Translator

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

POIS QUE HAJA ESTE GÉNERO DE LIÇÕES PARA IRRADICAR A "PANELEIRADA" QUE ABUNDA POR PORTUGAL


Escola de sexo no Salão Erótico do Porto (Actualizada)A Ferver: 11.1 - 22h Por: Nelson Rodrigues
.
O erotismo e a sensualidade estão de volta ao Norte com a 5ª edição do Eros - Salão Erótico do Porto, que decorre de 9 a 12 de Fevereiro, no Pavilhão Multiusos de Gondomar. Erica Fontes, a estrela portuguesa de filmes pornográficos, é a imagem do certame que, este ano, tem como principal atracção as aulas de sexo e de prazer para casais.
.
Durante quatro dias, os mais aventureiros poderão assistir a quentes espectáculos de striptease, shows lésbicos, danças de varão ou até submeter-se à tortura do chicote e de outros instrumentos de disciplina erótica.
.
Num total de dez palcos com diversas atracções, as estrelas principais serão, mesmo, as actrizes de filmes para adultos nacionais e internacionais que, num total de 700 espectáculos, prometem mostrar tudo.
.
Apesar desta edição contar com mais áreas femininas, masculinas e gay e de swing, a grande atracção será a ‘escola de sexo’, que, com exemplos práticos, irá ensinar os casais a ter mais prazer e a adoptar a melhor posição sexual. Haverá, ainda, um espectáculo de luta livre de mulheres.
,
Para o organizador do festival erótico, Juli Simón, o objectivo desta edição é "superar o número de visitantes de 2011".
.
DOMINADORA EM ACÇÃO
A dominadora Mistress Minerva será uma das apostas do salão erótico. Pela primeira vez em Portugal, a actriz espanhola promete recriar um ambiente fetiche e submeter os homens a escravos em torturas de chicotes.
.
PORMENORES
HORÁRIOS
O público poderá visitar o certame de quinta-feira a sábado, das 15h00 às 02h00, e ao domingo das 15h00 às 22h00. Bilhete custa 20 euros. Maiores de 65 anos pagam 15 euros.
.
PRODUTOS
Dezenas de fabricantes, distribuidores e lojistas nacionais têm um expositor no centro do festival de sexo, onde poderão mostrar aos visitantes os últimos serviços e produtos usados na indústria.
.
PRIVADOS
As actrizes pornográficas nacionais e internacionais estão diariamente disponíveis para espectáculos privados com os visitantes, dar autógrafos e também tirar fotografias.

As capas dos jornais e as principais notícias de Quinta-feira, 12 de Janeiro de 2012.

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Incêndio em Espinho destrói escritórios
Busca por Maddie custa três milhões
Philipp Hildebrand: Prémio chorudo
Carlos Costa: CDS exige contas
Figueira da Foz: Corpo encontrado no rio
Viseu: Falso peditório
Albufeira: Prisão por roubar ténis

Capa do Público Público

Tenha acesso a mais informação. Torne-se assinante Público.
Barragem Foz Tua vai acentuar desertificação e isolamento do interior, dizem defensores dos comboios
Portugal já não vive em democracia, diz Eurico Figueiredo
Wall Street encerra em equilíbrio confiante na economia americana
Sporting empata nos descontos
Domingos critica atitude da equipa no primeiro tempo
Tottenham junta-se a United na segunda posição

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Portugal já não vive em democracia
Trio rouba viatura por 'carjacking'
Foz Tua vai acentuar desertificação
Litemerer Rfaeani Aelu
2011 foi o ano em que menos presos fugiram das cadeias
Procuradora não quer trabalhar aos sábados
Concessionários da Costa querem época balnear a durar dois meses

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Franceses criaram rede social para animais de estimação
Mais 13 mil doentes à espera e menos 42 mil cirurgias
Presidente da Junta de Matosinhos "monta" gabinete em café
Mário Jardel recusou proposta do Beneditense
Van Wolfswinkel com "possível lesão no abdómen"
Governo brasileiro paga cirurgia a pacientes com próteses PIP
Barragem do Foz Tua vai "acentuar a desertificação" do Interior

Capa do i i

Capa do Diário Económico Diário Económico

“Portugal continua a ser o nosso País e vamos investir”
Banca estrangeira vai financiar mais de 80% das empresas da bolsa
Administradores antecipam subida das acções
Novo aumento de impostos dado como certo em 2012
“Vou estar na Holanda mas continuarei a apoiar a Central de Cervejas”
PS exige que Passos recue nas nomeações para a Águas de Portugal
‘Troika’ obriga Estado a sair do ambiente

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Catroga: "Famílias e empresas portuguesas já não aguentam mais impostos"
Eduardo Catroga: "Não me chocaria" se Sócrates fosse julgado
Por que não tenho sinal com o descodificador?
O socialismo dos últimos 35 anos
Porque cresceu o Brasil tanto e Portugal tão pouco
"Rever tarifas eólicas levava a um colapso do sistema bancário"
Fisco paga milhões em juros por atraso na devolução de imposto de selo

Capa do Oje Oje

EBA abranda pressão sobre os bancos
Poupança das famílias estabiliza em Dezembro
Sanofi sinaliza aquisições este ano
Microsoft revê previsões do trimestre
Vendas auto crescem 2,8% na China
Inflação média de 2011 nos 3,7%
Despres comanda com Coma a encurtar atraso

Capa do Destak Destak

Sismo de magnitude 5,8 abalou região de Fukushima
Corpo de Kim Jong-il será embalsamado e exposto no mesmo mausoléu do pai
Negociações de paz com os talibãs poderão avançar em breve com apoio de Karzai
Inflação em 2011 situou-se nos 5,4% -- oficial
Secretário do Tesouro dos EUA saudou "progressos" dos líderes europeus
ONU apela à comunidade internacional que apoie missão de paz
Governo quer reduzir importações de petróleo do Irão

Capa do A Bola A Bola

Sílvio regressa à competição dois meses depois
Galliani viaja até Manchester por Tevez
Miranda próximo do Internacional de Porto Alegre
Jardel descarta Beneditense para começar a carreira de treinador
Maradona garante que fica no Al Wasl
Palmeiras quer que camisola 12 de Marcos não seja mais usada
Werder Bremen sonha com regresso de Diego

Capa do Record Record

Caudal sem travão
«Edgar permanece até final de junho»
Agra até final da época
Dupla de veteranos regressa às vitórias
Cristiano suspenso pela SAD
Orlando: «Não nos veem como um papão»
Ricardinho confirma proposta do Sporting

Capa do O Jogo O Jogo

Pedro Caixinha: "Viemos mostrar a nossa força"
Domingos: "Nacional meteu autocarro à frente da baliza"
Liverpool adianta-se na Taça da Liga com vitória em Manchester
Roma e Chievo seguem em frente na Taça de Itália
"Leão" salva-se em cima da hora
Tottenham bate Everton (2-0) e chega ao segundo lugar
Luís Alberto confirmado no Sp. Braga

BONS "CHOURIÇOS" COMO EM PORTUGAL NO MUNDO NÃO HÁ IGUAL...!!!

Conhecido,  o primeiro,  "lamiré" do blogue Mar do Poeta de Macau do amigo Toi Cambeta


Autarca nomeado preside a Câmara que deve 7,5 milhões à AdP
11 de Janeiro, 2012
O município do Fundão, cujo presidente Manuel Frexes vai integrar a administração da  Águas de Portugal (AdP), deve 7,5 milhões de euros a uma das suas subsidiárias, mas a autarquia contesta essa verba e reclama 40 milhões da empresa..
O município do Fundão é o que mais deve dos 15 que fazem parte do sistema multimunicipal, segundo os dados mais recentes disponíveis no sítio da Águas do Zêzere e Côa na Internet (www.adzc.pt).
.
A maior parte da dívida da autarquia já tem mais de um ano (5,1 milhões de euros) e à data da informação (30 de Novembro de 2011) havia já outros 439 mil euros em dívida não vencida contabilizada pela AdZC.
.
O total da dívida dos 15 municípios ascende a mais de 35 milhões de euros e já levou a, pelo menos, 130 injunções (meio de certificar as dívidas das autarquias) no valor de 26 milhões, esclarece a empresa na Internet.
.
A Agência Lusa contactou o presidente da Câmara do Fundão, Manuel Frexes (PSD), mas este recusou-se a comentar o assunto.
 .
Já Miguel Gavinhos, vereador da Câmara do Fundão (PSD), disse à Lusa que o município não reconhece a dívida em causa, dado que a empresa «mantém um sistema completamente inaceitável em que até a água da chuva que entra no sistema é cobrada» às autarquias.
 .
Uma situação que, segundo refere, foi corrigida noutros sistemas geridos pela Águas de Portugal, levando o Fundão a exigir igualdade de tratamento numa acção movida contra a AdZC, em que exige o pagamento de 40 milhões de euros.
 .
Para além de contestar a cobrança de águas pluviais, o valor diz respeito a alegadas correções exigidas na avaliação do património e recursos hídricos do município, assim como a uma indemnização pedida por perda de negócio no sector das águas.
Depois de perder a acção num tribunal arbitral criado para o efeito, o município recorreu para o Supremo Tribunal de Justiça e aguarda por uma decisão, acrescentou.
.
Os municípios que integram a AdZC também têm em curso uma acção «que pede a declaração de nulidade do contrato de concessão entre o Estado e a AdZC», sublinhou Miguel Gavinhos à Lusa.
.
Os autarcas alegam que o então ministro do Ambiente, José Sócrates, «celebrou um contrato de concessão diferente do que aprovou, em 2001, permitindo a exclusão do município da Covilhã, tornando o sistema insustentável».
.
A circunstância «levou ao aumento brutal das tarifas praticadas, fazendo com que hoje estejam em vigor as que só estavam previstas para 2027», concluiu o vereador.
.
Fazem parte do sistema multimunicipal da AdZC os municípios: Almeida, Belmonte, Figueira de Castelo Rodrigo, Fundão, Guarda, Manteigas, Mêda, Penamacor, Pinhel, Sabugal, Fornos de Algodres, Gouveia, Oliveira do Hospital, Seia e Aguiar da Beira.
.
O município de Celorico da Beira é utilizador do sistema.
Lusa/SOL
Tags: Política

A BOA RAPAZIADA!

PAULINHO PORTAS: "INFANTE TERRÍVEL!"

Este Paulinho desde que assumiu a pasta dos Estrangeiros, só tem feito "paneleirices". 
O Paulinho não percebe nada de assuntos políticos e longe dos tomar a sua responsabilidade as ligações entre Portugal e países estrangeiros. 
O Paulinho Portas está cheio de rabos de palha que nunca os resolveu... 
O Paulinho é um "sacaninha" de um mediocre e oportunista que "maliciosamente" usou nas campanhas eleitorais gente pouco entendida para lhes sacar os votos. 
O Paulinho Portas está a dar uma carga de trabalhos ao Embaixador Seixas da Costa, Embaixador de Portugal em Paris, pelas paneleirices que ali está a levar a cabo e em outros lugares do Globo onde Portugal tem representações diplomáticas.  
Já o dissemos  mais de uma vez que  o Paulinho Portas, leva um enxurro de "porrada" de um emigrante, filho da velha, que o deixa num molho de brócolos". 
.
E de Banguecoque o aviso que se aparece por aqui vai levar com balde de merda (bem fermentada) num lugar oportuno para o deixar bem enceleirado de merda! E a honra de ser fotografado pelos fótografos dos medias - José Martins
.
le 11 janvier 2012 Política 03
Paulo Portas afasta o Cônsul Geral luís Ferraz de Paris 

. 
A notícia caiu como uma autêntica “bomba”. O Ministro dos Negócios Estrangeiros vai proceder à “mais ampla renovação” de Embaixadores dos últimos anos e da lista que já foi aprovada pelo Presidente da República consta a substituição do Cônsul Geral de Portugal em Paris, Luís Ferraz, por Pedro Lourtie.
.
Luís Ferraz veio para Paris há pouco mais de dois anos e as missões costumam durar quatro anos.
.
Na altura substituiu João Teotónio Pereira que esteve quase 5 anos em Paris, mas queria prolongar excecionalmente a sua missão por mais dois anos. Hoje João Teotónio Pereira é Chefe de Gabinete de Paulo Portas e muitos veem aqui uma “vingança pessoal” do antigo
Cônsul.
.
Luís Ferraz é considerado “um dos melhores Cônsules que já passaram por Paris”, diz por exemplo o dirigente associativo em Pontault-Combault e também Conselheiro das Comunidades, Mário Castilho.
.
“Esta situação é muito preocupante e injusta para um homem que sempre passou o seu tempo em representação perto das Comunidades e das associações, todos os fins de semana passou nas associações.
.
Por isso, como cidadãos, devemos saber a verdade, o porquê do seu afastamento inesperado”. Também Batista de Matos, dirigente associativo considera “indecente” o afastamento de Luís Ferraz.
.
“É um bom Cônsul” diz ao LusoJornal.
.
“Cônsul como Luís Ferraz, sempre presente no terreno, representando e dignificando o seu país, passaram por cá muito poucos.
Lamento profundamente o seu afastamento” diz por seu lado Maria Fernanda Pinto, “ativista cultural” e dirigente da Galeria Virtual Portugal Presente.
Também no Consulado os funcionários ficaram “admirados” e “surpreendidos” com a notícia.
 .
“Nem queria acreditar. Esta política é mesmo suja” diz uma funcionária aoLusoJornal.
 .
Aliás nenhum funcionário quis ser identificado. “João Teotónio Pereira já nós sabemos que traste é, tivemos de o aturar aqui durante 5 anos” diz uma funcionária do Consulado que não se mostrou admirada que fosse confirmada a “vingança”.
 .
“O Cônsul Luís Ferraz não é vaidoso, é dialogante, gosta da Comunidade e é uma pena tirarem-no daqui sem que a sua missão chegue a termo”.
.
Também houve quem evocasse os custos da mudança. “Então se o país está mal financeiramente, dá-se ao luxo de trocar um Cônsul antes dotermo da sua missão, com todos os custos que isso acarreta?” pergunta um funcionário do Consulado Geral de Portugal em Paris.
.
O novo Cônsul
 .
O novo Cônsul Geral de Portugal em Paris, Pedro Lourtie, deve assumir a missão em março, altura em que Luís Ferraz regressará a Portugal. Pedro Manuel Carqueijeiro Lourtie nasceu a 15 de janeiro de 1971, em
Lisboa.   Faz dentro de dias 42 anos.
.
Tem uma licenciatura em Economia pelo Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) da Universidade Técnica de Lisboa e um Mestrado em Estudos Europeus (Economia) pelo Colégio da Europa, Bruges (Bélgica). Pedro Lourtie entrou na Carreira Diplomática no dia 1 de fevereiro de 1995 e é Conselheiro de Embaixadades de 2008.
 .
Passou pela Direção de Serviços das Organizações Políticas Multilaterais do Ministério dos Negócios Estrangeiros, em 1995, foi Assessor do Secretário de Estado dos Assuntos Europeus, de 1995 a 1999, precisamente Francisco Seixas da Costa, que agora vem encontrar na Embaixada de Paris. 
.
Também esteve na Representação Permanente de Portugal junto da União Europeia, em Bruxelas, de 1999 a 2004, foi Conselheiro Político na Delegação da Comissão Europeia em Washington DC, de 2004 a 2005, foi Adjunto diplomático do Primeiro Ministro e depois Chefe de Gabinete de José Sócrates, de 15 de maio de 2006 a 26 de outubro
de 2009.
.
De novembro de 2009 a junho de 2011 foi Secretário de Estado dos Assuntos Europeus do XVIII Governo Constitucional. 
 .
Curiosamente vão encontrar-se em Paris dois antigos Secretários de Estado dos Assuntos Europeus: Francisco Seixas da Costa e Pedro Lourtie. O novo Cônsul também encontraráem Paris “o seu” Primeiro Ministro, José Sócrates.
 
Outros movimentos 
 .
A lista do movimento de Embaixadores confirma que Francisco Seixas da Costa passa a acumular os cargos de Embaixador de Lisboa em Paris e representante de Portugal junto da UNESCO, lugar que era ocupado por Luís Filipe Castro Mendes, agora novo Embaixador de Portugal no Conselho
da Europa, em Strasbourg.
.
Por enquanto, o Governo ainda não nomeou o Embaixador de Portugal junto da OCDE, que também tem posto em Paris.
.
O movimento de Embaixadores proposto pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, foi aprovado pelo Presidente da República e já foram enviados para os postos diplomáticos os pedidos de “agrément” para os Governos dos respetivos países com a informação sobre a mudança de Embaixadores e Cônsules.
.
De acordo com fonte governamental, “pretendeu-se dar espaço a uma nova geração de diplomatas já que a média de idade baixa dos 62 para os 52 anos e duplica o número de mulheres à frente das missões diplomáticas”, passando de cinco para dez.

TELEVISÃO EM PORTUGAL? PARA QUÊ? EMBRUTECER!!!

Tenho, em Banguecoque, a RTPi há 17 anos e pouco depois de ser ligada ao satélite. 
 Comprei um disco que ainda não era fabricado na Tailândia, mas em Singapura. 
Hoje continuo a ter RTPi em minha casa só que desligada. 
A pobreza das emissões é de tal ordem que não dá para ofender a minha inteligência. 
Os comunicadores continuam a ser os mesmos medíocres.  
Nunca entendi a razão porque se mantém à frente um presidente chamado Guilherme Costa que nunca se lhe viu obra de préstimo... 
Tem ocupado altos cargos e departamentos estatais e me leva a crer que o Costa é um dos protegidos da maçonaria!
.
Portugal entra amanhã na era da televisão digital

Portugal entra amanhã na era da televisão digital

PIFADO AO BLOGUE DO JOÃO SEVERINO - PAU PARA TODA A OBRA

E este bacalhau à "Gomes de Sá", de Amarante, também poderia ir, com a SONAE (e que levasse o filho o que grama andar a pedalar de bicicleta no Passeio da Foz do Porto) para a Holanda... 
 
Não fazem falta, nenhuma, em Portugal... 
Não entendo o que é que a Holanda tem que Portugal não tem... 
Tudo marado dos "pirolitos". 
As difrenças entre a Holanda e Portugal: "Portugal não tem putas, a vender, nas montras e a Holanda tem; as gajas holandesas, são todas de cara de bolacha, de trigo, mal cozida e rabudas e as portuguesas são lindas e de cara rosada. 
E ainda mais... Os holandeses são de raízes piratas e chulos... piratearam as naus portuguesas nos mares da Ásia e do Oriente... 
Perguntem aos indonésios quem são os holandeses... 
Em verdade vos digo  os holandeses são uns "sacaninhas" da primeira apanha...!!! 
E assim outros sacanões/ladrões que nasceram na nossa terra partem para a Holanda... Pois que vão e que fiquem por lá que a gente por cá se governa. 
José Martins




O QUEIJO FOI-SE



por João E. Severino
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
tags | partilhar

ISTO DA MALTA DO AVENTAL ESTÁ A DAR GOZO E O MARALHAL A DIVERTIR-SE...!!!

Agora acreditem se quiserem nenhum dos nomeados é do grupo do avental. 

Vem-me há memória uma história que me contaram que numa aldeia um gajo seguia a colocar os cornos na cabeça do barbeiro da terra. 
.
Por norma o "corno" é o último a saber que sua mulher "fornica" com um com dois ou que pratica gerais de bicha... 
.
Bem o certo que foi que o homem que corneava o barbeiro foi a sua barbearia fazer a barba. O cavaleiro da mulher do barbeiro senta-se na cadeira, o barneiro afia a navalha e num repente encosta a nanavalha ao pescoço do que lhe papava a mulher e pergunta-lhe: "seu filho de puta você anda a fornicar minha mulher, vou desligar-lhe a cabeça dos ombros....o apontado corneador, responde, a gaguejar: eu? Não senhor não faria isso...eu até sou paneleiro!




"Mais de 30 mil querem julgar Sócrates! É a mais recente petição online pública e já conta com 30 746 subscrições. O objectivo é claro: Julgar o ex-primeiro-ministro, José Sócrates, por gestão danosa dos dinheiros públicos. A iniciativa será, depois, entregue no Parlamento."


FATAL ERROR!!!***


***Os documentos TÊM OBRIGATÓRIAMENTE de serem entregues no Ministério Público e não no Parlamento!

Pois na Assembleia da República irão parar ao caixote do lixo...
Terça-feira, 10 de Janeiro de 2012

“Silva Carvalho usou a Maçonaria para um projecto de ambição pessoal!"






José Manuel Anes, “padrinho” maçónico do ex-director do SIED disse: “Silva Carvalho usou a Maçonaria para um projecto de ambição pessoal!"


*O Bar do Alcides EXIGE a DETENÇÃO IMEDIATA para Jorge Silva Carvalho*

O ex-director do SIED
Jorge Silva Carvalho “usou a maçonaria para um projecto de ambição pessoal e conquista de poder”, disse José Manuel Anes, fundador e ex-Grão-Mestre da Grande Loja Regular de Portugal.
Silva Carvalho recusa responder a estas acusações.


Anes, que se apresenta como padrinho de Silva Carvalho no seio da organização maçónica, acusa o ex-chefe dos Serviços de Informações Estratégicas de Defesa de ter desenvolvido a loja Mozart em função desse objectivo, convidando pessoas ligadas a vários sectores do poder político e económico e da segurança.

“Ele tomou conta da loja Mozart”, uma célula já antiga da Grande Loja Regular, mas que se encontrava adormecida.

Tinha “as colunas abatidas”, como se diz na linguagem maçónica.

Silva Carvalho “levantou as colunas” da loja Mozart, para, segundo Anes, a colocar ao serviço do seu projecto.

Convidou as pessoas adequadas e pôs em funcionamento o seu plano “de ambição desmesurada”, sem escrúpulos de “usar instituições do Estado em benefício dos seus interesses pessoais e privados”, acrescentou Anes, referindo-se designadamente à transmissão de informações confidenciais dos serviços secretos à empresa Ongoing.

“Mas há outras coisas”, disse ainda o padrinho de Silva Carvalho, sugerindo que haverá acções ilegais do ex-director do SIED por revelar.

Há cerca de seis anos, foi José Manuel Anes, professor universitário, criminalista e presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo (OSCOT), que convidou Jorge Silva Carvalho para a Maçonaria.

“Ele pediu para ser convidado”, contou Anes que, na altura, instaurou o processo de inquérito normal para o acesso de novos irmãos.

“Ele era uma pessoa séria, humilde e excelente profissional”, era a impressão que Anes tinha de Carvalho, confirmada pelo inquérito elaborado por dois irmãos designados para o efeito.

José Manuel Anes conhecia o candidato “dos meios da defesa e segurança” e da revista Segurança e Defesa, a que ambos pertenciam (e pertencem).

Segundo a tradição maçónica, o iniciado tem o dever de prestar informações e pedir conselhos ao seu padrinho (que o convidou).
Mas Silva Carvalho cedo deixou de cumprir essa obrigação...

“Pelo contrário”, diz Anes.

“Ele maltratou o padrinho, dentro e fora da Maçonaria, e começou a fazer o contrário do que eu lhe dizia”.

Há cerca de três anos, segundo Anes, era já notório que havia “uma evolução preocupante” na loja Mozart.


Tinha muitos mais elementos do que os normais 20 ou 30 de uma loja maçónica, e fazia rodear as suas reuniões de um “inabitual secretismo”.

“Há um princípio na Maçonaria segundo o qual os elementos de qualquer loja podem assistir às reuniões de outras lojas. Isso não acontecia com a loja Mozart.”

O próprio José Manuel Anes tentou fazer-se convidado para essas reuniões, sem êxito.

E ainda menos foi convidado para os jantares e encontros que se realizavam em restaurantes e hotéis depois das reuniões propriamente ditas.


É nesses encontros mais informais, chamados Ágape, que se discutem assuntos mais prosaicos, relacionados com a política e a economia concretas e actuais.


Desconfiado dos verdadeiros propósitos desses encontros, José Manuel Anes alertou para isso as autoridades maçónicas, nomeadamente o grão-mestre.

Mas nada foi feito.

“O assunto foi muito falado, mas não passou disso. Eu não avancei com uma queixa porque tive medo que isso fosse visto como um problema pessoal.”

A má-língua e as rivalidades pessoais são frequentes na Maçonaria, admite Anes.

Mas há também a justiça maçónica.

“Um caso como este deveria ter sido investigado no seio da organização e, mediante os resultados, conduzir eventualmente a uma suspensão ou expulsão.”

“Eu sinto-me responsável por ele, mas ele vampirizou o projecto”, queixa-se José Manuel Anes, ressalvando no entanto que nem todos os elementos da loja Mozart estariam implicados nas actividades ilícitas, como o tráfico de influências.

“Há lá pessoas que conheço bem e que sei que são honestas. E a Maçonaria não deve ser acusada, no seu todo, porque estas coisas não poderiam acontecer se houvesse transparência no funcionamento de todas as lojas”.

PORQUE NÃO TE CALAS MANEL! - NUNCA FOSTE NADA NA VIDA SE NÃO UM "CHULECO" DE MERDA!

Bem tudo isto só indica que o Manel Alegre também é do grupo do avental... A gente mais tarde ou cedo até vai saber isso... Bem melhor seria que este "gajo" estivesse caladinho....É um dos poucos, depois do 25 de Abril de 1974, que ainda anda por aí a "chular" o dinheirinho das nossa contribuições. - José Martins


Obrigação de declarar pertencer à Maçonaria é "atentado à Constituição" - Manuel Alegre

publicado 18:56 10 janeiro '12

O ex-candidato presidencial e histórico socialista Manuel Alegre considerou hoje um "atentado à Constituição" e uma "recidiva salazarenta" que os titulares de cargos públicos tenham que declarar pertencer à Maçonaria.

"Acho isso um atentado à Constituição e acho uma recidiva salazarenta muito triste para a nossa democracia", afirmou Manuel Alegre aos jornalistas no Parlamento.
.
Para o histórico socialista, "há o direito à privacidade, de ser da Opus Dei, de ser da Maçonaria, de ser ou de não ser".
.
O ex-candidato presidencial falava à margem do lançamento de um livro de Almeida Santos, na Assembleia da República.
.
Alegre não quis tecer mais comentários à hipótese que tem vindo a ser discutida sobre uma eventual declaração de interesses maçónicos por parte dos titulares de cargos públicos, depois de ter sido noticiado que vários deputados e líderes parlamentares pertencem à Maçonaria.

TEMPO AGORA DE VOLTAR ATRÁS E PAGAR PORTUGAL AO HOMEM O QUE LHE ROUBOU

 

MARGEM, foi uma das vítimas explorada pelos embaixadores de Portugal que se em boa, péssima, ou má hora lhes deram de bandeja de prata e esta segura com mão de luva branca o cargo de representar Portugal no Reino da Tailândia.

Parte desta tão, gente, grada da Pátria Portuguesa exploraram-me e classificando-me, o ordenado, igual ao de uma "velhinha", tailandesa, que há 40 anos fazia a limpeza da chancelaria a ganhar 2.500 bats (15 contos na altura). 

Entretanto, eu batia constantente telegramas a denunciar a violação do Direitos Humanos no Sudeste Asiático, enquanto eles, os embaixadores os violavam contra um funcionário, do seu país e onde eles haviam sido "paridos", entre eles os da Indonésia em relação a Timor-leste. Vã lá a gente entender esta "malta" que segue a polir os corrimões das escadarias do Palácio das Necessidades...!!! - José Martins

Tribunal do Trabalho obriga CTT a repor salários

publicado 11:28 10 janeiro '12

O juiz obriga à devolução dos cortes com efeito a partir de 1 de janeiro de 2011, “acrescidos de juros de mora legais” CTT

O Tribunal do Trabalho de Lisboa mandou os CTT devolverem a parte dos salários que estão a ser objeto de corte desde o início de 2011. A medida beneficia os trabalhadores sindicalizados que, no âmbito de uma ação interposta pelo Sindicato Democrático dos Trabalhadores das Comunicações e dos Média, contestaram a medida do Orçamento de Estado do Executivo Sócrates mas que está a ser mantida pelo atual Governo. Os Correios deverão ainda regularizar a progressão na carreira, que ficou congelada aquando da ordem de corte salarial.

A notícia avançada pela edição de hoje do jornal “i” aponta que a administração dos Correios já decidiu recorrer para o Tribunal Constitucional, mas a deliberação do Tribunal do Trabalho pode ser vista como um pé na porta para novas ações de trabalhadores do setor público e do Estado a quem foi retida uma percentagem dos salários.

Os CTT sustentam a decisão de reduzir salários e congelar a evolução profissional e evolução na carreira “com fundamento nos artigos 19º, 28º e 31º da Lei do Orçamento do Estado para 2001 e na Resolução do Conselho de Ministros nº1/2011, de 4 de janeiro”. No entanto, o sindicato justificou a ação por considerar que “a norma em apreço foi violada em virtude de (…) não termos sido ouvidos acerca das normas que impõem restrições de caráter remuneratório”.

Os tribunais decidiram para já no sentido dos trabalhadores. Refere a ordem do juiz transcrita pelo “i” que deverão ser devolvidos os cortes com efeito a partir de 1 de janeiro de 2011, “acrescidos de juros de mora legais, vencidos e vincendos, até integral pagamento”.

Prossegue o diário que, apesar de os cortes se manterem até que haja uma decisão do Constitucional, fonte do processo declarou que “a jurisdição pode agora ser invocada por outros trabalhadores da função pública”. Idêntica interpretação foi ouvida a outros especialistas, com a ressalva de que os argumentos remetidos pelos trabalhadores dos CTT poderão não servir no caso de trabalhadores de outras empresas, já que não vale na lei portuguesa a regra da jurisprudência que faz lei nos Estados Unidos: uma decisão de um juiz num sentido passa a abrigar processos futuros no mesmo sentido.

Mesma condição, tratamento diferente
Um outro aspeto salientado pela notícia do “i” tem a ver com os trabalhadores dos CTT que serão abrangidos por uma eventual confirmação do Tribunal Constitucional no sentido da devolução das fatias cortadas aos ordenados. Refere o diário que apenas os trabalhadores que avançaram com a ação terão direito à devolução e ao descongelamento das carreias.

A empresa não teria por obrigação legal devolver qualquer montante aos restantes trabalhadores da empresa, pelo que a situação criaria desde logo uma diferenciação de tratamento de funcionários de igual condição.

O diário regista ainda a opinião de um advogado que aponta a má imagem dos CTT e dos seus serviços jurídicos: “O nome dos Correios já está a ser afetado e [a decisão do tribunal] está a pôr em causa a própria qualidade do departamento de contencioso dos CTT”.

TAILÂNDIA A FORÇA E A PROPOTÊNCIA DE MANDAR:



 
Funcionários da alfândega sondado após assalto na segurança do aeroporto

    Publicado em: 2012/12/01 às 12:00
    
Seção de jornal: Notícias
.
 
 Um funcionário da alfândega, de alto nível, está sendo investigado por supostamente agredidindo um agente de segurança puxando-lhe as orelhas depois de que ele se recusou a passar por uma verificação de segurança no aeroporto de Suvarnabhumi.
.
Imagens de uma câmera de vigilância no aeroporto de Suvarnabhumi mostra uma smacking oficial de alta patente costumes aos ouvidos de um agente de segurança no aeroporto depois que foi parado por um corpo pat-down durante um processo de verificação de segurança.
O funcionário, Sombat Chartchaiwaiyawit, que é o chefe de inspeção de passageiros no aeroporto, foi transferido após o incidente, enquanto se aguarda uma sonda por supostamente agredir o funcionário de segurança, um funcionário da alfândega diz.

Costumes Departamento diretor-geral confirmou o Sr. Somchai Poolsavasdi Sombat está sendo investigado.

A investigação foi provocada por um vídeo divulgado no site YouTube.

    
Veja o vídeo no YouTube  video at YouTube

Ele contém imagens de uma câmera de vigilância que mostra um homem batendo as orelhas de um oficial de segurança no aeroporto depois que foi parado por um corpo pat-down durante um processo de verificação de segurança.

Sr. Somchai disse que o assunto vai ser investigada durante 30 dias.

Sr. Sombat foi deslocado para o Bureau da Administração Central para a duração do inquérito.

Sr. Somchai disse que o incidente foi desconfortável e que manchou a imagem do departamento, mesmo que isso não reflete o comportamento de apenas um indivíduo.

Sr. Somchai disse o Sr. Sombat enfrenta uma ação disciplinar pela Comissão do Serviço Civil, se ele é encontrado para ter-se comportado de forma inadequada.

"Isto não é sobre a corrupção", disse ele.

"Aproveito esta investigação a sério. Mas eu tenho que ter certeza de que ele é tratado de forma justa."

Ele disse que relatou o incidente ao Vice-Ministro das Finanças Boonsong Teriyapirom.

Sr. Somchai disse que as autoridades aduaneiras podem desfrutar sênior conveniências determinadas no aeroporto, mas nenhum deles está isento de exames de segurança.

Aeroporto de Suvarnabhumi diretor Somchai disse Sawasdipol equipe jurídica do aeroporto será perguntado se devem ser tomadas medidas contra o funcionário.

"É um caso de agressão que pode ter um efeito negativo sobre o aeroporto", disse ele.

Sr. Somchai insistiu todos os passageiros são obrigados a seguir os Aeroportos da Tailândia procedimentos de segurança checkpoint e políticas. Checkpoint protocolos exigem passageiros para remover revestimentos exteriores e artigos de metal para raios-X antes de prosseguir através dos detectores de metal.

Triagem adicional é necessária se a detectores de metal enviar um alarme.

Passageiros que se recusam a ser avaliados não estão autorizados a entrar em áreas restritas do aeroporto.

Aeroporto de Suvarnabhumi vice-diretor Narongchai Thanatchangsaeng disse que o incidente não vai causar problemas entre os AoT eo Departamento Aduaneiro.

Ele disse que as câmeras de vigilância foram instaladas há dois anos na sequência de queixas dos passageiros que tiveram seus pertences desapareceram enquanto eles foram submetidos a procedimentos de segurança.

Karn Thongyai, diretor da Asia Security Management _ a empresa contratada para fornecer segurança para Suvarnabhumi _ disse o oficial de segurança sofreu uma lesão do ouvido.

Ele disse que o homem, identificado como Sirichai Maichum, apresentou uma queixa com a polícia ea empresa vai deixá-lo às autoridades para investigar. Ele disse que o funcionário da alfândega estava sujeita a procedimentos de segurança padrão, porque ele passou por um posto de controle de passageiros de segurança.

Sr. Karn disse pessoal do aeroporto e tripulação de cabina que têm certificado de segurança geralmente entrar na área restrita através de um canal especial que impõe procedimentos de segurança menos rigorosos.

O ministro dos Transportes ACM Sukumpol Suwanatat ontem demitiu o incidente como menor, dizendo que não necessitaram de intervenção de um ministro.

"É um trabalho que as autoridades tem que tomar cuidado," disse ele.
Pol Col Natthanant Nanasombat, superintendente do aeroporto de Suvarnabhumi delegacia, disse o Sr. Sombat foi convocado para interrogatório. Ele tem sete dias para informar à polícia sobre o incidente.
Ele disse que o membro da equipe que foi atingido no ouvido arquivou uma queixa com a polícia no domingo e ele foi enviado para um exame físico depois disso.
Uma fonte da polícia disse ontem que o Sr. Sombat, acompanhados por advogados, havia relatado aos investigadores, mas se recusou a dar uma declaração.