que levaria atrás dele o sacrificado e bordoado povoléu português, na travessia do deserto,  subiria às dunas e lá do alto, indicando o dedo: "Meu povoléu além é a nossa terra prometida...!!! É o Portugal do leite, de mel, muita geleia e malgas de marmelada". 
.
Aquilo que os portugueses, embrutecidos, viam não era nada terra nenhuma, nem de leite, nem de mel,nem camelos a pastar... 
.
Era a MIRAGEM de um Portugal que nunca havia existido...Mas existia na imaginação bacoca e estúpida de um Mário Soares, rico de bens conta dos portugueses e hoje um falido de moral. 
.
Assim neste mundo cá se fazem e cá se pagam!!! 
.
Mário Soares, outros velhos igual a ele, as pagam com juros elevados.!
José Martins 
.

E ASSIM SE DIZIA LÁ PELO BRASIL NO ANTIGAMENTE QUANDO MATAVAM ÍNDIOS COMO MOSQUITOS: "TANTO CHEFE PARA TÃO POUCO ÍNDIO!"



                COMO É A NOSSA TROPA  
Cadeia de Comando Militar  
"Os generais, por definição, comandam unidades. Brigadas, Divisões, Corpos de Exército e Exércitos.
5 tropas -> 1 cabo
10 tropas + 2 cabos -> 1 sargento
40 tropas + 8 cabos + 4 sargentos -> 1 Alferes
200 tropas + 40 cabos + 20 sargentos + 5 Alferes -> 1 capitão
1.000 tropas + 200 cabos + 100 sargentos + 25 Alferes + 5 capitães -> 1 tenente coronel
8.000 tropas + 1.600 cabos + 800 sargentos + 200 alferes + 40 capitães + 8 tenentes coronéis -> general de brigada somando toda a linha de cima, cada general tem por baixo de si 10.648 homens (faz sentido)

AS FORÇAS ARMADAS PORTUGUESAS TÊM MENOS DE 64.000 EFECTIVOS (37.000 MILITARES + 10 CIVIS + ?) LOGO, DEVERIA TER, APROXIMADAMENTE,  6 generais..
MAS, PASME-SE ... TEM 123 (CENTO E VINTE E TRÊS) GENERAIS !
.
E PAGA PENSÕES BRUTAIS A UM SEM NÚMERO DELES QUE SE APOSENTARAM NOS ÚLTIMOS 25 ANOS !
.
EM DOIS "PEQUENOS E POUCO DESENVOLVIDOS" PAÍSES - CANADÁ E ALEMANHA 
.
- AS FORÇAS ARMADAS CONTAM COM 1 GENERAL DE 4 ESTRELAS.
.
EM PORTUGAL HÁ 4 (QUATRO) GENERAIS DE 4 ESTRELAS !
ESTAVAM FARTOS DA DITADURA? QUERIAM UMA DEMOCRACIA? NÃO LEVAM UMA COISA NEM OUTRA!

ORA TOMEM LÁ UMA DITADUROCRACIA 
...

A PIOR DAS HIPÓTESES - A MAÇONARIA E A "ABICHANARIA" A PASSAR MUITO MAL!




O "TUGALEAKS" A COLOCAR A CABEÇA EM ÁGUA AO GOVERNO DE PASSOS COELHO E Cª. LIMITADA

Clicar em baixo ir para o Tugaleaks


Governo quer aumentar preço de dispositivos de armazenamento com medo da pirataria

AS PESQUISAS DO BAR DO ALCIDES..."CAVACO SILVA E A ALDEIA BPN"

Cavaco Silva e a "Aldeia BPN".



o

i

«Cavaco e a Quinta da Coelha...»


...é mais um negócio da CHINA que os portugueses andam a PAGAR!!!


Valores muito abaixo dos praticados à época, isenção de sisa, uma escritura que omite uma casa construída.

Estas são as dúvidas que subsistem sobre a aquisição da vivenda de férias do Presidente da República.

PEDIMOS-LHE POIS O FAVOR DE RESIGNAR AO CARGO!

Reacções: 

E ASSIM PAULO PORTAS JUSTIFICOU QUE FOI EDUCADO ENTRE SANTIDADES... OS JESUÍTAS!

 
.Clique na imagem e aprecie as palavras do Portas
Paulo Portas diz que foi educado nos Jesuítas e nada tem a ver com a Maçonaria

Paulo Portas diz que foi educado nos Jesuítas e nada tem a ver com a Maçonaria 

Política

Paulo Portas diz que foi educado nos Jesuítas e nada tem a ver com a Maçonaria

Sobre a polémica da Maçonaria, Paulo Portas respondeu ontem aos jornalistas que foi educado pelos Jesuítas: "A minha praia não é bem essa..."

HÁ BANDIDOS E LADRÕES, AINDA VIVOS, QUE DEVEM PRESTAR CONTAS (A MÁFIA) PELA DESTRUIÇÃO, DE UMA NAÇÃO, QUE É PORTUGAL!

.
" Fiz ontem 77 anos, deixei de ter medo dos ladrões sejam eles de que classe social pertençam e irei, dentro daquilo que for tendo conhecimento, denunciar vigaristas, oportunistas e ladrões da Fazenda Pública Portuguesa. 
.
Não o faço por mim, porque o que grangeei chega-me e basta até ao fim da minha existência, terrenas, mas o que faço é pelos meus netos e pelos outros netos de avós de Portugal que não vêm futuro nenhum para eles. 
.
Repito há LADRÕES em Portugal que deverão ser chamados a prestar contas pela destruição de um país que foi enorme e acabaram por o levar à falência e oferecer vida miserável aos portugueses" 
De Banguecoque, onde vive na paz dos anjos há mais de 30 anos. José Martins
 .

ISTO É QUE SE DEVE LER E MEDITAR POR CAUSA DOS NOSSOS FILHOS


Jacques Amaury, sociólogo e filósofo francês, escreve sobre Portugal

Nada que nós já não soubéssemos, contudo é útil saber o que os outros veem quando olham para nós, portugueses. De qualquer das formas, parece-me um bocado fora de data, ou seja, alguém recuperou isto e decidiu voltar a lançá-lo. Aqui vai...)
.
"Portugal atravessa um dos momentos mais difíceis da sua história que terá que resolver com urgência, sob o perigo de deflagrar crescentes tensões e consequentes convulsões sociais.
.
Importa em primeiro lugar averiguar as causas. Devem-se sobretudo à má aplicação dos dinheiros emprestados pela UE para o esforço de adesão e adaptação às exigências da união.
.
Foi o país onde mais a UE investiu "per capita" e o que menos proveito retirou. Não se actualizou, não melhorou as classes laborais, regrediu na qualidade da educação, vendeu ou privatizou mesmo actividades primordiais e património que poderiam hoje ser um sustentáculo.
.
Os dinheiros foram encaminhados para auto-estradas, estádios de futebol, constituição de centenas de instituições público-privadas, fundações e institutos, de duvidosa utilidade, auxílios financeiros a empresas que os reverteram em seu exclusivo benefício, pagamento a agricultores para deixarem os campos e aos pescadores para venderem as embarcações, apoios estrategicamente endereçados a elementos ou a próximos deles, nos principais partidos, elevados vencimentos nas classes superiores da administração pública, o tácito desinteresse da Justiça, frente à corrupção galopante e um desinteresse quase total das Finanças no que respeita à cobrança na riqueza, na Banca, na especulação, nos grandes negócios, desenvolvendo, em contrário, uma atenção especialmente persecutória junto dos pequenos comerciantes e população mais pobre.
.
A política lusa é um campo escorregadio onde os mais hábeis e corajosos penetram, já que os partidos cada vez mais desacreditados, funcionam essencialmente como agências de emprego que admitem os mais corruptos e incapazes, permitindo que com as alterações governativas permaneçam, transformando-se num enorme peso bruto e parasitário. Assim, a monstruosa Função Publica, ao lado da classe dos professores, assessoradas por sindicatos
aguerridos, de umas Forças Armadas dispendiosas e caducas, tornaram-se não uma solução, mas um factor de peso nos problemas do país.

Não existe partido de centro já que as diferenças são apenas de retórica, entre o PS (Partido Socialista) e o PSD (Partido Social Democrata), de direita, agora mais conservador ainda, com a inclusão de um novo líder, que tem um suporte estratégico no PR e no tecido empresarial abastado. Mais à direita, o CDS (Partido Popular), com uma actividade assinalável, mas com telhados de vidro e linguagem publica, diametralmente oposta ao que os seus princípios recomendam e praticarão na primeira oportunidade. À esquerda, o BE (Bloco de Esquerda), com tantos adeptos como o anterior, mas igualmente com uma linguagem difícil de se encaixar nas recomendações ao Governo, que manifesta um horror atávico à esquerda, tal como a população em geral, laboriosamente formatada para o mesmo receio. Mais à esquerda, o PC (Partido comunista) menosprezado pela comunicação social, que o coloca sempre como um perigo latente e uma extensão inspirada na União Soviética, oportunamente extinta, e portanto longe das realidades actuais.
.
Assim, não se encontrando forças capazes de alterar o status, parece que a democracia pré-fabricada não encontra novos instrumentos.
.
Contudo, na génese deste beco sem aparente saída, está a impreparação, ou melhor, a ignorância de uma população deixada ao abandono, nesse fulcral e determinante aspecto. Mal preparada nos bancos das escolas, no secundário e nas faculdades, não tem capacidade de decisão, a não ser a que lhe é oferecida pelos órgãos de Comunicação. Ora e aqui está o grande problema deste pequeno país; as TVs as Rádios e os Jornais, são na sua totalidade, pertença de privados ligados à alta finança, à industria e comercio, à banca e com infiltrações accionistas de vários países.
.
Ora, é bem de ver que com este caldo, não se pode cozinhar uma alimentação saudável, mas apenas os pratos que o "chefe" recomenda. Daí a estagnação que tem sido cómoda para a crescente distância entre ricos e pobres.
.
A RTP, a estação que agora engloba a Rádio e TV oficiais, está dominada por elementos dos dois partidos principais, com notório assento dos sociais-democratas, especialistas em silenciar posições esclarecedoras e calar quem levanta o mínimo problema ou dúvida. A Selecção dos gestores, dos directores e dos principais jornalistas é feita exclusivamente por via partidária. Os jovens jornalistas, são condicionados pelos problemas já descritos e ainda pelos contratos a prazo determinantes para o posto de trabalho enquanto, o afastamento dos jornalistas seniores, a quem é mais difícil formatar o processo a pôr em prática, está a chegar ao fim. A deserção destes, foi notória.
.
Não há um único meio ao alcance das pessoas mais esclarecidas e por isso, "non gratas" pelo establishment, onde possam dar luz a novas ideias e à realidade do seu país, envolto no conveniente manto diáfano que apenas deixa ver os vendedores de ideias já feitas e as cenas recomendáveis para a manutenção da sensação de liberdade e da prática da apregoada democracia.
.
Só uma comunicação não vendida e alienante, pode ajudar a população, a fugir da banca, o cancro endémico de que padece, a exigir uma justiça mais célere e justa, umas finanças atentas e cumpridoras, enfim, a ganhar consciência e lucidez sobre os seus desígnios. 
.
Jacques Amaury professor na Universidade de Estrasburgo

PORTUGAL: "HÁ NECESSIDADE DE APARECER UM HOMEM QUE TENHA NASCIDO NO VIMIEIRO....!!!


As capas dos jornais e as principais notícias de Segunda-feira, 9 de Janeiro de 2012.

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Homem morre agredido com capacete
Combustíveis: Preços aumentam
Almada: Dupla armada assalta
Rendas: Lei permite nova subida
Anadia: Casal rouba por esticão
Faro: Carga sobre claque
Marcelo R. Sousa: Passos esteve mal

Capa do Público Público

Tenha acesso a mais informação. Torne-se assinante Público.
Venezuela não vai cumprir decisões do Banco Mundial, avisa Chávez
Barcelona empata derby, Real Madrid agradece
Voltámos ao tempo das trocas sem dinheiro
FMI duvida que a Grécia cumpra as metas da troika
Iémen propõe imunidade para acelerar saída do Presidente Saleh
Sondagem encurta distância entre Sarkozy e Hollande

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Portugueses resistiram ao divórcio em 2011
Sócrates em tribunal para explicar como tirou licenciatura
Entretanto, no PSD, um original
Maria e Rodrigo são os nomes campeões em 2011
Comandante da GNR de Alter do Chão desapareceu há 10 dias
"Rei Ghob" em silêncio enfrenta famílias de desaparecidos
Seguranças obrigados a pagar furtos

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Greve de Sapadores Bombeiros chega ao fim com "85 a 90%" de adesão
Chico Anysio responde bem à traqueostomia
Documentário da BBC acompanha jovem na perda da virgindade
Greve dos trabalhadores portuários começou à meia-noite
Barcelona empata no "derby" da Catalunha e deixa fugir o Real
Chávez e Ahmadinejad passam em revista acordos de cooperação
Estacionamento pago na Areosa revolta população

Capa do i i

Capa do Diário Económico Diário Económico

Turista australiana sobreviveu a queda em rio de crocodilos quando fazia 'bungee jump'
Termina hoje prazo para entrega de candidaturas ao arrendamento jovem
Horta Osório regressa hoje ao Lloyds
Secretário dos Assuntos Fiscais perde dois colaboradores de peso
Banca sobe ‘spread’ no crédito à habitação para valor recorde
Queda da Euribor suaviza prestação da casa
Arrendar é solução de recurso face à subida dos empréstimos

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Para que serve a taxa de audiovisual e porque é que a TDT só oferece quatro canais?
As notícias em foco na edição de hoje, dia 9 de Janeiro, no Negócios
"Estado tem de impor o interesse público ao excessivo poder da EDP"
Administração da CP chama a si decisão sobre processos disciplinares
Chineses e brasileiros devem entrar no BCP até ao final de Junho
Ex-director da Unicer lança uma consultora
Grande contrato de mineração está na calha

Capa do Oje Oje

Estado recebe 6 mil milhões em dinheiro
A. de Almeida e Lágrimas fundem negócios
Seguradoras portuguesas com níveis de solvência "confortáveis"
Barómetro ACEGE/OJE/RR: Portugueses vão ter de enfrentar mais austeridade
Samsung reporta lucro recorde
Desemprego sobe e confiança cai em Portugal
Empate a zero castiga clássico sem magia

Capa do Destak Destak

Sete mortos e 16 feridos em combate entre tropas e forças separatistas na Chechénia
Pelo menos 76 feridos em tumultos durante procissão
Presidente sul-coreano em Pequim para discutir relações bilaterais
Ex-presidente Pervez Musharraf garante regresso este mês ao país
Pai tentou matar filho à facada quando este dormia
PM vai proceder a remodelações no governo -- imprensa
Pelo menos dois feridos em explosões após absolvição do líder da oposição

Capa do A Bola A Bola

Gala FIFA: Ronaldo e Mourinho candidatos...à distância
Estreia à vista para Danilo
Izmailov pode parar duas semanas
Palancas Negras já receberam prémios em atraso
Treino aberto terça-feira no Seixal
«Agora vem o circo» - Sandro Rosell
Veja ou reveja o lance da polémica no 'derby' de Barcelona (com vídeo)

Capa do Record Record

Defour pela via mais fácil
Balneário frustrado
Dupla argentina em risco para próxima ronda
Jardim: «Queremos estabilizar nos lugares da frente»
Seguir no trilho das vitórias
Falta um ponta-de-lança
Triunvirato blanco ameaça troika culé

Capa do O Jogo O Jogo

Quim Machado: "Resultado mais justo seria o empate"
Rui Vitória: "Apelei ao brio"
Moreirense em zona de subida
Barcelona empata e deixa escapar Real Madrid
Toscano resolve no D. Afonso Henriques
Cajuda: "Gostava que o resultado tivesse sido outro"
Jorge Jesus: "É óptimo estar isolado no topo"